Você está na página 1de 110
SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ

SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS

SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ

PARÁ

SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ

SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ

PARÁ

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PARÁ Presidente: José Conrado Azevedo dos Santos

DIRETORIA REGIONAL DO SENAI DR/PA Diretor: Gerson dos Santos Peres

DIRETORIA DE GESTÃO Diretor: Dário Antonio Bastos de Lemos

DIRETORIA TÉCNICA Diretor: Ernesto Lucena Marçal

DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA Diretora: Lúcia Maria Peres de Souza

GERÊNCIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA Gerente Executivo: Arícles Lemos Freitas

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ

SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ SÉRIE: DESIGN DE MÓVEIS PARÁ

PARÁ

É proibida a reprodução total ou parcial deste documento, sem a prévia autorização, por escrito, do SENAI Departamento Regional do Pará.

FICHA TÉCNICA:

Coordenação: Diretoria de Educação e Tecnologia

Revisão Gramatical:

Diretoria de Educação e Tecnologia Revisão Gramatical: Sylvia Camacho Diagramação: Eli Silva Costa Pesquisa e

Sylvia Camacho

Diagramação:

Eli Silva CostaRevisão Gramatical: Sylvia Camacho Diagramação: Pesquisa e Atualização: Carlos Felipe Sassim Francês

Pesquisa e Atualização:

Carlos Felipe Sassim FrancêsDiagramação: Eli Silva Costa Pesquisa e Atualização: SENAI – Departamento Regional do Pará Trav. Quintino

Pesquisa e Atualização: Carlos Felipe Sassim Francês SENAI – Departamento Regional do Pará Trav. Quintino

SENAI Departamento Regional do Pará Trav. Quintino Bocaiúva, 1588 Bloco B 4º andar. CEP 66.035-190 Belém-PA Telefone: (91) 4009-4771 / 4009-4772 Fax: (91) 3222-5073

SUMÁRIO

APRESENTAÇÃO

9

TERMINOLOGIA BÁSICA

11

COMPONENTES DO SISTEMA DE MICROCOMPUTADOR

15

PERIFÉRICOS

17

SISTEMAS OPERACIONAIS

20

EDITOR DE TEXTOS

38

PLANILHA ELETRÔNICA

61

APRESENTAÇÃO E ANIMAÇÕES

84

INTERNET

96

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

109

APRESENTAÇÃO
APRESENTAÇÃO

Com o objetivo de apoiar e proporcionar a melhoria contínua do padrão de qualidade e produtividade da indústria, o SENAI-DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ desenvolve programas de educação profissional, além de prestar serviços técnicos e tecnológicos. Esse manual foi preparado para funcionar como instrumento de pesquisa, possui informações que são aplicáveis de forma prática no dia-a-dia do profissional, e apresenta uma linguagem simples e de fácil assimilação, é um meio que possibilita de forma eficiente, o aperfeiçoamento do participante através do estudo do conteúdo apresentado. O objetivo maior é propiciar informações ao profissional quanto as suas qualidades comportamentais e seu relacionamento com os demais colegas nas atividades profissionais do seu dia- a-dia, e da sua vida em sociedade. Essas atividades estão direcionadas para todas as atividades nos diversos segmentos, através de programas de educação profissional, consultorias e informação tecnológica, para todos os profissionais da área industrial ou aqueles que desejam profissionalizar-se e inserir-se no mercado de trabalho e também para sua aplicação em comunidade.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
TERMINOLOGIA BÁSICA
TERMINOLOGIA BÁSICA

Morimoto (2008) desenvolveu um dicionário com termos técnicos de informática. De acordo com o autor, são entre quatro e cinco mil termos. Conheça alguns deles a seguir. ACROBAT - São aplicativos desenvolvidos pela Adobe que permite aos documentos serem exibidos em qualquer computador. A Adobe lançou dois produtos referentes ao formato: o Acrobat Reader (gratuito), que permite apenas visualizar os arquivos, e o Acrobat Writer (pago), que permite gerar os arquivos. ADSL. Significa Assimetric Digital Subscriber Line, uma tecnologia de acesso rápido que usa as linhas telefônicas. A principal vantagem é a de não usar o sistema telefônico comutado, dispensando o assinante de pagar pulsos, apenas a tarifa mensal. ADWARE. São programas que mostram anúncios, em forma de banners, incorporados à interface do programa, como as janelas pop-up. AVI - É um formato de vídeo, vem de Audio Video Interleave. Pode conter vídeo e áudio em diversos formatos. BACKBONE - São links de alta velocidade, usados geralmente como a espinha dorsal de grandes redes. A Internet é formada por inúmeros backbones que interligam as redes de universidades, empresas, provedores de acesso, etc. BACKUP - O mesmo que cópia de segurança. Podem ser feitos em qualquer tipo de mídia, incluindo CDs graváveis ou regraváveis, fitas DAT ou, até mesmo, um segundo HD. BANNER - O mesmo que faixa. Atualmente é relacionado às propagandas encontradas na Internet. BLUETOOTH - É uma tecnologia de transmissão de dados via sinais de rádio de alta frequência, entre dispositivos eletrônicos próximos. A distância ideal é de, no máximo, 10 metros. BROWSER - São os navegadores, softwares utilizados para navegar na Internet. CLIP-ART - São figuras e imagens que fazem parte da biblioteca do Microsoft Office e que podem ser utilizadas para ilustrar os slides.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

COMPILAR - Um Compilador é um programa que permite transformar o código escrito em uma linguagem de programação usada em linguagem de máquina, gerando o binário que pode ser executado, portanto é utilizado o termo compilar. COOKIE - Significa biscoito em inglês. São pequenos códigos gravados na sua máquina ao acessar determinados sites. Da próxima vez que voltar, o mesmo servidor poderá identificá-lo, lendo o cookie que foi gravado da última vez. Estes podem ser usados para dispensar você de digitar seu usuário e senha toda vez que acessar o site, por exemplo. CRIPTOGRAFIA - É a ciência que estuda os princípios, meios e métodos para proteger as informações. DOWNLOAD - É a transferência de dados de um computador remoto para um computador local. É o mesmo que baixar algum arquivo por meio da Internet. Down significa baixar ou puxar, enquanto load significa carregar. E-COMMERCE - Eletronic commerce ou comércio eletrônico. E-BUSINESS - E business ou negócios eletrônicos. E-MAIL - Eletronic mail ou correio eletrônico. FIREWALL - É uma barreira para impedir o acesso de programas indesejados. FTP - O mesmo que File Transfer Protocol. É um protocolo usado para transferir arquivos por meio da Internet. É fácil e seguro de usar. GADGETS - Miniprogramas do Windows 7. HACKER - São pessoas com habilidades com a informática e que dedicam boa parte de seu tempo a pesquisar sobre diversos temas na informática. Com esses conhecimentos podem ajudar outras pessoas, direta ou indiretamente. INSTANTÂNEO - É um recurso disponível no Microsoft PowerPoint 2010 que serve para capturar imagens disponíveis na tela do computador. JPG - É um formato de arquivo que contém um algoritmo que comprime os arquivos de imagens. Seu uso envolve a perda de qualidade da imagem e, quanto maior sua compressão, maior a perda. LAN - Significa Local Area Network, ou rede local. É qualquer rede de computadores que englobe um pequeno espaço. Como estas pequenas redes

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

são de longe as mais numerosas, é comum ver o termo LAN usado como sinônimo de rede. LAYOUT - São diagramações de slides pré-definidas pelo Microsoft PowerPoint, com as quais o usuário poderá optar para melhor posicionar seus objetos num slide. LINK - Atalho. LPT - Significa Line Print Terminal. Até o surgimento da porta USB, essa era a porta utilizada para conectar as impressoras ao computador. MAC - Significa Macintosh Computer. Desenvolvido pela Apple, foi em 84 o primeiro computador doméstico a usar interface gráfica e mouse. M-COMMERCE - Mobile commerce ou comércio móvel. MODEM - Contração de Modulador/Demodulador. É o famoso e querido aparelhinho que transforma sinais digitais em sinais analógicos que podem ser transmitidos pelo sistema telefônico comum, decodificados pelo modem receptor. São o meio de acesso mais popular na Internet. MP3 - Ou MPEG Layer 3. É um padrão de compactação de áudio que permite que as músicas fiquem com 1/10 do tamanho original sem perda muito grande da qualidade. MPEG - Formato de compactação de vídeos. O MPEG divide-se basicamente em MPEG 1, 2 e MPEG 4. PDF - Portable Document Format, o formato de arquivo utilizado pelo Acrobat. Permite incluir texto, fontes e imagens num arquivo protegido. SLIDE MESTRE - Serve para poder criar modelos de apresentações com formatações de textos, plano de fundo, layout, animações e outros, de maneira personalizada. SMARTART - São elementos gráficos, como diagramas e organogramas. TEMAS - São formatações de textos, plano de fundo, estilos e outros que já vêm prontos, bastando ao usuário apenas escolher e aplicar em sua apresentação. É possível alterá-los. TRANSIÇÕES - São animações que ocorrem na transição de um slide para outro.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

USB - Significa Universal Serial Bus, Barramento plug-and-play. Surgiu com o objetivo de facilitar a conexão dos vários tipos de dispositivos ao computador. WAP - Wireless Application Protocol, um protocolo de dados desenvolvido para uso em dispositivos sem fio, como celulares. WIRELESS - Refere-se a aparelhos capazes de transmitir dados, via rádio, com infravermelho ou outra tecnologia que não envolva o uso de fios. WORDART - São estilos de formatação para textos. WYSIWYG - Em português significa: O que você vê é o que você obtém”, ou seja, o resultado na tela é mostrado como será o resultado final.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
COMPONENTES DO SISTEMA DE MICROCOMPUTADOR
COMPONENTES
DO
SISTEMA
DE
MICROCOMPUTADOR

Quando nos referimos a um sistema de computação, a primeira imagem que vem à mente é:

Um monitor, um teclado, um mouse e um gabinete (ou caixa) que costumamos chamar de CPU (em português UCP Unidade Central de Processamento) ou também de processador. Na verdade o processador (CPU ou UCP) está dentro do gabinete, mas como ele é o item mais importante de todo o conjunto ele acaba dando nome a caixa.

Podemos aproveitar esta imagem para descrever alguns periféricos

(equipamentos ou dispositivos que estão juntos ou na “periferia” da CPU):

alguns

elementos fundamentais. Hardware Software Informações Usuários Procedimentos ou Tarefas Documentação

Um

Usuários Procedimentos ou Tarefas Documentação Um sistema baseado em computador é caracterizado por HARDWARE
Usuários Procedimentos ou Tarefas Documentação Um sistema baseado em computador é caracterizado por HARDWARE
Usuários Procedimentos ou Tarefas Documentação Um sistema baseado em computador é caracterizado por HARDWARE
Usuários Procedimentos ou Tarefas Documentação Um sistema baseado em computador é caracterizado por HARDWARE
Usuários Procedimentos ou Tarefas Documentação Um sistema baseado em computador é caracterizado por HARDWARE
Usuários Procedimentos ou Tarefas Documentação Um sistema baseado em computador é caracterizado por HARDWARE

sistema

baseado

em

computador

é

caracterizado

por

HARDWARE O hardware corresponde às partes eletrônicas e mecânicas (rígidas) que possibilitam a existência do software, o armazenamento de informações e a interação com o usuário. A CPU, as memórias primária e secundária, os periféricos, os componentes de redes de computadores, são exemplos de elementos de hardware. Um único computador pode possibilitar a existência de diversos sistemas e um sistema pode requisitar diversos computadores.

Tipos de memórias Em informática, memória são todos os dispositivos que permitem a um computador guardar dados, temporariamente ou permanentemente. Memória é

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

um termo genérico para designar componentes de um sistema capazes de

armazenar dados e programas.

Basicamente são dois tipos de memórias que existem:

Memórias Internas dentro do processador, são memórias voláteis, isto dentro do processador, são memórias voláteis, isto

é, perdem seus dados com ausência de energia, como a memória

Cache, registradora.

Memórias Externas são memorias não volateis, servem para guardar dados enquanto o computador esta em uso. são memorias não volateis, servem para guardar dados enquanto o computador esta em uso.

SOFTWARE

O software é a parte abstrata do sistema computacional que funciona

num hardware a partir de instruções codificadas numa linguagem de

programação. Estas instruções permitem o processamento e armazenamento

de informações na forma de dados codificados e podem ser controladas pelo

usuário. Este controle, bem como a troca de informações entre o usuário e o

sistema é feita através da interface de usuário, composta por hardware e

software.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
PERIFÉRICOS
PERIFÉRICOS

Periféricos são aparelhos ou placas que enviam ou recebem informações do computador. Na informática, o termo "periférico" aplica-se a qualquer equipamento acessório que seja ligado à CPU (unidade central de processamento), ou, num sentido mais amplo, ao computador. São exemplos de periféricos: impressoras, digitalizadores, leitores e ou gravadores de CDs e DVDs, leitores de cartões e disquetes, mouses, teclados, câmeras de vídeo, entre outros. Cada periférico tem a sua função definida, desempenhada ao enviar tarefas ao computador, de acordo com sua função.

Existem vários tipos de periféricos:

PERIFÉRICOS DE ENTRADA:

Teclado: periférico que permite o usuário inserir dados através de diversas teclas, inclusive com combinações.

Mouse: periférico que permite o usuário posicionar uma seta (apontador) através da interface gráfica dos : periférico que permite o usuário posicionar uma seta (apontador) através da interface gráfica dos aplicativos. O mouse possui dois botões padrões, o esquerdo e o direito.

o Botão esquerdo tem a função de selecionar com um clique e

executar com dois cliques.

o Botão direito tem a função auxiliar e na maioria dos aplicativos

aciona um menu contextual de atalhos e comandos.

Há diversos tipos de modelos, como touchpad, trackball e óptico. Webcam: Periférico de entrada que captura imagens estáticas e em movimento. Utilizada para vídeo conferências. Scanner: Periférico de entrada, também conhecido como digitalizador de imagens. Captura imagens impressas (foto, livros, documentos) através da decodificação de reflexos gerados por impulsos luminosos. Pode ser de mão ou de mesa. Usado em conjunto com um software de OCR (Optical Character Recognition) reconhecimento óptico de caracteres, pode transformar textos impressos em arquivos editáveis.

