A QUESTÃO DO MÉTODO EM VYGOTSKI

- O estudo do psiquismo demanda uma distinção fundamental: A) Processos Psicológicos Naturais (memória, atenção e percepção natural) -Situam-se nos limites da dimensão biológica do sistema nervoso e são diretamente determinados pela estimulação ambiental, surgem como conseqüência da influência direta dos S externos sobre os seres humanos. -Para o estudo dos fenômenos, incontestável a adoção da estrutura estímulo-resposta. “Toda forma elementar de comportamento pressupõe uma reação direta à situação problema defrontada pelo organismo” (padrão S-R) = (processos psicológicos animais) -REFLEXOLOGIA/ BEHAVIORISMO- estudo dos processos psicológicos naturais B) Processos Psicológicos Mediados (Funções Psicológicas Superiores)- Consciência -Surgem como conseqüências específicas do desenvolvimento social, caracterizando-se pela incorporação de (S artificiais chamados SIGNOS) -A estrutura de operação com signos, requer um elo entre o SR. Este elo é um estímulo de segunda ordem (signo) e tem uma função especial, ou seja, criar uma nova relação de S-R possuindo a importante característica de controle do próprio comportamento.

-Natureza social do psiquismo -PSICOLOGIA MARXISTA tem início com Vygoski. instrumento pelo qual orientamos nossas ações/ comportamentos e pensamento.fundamento biológico necessário ao nosso nível -condição facilitadora e não determinista para o desenvolvimento de algumas habilidades -porém. -Linguagem é o signo dos signos -Interação Social (Cultura) -Possui um SIGNIFICADO (decodificação do signo) -Possui um SÍMBOLO Mediação X S------------------------------R (Evento que nos leva a emitir uma resposta) X Signo dotado de sua condição simbólica Social por natureza . não está aqui o necessário para o desenvolvimento de capacidades SIGNO: -Objeto (material). que fundamenta uma Psicologia no Materialismo Histórico e Dialético e na construção sócio histórica do homem APTIDÃO: .

pela qual a tarefa básica da pesquisa é a reconstituição de cada estágio no desenvolvimento do processo 2. .PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ABORDAGEM SÓCIOHISTÓRICA 1.A análise dos processos exige uma exposição dinâmica dos principais pontos constituintes da história dos processos. a abordagem do desenvolvimento deve ser aplicada à pesquisa experimental. Destaca que processos fenotipicamente semelhantes podem ser radicalmente diferentes em seus aspectos dinâmico. -Para a abordagem materialista e dialética: a) é fundamental por a descoberta de diferenças internas escondidas pelas similaridades externas.Explicação X Descrição -Com base na distinção proposta por Kurt Lewin entre análise fenomenológica e análise genotípica. Neste sentido. Vygotski aplica à psicologia a distinção entre os pontos de vista fenotípico (descritivo) e genotípico (explicativo).causais.Analisar Processos e Não Objetos (produtos) . por suas relações dinâmico-causais. b) identificar a essência dos fenômenos psicológicos aos invés de suas características perceptivas c) entender as relações entre os S externos e as respostas internas.

significa estuda-la no processo de mudança. Análise fenotípica: na descrição Análise Genotípica: na gênese.Processos psicológicos Automatizados (fossilizados) -Processos automatizados são processos de origem remota. construída pelas relações do indivíduo .3. que passaram por estágios longos do desenvolvimento. mas no PROCESSO de construção do produto. Eles perderam sua aparência original e sua aparência externa nada nos diz sobre sua natureza interna (ex: traços de caráter) -consequentemente. e agora se repetem de forma “mecanizada”. é preciso concentrar-se não no PRODUTO do desenvolvimento. através dos 3 princípios básicos. “Estudar alguma coisa historicamente. esse é o requisito básico do método dialético” -para o método dialético é fundamental a apreeensão da totalidade do fenômeno.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful