Obstinado Coração

Donna Simpson
Uma dama consegue encontrar o amor na segunda tentativa? Inglaterra, 1820 Pamela tem certeza de que não foi feita para ser uma dama da sociedade. Desde quando debutou, jurou a si mesma jamais tornar a se submeter àquele glamouroso turbilhão social... até que sua avó a convenceu a voltar para ondres com uma oferta irresist!vel" prometeu ensinar#lhe tudo que precisava saber para conseguir o pedido de casamento de sir $olin. $ansada de tantas restri%&es impostas pela sociedade, ela sai para uma cavalgada pelo '(de Par) e atrai a aten%ão de *alcolm +ercombe, o irresist!vel e reservado conde de ,trong-(c)e. De repente, Pamela est. se interessando por um bonito solteirão que parece ach.#la atraente apenas pelo fato de ser ela mesma. / quando sir $olin aparecer, determinado a conquist.#la, Pamela não ter. dificuldade em saber qual pretendente ser. digno de seu obstinado cora%ão0

T í tulo Original: Pamela’s second season
Disponibilização: Dani Digitalização: arina !evisão: "line #ormatação: $dina

Capítulo I 11 Pamela, voc2 não pode sair ainda0 3cabamos de chegar em ondres e ainda não estamos apresent.veis o bastante. 4oc2 precisa ir à modista, ao penteador, à chapelaria e... Pamela 5eville deu de ombros, ansiando poder bloquear a voz ma%ante da mãe. 'avia pensado que conseguiria se livrar dela descendo a escadaria e escapulindo pela porta da frente da $asa 'aven, a resid2ncia da fam!lia em ondres, mas sua mãe, lad( 'aven, estava no vest!bulo escuro e sem janelas, supervisionando enquanto a bagagem e ba6s eram carregados pelos criados até o interior da casa, e dando#lhes ordens em seu tom mais autorit.rio. 7 Dei8e a garota em paz, (dia. 5inguém a ver. se ela sair com uma criada para uma simples caminhada. 3 avó, como de costume, foi em seu socorro, enquanto tornava a sair para o vest!bulo, vinda de seu pequeno quarto no andar térreo. /ra raro uma avó dar tanto apoio a uma neta, mas a mãe e a avó de Pamela viviam discordando sobre tudo. Pamela lan%ou à nobre senhora, que apoiava sua figura ainda ereta numa bengala, um sorriso de gratidão, e a mulher piscou# lhe um olho. 7 ,e ela sair parecendo um espantalho, arruinar. nossas chances como uma fam!lia digna de ser levada a sério0 / tal coment.rio, obviamente, foi de 9achel, a elegante, perfeita e venenosa irmã mais velha dela. Pamela, ainda parada ao pé da escadaria estreita, olhou para ela com ar aborrecido. 9achel costumara ser af.vel quando tinham sido pequenas, mas agora, aos vinte e tr2s anos de idade, tornara#se a mais letal das criaturas, uma obstinada ca%adora de maridos. 3quela era a temporada dela, convencera#se, e, desde que a decisão de irem a ondres fora tomada, comentara e8austivamente sobre a vital import:ncia de fazerem cada momento valer se pretendiam fisgar maridos apropriados. 3s duas temporadas anteriores de 9achel tinham sido abreviadas por mortes na fam!lia, mas, durante aquela, triunfaria0 5ão que Pamela se importasse com nada daquilo. /stava ali apenas porque a avó prometera ensin.#la a atrair a aten%ão do amigo de longa data da fam!lia, sir $olin 4arens. ,e ao menos $olin não fosse apai8onado por 9achel. ,e ao menos... mas era por aquela razão que Pamela estava ali. 3 avó estava convencida de que as aten%&es dele podiam ser desviadas de 9achel para uma jovem mais merecedora, no caso, Pamela0 9esignando#se a ficar em casa, ela se encaminhou até a futura cunhada, srta. ;ane Dresden, que suspirava acima de seus ba6s e valises, bagagem que lhe fora enviada antecipadamente da casa da mãe dela, em +ath, para aguardar sua chegada ali com a fam!lia do noivo.
Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 2

7 Precisa de alguma ajuda, ;ane< 7 /st. tudo bem, Pamm( 7 respondeu a jovem mulher de maneira afetuosa. 7 =sto é tudo familiar demais para mim. 7 /la suspirou e entregou a peli%a de viagem a uma criada que aguardava e, depois, retirou as luvas. 7 >erei de verificar toda essa bagagem cedo ou tarde, creio eu. *inha mãe não tem espa%o para tudo isso em sua casa, agora que tornou a se casar. 3penas não pensei que ela enviaria tudo de uma só vez. ? tom dela era de tristeza, e Pamela sabia daquilo porque a mãe de ;ane, recentemente casada com um homem que a jovem desprezava, dei8ara claro que não esperava contato algum com a 6nica filha por um bom tempo e não pretendia honrar a cerim@nia de casamento dela com sua presen%a. /stavam cortadas as rela%&es entre ambas, agora que a filha arranjara um futuro marido adequado. /, enquanto Pamela pensava naquele futuro marido, seu irmão mais velho, o visconde lorde 'aven, entrou na casa depois de ter dado ordens ao cocheiro e ao cavalari%o. /le esfregou as mãos, seu tom deliberadamente jovial" 7 =sto não ser. maravilhoso, ;ane< 7 3diantando#se até a noiva, tocou#lhe o quei8o por um momento com ternura. 7 4oc2 e eu poderemos ver a cidade à vontade, enquanto as garotas estiverem na ca%a a maridos. Pamela alternou um olhar inquieto entre os dois, notando a postura tensa de ;ane, embora estivesse se empenhando ao m.8imo para parecer animada. 3quilo não fora idéia de ;ane. /la e Aerr(, como Aeraint 5eville, o visconde de 'aven, era chamado por aqueles que o amavam, deveriam estar usando aquele tempo para, além de se prepararem para o casamento, constru!rem o chalé de ambos em Bor)shire... era a promessa de casamento e o presente que ele daria à futura esposa. *as aquela viagem a ondres, logo após o noivado dos dois, fora idéia de lad( 'aven. /la pressionara o filho, apontando#lhe a maneira lament.vel como estava negligenciando o futuro das irmãs. 3gora que ele tinha uma noiva adequada, como podia ignorar o bem#estar e a felicidade futura de suas queridas irmãs< / o 6nico lugar para damas da estirpe delas encontrarem casamento era em ondres. Durante a temporada. 3 qual acabara de come%ar. Dei8aria aquilo por conta da consci2ncia dele como o chefe da fam!lia e guardião das irmãs. /ra especialista em despertar culpa, um talento que se igualava à sua habilidade de for%ar as pessoas a fazerem o que ela queria, se a culpa não desse resultado. *as com o filho, o uso da culpa era tão eficaz que raramente precisava recorrer a t.ticas ofensivas. /le fora até ;ane e contara#lhe sobre a proposta de sua mãe. /les teriam de ficar em ondres apenas o tempo que fosse necess.rio para verem 9achel bem encaminhada, prometera. / seria uma oportunidade para ;ane
Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 3

/mbora todos na casa conhecessem a opinião de .ane era for%ada naquele momento. observando a mãe reduzindo uma criada às l.vel. ad( 'aven e a idosa matriarca da fam!lia. ela sussurrou" 7 5ós enfrentaremos isto bem e ainda nos divertiremos. o tempo tornou#se ensolarado e de temperatura agrad.rvores. De frio e chuvoso como abril podia ser às vezes. 9achel choramingou e .vel falta de habilidade em qualquer dan%a e suas ultrajantes travessuras. a maioria contratada a dist:ncia por carta e alguns precariamente treinados. aquela era a segunda de Pamela. enquanto olhava pela janela de seu pequeno quarto no in!cio de uma manhã. alegou lad( 'aven.. pensou Pamela. tenras folhas verdes brotando nas . sem muita idéia do que cada um deveria estar fazendo. andavam de l. a elite e a atmosfera artificial da sociedade em geral. 3 pobre garota preferiria estar em qualquer outro lugar e8ceto ali. Dando# lhe o bra%o. tulipas e narcisos desabrochando em meio ao verde das folhagens para saudar o sol da manhã. com poucas janelas.grimas. não tente me animar. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson . o penteador. .veis de provas para a modista e submetendo# se aos cuidados de mounsieur 'arold.ane sobre ondres. passagens apertadas e chaminés estreitas que dei8avam as lareiras com fuma%a e8cessiva. mas que preferia ser chamada por seu primeiro nome. voc2 ver. /. passara de esperan%oso a péssimo depois de uma semana de horas intermin.comprar roupas e demais itens para o casamento de ambos. não eram para uma jovem em sua primeira temporada.pido abra%o e murmurou em resposta" 7 4oc2 gosta tão pouco disto quanto eu e. especialmente com os vestidos que vovó Arace e8igia que fossem encomendados para PamelaC não adequados para uma jovem em sua primeira temporada. Eoi apenas uma semana depois da chegada deles. ?s criados. .ane deu#lhe um r. 5ão foi preciso ser lembrar que o debute dela no ano anterior fora desastroso. discutiram acaloradamenteC Aerr( tentou manter a paz. mas o tempo melhorou consideravelmente. com sua inclina%ão para buscar a companhia daqueles com quem nem sequer deveria ter falado. de fato. ela concordara. a pior das quais a de ter vestido cal%as compridas e escapulido para assistir a uma luta de bo8e. ?s meses seguintes pareceriam uma eternidade. *as o humor de Pamela. irmãzinha.ua mãe nunca estava contente.ane e Pamela apenas resignaram#se a enfrentar tudo. Dma eternidade. na verdade. Arace. 3 casa propriamente dita era sombria e 6mida. sua conden. Pamela podia ver que a alegria de . ? pequeno jardim na pra%a em frente à $asa 'aven brilhava com o orvalho. portanto. também intitulada lad( 'aven. para c. uma vez que.

8imo para agir como uma dama. com costureiras tagarelas. /mpenhava#se ao m. de qualquer modo. 3li estava a sua sanidade. 3travessando depressa o quarto. que havia sido uma elegante beldade de ondres em sua juventude. . ?lhou. *as. então. fora uma apresenta%ão atr. 3 aten%ão de sua mãe estivera toda concentrada na bela 9achel e em sua chance de encontrar um e8celente partido.e sua tia 4iolet não tivesse morrido e8atamente naquela ocasião. rodeadas por pilhas de tecidos delicados.. desceu a escadaria escura. eliminar a pressa de seu passo e o riso de sua voz. ela prestara mais aten%ão às severas instru%&es da mestra de dan%a e até tivera aulas particulares de etiqueta com vovó Arace. /. desde então. sentindo#se como se fosse e8plodir se passasse mais um dia inteiro no confinamento da casa. o charme Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson ! . na verdade. Pamela teria ca!do em desgra%a. soube que teria de fazer algo por si mesma. depois. desde filhos mais novos entediados e bar&es enfadonhos a viscondes f6teis e marqueses afetados. Pamela tivera que se arranjar com o conhecimento sobre etiqueta que pudera. /ntão. acabaria não conseguindo se conter e dizendo algo chocante.. Deveria estar um pouco mais amadurecida agora e estava realmente disposta a tentar melhorar seu comportamento. >odos na casa dormiam após mais um evento social ma%ante na noite anterior. para o fundo do ba6 e suspirou.e não fizesse alguma coisa para e8travasar toda aquela sua energia.. 'aviam chegado um tanto atrasados para a temporada em ondres.s da outra. ou fazendo algo ultrajante em p6blico. um baile com poucos convidados presentes e sem a menor vivacidade.. e havia ficado claro que seu treinamento no ano anterior dei8ara muito a desejar. por que não se sentia nem um pouco diferente< $olin nunca a notaria havendo 9achel por perto. no final de mar%o do ano anterior. 3 mãe ficaria furiosa se algo assim acontecesse. indo à noite a algum baile ou sarau enfadonho com nobres pomposos e desinteressantes. enquanto erguia o fundo falso cuja e8ist2ncia apenas ela conhecia. tentando se colocar em igualdade com todas as outras mães casamenteiras. algo para aquietar os desenfreados impulsos que se tornavam mais dif!ceis de ignorar. e. muitos anos antes. Dez minutos depois. e aquilo dei8ava lad( 'aven aflita. para evitar linguagem imprópria. atirando todo o conte6do na cama. dei8ando a fam!lia de luto e fazendo#a partir de ondres. Pamela odiara cada momento daquilo. pois não lhe fora algo importante. *as tinha apenas dezoito anos na época e nada a havia preparado para ondres e a concorrida temporada. daquele modo. que quisera. para ser recatada. ou. e. do que tudo aquilo sequer importava< 5aquele desanimador estado de esp!rito. contente. uma união que se fizesse notar à nata da sociedade.. Pamela arrancou tudo de seu ba6. portanto.

/ncaminhou#se. ao par que. a aparente ingenuidade das jovens. onde entrou rapidamente quando a montaria ansiosa viu o amplo espa%o verde adiante. sentou#se no 6ltimo degrau e cal%ou as botas de montaria e. >alvez. /ra.calculado dos cavalheiros. 3o pé da escada. . 3ssim. pudesse suportar o restante do dia. enquanto cuidassem de afazeres. a $asa 'aven. desceu alguns degraus e saiu por uma porta de servi%o que a irmã provavelmente nem sequer sabia que e8istia na resid2ncia deles em ondres. com seu corpo esbelto em roupas masculinas e os cabelos metidos no chapéu. daquele modo. estava à sua espera. /la escaparia. então.ua coragem e confian%a aumentaram. agora. tão premeditado.vel mar de tédio que sua vida se tornara. as botas na mão. . mas passou rapidamente pelo portão e correu na dire%ão do est.e pudesse fazer aquilo algumas Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 6 . . ao menos por uma hora.rvore que come%ava a florescer timidamente em meio ao ar impuro de ondres. não tendo nada e8ceto um antigo paletó curto do irmão para usar por cima de seu traje impróprio. sua frivolidade. vencida quando ela adquiriu seu ar mais altivo e o informou de que ele ficaria em apuros se não obedecesse à irmã favorita do visconde. como era apropriado a uma dama. $om certeza. mas era melhor do que nada. /ra tudo tão artificial. o sol não o alcan%ando àquela hora da manhã. 5ão era tão bom quanto estar em Bor)shire.rio de movimento. 5em sequer pensaria em fazer aquilo no hor. /la inclinou#se acima de >assie e sussurrou" 7 /. então. iremos a pleno galope0 Eoi uma meia hora espl2ndida. ainda enquanto notava o orvalho brilhando numa pequena . seguiu pelo longo corredor até os fundos da casa. seus galanteios vazios. Dsando a sela de um cavalari%o. desceu silenciosamente a escada. minha querida. sem d6vida. e ela saltava por sobre arbustos e corria por eleva%&es verde#jantes. uma vez que aquela que teria permissão de usar em ondres só servia para montar de lado. um velho chapéu sobre os cabelos rebeldes. 3 paisagem passava veloz. /stremeceu.abia como a reputa%ão da fam!lia teria ficado arruinada se a filha da casa tivesse sido vista naqueles trajes. livre finalmente. porém. usando as cal%as compridas que nem sequer a criada pessoal que ela e 9achel dividiam sabia que levara para ondres no ba6. o intoler.bulo nos fundos da propriedade. muito cedo. 3pós alguma resist2ncia do cavalari%o. ela seria tomada por um dos cavalari%os. *as Pamela sentiu seu :nimo se renovar. Pamela se viu livre. 5o parque. ela subiu na égua e seguiu a trote até a rua $urzon. sua égua castanha. sabendo que >assie. 3quela fora a 6nica coisa de que não abrira mãoC teria sua própria montaria em ondres. provavelmente haveria apenas cavalari%os e8ercitando as montarias de seus senhores e outros lacaios de passagem por l. ? jardim murado estava 6mido e escuro.

7 +elinda. 3mbos. ferida. novas l.lida e tr2mula come%ou a solu%ar alto. voc2 a repreende como se ela fosse um soldado de infantaria.grimas rolando por seu rosto. 3bsorta em seus devaneios.egurou a garota solu%ante pelos ombros e fitou#a nos olhos. que ainda escoiceava e revirava os olhos. que diabo pensa que est. na verdade. 7 Percebendo que o cavaleiro escorregava por um dos lados da montaria. que estava evidentemente em grande perigo. Pamela fez >assie se apro8imar mais e agarrou as rédeas soltas da outra égua. um pouco antes do homem parar e come%ar a esbravejar num tom severo" 7 +elinda 3mie de aunce(. poderiam se casar e ela se mudaria para $or#leigh. /la o observou com genu!no interesse. estava prestes a falar com a garota quando um cavaleiro surgiu acima da colina logo além de ambas. 7 /le soltou#a e virou#se para Pamela. para lhe mostrar como estava mudada e madura. e acalmando o grande animal resfolegante. 7 /i0 7 gritou. o que a fez perceber que o cavaleiro. 7 Pamela saltou de sua montaria e deu a volta para ajudar a garota a descer de sua égua resfolegante e assustada. 4oc2 obviamente não est. dando#se conta. a propriedade dele perto de 'aven $ourt. onde viveriam felizes para sempre. *as ele obviamente não estava sem controle. fechou a boca e galopou atr. com cabelos escuros e olhos castanho# Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson " . saindo em disparada desse jeito0 =sso deveria ser uma aula de equita%ão. $om alguma sorte. admirando#lhe a postura sobre o animal. . era uma garota amedrontada. >inha os olhos bem fechados.vezes por semana. 7 5ão grite com ela desse jeito0 3 menina acaba de ter uma e8peri2ncia terr!vel e.. aborrecida. +onito e distinto. talvez conseguisse enfrentar a horr!vel temporada e voltar para casa para rever $olin. e l. foi apanhada completamente de surpresa por alguém que passou quase raspando por ela a todo galope. não uma corrida de cavalos0 3 garota p. vira. 7 5inguém nunca lhe ensinou a não cavalgar tão perto de.. e Pamela. 5a verdade. fazendo. a boca aberta. era provavelmente um dos cavaleiros mais habilidosos que j. ? homem também desmontou e apro8imou#se com largas passadas. era um cavalheiro de complei%ão forte. 5ão demorou para que os animais ficassem emparelhados. alto. de que sua melhor chance de felicidade seria ao lado de sua velha amiga. que se grudava à crina da montaria desgovernada.s do homem. pensou Pamela.lido. enfim.grimas escorriam por seu rosto p. 3 postura completamente pl. ofegante. então.cida de sua própria égua finalmente acalmou o outro animal. então. pare de chorar. Pamela. 9achel estaria casada e ele aprenderia a esquec2#la. fazendo#a parar lentamente.

a mão estendida..ou . 7 Pamela 5eville 7 disse ela.. e ela o achou bastante atraente quando não estava gritando. 7 /u tomei voc2 por um garoto de est.im. 7Dma dama7corrigiu#o Pamela. Eazendo uma pausa. 3lém de minha irmã. 7 . o quei8o erguido. Parecia um cavalheiro das regi&es campestres. uma dama 7 disse ele com um ligeiro riso. 7 . 7 5ão0 Fuero dizer. pensou em como poderia formular a parte seguinte.. 7 . 7 +elinda. 7 Dm pouquinho de gratidão não lhe far. um tom frio em sua voz. 7 Devo lhe agradecer por sua coragem ao ajudar minha imprudente sobrinha. 7 ? homem passou o bra%o em torno dos ombros da garota.. /u poderia lhes fazer uma visita para agradecer a voc2 apropriadamente.. precisa 7 declarou o homem. choque em sua voz.im. lorde 'aven.ou +elinda de aunce(. apresente#se adequadamente e agrade%a a sua salvadora. e eu lhe agrade%o. Deu um passo atr. senhorita. 7 /stou em ondres para a temporada com meu irmão. 7 *as é uma garota. e ela alternou um olhar entre os dois adultos. 7 . embora soubesse que não havia nada de imponente em sua figura no momento. endireitando os ombros. /stamos todos juntos. 7 . mas parece combinar com o local onde estamos.trong-(c)e 7 disse. ela não precisa me agradecer. Dsava um traje de montaria despojado e segurava um chicotinho que batia de encontro a uma das botas de couro. mãe e avó. ? homem revirou os olhos. 7 Perdoe#me.rta.. dando um passo à frente.< 7 /le se interrompeu e ar#queou as sobrancelhas espessas. em ondres. $om s6bito constrangimento. e sua noiva.s na dire%ão de >assie e enrolou mais as rédeas em sua mão. ?s solu%os da garota haviam cessado. 7 Desculpe#me por uma apresenta%ão tão informal. entendo. /les estão aqui para se prepararem para seu casamento dentro de alguns meses.claros. Pamela interveio" 7 ?h. 7 3 garota curvou#se rapidamente num impaciente arremedo do que deveria ter sido uma graciosa mesura. mal. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 8 . Pamela 5eville< /la meneou a cabe%a. apertando#lhe a mão en#luvada. Pamela sacudiu a cabe%a.bulo 7 declarou ele. não um janota de ondres. mas ela manteve#se tensa e separada do tio. 7 / voc2 est. 5eville< 3preensiva. srta.

Pamela viu a m. desde as botas e as cal%as até o chapéu um tanto encardido sobre os cabelos. 7 /u não teria perdido o controle se a est6pida égua não tivesse se assustado com uma marmota. ora. saber. 5otou que ela ainda tinha os olhos marejados e. 5otou a e8pressão no rosto das duas. eu as acompanharei. Pela primeira vez. mas +elinda é minha responsabilidade e.rio combinado. 3 familiariza%ão é tudo.. senhor. Posso encontr.e voc2 tiver a chance de observar o parque serenamente. tem mais habilidade do que minha sobrinha criadora de problemas. parece que voc2 e +elinda t2m algo em comum. . poderia aguardar uma tarde sem temor algum. 7 ?lhou ao redor de modo e8agerado e bai8ou a voz.grimas de +elinda desvaneceram#se. 7 *ais tarde. ao menos da primeira vez.. /la sentiu empatia pela garota. 3o que parecia. .e não se importa. 7 . condoendo#se. 7 amento que minha presen%a represente tamanho transtorno. sem d6vida. ?bservou#a. mas. . importava#se com a opinião dele e.goa nos olhos de +elinda diante da descri%ão do tio.#los na entrada da rua $urzon às tr2s desta tarde< ? hor. então. 7 uc(. Aostem ou não. 7 3 garota chutou uma pedra. 7 +asta. decidir onde galopar e onde não galopar da pró8ima vez. talvez um gosto por galopes matinais< *as voc2.vel. estive aqui esta primavera e passeei bastante ao redor. +elinda< Dm daqueles calmos e ma%antes. era doloroso ser descrita como alguém que criava problemas. sabe< 3s l. eu preferiria que o encontro desta manhã permanecesse apenas entre nós. /le abriu um sorriso que foi se alargando lentamente. pensou Pamela. jamais teria sido tão tola.acudindo a cabe%a. percebendo#lhe a infle8ibilidade do tom e admitindo a si mesma que o pedido era razo. lan%ou um olhar à sobrinha e disse" 7 ?ra. disse" 74oc2 gostaria de um passeio a cavalo mais tarde. olhando para o tio.. +elinda0 ? homem podia ser bastante intimidante.7 . Pamela afastou#se. evidentemente. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson # .trong-(c)e hesitou por um momento. 7 Poder!amos fazer isso< 7 perguntou. concordou pelas duas. Pamela. senhor. com pessoas que ela própria conhecera. enfim. enquanto o cavalheiro e a sobrinha seguiam na dire%ão oposta. minha própria égua. lan%ando um olhar de simpatia à garota. 7 3penas se eu puder acompanhar voc2s 7 disse.

4oc2 gostaria de v2#las sozinhas e infelizes depois que eu me for< 5o que est.. portanto. 7 / todos iremos à casa de lad( *arro-b(. descansando numa cadeira perto da janela.trong-(c)e sem revelar seu secreto galope matinal< / sem e8plicar sobre ele. mas tinha uma postura ereta. 3ndr@meda 4arens. era uma solteirona do que se mencionava educadamente como uma Gcerta Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $% . /st.vel sala de estar. mãe. não de um mero capricho de sua parte< 7 ..Capítulo II 11 $omo assim. est. *as o tempo est. piscou#lhe um olho. irmã mais velha de $olin.. endireitando#se na poltrona.. parando de repente enquanto reposicionava um vaso sobre uma mesa na apertada e desagrad. 7 *as ela não pode ir passear sozinha 7 apontou a mãe. /le era tão intimidado e controlado pela mãe quanto Pamela e. seu ar intimidante. que se tratava de um compromisso. como poderia dizer quanto o passeio daquela tarde era importante. 7 4oc2 quer realmente que suas irmãs envelhe%am e tornem#se solteironas rid!culas como 3ndr@meda 4arens< Eoi o golpe final e Pamela p@de ver.. 5ão h. $omo poderia e8plicar sobre . /ra dif!cil prever como ele agiria. eu lhe asseguro. /stava sempre perfeitamente vestida e penteada e não esperava menos de seus filhos.vel. 5ão era uma mulher alta. ? irmão ficaria do seu lado.empre terão a mim 7 retrucou ele. tudo muito bem para voc2. às vezes.#lo. enquanto ela não tiver nenhum conhecido em ondres para encontrar l. . 7 5ão0 7 3 dama ergueu a mão. endireitando as costas e lan%ando um olhar contrariado à pose displicente do filho. Pamela sustentou o olhar da mãe com !ntimo desalento. mãe 7 come%ou 'aven. a voz dura. pois geralmente dei8ava a mãe tomar as decis&es em assuntos relativos ao que chamava da Gagenda socialG das irmãs. 'aven. que fora certeiro. sentido em se passear no parque. voc2 vai sair para um passeio no parque< Prometemos comparecer à tarde de leitura de poesia na casa de lad( *arro-b(0 7 ad( 'aven. pela e8pressão nos olhos do irmão. noivo e com a jovem que eu escolhi. se me permite lembr. Pamela soltou um suspiro de al!vio. de qualquer modo. encarou a filha mais nova.. 7 Pamela tem de conhecer poss!veis pretendentes se deseja fazer um casamento ao menos aceit.e ela quer passear no parque é o que deve fazer. pensando< 7 9achel e Pamela jamais ficarão sozinhas. passando para suas irmãs. algum conhecido que seja um bom partido0 7 *as. 7 'aven. sua palavra definitiva. tentava evitar conflito sempre que poss!vel. .

