Você está na página 1de 19

Professora Adriana Sousa

adrianassousa@yahoo.com.br

Vitória da Conquista – BA
2009
Apresentação
O curso Ensinando e Aprendendo com as
TIC convida o cursista a refletir sobre
algumas características da época em que
vivemos: o papel da tecnologia na vida
cotidiana, a construção do conhecimento na
sociedade da informação, como participar mais
efetivamente desse processo e como inseri-lo
em sua ação profissional de educador,
contribuindo para a qualidade da educação e a
inclusão social de crianças, jovens e adultos
brasileiros. Vamos lá?
Objetivos
• compreender o potencial pedagógico de

recursos das TIC no ensino e na aprendizagem em suas


escolas;

• planejar estratégias de ensino e aprendizagem integrando


recursos tecnológicos disponíveis e criando situações de
aprendizagem que levem os alunos à construção de
conhecimento, à criatividade, ao trabalho colaborativo e
resultem efetivamente no desenvolvimento dos conhecimentos
e habilidades esperados em cada série;

• utilizar as TIC na prática pedagógica, promovendo situações de


ensino que focalizem a aprendizagem dos alunos.
Carga Horária
• 120h
– Presencial – 40h
Dia da semana: terça-feira
08/09 – 8h 22/09 – 4h
06/10 – 8h 20/10 – 4h
03/11 – 4h 17/11 – 4h
01/12 – 8h

– A distância – 80h
Atividades na escola e no ambiente eProinfo
http://www.eproinfo.mec.gov.br
Programa do Curso

• Módulo 1: Tecnologia na sociedade, na vida e na escola

Refletir sobre o papel do professor e da escola frente a presença


das tecnologias em sala de aula;

• Módulo 2: Internet, hipertexto e hipermídia

Apresentar a Internet como espaço de colaboração, pesquisa, de


publicação do que se faz na escola;
• Módulo 3: Prática pedagógica e mídias digitais

Apresentar possibilidades pedagógicas de exploração de mídias

digitais e os repositórios de mídias na Internet, em particular, os


do MEC;

• Módulo 4: Currículo, projetos e tecnologia


Identificar as concepções de currículo e ressignificação diante das
possibilidades de integração da escola com diferentes espaços de
produção de conhecimento e as características do currículo
construído por meio de desenvolvimento de projetos com uso das
tecnologias.
Certificado

• Será expedido pelo Instituto Anísio


Teixeira (IAT)
• Receberá o certificado quem
freqüentar 80% dos encontros
presenciais e realizar no mínimo 80%
das atividades a distância.
Módulo 1
Autora: Beth Prado

Tecnologia na sociedade, na vida e na escola

Refletir sobre o papel do professor e da escola frente a


presença das tecnologias em sala de aula

Encontros Presenciais
08 de setembro – 8h

22 de setembro – 4h (tarde)
Atividades - Módulo 1
• Parte 1 (08/09 a 21/09)

Atividade 1 - Quem sou (Presencial)


Cada cursista deverá relatar “Quem sou como professor e
aprendiz, usando o editor de texto” levando em consideração
os seguintes pontos de reflexão: Sou um professor que
desperta a curiosidade do aluno? Busco preparar meus alunos
para utilizar os novos sistemas culturais de representação do
pensamento? Desenvolvo uma prática interativa com os alunos?
Ouço suas idéias? Aprendo com os alunos? Com os colegas?
Faço mudanças na minha forma de ensinar? Por quê? Sinto-me
confortável quando isto acontece ou tenho receio? Salvar o
arquivo com o “nomedadupla_ativ1” e compartilhar com os
colegas enviando para a Biblioteca – Material do Aluno – tema
Atividade 1 – subtema “Quem sou” no ambiente eProinfo.
Fiquem atentos!!!
Para salvar o arquivo, recomendamos
não utilizar acentos, cedilha, sinais
de pontuação e outros caracteres
especiais. O traço que sugerimos
utilizar (sinal de underline,
underscore ou sublinhado) é aceito
pelo computador como uma letra
comum.
Atividade 2 – Refletindo sobre a identidade do Professor e a
escola diante do panorama da sociedade/ tecnologia na escola
(a distância)
Vamos refletir sobre as preocupações e expectativas do
professor sobre o uso das tecnologias no processo de ensino-
aprendizagem e o papel da escola no panorama desenhado pela
presença das tecnologias? Para embasar nossas discussões,
vamos ler a entrevista do Prof. Antonio Nóvoa, os textos
“Aprendizagem continuada ao longo da vida” do Professor José Armando Va
,
“As sereias do ensino eletrônico” dos Professores Paulo Blikstein e Marcelo
,
"O Professor e sua formação" da Professora Maria Umbelina Caiafa Salgad
e assistir à entrevista do
Prof. Dr. Ladislau Dowbor sobre Educação e Tecnologia .
Leve em consideração as seguintes afirmações:

“É difícil dizer se ser professor, na atualidade, é mais


complexo do quefoi no passado, porque a profissão docente
sempre foi de grande complexidade. Hoje, os professores têm
que lidar não só com alguns saberes, como era no passado, mas
também com a tecnologia e com a complexidade social, o que
não existia no passado. Isto é, quando todos os alunos vão
para a escola, de todos os grupos sociais, dos mais pobres aos
ricos, de todas as raças e todas as etnias, quando toda essa
gente está dentro da escola e quando se consegue cumprir, de
algum modo, esse desígnio histórico da escola para todos, ao
mesmo tempo, também, a escola atinge um aenorme
complexidade que não existia no passado.” (Antônio Nóvoa,
2001) e ...
"[...] É necessário repensar a escola e a educação no sentido
mais amplo. A escola deve ser menos lecionadora e mais
organizadora de conhecimento, articuladora dos diversos
espaços do conhecimento". (Dowbor, 2001).
Acesse no eProinfo, o Fórum Educação e Tecnologia para
registrar sua contribuição e, ao mesmo tempo, conhecer e
comentar as contribuições dos colegas.
.
Atividade 3 – Tecnologias na Escola (a distância)
Fazer um levantamento das tecnologias existentes na escola
e dos modos que elas são utilizadas. Clique no
Formulário Diagnóstico que deverá ser preenchido, salvo
como “seunome_diagnostico” e enviado para o ambiente
Material do Aluno – tema Atividade 3 – subtema
“Diagnóstico”.
Atividades - Módulo 1
• Parte 2 (22/09 a 05/10)

Atividade 4 – Ensinando e aprendendo com tecnologias e


mídias digitais (a distância)
Escolher um vídeo da TV Escola do seu interesse observando
questionamentos, debates e propostas de atividades que
possam ser utilizadas em sala de aula. Digite o roteiro em um
editor de texto citando: nome, resumo, duração e tipo de
vídeo (documentário, entrevista,...), área de conhecimento e
nível envolvidos (fundamental/ médio) e aponte suas propostas
para utilização do mesmo em sala de aula. Salve o arquivo
como “seunome_ativ4” e envie para Biblioteca – Material do
Aluno – tema Atividade 4 – subtema TV Escola.
Atividade 5 – Aprendizagem significativa e o uso de
tecnologias no trabalho por projeto (a distância)
Faça uma pesquisa envolvendo uma experiência de trabalho
por projeto, realizada no contexto da escola. Esta pesquisa
poderá ser feita via Internet ou contato (entrevistas,
observação, leitura de artigos ou livros) com professores.
Considere, nesta pesquisa, algumas características do
projeto: tema, conteúdos curriculares envolvidos, números de
alunos e professores participantes, tecnologias e mídias
utilizadas, duração, atitudes dos alunos, entre outros.
Organize e documente as informações pesquisadas, elabore
uma análise sobre os dados pesquisados usando o editor de
texto. Salve o documento como “seunome_ativ5”. Poste o
arquivo desta atividade na Biblioteca, em Material do Aluno,
tema Atividade 5, subtema “Pesquisa_Projeto”. Acesse as
atividades elaboradas pelos colegas, que estão disponíveis no
acervo da Biblioteca, Material do Aluno, para conhecer suas
reflexões e relatos.
Atividade 6 – Divulgando a Pesquisa de “trabalho por
projetos” (para encontro presencial)
Os resultados e a análise das pesquisas sobre "trabalho por
projetos" deverão ser divulgados entre os participantes da
turma. Organize a apresentação do resultado e da análise da
pesquisa usando slides (no máximo 4) ou outra forma que
achar mais conveniente. Traga sua apresentação (caso digital,
salve o arquivo em um CD ou pendrive) para mostrar no
encontro presencial.

Atividade 7 – Reflexão da Aprendizagem (a distância)


Reflita sobre sua trajetória de aprendizagem e registre no
Diário de Bordo.
“O educador autêntico é humilde e confiante. Mostra o que sabe e,
ao mesmo tempo está atento ao que não sabe, ao novo. Mostra
para o aluno a complexidade do aprender, a sua ignorância, suas
dificuldades. Ensina, aprendendo a relativizar, a valorizar a
diferença, a aceitar o provisório. Aprender é passar da incerteza
a uma certeza provisória que dá lugar a novas descobertas e a
novas sínteses...”
José Manuel Moran
Fonte
• http://webeduc.mec.gov.br
• http://rocha.hiperlab.egr.ufsc.br/hiperlab/mec/unidade1/
• http://rocha.hiperlab.egr.ufsc.br/hiperlab/mec/unidade2/
• http://rocha.hiperlab.egr.ufsc.br/hiperlab/mec/unidade3/
• http://rocha.hiperlab.egr.ufsc.br/hiperlab/mec/unidade4/
Contatos
• Adriana Sousa
adrianassousa@yahoo.com.br
• NTE 16
http://nte16.blogspot.com
http://nte16proinfo.blogspot.com
• (77) 3421-4500