Recognition) reconhecimento óptico de caracteres, pode transformar textos impressos em arquivos editáveis. o 17

o

Recognition) reconhecimento óptico de caracteres, pode transformar textos impressos em arquivos editáveis. o 17
Recognition) reconhecimento óptico de caracteres, pode transformar textos impressos em arquivos editáveis. o 17

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

PERIFÉRICOS DE SAÍDA

INFORMÁTICA APLICADA PERIFÉRICOS DE SAÍDA São todos os dispositivos de saída conectados externamente à placa-mãe do

São todos os dispositivos de saída conectados externamente à placa-mãe do computador

Monitor

Impressora

Caixas de som

computador  Monitor  Impressora  Caixas de som Monitor Principal periférico de saída – exibe

computador  Monitor  Impressora  Caixas de som Monitor Principal periférico de saída – exibe

Monitor

Principal periférico

de

saída

 Caixas de som Monitor Principal periférico de saída – exibe ao usuário as principais informações

exibe ao usuário as principais informações do sistema.

Os principais tipos são: LCD, CRT, Plasma,

OLED Operam comumente em frequências entre 60HZ e

80HZ.

Resolução de tela: A resolução é dada pelo número de linhas horizontais por linhas verticais. O encontro dessas linhas formam pontos chamados de pixels, que são a menor unidade visual. As configurações mais comuns são 800×600, 1024×768, 1280×1024 para o formato padrão 4:3 (proporção) e 1280×800 e 1440×900 para formato widescreen, 16:9 (proporção). O tamanho de uma tela é dado pelo diâmetro em polegadas, exemplo: 15″, 17″, 19″, 22″, etc.

PERIFÉRICOS DE ENTRADA E SAÍDA São dispositivos capazes de fornecer dados ao sistema e ao usuário no mesmo hardware. Principais exemplos:

e ao usuário no mesmo hardware. Principais exemplos:  Monitor Touch Screen  Joystick (controles de

Monitor Touch Screen

Joystick (controles de jogos) com funções de vibração e force feedback

Modem

Pendrive

de vibração e force feedback  Modem  Pendrive Hardware que pode ser instalado no interior

Hardware que pode ser

instalado no interior do gabinete ou externamente

(logo, torna-se um periférico). Seu nome vem de

pode ser instalado no interior do gabinete ou externamente (logo, torna-se um periférico). Seu nome vem

Modem

pode ser instalado no interior do gabinete ou externamente (logo, torna-se um periférico). Seu nome vem
pode ser instalado no interior do gabinete ou externamente (logo, torna-se um periférico). Seu nome vem

18

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Modulador e Demodulador de sinais, ou seja, transforma tipos de sinais para o tráfego de dados. Um modem ADSL (de internet de alta velocidade) é capaz de demodular o sinal analógico do telefone e modular o sinal digital do computador, para troca de dados através do cabo do telefone. Principais exemplos:

Fax-modem

ADSL modem

Cable modem

WiFi modem

De processamento: processam a informação que a CPU (unidade central de processamento) enviou;

De armazenamento: armazenam informações do computador e para o mesmo (pen drive, disco rígido, cartão de memória, etc.).

mesmo (pen drive, disco rígido, cartão de memória, etc.). Externos: equipamentos que são adicionados a um

Externos: equipamentos que são adicionados a um computador, equipamentos a parte que enviam e/ou recebem dados, acessórios que se conectam ao computador. Outros recursos são adicionados ao computador através de placas próprias: é o caso da Internet, com placa de rede ou modem; televisão, através de uma placa de captura de vídeo, etc.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INTRODUÇÃO AO SISTEMA OPERACIONAL
INTRODUÇÃO
AO
SISTEMA
OPERACIONAL

O SISTEMA OPERACIONAL Um sistema operacional consiste em um conjunto de programas. Ao ligarmos o computador, esses programas são carregados em memória e nos permitem utilizar o computador para as mais variadas funções. Um sistema operacional é composto de diversas partes, que permite executar suas tarefas básicas:

a) gerenciamento de I/O (Input/Output) cuida dos periféricos, teclado,

mouse, discos e impressoras, dentre outros, permitindo que os mesmos sejam usados por aplicações e vistos pelo restante do sistema operacional;

b) gerenciamento de processos um computador pode executar apenas

uma aplicação de cada vez. O gerenciamento de processos permite que o computador gerencie mais de uma aplicação, intercalando as mesmas no tempo de forma segura e nos dando a abstração de que vários programas

estão sendo executados;

c) gerenciamento de memória cuida de uma parte muito importante

que é a memória principal do computador: a memória RAM;

d) gerenciamento de Arquivos cria nas mídias de armazenamento (HD,

CD, DVD,…) a abstração de arquivos e diretórios. PRINCIPAIS SISTEMAS OPERACIONAIS Diversos sistemas operacionais foram desenvolvidos ao longo do tempo, em uma evolução conjunta com o hardware, sempre buscando melhorar as funcionalidades. Nos primórdios da informática, os sistemas operacionais eram escritos para cada novo hardware e só poderiam ser executados para a máquina a que

foram desenvolvidos. O sistema operacional Unix, desenvolvido no início da década de 70, permitiu sua execução em diversos hardwares, já que estava escrito na linguagem C, a qual era facilmente transponível para outros hardwares.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

O Unix é a base dos sistemas operacionais que hoje empregamos, mesmo do Microsoft Windows. Como principais sistemas no mercado hoje, temos:

a) Unix em suas diversas variantes;

b) Mac OS uma variante do Unix que foi desenvolvida pela Apple e

apresenta como características principais a facilidade de uso e uma interface muito intuitiva, sendo responsável por introduzir o conceito de multimídia e o de janelas no ambiente de microinformática;

c) Microsoft Windows sistema operacional da Microsoft para PCs, que

apresenta como principal característica a vasta divulgação; d) Linux variante do Unix de código aberto, e que esta se popularizando cada vez mais, especialmente no ambiente de servidores, onde tem sido mais usado que o Windows, em virtude de sua estabilidade; e) Android variante do Unix desenvolvida pela Google, focado em equipamentos móveis como celulares e tablets. Tende, junto com o Linux, a ser

padrão no mercado.

INTRODUÇÃO AO WINDOWS 7 Quando utilizamos um sistema operacional, normalmente não paramos para pensar sobre o quanto esse programa é importante para o computador. É comum pensar que o sistema operacional é somente uma porção de janelas e ícones. O sistema operacional é o principal programa de um computador: é ele quem gerencia a comunicação entre o hardware (parte física do computador) e os demais programas. Ele também é o responsável por controlar os periféricos básicos como mouse, teclado e monitor e é o principal intermediário entre o usuário e o computador. Diversos outros dispositivos, como celulares, televisores, tocadores de DVD etc., possuem seus próprios sistemas operacionais, assim como grandes empresas, indústrias e instituições também possuem sistemas operacionais próprios, desenvolvidos para atender a suas necessidades. Hoje, o sistema operacional mais popular ainda é o Windows, presente em milhões de computadores pessoais pelo mundo inteiro. Por esse motivo, convidamos a conhecer um pouco mais da sua história.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

HISTÓRICO DO WINDOWS O Windows surgiu como uma interface para o sistema operacional MS- DOS. Foi somente a partir da versão NT que ele se transformou realmente em

um sistema operacional. Veja abaixo uma breve linha do tempo e acompanhe a história do Windows, de acordo com suas principais versões, desde a primeira até a mais recente:

1985 Nasce a primeira versão gráfica bidimensional do Windows, com

o Windows 1.0.

1987 Surge o Windows 2.0, que tinha praticamente a mesma interface

gráfica do Windows 1.0, com a diferença de que apresentava mais recursos, como ferramentas e maior palheta de cores.

1990 Criado o Windows 3.x. Esse foi o primeiro sucesso amplo da

Microsoft, lançado em maio de 1990. Ao contrário das versões anteriores, esse

era um sistema completamente novo. Tecnicamente, é considerada a primeira versão gráfica da Microsoft.

1993 Surge o Windows NT. O objetivo principal dessa versão foi

trazer maior segurança e comodidade aos usuários em um ambiente

corporativo, uma vez que as versões anteriores não eram suficientemente estáveis e confiáveis.

1995 Surge a versão Windows 95, oficialmente conhecida como

Windows 4.0. Essa versão em nada lembra as versões da família 3.x. Nela,

mudanças radicais aconteceram, como o surgimento do menu Iniciar e a barra de tarefas.

1998 Lançado em 25 de junho, o Windows 98 traz uma série de

correções em relação à versão anterior. A maior novidade dessa versão foi a

completa integração com a Internet.

2000 Lançado em fevereiro de 2000 (apesar de estar datado 1999), o

Windows 2000 também era chamado de Windows NT 5.0. Foi a primeira versão NT (new technology) para usuários comuns. 2001 É lançado, em 25 de outubro, o Windows 5.1, também conhecido como Windows XP (eXPerience).

2003 Em 24 de abril, é lançada a versão do Windows Server 2003. Esse é o sucessor do Windows XP para ambiente corporativo, utilizado principalmente em servidores para prover serviços.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

2007 É lançado o Windows NT 6.0, conhecido também pelo nome oficial

Windows Vista. Possui um ambiente gráfico bastante atraente com recursos em três dimensões, chamado Aero.

2008 Versão mais recente do Windows Server, o Windows Server 2008 veio

para substituir o Windows Server 2003, sendo também voltado para prover serviços em ambientes corporativos. 2009/2010 Lançamento do Windows 7, o atual sistema Windows para desktops.

do Windows 7 , o atual sistema Windows para desktops . WINDOWS 7 Esta versão do

WINDOWS 7

Esta versão do sistema operacional tem como proposta facilitar as tarefas específicas dos diferentes usuários. A tecnologia do Windows 7 permite o uso otimizado do hardware do computador de forma eficiente e segura, sendo o primeiro a suportar 64 bits de forma uniforme.

ÁREA DE TRABALHO

Trabalhar em um ambiente organizado é mais produtivo e mais agradável. Para muitas pessoas, o computador é o ambiente onde a maior parte do trabalho é executada, por isso é importante organizá-lo. Com dicas simples e um passo a passo rápido, vamos aprender como personalizar o Windows 7 de acordo com sua preferência.

Esse sistema operacional oferece muitas opções para configurar o ambiente de trabalho. Podemos alterar, acrescentar ou remover os itens da área de trabalho, assim como mudar a imagem de plano de fundo e configurar a barra de tarefas, tornando assim mais fácil e rápido o acesso a programas e arquivos que utilizamos com frequência.

TRABALHO COM JANELAS Ao clicar em ícones, “janelas” se abrirão na área de trabalho; é daí que é originado o nome deste sistema operacional, Windows (window é a tradução de janela para a língua inglesa).

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

As janelas são caixas que contêm conteúdo de arquivos, pastas ou programas e todas elas possuem alguns elementos em comum. Veja:

e todas elas possuem alguns elementos em comum. Veja: a) Minimizar : ao clicar neste botão,

a) Minimizar: ao clicar neste botão, a janela é “minimizada”, isto é, ela

ficará oculta na área de trabalho, tornando-se um botão na barra de tarefas.

Para que a janela volte a aparecer, basta clicar neste botão;

b) Maximizar: este botão faz com que a janela preencha a tela inteira.

Para que a janela volte ao seu tamanho original, clique novamente em “maximizar”;

c) Fechar: este botão faz com que a janela seja removida da área de

trabalho. O arquivo, pasta ou programa será fechado. É possível alterar o tamanho das janelas manualmente. Para isso, coloque o ponteiro do mouse sobre a moldura da janela, em qualquer borda ou canto, e então pressione e arraste o mouse para aumentar ou diminuir o tamanho da janela.

o mouse para aumentar ou diminuir o tamanho da janela. Quando você precisar alternar as janelas,

Quando você precisar alternar as janelas, no momento em que estiver trabalhando com muitas janelas, há duas opções:

a) pode clicar no botão específico da janela, formado na barra de tarefas;

b) usar as teclas Alt+Tab: ao fazer isso, uma pequena caixa aparece no

centro da tela, mostrando todas as janelas que estão abertas na área de

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

trabalho neste momento. Segurando Alt e pressionando Tab, você poderá navegar através das janelas abertas; ao encontrar a janela desejada, solte a tecla Alt.

PAPEL DE PAREDE Vamos começar aprendendo a modificar o “plano de fundo”, ou “papel de parede”, se você preferir, da sua área de trabalho. É como se você fosse alterar os quadros da parede do seu quarto. O interessante é que, além de poder usar as imagens fornecidas pelo Windows, você pode utilizar também qualquer imagem da sua coleção de fotos para personalizar o plano de fundo. Siga os passos:

a) escolha a foto ou imagem e clique com o botão direito do mouse

sobre ela; b) uma janela será aberta. Clique com o botão esquerdo em “Definir como plano de fundo da área de trabalho”. Dessa forma, a imagem que você escolheu já irá aparecer na sua área de trabalho, como plano de fundo.

ÍCONES Os ícones são atalhos para facilitar o acesso a arquivos, pastas ou programas. Eles oferecem links para os programas ou arquivos que representam. Você pode adicioná-los e excluí-los sem afetar os programas ou arquivos atuais. Eles possuem representação gráfica de um arquivo, pasta ou programa. Alguns dos ícones-padrão do Windows são: Computador, Painel de Controle, Rede,

Lixeira e a Pasta do Usuário.

Agora que você já está com o plano de fundo personalizado, vamos inserir os ícones na área de trabalho. Veja o passo a passo:

a) clique com o botão direito do mouse na área de trabalho e, no menu

exibido, clique em Personalizar.

b) será exibida a janela Personalização. Do lado esquerdo, clique na

opção “Alterar ícones da área de trabalho“.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

c) será exibida a janela Configurações dos Ícones da Área de

Trabalho. Nesta janela, marque ou desmarque a caixa de seleção do ícone que deseja adicionar ou remover da área de trabalho.

d) clique em OK para aplicar as alterações.

PROTEÇÃO DE TELA Para inserir ou remover uma proteção de tela, siga as orientações abaixo:

a) clique com o botão direito do mouse na área de trabalho e, no menu

exibido, clique em Personalizar. b) será apresentada a tela Personalização. No canto inferior direito, clique em Proteção de Tela.

c) será exibida a tela Configurações de Proteção de Tela. Selecione a

opção “nenhum” e clique em OK.

d) Ou escolha outra opção e clique em OK.

BARRA DE TAREFAS

Você pode personalizar a barra de tarefas de acordo com suas necessidades, podendo até ocultá-la para que não seja visualizada enquanto o mouse não estiver posicionado sobre ela. Abaixo, as orientações:

a) clique com o botão direito do mouse sobre a barra de tarefas e, no

menu exibido, clique em Propriedades.

b) na caixa de diálogo Propriedades da Barra de Tarefas e do Menu

Iniciar, marque a caixa de seleção Ocultar automaticamente a barra de

tarefas e clique em OK. Para que a barra volte a aparecer, basta desmarcar a caixa de seleção citada acima e clicar em OK.

MENU INICIAR O menu Iniciar permite o acesso a todas as atividades no computador. Para exibi-lo, clique no botão Iniciar ou no símbolo do Windows, localizado no canto inferior esquerdo da Barra de Tarefas; ou, ainda, pressione a tecla Windows, no teclado.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INFORMÁTICA APLICADA O menu Iniciar divide-se em três partes: a) na parte inferior do menu, está

O menu Iniciar divide-se em três partes:

a) na parte inferior do menu, está a caixa de pesquisa, que permite

procurar de forma rápida os programas e arquivos;

b) no painel direito, é possível acessar as pastas, arquivos, configurações e recursos;

c) no painel esquerdo, é exibida uma lista dos programas utilizados

recentemente. Quando você clica em Todos os programas, é apresentada uma lista dos programas instalados no computador.

MENU DE AJUDA Quando estiver com alguma dúvida ao executar alguma tarefa ou quando se deparar com problemas, você pode usar o menu de ajuda. Para abri-lo:

problemas, você pode usar o menu de ajuda. Para abri-lo: a) clique em Iniciar b) uma

a) clique em Iniciar

b) uma janela com uma caixa de pesquisa se abrirá, onde você pode

e então selecione Ajuda e Suporte;

digitar palavras. Depois disso, pressione Enter;

c) uma lista de tópicos relacionados ao que você digitou aparecerá.

Selecione-os pare lê-los.

GADGETS Os gadgets são uma coleção de miniprogramas (relógios, calendários, clima etc.) que, ao serem adicionados, oferecem informações rápidas e acesso fácil às ferramentas. Os gadgets são mostrados na área de trabalho do Windows 7. Para adicioná-los, siga os passos abaixo:

a) clique com o botão direito do mouse na área de trabalho do computador e selecione a opção Gadgets; b) dê um duplo clique na função que você deseja. Pronto, os gadgets que você escolheu estarão à disposição na sua área de trabalho.

função que você deseja. Pronto, os gadgets que você escolheu estarão à disposição na sua área

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INFORMÁTICA APLICADA AERO PEEK O Aero peek permite a visualização da área de trabalho de forma

AERO PEEK O Aero peek permite a visualização da área de trabalho de forma rápida, sem minimizar todas as janelas. Para exibir, aponte o mouse para o botão Mostrar área de trabalho, localizado no canto inferior direito da Barra de Tarefas.

aponte o mouse para o botão Mostrar área de trabalho , localizado no canto inferior direito

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

ARQUIVOS Podemos comparar um arquivo de computador a um documento que você encontra em cima de uma escrivaninha, contendo um conjunto de assuntos relacionados. No computador, utilizamos ícones para representar arquivos, que podem ser, por exemplo, documentos de texto ou planilhas. Também são arquivos as fotos tiradas com uma câmera digital ou celular, assim como músicas, consideradas arquivos de som.

PASTAS Se você colocar uma pilha de documentos sobre uma escrivaninha, será complicado encontrar um determinado assunto com rapidez e eficiência. Por outro lado, se você organizar os documentos em pastas de papel nomeadas, a tarefa ficará mais fácil. No computador, as pastas têm a mesma função:

organizar os arquivos de modo que você possa encontrá-los com facilidade.

O Windows 7 tem, como uma das novidades, o armazenamento das pastas em Bibliotecas. Por padrão, é exibida uma lista de quatro bibliotecas. São elas:

a) Documentos: organiza os documentos de texto, planilhas, apresentações e outros arquivos relacionados a texto;

b) Imagens: organiza as imagens digitais;

c) Músicas: organiza as músicas digitais;

d) Vídeos: organiza os vídeos, como os da câmera de vídeo ou os

vídeos baixados da Internet;

e) Downloads: armazena arquivos e programas que você baixa da web.

Dentro dessas pastas, você pode criar subpastas para organizar os seus arquivos. Esta é a aparência de um ícone de pasta típico. Veja que o da esquerda representa uma pasta vazia e o da direita uma pasta contendo arquivos.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INFORMÁTICA APLICADA COMO ALTERAR A EXIBIÇÃO DE ARQUIVOS E PASTAS O Painel de Controle é uma
INFORMÁTICA APLICADA COMO ALTERAR A EXIBIÇÃO DE ARQUIVOS E PASTAS O Painel de Controle é uma

COMO ALTERAR A EXIBIÇÃO DE ARQUIVOS E PASTAS

O Painel de Controle é uma das ferramentas que permite a alteração

do modo de exibição. Veja

como:

que permite a alteração do modo de exibição. Veja como: a) clique em Iniciar b) depois

a) clique em Iniciar

b) depois vá em Painel de Controle;

c)

;

selecione Aparência e Personalização e, em seguida, Opções de

Pasta.

O

abaixo.

Windows 7 tem várias versões, como se pode observar nas imagens

A opção de Personalização só é possível nas versões Premium e

Ultimate.

só é possível nas versões Premium e Ultimate . Para as versões Starter , Home Basic

Para as versões Starter, Home Basic ou Professional, há outra forma de alterar os modos de exibição. Se você estiver com alguma janela aberta, como a de uma pasta, por exemplo, clique no botão Modos de exibição,

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

encontrado na barra de ferramentas no lado superior direito. Um menu pop-up aparecerá em seguida, e por meio dele você pode escolher o modo de

em seguida, e por meio dele você pode escolher o modo de exibição. OPÇÕES DE MODOS

exibição.

OPÇÕES DE MODOS DE EXIBIÇÃO Vamos descrever agora detalhes de cada modo de exibição. Acompanhe:

agora detalhes de cada modo de exibição. Acompanhe: a) Ícones Extra Grandes : mostra os arquivos

a) Ícones Extra Grandes: mostra os arquivos e pastas na maior resolução permitida. É utilizada para visualizar imagens;

b) Ícones Grandes: neste modo, a exibição dos arquivos e pastas é

visualizada em miniaturas. Serve para identificar a imagem do arquivo ou o

ícone do programa em que o arquivo foi criado;

c) Ícones Médios: os arquivos e pastas são mostrados como no modo

Ícones

Grandes, porém, com tamanho menor;

d) Ícones Pequenos: os arquivos e pastas são exibidos apenas com o

ícone do programa em que o arquivo foi salvo, seu nome e a extensão do

arquivo.

e) Lista: exibe em uma lista de nomes de arquivos e pastas precedidos

por ícones pequenos. Muito utilizado quando há muitos ícones e é preciso encontrar o arquivo ou pasta pelo nome;

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

f) Detalhes: mostra o conteúdo da pasta em uma lista com informações

detalhadas sobre seus arquivos, incluindo nome, tipo, tamanho e data de modificação;

g) Lado a Lado: neste modo, os arquivos e pastas são visualizados

como ícones médios, e suas informações são mostradas no lado direito,

contendo nome, extensão, tipo e o tamanho do arquivo;

h) Conteúdo: informações como extensão, tamanho, tipo, data de

criação, autor e outras são visualizadas. Isso depende do tipo de arquivo.

LOCALIZAR ARQUIVOS E PASTAS Muitas vezes nos sentimos perdidos, ainda mais quando percorremos caminhos desconhecidos, como em cidades que visitamos pela primeira vez. Para amenizar o desconforto, usamos mapas, GPS ou pedimos informação. No Windows 7, existem algumas maneiras de localizar arquivos e pastas. Vamos conhecer as duas mais comuns.

UTILIZANDO A CAIXA DE PESQUISA DO MENU INICIAR Siga os passos abaixo:

a) clique no botão Iniciar e, em Pesquisar programas e arquivos,

digite uma palavra ou parte dela. De acordo com a palavra digitada, os resultados da pesquisa serão exibidos no painel acima do menu Iniciar; b) clique sobre o resultado da pesquisa para abrir ou clique em Ver mais resultados para pesquisar em todo o computador. Quando estiver pesquisando no menu Iniciar, apenas os arquivos indexados aparecerão nos resultados da pesquisa. A maioria dos arquivos do computador é indexada automaticamente. Tudo o que é incluído em uma

biblioteca, por exemplo, é indexado de modo automático.

FORMATAÇÃO, BACKUP E COMPACTAÇÃO FORMATAR UNIDADE DE DISCO O disco rígido (Hard Disk ou HD) é o principal dispositivo de armazenamento no computador e, para que ele possa ser usado, é necessário formatá-lo.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Formatar é configurar o disco rígido com um sistema de arquivos para que o Windows 7 possa armazenar informações nele. Seria como arrumar um armário, para melhor aproveitar seu espaço interno. Os computadores que estão à venda e possuem o Windows 7 instalado já estão formatados. Outros dispositivos de armazenamento, como cartão de memória e pen-drive, já são pré-formatados pelos fabricantes. A formatação apaga todos os arquivos existentes no HD ou nos dispositivos de armazenamento. Sendo assim, não se esqueça de fazer backup (salvar seus arquivos em uma unidade de armazenamento diferente da que será formatada).

BACKUP Pela necessidade de salvarmos nossos arquivos para a formatação do HD ou para criar uma cópia de segurança, fazemos backup. Este procedimento consiste em transferir arquivos do disco rígido para outras unidades de armazenamento. Dependendo da forma com que você trabalha, é possível padronizar os intervalos de tempo entre um backup e o outro. Por exemplo, ao criar muitos documentos de texto importantes por dia, é bom que seja feito backup do HD diariamente. Não faça backup de arquivos no mesmo disco rígido em que o Windows

7 se encontra instalado, pois, se algum problema tornar impossível o acesso ao sistema, a cópia de segurança ficará inacessível. Portanto, faça-o em HD externo, pen-drive ou CDs/DVDs. COMPACTAÇÃO DE ARQUIVOS Muitas vezes, não conseguimos enviar arquivos por e-mail ou gravar em um CD, por este arquivo ser muito grande. Neste caso, a solução é compactar o arquivo, fazendo com que ele ocupe menos espaço no HD. Para compactar um arquivo no Windows 7, siga o procedimento:

a) Selecione os arquivos que serão compactados;

b) Clique com o botão direito do mouse e, no menu, selecione a opção

Enviar Para; c) selecione a opção Pasta compactada.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Observe a imagem abaixo.

INFORMÁTICA APLICADA Observe a imagem abaixo. Você percebeu como compactar arquivos pode ser importante para a

Você percebeu como compactar arquivos pode ser importante para a formatação do disco rígido? Imagine que você precise formatar seu computador e que o único dispositivo de armazenamento disponível seja um CD, o qual não possui espaço suficiente para armazenar todos seus arquivos. O que fazer? Uma opção é compactar os arquivos, de modo que seja possível fazer backup no CD.

LIXEIRA No Windows, a Lixeira é uma pasta especial que armazena temporariamente arquivos e pastas excluídos. Quando excluídos, os documentos não são apagados imediatamente: eles são enviados para a Lixeira, onde ficam inativos antes de serem completamente apagados. Os arquivos que foram enviados para a Lixeira não podem mais ser manipulados pelo usuário, mas eles poderão ser restaurados, caso haja necessidade. O ícone que representa a Lixeira é uma lata de lixo; aparece cheia quando existirem itens dentro desta pasta; e vazia quando não.

representa a Lixeira é uma lata de lixo; aparece cheia quando existirem itens dentro desta pasta;

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

RESTAURANDO DOCUMENTOS EXCLUÍDOS Para restaurar arquivos ou pastas enviados para a Lixeira, abra a Lixeira, selecione os itens que deseja restaurar e, então, clique com o botão direito sobre os arquivos e selecione Restaurar. Para restaurar todos os arquivos de uma única vez, abra a Lixeira e na Barra de Comandos e selecione Restaurar Todos os Itens.

BLOCO DE NOTAS É um editor simples de texto utilizado para gerar programas e oferece como suporte apenas uma formatação básica. Todo o texto copiado para o bloco de notas perde sua formatação original, adquirindo a formatação padrão desta ferramenta. A extensão de um arquivo do Bloco de notas é .txt.

A extensão de um arquivo do Bloco de notas é .txt . WORDPAD É um editor

WORDPAD É um editor de texto que possibilita formatação e inserção de imagens, tabelas e outros objetos. Comparado ao Word, suas opções são limitadas. Sua extensão é .rtf. É importante lembrar que também podemos salvar arquivos .doc (extensão do Word) no WordPad.

Sua extensão é .rtf . É importante lembrar que também podemos salvar arquivos .doc (extensão do

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

PAINT É o editor de imagens do Windows 7. Sua extensão de arquivo padrão é

.bmp.

O Paint também permite manipular arquivos de imagens de diferentes tipos de extensão, como .jpg (.jpeg), .gif, .tiff, .png e .ico, dentre outros.

como .jpg (.jpeg), .gif, .tiff, .png e .ico, dentre outros. CALCULADORA Este acessório funciona como uma

CALCULADORA Este acessório funciona como uma calculadora de verdade. Pode ser exibida de algumas maneiras: padrão, científica, programador e estatística. Observe as imagens abaixo.

programador e estatística. Observe as imagens abaixo. WINDOWS MOVIE MAKER O Movie Maker é um programa

WINDOWS MOVIE MAKER O Movie Maker é um programa criação e edição de vídeos. Permite inserir narrações, músicas e legendas, e possui vários efeitos de transição para unir cortes ou cenas de vídeos. A extensão de arquivos do Movie Maker é .mswmm se for salvo como projeto, e .wmv se for salvo em vídeo.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INFORMÁTICA APLICADA Os acessórios oferecidos pelo Windows 7 fazem com que este seja uma boa opção

Os acessórios oferecidos pelo Windows 7 fazem com que este seja uma boa opção para aquisição, pois agrega diversas funções em um único pacote. Obviamente, os acessórios oferecidos são simples, não tão sofisticados como os programas do Microsoft Office, mas cumprem seu papel ao suprir as necessidades básicas do usuário, como escrever textos ou fazer contas.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INTRODUÇÃO AO PROCESSADOR DE TEXTO
INTRODUÇÃO
AO
PROCESSADOR
DE
TEXTO

NOSSA FERRAMENTA DE ESTUDO Estudaremos procedimentos e técnicas de como elaborar documentos, planilhas e apresentações, bem como diagramá-los e formatá-los de maneira adequada. Como ferramenta de experimentação de conceitos, empregaremos o Office 2007 da Microsoft, devido à popularidade do mesmo.

