Você está na página 1de 1

ORAO DE SO PATRCIO

Esta orao, que deve ser rezada todas as manhs, foi escrita originalmente em Galico em meados do sculo V por So Patrcio, e rece eu esse nome por seu enorme poder de proteo contra inimigos dos mundos fsico e espiritual! ", tam m, considerada a mais antiga e#presso de poesia vern$cula europia!

Levanto-me, neste dia que amanhece, por uma grande fora, pela invocao da Trindade, pela f na Trade, pela afirmao da unidade do Criador da Criao. Levanto-me neste dia que amanhece, pela fora do nascimento de Cristo em Seu atismo, pela fora da crucificao e do sepultamento, pela fora da ressurreio e ascenso, pela fora da descida para o !ulgamento "inal. Levanto-me, neste dia que amanhece, pela fora do amor dos #ueru ins, em o edi$ncia aos %n&os, a servio dos %rcan&os, pela esperana da ressurreio e da recompensa, pelas ora'es dos (atriarcas, pelas previs'es dos (rofetas, pela pregao dos %p)stolos. (ela f dos Confessores, pela inoc$ncia das *irgens santas, pelos atos dos +em-aventurados. Levanto-me neste dia que amanhece, pela fora do cu, lu- do sol, claro da lua, esplendor do fogo, pressa do rel.mpago, preste-a do vento, profunde-a dos mares, firme-a da terra, solide- da rocha. Levanto-me neste dia que amanhece, pela fora de /eus a me empurrar, pela fora de /eus a me amparar, pela sa edoria de /eus a me guiar, pelo olhar de /eus a vigiar meu caminho, pelo ouvido de /eus a me escutar, pela palavra de /eus em mim falar, pela mo de /eus a me guardar, pelo caminho de /eus 0 minha frente, pelo escudo de /eus que me protege, pela h)stia de /eus que me salva, das armadilhas do dem1nio, das tenta'es do vcio, de todos que me dese&am mal, longe e perto de mim, agindo s) ou em grupo. Conclamo, ho&e, tais foras a me protegerem contra o mal, contra qualquer fora cruel que ameace meu corpo e minha alma, contra a encantao de falsos profetas, contra as leis negras do paganismo, contra as leis falsas dos hereges, contra a arte da idolatria, contra feitios de ru2as e magos, contra sa eres que corrompem o corpo e a alma. Cristo guardeme ho&e, contra veneno, contra fogo, contra afogamento, contra ferimento, para que eu possa rece er e desfrutar a recompensa. Cristo comigo, Cristo 0 minha frente, Cristo atr3s de mim, Cristo em mim, Cristo em ai2o de mim, Cristo acima de mim, Cristo 0 minha direita, Cristo 0 minha esquerda, Cristo ao me deitar, Cristo ao me sentar, Cristo ao me levantar, Cristo no corao de todos os que pensarem em mim, Cristo na oca de todos que falarem em mim, Cristo em todos os olhos que me virem, Cristo em todos os ouvidos que me ouvirem. Levanto-me, neste dia que amanhece, por uma grande fora, pela invocao da Trindade, pela f na Trade, pela afirmao da 4nidade, pelo Criador da Criao.

Você também pode gostar