Você está na página 1de 6
Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Goiás Departamento de Áreas IV Engenharia de

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Goiás Departamento de Áreas IV Engenharia de Controle e Automação

Relatório de Aula Pratica Laboratorial de Física

(Experimento 4, ASSOCIAÇÃO DE CAPACITORES)

julho de 2013

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Engenharia de Controle e Automação Área IV- Disciplina:

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Engenharia de Controle e Automação Área IV- Disciplina: Eletricidade e Magnetismo Prof. Acelino Alunos: Alehandro Henrique David Martins Débora Teixeira Layne Natália Kessy Martins

RELATÓRIO EXPERIMENTO Nº. 04 ASSOCIAÇÃO DE CAPACITORES

1. OBJETIVO:

Estudar os tipos de capacitores e comparar as capacitâncias equivalentes teóricas e experimentais.

2. INTRODUÇÃO:

Neste relatório será demonstrada a associação de capacitores em série e em paralelo, visando o conhecimento do comportamento em tais associações.

3. ASPECTOS TEÓRICOS:

3.1. Definição:

Um sistema de capacitores pode ser substituído por um único capacitor equivalente. Nos casos em que os capacitores estejam ligados em série ou em paralelo, é fácil calcular a capacidade que deverá ter o capacitor equivalente.

A figura abaixo mostra dois capacitores ligados em série, entre os pontos A e B. Se os capacitores estiverem inicialmente descarregados, no momento em que for introduzida uma

descarregados, no momento em que for introduzida uma diferença de potencial entre os pontos A e

diferença de potencial entre os pontos A e B, circulará uma carga que entra pelo ponto a maior potencial (A na figura) e sai pelo ponto a menor potencial. Na região central, que liga as duas

armaduras comuns dos dois capacitores , são induzidas cargas

(a carga total nessacomuns dos dois capacitores , são induzidas cargas região é nula). Assim, a carga armazenada em

região é nula). Assim, a carga armazenada em cada um dos capacitores é a mesma.

nessa região é nula). Assim, a carga armazenada em cada um dos capacitores é a mesma.

Capacitores Ligados em Série

A diferença de potencial entre os pontos A e B será a soma das diferenças de potencial

em cada um dos capacitores :

das diferenças de potencial em cada um dos capacitores : Assim, o sistema é equivalente a

Assim, o sistema é equivalente a um único capacitor com capacidade que verifica a

equação:

um único capacitor com capacidade que verifica a equação: A carga armazenada no capacitor equivalente é

A carga armazenada no capacitor equivalente é a mesma que em cada um dos

capacitores em série.

A figura abaixo mostra um sistema de dois capacitores ligados em paralelo entre dois

pontos A e B. A diferença de potencial será sempre igual nos dois capacitores, e igual à diferença de potencial entre os pontos A e B .

Capacitores Ligados em Paralelo

Capacitores Ligados em Paralelo

Se os capacitores estiverem inicialmente descarregados, no momento em que for introduzida uma diferença de potencial entre os pontos A e B, entrará carga positiva nas armaduras que estiverem ligadas ao ponto com maior potencial, e sairá a mesma quantidade de carga das armaduras ligadas ao ponto com menor potencial. Mas a quantidade de carga que entra em cada capacitor não tem que ser a mesma; a carga total que entra e sai entre os pontos Ae B é:

a carga total que entra e sai entre os pontos A e B é: Assim, o

Assim, o sistema é equivalente a um único capacitor com capacidade igual à soma das duas capacidades dos capacitores:

4. MATERIAIS UTILIZADOS: Os materiais utilizados nesta aula prática foram:  Matriz de capacitores; 

4. MATERIAIS UTILIZADOS:

Os materiais utilizados nesta aula prática foram:

Matriz de capacitores;

Quatro capacitores de poliéster metalizado: 22nF, 2,2 nF, 10 nF,

4,7 nF.

Cabos tipo banana;

Medidor digital de capacitância;

5. PROCEDIMENTOS EXPERIMENTAIS/ RESULTADOS:

5.1.Leitura nominal e com Medidor de capacitância

a) Realizar uma leitura nominal das capacitâncias de cada um dos capacitores dados;

b) Medir a capacitância de cada capacitor;

c) Calcular o erro percentual em relação as duas medidas;

d) Anotar os resultados:

Capacitor

Valor nominal (nF)

Medidor (nF)

Erro percentual (%E)

C1

22nF

23nF

4,54

C2

2,2nF

2,25nF

2,27

C3

10nF

10,43nF

4,3

C4

4,7nF

4,92nF

4,68

5.2.Capacitores Associados em Série;

a) Montar os quatro capacitores na matriz em uma associação em série;

b) Obter uma relação teórica para capacitância equivalente do circuito C Teórica ;

c) Medir a capacitância do circuito.

d) Calcular o %E.

Capacímetro (nF) Equações Teóricas (nF) Erro percentual (%E) 1,28nF 1,23nF 3,90 5.3.Capacitores

Capacímetro (nF)

Equações Teóricas (nF)

Erro percentual (%E)

1,28nF

1,23nF

3,90

5.3.Capacitores associados em paralelo

a) Montar os quatro capacitores da matriz numa associação em paralelo;

b) Obtenha uma relação teórica para a capacitância equivalente do circuito;

c) Medir a capacitância equivalente do circuito;

d) Calcular o erro percentual %E.

equivalente do circuito; d) Calcular o erro percentual %E. Capacímetro (nF) Equações Teóricas (nF) Erro

Capacímetro (nF)

Equações Teóricas (nF)

Erro Percentual (%E)

40,7

39,12

3,88

5.4.Capacitores numa associação mista;

a) Monte 4 capacitores numa associação mista: C 1 e C 2 em série; C 3 e C 4 em paralelo;

b) Obter uma relação teórica para a capacitância do circuito;

c) Medir a capacitância equivalente;

d) Calcular o erro percentual E%.

Capacímetro (nF) Equações Teóricas (nF) Erro Percentual (%E) 1,82nF 1,63nF 10,43 6. Respostas a) Os

Capacímetro (nF)

Equações Teóricas (nF)

Erro Percentual (%E)

1,82nF

1,63nF

10,43

6.

Respostas

a) Os erros apresentados podem ser justificados pela característica construtiva do capacitor e erros relacionados a medição;

b) É maior, visto que eles se somam.

c)

Em série

1

1

1

1

=

+ + +

, em paralelo

1

= + + + a carga

vai ser maior nos capacitores em paralelo.

Referências

REFERÊNCIAS

Halliday, D., Resnick, R. e Walker, J. Fundamentos da Física, Vol. 3, LTC (Rio de Janeiro 2003) 6ª edição.