INTRODUÇÃO AO WORD 2007 Se você digitar no computador algum texto que exija cuidados de

formatação, é melhor usar um programa que ofereça mais opções de ferramentas do que o WordPad ou o Bloco de notas. O Word, por ser um excelente processador de texto, é uma boa escolha.

O Word faz parte do pacote Microsoft Office, o qual é encontrado em

várias versões. Neste tópico, usaremos o Office 2007, o qual inclui o Word

2007.

Diferente das versões antigas (97, 2000, 2003 etc.), os menus, as barras de ferramentas e a maioria dos painéis de tarefas são encontrados em um único mecanismo, simples e fácil de aprender.

em um único mecanismo, simples e fácil de aprender. A nova interface, implementada no Word 2007,

A nova interface, implementada no Word 2007, foi criada para ajudar o

usuário a ser mais produtivo, apontando qual o melhor recurso para executar

uma determinada tarefa, fazendo com que ele(a) descubra novas funcionalidades e trabalhe de forma mais eficiente.

O Word 2007 oferece:

a) elementos pré-formatados, ou seja, apresenta modelos de layout pré-

formatados para adicionar aos seus documentos;

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

b)

tridimensionais;

gráficos

com

mais

recursos

de

diagramação

de

formas

c) novos temas e estilos rápidos de documentos;

d) correção ortográfica mais eficiente;

e) compartilhamento de documentos confidenciais;

f) comparação e combinação com outras versões;

g) assinatura digital;

h) conversão do documento Word em .pdf ou .xps;

i) proteção contra alterações nos documentos;

j) gerenciamento das propriedades do documento;

k) diagnóstico do aplicativo;

l) recuperação do programa;

m) citação das fontes de consulta;

n) gerenciamento de fontes bibliográficas;

o) controle das modificações;

p) publicação do documento.

Há muitas ferramentas. Você já deve ter visto algumas nas versões antigas do Word ou em outros editores de texto; outras, ainda não. Se há algo que você não reconhece agora, não se preocupe, pois aprenderemos a trabalhar com o Word 2007.

ABRINDO E CRIANDO NOVOS DOCUMENTOS Para abrir um novo documento, siga os passos:

a) clique no botão Iniciar na barra de tarefas;

b) selecione a opção Programas;

c) selecione a opção Microsoft Office 2007;

d) clique no aplicativo Word 2007.

Novos documentos também são conhecidos como documentos em branco. CRIANDO E SALVANDO DOCUMENTOS Ao abrir um documento, é criado automaticamente um arquivo não

salvo.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Você pode trabalhar nele digitando textos, inserindo tabelas e figuras e ir formatando do jeito que quiser. Porém, não o feche sem salvar antes, pois, se fizer isso, perderá o arquivo. Aprenda então a como salvar arquivos no Word 2007. No momento em que você salvar um arquivo, deve escolher uma pasta específica para colocá-lo. Assim, ele não será perdido.

específica para colocá-lo. Assim, ele não será perdido. Para salvar um documento pela primeira vez, siga

Para salvar um documento pela primeira vez, siga o procedimento:

a) vá à barra de ferramentas, no canto superior esquerdo, e clique no

ícone do Office;

b) no menu de opções que surgir, clique no comando Salvar;

c) digite o nome de arquivo na caixa de texto e, em Salvar como, você

irá definir o local onde o arquivo será salvo. Depois que o documento for salvo pela primeira vez, as alterações serão gravadas apenas dando um clique no botão Salvar, ou ao usar o atalho Ctrl+B em seu teclado. Assim, as alterações realizadas irão subscrever os dados que anteriormente foram salvos. É possível salvar o documento no momento em que for fechá-lo. O Word 2007 irá lhe perguntar se quer salvar o que está escrevendo.

IMPRIMINDO DOCUMENTOS Usando o ícone rápido do Office, você pode selecionar como irá imprimir seu documento. Para fazer uma cópia de impressão, siga os passos:

a) na barra de ferramentas, clique no ícone do Office;

b) no menu de opções, clique no ícone Imprimir;

c) clique em OK. Agora que você já sabe como iniciar seu trabalho no Word 2007, treine, digite seus trabalhos de escola, relatórios e as letras de suas músicas preferidas. Para melhor conhecer as ferramentas, é preciso praticar.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

EDIÇÃO DE TEXTO O editor de texto Word oferece diversos recursos para facilitar o trabalho do usuário. Dois deles, muito úteis, são Localizar e Substituir. Esses recursos permitem encontrar ou efetuar correções no texto com grande agilidade.

ou efetuar correções no texto com grande agilidade. OPÇÃO LOCALIZAR Ao clicar na opção Localizar ,

OPÇÃO LOCALIZAR Ao clicar na opção Localizar, uma janela se abrirá, em que é possível digitar partes específicas do texto. Você pode também usar o mouse ou o teclado para ir ao local em que deseja editar. Quando chegar à parte do documento que você deseja alterar, será necessário digitar o novo texto a ser adicionado ou selecionar o texto existente para que possa alterá-lo ou excluí-lo. É possível selecionar palavras, frases, parágrafos ou o documento todo. Você também pode mover o texto para um local diferente.

OPÇÃO SUBSTITUIR Para substituir um texto, você também pode clicar no ícone Substituir. Será exibida uma janela onde se pode localizar a parte de texto que se deseja substituir, como mostra a figura a seguir:

que se deseja substituir, como mostra a figura a seguir: Você pode substituir todos os textos

Você pode substituir todos os textos localizados ou somente o que estiver errado ou fora do contexto. Fica ao seu critério.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

APLICANDO FORMATAÇÃO ADEQUADA Saber como formatar um texto é importante, pois, para cada tipo de documento, existe uma regra de formatação específica. Comumente, seguem- se as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), mas também existem outros padrões específicos, como os de empresas e faculdades, dentre outras organizações. São regras para deixar o documento padronizado. O Word 2007 disponibiliza ferramentas para formatar seu texto de maneira adequada. Veja a seguir como utilizar essas ferramentas.

FORMATAÇÃO DE FONTES Para formatar a fonte do seu texto, primeiramente selecione o trecho para aplicar a formatação e, em seguida, determine-a na seção Fontes, na Barra de Ferramentas.

determine-a na seção Fontes, na Barra de Ferramentas. 1. Fonte : altera o tipo da fonte.

1. Fonte: altera o tipo da fonte. Selecione o tipo desejado.

2. Tamanho da fonte: altera o tamanho da fonte. Digite na caixa de

texto o tamanho desejado, entre 1 (o menor) e 1638 (o maior).

3. Aumentar fonte: aumenta o tamanho da fonte.

4. Diminuir fonte: diminui o tamanho da fonte.

5. Limpar formatação: restaura a formatação do trecho selecionado.

6. Negrito: o texto selecionado será escrito em negrito.

7. Itálico: o texto selecionado será escrito em itálico.

8. Sublinhado: o texto selecionado será sublinhado.

9. Tachado: desenha uma linha sobre o texto selecionado.

10. Subscrito: cria letras pequenas abaixo da linha base do texto.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

11. Sobrescrito: cria letras pequenas acima do texto escrito.

12. Maiúsculas e minúsculas: transforma todo o texto selecionado em

letras maiúsculas, minúsculas, iniciais de cada palavra maiúscula ou inverte as

letras maiúsculas por minúsculas e vice-versa.

13. Cor de realce do texto: faz o trecho selecionado parecer marcado

com um marca-texto.

14. Cor da fonte: altera a cor da fonte.

FORMATAÇÃO DE PARÁGRAFOS Para formatar parágrafos, selecione o trecho desejado e aplique a formatação através da seção Parágrafo na Barra de Ferramentas.

através da seção Parágrafo na Barra de Ferramentas. 1. Marcadores : insere marcadores no início de

1. Marcadores: insere marcadores no início de cada parágrafo.

2. Numeração: insere numeração no início de cada parágrafo.

3. Lista de vários níveis: insere marcadores no início de cada

parágrafo. Para diferenciar o nível do parágrafo seguinte, é necessário apertar a tecla tab do teclado.

4. Diminuir o recuo: diminui o recuo do parágrafo.

5. Aumentar o recuo: aumenta o recuo do parágrafo.

6. Classificar: classifica o texto selecionado em ordem alfabética ou numérica.

7. Mostrar marcas ocultas: mostra marcações e símbolos ocultos de

parágrafo.

8. Alinhamento à esquerda: alinha o texto à margem esquerda.

9. Centralizado: centraliza o texto na página.

10.

Alinhamento à direita: alinha o texto à margem direita.

 

11.

Justificado:

alinha

o

texto

às margens esquerda e

direita,

adicionando espaço extra entre as palavras conforme necessário.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

12. Espaçamento entre linhas: altera o espaçamento entre as linhas do

texto.

Também é possível adicionar espaços antes e depois dos parágrafos.

13. Sombreamento: colore o fundo do texto ou parágrafo selecionado.

14. Bordas externas: cria bordas em torno do trecho de texto selecionado. Você pode também fazer formatações avançadas dos parágrafos do documento, como recuo dos parágrafos, espaçamento entre linhas e quebra de linhas e páginas. Para isso, selecione o trecho ao qual deseja aplicar a

formatação, clique com o botão direito e escolha a opção Parágrafo…; uma janela irá se abrir; nela poderemos determinar os parâmetros para a formatação.

APLICANDO ESTILOS DE FORMATAÇÃO ADEQUADA Imagine que você está editando um livro e que esse livro contém cerca de trinta títulos para identificar cada um de seus capítulos. Vamos supor que, inicialmente, você formatou o primeiro título em fonte Arial, em negrito e itálico, tamanho 18, cor azul escuro e sublinhado. Logicamente, você vai formatar todos os outros vinte e nove títulos da mesma forma. Mas e se você perceber que, ao final do livro, o estilo aplicado não foi o adequado? Imagine o trabalho que você teria para formatar todos os outros títulos, um por um. Com certeza, perderia preciosos minutos. Para facilitar a sua vida, o Word 2007 disponibiliza Estilos de Formatação. São modelos de texto que ajudam quando é necessária a mesma formatação em vários pontos do documento, como em títulos, parágrafos, citações etc. A vantagem de se utilizar um estilo de formatação é a possibilidade de modificá-lo a qualquer momento, alterando todos os trechos do texto que fazem uso dele.

APLICANDO ESTILOS DE FORMATAÇÃO

Aplicar um Primeiramente,

estilo

o

deixe

de

cursor

formatação

do

no Word

em

2007

do

mouse

cima

é

muito

trecho

simples.

texto

do

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

(parágrafo, título etc.) onde deseja mudar de estilo. Então, na guia Início, na parte designada como Estilo, clique no estilo desejado.

VERIFICAÇÃO DE ORTOGRAFIA

A verificação ortográfica é um recurso que ajuda o usuário a corrigir a

gramática. Esse recurso funciona como uma espécie de gramática automática que identifica possíveis erros gramaticais.

REVISÃO DA ORTOGRAFIA E GRAMÁTICA Na barra de ferramentas do Word 2007, vá à seção Revisão de Texto. Lá existem várias funcionalidades. Para a revisão da Ortografia e Gramática, existe um botão específico. Trata-se da primeira opção exibida abaixo:

específico. Trata-se da primeira opção exibida abaixo: O Word 2007 sublinha de vermelho todas as palavras

O Word 2007 sublinha de vermelho todas as palavras que, de acordo

com seu dicionário, estiverem escritas de forma incorreta. Para corrigi-las, clique em Ortografia e Gramática. Será apresentada uma nova janela, mostrando tudo o que está em desacordo no texto. Nessa janela, o Word 2007 corrige também pontuação, vírgulas, espaços, entre outros. No próprio texto, para corrigir somente as palavras grifadas de vermelho, você deve selecionar somente a palavra e clicar com o botão direito do mouse.

Será exibida uma janela com opções de correção, pois nem sempre o Word entende o contexto da palavra. O Word pode também lhe informar que não há sugestões para aquela palavra, fornecendo a opção de adicioná-la ao dicionário.

O Word 2007 grifa de verde parte de frases ou parágrafos inteiros para

sugerir mudanças de concordância; porém, fique atento ao contexto da frase,

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

pois nem sempre esta análise está correta. Na dúvida, procure outras fontes de pesquisa.

BORDAS E SOMBREAMENTO Adicionar bordas serve para dar mais ênfase a diversas partes do seu documento. No Word 2007, é possível inserir bordas em páginas, textos, tabelas, células de tabela, objetos gráficos e imagens. As bordas podem ainda ser inseridas apenas em um dos lados do documento, somente na primeira página, ou todas as páginas, exceto na primeira. Você também pode inserir bordas em diversas cores e formas. Aprenda a seguir estes procedimentos.

INSERIR BORDAS E SOMBREAMENTO Na barra de ferramentas, vá a Parágrafos e clique no ícone indicado na figura 57:

vá a Parágrafos e clique no ícone indicado na figura 57: Ao clicar no ícone indicado,

Ao clicar no ícone indicado, será aberta uma nova janela, que possibilita

a escolha do tipo de borda, linha ou sombreamento que você vai querer pôr em

seu documento. Além de determinar o modelo a ser usado, você pode escolher

a cor que vai predominar nas bordas. A outra forma de abrir a janela abaixo é em Layout de Página, também localizado na barra de ferramentas. No grupo Bordas de Página, clique em Bordas da página:

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INFORMÁTICA APLICADA Na caixa de diálogo Bordas e Sombreamento , clique na guia Bordas . Selecione

Na caixa de diálogo Bordas e Sombreamento, clique na guia Bordas. Selecione o estilo, a cor e a largura da borda, e clique em OK.

