Você está na página 1de 19

Exceções à Teoria dos Octetos Átomo

Existem três classes de exceções à regra do octeto:

Moléculas com número ímpar de elétrons;

Moléculas nas quais um átomo tem menos de um octeto, ou seja, moléculas deficientes em elétrons;

Moléculas nas quais um átomo tem mais do que um octeto, ou seja,

moléculas com expansão de octeto.

Número ímpar de elétrons

Poucos exemplos.

Geralmente, moléculas como ClO 2 , NO e NO 2 têm um número ímpar de elétrons.

• Poucos exemplos. • Geralmente, moléculas como ClO 2 , NO e NO 2 têm um

Deficiência em elétrons

Relativamente raro.

As moléculas com menos de um octeto são típicas para compostos dos Grupos

1A, 2A, e 3A.

O exemplo mais típico é o BF 3 .

Em algumas moléculas determinados átomos não seguem a regra do octeto Átomo central com menos de 8 elétrons na camada de valência (CV)

átomos não seguem a regra do octeto • Átomo central com menos de 8 elétrons na
átomos não seguem a regra do octeto • Átomo central com menos de 8 elétrons na
átomos não seguem a regra do octeto • Átomo central com menos de 8 elétrons na

Expansão do octeto

Esta é a maior classe de exceções.

Os átomos do 3º período em diante podem acomodar mais de um octeto.

Além do terceiro período, os orbitais d são baixos o suficiente em energia para participarem de ligações e receberem a densidade eletrônica extra.

de ligações e receberem a densidade eletrônica extra. • Átomo central com mais de 8 elétrons

Átomo central com mais de 8 elétrons na CV devido a expansão da CV a partir de elementos do 3ºperíodo

Por exemplo, consideremos a molécula de pentacloreto de fósforo, PCl 5 na qual o átomo de fósforo é ligado covalentemente a cinco átomos de cloro.

O número total de elétrons de valência é 40 (5 do P e 35 dos cinco átomos de Cl).

O P é o átomo central e forma cinco ligações:

a camada de valência do átomo de fósforo possui 10 elétrons.

O P é o átomo central e forma cinco ligações: • a camada de valência do

Os orbitais ocupados pelos cinco pares são os orbital 3s, os três orbitais 3p e um

dos orbitais 3d do fósforo.

Neste caso, dizemos que a camada de valência se expandiu, de maneira a acomodar os cinco pares de elétrons.

A expansão da camada de valência somente é possível se o átomo tem orbitais nd ou(n -1)d que podem ser usados além dos orbitais ns e np. As camadas de valência de átomos dos primeiro e segundo períodos não podem ser expandidas

porque não existe 1d e 2d

camadas de valência de átomos dos primeiro e segundo períodos não podem ser expandidas porque não
camadas de valência de átomos dos primeiro e segundo períodos não podem ser expandidas porque não

Estruturas de ressonância

A estrutura de Lewis é um resumo esquemático do papel representado pelos

elétrons de valência na molécula.

Algumas vezes, entretanto, não é possível representar uma partícula com uma

única, estrutura de Lewis

Exemplo: experimentalmente, o ozônio tem duas ligações idênticas, ao passo que

a estrutura de Lewis requer uma simples (mais longa) e uma ligação dupla (mais

curta).

idênticas, ao passo que a estrutura de Lewis requer uma simples (mais longa) e uma ligação

Estruturas de ressonância

As estruturas de ressonância são tentativas de representar uma

estrutura real, que é uma mistura entre várias possibilidades extremas.

Exemplo: no ozônio, as possibilidades extremas têm uma ligação

dupla e uma simples.

A estrutura de ressonância tem duas ligações idênticas de caráter

intermediário.

ligação dupla e uma simples. • A estrutura de ressonância tem duas ligações idênticas de caráter

Estruturas de ressonância

Estruturas de ressonância
Estruturas de ressonância
Estruturas de ressonância

Estruturas de ressonância

Estruturas de ressonância
Estruturas de ressonância

Estruturas de ressonância

Estruturas de ressonância
Estruturas de ressonância

Estruturas de ressonância

Estruturas de ressonância
Estruturas de ressonância

Exemplos comuns: O 3 , NO 3 - , SO 4 2- , NO 2 e benzeno.

Ressonância no benzeno

O benzeno consiste de seis átomos de carbono em um anel hexagonal. Cada átomo de C está ligado a dois outros átomos de C e um átomo de hidrogênio.

Existem ligações simples e duplas alternadas entre os átomos de C.

A estrutura experimental do benzeno mostra que todas as ligações C-C têm o mesmo comprimento.

Escrevemos as estruturas de ressonância para o benzeno de tal forma que haja ligações simples entre cada par de átomos de C e os seis elétrons adicionais estejam deslocalizados por todo o anel:

A mesma forma, sua estrutura mostra que o benzeno é plano.

adicionais estejam deslocalizados por todo o anel: • A mesma forma, sua estrutura mostra que o

Carga formal

É possível desenhar mais de uma estrutura de Lewis obedecendo-se a regra do octeto

para todos os átomos. Para determinar qual estrutura é mais razoável, usamos a carga formal.

A carga formal é a carga que um átomo teria em uma molécula se todos os outros

átomos tivessem a mesma eletronegatividade.

CF = EV (1/2 EL + ENL)

onde,

EV = elétrons de valência

EL = elétrons ligantes

ENL = elétrons não ligantes

Em relação as cargas formais não são

eletrostaticamente favoráveis:

Cargas iguais em átomos adjacentes;

Cargas opostas em átomos não adjacentes;

Cargas múltiplas em qualquer átomo;

Cargas em desacordo com as eletronegatividades dos átomos

A estrutura mais estável tem:

Para moléculas, uma estrutura de Lewis que não tenha cargas formais

é preferível a uma estrutura em que as cargas formais estejam

presentes;

Estruturas de Lewis com cargas formais elevadas são menos

plausíveis do que com cargas formais baixas;

Dentre estruturas de Lewis com distribuições semelhantes de cargas

formais, a mais plausível é aquela em que as cargas formais negativas

estão nos átomos mais eletronegativos.

de cargas formais, a mais plausível é aquela em que as cargas formais negativas estão nos

Calcule a carga formal do SO 2 Calcule a carga formal do ClO 4 -1

CF = EV (1/2 EL + ENL)

• Calcule a carga formal do SO 2 • Calcule a carga formal do ClO 4