Você está na página 1de 2

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS OESTE DA COLINA

ESCOLA EB23 FREI CAETANO BRANDÃO – ANO LECTIVO 2009/2010


EF A ESCOLAR B3 – LINGUAGEM E COMUNICAÇÃO
ALIMENTAÇÃO E SAÚDE: HOJE E AMANHÃ

TEXTO ORIGINAL RESUMO

É provável que uma parte significativa dos Muitos dos visitantes de mu-
visitantes de museus em Portugal não procure volun- seus em Portugal são alunos
tariamente essa instituição cultural. De facto, muitas que vão lá por obrigação e sob
das visitas a museus parecem estar associadas a tra- rigorosa vigilância.
balhos e obrigações escolares, em excursões «prote-
gidas» por professores e funcionários.

É compreensível, então, que nessas circuns- Em consequência disso, a ati-


tâncias reste pouca simpatia da parte do estudante tude mais normal desse públi-
para com os museus; e isto agravado por todo um co, em relação aos museus, é
aparato que sugere quais devem ser as atitudes e um misto de má vontade e
comportamentos adequados ao ambiente. Ao visitan- respeito excessivo.
te dos museus é transmitida a ideia de que nesse lo-
cal carregado de respeitabilidade o melhor a ser feito
é observar «muito respeito», «pouca conversa» e
lembrar que «esse lugar é um lugar de
contemplação». Atitude semelhante à que se tem
numa igreja, só que nesse caso esse conjunto de nor-
mas vai contribuir decisivamente para estabelecer
preconceitos em relação à obra de arte que dificil-
mente serão eliminados.

Com a autoridade institucional de que foi in- Por outro lado, o museu en-
vestido, o museu de arte representou, pela sua condi- quanto instituição constitui--se
ção privilegiada, uma oportunidade única para sacra- tradicionalmente em altar de
lizar os objectos seleccionados segundo os sonhos e consagração da arte de gru-
fantasias de uma classe dominante. O museu, na sua pos restritos, inatingível para o
forma tradicional, serviu como elemento mistificador cidadão comum.
da criação artística, além de local onde as pessoas
vão à procura de obras «consagradas» feitas por uma
elite da qual a maioria da população se sente afasta-
da.
Compete, então, aos museus
Tornou-se, então, tarefa obrigatória dos mu-
de arte promover o encontro
seus de arte a luta para desmistificar certos conceitos
entre a população e o trabalho
que distanciam o trabalho artístico do «homem co- artístico, como vem fazendo o
mum». É o que vem sendo feito, de várias formas, Museu de Arte Moderna, no
pelo Museu de Arte Moderna, sito na Quinta de Serral- Porto.
ves, no Porto.

Texto adaptado da revista Movimento, nº93.

Ficha de Trabalho Nº5.1 – Prof. Teresa Paula Alves


1/1
LC3C – Produzir textos informativos, reflexivos e persuasivos.
Ficha de Trabalho Nº5.1 – Prof. Teresa Paula Alves
2/1
LC3C – Produzir textos informativos, reflexivos e persuasivos.