ALTERAR OU REMOVER BORDAS E SOMBREAMENTO Para fazer uma alteração, siga os passos abaixo:

a) selecione o texto que contém a borda;

b) na barra de ferramentas, em Layout de Página, no grupo Plano de

Fundo de Página, clique em Bordas de Página;

c) clique na guia Bordas/Sombreamento e altere para as opções que

você deseja;

d) Se quiser remover, selecione a opção Nenhuma e dê OK.

Colocando bordas e sombreamento, você destaca partes de seu texto de modo a chamar a atenção do leitor para aquele assunto destacado. Mas vai um alerta: não exagere nos destaques, tenha bom-senso ao utilizá-los.

INSERÇÃO E FORMATAÇÃO DE IMAGENS Alguns documentos contêm informações simples que não exigem mais do que palavras, mas outros precisam da adição de elementos gráficos para reforçar seus conceitos ou torná-los mais chamativos e visualmente atraentes. Os elementos gráficos são de ampla variedade: imagens, figuras e objetos de desenho. Veja, a seguir, como inseri-los.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

INSERINDO IMAGENS

Para inserir uma imagem no Word 2007 é bem simples. Siga os passos:

a) na Barra de ferramentas, clique na guia Inserir;

b) na seção Ilustrações, você poderá escolher várias opções de imagem;

c) após escolher o tipo de imagem, clique no ícone. O Word 2007 abrirá

uma janela para a escolha da imagem.

O Word 2007 abrirá uma janela para a escolha da imagem. FORMANTANDO IMAGENS Para formatar uma

FORMANTANDO IMAGENS Para formatar uma imagem, siga as etapas descritas abaixo:

a) clique com o botão direito do mouse sobre a imagem;

b) no menu, clique em Formatar Imagem;

c) uma janela se abrirá, onde você poderá fazer alterações como brilho,

contraste e cor.

poderá fazer alterações como brilho, contraste e cor. O Word 2007 possibilita a inserção de imagens

O Word 2007 possibilita a inserção de imagens de forma rápida e simplificada. Teste as possibilidades e domine as ferramentas, pois inserir

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

imagens no texto é uma boa estratégia para complementar seu texto, pois ajuda a direcionar a atenção do leitor para algum fato que mereça destaque.

PARÁGRAFOS, ESPAÇAMENTOS E TABULAÇÕES Quando digitamos um texto, geralmente fazemos isso de forma contínua, sem preocupação quanto à sua organização. Ao ajustar seu documento usando parágrafos, espaçamento entre linhas e tabulações, você faz com que ele fique padronizado. FORMATANDO OS PARÁGRAFOS

com que ele fique padronizado. FORMATANDO OS PARÁGRAFOS a) Selecione todo o texto que deverá receber

a) Selecione todo o texto que deverá receber a nova formatação;

b) na barra de ferramentas, selecione a opção Parágrafos e clique na seta localizada à direita, conforme a imagem apresentada abaixo; c) ao abrir a janela, você pode ajustar parágrafos, espaçamentos entre linhas e tabulação, entre outros detalhes que podem deixar o texto mais alinhado. Observe a janela a seguir:

entre linhas e tabulação, entre outros detalhes que podem deixar o texto mais alinhado. Observe a

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Na aba Recuos e espaçamento, temos as seguintes opções:

a) Alinhamento: é possível manter o texto alinhado à esquerda, à

direita, centralizado ou justificado, de acordo com a necessidade. Lembre-se

que, quando você escolhe uma opção, ela só se aplica ao texto que está selecionado, uma vez que o Nível do Tópico traz como padrão a opção corpo do texto, que é o recomendado;

b) Recuo: ao selecionar um parágrafo, você pode escolher que tipo de

recuo ele deve ter à esquerda ou à direita. É possível também manter a formatação selecionada para os demais parágrafos, utilizando a opção

Espelhar recuos;

c) Espaçamento: com esta opção você pode formatar o espaçamento

entre linhas e entre parágrafos. Com as opções Antes e Depois, você pode determinar quanto de espaço deve haver antes e depois de cada parágrafo. Dessa maneira, sempre que você teclar enter para criar um novo parágrafo no seu texto, o espaçamento será incluso automaticamente;

d) Já o espaçamento entre linhas: é o espaço que terá entre uma linha

e outra enquanto você estiver digitando um texto. Este espaçamento pode ser:

simples, 1,5 linhas, duplo, exatamente e múltiplo. Como padrão, o editor de texto traz a formatação de espaçamento entre linhas simples;

e) Visualização: neste quadro de visualização, é possível ter uma visão

parcial de como ficará o texto depois da formatação escolhida por você.

TABULAÇÃO

depois da formatação escolhida por você. TABULAÇÃO Passo a passo: a) no canto esquerdo da sua

Passo a passo:

a) no canto esquerdo da sua régua (símbolo com a letra L), você pode

clicar para trocar a tabulação;

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

b) escolha a tabulação desejada. Para isso, é só clicar embaixo do

número desejado e fazer a marcação da tabulação;

c) quando a tabulação tiver preenchimento, clique duas vezes na

tabulação (na régua) para ativar a janela “tabulação”; d) escolha o modelo de tabulação desejado;

e) você deve digitar normalmente no texto e, quando for necessário,

aplicar a tabulação programada. Para isso, é só teclar tab;

f) para desfazer uma tabulação, clique na marca da tabulação, segure e arraste para baixo;

g) sempre que for necessário, você pode acrescentar mais marcas de

tabulação à régua durante a digitação do texto.

CABEÇALHOS E RODAPÉS Os cabeçalhos são impressos na parte superior e os rodapés na parte inferior do documento. Essas duas opções podem conter textos ou elementos gráficos, como: logotipo da empresa, data, hora, número de páginas etc. Você pode configurar o cabeçalho e o rodapé iguais para todas as páginas do documento ou pode ainda configurar para que eles sejam diferentes em determinadas páginas. Isso permite usar um logotipo da empresa no cabeçalho da primeira página e, nas páginas seguintes, usar somente os títulos de cada informação digitada no documento como cabeçalho. Na barra de ferramentas, para inserir cabeçalho ou rodapé, você deve clicar em Inserir. Ao clicar, aparecerá na barra a opção abaixo:

Inserir . Ao clicar, aparecerá na barra a opção abaixo: Na guia Cabeçalhos e Rodapés ,

Na guia Cabeçalhos e Rodapés, em Ferramentas de Cabeçalho e Rodapé, você tem várias opções para personalizar os cabeçalhos e rodapés dos seus documentos de acordo com o que deseja.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

EXCLUINDO CABEÇALHO E RODAPÉ

É possível excluir cabeçalhos e rodapés. Para isso, é necessário ter algumas precauções, pois o Word pode excluí-los automaticamente de todo o documento. Para excluir um cabeçalho ou um rodapé de parte de um documento, você deve primeiramente dividir o documento em seções. Depois será necessário criar um cabeçalho ou rodapé diferente para cada seção. Após dividir em seções, siga as instruções abaixo:

a) no menu Exibir, clique em Cabeçalho e rodapé;

b) se necessário, clique em Mostrar Anterior

e rodapé ; b) se necessário, clique em Mostrar Anterior ou Mostrar Próximo na barra de

ou Mostrar Próximo

clique em Mostrar Anterior ou Mostrar Próximo na barra de ferramentas Cabeçalho e Rodapé para ir

na barra de ferramentas Cabeçalho e Rodapé para ir para o cabeçalho ou rodapé que você deseja excluir;

c) quando estiver na área do cabeçalho ou rodapé que deseja excluir,

selecione o texto e os elementos gráficos e pressione delete; Você viu como é simples trabalhar com cabeçalhos e rodapés? Agora, você já tem subsídios para personalizar ainda mais seus documentos.

INSERIR COLUNAS. Em livros, revistas, jornais e outras publicações, é normal encontrarmos

o texto dividido em colunas. Os documentos do Word também podem ser

divididos em colunas e, além disso, estas ainda podem ser ajustadas para que

o conteúdo tenha uma disposição adequada na página. As colunas, assim

como os cabeçalhos e rodapés, podem conter figuras, gráficos, tabelas etc. Para começar, selecione o texto que deseja transformar em colunas.

Depois, siga os passos abaixo:

a) clique na guia Layout de Página;

b) localize o grupo Configurar Página;

c) a seguir, clique em Colunas.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INFORMÁTICA APLICADA Depois de seguir estas instruções, será exibida uma lista, conforme o exemplo da figura

Depois de seguir estas instruções, será exibida uma lista, conforme o exemplo da figura abaixo:

exibida uma lista, conforme o exemplo da figura abaixo: Após selecionar o número desejado de colunas,

Após selecionar o número desejado de colunas, você perceberá que o texto selecionado será distribuído de acordo com a quantidade de colunas definidas. Para aplicar colunas somente em uma parte do texto, selecione somente os parágrafos que você deseja transformar em coluna e siga os mesmos passos indicados acima. Neste tipo de arranjo do Word, o texto flui da parte inferior da coluna para a parte superior da próxima coluna ao lado.

tipo de arranjo do Word, o texto flui da parte inferior da coluna para a parte

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

INSERIR ÍNDICE, CAPITULAÇÃO, SEÇÃO, MARCA D’ÁGUA, CAIXA DE TEXTO, HIPERLINK. Para complementar ainda mais seus documentos, veja a seguir como usar outras ferramentas.

ÍNDICE

Quando

for

necessário

adicionar

uma

lista

de

termos

a

seus

documentos, você fará o uso de índices. Para isso:

a) selecione o texto, para usá-lo como uma entrada; b) vá à aba Referências e,
a)
selecione o texto, para usá-lo como uma entrada;
b)
vá à aba Referências e, em Índice, clique em Marcar Entrada;
c)
o
texto
selecionado

aparecerá na caixa Entrada principal; se desejar, você pode digitar outro termo para servir como entrada;

d) Também é possível personalizar a entrada, criando:

a) subentrada: digite o texto na caixa Subentrada;

b) entrada de terceiro nível: digite a subentrada seguida por dois pontos

(:) e, então, o texto da entrada de terceiro nível; c) referência cruzada: clique em Referência cruzada, em Opções, e

digite o texto.

e) você pode formatar o número das páginas que aparecerão no índice,

selecionando Negrito e/ou Itálico. A fonte da entrada também pode ser

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

modificada: selecione o texto na caixa Entrada principal, clique com o botão direito do mouse e escolha Fonte; f) para finalizar, clique em Marcar.

CAPITULAÇÃO Capitulação se refere à letra capitular, a letra maiúscula de tamanho de fonte maior, geralmente usada no início de textos, sobretudo em jornais, convites etc.

no início de textos, sobretudo em jornais, convites etc. Para usar capitulação: a) selecione a letra

Para usar capitulação:

a) selecione a letra ou texto desejado;

b) vá à aba inserir e, em Texto, clique em Letra Capitular;

c) clique em Capitular. Pronto.

SEÇÃO O recurso Quebra de Seção divide o documento em partes dentro de um mesmo arquivo. Para usar esta ferramenta:

O recurso Quebra de Seção divide o documento em partes dentro de um mesmo arquivo. Para

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

a) na aba Layout da Página, no campo Configurar Página, clique em

Quebras;

Página , no campo Configurar Página , clique em Quebras ; b) selecione o tipo de
Página , no campo Configurar Página , clique em Quebras ; b) selecione o tipo de
Página , no campo Configurar Página , clique em Quebras ; b) selecione o tipo de

b) selecione o tipo de quebra desejada para a divisão do documento em

seções.

MARCA D’ÁGUA O Office 2007 possibilita adição de marcas d’água pré-criadas ou personalizadas em seus documentos. Para isso, siga os passos:

a) em Layout da Página, no campo Plano de Fundo da Página, clique

em Marca D’água;

b) você pode escolher uma marca pré-criada, como as visualizadas

acima; fazer uma nova, selecionando Personalizar Marca D’agua; ou escolher

mais opções na Internet, clicando em Mais Marcas d’Água do Office.com.

CAIXA DE TEXTO Ás vezes, uma boa estratégia para destacar um trecho do texto

importante é usar caixas de texto. Para inseri-las em seus documentos:

a) na aba Inserir, em Texto, clique em Caixa de Texto;

b) você tem a opção de usar uma caixa de texto da galeria; procurar por

mais modelos na Internet (Office.com); ou ainda desenhar sua caixa de texto.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

HIPERLINK Um hiperlink é um link, geralmente em um texto, em que o leitor pode clicar sobre e ter referência informações ou dados associados ao trecho que serve de link. Quando um texto possui hiperlinks, o denominamos hipertexto. Para adicionar este recurso, siga os passos:

a)

selecione o trecho do texto ou imagem a que você quer adicionar o

hiperlink;

b)

em Inserir, no campo Links, clique em Hiperlink. Você também pode

clicar com o botão direito sobre o trecho desejado e clicar em Hiperlink.

direito sobre o trecho desejado e clicar em Hiperlink . a) Você pode: a) estabelecer um

a) Você pode:

a) estabelecer um link para um arquivo ou página da Internet: clique em

Página da Web ou Arquivo Existente, depois em Link Para e então

digite o endereço que deseja vincular;

b) estabelecer um link para um arquivo ainda não criado: clique em Criar

Novo Documento, em Link Para, digite o novo do nome arquivo em Nome do Novo Documento e então em Quando Editar; aqui, há duas opções: Editar o Novo Documento Depois ou Editar o Novo Documento Agora.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

INSERINDO NÚMEROS DE PÁGINAS

Para numerar as páginas, siga os passos:

a) vá até a barra de ferramentas do Word e clique no ícone Inserir;

b) procure pelo botão Número de Página;

c) após clicar no botão, você vai ter opções para inserir a numeração no

início de cada página (cabeçalho) ou no final (rodapé). Selecione a opção desejada.

ou no final (rodapé). Selecione a opção desejada. Observe que, para cada uma dessas opções, é

Observe que, para cada uma dessas opções, é aberto um menu que permite definir em qual posição a numeração ficará: à esquerda, à direita ou ao centro, entre outras opções. Após escolher a posição desejada, ainda no botão Número de Páginas, você pode formatar o estilo dos números ou iniciar a numeração a partir de um ponto diferente (por exemplo, começar a partir do número 05). Caso você queira excluir a numeração, basta clicar em Remover números de páginas.