. os demais apenas a encaravam como uma solteirona que ia envelhecendo. talvez seja melhor se voc2 for à casa de lad( *arlb(. enfrentado a tarde muito melhor se não ficasse olhando para o relógio acima da lareira. 4irou#se de volta para seu vaso. a dama tinha e8celente gosto para convidados. em seu elemento. 4oc2 poder. 7 'aven ajeitou seu jornal. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $$ . se vestir para nosso passeio desta tarde. 3 luz filtrava#se pelos janel&es do chão ao teto. 7 5ada de GmasG.. 3chei que o cor#de#rosa era muito mais bonito e no modelo que eu gostei. 7 *arro-b( 7 corrigiu#o a mãe. alegre e de bela mob!lia... então. passou o bra%o em torno dela. recuando para observar o efeito da mudan%a. 'aven sentira#se cada vez mais desconfort.ane reviu alguns não tão antigos de suas temporadas anteriores. 7 . 3lém daquilo. e os revestimentos em branco faziam com que o sol se e8pandisse pela sala.à casa de lad( *arro-b( esta tarde. tornou a recostar#se na poltrona e ficou logo absorto pelas not!cias de agricultura.. enquanto . pu8ando#o um pouquinho mais para a direita na mesa e. e ela detestava poesia.trong-(c)e e +elinda haviam chegado ao '(de Par). passeado a cavalo sem ela e que. Aostaria que sua avó não tivesse interferido. 9achel. bem. decididamente encalhada e digna de pena.ane. a maioria entreolhando#se com afabilidade e contentamento. 3 idosa vi6va 'aven reviu conhecidos bastante antigos. pessoas bem vestidas e abastadas. contando as horas e sabendo que .vel na presen%a de 3ndr@meda antes de seu recente noivado.idadeG. estavam provavelmente a caminho de casa. 7 Pamela 7 declarou o irmão com um profundo suspiro 7. >eria. Pamela 7 declarou lad( 'aven. Pamm(< 7 . o que significava que passara dos trinta.rios de censura sobre a irrespons. elegante num vestido de seda azul#claro. creio eu. alguma coisa errada. 3 leitura era de poesia. 3 nata da sociedade estava ali. /nquanto Pamela via as e8centricidades de 3ndr@meda como algo interessante e divertido.#lo a fazer um pedido de casamento. mas ela teve de fazer valer a sua opinião. Pamela 5eville. 7 4. 7 *as.. fez conquistas. 3 resid2ncia de lad( *arro-b( em ondres era tudo o que a $asa 'aven não era" elegante e arejada. àquela altura. aguar#dado#a. trocando coment. 7 '. uma vez que a mulher o vira como seu 6nico poss!vel pretendente e fizera algumas tentativas desajeitadas de lev. atravessando a sala e olhando a filha de alto a bai8o. Pamela fez apenas caretas. 3quele vestido novo verde#claro estar. e a mãe fez contatos. ir passear no parque amanhã.vel srta. porém. 7 Pamela alternou um olhar entre o irmão e a mãe. contudo não haveria ajuda de lado algum. desistido de esperar.

ad( *arro-b(. 7 /u amo vovó Arace. Eora uma das raras ocasi&es em que a vontade de lad( 'aven não prevalecera. 7 . 5ão pode ter sido algo f. e Pamela sentia#se grata à avó por seu e8celente gosto.trong-(c)e. qualquer que ele seja. não é mesmo< 'esitante.vel que ela sempre tenha se sentido como a segunda melhor em compara%ão a Arace 7 comentou . 7 >em razão. Pamela mordeu o l. uma mulher af. . avaliando#a por aquela nova perspectiva. 7 /u nunca havia pensado nisso dessa maneira.vel para as próprias roupas. bai8ando o olhar para seu colo. por alguma razão. 3o menos. disse" 7 Por que minha mãe tem de controlar tudo< . Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $2 . vestindo cal%as.ua mãe.bio inferior.vel encontro com o cavalheiro.ane passou o bra%o pelo dela. $omo descobriu isso< 7 5ão descobriC estou apenas presumindo.#la. embora tivesse gosto impec. 5inguém se op&e a vovó Arace e8ceto minha mãe. 5um tom desolado. 7 4oc2 acha< 7 =sso me ocorreu. e sua sobrinha. algumas semanas. de ar maternal.ane sorriu e apertou#lhe o bra%o num gesto carinhoso antes de solt. usava um vestido bonito. Pamela encontrou#lhe o olhar com ar surpreso.ua avó é uma for%a formid. enquanto um rapaz sacudia uma longa folha de papel. Pamela pensou a respeito por um momento. $onfessou#lhe sobre a cavalgada matinal. admiro sua mãe por sempre estar disposta a confront. 7 *as isso não resolve seu problema. tendo sido poupada do horr!vel vestido rosa de babados que a mãe quisera encomendar à modista para ela.vel da natureza. De certo modo.vel. limpando a garganta em prepara%ão para a leitura de sua poesia. 7 / os dois j. . 7 ?bservou a mãe por um momento. *as não tenho passado anos acostumada às discuss&es delas para que a conviv2ncia me cegasse. não fazia idéia de como escapar das garras da mulher mais velha.cil.vel. /u ficaria apavorada. 7 Pamela soltou um suspiro.#la. que estava monopolizando a anfitriã. achando que sou uma completa irrespons. e seu memor.ane. 3chavam#se ao final de algumas fileiras de cadeiras de frente para a lareira. 7 . Posso apenas imaginar como deve ter sido quando sua mãe se casou com seu pai e foi morar em 'aven $ourt. não fazia idéia de como vestir a filha ca%ula. 7 . devem ter voltado para casa a esta altura.ane acompanhou#lhe o olhar até lad( 'aven. mas ela seria alguém dif!cil de se conviver como sogra. 4oc2 só as conhece h.7 5ada em que alguém possa me ajudar. 7 3cho que é prov. Pamela confiou#lhe seu dilema.

um lorde .trong-(c)e. 7 .ane olhou ao longo da sala até PamelaC a jovem parecia tão sozinha e triste. . /m seguida. /la rejuvenescera com a revigorante atmosfera de ondres de visitas vespertinas.ane pediu#lhe uma descri%ão do cavalheiro e. então.trong-(c)e.ane mal se ouvia em meio à declama%ão emocionada do rapaz diante da pequena platéia. bailes e acentuado conv!vio social. e como o tio havia gritado com ela. um.trong-(c)e< 7 murmurou.ane se preocupava com a possibilidade de o amor de Pamela por sir $olin 4arens a cegar para qualquer outro homem que pudesse demonstrar interesse por ela.. mais algum nome. *as parecia haver um homem em que a jovem. /le é o se8to conde de . enquanto pensava em +elinda e seu tio e no que deviam estar pensando a seu respeito.er. h. . 7 '. *alcolm +ercombe. tão parecidos com os do neto. afastou#se da jovem futura cunhada.. brilharam com interesse.7 / isso importa a voc2< 7 3 voz suave de . 7 . que esse é o mesmo< 5ão deve haver mais do que um . . . 3 idosa viscondessa de 'aven franziu o cenho e pensou por um momento. Poderia indagar a respeito em seu c!rculo de amizades e descobrir< 7 . seus olhos azuis. 3 vi6va 'aven meneou a cabe%a.e voc2 tivesse visto o rosto daquela pobre garota. 7 +ateu com um dedo ossudo no bra%o da cadeira.. divertidos.ane ajoelhou#se ao lado dela e sussurrou algo. como se iluminou diante da idéia de um passeio a cavalo à tarde. 7 +om trabalho. Pamela era sua favorita e era a de 'aven também. perguntou" 7 / qual era mesmo o nome do cavalheiro< 7 /le se apresentou apenas como . 7 ?s olhos azuis da velha senhora brilharam. 5ão sei dizer e8atamente e tenho certeza de que ela própria ainda não percebeu.. acho que devo ir em frente e sociabilizar.im. fazendo#lhe. dei8e#me pensar. 3travessando a ampla sala até onde a elegante Arace ocupava a cadeira mais confort. /. estava interessada. não é< 7 =magino que não. menina.e ele for da idade certa e estiver dispon!vel. 7 5ão fa%a isso soar como um sacrif!cio. a e8emplo de Arace. todo seu pesar por ter#se visto obrigada a abandonar os novos amigos sufocando#a novamente.im. 7 'avia algo no tom de voz dela que achei revelador.. 7 / eu prometi0 5unca quebro minha palavra. 7 Pamela sacudiu a cabe%a.trong-(c)e 7 disse Pamela. . então. 7 . mas acho que se sentiu atra!da por lorde . 3gora. . Dei8e#me especular a respeito e descobrirei mais. 7 5ão sei se h. 3 cidade mudara no decorrer dos muitos anos desde que Arace Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $3 .. uma pergunta. mesmo sem se dar conta.trong-(c)e. 7 Htimo. 7 5ão precisou concluir a frase. então.vel dispon!vel.trong-(c)e.ane estudou#a por um momento e. .

7 5ão partilhava do humor da vi6va diante das intrigas e fragilidades humanas. porém. apesar das diferen%as no estilo das roupas do momento. ouvindo me8ericos.e ao menos conseguisse reunir um m!nimo de entusiasmo para a temporada. se pudesse agir Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $ . antes de ter tido tempo para se acostumar com sua nova posi%ão como futura esposa. um homem que descobrira que seria o marido perfeito. a +righton e a +ath. ao menos. Aerr( vivia ocupado demais. /ra uma mulher de sorte e. compras e uma por%ão de outros assuntos de negócios. 7 I um sacrif!cio.ane supunha que aquele fosse o problema. >oda a sua alegria e e8pectativa estavam se desvanecendo. como também se adequava melhor ao seu temperamento. de algum modo. da maneira como tão fervorosamente desejava. mas as pessoas. quando ela e 'aven tinham ficado noivos. /ncontraria um meio de convencer o noivo a retornaram a Bor)shire em tempo para o casamento e voltariam a ser felizes novamente.empre sonhara em levar uma vida mais simples num chalé no campo. ?u. . intrigas e me8ericos. >alvez fosse apenas por ter passado tempo demais de sua vida em sal&es elegantes. um casamento na capela de esle(dale e uma quinzena no chalé particular de ambos.ane suspirou enquanto se levantava e alisava os vincos da saia.ria.estivera em seus sal&es e eventos pela 6ltima vez. De ondres.vel atmosfera londrina. 3quela seria uma pequena mostra da vida de ambos juntos< /la sempre ficaria em segundo plano< Eoi tomada naquele instante por s6bita determina%ão. mas perguntava#se se algum dia Aerr( desafiaria a mãe e colocaria a futura esposa em primeiro lugar. com o qual tinha muitas coisas em comum. via#se de volta ao meio de tudo que desprezava. dando lugar à d6vida de que aquilo realmente chegasse a acontecer. de repente. . tudo acabaria ficando bem. . o mundo artificial da GsociedadeG com tudo que aquilo implicava. incluindo a predile%ão pela vida no campo.8imo de proveito daquela viagem à cidade com reuni&es. 5aquele meio tempo.. 3gora que estavam em ondres. 3 vida em Bor)shire continha todo o encanto da novidade. 'ouve uma breve e eufórica felicidade. conhecia aquela vida bem demais e a desprezava. $onversas fr!volas. longe da interfer2ncia da fam!lia dele. /la se divertia infinitamente com suas vaidades e esc:ndalos. tendo decidido tirar o m. fraudes. e. na pouco saud. /la ainda o amava profundamente. ainda eram pessoas. fora atirada de volta em um mundo f6til que conhecia bem demais e detestava. arro# g:ncia e preconceito.. >udo acontecera tão depressa e . / sentia#se tão solit. e 'aven prometera dar#lhe um chalé como presente de casamento. então. *as tudo o que sabia era que apenas tr2s semanas depois de ter chegado a um entendimento com seu noivo.

cartola e bengala. por que ele concordara com o convite da srta. naquele horr!vel acidente de carruagem< ?u fora influenciado também por algo espont:neo e ador. esperando que +elinda não ficasse tendo idéias quanto a cavalgar de cal%as compridas. 3 posi%ão de uma pessoa na sociedade dependia muito de apresentar ao mundo uma fachada correta.trong-(c)e endireitou o la%o bufante da gravata e observou seu refle8o no espelho. 5eville não se lembraria do passeio que haviam combinado. ainda enquanto pedia ao valete para pegar seu sobretudo.vel. 3 garota era evidentemente inconseqJente. enquanto conversara com a jovem. mas o cavalheiro que lhe dera o convite era um valioso aliado do governo e. estava sentada com +elinda perto da Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $! . uma noite no teatro. porém. 5ão conseguia esquecer o desapontamento no rosto de +elinda quando percebera que a nova amiga não apareceria como prometido. 3ssim sendo.veis dias de ondres. af. a preceptora que ele contratara. porém. .trong-(c)e sabia que deveria apresentar o melhor de si. na piorC inadequada para qualquer tipo de amizade.rdua e severa. / aqueles trajes0 /le estremeceu. $onhecia bem as regras. a primeira vez em que ele vira seus olhos brilhando desde que os pais haviam morrido quase um ano antes. Eora jovem e despreocupado no passado. +atendo à porta da sala de estar da sobrinha. *ais um daqueles intermin. 3ntes. 3noitecia.vel quanto sua sobrinha. não parecendo nem ter dezesseis anos com seu narizinho sardento e figura delgada. mas não obsequioso. então aquelas semanas em ondres teriam alguma utilidade. Porém. Pamela. então. parecia#lhe. em especial com uma menina tão impression.vel na e8pressão da srta. 5eville< 5ão que ela lhe despertasse atra%ão alguma. . mas para certificar#se de que estava correto de todas as maneiras. /ra visivelmente jovem demais. desprovida de emo%ão e apropriada. os pensamentos insistiam em girar em torno do passeio a cavalo daquela tarde com sua sobrinha.como o cu#pido para sua futura cunhada favorita.. portanto. havia uma longa declama%ão a ser enfrentada e. inton. 3 srta. nenhuma dobra amassada. sabia que a vida era . mas não adulador. ? compromisso daquela noite no teatro não prometia ser nem um pouco prazeroso. 5eville para um passeio a cavalo< Eora apenas por causa da e8pressão no rosto de +elinda. ? 6nico prazer estava em se cumprir o dever e faz2#lo bem. aquilo fora apenas dois anos antes< 3gora. descontra!do. /le poderia ter#lhe dito que a srta. Devia ser charmoso.. não para admirar o resultado do trabalho de seu valete. mas não informal demais. na melhor das hipóteses. e uma doidivanas. nenhum fio de cabelo fora do lugar. abriu#a e entrou.

. 7 >enho de ir.e voc2 quiser. +elinda. breve.trong-(c)e saiu sem mais uma palavra. >endo apenas trinta anos. .. qualquer coisa que a fizesse feliz. Fuando fora que dei8ara para tr. tão. 7 Para a pe%a< 7 . mas ambos não estavam naqueles termos. . *as o fato era que teria de assistir a uma pe%a que j.. /le se levantou e meneou a cabe%a para a preceptora.vel não tivera a dec2ncia de aparecer no parque fora devastadora.e aquele convite não lhe tivesse sido feito como uma grande cortesia..e ele quisesse aquele futuro. mas não havia nada. . considerava#o jovemC . a dedica%ão a sua gente e a sua terra< Eora quando /uphemia e o marido haviam morrido.vel biblioteca. . tomar parte em um jantar tardio na casa de seu mentor. 5eville. 5aquela manhã ele vira um breve. orde Eingal. afagar#lhe os cabelos escuros. +elinda seguia dia após dia dividida entre aquela terr!vel apatia e uma raiva amarga. com pouca serenidade no meio. ? que me diz de irmos cavalgar outra vez. /le soltou um suspiro e ansiou por estender a mão. então. dei8ando#o como o guardião de sua teimosa sobrinha< ?u fora ainda antes Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $6 . mas ficou claro que a garota não prestava aten%ão. *as o marqu2s estava impressionado com a oratória de . encontrando os dele com uma apatia que o dei8ou com o cora%ão apertado. estou de sa!da.trong-(c)e na $:mara dos ordes e dera a entender que o futuro pertencia a homens como o jovem conde..trong-(c)e recostou#se no assento.. mais uma aula< 7 . 7 . que lhe fizera o convite. muitos dos homens mais velhos achavam que ele precisava de mais e8peri2ncia. brilho de interesse durante o encontro com a srta. vira antes e detestara e.im.. *as não importa. /stivera olhando melancolicamente para o fogo e ergueu os olhos devagar. ansiando de repente pelos vales verdejantes e as apraz!veis colinas de seu lar. 7 /la tornou a desviar o olhar para o fogo. teria preferido ficar junto à sua própria lareira em sua confort. . .trong-(c)e apro8imou#se e agachou#se junto à poltrona dela. e a decep%ão na parte da tarde quando aquela jovem irrespons.e ele pudesse encontrar algo que a dei8asse e8pectante e animada.s o amor por seu lar.lareira e lendo um livro de histórias. 4oc2 gostaria de ir ao teatro algum dia desses< 7 3cho que sim. oh. depois.hado*anor. . 5ão havia mais nada a dizer. ?s pensamentos inquietantes acompanharam#no enquanto seguiu para o teatro no interior de sua elegante carruagem.trong-(c)e sabia daquilo. 4ejo voc2 durante o desjejum amanhã de manhã.

trong-(c)e sentou#se ao lado de lorde Eingal. mas parecendo desolada. e foi desolador observ. aqui est. os demais conversando. 'avia uma dama idosa e altiva. um homem distinto que parecia origin. Daquele modo. então.trong-(c)e cumprimentou. e capacidade mental em decl!nio. ?nde tinha visto aqueles grandes olhos antes< De que cor seriam< Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $" . 3 pe%a era uma comédia e ele. /stava ladeada por uma dama alguns anos mais nova. j. 7 3h. e flertando com dois cavalheiros que haviam acabado de entrar no camarote.trong-(c)e soltou um suspiro profundo e tr2mulo.#la.daquilo. /la se assemelhava muito a Dorothea. o amor de sua vida e sua noiva. Parecia tão perdida e infeliz. 9econheceu a maioria das pessoas nos outros camarotes. >alvez fossem novos em ondres. a mão estendida. e por um cavalheiro. . / havia duas outras jovens no camarote. sua aten%ão desviou#se até os outros camarotes. abandonara#o em troca de um partido melhor< / estaria cometendo o grave erro de ficar no e8ato lugar que jamais poderia abrandar a dor de toda aquela tragédia< /le endireitou as costas quando a carruagem diminuiu a velocidade e tratou de afastar tais pensamentos. $omo de costume. $omo o disc!pulo predileto do momento.vel ao progresso e à reforma. destacando os belos tecidos dos vestidos das damas ao lado dos cavalheiros em seus elegantes trajes escuros. infelizmente. /le condoeu#se dela. adquirindo a fachada correta habitual. . 3 jovem ao lado dele era encantadora. usando um vestido ador. revendo amigos. poucos eram os que sequer fingiam assistir à pe%a. . Fuando entrou no teatro. de um jeito sereno e meigo. parecendo tão familiar. achando que. os demais cavalheiros no camarote.trong-(c)e franziu o cenho.rio do campo. um homem idoso de temperamento dif!cil. flertando ou fazendo me8ericos. cumprimentando#o com um sorriso. com uma postura tranqJila e uma e8pressão aberta. com os cabelos brancos presos no alto da cabe%a num penteado elaborado e coberta de jóias. . ? olhar dele pousou num camarote onde teve a impressão de não conhecer nenhum dos espectadores. uma e8traordinariamente bonita. que j. na certa em busca de uma apresenta%ão. quando Dorothea. o 6ltimo do nosso grupo 7 disse Eingal.vel. duvidou que uma segunda apresenta%ão pudesse entret2#lo.bios. franca. tivesse visto o rosto do homem em algum lugar antes. todos selecionados por serem considerados promissores como a onda seguinte de poder no partido pol!tico -hig. 3 outra jovem estava sentada a um canto. que parecia ter um ar insatisfeito e comprimia os l. liberais. talvez. ? partido dos -higs. iluminados individualmente com lampi&es que brilhavam com suavidade. era favor. encaminhou#se até o camarote de lorde Eingal. não a achara divertida na primeira vez.

/le pegou seus óculos de ópera e focalizou, com alguma dificuldade, o rosto da jovem dama. $abelos castanhos arrumados em cachos sedosos, figura esbelta, e, sim, olhos grandes e bonitos. ?lhos que j. vira antes... 5o parque, fitando#o com um sorriso. /ra a srta. Pamela 5eville0 /le fechou os óculos abruptamente e largou#os na cadeira vazia a seu lado. Desviou a aten%ão de volta para o palco e, durante o restante do ato, manteve#a ali.

Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson

$8

Capítulo III P.lida, mordendo o l.bio inferior com for%a, Pamela olhou ao longo do teatro para o camarote. ? camarote. ,trong-(c)e estava l., e ela o avistara no momento em que ele fechara os óculos e os largara de lado com um gesto r.pido, zangado. /le a vira< Devia t2#la visto. $om certeza, não poderia haver mais de uma pessoa no teatro com quem tivesse razão para estar tão furioso. /la ansiou por dei8ar seu camarote e correr até ele para lhe dizer que a culpa não era sua. >eria ido até o parque se tivesse havido a chance, ou, ao menos, enviado#lhe uma mensagem para e8plicar sua aus2ncia, mas... /la deu#se conta de alguém sentando#se na cadeira a seu lado. 7 Pamm(, o que houve, querida< /ra ;ane, e Pamela virou#se com ar ansioso para fit.#la. 7 /st. vendo aquele camarote... cinco camarotes adiante< 7 /rgueu o dedo para indicar o camarote em questão, mas a amiga bai8ou#lhe a mão com um tapinha. $om a lembran%a de que não era educado apontar, Pamela apertou as mãos metidas em luvas de cetim e e8plicou mais detalhadamente. 7 $inco camarotes à nossa direita, e no mesmo n!vel. /st. vendo um cavalheiro l., um cavalheiro bonito de cabelos castanhos e perfil forte< /le est. olhando para o palco intensamente< 3 disposi%ão em arco dos camarotes permitiu a ;ane contar e encontrar aquele em questão. 7 Pam 7 disse, sua voz encoberta dos demais pela alta declama%ão dos atores no palco 7, h. uns cinco ou seis cavalheiros l. e, pelo menos, dois t2m cabelos castanhos. 7 *as h. apenas um bonito. 7 5ão, ambos os homens de cabelos castanhos são bastante apresent.veis. Pam franziu o cenho e olhou na dire%ão do camarote. $omo ;ane podia pensar que o outro cavalheiro chegava aos pés de ,trong-(c)e< Erancamente, estaria cega< 7 ? que est. mais perto de nós0 7 3h0 7 ;ane sorriu. 7 3quele é um cavalheiro que voc2 acha interessante< 7 5ão0 Fuero dizer... aquele é ,trong-(c)e0 ?h, eu gostaria de poder ir lhe falar... desculpar#me por não ter comparecido ao nosso compromisso desta tarde. 7 Pamela levantou#se, ocorrendo#lhe que se apenas conseguisse chegar até l. sem que ninguém notasse... ;ane segurou#lhe o bra%o. 7 Pam, pense, minha querida. 4oc2 tem de aprender a pensar antes de agir de acordo com seus impulsos. ,abe que não pode fazer uma coisa
Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $#

dessas. Dama alguma pode simplesmente ir entrando no camarote de um cavalheiro, em especial quando nem sequer foi apresentada a ele apropriadamente. 3s pessoas confundiriam voc2 com uma... bem, não compreenderiam. $orando, Pamela entendeu a preocupa%ão da noiva do irmão. ,eu comportamento impetuoso fora o que lhe causara problemas em sua primeira temporada. Parecia que não estava completamente curada de sua irrever2ncia, então, apesar de ter achado que aprendera a se comportar reservadamente. 9espirou fundo e pousou a mão sobre o est@mago, que parecia estranhamente em nós. 7 =sso significa que não h. meio de eu me desculpar com ele. 7 5ão foi o que eu disse. 3penas sente#se e espere, querida. 7 ;ane levantou#se e foi até Arace, com quem manteve uma conversa sussurrada. Pamela viu a avó correndo o olhar ao redor até o camarote em questão e erguendo os óculos. 3s duas mulheres sussurraram entre si e, então, o próprio 'aven, formal em seu traje preto de noite, foi atra!do para a conversa. /le usou os óculos da avó, franziu o cenho com ar pensativo e, então, seu rosto iluminou#se com um largo sorriso. *eneou a cabe%a com entusiasmo e, enfim, tornou a sentar#se em seu lugar para assistir à pe%a. /, então, mais nada aconteceu. *ais de uma vez, Pamela abriu e fechou seu leque, inquieta, e bateu#o de encontro à perna. ? camarote estava cheio, os dois jovens cavalheiros que haviam chegado em busca de uma apresenta%ão a 9achel não tendo mais sa!do depois que aquilo acontecera. ?s tr2s conversavam animadamente, o riso de 9achel suave e cristalino, perfeitamente modulado, como sempre. ? segundo ato terminou e, ainda assim, nada fora dito. /stariam apenas zombando dela<, perguntou#se Pamela. 5inguém iria fazer nada< /la mal podia conter a vontade de ir até o camarote de ,trong-(c)e e lhe contar o que acontecera naquela tarde. / se encontrasse um meio de atrair# lhe a aten%ão e cham.#lo até o lado de fora do camarote< 5ão parecia m. idéia. >alvez um dos funcion.rios do teatro a ajudasse, levando#lhe uma mensagem, ou algo assim. 3quilo, por certo, seria aceit.vel. /la se levantou de mansinho e come%ou a se encaminhar até o fundo do camarote quando uma mão forte fechou#se em torno de seu pulso. 7 =rmãzinha, sente#se como uma dama e espere0 'aven usava tão raramente aquele tom que ela tornou a sentar#se de imediato em sua cadeira. 7 /u j. soube da história sobre a sua escapulida hoje de manhã, e nós resolveremos o seu problema, eu lhe prometo 7 acrescentou o irmão num tom mais gentil. 7 *as se voc2 tivesse confiado a mim o motivo de ter desejado passear a cavalo esta tarde no parque, nós poder!amos ter evitado este impasse.
Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 2%

então.8imo para parecer tranqJila. e essa não é a maneira de ondres. estivera remoendo sobre o que .rtir prestes a ser atirada aos le&es. e8plicar0 ?diava a idéia de que os dois a desprezassem por suas péssimas maneiras.grimas de mortifica%ão aflorando#lhe nos olhos. de bra%o dado com . em quem havia confiado. 7 /u me empenharei. ? que havia de errado com ela< 5ão era de seu feitio dei8ar que as palavras duras de vovó Arace a magoassem. 7 ? qu2< 7 / não diga Go queG nesse tom desagrad. 7 =sso é tudo o que eu pe%o. 3li. na verdade. estalou a l!ngua. visitar a propriedade de $orleigh e brincar com os cachorros. embora a irmã estivesse longe de ser recatada. tinha de aprender a se comportar como uma dama. 'aven. Pamela e Arace ficaram a sós.eu rosto conta mil histórias. na verdade. 9ela8e sua e8pressão. 3o menos. petulante e desmanchando#se em autocomisera%ão. como 9achel parecia.e queria atrair a aten%ão de $olin. minha crian%a. respirando fundo mais uma vez. ad( 'aven avistara algumas conhecidas e estava saindo do camarote para ir lhes falar.ane. / quanto antes come%asse a praticar. 5inguém entendia. soltando um suspiro tr2mulo. Pamela dobrou as mãos sobre o colo e mordeu o l.trong-(c)e e a sobrinha deviam estar pensando dela e. 9achel comporta#se como uma dama0 ?s sentimentos feridos. melhor. 3 avó tinha razão. 7 /u sei 7 respondeu Pamela. 9espirou fundo. l. a vi6va 'aven sacudiu a cabe%a. .bio inferior. vovó Arace. 3 vi6va soltou um riso e. minha jovem 7 declarou a velha dama secamente. até mesmo para Arace. l. . 7 4oc2 parece. nem mesmo . uma m. empenhando#se ao m. podia cavalgar à vontade. menina. Poderia desculpar#se. aquela situa%ão acabara indispondo#a com todos.trong-(c)e ouvia lorde Eingal e8pondo uma teoria pol!tica escalafobética qualquer que. a tornar#se serena e até recatada. não lhe importava nem um pouco. /ra tão errado não querer parecer uma cabe%a#de#vento ignorante< *as. também saiu. / agora estava apenas sendo tão infantil quanto todos a acusavam de ser. 7 /8asperada. como disse<G / ainda se pergunta por que sir $olin prefere 9achel a voc20 3o menos.9achel e seus dois admiradores dei8aram o camarote para caminhar e beber algo. tão perto. o e8ato cavalheiro estava ali.ane e 'aven. nem se sentir tão aborrecida só porque alguém ficara com a idéia errada a seu respeito. *as durante toda a tarde e até ao jantar. de algum modo. Desejou nunca ter dei8ado Bor)shire. 7 >ente cultivar um certo ar de tranqJilidade. 7 4oc2 deve falar" Gperdoe#me.vel. . Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 2$ . .ane. /svazie seus olhos. era apenas um transtorno para todos. de repente. Pamela endireitou as costas e sentou#se.

ane Dresden. a srta.trong-(c)e. . dessa maneira.trong-(c)e aceitou de imediato.trong-(c)e. 7 /le apresentou o casal ao seu mentor e. 7 $ertamente. e 'aven fez a jovem a seu lado apro8imar#se. 'aven lan%ou um olhar a lorde Eingal e indagou" 7 . não diz!amos nada que fizesse quase sentido. . chegamos à conclusão de que a idéia de 5apoleão de um t6nel até o continente era e8celente porque.trong-(c)e notou o carinho na voz do outro homem enquanto a fitava e dizia" 7 /sta é minha noiva. /stamos em ondres para comprar roupas de noiva e nos preparar para nosso casamento.e não me engano. 7 . então.vamos falando sobre ovelhas0 . os pastores poderiam levar os rebanhos até o continente para pastar quando todas as pastagens da =nglaterra estivessem esgotadas0 ?s dois homens riram. estava l.vamos uma garrafa do melhor conhaque de angle(0 3o final da conversa. j. . /stava quase vesgo de tanto tédio.trong-(c)e franziu o cenho por um momento e. Depois das congratula%&es. . milorde< ? velho liberou seu cativo relutantemente com um meneio de cabe%a abrupto. 7 . o vira e à sua noiva e de que ambos estavam no mesmo camarote que a srta.trong-(c)e levantou#se. e 'aven o apresentava primeiro a sua avó. enquanto tom. /le j.#lo a minha fam!lia< 3pesar da culpa em se dar conta de que não haveria nada que quisesse mais do que escapar das teorias pol!ticas de Eingal. Eoi somente quando estava a caminho do camarote de 'aven que .. 5a verdade. a dama de ar imperioso e cabelos brancos num meticuloso penteado. então. estou certo< . um sorriso involunt. 5eville. voc2 poderia ir até o meu camarote para que eu possa apresent. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 22 .bios. fora para escaparem do som da voz monótona de Eingal. . ? cavalheiro apro8imou#se e estendeu a mão.mas na qual deveria parecer interessado. 'ouve uma batida à porta nos fundos do camarote e um casal entrou. haviam alegado. naquela reunião em que est. tr2s anos. ?s demais cavalheiros haviam dei8ado o camarote durante o intervalo para esticar as pernas.trong-(c)e se deu conta de que j.ou Aerr( 'aven. disse" 7 $om sua licen%a. 5ós nos conhecemos na casa de lorde angle( h.rio surgiu em seus l. *as era tarde demais para evitar o contato.im0 /u me lembro0 4oc2 e eu ficamos acordados uma noite inteira conversando sobre as e8peri2ncias de novos cruzamentos.

mas os olhos da jovem estavam fi8os nele. >eria sido o c6mulo da rudeza libertar#se dela abruptamente.. Pamela. este é o conde de . srta. se reunir a nós. /u queria tanto ir ao parque esta tarde para nosso passeio a cavalo... 3lgumas pessoas entraram. 7 # orde . /stou com o grupo de lorde Eingal. 5eville e nem teve certeza de como aquilo aconteceu. Pamela 5eville< Pamela. fora fazendo me8ericos e minha irmã mais velha est. h.eus quei8os. tornando a se sentar em seguida. curvou#se e disse" 7 Prazer em conhec2#la. nem mesmo de uma senhora idosa. para oferecer suas desculpas e retirar#se.. mais do que um. . *as ele não recebia ordens de ninguém. a srta. 4irou#se. 3o final da pe%a. acreditem0 7 /la notou . a avó do visconde.emima indse( decididamente engordou.. 7 Fuando endireitou as costas. a mulher de ar insatisfeito que ele notara anteriormente de seu camarote. estendendo a mão para pegar o bra%o dele. presumidamente a irmã mais velha de 'aven e acompanhantes. 5eville. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 23 . 7 Fuem é o cavalheiro< 'aven fez as apresenta%&es..trong-(c)e.trong-(c)e. a viscondessa o soltou. fitou diretamente aqueles grandes e e8pressivos olhos verdes. até tremem quando fala.s do camarote.7 *inha mãe est.trong-(c)e simpatizou com a srta. e eu não pude.s no teatro diminu!am e havia movimenta%ão na parte detr. e a velha dama segurava#o com firmeza.trong-(c)e.#lo a minha irmã mais nova. 7 . 7 . =rmã de 'aven0 . 7 >enho de retornar ao meu camarote. Fuando. 7 /stive tão preocupada o dia todo.enhor 7 sussurrou ela. enquanto as luzes a g.trong-(c)e< 7 /la se levantou e fez uma me#sura. se voc2 se sentar conosco durante um ato 7 disse a viscondessa. por a! em algum lugar.. ele se viu sendo conduzido até uma cadeira ao lado da srta.. 7 =r. então. mas minha mãe tinha feito outros planos. 5otou que as graciosas sardas que salpicavam o nariz delicado dela quase haviam desaparecido com o pó que alguém lhe aplicara para encobri#las. ele j.. para o terceiro ato< 3quilo partiu da vi6va lad( 'aven. mas permite#me apresent.. e sua pergunta foi colocada de tal maneira que pareceu uma ordem. 7 /le não se importar. milorde. e ela falou durante o terceiro ato inteiro. Eoi interrompida pela voz estridente do objeto de sua fala. Fuanto mais a mulher falou. a perdoara por completo. tenso. 5ão havia nada que a jovem pudesse ter feito se a mãe lhe ordenara que a acompanhasse a outro lugar. enfim. e algo em sua e8pressão o fez endireitar#se novamente na cadeira. mais . e temos um jantar a comparecer depois da pe%a.

Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 2 . então. com sua sobrinha. . Dresden lan%ou um olhar a Pamela e. 5ão é todos os dias que uma jovem completa vinte anos0 . /la usava um encantador vestido de seda bordada da cor de marfim antigo e enfeitado com rosas de cetim verde.rio de Pamela. 7 *as não tem esposa. 3 srta. 7 /u. 7 /st.Fuando as luzes se acenderam.antar< Para qu2< 7 Para o anivers. 4inte anos< >omara#a por uma garota de quinze. /le teria de ser reservado. agradeceu a todos por sua hospitalidade.im. não reconhecendo a própria voz. Pamela 5eville. no entanto. pois. durante o intervalo antes da apresenta%ão de um monólogo que encerraria a noite de espet. para quem contratei uma preceptora. 7 Fue idéia ador. 3 vi6va 'aven pegou#lhe a mão quando ele se despedia dela.. a lorde . 7 >enho de retornar ao#meu grupo. havia um certo ar casamenteiro pairando ali. uma vez que não ficaremos para assistir à 6ltima apresenta%ão. é claro. +elinda e eu teremos satisfa%ão em comparecer 7 respondeu ele...vel. teria de ser muito. muito menos a uma jovem doidivanas feito a srta.rio para minha neta< ad( 'aven e8clamou" 7 . a um jantar bastante informal de anivers. lan%ou um olhar a Pamela 5eville. e ele não tinha a inten%ão de se ver preso a ninguém pelo resto da vida tão cedo.trong-(c)e. sozinho em ondres. compareceria.rio de Pamela. nem. ? vestido moldava#lhe o corpo esbelto. 4inte anos. Dm jantar para comemorarmos o vigésimo anivers. cujas faces estavam afogueadas sob o olhar de todos no camarote. 7 Eazendo uma me#sura. ele. /mbora devesse ter revisto sua opinião pela atitude e apar2ncia dela naquela noite. se não estava enganado. tomado de surpresa. e8pondo#lhe os bra%os alvos e real%ando#lhe a ossatura delicada. pois soou um tanto estrangulada.. levantou#se. 3mbos teriam completado cerca de seis meses de casamento àquela altura. muito cauteloso. vovó Arace. é claro. sucinto. pensando amargamente em Dorothea. senhor< 7 /stou atualmente com minha sobrinha. ninguém< 7 5ão 7 respondeu ele. de curvas suaves.culo. 7 /ntão.trong-(c)e.

ane e meneou a cabe%a quando o lacaio se adiantou com o bule de café. /. fizera o desjejum e sa!ra e a avó. 7 ?h. I apenas uma coincid2ncia o fato de ele conhecer o conde. 7 Por que. /la e . 7 >alvez ela tenha simpatizado com lorde . lad( 'aven e 9achel ainda ficariam na cama durante horas.trong-(c)e.ane.rio< 7 Pamela colocou ovos me8idos em seu prato e pegou duas torradas. então. 7 Dm conde. / tão bonitoC raramente tenho visto um cavalheiro tão atraente. 7 9ecordando que ele lhe parecera elegante mas despojado com suas roupas de homem do campo e espontaneidade quando estivera cavalgando no parque. . logo além dos montes Peninos.ane sorveu um gole de café. /la faz o que quer.ane não parecia bem. de torradas e ovos a geléias e uma variedade de queijos. an%ou um olhar a Pamela antes de prosseguir. >inha os olhos um tanto inchados e estava p.vamos.cido e acabara cedendo quando 'aven lhe lan%ara um certo GolharG que Pamela nunca vira antes. Pamela soltou um assobio bai8o. pegando o prato de volta para comer um pedacinho de torrada.74oc2 conhece sua avóC ninguém nunca questiona seus motivos.ane.trong-(c)e no parque. hã.im 7 respondeu .ane. ainda era dif!cil associar o acess!vel cavalheiro ao imponente t!tulo de nobreza que possu!a.acudindo a cabe%a.. /la sabia. na verdade. quando Aerr( e eu est. se encontrava à mesa. minha avó quer fazer um jantar para comemorar meu anivers. ele me contou que a propriedade de lorde . Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 2! . /m qualquer outra pessoa. . /la oferecera tanta resist2ncia quanto a que condizia com seu car. mas 'aven possu!a dignidade demais para ter recorrido a tal método. conversando. 3o que parece. e vovó Arace conhece a todos. Pamela cumprimentou . ele é do norte também. 7 .trong-(c)e. Eiquei me perguntando quem seria ele.lida.ter pl.entou#se ao lado de . que j. 7 . Pamela olhou para a amiga e futura cunhada. não foi< 7 . contei. teria chamado aquilo de olhar de Gs6plicaG.ane não quisera ir para ondres.. resolvemos perguntar a Aerr( sobre . ?ntem à noite. uma vez que 'aven j. 7 Pamela provou dos ovos me8idos em seu prato e sorveu um gole de café antes de sacudir seu garfo na dire%ão de .amais suspeitei que ele fosse um conde. 5ão muito distante de 'aven $ourt. >alvez ondres não estivesse lhe fazendo bem. tendo ouvido as longas discuss&es sussurradas. mas afastou o prato com seu desjejum ainda intocado.Capítulo I& ? aparador estava repleto de todo o tipo de comida apropriada ao desjejum. 7 4oc2 contou a vovó Arace que conheci . subitamente. que . pu8a.trong-(c)e fica no distrito dos agos. 7 $onde0 7 . 7 .ane eram as 6nicas na sala de jantar.im.

entrou graciosamente na sala de jantar num vestido rosa matinal. ? conde não é casado.trong-(c)e não contar. 7 $omo voc2 sabe< 7 perguntou .bios de leve..cil para nenhum dos dois. não havia se lembrado disso até agora e a nota só lhe chamou a aten%ão porque havia conhecido lorde . 7 . e o nome do conde constava da história. que lhe preencheu a 8!cara de café. 7 /u me perguntei a esse respeito também. Aerr( disse que viu uma nota no jornal h. então. os olhos pesarosos.ei disso. 7 5ão deve ser f.im. ? que deveria dizer< 7 Eiquei contente com a chance de lhe e8plicar por que faltei a nosso encontro para passear a cavalo no parque. que ele est. /le é muito bonito. ?brigada.vel que jamais tenha esperado criar uma garota.trong-(c)e e a sobrinha. Fue per!odo dif!cil para ambos. não é. / prov. voc2 sabe que ele não teria proibido voc2. um sorriso inquiridor curvando#lhe os l. Pamela< /la deu de ombros. 7 3penas sinto isso. 7 . 3prendi alguma coisa no 6ltimo ano. *as que temperamento forte0 /le até parece agrad.vel o bastante num primeiro encontro.trong-(c)e numa cavalgada matinal que eu não deveria ter feito< 7 $ontei. 5ão teria sido bom se voc2 tivesse sido apanhada por alguém que comentaria a respeito. >alvez menos. sabe. 7 . para lorde . relutante. 7 /stão falando sobre aquele bonito cavalheiro que foi até o nosso camarote ontem à noite< 7 9achel. 4oc2 não.Pamela deu#se conta de que a amiga a estudava. de pé horas antes do que alguém poderia ter esperado. servindo# se apenas de uma torrada seca e. 7 5ão sei ao certo. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 26 . >udo que pedimos é que seja discreta.trong-(c)e morreram num acidente de carruagem. 7 Eico me perguntando por que ser.ane.trong-(c)e 7 confirmou . 3cho que ele é do tipo honrado. 7 3cho que sim 7 admitiu. 7 orde . Devem ter sido os pais de +elinda. 7 Pamela deu de ombros. e ele deve ter#se tornado o tutor dela.s. Eranziu o cenho na dire%ão do aparador de comida. Pamm(. cuidando da sobrinha.ane sacudiu a cabe%a.trong-(c)e cerca de um ano antes disso. não é< Fue eu conheci . 7 Aerr( disse que a irmã e o cunhado de . nem tem filhos. a ninguém. 3li. Deu de ombros.ane. mas a maneira como se dirigiu à pobre sobrinha0 +errou tanto com ela que não foi de admirar que a garota parecesse tão desolada. .. cerca de um ano. ele não tem certeza. contou realmente a 'aven a respeito dessa parte. meneou a cabe%a para o lacaio.

7 Por que acordou tão cedo< 7 perguntou . 7 >erei de me submeter à mesma tortura. Pamela estremeceu.ane concordou tacitamente com a avalia%ão de Pamela sobre a ocasião. problem.ane num tom af. uma tribula%ão que. *as 9achel tinha ambi%&es.vel. Pamela ficou aliviada em v2#la um pouco mais animada depois da conversa descontra!da delas. ?correu a . 7 /ndireitou as costas. I uma GhonraG à qual não aspiro. em geral.ane naquele momento que. /la própria fora apresentada à rainha.er. como uma dama que ficara noiva recentemente.bios. >alvez lorde . portanto. . que ele me notou< . durante meses. poderia se esperar que fizesse sua mesura à rainha outra vez. e apenas se lembrava daquilo como um breve. e ser apresentada à rainha seria o in!cio de sua planejada conquista de toda a alta sociedade londrina.ane trocaram um olhar. /stavam chegando um tanto tardiamente à temporada e.rio para Pamela.trong-(c)e tenha notado minha presen%a de seu camarote e ido até o nosso em busca de uma apresenta%ão. Pamela e . mas preferiu calar#se. os olhos brilhando.7 Por que vovó Arace o convidou para uma festa fict!cia de anivers. por ter encontrado um meio de nos unir. 9achel vira#se privada de sua apresenta%ão nos anos anteriores por causa da brevidade de suas temporadas. 7 Einalmente. monstruosidades suntuosas e antiquadas. um fato do qual 9achel se quei8ara profusamente. ambas contendo risinhos. as damas j. Dm conde0 /le é um partido bastante adequado a mim. 7 .. em sua distante primeira temporada. parecendo t2#lo tomado como uma ofensa pessoal. Pamela sentiu#se bastante tentada a p@r um fim às ilus&es rom:nticas da irmã. dispendioso e cansativo evento. tinham estado planejando seus vestidos para a corte. sorte de ter perdido familiares em ocasi&es das mais inoportunas. 7 3 menos que. /m sua maioria. o que e8plicava sua apari%ão à mesa do desjejum tão cedo. eu não fa%o idéia 7 declarou 9achel. 3 rea%ão de Arace seria interessante de observar. . >alvez estivesse apenas sentindo falta de 'avenC seu irmão andava tão ocupado que mal tinha tempo para a noiva. 7 >enho um hor. teria de apressar as coisas.. evidentemente.rio marcado com a modista 7 respondeu 9achel. mas devo suportar. 7 3gradecerei a vovó nesse caso. ou j. 7 /la abriu um sorriso malicioso.ó pode ser isso. haviam sido apresentadas. parando com a 8!cara de café a meio caminho dos l. creio eu. acompanhava a mudan%a de estado Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 2" . a revelar que conhecera o cavalheiro anteriormente.tico. 3 fam!lia 5eville tivera a m.eus passeios matinais não eram da conta de ninguém e contar a 9achel seria o mesmo que contar à mãe de ambas. serei apresentada e meu vestido apropriado à corte tem que ficar pronto logo.

ane< 7 disse Pamela. . o qual elevaria muito a posi%ão da fam!lia entre Gaqueles que importavamG.lida e pensativa demais. ambos haviam se apai8onado. 3 mdtua revela%ão da identidade de ambos fora chocante. /la se apresentara como . atencioso. ? próprio in!cio do romance de ambos fora tão confuso e peculiar. bem< Parece um pouco p.ane Dresden. a luz fria e dura da verdade ca!ra sobre o relacionamento clandestino de ambos. a prometida que fugira. os faziam agir mais como estranhos um com o outro do que tinham se sentido logo no in!cio.e pudesse ajudar Pamela. >inha de se ater àquela convic%ão de que haviam sido feitos um para o outro.ane for%ou um sorriso e respirou fundo para se aquietar. 3creditava no amor de 'aven. que estava visivelmente interessada em lorde . o cenho franzido. como também o seu debute na sociedade. 3té Arace. praticar algum bem enquanto estivesse em ondres.civil de uma dama. 'aviam descoberto que eram. o senhor de 'aven $ourt e pretendente que a aguardara. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 28 ... / renovaria sua determina%ão de.enn(. gentil. 3 caminho de ir ao encontro do desconhecido visconde de 'aven. 7 4oc2 est. com lad( 'aven come%ando a insinuar sobre um casamento em ondres para o visconde 'aven e sua noiva e como poderia ser o evento social do ano. 3inda chamavam um ao outro de Aerr( e . ela conhecera um bonito fazendeiro. aqueles primeiros dias em que a empolga%ão do amor confundira seus sentidos e anuviara sua mente.trong-(c)e. esperaria. Daquele modo. =ria manter#se bastante calada quanto àquela possibilidade. 3s coisas j. no lar de *ar( $ooper... charmoso.enn( em seus momentos de privacidade cada vez mais raros. ao longo. /la estremeceu. embora nenhum dos dois estivesse a par da verdadeira identidade um do outro. distra!da. a criada pessoal de uma aristocrata e parente de *ar(. .. e o visconde lorde 'aven. ele fora tido como austero e soturno demais. . na verdade. mas haviam descoberto que ainda se amavam e ansiavam pelas mesmas coisas" um lar. a srta. /ntão. de poucos dias. 7 .. /u estava apenas. que revelara ser tudo o que ela imaginara que um pretendente devia ser. mas as press&es em torno de ambos j.. 7 5ão é nada. ao menos. 7 . >inham oficializado o noivado havia apenas um m2s. .. Aerr( 5eville. não era avessa à idéia de que o casamento do neto acontecesse em ondres. a tranqJilidade do campo. por mais compreensiva que fosse. uma fam!lia.ane fugira antes de chegar ao destino e se abrigara no chalé de uma vi6va nas charnecas de Bor)shire. não pareciam tão promissoras. e. sobre o qual não soubera nada e8ceto o que ouvira através de péssimos relatos.. quem quer que fossem. *as Aerr( lhe prometera que retornariam ao norte para se casaremC promessa que ela não estava tão certa de que o noivof cumpriria agora. >udo aquilo ainda era como uma espécie de sonho para ela.

ao notar que a avó escrevia com dificuldade. 7 ? que est. então.rio. / um casamento com o baronete a manteria em Bor)shire e perto de seu adorado lar. no meio da tarde. /ra comum. fazendo. supunha a vi6va.rio ser. colocando seus próprios encantos e valor acima do baronete e de sua modesta propriedade em Bor)shire. 9achel< . e acho que é um dia bastante prop!cio para uma festa. 7 4oc2 me far. não seguimos adiante. mas não podia ver o que havia de tão especial para se admirar nele.eu anivers. vovó< 7/stou preparando uma lista de convidados para a sua festa de anivers. com todos os preparativos para a vinda a ondres. .trong-(c)e. um bom sujeito. 5aquele aspecto. voc2 não pode ter esquecido0 7 e8clamou Pamela com um suspiro petulante. julgava#o um deus e falava abertamente em se casar com ele e mudar#se para $orleigh. cumprir essa promessa. ? pouco sol que havia para atravessar a névoa constante de ondres não conseguia penetrar pelas sombras da rua estreita onde se situava a resid2ncia dos 'aven. Pamela. 7 4oc2 prometeu que. falando.rio. pacato. apenas mais uma das casas altas que se comprimiam umas contra as outras. por e8emplo. isolados como estavam. menina< 7 ?h. mas. Disse que poderia ser feito0 5ós come%amos em 'aven $ourt. a maioria com janelas somente nas paredes da frente e dos fundos. tornando o uso de velas necess. numa se8ta# feira. porém. a jovem não tinha ninguém com quem comparar 4arens. daqui a algumas semanas. Passos no corredor anunciaram a apro8ima%ão da neta ca%ula. Por que a menina estava tão determinada a se casar com o homem que era perdidamente apai8onado por sua irmã mais velha. 3té mesmo na sala de estar da frente. 7 Fuando continuaremos minhas aulas< 7 3ulas< Do que est. se eu viesse a ondres e me comportasse.ir $olin 4arens era. 3 vi6va 'aven não podia dei8ar de pensar que aquilo acontecia simplesmente porque. não um cavalheiro distinto do naipe de. não é mesmo< 7 /la pegou a mão da neta. então seu tempo em ondres não seria uma perda completa. estreitando os olhos cansados e amaldi%oando a deprimente casa. 3 velha viscondessa suspirou e dei8ou a pena de lado. pouca luminosidade entrava pelas janelas. que se adiantou pela sala para abrir mais as cortinas. a fim de que $olin quisesse se casar comigo. iria me dar aulas sobre como me portar devidamente. /ra onde a idosa vi6va 'aven escrevia agora a uma escrivaninha. 9achel era bastante sensata. ansiando por poder retornar à espa%osa 'aven $ourt tão logo a temporada terminasse. ao Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 2# .ainda que ela mesma não percebesse aquilo. r6stico. lorde .

Eora apenas uma aberra%ão moment:nea. vestir algo adequado para o ch. abriu# a.#la fizera Pamela concordar em dei8ar Bor)shire espontaneamente e ir a ondres para a temporada com o irmão e a irmã. Pamela come%ou a subir a escada para se trocar. Pamela e a mãe não se davam bem. e ambas continuavam v. /stava. 5ovamente. se a jovem aprendesse a falar.. agora o rosto dele voltava#lhe à mente. alisando o tecido desbotado. dessa maneira que retomaremos suas aulas. ou seria quando estivessem casados.mesmo tempo que a tiraria da dif!cil companhia da mãe. /. nunca o desempenhara. /la concordara com as aulas à neta por duas raz&es. Pamela j. dera alguns passos naquela dire%ão.trong-(c)e.vel do que 'aven $ourt. minha querida.trong-(c)e como poss!vel pretendente. $olin era bom. era acolhedor e bonito. daquele modo. porém.vel quanto . $olin. $orreu os dedos por elas com ternura. 3h. /sfor%ava#se também para tomar parte nas conversas nos c!rculos sociais. lhe dera.rio de oito anos. . /la parou no meio da escada e apoiou a mão no corrimão liso. 3té l. come%ando a desenvolver suas habilidades sociais. diante de um homem tão apresent. ? baronete tinha aquela mesma pai8ão por cavalos e seu lar.uspirou. $olin. mas. por certo. sem d6vida. ?bservara o ritual centenas de vezes.. corretamente naquela tarde. até então. alguém como lorde . de recordar seu rosto adorado. aliviada. em vez de se retrair timidamente. . aquela incapacidade de v2#lo.lidas. v. e ser. retornaria a Bor)shire como uma dama digna da aten%ão de $olin. com um cavalheiro como lorde . 7 $ome%aremos esta tarde. 5ão era poss!vel0 /le era sua vida. andar e a agir como uma dama. 3 esperan%a da idosa viscondessa era a de que. parecia tão distante de sua vida. talvez con# seguisse encontrar um marido que. em seu anivers. evando#a até a cama. /stava em ondres havia apenas uma semana. / a segunda era a de que. ela se encaminhou ao quarto e foi diretamente até sua pequena cai8a de jóias. superaria 4arens.trong-(c)e. inteligente e seria um marido e8emplar para uma jovem que adorava cavalos como ela. mas ele j. a garota se esquecesse rapidamente de sua suposta pai8ão. $orleigh. 5ão objetava mais quanto a se vestir apropriadamente e até parecia sentir algum prazer em parecer bonita. 3gora. 3 primeira fora a de que sua promessa de ensin. ela aca# baria passando pelo restante da transforma%ão. 3o final da temporada. bem#humorado.. despejou o conte6do na colcha branca e apanhou duas fitas de cetim vermelhas. dei8e#me terminar esta lista. Eranziu o cenho. o 6nico presente feminino que $olin j. sim. determinada a aprender a servir o ch. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 3% .ubindo depressa o restante da escada. muito mais agrad.

e ele ergueria seu véu.. ele só dissera tolices rom:nticas a 9achel e se sentiria feliz em ter uma jovem sensata para se casar. $olin. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 3$ . uma que não precisava daquele tipo de bobagem. então< Desgostosa consigo mesma. ela fechou os olhos. $olin provavelmente ficaria contente. >inha uma li%ão a aprender. estaria diante do vig. e ela fitaria seus olhos castanho#claros. uma li%ão sobre como apanhar o homem dos seus sonhos.Deitando#se sobre a colcha bordada.rio. Dm dia. . concluiu naquele momento que não fora feita para os devaneios rom:nticos se não conseguia nem sequer se lembrar da cor dos olhos de seu amado.. Pamela come%ou a verificar suas roupas à procura do vestido que queria.entando#se. 3té então. ?lhos castanho#claros< De que cor eram os olhos de $olin< 5ão eram verdes< ?u cinzentos< De quem eram os olhos que imaginara fitar. $hamando a criada pessoal que ela e 9achel dividiam. Pamela franziu o cenho na penumbra do quarto.

*anor. a enviara de volta à escola duas vezes. poderia ter arruinado quaisquer chances que ela tivesse de fazer um bom casamento no futuro. 7 +elinda 7 repetiu ele. . $omo era poss!vel que um homem que tinha centenas de pessoas sob seu comando. $omo uma menina bem#nascida de treze anos teria feito aquilo. 7 5ão para tomar minha vida mais f. 5a primeira. =sso é para o seu próprio bem0 7 Para o meu próprio bem 7 imitou#o ela furiosamente.cil. o quei8o sobre as mãos dobradas.cil< 7 3 garota fitou#o com ar desafiador.trong-(c)e sentia falta da companhia feminina com a qual teria contado agora se Dorothea houvesse mantido a palavra e se casado com ele.vel fato. ido até tão longe e. ele sa!ra perdendo.trong-(c)e lembrava#se do grande temor que o tomara quando descobrira que a sobrinha desaparecera da escola e ninguém soubera de seu paradeiro. como convenc2#la das coisas. que administrava vastas terras e que era importante voz no Parlamento não conseguisse ser obedecido por uma garota de treze anos< /ra uma situa%ão absurda. mais do que qualquer considera%ão futura sobre a reputa%ão dela. Porém. ? que ele iria fazer com ela< . 7 4oc2 tem de concordar em voltar para a escola. /stava deitada de bru%os. a cada uma. então. como faz2#la obedecer. encontrado trabalho< *as ele se consumira de preocupa%ão e ang6stia até que a encontrara. /la voltaria à escola. e Dorothea era agora lad( Dalhousie. e ele tivera de se desdobrar para ocultar aquele deplor.Capítulo & /ra em ocasi&es como aquela que ..e aquilo houvesse se espalhado.. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 32 . +elinda fugira.#la naquele re#nomado estabelecimento. /ra uma garota corajosa. e entendido o que a garota queria dele0 *as as mulheres eram inconstantes. ele tinha de admitir.. sentando#se numa cadeira no quarto dela e entrela%ando as mãos. Dm conde com uma linhagem mais antiga e com mais terras do que as que ele possu!a. Procurara#a por tr2s dias. avisando#o de que a sobrinha era incorrig!vel e que jamais tornariam a aceit. finalmente encontrando#a trabalhando como criada da cozinha de uma estalagem perto de . 7 >olice0 7 /nterrou o rosto nas cobertas e se recusou a continuar olhando#o. ?s dois haviam tido aquela discussão muitas vezes antes e. mais do que aquilo. 3 segunda escola a que +elinda fora enviara#a de volta ao tio um m2s depois com um bilhete. encarando#o. /la teria sabido o que dizer a +elinda. esposa de um conde. . 7 Para tornar sua vida mais f.hado. os olhos escuros da cor de grãos de café. atravessada na cama. e ele não cederia mais.

haviam alegado. isso não é jeito de uma dama se e8pressar. >enho as cicatrizes para provar. se a sobrinha se dispusesse a ir. >inham e8peri2ncia. com crian%as problem. 3pertou as mãos com tanta for%a que os nós dos dedos ficaram es#branqui%ados e. /ra rigorosa. 7 4oc2 não pode me obrigar a fazer nada. pois eu fugirei novamente e. os olhos duros. voc2 ir. e ele até se recusava a pensar em seus métodos de disciplina. 7 . ele encontrara outra escola que a aceitaria. I algo totalmente inadequado para uma garota que est. pois haviam lhe garantido que ela não escaparia.. /sfor%ou#se para encontrar as palavras que a convenceriam de que aquilo lhe seria benéfico. uma e8pressão desafiadora no rosto.vel demais. não se empenhassem naquele sentido. 7 +ah0 7 4iu. Aarotas t2m uma vida f. ? que sabia sobre criar uma menina como ela< 7 3dmita 7 declarou +elinda. seria chicoteada por insol2ncia ao final de uma semana0 /ntão.. 7 $ome%ou a andar de um lado ao outro em frente à cama da sobrinha. a sobrinha não notava os sinais de aviso. 5ão podia mant2#la em sua casa.s daquele episódio. 7 .. dizendo. ou algo assim. 7 *eu pai me chicoteava com freqJ2ncia. eu. eu farei de conta que sou um garoto e me alistarei para ir para o mar.ua 6nica preocupa%ão é a de tornar a sua própria vida mais f. 7 5ão é a minha 6nica preocupa%ão0 7 e8clamou ele. +elinda sentou#se. 7 =sso foi nos tempos antigos. cicatrizes de verg&es ensangJentados obtidos por insol2ncias bem menos atrozes do que as suas.. quando voc2 era jovem0 Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 33 .cil.trong-(c)e sentiu a f6ria crescendo em seu !ntimo.. destinada a. 7 4. tentando faz2#la en8ergar a razão. 7 Destinada a qu2< 7 +elinda apoiou#se nos cotovelos. voc2 descobriria o que é disciplina. *as ele chegara ao ponto em que não sabia mais o que fazer.e fizesse isso e obtivesse 28ito em enganar a todos.#lo. ainda assim.. em frente0 7 e8plodiu ele. 3lgum dia. 7 4oc2 não faz idéia do que est. portanto. *as. apenas pelo princ!pio de que era necess. 3cha que ser uma garota é dif!cil< 7 /le parou e en# carou#a.rio um homem de fibra para vencer no mundo. se casar. ou talvez. ou..cil e.trong-(c)e nem sequer quisera saber a história toda por tr. imaginando que a verdade teria sido lastim. a e8pressão zangada.. o som das botas reverberando pesadamente sobre o assoalho de madeira. agora. não se julgue tão injusti%ada. 7 3 me casar com o fedelho de um nobre cabe%a#de#ovo qualquer e lhe dar uma por%ão de beb2s chor&es de sangue azul< /u não quero0 . ? problema era que ambos não conseguiam se entender. finalmente erguendo os olhos para fit.. 7 I realmente para o seu próprio bem. desta vez.ticas.

3lisou a saia de seu ador.s dele.ria 7. portanto. . que se destacava para criar a imagem de uma flor de feminilidade em pleno desabrochar. 3té então. desde os sedosos cabelos escuros até a perfei%ão dos tra%os. Desceu a escadaria depressa. criara uma enorme confusão na casa com maliciosas cartas de amor entre os criados e trancara a governanta na despensa por duas horas. 3tr.trong-(c)e atirou as mãos no ar. *as. possu!ra. com pequenas flores de seda adornando#o. 7 . quanto era doloroso ser a causa das l. . vira em qualquer festa de ondres. sobressaltando uma criada que se detinha no corredor.oltou um profundo suspiro e passou a mão pelo rosto. que não podia desistir. +rilhava mesmo sob a fraca luminosidade no interior da carruagem e era bonito demais para ela. referindo#se à preceptora tempor. 7 4ou sair esta noite. $omo resolveria aquela situa%ão< $ompletamente perdido em sua tentativa de lidar com +elinda como se sentia. 3s estroinices tinham cessado. tudo o que queria era que +elinda se comportasse. porém. ao menos. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 3 . então. quando ele a lan%aria na sociedade da maneira mais refinada e cara que qualquer jovem poderia querer. algo obviamente destinado a chamar sua aten%ão.vel vestido prateado e branco. /. tinha de encontrar um meio de se entender com +elinda0 Pamela suspirou enquanto aguardavam na fila de carruagens o momento de parar diante da entrada da mansão onde iriam tomar parte num baile naquela noite. tentando não escutar.3 sobrinha disse aquilo como se a juventude dele tivesse sido na época dos druidas. os próprios pais dele tendo morrido e a avó paterna dela vivendo no continente.. uma paz inquietante reinando.e não ouvir a srta.. então. ocorrendo#lhe que era o traje mais belo que j. . Desgostoso e at@nito. Pamela tinha de admitir que a irmã era a jovem mais bonita que j. 7 5ão sei o que lhe dizer. dourado e rosa. não abuse da minha paci2ncia. presa0 Earei e8atamente isso e. sem d6vida. / eu quero mesmo dizer trancada. que fizesse seu debute na temporada londrina. quando fosse o momento certo. p@de ouvir a sobrinha caindo aos prantos. *as era doloroso. ? de 9achel. afinal. que fosse para a escola e. desde que ela chegara a sua casa em ondres. era ainda mais espl2ndido. $éus. sabia. mas ele ainda não confiava na garota. por ora. inton e fizer e8atamente o que ela disser 7 come%ou ele. ouvindo tudo..trong-(c)e saiu abruptamente do quarto. até l. escapulira uma vez à noite e acabara parando numa taverna pró8ima. /ra tudo o que a sobrinha tinha. então serei for%ado a manter voc2 confinada a seu quarto. 'avia algo nela.grimas dela.