MARCADORES Os marcadores auxiliam na padronização do documento. Na barra de ferramentas, em Iniciar, temos as opções abaixo:

marcadores auxiliam na padronização do documento. Na barra de ferramentas, em Iniciar , temos as opções

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Na linha superior estão os marcadores, que podem ser números ou

figuras.

Quando você selecionar um marcador, ele dará um recuo padrão para

todo o seu texto, marcando novamente sempre que você teclar enter. Veja

abaixo dois dos marcadores mais usados:

QUADRO 29 Exemplo de marcadores

Texto texto Texto texto 1. Texto texto 2. Texto texto

Texto texto

Texto texto

1. Texto texto

2. Texto texto

Continue caprichando na elaboração do documento e fique atento aos

próximos tópicos.

INSERIR TABELA

O comando Inserir tabela permite especificar as dimensões e o formato

da tabela, antes de sua inserção em um documento.

Veja como funciona este procedimento:

a) clique no local que deseja inserir uma tabela;

b) na guia Inserir, no grupo Tabelas, clique em Tabela e, em seguida,

clique em Inserir Tabela;

em Tabela e, em seguida, clique em Inserir Tabela ; c) em Tamanho da tabela ,

c) em Tamanho da tabela, existe a opção de inserir o número de

colunas e linhas;

d) em Comportamento de Ajuste Automático, você pode escolher as

opções para ajustar o tamanho da tabela.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA Após criar a tabela, você pode selecioná-la e, na barra de ferramentas, ir em
INFORMÁTICA APLICADA Após criar a tabela, você pode selecioná-la e, na barra de ferramentas, ir em

Após criar a tabela, você pode selecioná-la e, na barra de ferramentas, ir em Design e alterar o seu estilo, com os modelos fornecidos pelo Word. Verifique nas Opções de Estilo da Tabela se o modelo selecionado é adequado aos dados que você pretende inserir.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INTRODUÇÃO A PLANILHA ELETRÔNICA
INTRODUÇÃO A PLANILHA ELETRÔNICA

INTRODUÇÃO AO EXCEL O Excel é um programa que trabalha com planilhas eletrônicas (tabelas para a realização de cálculos ou apresentação de dados programáveis). Uma planilha eletrônica é formada por linhas e colunas que, quando se cruzam, formam uma célula. Estas planilhas podem ser utilizadas para facilitar tarefas que envolvam contas e organização. Conheça adiante um pouco da história dos softwares planilhas eletrônicas e do Excel.

CRIAR E SALVAR PLANILHAS Antes de iniciar o estudo sobre o Excel, você precisa saber abri-lo. O aplicativo do Excel fica na pasta Microsoft Office. Acompanhe os passos de como iniciá-lo e executá-lo:

Acompanhe os passos de como iniciá-lo e executá-lo: 1. Clique no menu Iniciar do Windows. 2.

1. Clique no menu Iniciar do Windows.

2. Acesse o menu Todos os Programas.

3. Acesse o menu Microsoft Office.

4. Clique em Microsoft Office Excel 2007.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Agora que você já sabe como localizar o Excel dentro do seu computador, vamos abrir uma planilha e conhecer sua área básica de trabalho. A interface do Excel é muito parecida com a do Word 2007 em alguns aspectos visuais da barra de ferramentas. Entretanto, o seu corpo de trabalho é composto por linhas e colunas. Veja a imagem abaixo:

é composto por linhas e colunas. Veja a imagem abaixo: Quando estiver utilizando uma pasta de

Quando estiver utilizando uma pasta de trabalho, é importante realizar o salvamento, para garantir que as alterações realizadas até o momento sejam mantidas e recuperadas em caso de queda de energia ou se alguma alteração for realizada de forma equivocada. Ao salvar a planilha, também é possível compartilhá-la com outras pessoas, enviando o arquivo por e-mail ou utilizando um pen-drive, por exemplo. Veja abaixo os passos necessários para salvar uma planilha do Excel:

a) para salvar na sua pasta de trabalho, clique no botão Office e escolha

a

opção Salvar; b) na janela de diálogo que abrirá, escolha a pasta onde deseja salvar e

o

nome do arquivo que será salvo. A seguir, clique em Salvar.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

FORMATAÇÃO DE CÉLULAS

Ao iniciar um trabalho no Excel, é importante saber como formatar células individualmente ou em conjunto. Isso pode ser feito de duas maneiras:

a) se você precisar fazer uma formatação rápida e simplificada, utilize os

botões da Barra de Ferramentas que o Excel fornece;

b) quando necessitar fazer algo mais complexo, deve utilizar a opção do

menu Formatar Células. Iremos aprender a formatar células com estes dois jeitos.

USANDO A BARRA DE FERRAMENTAS

com estes dois jeitos. USANDO A BARRA DE FERRAMENTAS a) Fonte : você pode mudar o

a) Fonte: você pode mudar o estilo do texto. Clique sobre um dos botões

marcados como Negrito, Itálico ou Sublinhado e todo o texto da célula será

formatado com o estilo escolhido. Da mesma forma, você pode mudar o tamanho da fonte, fazer bordas para a célula, alterar cor da fonte ou da célula. b) Alinhamento: clicando em um dos botões desenhados com “tracinhos”, representando as opções de alinhamento à Esquerda, Centralizado, à Direita, Acima, Abaixo e ao Meio, você pode alterar o alinhamento do texto na célula.

c) Formatação de Números: clicando em um dos botões desse grupo,

você pode formatar células numéricas nas seguintes opções: Moeda (ex.: R$ 2.100,03), Porcentagem (ex.: 12,30%), Separador de Milhares e Aumentar ou Diminuir Casas Decimais (ex.: 12.345,67). Deste jeito, sempre que digitar um número, ele aparecerá na formatação programada. d) Estilos: você pode utilizar os vários estilos que o Excel fornece, personalizando a tabela da maneira que desejar.

e) Células: você tem a opção de Inserir, Excluir ou Formatar células

de forma mais complexa e detalhada.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

f) Edição: neste bloco, há ferramentas para acrescentar fórmulas,

colocar filtro em tabelas para ficar mais fácil localizar conteúdos e apagar dados que não sejam necessários.

USANDO A OPÇÃO FORMATAR CÉLULAS

Para usar uma formatação mais detalhada, siga os passos:

a)

na seção Células, na Barra de Ferramentas, clique em Formatar

Células;

b)

uma nova janela se abrirá, trazendo uma lista com várias opções para

alterar o Tamanho da Célula, Visibilidade, Organização de Planilhas e Proteção (para bloquear as ferramentas de edição).

e Proteção (para bloquear as ferramentas de edição). Quando você precisar apagar o conteúdo de uma

Quando você precisar apagar o conteúdo de uma célula, lembre-se de que a formatação não será removida. Para isso, vá para Início (na Barra de Ferramentas), então no grupo Edição, clique no botão Limpar e selecione a opção Limpar Formatos.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

FORMATAÇÃO DE NÚMEROS No Excel, podemos adaptar todos os números aplicando diferentes formatos, como porcentagem, datas, moedas de diversos países etc. É possível personalizar o documento com o índice numérico desejado. Ao montar uma tabela de orçamento mensal de gastos, você pode usar o formato de moeda (R$) para mostrar os valores monetários.

o formato de moeda (R$) para mostrar os valores monetários. a) Selecione as células que você

a) Selecione as células que você deseja formatar.

a) Selecione as células que você deseja formatar. b) Na Barra de Ferramentas, no grupo números,

b) Na Barra de Ferramentas, no grupo números, clique na seta que está na caixa de diálogo à direta do número (veja imagem abaixo) ou pressione

CTRL+1.

números, clique na seta que está na caixa de diálogo à direta do número (veja imagem

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

c) Na janela que vai abrir, clique no formato que deseja usar e ajuste as configurações. Por exemplo: se usar o formato moeda, você pode selecionar um símbolo diferente, definir quantas casas depois da vírgula e até mesmo alterar a exibição dos números negativos.

e até mesmo alterar a exibição dos números negativos. Se depois de você inserir uma formatação

Se depois de você inserir uma formatação o Excel exibir ##### na célula, significa que o tamanho da célula não está de acordo com o tamanho dos dados a serem visualizados. Para aumentar a largura da coluna, clique duas vezes no limite direito da coluna que contém as células com o erro #####. Esse procedimento aumenta automaticamente a coluna para ajustar-se ao número. Também é possível arrastar o limite com o botão direito do mouse até que as colunas fiquem com o tamanho adequado.

FÓRMULAS É comum ouvirmos falar nas fórmulas do Excel. São ferramentas poderosas que podem ser usadas para realizar cálculos ou verificações nas planilhas. Esses cálculos podem ser feitos através de valores fixos, valores de células ou funções.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Com o uso de fórmulas, você pode automatizar a dependência entre os valores de uma planilha, como o somatório dos valores de uma coluna, por exemplo. Com isso, é possível evitar o trabalho de alterar toda a planilha a cada mudança de valor. As fórmulas do Excel são escritas nas próprias células e devem sempre começar com o símbolo de igual (=). Uma célula pode conter uma fórmula simples e fixa, como por exemplo, o cálculo 2 + 2. Neste caso, ao editar a célula, insira a fórmula “=2+2” e pressione a tecla enter. Perceba que a célula passa a exibir o resultado da fórmula, ou seja, o número quatro (4).

o resultado da fórmula, ou seja, o número quatro (4). ALTERAÇÃO NA FÓRMULA Como sugestão, uma

ALTERAÇÃO NA FÓRMULA Como sugestão, uma maneira rápida de alterar a fórmula contida em uma célula é utilizar a barra de fórmulas. Veja a imagem a seguir:

A partir do exemplo anterior, você pode perceber que a fórmula representa a soma de dois mais dois, por meio do uso do operador matemático de adição (+). Mas existem outros operadores matemáticos que também podem ser utilizados em fórmulas. Você sabe quais? Observe:

Mas existem outros operadores matemáticos que também podem ser utilizados em fórmulas. Você sabe quais? Observe:

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

UTILIZANDO CÉLULAS COMO REFERÊNCIA DENTRO DAS FÓRMULAS Bastaria simplesmente jogar o resultado do cálculo direto na célula que o efeito seria o mesmo, mas o que torna a fórmula uma ferramenta poderosa é a possibilidade de inserir referências às outras células na fórmula. Veja um exemplo:

às outras células na fórmula. Veja um exemplo: Observe que a fórmula faz referência à célula

Observe que a fórmula faz referência à célula A1, de maneira que o seu resultado dependerá do conteúdo da célula A1 (que será multiplicado por dois). Com base no uso de referências, você poderá realizar cálculos mais apurados, como a média de notas de um aluno no ano ou o percentual de faltas, por exemplo.

de um aluno no ano ou o percentual de faltas, por exemplo. Percebeu como o uso
de um aluno no ano ou o percentual de faltas, por exemplo. Percebeu como o uso

Percebeu como o uso das fórmulas é poderoso? No exemplo anterior, você viu que basta preencher as notas e a quantidade de faltas que as médias são calculadas. Mas como seria se tivéssemos mais de três alunos? Basta copiar as fórmulas do primeiro aluno para os outros:

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

a) primeiramente, suponha que há mais alunos na listagem, com suas respectivas notas e faltas;

alunos na listagem, com suas respectivas notas e faltas; b) para calcular a média de notas

b) para calcular a média de notas e o percentual de faltas de todos os alunos da listagem, copie a fórmula de cálculo de média para as células a seguir e faça o mesmo para a de cálculo de percentual de faltas.

e faça o mesmo para a de cálculo de percentual de faltas. Notou como as fórmulas

Notou como as fórmulas de cálculo de média funcionaram corretamente? E nas fórmulas de cálculo de percentual de falta? Nestas ocorreu um problema. Analise as fórmulas copiadas para identificar o problema.

cálculo de percentual de falta? Nestas ocorreu um problema. Analise as fórmulas copiadas para identificar o
cálculo de percentual de falta? Nestas ocorreu um problema. Analise as fórmulas copiadas para identificar o

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

O que acontece é que, ao reaplicar a fórmula inicial para as células inferiores, todas as referências contidas na fórmula se mantêm de acordo com a célula que recebe a cópia. Isso acontece porque no Excel, inicialmente, todas as referências inseridas são relativas. Isso significa que, ao reaplicar uma fórmula que contém uma referência, ela vai se alterar de acordo com a célula que recebe a fórmula. É possível tornar fixa a referência ao campo de total de faltas. Para isso, basta alterar a referência B2 da primeira fórmula de cálculo de faltas para $B$2. Essa alteração também poderá ser feita selecionando o texto B2 na fórmula e clicando na tecla F4.

selecionando o texto B2 na fórmula e clicando na tecla F4. Agora, apague as fórmulas copiadas

Agora, apague as fórmulas copiadas e, com a fórmula original, com a referência B2 fixada, reaplique a fórmula de cálculo de faltas novamente:

reaplique a fórmula de cálculo de faltas novamente: Observe que a referência que tornamos fixa não

Observe que a referência que tornamos fixa não se altera durante a replicação da fórmula para as linhas inferiores.

que a referência que tornamos fixa não se altera durante a replicação da fórmula para as

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Você viu que, combinando as fórmulas, com a possibilidade de copiá- las, podem-se realizar cálculos completos de uma forma rápida, que podem ser aplicados em vários lugares da planilha.

que podem ser aplicados em vários lugares da planilha. FUNÇÕES UTILIZANDO FUNÇÕES EM FÓRMULAS As funções

FUNÇÕES UTILIZANDO FUNÇÕES EM FÓRMULAS As funções são rotinas criadas para realizar cálculos comumente utilizados em fórmulas. Existem diversas funções no Excel 2007, separadas por categoria. Dentre elas, temos data e hora, matemática, trigonometria, estatística e muitas outras. Veja um exemplo de uma fórmula que utiliza uma função:

Veja um exemplo de uma fórmula que utiliza uma função: Perceba que a média dos quatro

Perceba que a média dos quatro números do intervalo está sendo calculada através do uso da função SOMA e o resultado está sendo dividido por quatro. Essa é uma função que realiza o somatório do intervalo de células passado como parâmetro. Esse intervalo é representado pelo item entre os parênteses e faz referência a um conjunto de células. Importante também ressaltar que as referências utilizadas em fórmulas no Excel 2007 podem representar um grupo de células, o que é muito comum quando se utiliza funções.

em fórmulas no Excel 2007 podem representar um grupo de células, o que é muito comum
em fórmulas no Excel 2007 podem representar um grupo de células, o que é muito comum

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Para que entenda melhor, pense no exemplo em que a referência A1:A5 representa o conjunto de células da linha um a cinco da coluna A.

o conjunto de células da linha um a cinco da coluna A. Da mesma forma, a

Da mesma forma, a referência A1:B5 representa todas as células contidas entre as células A1 e B5. Por serem de colunas diferentes, elas fazem referência a um conjunto de células com mais de uma coluna. Com base nas referências passadas, o Excel sabe quais células serão utilizadas na realização dos cálculos. Ainda existem funções que recebem mais de um parâmetro, de acordo com o que se propõem a fazer. Nesses casos, os parâmetros podem ser referências ou números e devem ser separados por ponto e vírgula (;). Observe:

e devem ser separados por ponto e vírgula (;). Observe: A função citada no exemplo anterior

A função citada no exemplo anterior realiza o arredondamento do número passado no primeiro parâmetro, levando em consideração o número de casas decimais desejadas no arredondamento, passada no segundo parâmetro. Para adicionar uma função em uma fórmula, basta referenciar o seu nome. Para isso, você precisa passar corretamente todos os parâmetros que a função pede.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Quando não conhecer o nome da função que deseja utilizar, ou quando não souber se há uma função para realizar uma tarefa específica, fique tranquilo, pois todas elas estão separadas em categorias para facilitar a

procura. Além disso, o Excel fornece auxílio para que você consiga utilizá-las. Veja:

a) selecione a célula onde deseja adicionar a função e, na barra de

fórmulas, clique no botão fx; b) note que a tela Inserir função será exibida. Nela, é possível pesquisar uma função pelo nome no campo Procure por uma função.

Também é possível selecionar as funções de uma categoria.

é possível selecionar as funções de uma categoria. Exemplo: a) escolha a função DIA.DA.SEMANA , da

Exemplo:

a) escolha a função DIA.DA.SEMANA, da categoria Data e Hora;

b) esta função recebe uma data como parâmetro e retorna um número

de 1 a 7, dizendo qual dia da semana corresponde à data passada;

c) há um segundo parâmetro, que também pode ser omitido, com

valores de 1, 2 ou 3, que informam como será o retorno da função;

d) clicando em OK, a tela de Argumentos da função é exibida. Ela

auxilia na escolha dos argumentos da função selecionada; e) vamos definir o argumento Núm_série. E, para escolher a célula onde

será feita a referência, clique em

e) vamos definir o argumento Núm_série . E, para escolher a célula onde será feita a

;

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

f) a tela será reduzida para que você possa selecionar a célula que deseja utilizar no primeiro parâmetro da função. Mas, atenção: essa célula deve conter uma data, já que a função que escolhemos necessita de uma data para realizar o cálculo; g) escolhida a célula, basta clicar em para que a tela de argumento volte para o seu tamanho original, já com o primeiro argumento preenchido;

tamanho original, já com o primeiro argumento preenchido; h) como o segundo argumento é opcional, você
tamanho original, já com o primeiro argumento preenchido; h) como o segundo argumento é opcional, você

h) como o segundo argumento é opcional, você não irá preenchê-lo. Então, clique em OK e pronto: a fórmula será adicionada.

Então, clique em OK e pronto: a fórmula será adicionada. É essencial que você percorra as

É essencial que você percorra as funções ainda não utilizadas. Lembre- se que, em caso de qualquer dúvida sobre o que uma função faz, na tela Inserir Função, é possível selecioná-las e clicar em Ajuda. Assim, a janela de ajuda do Excel será aberta e todas as informações sobre a função selecionada serão exibidas.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

FUNÇÃO “SE” Existe outra função que é muito utilizada no Excel e que pode ser muito proveitosa: a função “SE”. Ela é do tipo condicional, ou seja, faz a avaliação de uma expressão lógica e retorna o resultado, dependendo da veracidade ou da não da expressão lógica. A função SE possui três argumentos:

a) o primeiro é a expressão lógica a ser avaliada; b) o segundo é o resultado a ser exibido se a expressão lógica for verdadeira; c) o terceiro argumento é o resultado a ser exibido se a expressão for

falsa.

Num dos exemplos anteriores, as notas do aluno são analisadas e, se forem maiores ou iguais a 70, a função retorna ‘Maior ou igual a 70!’. Caso sejam menores, o texto ‘Menor que 70!’ será mostrado. Neste exemplo foram utilizados textos, mas poderíamos ter utilizado nos dois últimos argumentos, uma referência a outra célula, função, números etc.

uma referência a outra célula, função, números etc. Você aprendeu algumas possibilidades do Excel, aprendeu a

Você aprendeu algumas possibilidades do Excel, aprendeu a utilizar funções em fórmulas e seus cálculos, conhecimentos que podem ser úteis em suas atividades diárias. FORMATAÇÃO CONDICIONAL O Excel 2007 trouxe muitas novidades, além de várias facilidades, no uso de suas ferramentas. É possível utilizá-lo, por exemplo, para o controle de finanças, sendo possível criar gráficos a tabelas. Talvez o que você ainda não saiba é que seja possível criar filtros, para destacar dados importantes. Os filtros têm o nome de Formatação Condicional, pois são uma forma de diferenciar as células que consideradas importantes.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

COMO USAR A FORMATAÇÃO CONDICIONAL Para criar a formatação é muito simples, siga o passo a passo:

a) é preciso selecionar as células nas quais deseja que o filtro seja aplicado; b) em seguida, na guia Início, clique em Formatação Condicional, presente no grupo Estilo.

em Formatação Condicional , presente no grupo Estilo . Dentro das diversas opções de formatação, você

Dentro das diversas opções de formatação, você poderá escolher:

a) barra de dados;

b) escala de cores;

c) conjunto de Ícones.

barra de dados; b) escala de cores; c) conjunto de Ícones. O Conjunto de Ícones faz

O Conjunto de Ícones faz com que as células sejam diferenciadas das demais por meio de pequenos ícones chamados de Ícones de Amarração. Você também pode criar suas próprias categorias de análise, clicando na opção Novas Regras. Aqui temos as seguintes categorias:

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INFORMÁTICA APLICADA O Conjunto de Ícones faz com que as células sejam diferenciadas das demais por

O Conjunto de Ícones faz com que as células sejam diferenciadas das demais por meio de pequenos ícones chamados de Ícones de Amarração. Você também pode criar suas próprias categorias de análise, clicando na opção Novas Regras. Aqui temos as seguintes categorias:

Essa ferramenta pode ser útil de diversas formas. Imagine uma tabela com dados de clientes (telefones, e-mails, endereços etc.) e que você precise imprimir os dados apenas dos nomes que comecem pela letra “A”. Se fosse feito manualmente, teríamos muito trabalho, certo? Mas, com o uso de filtros, é fácil. Confira um exemplo:

Se fosse feito manualmente, teríamos muito trabalho, certo? Mas, com o uso de filtros, é fácil.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Para adicionar filtros a esta tabela, siga os passos:

a) Selecione todas as células da tabela, inclusive as células de

cabeçalho;

as células da tabela, inclusive as células de cabeçalho; b) Em Dados , na seção Classificar

b) Em Dados, na seção Classificar e Filtrar, escolha a opção

Filtro.

Agora você poderá realizar filtragens através de qualquer uma das colunas de sua tabela.

através de qualquer uma das colunas de sua tabela. Perceba que o botão será adicionado às

Perceba que o botão será adicionado às células de cabeçalho de cada coluna da tabela. Através desses botões é que as filtragens serão realizadas.

desses botões é que as filtragens serão realizadas. Agora, veja um exemplo de como realizar uma

Agora, veja um exemplo de como realizar uma filtragem. Suponha que seja preciso exibir somente as informações das pessoas que possuem o cargo “Operacional”:

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

a) na coluna Cargo, clique sobre o botão

APLICADA a) na coluna Cargo, clique sobre o botão ; b) no menu que se abrirá,

;

APLICADA a) na coluna Cargo, clique sobre o botão ; b) no menu que se abrirá,

b) no menu que se abrirá, desmarque a opção Selecionar Tudo;

c) agora marque somente a opção Operacional e clique em OK.

agora marque somente a opção Operacional e clique em OK. Percebeu como foi simples? Ao clicar

Percebeu como foi simples? Ao clicar em OK, os itens da tabela que possuem cargos diferentes de Operacional são ocultados. Podemos escolher outros para serem exibidos e alterar a marcação daqueles desejados. Perceba também que, ao definir um filtro em uma coluna, a imagem do

também que, ao definir um filtro em uma coluna, a imagem do ícone uma tabela que
também que, ao definir um filtro em uma coluna, a imagem do ícone uma tabela que

ícone

uma tabela que estão com filtros definidos.

é alterada para

. Assim, será possível visualizar quais colunas de

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Para remover o filtro de uma coluna, basta clicar no botão da coluna desejada e selecionar a opção Limpar Filtro.

O uso de filtros consiste em marcar e desmarcar os itens que queremos

que sejam exibidos na tabela.

os itens que queremos que sejam exibidos na tabela. GRÁFICOS No Excel 2007, existem vários tipos

GRÁFICOS No Excel 2007, existem vários tipos de gráficos barra, linha e pizza, entre outros úteis para a exibição de informações. Criá-los é uma tarefa simples. Você verá que, com poucos cliques, é possível visualizar um gráfico. Eles podem ser rapidamente acessados através da seção Gráfica, na aba Inserir. Eles estão dispostos em grupos, de acordo com sua categoria.

É importante saber que todo gráfico criado no Excel 2007 é gerado a

partir de uma tabela, de onde serão retiradas as informações exibidas. Sendo assim, o primeiro passo para criar um gráfico é montar uma tabela de dados.

Observe o resultado, acompanhando o exemplo a seguir:

dados. Observe o resultado, acompanhando o exemplo a seguir: Os gráficos são formados por séries, que

Os gráficos são formados por séries, que são as colunas da tabela de dados. É necessário definir estas séries. Dependendo do tipo do gráfico, também é preciso definir as categorias que a serem exibidas. Ao criar um gráfico e definir qual é a tabela de origem de dados, o Excel 2007 cria automaticamente as séries e categorias, cabendo a você somente alterá-las quando achar necessário. Vamos experimentar com um gráfico de colunas. Siga o procedimento:

a) na seção Gráficos, selecione Barras e, no menu que se abre, escolha um gráfico de barras do tipo 3D;

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INFORMÁTICA APLICADA b) uma área para o gráfico será adicionada Ferramentas de Gráfico será exibido; à

b) uma área para o gráfico será adicionada Ferramentas de Gráfico será exibido;

à planilha

e

o menu

Ferramentas de Gráfico será exibido; à planilha e o menu c) Note que a opção Selecionar

c) Note que a opção Selecionar Dados será exibida. Selecione-a;

d)

no

gráfico, clique em

campo

será exibida. Selecione-a; d) no gráfico , clique em campo ; Intervalo de dados e) escolha

;

exibida. Selecione-a; d) no gráfico , clique em campo ; Intervalo de dados e) escolha na

Intervalo

de

dados

e) escolha na tabela os dados de origem do gráfico e clique em

no gráfico , clique em campo ; Intervalo de dados e) escolha na tabela os dados

do

;

no gráfico , clique em campo ; Intervalo de dados e) escolha na tabela os dados

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

f) voltando à tela de seleção de fontes de dados, perceba que as séries e categorias já foram identificadas pelo Excel 2007. De que forma isso aconteceu? As séries foram retiradas das colunas e as categorias identificadas das linhas da planilha. Agora, para criar o gráfico, clique em OK.

da planilha. Agora, para criar o gráfico, clique em OK. Criar um gráfico é algo simples.
da planilha. Agora, para criar o gráfico, clique em OK. Criar um gráfico é algo simples.

Criar um gráfico é algo simples. Ao definir qual a tabela de fonte de dados, o Excel 2007 reconhecerá automaticamente as informações necessárias, montando- o de forma quase autônoma. Sendo assim, cabe a você apenas construir a tabela de origem e definir qual o tipo de gráfico deseja criar.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

HIPERLINK E VÍNCULOS A criação de hiperlinks em planilhas do Excel funciona de forma parecida com o Word. Para criar um, siga os passos:

a) selecione a célula que deseja criar;

b) na aba Inserir, no campo Links, clique em Hiperlink;

na aba Inserir , no campo Links , clique em Hiperlink ; c) além de vincular

c) além de vincular o link ao próprio documento, você pode vinculá-lo:

a) a um arquivo ou página da Internet: clique em Página da Web ou Arquivo Existente, depois em Link Para e, então, digite o endereço a que deseja vincular;

b) a um arquivo ainda não criado: clique em Criar Novo Documento,

em Link Para, digite o novo do nome arquivo em Nome do Novo Documento e, então, em Quando Editar; aqui, há duas opções: Editar o Novo Documento Depois ou Editar o Novo Documento Agora.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INTRODUÇÃO A APRESENTAÇÕES E ANIMAÇÕES
INTRODUÇÃO A APRESENTAÇÕES E
ANIMAÇÕES

INTRODUÇÃO AO POWER POINT PowerPoint 2007 é um programa desenvolvido para a criação de

apresentações. Neste tópico, você aprenderá um pouco a respeito de seus recursos.

1. Com o mouse, clique no botão Iniciar da Barra de Tarefas.

2. Logo em seguida, você escolherá a opção Programas.

3. Em seguida, clique em Microsoft Office.

4. Por último, clique em PowerPoint 2007.

RECURSOS DO POWERPOINT Os recursos com que você pode trabalhar no PowerPoint 2007 são:

a) geração de apresentações eletrônicas e transparências coloridas e em preto e branco; b) impressão de folhetos para o público, estrutura de tópicos e anotações da apresentação;

c) modelos de slides que podem ser aplicados às apresentações;

d) galeria de desenhos já prontos para introduzir em apresentações;

e) formas já prontas (quadros, setas, triângulos, cubos etc.) que podem

ser introduzidas nos slides; f) correção ortográfica e verificação de estilo;

g) galeria de animações e sons que podem ser adicionados à composição de objetos e textos;

h) diversos efeitos para a transição de slides (ÁLVARES, 2008.)