Dma dama permite que outras pessoas a ajudem. ela por certo era a erva daninha do jardim. 3ndava fazendo muito aquilo recentemente. ela própria era delgada.ane e 'aven seguiam numa outra atr. Por que tinha de reprimir cada vontade natural sua. 7 4ai arruinar meu vestido.. ao que parecia" suspirar. tornara#se importante para ela encontrar um meio de despertar o interesse de $olin. freqJentemente. que a ajudassem a descer da carruagem. 7 5ão estou me me8endo. /nquanto sua irmã mais velha era curvil!nea. ensinar#lhe boas maneiras. mas. 3 perfeita 9achel. 3 verdade era que. era somente a pura necessidade que levava uma pessoa a aprender certas coisas. mas ela simplesmente evitara a avó sempre que percebera seu intento e. como teria preferido. Dma dama. . daquele modo. corretamente. do que conversamos esta tarde e se portar.e 9achel era uma flor. em vez de saltar os dois degraus. durante anos. /la. 7 5ão fa%a isso. / o seu. os anos haviam se passado. Permitiu. parecia que cada instinto nela lutava contra as regras da sociedade. o seu próprio jeito de ser. Dma dama é paciente. para quem o comportamento apropriado era tão natural quanto res# pirar. Pamm( 7 disse#lhe 9achel.. 9efinada como uma dama. 9espirando fundo para se aquietar.. enfim. perfeita e refinada 9achel. Eor%ada a pensar antes de agir. .bitos estavam tão profundamente arraigados. muitas vezes. agora que seus maus h. anos em que ela deveria ter aprendido a moldar seu comportamento na forma de algo mais aceit. Presumia que era apenas porque passara um pouco da idade de estar aprendendo aquelas coisas. /nquanto 9achel tinha pele alva e perfeita. ao qual se e8punha com freqJ2ncia demais. *as por que simplesmente não descemos e caminhamos até a porta< Por que temos de esperar para. quase ine8istente. mostrar#lhe que era um par melhor para ele do que 9achel. /. mas seu amor era reservado para a linda.s. são apenas quinze metros até o portão. mas a mão engelhada de vovó Arace segurou seu pulso. fizera e8atamente o que quisera. /ntraram todos Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 3! . mimada pelo irmão mais velho e ignorada pela mãe. 7 Pare de se me8er à toa. ela tinha sardas e tend2ncia para se queimar ao sol. e aquilo era desgastante. Pamela deteve#se. Pamela recostou#se no assento e esperou até que chegassem aos port&es da mansão..Pamela tornou a suspirar. 4ovó Arace tentara. Pamela tornou a soltar um suspiro. 7 Pamela inclinou#se para olhar pela janela. 5ão era bom. apenas para se adequar ao gosto de $olin< /le parecia gostar dela o bastante. 4ou descer0 7 Eez men%ão de abrir o trinco da porta. 4oc2 se lembrar. 7 $éus. com o avan%o de sua idade. 9achel e vovó Arace estavam na primeira carruagem. Fuanto a si mesma.vel. relembrando os ensinamentos que tivera durante o ch.. enquanto a mãe.

7 Pamm(. era como observar uma deslumbrante tape%aria. 7 3li est. adiantando#se depressa para segur. que se apro8imaram para reservar dan%as com 9achel. 7 *as eu não poderia ter imaginado. 7 ?u eu juro que deserdarei voc2..culo. que coincid2ncia 7 comentou vovó Arace com ar corriqueiro. 7 Dei8e a garota em paz. que era. Do alto. 7 9achel deu#lhe um empurrão.. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 36 . tecida com fios brilhantes. abriu caminho pela multidão e guiou sua fam!lia até um agrupamento de cadeiras ladeado por vasos de palmas. ? salão de baile cintilavaC não havia outra palavra para descrever com e8atidão a luz de centenas de velas reluzindo em lustres de cristal e candelabros de prata. meneando a cabe%a na dire%ão de uma porta. Primeiro.trong-(c)e.juntos e foram conduzidos por uma passagem. e graciosas plantas criavam caramanch&es ao longo da beirada mais afastada do salão. 3li estava a grandiosa cena sobre a qual 9achel lhe falara. portanto. Eoram cumprimentados por v. 7 ?ra. 'aven. lorde .vel para a idosa vi6va e. que agradeceu graciosamente a todos. 7/u lhe disse que. mal conseguindo manter o equil!brio enquanto foi saltando pelos degraus até o pé da escada. Pamm(< 7 9achel apertou#lhe a mão de leve antes que descessem as escadas até o esplendoroso salão. lhe dizer ol. 7 . na verdade. uma vez que a irmã tivera uma primeira temporada antes dela. as imensas portas de comunica%ão abertas. (dia 7 disse vovó Arace. tiveram de encontrar um assento confort. voc2 saberia. 7 5ão lhe falei. quando finalmente comparec2ssemos a um evento realmente maravilhoso. 7 4amos todos tentar nos entender ao menos por uma noite. onde colidiu com as costas de um cavalheiro de preto. 4. leques e plumas adornando a todos. +aile algum em que estivera até então a preparara para aquele magn!fico espet.s de nós.#la pelo bra%o. cores vivas e. não fique parada a! de quei8o ca!do0 *ova#se0 /stamos detendo as pessoas atr.rios cavalheiros. 7 I verdade 7 sussurrou Pamela.s de uma multidão de outros recém#chegados. $ortinas de refinado tule adornavam as janelas. Pamela cambaleou no primeiro degrau. atr. / os convidados0 $irculando pelo imenso salão havia centenas de damas esplendidamente vestidas e homens em seus trajes pretos de gala.enhoras 7 interveio 'aven. / Pamela sentiu#se quase sem f@lego de repente. 'aven. 7 5ão nos envergonhe. apaziguador. mocinha0 7 sussurrou a mãe por entre dentes. alto e forte. jóias. e levados ao alto de um conjunto de escadas.. apertando#lhe a mão de volta. composto de tr2s ou quatro sal&es intercalados um com o outro.

trong-(c)e0.#la com familiaridade e8cessiva.trong-(c)e e ambos trocaram um aperto de mão caloroso. mas . respirou fundo. est. espl2ndido. /ra . .trong-(c)e apenas pareceu aborrecido.trong-(c)e ser tão bonito.8imo. 3s pessoas observaram#nos enquanto ambos seguiam até a pista de dan%a. caso insistissem em trat. embara%ada pela maneira como seu cartão estava quase totalmente vazio. 5eville. olhou por sobre o ombro. com seus cabelos fartos e escuros. em vez disso. hesitou. curvou#se diante das damas e deu o bra%o a Pamela. $omo era agrad. 3 avó meneou a cabe%a. e ela se perguntou a razão por um momento. a segunda dan%a. Fuando viu o conde.#los ao m. além de um n6mero de jovens cavalheiros que se lembravam dela da temporada anterior e esperavam v2#la cometendo alguma travessura.ane sorriu. mas.rta.ane que não p@de decifrar.trong-(c)e. Prometera a vovó Arace que iria ignor. secretamente. 3 primeira dan%a logo terminou e De8ter levou#a de volta à mãe e à avó. seus tra%os fortes e Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 3" . Pamela.vel que estivessem no mesmo baile. um rapaz chamado De8ter. Pamela. apareceu para busc. Pamela notou uma troca de olhares entre vovó Arace e . pois sabia que sua fam!lia recebera diversos outros convites para festas naquela mesma noite. até então. cerimonioso.Pamela seguiu o olhar da avó. Pamela. Dresden. comportando#se com muito mais dignidade do que antes. de fato. srta. o seu cartão de dan%a j. finalmente.enhoras. por alguma razão. despreocupadamente. 9achel sorriu encantadoramente e fez uma mesura. é um prazer rever a todas voc2s. cheio< Posso lhe solicitar uma polonesa.trong-(c)e apareceu pontualmente. /nquanto era conduzida à pista. srta. 7 . /le curvou#se. Por duas vezes. ergueu o quei8o com altivez e respondeu" 7 $reio que tenho uma polonesa livre. ? visconde indicou o grupo de sua fam!lia. e .# la. ou uma dan%a campestre< 3 m6sica come%ou naquele momento e 9achel foi tirada para a primeira dan%a. /ra. então. ?u talvez estivesse sofrendo de alguma indigestão. respeitoso. pensou. *as. o cora%ão disparando peculiarmente. 'aven apro8imou#se de . o 6nico conhecido que tinha em ondres. até que lhe ocorreu que talvez fosse pelo fato de . e o outro homem meneou a cabe%a e seguiu#o. seu rosto ficou escarlate e curvou#se. lorde . mas sua e8pressão era intrigada. ? conde era. o conde se virou para ela e disse" 7 . enquanto vovó Arace encontrou seu olhar. pois Pamela não conseguia imaginar alguém vendo sua irmã e não se apai8onando instantaneamente. na verdade. reservara aquela primeira dan%a e. enquanto o parceiro a conduzia à pista. srta. 7 Dm de seus jovens conhecidos.

seus enigm. Pamela ficou surpresa. srta. pois duvido que voc2 apareceria de cal%as no hor. e minha sobrinha raramente tem e8pectativa em rela%ão a alguma coisa ultimamente. com os cabelos presos em seu estilo elegante. /le a achava Gnatural e encantadoraG. simplesmente porque nenhum de seus instintos naturais tinham#na conduzido na dire%ão certa.vel esta noite.#la a livrar#se de algumas de suas idéias equivocadas. por estar dizendo uma coisa dessas. ador. devo dizer. / isso me daria a oportunidade de me desculpar com +elinda. /la ficou bastante desapontada.vel.em mencionar sua figura elegante naquelas roupas impec. 7 /u estava apenas me perguntando se poder!amos compensar o encontro para cavalgar que perdemos. /le soltou um riso. ou ser meiga demais e infantil. /u me senti péssima por não ter podido ir ao nosso compromisso. +em. enquanto formavam fileiras de casais para a dan%a.ticos olhos castanho#claros. ou assim pensara. com o conhecimento e a aprova%ão de sua mãe. Pamela. 7 ? que é< 4oc2 tem o ar de quem gostaria de me perguntar algo.veis. quando era o próprio conde que a fazia sentir#se à vontade com seus gracejos amenos e jeito atencioso. /u gostaria que +elinda visse que uma dama não precisa ser afetada e fr!#vola. 5ão a reconheci de imediato no teatro.rio de maior movimento0 Pamela soltou um riso. ador. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 38 . no entantoC foi rude de minha parte. magoada. ? e8emplo de alguém tão natural e encantadora quanto voc2 mesma pode ajud. naquela outra ocasião. sua postura confiante. 7 ?#?brigada. 7 /st. 7 /u ficaria muito contente. é claro. /stivera confusa quanto à maneira como devia se comportar.marcantes. talvez aquilo significasse que não precisava agir com altivez e flertar. ?s dois se moveram silenciosamente pelo lento compasso da polonesa. mas não insatisfeita com aquelas palavras. feito 9achel. *as acredito que tenho um traje apropriado de montaria em algum lugar. amanhã talvez< Desta vez. /u deveria ter apenas dito que voc2 realmente est. 7 5ão é sempre que uso cal%as. / um passeio à tarde a far. /stivera tão ansiosa por aquele passeio. ao que me parece. milorde. 7 /spl2ndido. . >em todo o direito. 7 3guardarei com e8pectativa o nosso passeio. milorde 7 respondeu ela. Pamela sentiu o peso do olhar dele e olhou#o de soslaio. a ver a transforma%ão em voc2. 7 I terr!vel. como vira algumas das jovens damas se mostrando. ? conde pareceu divertido e observou#a no refinado vestido. 7 Perdoe#me se a ofendi.

devo dizer. Fue olhos incr!veis ele tinha0 7 /u. antes de a mãe ter morrido.#la e a repreendo. era capaz de apreciar boas companhias. enfim. Pamela apertou#lhe a mão. 7 4oc2 faria.trong-(c)e. sabia. descobrira que. *as recentemente.s as tr. a diferen%a entre treze anos e vinte é imensa para uma jovem. /u tento control. milorde. discutimos. então. pois todos nos dizem quem devemos ser. 3cho que é onde estou tendo problemas com +elinda no momento.vel. o que não fazer. 7 /la me lembra a mim mesma quando eu tinha aquela idade. /sses anos são os mais dif!ceis. abrindo#lhe um raro sorriso que lhe iluminou os olhos e os tra%os fortes. afastara aqueles a sua volta e dera uma impressão errada de quem ela era..vessuras e a irrever2ncia que achara tão divertidas em sua primeira temporada. mas eu não cansarei voc2 com essas histó# rias. bem. 5ão ainda. Dei8ara para tr.. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 3# .. 7 +elinda tem se metido em tantos problemas. /la perdeu a linha de pensamento por um momento.*as ela havia mudado. se puder. dei8ando#o mais jovial. quero dizer. 7 /ntendo. como devemos nos comportar. /u só quero o que é melhor para ela. +elinda era uma crian%a tão doce antes. mas a situa%ão fica dif!cil com ela insistindo em me desafiar. ela reage e.. 7 Pode ser algo frustrante para voc2.. rompendo. pedindo. +astava olhar para . /specialmente o que não fazer0 /le encontrou#lhe o olhar e meneou a cabe%a. fr!volos e afetados.. 3mbos se separaram e tornaram a se apro8imar ao ritmo da dan%a.oltou um profundo suspiro. / se mostrava tão bondoso com ela própria0 7 /u gostaria muito de conhecer +elinda melhor7comentou Pamela. 7 3cho que eu não havia pensado nas coisas dessa maneira 7 disse ele. dando#se conta de que. rir. / uma vez que decidira abandonar seu deliberado comportamento rebelde e se descontra!ra. com e8ce%ão a seu autoritarismo em rela%ão à sobrinha. 7 /stive tão concentrado em como isso me afeta que eu não havia realmente parado para pensar em como ela deve estar se sentindo. 5em todos na alta sociedade eram tolos. ? que fazer. ir@nico.. 7 . guiando Pamela por um dos passos mais comple8os da dan%a em sil2ncio por um momento. caminhar... milorde 7 sorriu ela.trong-(c)e0 /ra bastante agrad. 7 . ocasionalmente. o sil2ncio. 5ão quero tirar#lhe seu tempo durante a temporada. 7 3inda não me disse o que est. com aquilo.trong-(c)e tornou a suspirar e sacudiu a cabe%a. 7 3gora que voc2 é tão mais velha< 7 gracejou .. falar. mas é para ela também.

7 +oa noite.7 4oc2 tem olhos ador. enquanto a m6sica se encerrava e a conduzia de volta até lad( 'aven e Arace. declarou. se estiver bem para a sua mãe 7declarou . orde . eu acredito que ela sinta falta da mãe terrivelmente. *as est. deve ter dito.#lo. mais perto da idade dela do que eu e é uma jovem dama também. Pamela 7 acrescentou e beijou#lhe a mão. 7 3lguém j. seu tom sério novamente. senhoras. e8atamente enquanto 9achel era levada de volta por seu par... mas depender.trong-(c)e est.veis 7 comentou o conde com um s6bito sorriso.#lo.. Pamela notou a dor na voz dele. 7 /u ficaria feliz em tentar. . . 7 >enho quase vinte anos. Fue peculiar0 Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson % . acabamos discutindo. dela a iniciativa de se abrir comigo. 7 9ecobrou a compostura e. não. /. indo embora.. acredite. 7 3 cada vez que nós conversamos. Permissão concedida. (dia. toda sorrisos. >alvez alguém de uma idade mais pró8ima à dela. alto o bastante para que sua outra neta ouvisse" 7 *inha nossa. ? conde também sentia falta da irmã. 4oc2 não conseguiria arrancar nada de +elinda que ela própria não estivesse disposta a revelar. / dan%ou apenas uma vez.ou apenas o tio de +elinda. /u não lhe arrancarei confidencias. $om Pamela. conseguiu tornar a fit. 7 *as ainda não me disse o que posso fazer para ajud. então. /ncabulada com o elogio.trong-(c)e.ão de uma cor muito bonita e tão grandes e e8pressivos. uma mulher jovem 7 prosseguiu ele 7 seja capaz de dizer coisas a ela que eu não consigo.. 7 4oc2 conversaria com +elinda< 7 perguntou ele. respeitoso. ela corou. 5ós lhe faremos uma visita amanhã. /u a verei amanhã. estou de sa!da. srta. 7 3cho que uma dama. ele curvou#se e sorriu. murmurando" 7 ?brigada. 7 /la é mais fechada do que uma ostra.. >enho de comparecer a outra festa e. eu sei. portanto. 4ovó Arace. 7 /u sei... lhe disse isso antes< >enho certeza de que algum jovem mancebo j.

e ele a estreitou junto a si. 7 .. voc2s dois. soltando o ar lentamente. ao menos deveriam trancar a porta0 7 /stava prestes a sair. 4eio buscar Pamm( para irem andar a cavalo. 9elutantemente. milorde0 >odos riram dela. não é mesmo< 7 disse. Pamela surpreendeu . mas. /le se afastou da irmã e da noiva e estendeu a mão.im 7 confirmou 'aven. Pamm(. $orando. voc2 parece estar numa posi%ão privilegiada.vel um do outro e. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $ . 7 / eu sou a mulher de maior sorte neste mundo 7 declarou . alternando o olhar entre o irmão e a futura cunhada. 7 $omo se eu fosse fazer uma coisa tão conden.s deles disse" 7 'aven. se eu tivesse essa sua habilidade. ela virou#se e encontrou#os j.ane estava ruborizado. 7 *inha sobrinha est.ane e 'aven abra%ando#se e trocando um beijo apai8onado.ou um homem de sorte. se pretendem fazer isso. 3h. Pamela soltou um risinho. os olhos cobertos com as mãos delicadas. 7 .. Pamela cal%ou suas luvas.trong-(c)e. Pamela sentiu o cora%ão enternecido e adiantou#se pela sala para abra%ar a ambos. 9indo juntos e abra%ados. enquanto a sonora gargalhada do irmão vibrava pela sala. 7 4olte aqui. disse# lhes" 7 Desculpem#me. lan%ando um olhar à noiva. os tr2s não ouviram a porta e vi#raram#se quando uma voz atr.ane com suavidade. ?bservou#os com olhos perscrutadores. esperando impacientemente. a uma dist:ncia respeit.#la a vencer minha proibi%ão quanto a galopar em p6blico. um pouco de cor lhe ca!a bem.ane e 'aven continuavam tão apai8onados quanto antes de ondres dava#lhe grande alegria. 3cho que a srta. se o rosto de . 7 4oltou para a prote%ão dos bra%os do noivo. cercado de damas que adoram voc2. Pamela prometeu ajud. e saber que . 7 $orreu os dedos pelos cabelos claros e respirou fundo. ? rosto afogueado.Capítulo &I 3dentrando na sala de estar principal.vel. 7 4oc2s dois se amam de verdade. 3ndara percebendo uma certa tensão na casa recentemente. mas o irmão chamou#a. 7 . não é mesmo< ? conde meneou a cabe%a. é bom rev2#lo.

gil. sim. olhando< 5ão tive chance de lhe perguntar. pelo fato de a garota não gostar de montar de lado. cumprimentando a garota com um sorriso caloroso. observando a égua cinzenta da garota.s. não querendo inibir a conversa das duas com sua presen%a. .rios a +elinda. e seguiram pelas ruas. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 2 . sussurrou" 7 4oc2 sempre escapa de casa assim. encontrara#os. Posso aprender a montar de lado adequadamente e posso tratar minha montaria melhor. 7 /la parece . conforme o parque ficou mais movimentado. observando de imediato que. o ar insolente de até então enfim dissipando#se. conduziram as montarias a um passo lento e conversaram. /le manteve#se um pouco atr. Pamela fez seus primeiros coment. mas. *as meu irmão sabe a esse respeito 7 respondeu Pamela.trong-(c)e reuniu#se às duas. preferindo observar a uma certa dist:ncia. .eu tio lhe e8plicou sobre aquele dia< 7 perguntou#lhe. +elinda era inteligente e. . 7 . 4iu um lado dela que nunca tinha visto antes. não apenas com Pamela. ? que mais< 5ão tendo interferido na conversa.fego estava bastante intenso. 3 garota meneou a cabe%a.trong-(c)e para montar de lado na sela e apro8imou a égua da montaria de +elinda. estava descontando sua insatisfa%ão na montaria. preferia montar de lado em vez de não cavalgar em absoluto. 7 ?h. como deviam seguir as regras ali em ondres. Pamela aceitou a ajuda de . / tenho vinte anos.trong-(c)e teve de admitir que estava impressionado naquela tarde. 7 /u preciso de um bom galope às vezes. 7 Posso fazer isso. 7 /st. quando não estava sendo petulante. com um pedido de desculpas silencioso pelo que era quase uma mentira. um dos jovens conhecidos de Pamela. certo 7 declarou. $avalgaram o m. mas com sua sobrinha. 7 /st.Dm cavalari%o levara >assie até a frente da casa. como era apropriado a uma dama. >!lburis e carruagens competiam pelo espa%o nas ruas estreitas com as carro%as e charretes dos mercadores. montando uma égua diferente hoje 7 comentou Pamela. mas o irmão sabia. Dm rapaz de cerca de dezenove anos.8imo que foi poss!vel. 5ão fora ela a contar a 'aven. forte. e agora eles se mantinham em suas montarias à sombra. 4amos ver como se sai nas ruas de ondres. mas. como naquela manhã< Fuando ninguém est. 3 cavalgada até o parque foi feita devagar e com grande concentra%ão. sabia ser encantadora e divertida. uma vez que o tr.eus olhos brilhando. /la admitiu que também preferia montar da maneira tradicional e que o fazia no campo. Fuase. trotando por colinas e pelos campos de relva. +elinda endireitou#se na sela. 7 /u tomo muito cuidado. 5o parque.

conversando animadamente. ele é apenas uma crian%a. vestida de branco e prata. . e tal afinidade entre ambas era evidente. não significava necessariamente que. com pérolas cintilantes em seu pesco%o delicado. sem d6vida. desde a tragédia. srta. Fuando o grupo se separou. Fueria se casar algum dia. e não a vira tão feliz em um longo tempo. Depois de ter sido liberado sem a menor cerim@nia do noivado de ambos pelo amor de sua vida. +elinda estava contente. sofrer. $omo a srta. e ele j. /le engoliu em seco e fez uma prece silenciosa de agradecimento. deveria manter#se tão prudente e cauteloso quanto sempre fora. ele tornou a se reunir às duas. ?bservou uma sorridente Pamela removendo creme do rosto de +elinda. /le riu alto e aquela sensa%ão foi boa também. 7 Dm dos seus admiradores. 7 .. Dorothea. porque uma orqu!dea de estufa o desapontara uma vez. não ignoraria a alegria que sentia na presen%a dela. 3 avó da jovem estava obviamente à procura de um par ideal para a neta. Pamela< 7 De8ter< Pelos céus.. e ele se viu mais uma vez observando a sobrinha e sua nova amiga. Poderia ser. segurando um leque. 7 >emos um plano em mente. se colocara em evid2ncia o bastante com suas aten%&es à garota. ter filhos. ela se destacara feito uma margarida vi%osa em meio a um grupo de orqu!deas de estufa. 5eville era incomum0 *esmo na noite anterior. 3quela era a primeira vez que a sobrinha sorria espontaneamente em quase um ano. desde. ao que parecia. não. ele enfrentara um per!odo de e8tremo cinismo em rela%ão às mulheres da sociedade. virando#se para fit. por outro lado. /le devia se manter reservado. que estivesse apenas sentindo e8cesso de gratidão pela maneira como ela tratava +elinda.trong-(c)e 7 disse Pamela. mas não era tolo a ponto de achar que todas eram talhadas naquele molde. por causa de Dorothea por tempo o bastante. / Pamela parecia completamente diferente de Dorothea. seu rosto gracioso iluminando#se com sorrisos.#lo. ?s tr2s encerraram a tarde com bolos de creme numa casa de ch. 'avia algo na srta. ele deveria preferir ter a seu lado uma margarida sua vida inteira. Daquele modo... agora lad( Dalhousie. +elinda quer um bom galope e eu também. /stava pronto para seguir em diante e encontrar o amor com alguém tão diferente da e8#noiva< ?u aquele seria o perigo< 3final.orrisos. Pamela 5eville com que +elinda se identificava. 3mava a sobrinha. . *as. ou verdadeira prefer2nciaC apenas o tempo diria. *era gratidão. 3cho que Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 3 . no entanto. até que soubesse que rumo suas emo%&es estavam tomando. mesmo que a garota o fizesse sentir#se como se estivesse prestes a perder o ju!zo.

uma vez que era sombrio e 6mido. um lugar da casa onde ninguém entrava voluntariamente. Fuero que nossa noite de n6pcias seja em nosso chalé. onde estavam. levantando#se abruptamente do sof. >emos de planejar o passeio no decorrer de uma semana.trong-(c)e disse" 7 5ão h.. Pamela. 7 . meu amor. alguém que nãb impe%a voc2 e minha sobrinha de galoparem. eu tenho um estranho medo de que. ?utro de seus temores era o de que iria esmorecer em face da um confronto novamente. tenho algumas pessoas em mente.. ? que me diz< Eitando um par de incr!veis e brilhantes olhos verdes. /la queria dizer longe da mãe dele. se houver alguém mais que queira incluir. não0 Fuero me casar em Bor)shire. sinta#se à vontade para faz2#lo. longe da. 7 ?brigada. com apenas uma janela pequena e escura dando para o beco dos fundos. se não retornarmos a Bor)shire para nos casarmos. e se ela e 'aven não tivessem se conhecido sob as circunst:ncias que tinham acabado unindo a ambos. 7 /u. 3ssim. como eu gostaria que j.vel. mesmo que todos se colocassem contra ela. ele se deu conta de que seus l. mas. j.. não sabia como o relacionamento teria progredido. da fam!lia. . depois de apanhar um olhar de Pamela.ane pretendia se manter firme em sua convic%ão ao menos daquela vez. 7 5ão. jamais dei8aremos ondres. 7 ?brigada.rta. se não tivesse fugido. 3s duas garotas vibraram. 5ão podia lamentar agora o fato de ter permitido que a obrigassem a fazer aquilo. estivéssemos casados0 7 'aven estreitou a noiva em seus bra%os depois de terem trocado um beijo voluptuoso num raro momento de privacidade.ane desvencilhou#se do abra%o. daquela vez. levando em conta o tempo.bios se curvavam quase involuntariamente. >inha o direito de se casar onde queria. 3té o parque 9ichmond. se eu não fizer minha vontade. . 3t@nito com comportamento tão agrad. /stavam na biblioteca. 7 /u digo que parece uma ótima idéia.. tio 7 disse +elinda graciosamente. de que. +elinda. . 7 Por que temos de esperar< Por que não nos casamos agora< 3qui mesmo em ondres< .seria e8celente formarmos um grupo para irmos fazer um passeio até o campo. iria se manter firme. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson .enn(. porque nenhum dos dois estava predisposto a gostar do respectivo par arranjado pela fam!lia que haviam sido for%ados a conhecer. talvez. 'aven sabia. Eora por causa da pressão de sua mãe e de sua tia *ortimer que ela viajara para o norte a fim de conhecer 'aven.

'aven, por sua vez, respirou fundo, enquanto tentava aquietar seu desejo. ? que mais queria era tornar ;ane sua, inteiramente sua, e não via razão para esperarem mais para se casar. 7 ,eu medo é infundado 7 argumentou. 7 ?s trabalhos j. se iniciaram no chalé, voc2 sabe disso. 3ntes de terem dei8ado Bor)shire com destino a ondres, os planos tinham sido encaminhados, o local e os materiais selecionados para o chalé dos dois num arvoredo numa e8tremidade da propriedade 'aven. ,eria o ref6gio de ambos do restante da fam!lia, o presente dele de casamento para a esposa. 7 /ntão, o que h. de errado em nos casarmos aqui< ,e temos que estar aqui de qualquer maneira, ser. melhor se estivermos casados e desfrutando nosso amor. 7 ,eu tom se suavizando, ele se apro8imou, estreitando#a em seus bra%os. 7 >alvez não tenhamos que ficar tanto tempo assim. 9achel est. determinada a arranjar um marido, e se Pamela e ,trong-(c)e se casarem... 7 ,trong-(c)e e Pamela< 4oc2 enlouqueceu< ? homem tem quase a minha idade. 7 'aven 7 come%ou ela, soltando#se do abra%o. 7 4ovó Arace j. descobriu todos os detalhes. ? conde tem apenas trinta anos, e Pamela est. completando vinte. 5ão é um par incompat!vel em absoluto. ;. vi garotas mais jovens casadas com homens bem mais velhos. 7 *as não garotas como Pamm(0 /la é tão inocente, ing2nua... 7 'aven0 /la gosta dele, posso ver. / o conde é um e8celente partido. / se ele gostar de Pamm( também, não entendo por que voc2 ficaria tão contrariado. 7 /ntão, voc2 e vovó Arace j. resolveram isso entre voc2s, não é< 4enderão aquela jovem inocente para aquele... pelos céus, h. dez anos de diferen%a entre os dois0 / tudo para que voc2 possa retornar para Bor)shire mais depressa0 7 e8clamou ele, zangado. 7 $omo pode dizer uma coisa dessas< 4oc2 sabe quanto gosto de Pamela0 7 *as voc2 só a conhece h. um m2s. /la é minha irmã. /u lhe disse que ela nunca precisar. se casar. 7 Para que voc2 possa mant2#la a seu lado para sempre< 'aven, ela merece ter sua própria vida, seu próprio lar, uma fam!lia... 7 5ão me diga do que ela precisa0 7 Aerr(... 'aven... /le dei8ou a biblioteca abruptamente e, ao mesmo tempo, o mordomo abria a porta da frente para os recém#chegados do parque. 'aven esfor%ou# se para controlar a raiva, enquanto Pamela, um sorriso no rosto angelical, entrava no vest!bulo, seguida de ,trong-(c)e e de uma menina.
Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson !

7 ?l., 'aven 7 disse o conde, adiantando#se até o in!cio do corredor, a mão estendida. 7 /u lhe trou8e de volta sua irmã, mas ela insistiu para que entr.ssemos para que minha sobrinha pudesse conhecer sua fam!lia. /spero não termos vindo num momento inoportuno. ;ane passou pelo noivo e adiantou#se graciosamente para apertar ela mesma a mão estendida. 7 orde ,trong-(c)e, que bom rev2#lo. / esta deve ser +elinda, não< 'aven franziu o cenho, mas reuniu#se ao grupo enquanto todos se encaminhavam até a escura sala de estar. Fuando havia perdido o controle sobre a situa%ão< /ra o guardião de Pamela e presumia que soubera que a irmã se casaria algum dia. *as, em alguma parte de sua mente, sempre achara que ela se casaria com sir $olin 4arens, o vizinho mais pró8imo dos 'aven em Bor)shire. *as $olin sempre a tratara com uma espécie de camaradagem, como se fosse a irmã ca%ula dele também. ,ua adora%ão reservava#se para 9achel, que j. o rejeitara com freqJ2ncia o bastante para a situa%ão ter#se tornado quase uma p:ndega. 'aven tentara sutilmente fazer o amigo en8ergar o amor de Pamela por ele. Eormariam um ótimo casal, ambos pessoas do campo, que adoravam cavalos e Bor)shire. ,eriam o casal perfeito, na verdade. / Pamela não teria de dei8ar Bor)shire. 'aven a conhecia e, sabendo como a irmã se sentia em rela%ão a seu lar e a sua terra natal, não achava que ela conseguiria ser feliz indo viver em algum outro lugar. Pamela conversava com a jovem +elinda e ;ane, enquanto ,trong-(c)e observava, uma e8pressão divertida no rosto bonito. Droga, o homem era o que as damas consideravam um cavalheiro garboso e distinto, muito mais do que o comum $olin. *as Pamela não era fr!vola, não era do tipo de garota que se dei8aria encantar apenas por um rosto bonito, nem por fortuna ou t!tulo de nobreza, ali.s. / como era poss!vel que ,trong-(c)e a visse como algo além de uma crian%a< Pamm( era apenas seis ou sete anos mais velha do que a sobrinha do conde. /studando o homem, 'aven concluiu que, provavelmente, não haveria nada além daquilo ali. /la entretinha o conde, ao estilo de uma irmã, e se entendia bem com a sobrinha dele. 5ão devia haver nada além daquilo. Pamela ria, contente, e estendeu a mão para tocar a de ,trong-(c)e a fim de enfatizar algo do que dizia. /nquanto observava, 'aven viu uma e8pressão breve, mas inconfund!vel no rosto do conde, uma e8pressão inquiridora. ? homem, então, olhou para a mão que ela tocara e cobriu#a com a sua outra. >ornou a olhar para Pamela com intensidade, embora ela
Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 6

tivesse voltado para sua conversa. $éus, o homem concluiria, afinal, que Pamm( era casadoura< / o que ele faria se ,trong-(c)e lhe pedisse permissão para cortej.# la<

Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson

"

perto do fogo. Pamela. >udo transcorria bem.ozinha na pequena sala !ntima no segundo andar. não do tipo inconseqJente e inconstante. /.. 3 vi6va investigara sutil mas minuciosamente a respeito dos h. que . ? pretendente adequado deveria ter um t!tulo de nobreza. 3penas ela estava interessada em guiar cuidadosamente a neta rumo a um casamento que a tornaria feliz para sempre.. ninguém sabia a respeito. precisava de tempo para introspec%ão.trong-(c)e era um condeC uma jovem não poderia querer mais. ela ficaria perfeitamente feliz. o que praticamente descartava a possibilidade. apesar de toda a sua rebeldia. ele devia sentir afei%ão por ela.ane a se casar com 'aven logo. era uma rom:ntica.rdua na melhor parte e uma tortura na pior. mas talvez j.. 3gora.rios recursos de energia que devia reunir do fundo de sua alma e.trong-(c)e.trong-(c)e não apenas era capaz daquele tipo de sentimento. . eram necess. Pois. embora a jornada tivesse sido . / era tido por aqueles que o conheciam como um homem !ntegro. (dia era descuidada e guiada mais por cobi%a do que por preocupa%ão maternalC . sem v!cios. *as Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 8 .vel a $olin 4arens. mais importante de tudo.abia o que queria para sua neta favorita. /la insistira em ir a ondres com os demais.rios v. Dma jovem da natureza sens!vel de Pamela precisaria de muito amor e carinho e. tinha toda a e8pectativa de v2#lo fazendo um pedido de casamento a sua neta favorita antes que a temporada terminasse. regrado. para rep@#los. com certeza. no que dizia respeito a .bitos do conde. 3 menina. a vi6va 'aven estava sentada numa cadeira de balan%o. e apreciava sua privacidade. por um motivo. /la certamente dava toda a demonstra%ão de ser desprovida de emo%&es. insens!vel. . em vez de esperar a constru%ão de um rid!culo chalé. estivesse bem a caminho de se apai8onar pela garota. se conseguisse convencer . ali mesmo em ondres. nem um pouco fr!volo. mas. pois ela não iria querer ver Pamela de cora%ão partido.ane não conhecia Pamela bem e era complacente demais e 'aven0 'aven mostrava#se irremediavelmente favor. o sil2ncio que a envolvia feito um manto de lã. . e que estava no completo controle de sua própria vida.ulgava#o um jovem de emo%&es fortes.e mantinha uma amante. parecia a Arace.. Devia ser maduro. aos oitenta anos. . ou vol6vel. todos sempre tinham presumido que ela era fria. Fuanto a 9achel. >udo corria conforme deveria ser.Capítulo &II . 5ão confiava em ninguém a não ser em si mesma para supervisionar a aquisi%ão de um marido adequado para a neta mais nova e favorita. /stava gostando da temporada até então.

teria de pensar mais profundamente a respeito do comple8o assunto que era 9achel. caso uma pessoa fizesse o devido esfor%o. talvez fosse q momento de uma segunda apresenta%ão de sua futura nora à rainha. >alvez tivesse se dado conta de que seu maior problema era o de querer escolher demais e estivesse com medo de acabar ficando sozinha.ane estava ficando cada vez mais infeliz e preocupada. 3pesar de reagir com teimosia e oferecer resist2ncia às ordens do tio. 5ão era segredo que estava considerando aquela a temporada decisiva de sua vida. Fuando ela se Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson # . mais um sarau...goa no olhar. aquela em que teria de fazer sua escolha. Pamela e 9achel tiveram as suas apresenta%&es na corte. m. ad( 'aven sugeriu que. Pela primeira vez. sobre seus desejos e necessidades.trong-(c)e.rio de maior movimento. seu desprezo por ondres e pelo artificialismo da sociedade londrina cada vez mais acentuado. Pamela até se orgulhou da crescente habilidade da jovem amiga. . Pamela. não apenas despeito.. dominando aquela dif!cil proeza. 3mbas conversavam freqJentemente e ela encontrava na garota uma verdadeira amiga e uma maturidade que era surpreendente em alguém tão jovem. a irmã mais velha achando o evento deslumbrante e a mais nova. 9achel era. Para ser impiedosamente sincera consigo mesma. >alvez houvesse mais na garota do que dizia sua fachada de arrog:ncia e altivez. embora as duas jovens damas não pudessem.im. a mais parecida com ela. impressionante. .ane.veis. concluiu Arace. 3 temporada progredia com seus concorridos eventos sociaisC mais uma semana se passou. galopar no hor. um almo%o ao ar livre.. como gostariam. pelo fato de a irmã ca%ula estar recebendo as aten%&es do mesmo conde que a ignorara por completo. .eria o procedimento correto introduzir . por sua vez. 3penas ela lhe notara a m. e tivessem de montar de lado na sela. teria de refletir muito a respeito. +elinda podia ser filosófica às vezes e tinha pensamentos mais profundos do que muitos com o dobro de sua idade. evidentemente. descobrira que havia muito a se desfrutar em ondres.em mencionar que parecia incerta quanto a qual entre seus in6meros admiradores escolheria.im. Dma tarde de leitura de poesia.ane e seu filho estavam noivos. . 'aven se op@s à sugestão da mãe e apoiou a recusa de . uma vez que . os passeios a cavalo no parque se tornaram agrad. mas cansativo. 5a companhia de +elinda e .ane na sociedade londrina como a nova viscondessa de 'aven. entre todos os seus netos. mas apenas depois de uma furiosa discussão entre o casal de noivos.Arace come%ava a ter suas d6vidas. >ornou#se óbvio a Pamela que grande parte do comportamento dif!cil da garota devia#se à tentativa de chamar a aten%ão do tio. *ais um baile.goa. .

e ela batia o leque no joelho ao ritmo da m6sica. e ela abriu#lhe um sorriso. às vezes. era descontra!do e. observando#a.egundo dizem. sobre . ao sul de Penrith. /ra importante que a garota entendesse que havia outros meios de obter a aten%ão dele. o tio passava muito mais tempo com ela. 7 I mesmo< 7 ?s dois estavam sentados num canapé a um canto e Pamela sentia#se e8tremamente feliz em ter alguém que buscava sua companhia. a e8pressão não dei8ando transparecer se era um mero gracejo. que .trong-(c)e. tio e sobrinha até riram juntos. interessado.. então. 5ão é o bastante< 7 /u diria que. 7I um lugar assombrado. 7 . / ela mesma descobriu. /le lhe contou sobre os sal&es seculares da mansão. como imaginara que aconteceria naquela temporada. ser tão vol6vel. . com o passar dos dias. embora em seu olhar permanecesse uma certa seriedade que devia ser costumeira. 7 /le se casou com outra. então é melhor quK isso aconte%a antes do Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson !% . ou se falava a sério.cil de se conversar para um cavalheiro tido em tão alto conceito nos c!rculos pol!ticos.trong-(c)e mergulhava em seu trabalho e livros. 7 4oc2 realmente pensa assim< ? tom dele era franco.trong-(c)e deu de ombros. . com uma armadura guardando a porta da frente e o brasão dos . concluiu ela. / uma simples questão de lógica. *as quando +elinda causava problemas. os dois conversaram sobre Bor)shire e 'aven $ourt e. $onforme todos passavam mais tempo juntos. em vez de ficar tristonha e sozinha.comportava bem. até espirituoso. ocasionalmente. /stavam sentados juntos durante uma dan%a. mas. mais male.im. Pamela sentiu o peso do olhar dele.guia segurando flechas em cada garra.hado.vel. dizem que o fantasma é o esp!rito de uma jovem que foi desprezada por seu amado e se atirou da janela mais alta num sombrio dia de novembro. +elinda tornou#se menos voluntariosa.. ele precisava de uma ligeira provoca%ão para não permanecer tão compenetrado. Pense só no que isso indica sobre o car. adornando cada superf!cie. 3 cena enterneceu o cora%ão de Pamela. se ele era tão inconstante. uma . 7 / claro que sim.e um cavalheiro abandona uma mo%a. o lar dele no condado de $umbria. /m um baile. onge de ser formal. então ela teve sorte em escapar do compromisso.vel. 7 Fue tolice.ter de uma pessoa. 5ão era uma caracter!stica desagrad. Dma vez ou duas. não é sempre dessa maneira< +em. Por que ela fez isso< . sabe< 7 disse ele.*anor.trong-(c)e era uma pessoa surpreendentemente f. certa noite. .

contente e ansioso. 5ão pretendera incluir o pomposo aristocrata. Pamela observou#o por um momento. . . 3 inconst:ncia dele não indicaria um bom futuro marido. mas sua mãe assumira o controle das coisas no 6ltimo minuto e insistira. de e8celente Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson !$ . 3 viagem de um dia a 9ichmond fora marcada para a se8ta# feira daquela semana e. 75ão quero dan%ar com sua irmã 7 disse ele abruptamente. *as 9achel pode valsar e tem a pró8ima dan%a livre. pensando em +elinda. destinado a ficar. junto com o atual pretendente de 9achel. est.casamento. mas observou .trong-(c)e por algum tempo depois daquilo. Pamm(. não sentia necessidade de preencher cada momento com conversa. estar no pró8imo baile. 7 . 7 . 7 Disse De8ter. 7 / então. cheia de passos elaborados. absorto em pensamentos. portanto. 7 3inda não.eu parceiro de dan%a seguinte. De qualquer modo. ela convidara o alegre De8ter. /m qualquer dos casos.im. Pamela dei8ou#o conduzi#la pelo salão. . é melhor que isso aconte%a antes que o casamento seja realizado.trong-(c)e também se p@s de pé e tocou#lhe o bra%o. com o qual não conseguira simpatizar. creio eu. De8ter ainda não se mostrava muito seguro de si mesmo na pista e concentrava#se nos passos..vel num homem tão sens!vel e generoso quanto o conde. /la se levantou. ? que havia em 9achel que .trong-(c)e parecia distra!do agora. seu amigo De8ter. 7 =sso é tão dif!cil. não é mesmo< ?u pode ter sido apenas que ele tenha encontrado aquela com quem realmente estava destinado a ficar. lorde Barnell.. não< /ncontrar aquela pessoa com quem realmente se est. /la só fazia aquilo quando se sentia nervosa com alguém. lhe pedir permissão. ? casamento é para sempre. pronta para sacudirmos nossos ossos no salão< I uma dan%a alegre. 3 condessa ieven dever. recebeu permissão para valsar< 7 5ão. o tipo de companheirismo que acontecia quando a amizade realmente criava ra!zes e.rta. srta.ua fam!lia também iria. mas ele tinha o olhar na dist:ncia e. mesmo enquanto ela e o jovem amigo seguiam os passos intrincados da dan%a. daquele modo. 3 m6sica estava terminando. esperava que aquilo não arruinasse os planos para o passeio deles. . Pamela.entia#se à vontade com ele. mas Pamela j. porém.. .trong-(c)e não gostava< 3mbos mal haviam trocado duas palavras e ela percebera uma antipatia em rela%ão a sua irmã que parecia ine8plic. feito um cãozinho de estima%ão. orde Barnell era um marqu2s. estava se apro8imando. dan%ava muito melhor do que no ano anterior e teve tempo para observar. e minha mãe disse que ir. 7 /la soltou um suspiro. dei8ou#o quieto. voc2 me reservaria uma dan%a< 4oc2 j. 7 /la sacudiu a cabe%a com pesar.

8imo para arrancar coment. descobrira que dan%ar era um e8erc!cio prazeroso. nós ficar!amos muito contentes. mas o entusiasmo de Pamela foi vis!vel" 7 /le é maravilhoso0 >ão atencioso e gentil. no momento. 7 4oc2 tem tanta considera%ão. segundo se comentava. mas. 3cho que ela j. *as o altivo j anota teria de olhar para o outro lado. com o tempo. enquanto os 'aven retomavam para casa. retirou#se. em circunst:ncias normais. 7 3té se8ta#feira. porque ela e +elinda fariam um merecido galope pelos campos verdejantes do parque 9ichmond. de errado com voc2< 7 perguntou#lhe. reuniu#se ao grupo naquele momento. quando se virou de volta para a fam!lia. então. foi para encontrar 'aven observando#a furiosamente. srta. nada de errado com ela 7 disse . o que é ótimo.trong-(c)e sorriu e cobriu#lhe a mão enluvada com a sua. 3chei#o taciturno em princ!pio. se voc2 e +elinda desejarem andar a cavalo no parque. pegando o bra%o do noivo e apertando#o. lad( 'aven monopolizou a conversa. . o mais calmo dos homens. Por mais que tivesse esperado detestar bailes. /la e De8ter terminaram a dan%a. 7 /u estava acabando de dizer ao seu irmão. ?bviamente. parecia irado. mas é apenas reservado.trong-(c)e estava com o grupo de sua fam!lia enquanto o rapaz a levou de volta.ane. .rios do quase inacess!vel marqu2s. 5ão havia como oferecer resist2ncia uma vez que lad( 'aven se determinava a algo. 9achel. 'aven meramente resmungou. e8austos. . 7 Despedindo#se de todos com uma mesura. lorde Barnell. empe#nhando#se ao m. não é< 7 acrescentou com um sorriso. e Pamela ficou contente quando outro de seus jovens amigos a tirou para dan%ar. Pamela. pensou mais tarde. acompanhada pelo pretendente. come%ou a melhorar sua opinião sobre ele. mas. 7 ? que h.posi%ão social e. estava à procura de uma esposa naquela temporada. /spero que.trong-(c)e é um cavalheiro tão agrad. +elinda veja todas as suas boas qualidades. que estarei ocupado nos pró8imos dois dias com negócios. Arata. a caminho de nosso piquenique em 9ichmond. mas meu cavalari%o est. havia um Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson !2 . daquele instante em diante. dispon!vel. 7 .vel. 3cho que posso falar por +elinda quando lhe digo obrigada. / quando achava que mais um sarau ou tarde de poesia a entediariam ao e8tremo. Pamela acompanhou#o com o olhar. 3 temporada que temera tanto estava se tornando um per!odo com momentos de grande alegria. e . ela tocou#lhe o bra%o. 7 5ão h.trong-(c)e gosta realmente da sobrinhaC sei disso pelas coisas que me disse.eu irmão era.

Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson !3 .trong-(c)e que só precisava de uma palavra gentil para vir à tona. mas. da cor de caramelo. ? homem era incr!vel. 5a verdade. a imagem do querido rosto dele surgindo em sua mente. com o passar dos dias.trong-(c)e. /le parecera hesitante em rela8ar em princ!pio. ele sorria e se descontra!a e até ria alto.trong-(c)e. mas. Dm prezado e muito querido amigo. ?s olhos eram o ponto forte de . Pamela recostou a cabe%a no travesseiro e fechou os olhos. concluiu. 5ão que o restante dele não fosse bonito. em sua presen%a. 5unca fora de seu feitio avaliar um homem por seu rosto ou figura. tomara#se realmente um prezado amigo. ao contr. Aostava de ouvi#lo rir. pois eram calorosos.galope matinal com +elinda. o conde era o respons.vel pela maioria de seus momentos de verdadeira diversão.rio. 3s pessoas o achavam circunspecto. 'avia uma amabilidade oculta dentro de . ou um passeio à tarde no parque com sua jovem amiga e lorde . no entanto.

7 5ós temos conversado com freqJ2ncia. /ra somente depois que uma pessoa se afastava dos odores provenientes da queima de carvão e dos detritos do rio que podia sentir o cheiro da relva. ou o amarelo radiante do sol. tornando#se mais puro. o mérito total do dia só tenha sido percebido depois que dei8aram a cidade bem para tr.rvores.. mas ainda trocamos nossas farpas em muitas ocasi&es. das . conta de quanto revela sobre os próprios sentimentos quando fala comigo às vezes sem sua maneira resguardada. Passaram pela ponte +attersea e. Fuando a se8ta#feira chegou.. com uma brisa suave. as damas que preferiam cavalgar montadas como os cavalheiros e os demais em carruagens. embora. ? som das rodas Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson ! . olhando para a dist:ncia. +elinda sabe que essa não teria sido a sua escolha..s.rvores e ver o intenso e l!mpido azul do céu. dei8ava sua montaria galopar. a partir dali. o ar.vel como voc2 fez imediatamente. 4ovó Arace insistira em um traje novo de montaria. 7 Pamela estendeu a mão e tocou#lhe o bra%o para chamar#lhe a aten%ão e avis. tendo dificuldade em colocar em palavras o que entendia instintivamente sobre +elinda e seus sentimentos comple8os em rela%ão ao tio. . então. percebe< 7 Pelos céus0 7 e8clamou ele. 7 /spero que ela não se sinta como se eu não a quisesse. 7 4oc2 a faz comportar#se. 3cho que ser. quando Pamela a chamava de volta.trong-(c)e.. enquanto +elinda se adiantava em sua montaria para trotar ao lado de De8ter em seu baio. perple8o.endo o guardião dela. mas. e ela tinha de admitir. 7 5ão. flores silvestres e campos alegrando o cora%ão de Pamela e embevecendo seu olhar. 5ós estamos mais amigos do que éramos. /les atravessaram $helsea. tão entusiasmada quanto ela e duas vezes mais cheia de energia.. as .#lo a manter seu tom brando. rezou a cada noite para que houvesse tempo bom. 7 *as foi mais f. evidentemente. preciso um pouco de tempo e paci2ncia de sua parte para que se entendam totalmente. $om todo o fervor. o dia amanheceu espl2ndidoC ensolarado. e eu pare%o não conseguir passar para esse relacionamento af. 7 Ea%o o qu2< 7 Pamela afastou de seus olhos a tola pluma de seu elegante chapéu. 3 constante neblina de ondres tornava os dias bastante semelhantes. +elinda.cil para mim.Capítulo &III 3 6nica preocupa%ão de Pamela fora a de que o tempo não cooperasse com os planos deles. e ela não se d.. ou%a. 7 $omo voc2 faz isso< 7 perguntou . sentia#se graciosa e atraente no veludo verde. 7 Pamela franziu o cenho. ela continha sua vontade de correr e voltava para o lado de sua nova amiga. dei8aram a cidade. ou.

se eu tivesse perdido ambos os pais e ainda na idade dela. então. voc2 não acha que as coisas melhorarão de imediato< /u devo. não tenho. 7 .. enfim. ela apenas se sentiria como se tivesse de competir com sua esposa pelo seu tempo e aten%ão.eria a pior coisa que voc2 poderia fazer no momento. pense em quanto deve ser pior para a menina. isolada0 /ssa é a palavra que eu estava procurando. aprendendo a lidar com toda a sua dor.ei que sinto falta do meu pai. 3 teimosia da garota. 4oc2 é tudo o que +elinda tem. mas o tom de aturdimento dele não passou despercebido aos demais. /la se sente sozinha. percebeu ela. deve#se à tristeza e à confusão que sente. e acredito que ela est.#la à escola por algum tempoC +elinda encara isso como uma tentativa sua de se livrar dela. 3cho que a garota se sente. enfim. 7 .e voc2 sente a frustra%ão de não ser capaz de se comunicar com ela.. /la só se sentiria mais. mas então disse" 7 /u devo me casar.. oh. 5ão posso imaginar como foi isso para ela. olhou ao redor para a paisagem campestre. com o tempo. soltou um longo suspiro. ? que significaria. sacudiu a cabe%a. tem alguma dama em mente< /le lan%ou#lhe um olhar peculiarC quase pensativo. talvez. Perdida. / não desista dela.. mas não conseguiu dei8ar de perguntar" 7 Por qu2< 4oc2.. 5otou#lhe a dor e reverenciou o amor que o conde nutrira pela irmã. até que chegue o momento em que possa. um riso.. compreende< . +elinda me desafia continuamente. . D2#lhe um pouco de tempo. *as é inteligente. 7 /u apenas não sei como chegar até ela. 7 *as voc2s vão acabar se entendendo melhor. para piorar as coisas.trong-(c)e hesitou e. 7 . 7 ?lhe só para mim0 Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson !! . 7 D2 a si mesmo bastante tempo. / a escola não é a solu%ão agora.trong-(c)e franziu o cenho com ar pensativo e. super.das carruagens e o dos cascos dos cavalos encobriam as palavras que trocavam... 5esse caso.. 4oc2s dois estão lutando com. Dei8e seu relacionamento com sua sobrinha tornar#se mais tranqJilo primeiro. compenetrado. 7 Pamela teve a impressão de que uma sombra passou pelo rosto dele naquele momento. não fez idéia. na medida do poss!vel. >alvez fosse melhor se voc2 apenas rela8asse por enquanto e não tentasse impor tantas regras.. oh. e. 5ão. ela saber.. com sua tristeza. 7 Pamela hesitou. em grande parte. 5ão tente envi. abandonada no momento. =solada. 7 /u. então.. /u não faria isso. aliviada.. disso também. 7 .oltando. e. Posso ver quanto voc2 gosta de sua sobrinha e. 7 /ntão. 7 Htimo 7 comentou Pamela. levar uma dama para dentro de casa para ajudar a amenizar a dor dela< Pamela sacudiu a cabe%a. eu fico zangado. 7 +elinda perdeu o pai e a mãe. do alto de sua montaria.. $avalgaram em sil2ncio por um momento...#la.

7 . como os olhares ardentes entre 'aven e a srta.$onselhos sobre educa%ão infantil e casamento de uma garota que sempre se julgou uma crian%a irrespons. portanto.ane e olhava para o céu de intenso azul. então.. de +elinda e do jovem De8ter.0 7 gritou. voc2 é notavelmente sensata. sentiu seu olhar atra!do por 'aven e a noiva. que descansavam à sombra de uma . ? noivado de ambos fora formal. a pleno galope em suas montarias. / não sou o 6nico amigo de +elinda.trong-(c)e cobriu#lhe a pequena mão enluvada com a sua e sorriu. ? parque 9ichmond. carnal. era de se estar invadindo a privacidade de ambos. entusiasmo pelo dia. estendia#se diante deles como um tapete esmeralda.trong-(c)e estava sentado com lad( 'aven. +elinda. ao v2#los juntos. quando a viscondessa parou de tagarelar e o dei8ou para ir supervisionar os criados.s as carruagens e as palavras de reprimenda de lad( 'aven.rvore frondosa. 3 sensa%ão. estar tão apai8onado e saber que seu amor era correspondido< /le j. bem. uma inesperada onda de enlevo transbordando de seu cora%ão. que se preparavam para servir o almo%o. Dresden indicavam. enquanto ela lhe afagava os cabelos. an%aram#se. Depois daquilo. Pamela sentiu um misto de calor e euforia percorrendo#a. 3té um estranho podia identificar nos olhos deles o amor e o desejo que sentiam um pelo outro. conversando e tendo 28ito em esconder seu tédio. De8ter e Pamela corriam pela relva numa espécie de jogo de pega# pega que inclu!a algumas cócegas e muito riso. nem ela o acariciara de maneira tão terna. /le.. fora#lhe concedida meia hora a sós com ela. então. as companhias em que se encontrava. sua m6tua pai8ão tão evidente e e8posta.vel.vel0 7 5a verdade. dei8ando para tr. ela afagando#lhe os cabelos com infinita ternura. /le lhe pedira a mão em casamento na presen%a da mãe dela. 9achel e seu pretendente caminhavam ao longo do pequeno lago. ?brigado por isso. Eoi um !ntimo al!vio para ele. $omo seria sentir#se tão à vontade na companhia do ser amado. embora amistoso. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson !6 . às vezes. 7 /la tem a voc2 também. o tempo agrad.trong-(c)e riu do eufórico an6ncio e trotou atr. . e seu pedido fora prontamente aceito. 'aven estava deitado com a cabe%a no colo de . se sentira daquela maneira com Dorothea< $ertamente nunca deitara a cabe%a em seu colo. caloroso. mas nunca partilhado de algo tão !ntimo e. ele fitando#a com vis!vel pai8ão.s dela. 7 /stamos quase l. 'aviam se beijado. 7 Posso sentir o cheiro dos espa%os abertos e verdejantes de 9ichmond0 . aquele para!so gramado apenas distante o bastante de ondres para parecer o campo.

>odos na fam!lia estavam tentando unir os dois. enquanto . /le duvidava que ela fosse capaz de amar alguém. Dorothea nunca o amara. Dresden e à avó da jovem também. cauteloso. / ele não tinha d6vidas de que ela j. não todos. quem mais poderia ter se apro8imado senão a srta. em parte mulher. porém.trong-(c)e desviou o olhar para observar. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson !" . Fualquer outra dama a quem ele tivesse dado tanta aten%ão teria tido. 3lém do que. na sala de visitas dos 'aven. /. de algum modo. 3inda assim. nem sequer ocorrera à jovem que o assunto pudesse estar. Pamela 5eville era um enigma. relacionado a ela.eria reservado. por vezes.trong-(c)e pensava em mulheres ambiciosas. em parte crian%a. sua sobrinha e os dois outros jovens brincando feito carneirinhos sob o sol de primavera. pois fora magoado profundamente por uma mulher ambiciosa cujo 6nico objetivo fora assegurar um marido antes que seus encantos tivessem se desvanecido. à srta. Pamela tinha quase vinte anos e. Dresden. achava que ainda não a conhecia bem o bastante. ? visconde a tratava bastante como a uma crian%a. 5ão. 3 possibilidade certamente ocorrera a lad( 'aven. dei8ando de en8ergar a mulher encantadora que lutava para se libertar do casulo da inf:ncia. /m sua opinião. algum pensamento ligado ao casamento. era evidente que estava em ondres para encontrar um marido. desde lad( 'aven à vi6va e à srta. a idosa vi6va. estava determinada a in# duzi#lo a pedir a mão de sua neta mais nova em casamento. 'aven se mostrava indiferente e.trong-(c)e. 3 srta. /le não se sentia pronto para fazer declara%ão alguma. . estaria casada quando chegasse o outono. /ra cedo demais e estava incerto quanto aos seus sentimentos pela srta. Provavelmente. ao menos. então. ?u principalmente mulher< Por que ele chamava aquele lado espont:neo e e8pansivo dela de GinfantilG< /ra bem poss!vel que ela permanecesse deliciosamente jovial e cheia de sua cativante vivacidade mesmo depois do casamento. 5eville e seu arrogante pretendente.Desconcertado pela onda de inveja que o dominou. embora o fato não tivesse sido anunciado. hostil diante de qualquer sugestão de que ele passasse tempo com sua irmã ca%ula. que ficara em casa naquele dia. daquela vez. Dm homem de sorte seria o marido dela para sorrir e rir o dia todo e poder am. Fuando mencionara casamento no trajeto até 9ichmond. paciente e constantemente guiando cada conversa para assuntos matrimoniais. 3 beldade estivera apenas ganhando tempo até que um melhor partido aparecesse em seu caminho. . observara . alegando que não se prestaria ao papel de comer Gno meio do matoG.#la a noite inteira. Pamela não flertava com ele e nem sequer entendia suas sutis insinua%&es. Pamela. apenas não queria perder sua irmãzinha. cujo olhar de especula%ão encontrara#se fi8o nele mais de uma vez enquanto bebericara ch.

não era< 7 falou +elinda. eu estou no jogo 7 respondeu ela.Barnell.. e ela fez . pensou.trong-(c)e nas cadeiras dobr. / jamais ele tivera pensamento mais fantasioso. frio. tão parecidos com os do pai. 7 /st. 9achel ocupou recatadamente a cadeira entre os dois homens e abanou o rosto com languidez. 7 /.veis de madeira que haviam sido levadas para aqueles membros do grupo fatigados ou altivos demais para se sentarem em cobertores sobre a relva. 4azios. f6teis.. e8austos. bocejando. 3posto que voc2 não dei8ou isso por conta das crian%as 7 declarou Barnell. sentou#se ao lado de .eria ótimo 7 declarou De8ter. 7 *eu tio era o melhor lan%ador de sua turma. Pamela< 7 /u j. /le sentiu os cabelos da nuca se arrepiando. mas o planejamento. enquanto se apro8imava dos mais jovens. desprovidos de emo%&es e absortos no mundo da sociedade.trong-(c)e lembrar de uma fada ou ninfa dos bosques. enquanto caminhava pela relva para se reunir ao jovial trio sentado no chão. . Pamela e +elinda se atirando. . ? que realmente queria era livrar#se da presen%a da srta. Fue maravilhoso de sua parte pensar neste dia. srta. De8ter. 7 *amãe disse. 7 3 idéia foi da srta. ? conde levantou#se e curvou#se. joguei antes. 7 /st. 3queles dois se mereciam. 7 3h. realmente espl2ndido.eus olhos escuros. na relva. mas se todos estão se sentindo tão e8austos. um tempo espl2ndido para um piquenique 7 comentou com sua voz afetada. 7 . então 7 disse. 3té a voz melodiosa e de timbre perfeito dela o fazia lembrar de Dorothea. 7 =rei procurar terreno plano 7 ofereceu#se e afastou#se correndo..trong-(c)e estiver disposto a uma partida. tio< 7 /la segurou#lhe o bra%o e virou#se para a amiga.trong-(c)e. 7 Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson !8 .trong-(c)e. empolgado.. enquanto observava De8ter. 7 4oc2 não gostaria de aprender. 9achel e de Barnell. pedindo licen%a ao casal com um murm6rio sobre ter de ir falar com sua sobrinha. Pamela 7 respondeu. mas se . deitando#se na relva e colocando os bra%os dobrados sob a cabe%a. lorde . 7 4ai mesmo nos ensinar. brilharam com entusiasmo. ponderou. Barnell e 9achel seriam perfeitos um para o outro. +elinda levantou#se rapidamente e colocou#se ao lado do tio.ua figura esbelta e vestida de verde confundiu#se com o tapete verdejante. arqueando uma sobrancelha. e ser generoso o bastante para nos incluir no passeio. alternando um olhar entre ele e Pamela. 7 $ansaram#se demais< /u pretendia me oferecer para ensinar cr!quete às damas depois do almo%o. .

/la meneou a cabe%a e respondeu" 7 Auardaremos algo para voc2s. Pamela p@s#se de pé. mas . 7 *amãe disse.. +elinda< 7 perguntou ele com gentileza. solu%ando.trong-(c)e por sobre o ombro. a garota meneou a cabe%a.em aviso. . engolindo em seco. 9ecostando#se no peito do tio. e os dois caminharam lentamente na dire%ão dos bosques. encontrando o olhar de Pamela.. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson !# . 7 5ão esperem por nós para almo%ar 7 disse . 7 4oc2 caminharia um pouco comigo.bios.Parou de falar e piscou. 7 .grimas afloraram em seus olhos. afagando#lhe os cachos castanhos. um solu%o angustiado escapou de seus l.trong-(c)e sacudiu a cabe%a de leve e estreitou a sobrinha em seus bra%os.

7 $oncordo plenamente com sua mãe. de aunce(. havia apenas sua fam!lia e De8ter por perto. mas essa é a mesma mulher que não quis que nenhum de seus filhos fossem enviados para a escola. 7 /sse não é um caso em que se deram doces demais 7 apontou Pamela. 7 ? tom de lad( 'aven foi de intoler:ncia.#la de volta para a escola e não tolerar mais as tolices dela. mordiscando um bago de uva. 7 /u tinha mais ou menos a mesma idade de +elinda quando papai morreu. mas foi 9achel quem falou primeiro. para longe de 'aven $ourt 7 contou 'aven. sim. creio eu. /le mima aquela garota. ela que sempre concordava com a mãe em rela%ão a tudo0 7 *as isso foi quase um ano atr. fez um gesto de cabe%a na dire%ão de um lacaio. e não fui mais eu mesma por muito mais do que apenas um ano.vel paparicar#se crian%as. desobedientes... como sempre acontecia quando alguém discordava dela. estava prestes a abrir a boca para falar em defesa da amiga.. 7 5ão é recomend.Capítulo I' ? conde deveria mand. srta. minha mãe pode falar em não se mimar a srta.veis de madeira. como podem ver.ua filosofia agora pode ser o resultado de não ter seguido esse conselho ela mesma. 7 4oc2s eram todos crian%as delicadas.. 7 Dm ano não deve parecer muito tempo para alguém superar uma perda dessas 7 argumentou 9achel. 7 *ãe. 9achel manteve#se em sil2ncio. sentada com altivez numa das cadeiras dobr. afinal. 7 ?h. >odos riram.. ad( 'aven empertigou#se.s. indicando sua figura alta e forte. 5eville. que lhe serviu outro copo de limonada. Pamela. mas aquela menina. Pamela lan%ou um olhar à irmã. 7 /la ficou profundamente abalada com a morte dos pais.. e8ceto lorde Barnell e lad( 'aven. a garota perdeu os pais. despreparadas para os rigores da escola. servindo#se de mais um peda%o de frango e sorrindo. e o que lhe importava a e8pressão chocada de lorde Barnell<. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 6% . 5ão acha que ela tem direito a um pouco de mimo< +oquiaberta. 7 ad( 'aven. que pareceu aborrecida e afrontada. sentada no cobertor estendido no chão de pernas cruzadas. 3cabam ficando mimadas demais. 3credito que pessoas que dão conselhos sobre educa%ão infantil geralmente sugerem o oposto do que elas mesmas seguiram. 7 orde Barnell ergueu um copo e meneou a cabe%a para lad( 'aven com ar de aprova%ão. sou um sujeito delicado 7 declarou 'aven. 7 . e essa é a verdade. 7 Barnell.

>odos sabiam que era um prete8toC iria tirar um cochilo. 7 'aven limpou as mãos num guardanapo de linho e sorveu um gole de cerveja.ane com um olhar significativo. 7 3cho que a esposa certa seria uma b2n%ão tanto para lorde . 7 falou Pamela.. 5ão houve mais nada a se dizer sobre o assunto. 7 >ome um pouco de limonada 7 acrescentou gentilmente para a menina. embora os belos olhos escuros estivessem vermelhos. resmungando que iria sentar#se na carruagem por algum tempo. observando o irmão e a futura cunhada de cenho franzido e perguntando#se sobre o que realmente era aquela conversa. com ad( 'aven. 7 3o contr.trong-(c)e e a sobrinha no cobertor. 7 *as acho que o próprio lorde . em especial porque os dois objetos da conversa tornaram a se reunir ao grupo naquele momento.ane. e eu o respeito por isso. 7 *as não seria justo para a jovem dama que se casasse com ele ter a presen%a de uma garota de treze anos na casa enquanto o casamento fosse tão recente.trong-(c)e saberia disso.. 7 /stou de pleno acordo. levantando#se e dei8ando espa%o para . ainda contrariada por ter sido desafiada pela filha favorita.trong-(c)e est. Pamela ficou contente em ver que +elinda se recobrara bem. ? que quer que o tio tenha lhe dito durante a caminhada de ambos parecia ter ajudado. . 7 3tirou um peda%o de ma%ã para além da ampla toalha de piquenique coberta de iguarias na dire%ão de um p. pois +elinda precisa dele enquanto tenta superar sua tristeza. Depois que tio e sobrinha haviam comido e descansado.eja como for. realmenteL tentando fazer o que é melhor para a sobrinha. ? sil2ncio absoluto seguiu#se àquela declara%ão. muito melhor para ele esperar alguns anos. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 6$ . fazendo a coisa certa. todos jogaram cr!quete. o conde me perguntou se eu achava que ele deveria se casar. 3 conversa se generalizou.trong-(c)e concordou totalmente comigo. Dm casamento apenas complicaria a vida dele no momento. e o grupo come%ou a se dispersar.7 orde . 7 $oncordo que teria de ser uma noiva e8cepcional 7 disse . 7 9ecém#casada alguma deveria ter de se defrontar com esse tipo de problema. e ela olhou ao redor para os demais. acho eu 7 opinou Pamela. mas ninguém comentou a respeito. a fim de se sentarem para comer. 7 3inda hoje.er. com muito riso e empolga%ão.ssaro que saltitava por perto. 7 . e eu lhe disse que não o aconselharia a se casar por ora. 7 /st. 3penas 'aven meneou a cabe%a com aprova%ão.rio 7 comentou .trong-(c)e quanto para +elinda. 7 4enham sentar#se 7 disse Pamela. 7 . +elinda parecia mais calma.

7 . ?s criados terminaram de guardar as coisas nas carruagens. seu tom amargo. /la pareceu querer por um momento enquanto nos observava. . 5ossa dor pela morte de /uphemia e do marido é algo que temos em comum. devemos partir. / chorou. 9achel recusou. Pamela estava prestes a lhe perguntar por que não gostava de 9achel.. 7 ? tipo dela nem sonharia em sujar as luvas ou desmanchar o cabelo 7 comentou . 7 5ada. 3li estava aquela antipatia novamente. quando vi isso.. ela respondeu" 7 I claro0 4oc2 é um bom homem e.urpresa com aquele tom tão veemente. >ive medo o tempo todo de dizer a coisa errada. 7>enho a impressão de que fizemos algum progresso. 4oc2 ser. seu irmão segurando o relógio de bolso. +elinda nunca tinha chorado na minha frente antes.e quisermos estar de volta a ondres antes do anoitecer. ao menos. 7 4oc2s vão ficar a! matraqueando o dia todo< ? tom quei8oso de De8ter fez Pamela sorrir. um e8celente pai quando decidir se casar e ter uma fam!lia..cil me comunicar com ela.trong-(c)e quando ela retornou aojogo. $onseguiu conversar com ela< /le meneou a cabe%a.Durante uma pausa para uma consulta sobre uma regra do jogo.ane se apro8imaram. ? jogo prosseguiu. foi mais f. mas 'aven e . 7 . Pamela o interrompeu por um momento algum tempo depois. indo convidar 9achel e o pretendente para se reunirem a eles. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 62 .. que nunca havia dito antes. De algum modo. lembrando#se de como a irmã gostara de jogar no passado. De mim0 /u nunca havia lidado com uma crian%a antes. 3penas achei que talvez 9achel quisesse jogar. ? que entendo sobre crian%as< 7 4oc2 é duro demais consigo mesmo0 7 >ocando#lhe o bra%o.trong-(c)e. notando a e8pressão desdenhosa de lorde Barnell. sobretudo uma memna. tolo 7 disse#lhe e correu pela grama até sua posi%ão. 7 I claro que não. *as.eguir meu cora%ão. /u lhe disse que não precisa voltar à escola enquanto não se sentir preparada.trong-(c)e lan%ou#lhe um olhar curioso e. 4oc2 acha mesmo< . então. +elinda me disse coisas que. observou#lhe rapidamente a mão alva em seu bra%o. 7 ? que houve< 7 perguntou . algo que eu não tinha conseguido até então. Pamela acrescentou" 7 >udo o que voc2 precisa fazer é seguir seu cora%ão. Pamela disse ao conde" 7 +elinda parece melhor. 7 Fue bom para voc20 7 /u a senti apro8imando#se de mim ao menos um pouco.

/m breve. ainda e8istia a mesma irmã que costumara correr e brincar com ela quando crian%as. com seus ares de superioridade. mas Pamela sabia que. portanto. /ra verdade que 9achel podia ser antip. primeira impressão< ?s que seguiam a cavalo estavam muito pró8imos para que ela lhe perguntasse a respeito discretamente e. porque se dei8ara influenciar por alguma m. rapidamente. 3 hostilidade de . permaneceu sem saber. Pamela passou o percurso de volta para casa tentando entender a animosidade de . /ra um mistério grande demais para ignorar. teria de descobrir. por bai8o daquela fachada de altivez.tica às vezes. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 63 .trong-(c)e seria apenas porque não a conhecia tão bem. o dia se encerrou.trong-(c)e por sua irmã./.

pas# sando a acreditar que. através do espelho.. tão encantadora. especialmente. terminava ali. >alvez $olin pudesse ser levado a ver aquilo também. descobrindo que gostava bastante dos passos graciosos da valsa.. e Pamela levantou#se e agradeceu#lhe. Da garota rebelde da temporada anterior para a sofisticada dama de agora. 3pesar de toda a orienta%ão de vovó Arace. 3 temporada estava verdadeiramente em seu auge. $omo resultado. /nquanto no ano anterior ressentira#se da necessidade de uma temporada em ondres e.. .trong-(c)e. fora. /le a fitaria longamente e diria" GPamm(. 3 criada terminou o penteado. daquele modo.G . >alvez fosse tolice achar que ele a trataria daquele modo. embora a avó raramente citasse $olin agora. ia adquirindo mais confian%a. sem d6vida. pensou.. em geral. +ailava em muitas das dan%as. um salto muito grande. pensou Pamela. 3inda assim. Pamela. mais elegante. parecia mais alta. a cada dia que passava. e ela se deu conta de que. um 8ale de tule verde para usar com o vestido dourado. não com os ombros ca!dos ou arrastando os pés para diminuir ainda mais a sua pouca estatura. não se preocupava mais tanto com os bailes. tão espl2ndida. andando com as costas retas.. as mãos habilidosas de sua criada ajeitando#lhe os cabelos num penteado elegante. podia ver a diferen%a. ?bservou seu refle8o no espelho. ela se dava conta de que não conseguia assimilar alguns dos conselhos mais sem sentido. como sempre presumira com base na desaprova%ão de $olin. 5ão conseguia parecer entediada.ticos amigos dele e.. voc2 est. embora sentisse falta do campo.rta. 3s aulas de etiqueta de Arace prosseguiam.. e recusava#se a conter seu riso. embora pudesse ver que muitas das jovens Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 6 .veis. consistindo do e8pansivo De8ter. surpresa0 /stava se divertindo0 /. quando se olhava no espelho. /la não era 9achel. mas. 3gora que tinha seu próprio c!rculo de amizades. não houvesse nada de tão errado com ela. naquele ano determinara#se a fazer um esfor%o para se divertir e.Capítulo ' *aio era um m2s espl2ndido. talvez. /la mantinha uma postura correta. em seguida. mas talvez não houvesse problema algum naquilo. 3s demais pessoas pareciam ser daquela opinião. alguns dos simp. ? que havia mudado desde a temporada anterior< Principalmente.eu devaneio. a seu tempo. Pamela imaginava ocasionalmente o momento de reencontro com o velho amigo depois de sua surpreendente transforma%ão numa dama. os eventos eram bastante agrad. a sua atitude perante a aventura toda. desdobrara#se para chocar as pessoas. incluindo sua fam!lia. de . como a avó lhe teria recomendado que fizesse. observando. /scolheu..

o tão esperado pedido de casamento não acontecia. 7 Fuem é ela< 7 perguntou.pareciam quase sonolentas.. Pamela p@de entender sua motiva%ão para estar ali. 7 Fuem< 7 3 dama para quem voc2 est.trong-(c)e tinham acabado de dar uma volta pelo imponente salão e. Barnell era certamente considerado um dos melhores partidos da temporada e parecia interessado em 9achel. daquele modo. ao menos. pouco à vontade. olhando tão intensamente. mais um baile. a cada dia lad( 'aven esperando que ele pedisse a mão de sua filha. 5o decorrer dos dias anteriores. ainda assim. Einalmente no baile. /la se sentia realmente elegante em seu vestido dourado. satisfeita. ainda estavam de bra%o dado. /stava convencida de que a honra se devia à influ2ncia de lorde Barnell e via aquilo como um bom press. ou. quando Pamela a viu. entre as quais obviamente se destacando.trong-(c)e se detinha. /la suspirava com freqJ2ncia por causa de suas falhas. pois lad( 'aven estava e8ultante com a honra do convite. Pamela esperou que nunca acontecesse.. /.e não tivesse sido o caso. >entando imaginar o janota presun%oso como seu cunhado em reuni&es familiares. no majestoso salão de uma das mans&es mais deslumbrantes que j. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 6! . conhecendo bem a mãe. pois a mulher possu!a uma semelhan%a tão grande com 9achel que poderiam ter sido quase g2meas. 7 / como voc2 a conhece< . . /. mas Pamela não podia ter certeza. sendo tão l:nguidas e graciosas. e manteve#se em sil2ncio. $reio que seu t!tulo de casada seja lad( Dalhousie.vel. portanto. onde a nata da aristocracia sociabilizava. sendo aquele um dos eventos mais importantes da temporada.trong-(c)e moveu#se. /la e . mais uma noite.trong-(c)e. *as era no rosto da mulher onde o olhar de . 7/la é. tão almejado. não dedicando a nenhuma outra dama seme# lhante aten%ão. Dm casal acabara de entrar com um grupo de outras pessoas.gio para o futuro. 9achel parecia feliz o bastante. ficara claro que lorde Barnell vencera a competi%ão e era o pretendente favorito. mas sua natureza esperan%osa a fazia sentir#se confiante quanto ao 28ito que obteria em rela%ão a $olin. talvez ela não tivesse notado a s6bita tensão que retesou os m6sculos dele e o olhar fi8o que dirigiu à entrada do salão. segurando o bra%o de . ansiosa. um traje novo criado apenas para aquela noite. embora soubesse que as jovens damas sempre deviam deferir a seus pares. embora seu rosto fosse agrad. vira e. /. arregalou os olhos. 5em podia se abster de manifestar sua opinião. ? cavalheiro não era bonito.

7 Pamela tocou#lhe o bra%o e encostou o rosto na manga dele. lad( 'aven sempre insistia para que a filha ca%ula passasse bastante tempo na companhia do conde. uma vez que a mãe geralmente mal notava seus amigos.ssemos. mas que estava terminando nosso noivado. 7 5ão foi o que ela esperava ouvir. ? casal. o crep6sculo iluminando suavemente o céu a oeste. parando não muito longe de outros dois casais que apreciavam o ar do anoitecer. cumprimentado por outros amigos. ? semblante de . e Pamela observou#lhe o perfil bonito. seguiu pelo salão e logo ficou claro que seu caminho passaria diretamente em frente ao grupo dos 'aven.trong-(c)e endureceu. 7 '. 7 $omo o noivado de voc2s terminou< ? rosto de . achava apenas estranho. /le esbo%ou um sorriso. 7 Pode me dizer para ir para o diabo se isto não for da minha conta.s.7 . 7 Deu de ombros. 3 brisa soprava nas . 7 Eoi uma época sombria. Pamela não objetava. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 66 . mas deve haver mais por tr. à espera.bia uma vez me disse. a dama prefere outro cavalheiro. Pamela pousou as mãos nos quadris. 7 $omo pode ver. . . como uma pessoa bastante s.. 7 /la encontrou um cavalheiro com mais dinheiro e um t!tulo de nobreza mais antigo e me disse com toda a calma e frieza que lamentava. 7 ?h. foi melhor eu ter descoberto quanto ela era inconstante antes que nos cas. 7 /u lamento tanto. 7 $aminharia comigo.trong-(c)e< 7 Pamela encarou#o. Eez um gesto com a mão na dire%ão do salão de baile.trong-(c)e guiou#a até uma das portas#balcão que davam para o terra%o e ambos sa!ram.trong-(c)e tocou#lhe o cabelo com gentileza. e ele levou#a até o gradil do terra%o.s dessa história do que isso. Eicaram em sil2ncio por alguns minutos. /le olhou para a dist:ncia. mas. certamente 7 respondeu ela depois de um olhar que recebeu da mãe. realmente pouco mais a dizer. Pamela< 7 /u.trong-(c)e se contraiu como se ela tivesse tocado numa ferida.emanas depois. Eoi um per!odo horr!vel para mim. 3 voz tensa. e não foi uma informa%ão bem#vinda. . Por alguma razão. $onhecia#o bem para ver as poderosas emo%&es que passavam por seu rosto.. srta. minha irmã e meu cunhado morreram.rvores do jardim. ele revelou" 7 5ós estivemos noivos um ano atr.

seu comportamento frio em rela%ão a ela não seria notado. /la sorriu. que fizera uma rara apari%ão com o grupo. /stou apenas tão acostumada a ser a segunda melhor em compara%ão a 9achel que. isso me surpreendeu e me fez observar com maior aten%ão como voc2 se comporta na presen%a dela.#lo de perto. ah. e. não é< 7 3 men%ão dele agradou Pamela imensamente. não quis e8amin. percebendo tarde demais que lorde e lad( Dalhousie tinham parado para conversar com vovó Arace. ir@nico. 5unca ninguém a levara a sério antes. 7 3 m6sica est. em geral.7 /st. o jeito como fala. 7 I algo que vai além da apar2ncia f!sica 7 declarou . milorde. ou%a. por alguma razão. 7 I aquele jeito de flertar que ela tem com os olhos e o modo como espera que cada cavalheiro a corteje. 7 4oc2 é perfeita e8atamente da maneira como é. a dan%a do jantar< Determinada a dispersar#lhe o ar tão sério. $ome%ava a achar que ele a apreciava principalmente pelo fato de ser tão diferente de lad( Dalhousie e 9achel.trong-(c)e. 7 4oc2 me reservar.im. *eus in6meros pretendentes ficarão desapontados. 3cha que devemos voltar< 7 . 7 $ertamente. 7 *as isso é apenas como as damas são ensinadas a agir e como se espera que ajam. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 6" . fervoroso. 3s duas se parecem de muitas maneiras. paci2ncia0 ?s dois tornaram a entrar no salão e apro8imaram#se da fam!lia dela. ele parou e virou#a para que o fitasse. portanto. 3quele não era um pensamento bem#vindo e. pegando#lhe a pequena mão e beijando#a. 7 *as antes de entrarem. /8istem semelhan%as demais para a minha paz de esp!rito. Pude notar que lad( Dalhousie se parece muito com minha irmã. mas. algo lhe ocorreu. 7 . então. *as. ela fez uma mesura com ar de gracejo. 7 Diga#me uma coisa. 7 Provavelmente não é para as demais pessoas 7 admitiu ela. se referindo a mim. /ra tocante. 7 . 7 4oc2 é tido como uma pessoa reservada. 7 5ão mude7pediu ele.im. / até a voz dela.trong-(c)e afagou#lhe o rosto. ouvindo algum conselho seu e seguindo#o. / por isso que antipatiza tanto com 9achel< 7 /sperei que isso não fosse tão óbvio 7 disse ele. sustentando#lhe o olhar intenso e. 4ovó Arace diz que o flerte é uma arte e que eu jamais serei melhor do que indiferente nisso. Pamela concluiu que o bastante fora dito. a voc2. seu tom endurecendo. quando voc2 não me abandonou instantaneamente por ela. 5ão pense que tem de ser como as outras para ser valorizada. come%ando. não é t!pico de voc2 ser injusto0 9achel não tem culpa de se parecer com lad( Dalhousie.

h. 7 Eiquei muito triste em saber após o rompimento do nosso noivado sobre a tragédia com a irmã e o cunhado dele 7 prosseguiu lad( Dalhousie. foram noivos. /vitando o olhar do conde. Pamela estudou o casal atentamente quando lhe foi apresentada e trocaram apertos de mão. que talvez ainda amasse.tica. mas a tenta%ão de conhecer um pouco melhor a dama que . 7 Devemos ir ao reservado das senhoras para remov2#la< Pamela hesitou. . /m poucos instantes.trong-(c)e amara.vel e muito bondosa comigo. 3o menos. 3ntes de retornarem ao salão de baile. mas era tarde demais para retir. reservada para as damas.orriu.uponho que isso nos torne parentes. Pamela não p@de se conter e disse" 7 . de fato. uma pequena mancha de pó facial em seu ador. 7 $onhece lorde e lad( Dalhousie< 7 . viu#a desviando o olhar para algum ponto de seu vestido. estendendo a mão engelhada para lhe segurar o bra%o com firmeza.entou#se no sof. 7 /uphemia era uma mulher ador.#lo. 7 . seco.7 . Pamela. lad( Dalhousie não pareceu surpresa. foi grande demais.trong-(c)e me contou que voc2s dois j. e deu um tapinha no lugar a seu lado. por que voc2 rompeu seu noivado se *alcolm é um homem tão encantador< 7 Pamela ficou surpresa em notar o tom zangado em sua voz e perguntou#se a respeito. lembrando#se que o nome de batismo dele era *alcolm. 3 mulher um pouco mais velha meneou a cabe%a. lad( Dalhousie e a habilidosa criada a postos ali ajudaram Pamela. 7 ? tio#av@ de lorde Dalhousie é primo do meu pai em segundo grau 7 disse ela com um breve riso.. j.trong-(c)e 7 disse a idosa viscondessa. de bra%o dado..vel vestido 7 disse lad( Dalhousie. a pequena mancha foi removida. tinha uma e8pressão simp. *as. 7 *alcolm é tão encantador. 7 .trong-(c)e. um sorriso em seu belo rosto. as duas se adiantaram na dire%ão da e8tremidade do salão. de algum modo. Pamela levou um momento para se dar conta de que a dama ainda falava de .rta. 7 /la sentou#se num sof.im. mas havia constrangimento em sua e8pressão e um qu2 de tristeza. 7 /ntão. certamente longe de ser bonito como o conde.#la e8aminando#a abertamente e. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 68 . ? cavalheiro tinha estatura média e. era bastante comum. porém. ao lado da elegante mulher... como notara. nos conhecemos 7 respondeu ele. 5a tranqJilidade da graciosa sala decorada com papel de parede cor# de#rosa. Fuando se virou para olhar para a dama foi para encontr. então. meneou a cabe%a e. .

5a verdade. então por que voc2 havia concordado em se casar com ele< ad( Dalhousie deu de ombros.hado. /stou tão feliz. e eu lhe disse que achava melhor que não continu. tola como eu era. e Pamela bai8ou o olhar. se ao menos tivesse ouvido meu cora%ão. /u não estava com pressa de me casar. 3 dama agira corretamente em não ter Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 6# . mas só percebi que ele estava realmente apai8onado por mim quando rompi nosso noivado. Dalhousie e eu nos casamos dois meses depois. 5ão foi algo muito diferente do que a maioria das outras damas que eu conhecia estava fazendo. então. como bons amigos. mas não p@de dei8ar de gostar da dama. >udo aconteceu tão depressa. visitando meu irmão mais velho.7 /u. concluiu Pamela. casar#se com . então. os olhos escuros brilhando. /le iria ao meu encontro em Ment e. /ncontrou os olhos da dama com ar inquiridor. $om isso. para ser bem franca.ssemos com nosso noivado. e. 7 *alcolm pediu minha mão. >eria sido melhor levar adiante o noivado e se casar depois de ter#se apai8onado por outro homem< Por certo que não. =an e eu vamos ter um filho. 7 *as se isso é verdade 7 disse Pamela 7. 7 *as não é o bastante< 7 5ão. /u havia achado que *alcolm gostava de mim como eu dele.*anor. Pude ver que ficou profundamente magoado e. /la pousou a mão no abdome enquanto falava. 5ão havia ind!cio de falta de sinceridade no tom da dama.. ela tomara a atitude honrada. até . marcar!amos uma data de casamento. 7 Eoi uma estupidez de minha parte.trong-(c)e< 7 $omo é que mulher alguma sabe< 3cho que eu soube o tempo todo.trong-(c)e< 7 5unca estive apai8onada por *alcolm 7 revelou a dama. afinal. cerca de um ano. com minha mãe.ua voz soou embargada. 7 Da mesma maneira como estava apai8onada por . mas não pude evitar. viajar!amos para $umbria. não para mim. /u havia sido ensinada a achar que isso era o bastante. foi com o entendimento de que visitar!amos a fam!lia um do outro e. fiquei estupefata. 7 . quero dizer. / eu gostava muito dele. Fuando dei8amos a temporada em ondres.. 3chei tão inesperada a rea%ão dele. notando#lhe a bela alian%a no dedo e o volume arredondado do ventre. a voz apressada. ao menos. e eu me apai8onei por ele. pedindo#lhe que fosse imediatamente até Ment. /screvi a *alcolm. Pamela lutou contra aquilo. *as Dalhousie estava na minha casa quando retornei.. 7 $omo voc2 soube< Fue não daria certo. meu marido. h. eu me apai8onei perdidamente por =an. 7 . acho que acabei dei8ando as coisas um tanto tensas.im.. 5ão tive inten%ão de que acontecesse.

não0 ? que foi que lhe deu essa idéia< 7 Desculpe#me0 /u pensei ter visto. 7 3quilo era alterar a verdade um pouco porque. Parando. 7 ad( Dalhousie hesitou por um momento. . 7 /u me lembro de nosso tempo juntos com afei%ão. e ele conduziu#a pelo salão. 7 /spero que ele encontre alguém para amar7disse a dama com gentileza. Parou de caminhar e levou a mão à fronte.trong-(c)e 7 come%ou. /u me equivoquei. erguendo os olhos para fit. /la não podia falar enquanto valsava. ela sentou#se num banco bai8o de pedra.trong-(c)e estão noivos< 7 /u e o conde< Pelos céus. a dan%a era cativante demais e . e ele a teria levado até o salão de jantar. então. porém. os pensamentos de Pamela giravam incessantemente em torno da conversa que tivera com a e8#noiva de . tocando o ventre e olhando na dire%ão da porta. ?s Dalhousie dei8aram o baile. Pamela fez o mesmo e ambas se adiantaram até a porta juntas.. eu sempre o amarei # declarou simplesmente e levantou#se. somos apenas amigos. 7 ad( Dalhousie sorriu para Pamela. principalmente por causa de +elinda. ela ainda iria querer ser amiga de .#lo. 7 /le se. ela tocou#lhe a mão. o maravilhoso marido de alguém. 7 >enho certeza de que deve ter#se recuperado. Fuando terminaram. mas. 7 .levado o noivado adiante só para evitar problemas. 7 4oc2. daquele modo.. não foi< Do rompimento do nosso noivado< embrando#se da veem2ncia na voz de . mas.. 3mbos caminharam devagar. Pamela não p@de responder. a sobrinha dele. encontrando. mas não pude dei8ar de seguir meu cora%ão. o semblante dele sério sob o luar 7. a felicidade ao lado do homem amado..trong-(c)e. 7 5ão. 7 5ão estou me sentindo muito bem.. e a noite progrediu. dan%ar e tentar se divertir. /le parece espl2ndido... mesmo se não houvesse +elinda. seu rosto calmo se contraiu. pois ele é o mais gentil dos homens. apesar de conversar. tão bonito como sempre foi. $hegou o momento da dan%a do jantar. prosseguiu" 7 4oc2 e . mas esque%a.trong-(c)e. mas Dalhousie.trong-(c)e era um e8celente par. mas. e agora o terra%o estava imerso em misteriosas sombras.trong-(c)e foi um bom amigo.trong-(c)e quando falara da e8#noiva e de sua irracional antipatia por 9achel por causa de uma mera semelhan%a. 7 Podemos sair por um momento para tomar um pouco de ar fresco primeiro< 3 noite ca!ra por completo. então. 4oc2 poderia ir chamar meu marido< 3cho que eu gostaria de ir para casa. voc2 ainda ama lad( Dalhousie< Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson "% . mas Pamela sentia uma tensão nele.. /u sei que ele ser. recuperou.