CRIANDO UMA APRESENTAÇÃO O PowerPoint 2007 disponibiliza várias formas de iniciar uma apresentação. Vamos focar em um método simples e fácil, para que você possa começar a praticar as funcionalidades desse aplicativo.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

Siga os passos:

a) para começar, clique no botão Office e selecione Novo;

b) clique na opção Apresentação em branco, que aparece no meio da

tela e, logo em seguida, clique no botão Criar. Uma apresentação em branco será disponibilizada.

Criar . Uma apresentação em branco será disponibilizada. TIPOS DE APRESENTAÇÃO Agora que você abriu uma

TIPOS DE APRESENTAÇÃO Agora que você abriu uma apresentação básica em branco, vamos pensar em como será a aparência dela. O PowerPoint 2007 oferece uma variedade de templates (modelos, padrões) em Template de Design, um conjunto de combinações de cores, fontes e efeitos que pode valorizar seu trabalho. Para aplicar um tema à sua apresentação, vá à guia Design, no grupo Temas, e então clique no tema do documento que você deseja aplicar. Atenção:

a) para visualizar a aparência do slide atual com um tema específico aplicado, coloque o ponteiro sobre a miniatura deste tema;

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

b) se optar mais tarde por um tema diferente, clique sobre ele para aplicá-lo;

por um tema diferente, clique sobre ele para aplicá-lo; c) ao menos que haja especificação contrária,

c) ao menos que haja especificação contrária, o PowerPoint 2007 aplica

os temas à apresentação inteira. Para alterar a aparência apenas de slides

selecionados, na guia Slides, pressione e mantenha pressionada a tecla CTRL enquanto clica em cada slide que deseja alterar. Quando todos estiverem selecionados, clique com o botão direito do mouse no tema que deseja aplicar

e então em Aplicar aos Slides Selecionados, no menu de atalho (MICROSOFT).

aos Slides Selecionados , no menu de atalho (MICROSOFT). Agora você está familiarizado com todos os

Agora você está familiarizado com todos os passos necessários para criar uma apresentação básica para o Power Point 2007. Explorando este aplicativo, você verá que ele fornece uma ampla gama de opções para tornar sua apresentação única.

DIAGRAMAÇÃO DE SLIDES INSERINDO UM TEXTO Quando você adicionar um novo slide a uma apresentação, o layout indicará o tipo e a posição dos objetos em espaços já predefinidos. Por padrão, o Power-Point cria uma apresentação em branco com dois campos: um para o título e outro para o subtítulo da apresentação. Observe a figura abaixo:

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INFORMÁTICA APLICADA Para inserir caracteres de texto, além do título, faça o seguinte: a) clique em

Para inserir caracteres de texto, além do título, faça o seguinte:

a) clique em Inserir, na Barra de Ferramentas.

b) na seção Textos, selecione Caixa de Texto.

c) agora, clique sobre o espaço no slide onde deseja inserir a caixa de

texto.

Um ponto de inserção irá aparecer para indicar onde os caracteres irão surgir quando forem digitados. Você também pode inserir textos de outra forma:

a) abaixo da Barra de Ferramentas, clique na guia Tópicos;

b) selecione o slide em que você deseja escrever. Com este método,

perceberá que, durante a digitação, o texto aparecerá tanto no slide em que estiver trabalhando quanto na guia de Tópicos. É importante lembrar que a Caixa de Texto será exibida com linhas traçadas e com alças de redimensionamento. Clicando sobre a Caixa e pressionando o botão do mouse, é possível arrastá-la até o lugar desejado no slide, além de poder mudar seu tamanho.

Outra opção para mudar sua posição é usar os botões Recortar ou Copiar e Colar, encontrados em Início, na seção Área de Transferência. Atenção: ao arrastar o texto, talvez falte a marca de parágrafo. Assim, por precaução, mantenha pressionadas no seu teclado as teclas shift e end, para garantir que a marca de parágrafo faça parte da seleção.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA
INFORMÁTICA APLICADA EDITANDO UM TEXTO Depois de inserir um texto, você pode alterá-lo a qualquer momento.

EDITANDO UM TEXTO Depois de inserir um texto, você pode alterá-lo a qualquer momento. Para inserir caracteres novos, clique onde você quer fazer a inserção e

digite.

Porém, é importante lembrar que o trecho do texto deverá ser selecionado antes. Também é possível excluir alguma parte enquanto ela estiver selecionada; apenas pressione a tecla delete ou a tecla backspace. Para que a Caixa de Texto tenha uma borda, selecione Contorno de Forma na seção Desenho, em Início. Ali você pode definir a espessura da borda, se ela será tracejada ou não e até ajustar a cor.

INSERINDO FIGURAS De uma forma parecida com os outros aplicativos do pacote Office 2007, também é possível adicionar imagens às apresentações. Na aba Inserir, em Imagens, há quatro opções:

a) Imagem: insere uma imagem salva em seu computador;

b) Clip-art: ao clicar neste botão, uma janela se abre no canto direito da

tela, onde você encontra imagens fornecidas pelo Office. Basta clicar sobre as desejadas e elas automaticamente aparecerão no slide;

c) Instantâneo: insere imagens de quaisquer programas que não

estejam minimizados na Barra de Tarefas. Por exemplo, se alguma planilha do Excel estiver aberta, será possível usá-la como imagem;

d) Álbum de Fotografias: cria ou edita apresentações feitas com base

em imagens. Cada imagem ocupará um slide;

É possível expandir, reduzir, alongar, comprimir, mover ou girar as imagens:

a) Para aumentá-las ou diminuí-las, clique e segure em um dos círculos

presentes nos cantos. Então, arraste o mouse;

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

b) Para alongá-las, clique e segure em um dos quadrados presentes nas

bordas. Daí, então, arraste o mouse;

presentes nas bordas. Daí, então, arraste o mouse ; c) Para movê-las ou comprimi-las, clique sobre

c) Para movê-las ou comprimi-las, clique sobre e, então, arraste para o

ponto escolhido no slide; d) Para girá-las, clique no círculo verde presente acima da imagem. Então, gire o mouse para ajustar a posição desejada.

TRANSIÇÃO, COMPOSIÇÃO E EFEITOS DE ANIMAÇÃO DE SLIDES Transições de slides são efeitos que ocorrem na hora da apresentação. Alguns lembram animações. É possível controlar a velocidade com que os slides são visualizados, além de adicionar sons. O PowerPoint 2007 possui várias opções de transição:

O PowerPoint 2007 possui várias opções de transição: 1. Sem transição. 2. Persiana Horizontal. 3. Persiana

1. Sem transição.

2. Persiana Horizontal.

3. Persiana Vertical.

4. Quadro Fechar.

5. Quadro Abrir.

6. Quadriculado na Horizontal.

7. Quadriculado na Vertical.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

8. Pente Horizontal.

9. Pente Vertical. (MICROSOFT)

ADICIONANDO DIFERENTES TRANSIÇÕES DE SLIDES À SUA APRESENTAÇÃO Para adicionar transições em slides específicos, faça o seguinte:

a) na guia Animações, no grupo Transição para este Slide, clique no

efeito de transição que você quer para este slide;

b) para adicionar uma transição diferente para outro slide, selecione-o e

escolha a transição desejada para este.

ADICIONANDO UMA ÚNICA TRANSIÇÃO DE SLIDES A TODA SUA APRESENTAÇÃO Aprenda, a seguir, como deixar apresentação com a mesma animação de transição:

a) na Barra de Ferramentas clique em Animações;

b) no grupo Transição para este Slide, escolha a opção que você

deseja; c) depois que escolher, clique em Aplicar em Tudo.

deseja; c) depois que escolher, clique em Aplicar em Tudo . Você pode, durante a transição,

Você pode, durante a transição, acrescentar música para a mudança de slide e determinar a velocidade de transição.

Para consultar mais efeitos de transição, clique no botão Mais ( lista de Estilos Rápidos.

clique no botão Mais ( lista de Estilos Rápidos . ), na ADICIONANDO SOM A TRANSIÇÕES

), na

ADICIONANDO SOM A TRANSIÇÕES DE SLIDES Para adicionar sons, é simples:

a) na guia Animações, no grupo Transição para este Slide, clique na

seta ao lado de Som de Transição e, em seguida, escolha um destes

procedimentos:

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

a) Para adicionar um som a partir da lista, selecione o som desejado;

b) Para adicionar um som não encontrado na lista, selecione Outro Som, localize o arquivo de som que você deseja adicionar e clique em OK. Aprendendo a fazer as transições, você criará apresentações cheias de surpresas e expectativas, pois as animações prendem a atenção do público.

SOM E VÍDEO Os recursos de som e vídeo do PowerPoint 2007 são muito úteis para complementar as apresentações. Entretanto, use-os com moderação, para não dispersar a atenção do espectador, pois o importante é que as informações nelas contidas sejam transmitidas. INSERINDO ARQUIVOS DE SOM E VÍDEO Para que você possa incluir som e vídeo às apresentações, veja o procedimento:

a) selecione o slide no qual deseja executar a música ou vídeo;

b) clique em Inserir e depois, na seção Clipes de Mídia, em Filme ou

Som;

c) uma janela se abrirá para você procurar onde está salvo o som ou

vídeo que deseja inserir. Selecione o arquivo e clique em OK. O som ou vídeo irá parar quando houver mudança de slides, pois o arquivo foi inserido especificamente em um slide e não à apresentação.

INSERINDO SOM EM TODA A APRESENTAÇÃO Se preferir tocar uma música durante toda a apresentação ou a partir de um determinado slide, siga os passos:

a) insira novamente o som e clique no ícone Alto Falante

;
;

b) na guia Ferramentas de Som, vá para Tocar Som e escolha Executar entre slides. Caso não queira ver o ícone do Alto Falante, marque a caixa Ocultar durante apresentação. É importante lembrar que o tamanho máximo de um arquivo de música é de100 KB, apenas um pequeno clipe. É possível, porém, aumentar esse limite

até 4000 KB, o tamanho médio de um arquivo MP3. Quando fizer isso, a

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

música não irá embutida na apresentação, será feito um hiperlink entre a apresentação e o arquivo musical. Agora que você já sabe como inserir um som à sua apresentação, conheça os recursos de som que o PowerPoint 2007 oferece:

a) Arquivo de áudio: pode ser um discurso ou uma entrevista, entre

outros;

b) Clipes de som: vêm com o aplicativo; são sons como aplausos ou

campainha de telefone. Você pode inseri-los clicando em Som, na seção Clipes de Mídia. Se você estiver conectado à Internet e clicar no link Clip-art do Office Online, será levado ao site clip-arts e mídia da Microsoft Online, onde é possível fazer downloads de centenas de imagens de clip-art, fotografias, sons e filmes; c) Trilhas de áudio de CD: é possível inserir trilhas de música ou áudio de CD em um slide. Após inserir o CD na unidade de CD-ROM, clique em Som, na seção Clipes de Mídia e, em seguida, clique em Tocar Faixa de Áudio do CD para exibir a caixa de diálogo Inserir Áudio de CD. Você pode inserir os números da trilha inicial e final, especificando também quais faixas serão repetidas, além de definir o volume. Para tocar as trilhas durante a apresentação dos slides, o CD deverá estar na unidade de CD-ROM.

dos slides , o CD deverá estar na unidade de CD-ROM. É importante ressaltar que, para

É importante ressaltar que, para reproduzir um som, você deve ter uma

placa de som e alto-falantes instalados no seu computador. Lembre também que os arquivos devem estar gravados na memória do seu computador, na Internet ou em um dispositivo de armazenamento externo, como pen-drive ou

CD.

INSERIR E FORMATAR TABELAS Os recursos da ferramenta Tabela no PowerPoint 2007 foram significativamente aprimorados. Agora, é possível utilizar as tabelas como as do Word ou planilhas do Excel mais facilmente. Veja:

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

a) em Inserir, clique na seção Tabelas.

b) execute um dos seguintes procedimentos:

a) para inserir tabelas: movendo o ponteiro do mouse, selecione a

quantidade de colunas e linhas desejada e clique para criar a tabela.

b) você também pode selecionar a opção Inserir Tabela e digitar nas

caixas os números de colunas e linhas.

c) para inserir planilhas: clique em Planilhas do Excel e então clique

sobre o slide. Para formatar tabelas, você deve antes selecioná-la. Depois, na seção Design, em Ferramentas de Tabela, são encontradas várias opções para

de Tabela , são encontradas várias opções para formatá-la, como sombreamento, bordas, efeitos e estilos,

formatá-la, como sombreamento, bordas, efeitos e estilos, entre outras. Veja a imagem abaixo:

SLIDE MESTRE Neste tópico, você aprenderá a trabalhar com o slide mestre, vendo como ele pode facilitar o trabalho na criação de apresentações. O slide mestre armazena informações sobre o tema e o layout dos slides. Isso inclui plano de fundo, cor e fonte, entre outros dados. Em cada apresentação, você pode incluir no mínimo um slide mestre, sendo que o principal benefício é que, ao alterá-lo, todos os outros slides serão alterados automaticamente.

CRIANDO UM SLIDE MESTRE

a) Abra uma apresentação em branco e vá a Exibição.

b) Em Modos de Exibição de Apresentação, clique em Slide Mestre.

c) Um slide mestre em branco irá se abrir. Você pode seguir estes

procedimentos:

a) selecione uma das miniaturas de layout de slide no canto esquerdo da

tela, ao lado do slide mestre.

INFORMÁTICA APLICADA

INFORMÁTICA APLICADA

b) na seção Layout Mestre, clique em Inserir Espaço Reservado e, a

seguir, selecione o espaço reservado para: conteúdo, texto, imagem, gráfico, tabela, SmartArt, mídia ou clip-art.

c) clique sobre um local no slide mestre e arraste para desenhar o

espaço reservado. Você criará um espaço para usar o item desejado.

d) Após criar seu slide mestre, clique na Barra de Ferramentas no botão

do Office para salvá-lo.

na Barra de Ferramentas no botão do Office para salvá-lo. CONFIGURAÇÃO E VISUALIZAÇÃO DE PÁGINAS CONFIGURAÇÕES

CONFIGURAÇÃO E VISU