7 /la se apai8onou 7 acrescentou mais gentilmente. veemente. 7 /u apenas avaliei a sinceridade na voz dela. /le virou#se e fitou#a com um brilho de cinismo no olhar. 7 /la espezinhou quaisquer sentimentos bons que eu lhe nutrisse. observando#o sob a ilumina%ão difusa proveniente do salão de baile. iniciado os la%os do que prometera ser uma sólida amizade quando o Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson "$ . /ra doloroso pensar que o conde ainda sofria por seu amor perdido. abandona#a. sentia#se envergonhado. 3valiando suas a%&es passadas. >udo que restou foi ressentimento. 7 /la me escreveu uma mensagem de condol2ncias depois que os dois morreram 7 admitiu ele. foi sobre uma pessoa que propositada e insensivelmente ilude a outra e. quando se apai8onou por outro. 7 =sto é diferente. Dorothea e /uphemia tinham gostado uma da outra instantaneamente e j. 7 /u havia pensado que voc2 era um homem razo. /la acreditava sinceramente que havia apenas amizade entre voc2s e que. os olhos fi8os no jardim abai8o.ter0 7 . Pamela franziu o cenho no escuro e tentou e8pressar o que sentia. ? que poderia dizer que não o fizesse parecer um homem rancoroso aos olhos daquela jovem pura e ing2nua< $omo podia dizer que rasgara a carta e atirara#o no fogo da lareira< 3gora não conseguia nem se lembrar do que Dorothea dissera naquelas linhas. 7 / presumo que tenha descoberto tudo isso durante os poucos minutos em que voc2s duas ficaram juntas no reservado das damas< 'avia evidente amargura na voz dele e Pamela estendeu a mão para tocar#lhe o bra%o.trong-(c)e manteve#se em sil2ncio. 7 5ão é um crime0 7 =sso vindo de uma garota que me disse que um pretendente inconstante era melhor ser esquecido por ter um mau car.vel 7 declarou Pamela. 7 4oc2 respondeu< .trong-(c)e.Capítulo 'I 11 $omo disse< 7 4oc2 ainda ama lad( Dalhousie< 7 I claro que não0 7 negou . não magoaria voc2 tanto ao liber. *as ela não sabia como voc2 se sentia. depois. ad( Dalhousie ficou imensamente triste em saber da morte de sua irmã e cunhado logo após o rompimento do noivado de voc2s. Fuando falei. os passos ecoando no terra%o de pedra. notando#lhe a e8pressão desgostosa no rosto.#lo do seu compromisso.trong-ic)e afastou#se um pouco.

mas nenhum dos dois soubera daquilo.trong-(c)e. . afinal.ua irmã. Dorothea certamente teria ficado triste com a morte da irmã dele. pois passara a acreditar na intelig2ncia e coragem femininas a partir do e8emplo da irmã..trong-(c)e caminhara pelo terra%o em sua agita%ão.hado. quando ele fora até sua casa para lhe falar sobre sua dor. 7 . *as. /le manteve#se imóvel. ouvira por longas horas e lhe oferecera seu apoio. seguindo o conselho dela de que não seria bom se isolar em . /le estivera prestes a retornar a ondres. /uphemia era tr2s anos mais velha do que ele e amara#a imensamente. Pamela. então. . /.#la. ele ficara profundamente magoado. /la era tão jovem e tão inesperadamente s.noivado terminara.trong-(c)e virou#se e ficou olhando desoladamente na dire%ão do jardim. embora não fosse. até certo ponto. e ele nunca a encarara como uma Gsimples meninaG. *as a maneira como ela terminara o relacionamento fora tão fria. /uphemia. faria vinte anos dali a cerca de meras duas semanas. voc2 realmente teria preferido que ela tivesse ignorado seu amor por lorde Dalhousie e se casado com voc2< /le se virou e observou#lhe o rosto delicado sob o luar. Fuando Dorothea rompera o noivado. Eoi quando a amargura come%ara< 5ão achava que estivera tão cheio de raiva e rancor por Dorothea antes daquilo. por natureza. quase brusca0 3quela atitude o fizera duvidar de tudo que havia passado a acreditar em rela%ão a ela.*anor por ora. /uphemia fora. apro8imou#se em sil2ncio e tocou#lhe o bra%o. a necessidade de um momento de solidão dominando#o como sempre acontecia. Parecia#lhe que passara o ano anterior afastando demais as pessoas e sentimentos. Dma pessoa de vinte anos talvez não fosse tão imatura. quando /uphemia e o marido tinham ido ao encontro de seu destino. acreditara que o amor de ambos fosse profundo e eterno. como alguns dos garotos da escola tinham considerado as irmãs. 3quela altura.bia.trong-(c)e 7 disse Pamela. se o que eu falei foi errado. respons.vel pelo homem que ele era.. sua irmã tivera apenas mais algumas semanas de vida. de qualquer modo. 7 . . do tipo que demonstrava suas emo%&es. /le não podia se lembrar agora das conclus&es às quais chegara. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson "2 . ou até se chegara a alguma. mas apenas magoado e triste. e a respeitar as mulheres por seu papel fundamental no desenvolvimento de um cavalheiro ao ver quanto ela era importante em sua própria vida. pois. hesitante 7. recusando#se a afast. porém. 3mbos jamais haviam brigado como outros irmãos costumavam fazer. Dorothea acabara de completar vinte anos quando ele pedira sua mão em casamento. ela o aconselhara a olhar bem no fundo de seu cora%ão e e8aminar seu amor por Dorothea para descobrir do que realmente consistira.

e esse é um dom que aprecio muito. mas sabia que tinha de refletir muito. e risos suaves ouviam#se ocasionalmente. 7 Fuando Pamela meneou a cabe%a. seguindo a importante tradi%ão das damas em minha vida. 5ão ajo como as outras jovens e eu digo e fa%o as coisas erradas. não por causa de Dorothea. passeando pelos caminhos de pedra por onde iam encontrando outros convidados. voc2 talvez tenha me for%ado a enfrentar uma grande verdade. /stava mais escuro sob o caramanchão. Aostaria de caminhar pelos jardins por um momento< Pamela pegou#lhe o bra%o estendido. 3cha que seria apropriado< 7 5ão nos demoraremos muito. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson "3 . 3mbos caminharam com vagar. gostando da sua temporada< 7 perguntou#lhe.rvores frut!feras. /stava inteiro.. sentou#se no banco e observou os tra%os delicados dela no escuro.. 7 5ão. 4ozes murmurantes sussurravam palavras de amor. 7 Aostaria de se sentar por um momento< 3inda podemos ouvir a m6sica daqui. seu tom deliberadamente mais leve. ? verão ingl2s estava prestes a come%ar. /la piscou. 7 /u estava acostumada a pensar em mim mesma como uma garota. 7 /u sei. 5ão sofria mais.trong-(c)e parou diante de um belo caramanchão oculto por um agrupamento de . 7 3penas digo o que penso. 3quele não era o momento para suas refle8&es. 3quilo o apanhou de surpresa. porque ainda não estava certo quanto a todos os seus sentimentos. pois ele jurara a si mesmo que se manteria reservado. / ele estava feliz.7 5ão 7 assegurou#lhe ele.. mas voc2 faz com que eu me sinta certa da maneira como sou. / ainda assim. os mais agrad. de fato creio que. 7 / grande parte disso é gra%as a voc2. mas sabia ao menos de uma coisa. 7 /stive respirando fundo para sentir os deliciosos perfumes que v2m de l. 7 I mesmo< De que modo< Eicaram em sil2ncio por um momento. fazer a introspec%ão que fora abreviada por sua dor quando a irmã morrera. 7 Pamela inclinou#se de encontro a ele. errada. . >alvez aquilo não fosse boa idéia. 7 /st. sim0 *uito mais do que pensei. mas sempre se lembraria da irmã com um amor que a tristeza não podia macular. e me perguntando se poder!amos.veis meses do ano. 3 dor pela morte de /uphemia permaneceria. ele a conduziu ao banco de pedra. 3 fragr:ncia das flores inundava o ar. 7 ?h. quando a vida e o amor pareciam bons.. de algum modo.

. >enho tentado clare.ou tão pequena. ainda assim. 3 jovem estava lhe perguntando se poderia am. /u costumava chamar /uphemia de GEloco de 5eveG quando éramos crian%as porque o cabelo dela era claro demais e a pele tão alva que era quase transl6cida. um tom ir@nico na voz.#la algum dia depois de ter sido apai8onado pela elegante e perfeita Dorothea. observando#lhe o rosto bonito e e8pectante. Pamela 5eville não seria o seu próprio anjo.. 4oc2 acha que. Pude ver por que voc2 se apai8onou por ela. /ra quase uma declara%ão. >ravessa. 7 ?h. mas agora perguntava#se se a srta. $omo lad( Dalhousie.. bem.. tão graciosas. une petite filie gamine.vel. até mesmo um cavalheiro que tenha amado uma dama bem mais bonita e elegante antes< . 7 .trong-(c)e sentiu o cora%ão enternecido. 7*eu irmão me chama de sua Gmoleca sardentaG7contou ela..trong-(c)e passou o bra%o em torno dos ombros dela e apertou#a de leve num gesto carinhoso.eu irmão a provoca desse jeito apenas porque a ama. 7 *as as outras damas são tão elegantes.vel 7 e8plicou ele com gentileza. 4irando#se no banco. sua salva%ão. segurou#lhe os ombros delicados. sardas não são de bom#tom. uma onda de afei%ão envolvendo#o feito um b. Aostaria que tivesse havido a chance de ambas se conhecerem. 7 . 7 . 3penas fizera aquela amizade pelo bem de +elinda. / evidente que isso não fez mais o menor sentido quando o cabelo dela ficou mais escuro e.. apenas uma coisinha mi6da. 7 4oc2 é bastante ador. 7 3cha realmente que sou bonita< 7 3 voz dela soou um tanto ofegante. . como os franceses costumam dizer. I tão perfeita e encantadora. 7 4oc2 é 7 acrescentou 7. e soltou um pequeno riso. mas.#las com limão. 7 4oc2 é perfeita e8atamente da maneira como é. 5ão se diminua. pois /uphemia teria adorado a cativante jovem a seu lado.lsamo curativo. diz ele. eu a chamava de GEloco de 5eveG.#mortificada. até o dia em que morreu. /ra de esperan%a o brilho naqueles grandes e e8pressivos olhos verdes< Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson " .trong-(c)e a viu dando de ombros. 7 / h. todos os tipos de apar2ncias interessantes no mundo. pensou. *as isso não diminui o quanto voc2 é bonita. sou bonita o bastante para que alguém se apai8one por mim.im 7 sussurrou ele. / quanto às sardas. 7 'avia uma sensa%ão quase boa em falar sobre a irmã a Pamela.. $heia de vivacidade. 7 3 apar2ncia é apenas uma pequena parte do que torna uma dama desej.

não é mesmo< 7 5ão.. /u fiquei. aguardarei a sua visita. um assunto da maior import:ncia. algo que deseja me falar. 7 Posso marcar um hor.trong-(c)e sentiu#se envolto por uma onda de felicidade pelo restante da noite.vel. . envolveu#a com seus bra%os e tocou#lhe os l. +em..trong-(c)e. /la meneou a cabe%a. 7 . mas não lamento. mas abriu#lhe um sorriso gracioso. h. 'avia uma e8pressão de completa surpresa em seu rosto ador.rio para ir v2#lo amanhã à tarde< Fuase a contragosto. vinda da dire%ão oposta. 5ão havia ind!cio de e8pectativa no rosto dela. 7 . Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson "! . estava ausente.im. $omo seu sil2ncio se prolongasse quando seguiram pelo caminho de pedra. . /ntraram no salão de baile. 5em um pouco.#la. mas não houve sinal de que estava apressando as coisas demaisC ela não ficou tensa. sentindo#lhe o corpo ficando tr2mulo em seus bra%os. srta. pois as pessoas acabarão sentindo a nossa falta. 3 avó manifestara sua inten%ão de ir para casa durante o intervalo do jantar e.bios dela se movendo sob os seus em resposta. evantou#se. 7 3cho que devemos retornar ao salão de baile.trong-(c)e notou que o visconde de 'aven franzia o cenho. um calor percorrendo#o e os l. Eoi tudo o que precisou saber. 7 orde 'aven 7 disse . Devo lhe dizer que não a atra! até l. ? grupo dispersou#se um pouco. com a inten%ão de beij..Pu8ou#a mais para si e aguardou. 5eville. 5um breve per!odo. a srta. sentindo#lhes a do%ura. prolongando mais o seu beijo daquela vez. antes de solt. $onduziu Pamela de volta até o grupo de sua fam!lia. Dresden. portanto. emudecida. pelo que denotou seu tom. não tentou se esquivar.trong-(c)e lan%ou um olhar significativo a Pamela.trong-(c)e abriu um sorriso. ele não podia dizer que o culpava por sua e8pressão contrariada. /le soltou um riso rouco e apro8imou#a de si novamente. 7 '. meneando#lhe a cabe%a. . o visconde respondeu" 7 /starei dispon!vel entre as quatro e as cinco da tarde. o salão de jantar. lad( 'aven e o próprio visconde.bios brevemente com os seus. enquanto as damas foram tiradas para dan%ar pelos pares de depois do jantar. mas repararia as coisas. surpresa. Daquele modo. erguendo#a consigo pela mão. ele perguntou#lhe ansiosamente" 7 /u não assustei ou ofendi voc2.#la. 7 /ntão. se h. 3 fam!lia dela acabava de entrar também. 7 /u também.

pois olhar para a beldade não era mais algo que lhe causava tormento. acho que h. primeiro. De bra%o dado. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson "6 . o tom brusco e impaciente. Decidido a reparar sua rude indiferen%a para com ela..ei disso 7 declarou ela. Porém. ela apertou#lhe o bra%o e disse" 7 *ilorde. não é assunto de mais ninguém a não ser meu. uma coisa que deve saber a respeito de Pamela. e convidou#o a acompanh. 7 *as antes que a pe%a em casamento. não havia notado.parecia que descobrira. 7 Eiquei preocupada em ouvir sobre seus planos para amanhã. uma vez que se tornaria parte da fam!lia. 7 /u. os olhos azuis avaliando#o. embora não tivesse admitido o fato até aquela e8ata noite. 3té sorriu para 9achel. pontuada por longas pausas por falta de assunto. . como em princ!pio. descobrira que a respons.#lo por uma volta pelo salão. apesar de linda. >eria entendido mesmo suas inten%&es< / se fora o caso.#lo. em que o assunto lhe dizia respeito< 7 4oc2 pretende pedir a mão de Pamela em casamento 7 declarou ela sem pre:mbulo.. 3cho que não posso estar equivocada quanto ao seu motivo para ir visitar meu irmão. #7 / poss!vel.vel sensa%ão de que a jovem provavelmente sabia quanto era rico. até que eu realmente o fa%a. aproveitou um raro momento em que a jovem estava desacompanhada. que seu cora%ão estava curado da ferida infligida por Dorothea. /nquanto caminhavam de volta na dire%ão dos 'aven. deve estar se perguntando por que fiquei tão em sil2ncio. tinha de fato a cabe%a tão oca quanto parecia. conforme a conversa progrediu. conversaram sobre amenidades e ficou aliviado em ver que 9achel não parecia inclinada a flertar com ele. Eoi a vez dele de manter#se em sil2ncio. segundo.vel por aquela cura era uma jovem especial que conquistara sua afei%ão sem que ele se desse conta. 7 . ele franziu o cenho. 9achel o for%ou a parar e virou#se para fit. $om a desconfort. perguntando#se o que ela pretendia dizer.eria sua cunhada em breve. =nfelizmente. ele p@de concluir que. e as limita%&es intelectuais da jovem evidenciaram#se. /. se essa for minha inten%ão. afinal.

mas tornou a fech. fazendo um tremendo esfor%o para vencer as emo%&es que acabara de descobrir. eu. *as tinha de dizer algoC ele aguardava.bito quando casar 7 declarou.trong-(c)e soou fria e intimidante. pela temporada e o alegre turbilhão de bailes e festas.bulo.. Duvido que v. /ra um homem um tanto intimidante com aquela e8pressão fechada onde não havia o menor ind!cio do sorriso caloroso que costumava dirigir a Pamela. sem a%ão. encarou os fatos.#los. ? que ela realmente sabia em rela%ão às emo%&es da irmã mais nova< 3mbas rara# mente conversavam agoraC ela ficara tão envolvida por sua própria vida. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson "" . acostumada a andar a cavalo no campo. milorde.. 5eville< 9achel engoliu em seco e. 9achel ergueu os olhos para observar o rosto bonito do conde...bios. erguendo a cabe%a com altivez. 7 /la fez uma pausa e mordeu o l..s o conde.Capítulo 'II 11 / o que seria< 7 3 voz de .bio inferior. apenas parecera que aquele conde incrivelmente bonito. De Pamela0 /la respirou fundo. /ntreabriu os l. 7 3o longo de muitos anos. /ra tão ruim o que pretendia lhe dizer< /ra apenas a verdade. srta. minha irmã tem.trong-(c)e mudar de idéia quanto às suas inten%&es e. /ra o que havia esperado e desejado daquela temporada. 7 ? que era que ia dizer sobre a sua irmã. dei8ando para tr. rico e poderoso deveria saber que a jovem que iria pedir em casamento sempre fora apai8onada pelo vizinho delas. pois ela não ficar. 7 Durante muitos anos.. satisfeita de outro modo. influente e bonito. aquilo faria lorde . Deveria lhe contar. *as estava disposta a divulgar o que talvez não fosse mais verdade e eram suas reais inten%&es apenas as de impedi#lo de cometer um erro< ?u haveria algo mais em seu cora%ão< . desistir desse h... ou não< Fuando a idéia lhe ocorrera. 9achel tirou proveito do momento em que lorde Barnell se apro8imava para a valsa prometida que se iniciava e afastou#se com o pretendente até a pista de dan%a.. *as. pela primeira vez em anos incerta sobre o que dizer. 7 /spero que planeje manter um bom est.. nada apropriado a uma dama. *orrendo de inveja.. com certeza. porém aquilo a dei8ara sentindo#se estranhamente vazia.eria. 7 /la se interrompeu. Pamela tivesse passado a se sentir de modo diferente em rela%ão às coisas. montando na sela daquele modo. talvez. Pamela esteve. $om ci6me. que ficou observando#a de cenho franzido. /stava com ci6me de Pamela e das aten%&es daquele aristocrata rico. sir $olin 4arens. ci6me< 7 /u..

as mãos sob a cabe%a. +eijos0 ? primeiro fora suave. o som de cumprimentos. depois. lembrando#se do calor que a percorrera.bios. o velho amigo poderia voltar sua aten%ão para a ca%ula 5eville depois de ter estado apai8onado tanto tempo por tamanha beldade..5aquela noite em seu pequeno quarto. sem fala. uma vez que lorde Barnell pedisse a mão de 9achel e $olin en8ergasse o fato de que não havia esperan%a para ele com ela. surpreendendo#a ainda mais.trong-(c)e a envolvera com seus bra%os e a beijara. /la tocou os l. então. não $olin. aquela b2n%ão completamente inesperada0 /mpolgada. então.< /nquanto a resposta entrava em sua mente. as faces afogueadas. 5ão ainda. 3s coisas não poderiam estar progredindo de melhor maneira0 'aven noivo e prestes a se casar. não queria dormir. . $obriu a boca com a mão. /. *as por que ele a beijara< /la estivera considerando seu elogio. Pamela gelou por inteiro..eu primeiro beijo de verdade. como uma certeza. /stivera se perguntando se. sentiu o cora%ão disparando. $avalheiros honrados como o conde não beijavam jovens donzelas a menos que suas inten%&es fossem sérias. quando o conde lhe dissera que havia todos os tipos de beleza e que ela própria era bonita. ficou atenta quando ouviu a aldrava na porta da frente e. Pamela permanecia deitada de costas. a dama come%ou a cantarolar.obre o que desejaria lhe falar< Por que ele. e fora . o olhar fi8o no teto escuro.. o segundo. depois como algo prov.trong-(c)e ia pedir a sua mão em casamento0 ad( 'aven mal cabia em si de contentamento.. enfim. pensou com um suspiro. não conseguia lamentar aquele beijo. agora. e ela não cantarolava. *as. .trong-(c)e não tivesse conseguido esperar< ?u talvez Barnell tivesse finalmente decidido se declarar0 Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson "8 . . então.. sem conseguir dormir. 3gora. /. orde . porém. pois a sogra lhe dissera uma vez que tinha a voz de uma gralha e (dia jamais tentara emitir uma nota depois daquilo.. estava feliz. de como ficara inebriada. .ó em relembrar. 9achel quase noiva de lorde Barnell e. mas. não num clarão. primeiro. 9adiante0 3cabando de arrumar sobre uma mesa da sala um vaso com as flores que haviam chegado naquela manhã para 9achel de lorde Barnell. /ra poss!vel que . /.. 5a verdade.. como sempre achara que aconteceria. como uma hipótese.trong-(c)e dissera que visitaria 'aven na tarde seguinte. gentil. . mesmo assim.vel e.trong-(c)e quem o dera.

? mordomo entrou e curvou#se. *as. 3gora que estava noivo podia se dar ao lu8o de ser bondoso com ela novamente como a velha amiga que estimava desde a inf:ncia. o tolo estaria tão alheio às e8celentes qualidades de sua neta ca%ula quanto sempre fora. não pareceu muito contente em ter a reunião dos 'aven marcada para a manhã atrapalhada daquele jeito.ane. atra!da pelo barulho. /nquanto 4arens transmitia mensagens dos amigos e do ad# ministrador do visconde. ? jovem baronete pareceu embara%ado.. ad( 'aven ordenou que fosse servido café e acomodou os velhos amigos da fam!lia na sala de estar. evitara#lhe a companhia. 7 *ilorde 7 disse. esperavam convencer . e cumprimentou calmamente o baronete e a irmã. na sala. e cumprimentou a srta.trong-(c)e e 4arens lado a lado. entrou em seguida. vovó Arace entrou apoiando#se em sua bengala e. afinal. ainda enquanto os cumprimentos eram trocados. notou Arace. com certeza a jovem nem sequer teria de pensar muito para esquecer qualquer tola ilusão que tivesse tido em rela%ão ao velho amigo. porque unidos. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson "# . e8atamente quando Pamela estava atraindo um pretendente digno. uma vez que cada encontro fora constrangedor. realmente feliz em v2#lo. Por algum tempo. 7 / como foi que isto se deu. h. podia ser amigo dela de novo. $olin< 7 perguntou um sorridente 'aven. 3ndr@meda 4arens.eus pensamentos se dispersaram quando 'aven apareceu. um conhecido seu à porta e ele deseja perguntar se seria conveniente para a fam!lia receber visitantes inesperados< 7 De quem se trata< 3 porta foi aberta naquele momento e. 9achel. /ntão. >odos se reuniriam ali naquela manhã. 5a verdade. olhando para 'aven 7. estudando#o. $olocando#se . 3ndr@meda.ane a se casar logo e em ondres. 3quele não podia ter sido momento mais inoportuno para o rapaz aparecer. Fueriam toda a fam!lia ali. 3gora. a salvo com seu noivado com . ao menos. 'ouve um pequeno alvoro%o. entraram sir $olin 4arens e sua irmã. 'aven deu um tapa nas costas do amigo. onde ficara lendo seu jornal depois do desjejum. com ela tentando desesperadamente arrancar#lhe um pedido de casamento. uma vez que vovó Arace e lad( 'aven haviam decidido que deveriam ser definidos o local e a data do casamento do jovem visconde. aquilo deveria ajudar na decisão de Pa# mela. talvez aquele fosse um golpe de sorte. vindo da sala de jantar. concluiu mais tranqJila.

atimer ouviu sobre *oll( e foi fazer uma visita. mas sem saber ao certo o que o beb2 tinha. 7 ? baronete se levantou. que morrera antes que o beb2 de ambos. 7 /la se casou com ele< $omo isso se deu< 4ovó Arace entendeu a surpresa na voz do neto. a sua velha amiga de inf:ncia. 'aven.. 7 >emos mais not!cias a dar. contente em saber disto também. *oll(.. duas semanas e dei8ou as chaves com a sua governanta. atimer. respondeu a pergunta de 'aven. hã. ainda tinha o romantismo incorrig!vel de uma jovenzinha de dezessete. srta. Dresden. atimer também era vi6vo e um homem bom como poucos. *ar( $ooper. jantar conosco numa noite dessas.. 7 5ós viajamos à cidade tão raramente. portanto..entia terrivelmente a falta do amado marido. mas não nos demoraremos demais nesta visita inesperada. 7 I uma história das mais rom:nticas 7 declarou 3ndr@meda 4arens. é agora a sra. uma vi6va com um beb2 pequeno. $olin.. 'aven. 7 3gora estão casados e atimer pretende adotar *oll( como sua 7 concluiu $olin. não parecera estar disposta a um novo casamento quando haviam dei8ado Bor)shire. pois acredito que seja uma amiga especial dela. o fato é que confessou que se apai8onara por *ar( e lhe implorou que se casasse com ele. suspirando. enquanto o botic.rio cuidava de *oll(. . 7 Por favor 7 disse depois que se sentou. bem. fazendo um diagnostico de crupe e passando a tratar do beb2. 7 . 3 sra. /la estivera de luto por mais de um ano.er. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 8% . 'aven também se levantou e tornou a bater calorosamente nas costas do velho amigo.. o médico< 7 indagou 'aven. e temos ótimas not!cias que quer!amos dar pessoalmente. 7 . *ar( $ooper..$onstrangido. 7 /sta pró8ima quarta#feira. in#clinando# se para a frente na cadeira. /scolha o dia.em. que mantinha o olhar longe de 9achel. 7 3 propósito. 3ndr@meda queria fazer algumas compras. $ooper estava doente e ela foi até o vilarejo para ficar com uma amiga.ra. atimer0 atimer. deveria ficar l. que se curou. ? sr. *ar( se mudou de seu chalé para a casa do novo marido h.. um prazer. *ar( disse que a mob!lia tinha vindo com o chalé e. ?h. 7 Eicar. ? sr. 3 srta. às sete da noite.ane entrou naquele momento e cumprimentou calorosamente 4arens e a irmã. e 3nd(. mulher alta e bonita de trinta e um anos. 4arens. 7 5ão me dei8e interromper. 7 ? beb2 da sra. nascesse. 5ós nos hospedamos na Pousada do 4iajante. .. perto do parque. o baronete. e espero que voc2s todos possam ir até l. .

respirou fundo e levantou os olhos com uma e8pressão determinada.rtir no rosto bonito. dei8ou a sala na frente do baronete rumo à biblioteca. 5eville. com uma e8pressão de m. eu gostaria de saber se poderia trocar uma palavra com voc2 em particular.rta. 7 . ficou combinado. daquele modo. 7 $éus 7 sussurrou Arace para a nora. /ntão. ad( 'aven soltou um gemido abafado e revirou os olhos. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 8$ . *as 4arens ainda não pareceu pronto para sair./. 7 ? imbecil vai pedir a mão de 9achel em casamento outra vez. o rosto muito corado. /stava inquieto. 9achel.

Pamela adiantou# se depressa para sentar#se ao lado dele. o tolo tem a temeridade de me fazer um pedido de casamento novamente0 $omo se eu. 5inguém devia testemunhar dor tão profunda quanto a que se evidenciava na maneira como $olin inclinava o corpo para a frente. ? homem faz alguma idéia de quantos cavalheiros. enquanto olhava na dire%ão da porta da biblioteca. incerta. 3pro8imou#se.. então. 3lém de tudo isso. 7 Por que voc2 continua Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 82 . mantendo a cabe%a bai8a e afundando o rosto nas mãos grandes e calejadas. ?s passos r. come%ou a andar de um lado ao outro. pudesse levar em considera%ão a proposta dele. nos olhos transparecendo grande desola%ão.< / sua fam!lia0 3 mãe dele faz questão de ser totalmente seletiva em rela%ão às amizades que fazem. $olin< /m ondres< . esfregando#lhe os m6sculos sob o paletó.em pensar. a nossa posi%ão social. 7 3quele matuto 7 disse. Pamela. Passou o bra%o em torno dos ombros do amigo.grimas embargando#lhe a voz. *as ela era amiga dele. e dei8ar que se torne de conhecimento geral que temos la%os de amizade com tipos tão provincianos quanto $olin e 3nd(. 7 ?h0 /stou tão zangada0 7 9achel parou no vest!bulo e. 7 / agora teremos de toler. $olin. ele ergueu o rosto e olhou em sua dire%ão.. e viu a irmã saindo com ar petulante da biblioteca.#los como conhecidos nossos e esperarão ser apresentados a todos da sociedade.. apontando na dire%ão da porta entreaberta da biblioteca 7 e sua irmã esquisita chegaram no pior momento poss!vel0 ?h0 7 /la bateu o pé. esquecendo#se de tudo mais e8ceto da dor em seu rosto tão familiar. 7 .Capítulo 'III 11 9achel. *as Pamela não ouviu o restante do discurso lamurioso da irmã. o que arruinar. acostumando os olhos à penumbra. algum dia. 4erdadeiros amigos mantinham#se presentes numa hora de necessidade. para o interior escuro da biblioteca. adiantou#se na dire%ão da porta e passou pela soleira. 7 $olin< entamente.pidos de 9achel puderam ser ouvidos enquanto se adiantava depressa até a escadaria e subia os degraus para fugir do local de tamanha humilha%ão.. hesitante. 7 Pamm(< 7 ?h. 3migos não se esquivavam da dor ou do sofrimento. 5ão sei o que isso far. tendo acordado mais tarde do que o costume uma vez que não conseguira dormir bem na noite anterior. de errado< 7 Pamela descia a escada esfregando os olhos. Deveria sair. notou perto da lareira apagada uma figura sentada numa atitude de completo desespero. o que h. olhando. a nossa reputa%ão0 ? que lorde Barnell pensar.

bem. apesar de toda a sua nova sofistica%ão. srta. tivesse encontrado alguém. 9achel. voc2. . $olin tocou uma fita de cetim do vestido. obteve a prefer2ncia de sua irmã. dei8ando#a correr por entre seus dedos. 7 /le a observou pela primeira vez. fraterno. um modelo amarelo#claro com fitas acetinadas cor de marfim que brilhavam na pe# numbra do corredor. *as o marqu2s não é nem metade do homem que voc2 é0 I um janota arrogante. 7 3 e8pressão suavizando#se. *as achei que um rosto de casa. mas todos esperam que o fa%a a qualquer momento. 79espirando fundo mais uma vez.eria sempre apenas uma GgarotinhaG para ele. tão ansiosa para ver voc2. /. 7 $olin0 /le respirou fundo e endireitou as costas na cadeira. entende< I claro que eu sabia que uma garota como a srta.fazendo isso a si mesmo< 7 5ão fora a primeira vez que ele fizera um pedido de casamento e fora rejeitado por 9achel. *as fiquei com medo de que ela j.. /la est. e j. eu não devo manter 3nd( esperando. 7 Por qu2< /la jamais aceitar.bios. amargura na maneira como torcia os l. certo< 7 orde Barnell 7 admitiu Pamela. então poderia fazer alguma coisa. então.. notando#lhe o vestido. 7 3chei que talvez eu fosse uma lembran%a de casa. pareceu conseguir controlar sua dor. 5ão eram as palavras mais confortadoras que ela poderia ter ouvido. onde 3ndr@meda estava à espera. Pamm(. /u o detesto.. bem. 7 ?h. 7 /le ainda não a pediu em casamento. 7 $olin sacudiu a cabe%a. 9achel não poderia ter sido mais clara. ilusão desta vez.ó consegue pensar em suas roupas e em sua posi%ão social. reprimi#la por ora. hã. porém. Pamela. acabei ouvindo sem querer o que ela disse a voc2 no corredor.. 9achel não teria se apai8onado. como era para seu irmão< $olin abra%ou#a pelos ombros de um modo casual..e chegasse aqui a tempo. deve saber disso a esta altura0 7 3chei que talvez ela ficasse contente em me ver 7 disse ele humildemente.. 7 *as voc2 ainda é a nossa garotinha travessa. 7 $olin levantou#se e ajeitou o paletó. que ela teria dezenas de pretendentes em ondres. pomposo e fr!volo. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 83 . 7 /le deve ter alguma coisa a seu favor. ou a srta. não é< 5enhuma d6vida restante. 7 ?ra. e caminharam juntos pelo corredor até o ves#t!bulo. e que isso daria uma reviravolta nas coisas. . 4oc2 deve vir comigo e rever sua amiga. mas a srta. 7 5ão h. impedir algo. 7 I definitivo. pois tem demonstrado grande interesse por ela. voc2 não est. >enho sido um grande tolo. uma visão0 7 4oc2 não gostou< 7 I claro que simC voc2 parece uma flor. 7 3 quem estou enganando< 5ão pensei em nada disso. Devo entender que algum homem de sorte j. ou. ... pensei. 3ndr@meda.

'. mas Pamela. 3 conversa durante o almo%o. voc2 estar. e a sra.er. não é< 7 5ão. 7 .ane acabou não se realizando. até aqui hoje à tarde para uma conversa com 'aven0 Dma conversa muito importante0 7 Pamela não estar.aindo de l. uma satisfa%ão ir fazer compras com 3nd( esta tarde 7 comentou Pamela a um dado momento à mesa. .eria rude da parte dela não estar aqui sendo que o conde pretende. iria até a 3c)ermannNs para comprar um presente de casamento para o sr. Pamela. Pamela meneou a cabe%a. a voz se elevando. se não estou equivocado. voc2 sabe0 7 Eico chocada em dizer que concordo com (dia em algo 7 resmungou Arace 7. e8plicou 3ndr@meda. Pamela alternou um olhar entre a mãe e a avó e.trong-(c)e vir. a reunião familiar pretendida envolvendo o casamento de 'aven e . parte na conversa quando notou o olhar significativo que 'aven lhe lan%ou. eu não preciso ficar.trong-(c)e e eu nos reunirmos. 4arens. girou em torno da visita dos 4arens e o casamento de *ar( $ooper. se esqueceram< 7 retrucou a mãe.e eu não for incomodar. e8asperado. necessitou de uma e8plica%ão e. 5ós o veremos mais tarde no teatro. com a tend2ncia de 3ndr@meda à tagarelice. 7 Por que não< 7 4oc2s todos j. 3l!vio em seu rosto delicado. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 8 . enfim. $om todo o alvoro%o. evidentemente. enquanto apertava a mão da futura cunhada sobre a mesa. 7 . contente em rever amigos de casa.Pamela saudou#a com um abra%o.ane. e ela não precisa estar em casa por esse motivo 7 respondeu 'aven.. tomando. 7 orde . pois a dama queria ver quais livros poderia comprar com a preciosa soma que lhe fora confiada pela sociedade liter.trong-(c)e chegar. aborrecida. mocinha 7 declarou lad( 'aven.ane. passou#se mais meia hora antes que os irmãos 4arens sa!ssem. atimer. apelou para o irmão" 7 'aven. aqui quando . 3quilo. voc2 não precisa estar aqui enquanto . enquanto a irmã ca%ula ficava vermelha feito um pimentão. mãe. 7 4oc2 sabe que é bem#vinda. a lugar algum.ria do vilarejo. 7 . presente.. que alegou dor de cabe%a. 7 /la é tão divertida. com a aus2ncia de 9achel. tempo de sobra. $ombinou com ela um passeio até uma livraria na parte da tarde. sempre tem idéias das mais interessantes0 7 4oc2 não ir. gostaria de sair com voc2 e a srta. 7 $oncordo 7 disse . então.. .

e os dois não lhe significavam nada. 7 'aven 7 disse. embora não tivesse havido a oportunidade de ser levada adiante. 3quele seria seu cunhado. 3gora. Dma vez que tomava uma decisão. tinham feito instant:nea amizade. Pamela e eu temos passado muito tempo juntos desde sua chegada a ondres. 7 Dma feliz tarefa. $reio que nunca tenha conhecido sir $olin 4arens e sua irmã. /le conduziu#o até a 6nica sala onde entrava bastante claridade na casa.. ? que come%ou como uma simples amizade para beneficiar minha sobrinha tornou#se algo mais. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 8! . uma satisfa%ão conhec2#los. . vieram a ondres e nos trou8eram a not!cia. gostava de agir de imediato.. que acabara de escrever uma carta. mas não teve paci2ncia para perguntar a respeito.er. 7 Prossiga 7 disse 'aven. apertou a mão de 'aven calorosamente e ocupou a cadeira indicada.im. 'aven mandara que sua mesa fosse colocada l. 7 /stive escrevendo para congratular uma velha amiga por seu casamento. 4elhos amigos. pois nunca tivera um irmão. /uphemia fora sua 6nica irmã.s de sua mesa. alguns anos antes. ? pensa# mento agradou#o. 3ndr@meda 4arens. informou#o de que estava sendo esperado. pois tomava espa%o demais. inclinando#se para a frente em sua cadeira diante da mesa. 7 .trong-(c)e se deu conta de que assobiava enquanto se apro8imava da resid2ncia londrina dos 'aven. algo no tom de 'aven que não conseguia entender completamente. 7 .trong-(c)e sentiu que havia alguma história por tr. nossos vizinhos mais pró8imos em Bor)shire. algo espec!fico em rela%ão aos irmãos 4arens< /le sacudiu a cabe%a devagar. 5a ocasião em que haviam se conhecido. assinou#a e fechou#a com o lacre. ? conde entrou na sala. /studou o visconde. quase um irmão. situada no segundo andar. 7 ?s dois se reunirão a nós hoje à noite no teatro. 5a maioria das quest&es. por certo.trong-(c)e se me8eu na cadeira.s daquilo a lhe ser contada. de $olin. inquieto. porém. 7 5ão pode ter fugido a sua aten%ão que a srta. porque declarara que não podia suportar a atmosfera l6gubre da biblioteca. 3 mãe amea%ava providenciar que a mesa fosse removida outra vez. evantou os olhos detr. chegara o momento. 7 4oc2 gostar.. 'avia. 7 . certo< 7 $reio que não 7 respondeu o conde educadamente. /ntregando a cartola e a bengala ao mordomo. 'aven. Fueria ir direto ao assunto. 5ão era do tipo que gostava de fazer rodeios. / o homem mais sensato que conhe%o. 5ão os conhecia.

àquela altura. eu não estaria falando com voc2 sobre isto. ela só esteve em ondres por um m2s. /.. os dois estariam bebericando conhaque e congratulando um ao outro por sua nova posi%ão como futuros cunhados. 7 4oc2 tem raz&es para acreditar que ela achar. sim. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 86 . 7 5ão posso imaginar uma pessoa que não se afei%oaria a minha irmã. ou um pouco mais e. .. . /ra poss!vel até que 'aven e a irmã ca%ula tivessem conversado a respeito.. eu passei a am. me8endo nas coisas em sua mesa.#la e pedir a mão dela em casamento. sabendo de alguma coisa que gostaria de dividir comigo< 7 3quela não era a maneira como pre vira que o encontro se daria. e des#penteou#os ainda mais correndo os dedos pelas mechas claras. ?s cabelos estavam em desalinho... 'aven parecia avesso a acreditar que ele obteria 28ito. 7 /u gostaria de solicitar sua permissão para cortej. como teria sido convidado para se reunir à fam!lia para o jantar.trong-(c)e dei8ara bastante claro na noite anterior quais eram as suas inten%&es. 7 ?u%a. que parecia estar sentindo um misto de relut:ncia e contrariedade.trong-(c)e declarou" 7 >enho todas as raz&es para acreditar que ela est. mais pessoal. mas de e8peri2ncia.Eranzindo o cenho diante do tom seco do homem. de fato. 7 4oc2 tem< /le ficou at@nito com a d6vida. uma boa razão pessoal.. bem#vinda a sua corte< Perple8o com o tom frio do outro homem. por outro lado. entrela%ando os dedos. 5o ano passado. então. 3chara que. 'aven não pareceu surpreso e. ? visconde não respondeu diretamente. ou.#la sinceramente. 'aven.. com a incredulidade na voz do visconde. 5ão houve resposta. espe#rar!do meu pedido de casamento. mais do que d6vida. 5a verdade. 7 /u me afei%oei muito a ela. 7 Diga#me uma coisa. . eu entendo a sua hesita%ão. obviamente. 7 *inha afei%ão tornou#se mais profunda. do contr.. /sta é sua primeira temporada de verdade.trong-(c)e recostou#se e apoiou os cotovelos nos bra%os da cadeira. as congratula%&es de todos. sabia o que estaria por vir. mas tenho razão para acreditar que Pamela realmente gosta de mim. Pamela. 7 5ão apenas em termos de idade. =maginara a cena toda. teve de retornar para casa.rio. não havia razão alguma para estar. est. 7 Pamela é muito jovem ainda 7 come%ou. como teria chamado Pamela de lado e feito a pergunta.

. 7 'aven pareceu pouco à vontade. 7 Ealarei com ela amanhã. hã. Do que se tratava tudo aquilo. então. 'oje à noite não haver. mas o que h. então. boa oportunidade. a voz mais firme. Pamela0 7 e8clamou .rvores feito amei8as maduras< /sperava não ser vaidoso. 3queles eram velhos amigos.trong-(c)e procurou se acalmar. .trong-(c)e estava pasmo de repente. 5aquele mesmo momento.. /spero poder cham.. entre sua irmã e eu acho que deve permanecer entre nós até que eu tenha tido a oportunidade de conversar com ela. estendeu a mão. 7 /la não quis ficar em casa esta tarde< 7 . 7 Fue sorte a minha0 Pensei que teria de esperar para lhe falar amanhã. ? gracejo não pareceu ser bem aceito por 'aven. /ncontrarei conhecidos no teatro e.. o eficiente mordomo tinha a cartola e a bengala de . uma vez que acaba Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 8" . Pamela est.trong-(c)e à espera e abriu#lhe a porta. 7 4oc2 não faz idéia de como é viver numa casa cheia de mulheres contraditórias. mas. 7 3grade%o sua considera%ão 7 disse. uma verdadeira legião da qual tinha de se defender a cada temporada. 7 /la quis muito sair com $olin e a irmã.#lo em breve de cunhado. que. em casa< 7 5ão.trong-(c)e come%ou a sentir certa impaci2ncia em rela%ão ao outro homem. a cada ano. 7 /la saiu com os amigos de quem lhe falei. meu amigo. De irmão. eventos de 5atal e até durante ca%adas. afinal< 7 4oc2 tem o direito de perguntar.trong-(c)e riu e adiantou#se até a porta. pois j. . 7 evantando#se. adquiriu uma e8pressão grave. 'aven. embora dando de ombros. 7 $omo o irmão dela. por considera%ão. $om certeza. terei de passar uma parte do meu tempo com eles. e provavelmente ela estaria empolgada em rev2#lo. não podia ter sido mais claro na noite anterior. 7 /u tirarei uma de suas mãos.trong-(c)e. 5o vest!bulo.rta. tenho o direito de perguntar" que razão pessoal< . ali. 7 . fora perse# guido em festas particulares. era lembrado de que era considerado um e8celente partido por in6meras mães casamenteiras e suas filhas. 7 3té logo mais. 7 5ão 7 respondeu 'aven. ? visconde apertou#lhe a mão com firmeza.s. / em outras épocas. .. Pamela e uma dama subiam os degraus da frente. mas.? visconde pareceu aturdido.abia como o cora%ão de Pamela era afetuoso e como prezava uma amizade e só a amava ainda mais por aquilo. sua voz mais calorosa do que antes. 3quelas pessoas achavam que condes ca!am das .

.ir $olin e a srta. mas prometi a minha amiga o restante da tarde. amento muito.eria< Perple8o com o evidente nervosismo na voz de Pamela..entiu o olhar . no teatro< 7 . porém. $olocando a cartola. gostaria de um momento de seu tempo para lhe falar sobre um assunto importante. é claro. parando apenas para acrescentar" 7 /u a verei hoje à noite.. . . 7 3té a noite. esfor%ando# se para recobrar sua compostura. eu.. então. ele deu um passo atr. e não seria de bom#tom ser tão rude.de chegar em casa. 7 5ós nos veremos l. para que ambas as mulheres pudessem entrar. come%ou a descer os degraus. 4arens tiveram a bondade de concordar em nos acompanhar.vido da outra dama sobre ele. e disse" 7 /u lhe farei uma visita amanhã. mas estava desconcertado demais para parar e esperar por uma apresenta%ão. então 7 declarou . Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 88 .s. 7 ..trong-(c)e. sabe. .trong-(c)e.im. 7 /u.

/la sussurrava para o marqu2s e soltava risinhos de deboche por tr. indicando o vestido elegante dela e seu penteado. 7 /nquanto voc2 era uma crian%a magricela e tão peralta não havia chance de um cavalheiro ach. Devia ter sido corajosa o bastante para ouvi#lo. mas ele ainda falava. /la rela8ou. voc2 dei8aria qualquer cavalheiro orgulhoso.s do leque. uma companheira mais adequada. mas especialmente a sensa%ão que tinha de que os olhos dele finalmente tinham sido abertos para o absoluto desdém de 9achel por sua corte. alguém aqui que chegue aos seus pés. ad( 'aven tentava falar com lorde Barnell. mas o marqu2s fingia não ouvi#laC 9achel. ela era uma covarde. o semblante grave. 'aven e a srta. contente.trong-(c)e achava#se com um grupo de cavalheiros. $éus. e aos de sua irmã. afinal< ? que temia era não saber o que lhe responderia. 7 /le lan%ou um olhar a 9achel. aos olhos de $olin. ela p. ainda era a segunda melhor em compara%ão a 9achel.trong-(c)e ia pedi#la em casamento. . .ane estavam mantendo uma discussão sussurrada a um canto. 7 /u não mudei realmente 7 come%ou ela. /m outras palavras..lida e tensa. 'aven e . 7 3provo as mudan%as em voc2. 7 4oc2 est. enquanto olhava para v.#la adequada para esposa.Capítulo 'I& 11 4oc2s todos são tão gentis 7 murmurou 4arens a Pamela. 7 Dificilmente h. e aquilo dei8ou Pamela cautelosa. agora. Dresden.entada ao lado do irmão. 7 /stava apai8onado. Fuando o homem a eliminaria de seu discurso< $ontendo um suspiro. 5ão foram tanto as palavras de $olin que a alegraram. /u me sinto como se tivesse sido um tolo. olhou em torno do camarote. 3ndr@meda mantinha#se atenta à pe%a. . sentada com lorde Barnell. 3borrecida. Do que tinha medo. Pamela aproveitou para olhar em torno do teatro. Pamela soltou um suspiro.culo durante longos anos para qualquer chance de $olin encontrar outra dama que pudesse lhe ser melhor esposa.rias matronas vestidas com e8travag:ncia em outros camarotes. 7 4arens olhou ao redor para outros camarotes. tão diferente. 7 $hame de atra%ão cega em vez de amor. Pamm( 7 disse ele. >inha o olhar fi8o no palco. 7 /stava< 3inda havia amargura na voz dele. 3quele havia sido o obst. Pamela teve a n!tida impressão de que.. 7 4oc2. ambos sentados no camarote com o grupo dos 'aven no teatro. ela mesma. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson 8# . 3gora. 5um camarote afastado. /nquanto $olin se virava para comentar algo com a irmã. ao menos. com sua costumeira e8pressão neutra ao lado do pretendente. 7 4oc2 não foi um tolo 7 sussurrou#lhe.

era discreta. seguiram para a casa do nobre após a ópera. ela ainda montava na sela com uma perna em cada lado da égua. /ra uma decisão tão grande e uma que nunca esperara ter de enfrentar. lorde Eingal. ad( 'aven aceitou em nome de todos e. com . Pamela 5eville. . como 9achel. /le nem sequer se importava com o fato de que. mas seu tom não fora encorajador. a filha mais nova estaria casada com o conde até o final do m2s.? que iria fazer< 'aven dissera#lhe no final daquela tarde que dependeria dela. Pamela< Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson #% . / dissera#lhe que a achava bonita. pois era a 6nica pessoa com quem não precisava ser nada além de si mesma. Presumia que devia se sentir grata por não estar sendo pressionada a uma decisãoC muitos irmãos não a teriam dei8ado nem sequer opinar sobre o assunto. nem GnãoG ainda. de cal%as e com um velho chapéu ocultando#lhe os cabelos. srta.trong-(c)e em 9ichmond havia cerca de uma semana.trong-(c)e reuniu#se aos 'aven para o 6ltimo ato e convidou a todos no camarote para um baile que se seguiria à opera. .trong-(c)e conduzindo#os. enquanto arqueava as sobrancelhas de maneira significativa. /stendendo a mão. 3 noite progrediu. . / onde estava o mal< ? conde nunca dera a entender.#la.em mencionar que queria se casar com ela0 Pamela estremeceu. a razão para não conseguir dizer GnãoG diretamente e encerrar o assunto. como fizera quando jogara cr!quete com .. milad( 7 disse ele com uma mesura. $omo poderia estar indecisa< 3final. quieta.cil não tom.trong-(c)e. /le gostava de mulheres que se portavam como damas.trong-(c)e não se afastaria dela< 5ão seria algo natural< / sentiria falta dele terrivelmente. fora até ondres apenas para se aprimorar o bastante para que $olin talvez a achasse mais apropriada a se tornar esposa. quase tão bom quanto era considerado lorde Barnell pela aristocracia. era que 'aven mostrava#se indiferente demais. .. porém. /m p6blico. delicadas. dizia ele.eria algo tão definitivo. ainda gostava de correr. /la aprendera a se portar daquele modo. refinadas. 7 Por que voc2s dois não dan%am< 7 disse lad( 'aven. . 5inguém a reconheceria como a srta. /la estava completamente indecisa e aquilo a assustava.trong-(c)e era um e8celente partido. refinada. alternando um olhar entre sua ca%ula e o conde de . daquele modo. graciosas. perguntou com ar hesitante" 7 Aostaria de valsar.e sua mãe tivesse as coisas a sua maneira. bem no in!cio da manhã. /ra muito mais f.e dissesse GnãoG. / o conde não parecera se importar. . 3quele era o ponto chave de sua indecisão. não dizer GsimG. . em seus momentos de privacidade. que ela devia mudar em algum aspecto. *as. na casa de seu amigo. 7 /8celente idéia. por gesto ou palavra. ? mais intrigante.

de um instante para o outro. 3mbos se reuniram aos demais casais na pista de dan%a e. ? que lhe acontecia< 7 ? que estamos fazendo aqui fora< 7 perguntou num sussurro hesitante. uma agrad. que a amedrontava agora. a m6sica terminou. o quarteto dando in!cio a um ritmo mais movimentado.em mais uma palavra. .vel momento. /ntrariam agora. por alguns degraus até um jardim escuro. que soara tão ofegante. enquanto tentasse ordenar as emo%&es que formavam um turbilhão em seu !ntimo. e a lembran%a de seus beijos breves mas tentadores era desconcertante. Pamela desfrutou a maravilhosa sensa%ão de valsar nos bra%os fortes de .trong-(c)e. /m vez disso. 7 3cho que não devemos ir até l. fora. 3o menos. tentando entender a razão do p:nico que a percorria. segundos depois. mais uma vez. milorde. $olin. porém. 7 3cha mesmo< 7 /. ogo.trong-(c)e dei8aria uma dama do lado de fora do salão para apanhar uma friagem.9elutante. 5unca e8perimentara aquela sensa%ão de flutuar por um salão de baile como a que tivera nos bra%os do conde. 7 3cho que devemos 7 murmurou ele. ficou contente em notar. ele a envolveu com seus bra%os e a aninhou junto a seu peito. com $olin havia a sólida sensa%ão da certeza. ainda segurando#a junto a si. 7 4oc2 est. Pamela não teve certeza de que queria ficar a sós com ele. 3li estava um pensamento para conduzi#la de volta à realidade. ela meneou a cabe%a.vel o m. até que ela lhe ouviu o cora%ão batendo acelerado no peito de encontro a sua face. Parecia mudar.im 7 murmurou ela. ela não reconhecia a própria voz. 5ão era de natureza covarde.vel mescla do perfume das flores pairava no ar. 7 . então. Eechou os olhos. 3diaria o inevit.8imo poss!vel. ? que estava lhe acontecendo< . 7 . mas por causa do que ela pudesse sentir. concentrando#se apenas em desfrutar o agrad. agora. $avalheiro algum da estirpe de . daquele medo ine8plic.trong-(c)e guiou#a por entre as cortinas esvoa%antes de uma porta#balcão até o terra%o e. os intensos olhos castanho# claros fitando#a de modo não amea%ador. porém. tornando a estremecer. inalterada. gelada 7 disse#lhe ele quando pararam de bra%o dado no caminho de pedra. 3fastou todos os seus pensamentos. 7 4enha caminhar um pouco comigo 7 murmurou . 3li. de uma ponderada certeza para uma eufórica e8pectativa. soou firme. não com o que pudesse fazer.ua voz. que estava um tanto frio. mas significativo.vel. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson #$ .trong-(c)e. fazendo#a estremecer.

.#la novamente. empolgante. 7 .bios dele acariciando os seus. estive esperando a noite toda para fazer isso. de repente. emudecida por um momento.. estimulando. 7 Do%ura. afagando#lhe os cabelos.rta.im ou não< ? que diria< 7 . 4oc2 gostaria de se casar comigo< ? momento chegara. quase atordoada por tamanha indecisão. quanto seu cora%ão disparava< 3quilo era tudo tão estranho e novo. 3o mesmo tempo que queria se desvencilhar e correr. este é o momento pelo qual estive esperando. surpreendente. jamais conheci uma dama como voc2. Pamela abra%ou#o pelo pesco%o e ficou na ponta dos pés enquanto correspondia ao beijo. queria pu8. Eoi delicioso. 7 5ão pude me esquecer da do%ura de seus l. havendo lugar apenas para aquelas novas sensa%&es inebriantes. enfim. como fingir que não ouvira as palavras dele. os olhos castanhos intensos sob a luminosidade fraca proveniente do terra%o. 7 3 voz dele soou rouca. Eitava#a com seus perscrutadores olhos castanho#claros. uma sensa%ão de euforia e liberdade dominando#a. 7 Pamela 7 sussurrou . Pamela sentiu#se como se estivesse galopando em sua égua. pensar a respeito< Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson #2 . ? que via nos dela< Podia esconder quanto estava tr2mula. /. . e tão repentinamente0 5ão havia como se esquivar agora.#lo para si para mais um beijo. Pamela 5eville. /mo%&es estranhas e conflitantes tornaram a dominar Pamela. os l.bios c.trong-(c)e. ?s costumeiros tra%os sérios estavam ainda mais bonitos agora. Fuando aqueles l. . o pulso acelerado.trong0 Posso. de onde estava. ? beijo durou muito mais do que os anteriores. carregada de emo%ão. 7 *inha querida.. 7 /le a afastou apenas um pouco de si para fit.#la. esqueceu#se de tudo. =nstintivamente. sedutoramente. o cora%ão descompassado. 5enhuma outra garota em ondres chega a seus pés. suavizados por um sorriso terno.. Pamela permaneceu ali.bios.e aquele fosse $olin. Preciso prov. Pousou#lhe a cabe%a delicada em seu peito. do baile. a l!ngua contornando#os de leve..lidos tocaram os seus.trong-(c)e ergueu#lhe o rosto com gentileza para que o fitasse. qualquer coisa para prolongar aqueles incr!veis momentos. provocando.

7 $omo de costume. eu amo voc2. enquanto seguiram pelo caminho de pedra e subiram os degraus do terra%o. gosta de mim< 7 I claro que sim.#lo pensar daquele modo. Fuero voltar a . /stive em ondres por tempo demais.*anor. 7 . observando#a sob a luminosidade proveniente do salão de baile.egurou#a com gentileza pelos ombros.trong-ic)e afastou#lhe uma fina mecha de cabelo da fronte. / de me dei8ar livre para encontrar o meu verdadeiro amor.hado. abra%ando#a pelos ombros e guiando#a de volta na dire%ão do terra%o. $omo uma pessoa sabia que amava outra< $omo ele sabia< *as era melhor dei8. em face de meus sentimentos equivocados por Dorothea. /le a fez parar antes que entrassem. incapaz de sustentar o olhar dele. . voc2. 7 Dma vez.#lo. 7 Eitando#a com intensidade.Capítulo '& 11 Pensar a respeito< Pamela meneou a cabe%a. Ara%as a voc2. *uito. . Dorothea não sabia o que significava para mim.. /le soltou um pequeno riso e afagou#lhe o rosto com carinho. 3dmirada com a admissão. Pamela manteve#se em sil2ncio. silenciosa. 7 4oc2 é tão inesperada. 7 Pamela. /ntão. como Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson #3 . 7 3migo 7 repetiu ele num tom soturno. seu tom de pondera%ão.trong-(c)e amava#a. . fitando#a com olhos brilhantes. /stava ficando cada vez mais confusa e precisava de tempo e quietude para pensar. Por essa razão. 7 *as não quero imagin. perguntou" 7 Pamela. passei a me sentir grato pelo fato de ela ter tido o bom senso de se casar com quem lhe ordenou seu cora%ão. 4oc2 se tornou um amigo muito querido para mim. 7 5ão é que eu não possa imaginar minha vida prosseguindo agora sem voc2 7 continuou ele. e eu a perdi.#la assim. ela ficou em sil2ncio e desviou os olhos na dire%ão de um vaso de folhagens. erguendo#lhe o quei8o de leve. virou#a para fit. $omo aquilo era poss!vel< /le teria certeza< 3 preciosa confissão encheu#a de tanto medo que não soube e8atamente como responder.. 3quela não era em absoluto a razão de ter feito a perguntaC fizera#a a fim de buscar informa%ão para esclarecimento de suas próprias d6vidas. com voc2 ao meu lado.trong-(c)e soltou um suspiro e estreitou#a junto a si por um momento. 7 $omo voc2 sabe< 7 disse num fio de voz. Posso entender por que voc2 precisaria saber. essa é uma pergunta de surpreendente sensatez. cometi o erro de não dizer como eu me sentia. 5ão disse mais nada.

ainda assim. ele a dei8ou.ulgara#a pronta. ao passo que a maioria da sociedade era fria. /u amo voc2. mostrar#lhe como ela se sentia. ainda confusa com todas aquelas emo%&es conflitantes em seu !ntimo. esfriando e j. não realmente. 5o interior do salão. /. não apenas ser induzida pela grande atra%ão que e8istia entre ambos. pedindo#lhe que transmitisse suas desculpas a sua fam!lia.#la outra vez. enquanto Eingal monopolizava um assunto qualquer. Pamela devia saber. 7 /st.s. e não podiam voltar atr. mas precisava passar algum tempo em companhia de lorde Eingal. dentro. Pamela era ine8periente e não estava pronta para tudo o que o casamento significava. . por outro lado. 'avia uma sinceridade em seu cora%ão. mas de alma.entando#se numa poltrona a um canto. dissimulada. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson # . *as aquela não era a maneira e sabia. *ais uma vez. >alvez 'aven tivesse razão. não soubera decifrar os sentimentos de uma dama. pensou.trong-(c)e afastou#se. aquela completa inoc2ncia era uma das coisas que mais gostava em Pamela. uma bondade contagiante. /la aceitou de bom grado. Fuisera beij. que era a coisa certa a fazer. ? que iria fazer< 7 I melhor eu levar voc2 até l. calculista. enquanto lad( 'aven dedicara toda a sua aten%ão à filha mais velha. mantendo firmemente o controle sobre suas emo%&es. não lhe dei8ar margem para d6vida.trong-(c)e se apai8onasse por elaC nunca nem sequer cogitara a possibilidade de se casar com o conde. /. seu mentor. tão ciente e certa de seus sentimentos quanto ele estava dos seus. . ele acompanhou#os até a biblioteca para desfrutarem vinho do Porto e charutos. Precisara de tremendo esfor%o para parecer calmo e manter a compostura quando tudo o que quisera fora sacudi#la. >inha a impressão de que sua educa%ão sobre certos aspectos da vida tinha sido negligenciada. apenas seguir em frente.amais esperara que . *as rumo a qu2< . 5ão proferiu mais uma palavra sobre casamento. desejando poderem simplesmente esquecer sobre os beijos e o pedido de casamento. mas voc2 acaba de me levar a fazer um discurso. no fundo de seu cora%ão. >udo mudara. /ra pura não apenas de corpo. ficamos tempo demais aqui fora. 9eunindo#se a seus colegas. . Pamela continuou silenciosa.uma brisa fresca que soprou todas as teias de aranha para longe do meu cora%ão. mas perguntou#lhe se gostaria de cavalgar com ele e +elinda na manhã seguinte. dei8ou sua mente vagar. 7 /le guiou#a até uma porta#balcão. aquilo não era poss!vel agora. 5ão sou um homem galante ou sentimental. /la era jovem demais. 3 jovem até parecera estar lhe pas# sando a sutil mensagem de que achava bem#vinda a sua corte. 5ão. /ra tudo tão novo.

como uma mulher sabe que é o certo. $omo colocar aquilo em palavras< /ra tudo tão intrigante e novo. 7 ? que voc2 disse em resposta< 7 /u lhe pedi tempo para pensar.. à semelhan%a de uma pequenina brasa. 7 /le não discordou. Pamela pedira tempo. como voc2 se sente. 7 /le disse que ama voc2 7 limitou#se a repetir. 9achel dispensou a criada com um gesto e. quando o homem certo pediu sua mão< 3rregalando os olhos.vel... mas foi a primeira que um cavalheiro me disse algo assim. ./la simplesmente era tão inocente que não se dera conta de seus sentimentos. 7 ? que foi< 7 3inda sentada diante de seu toucador. 7 . /stava certoC era um pedido razo. Pamela sentou#se numa cadeira perto do toucador. aconteceu< 7 . conseguiria fazer aquele GalgoG se alastrar até a forma de uma chama. 7 /u queria lhe perguntar uma coisa. 5ão com todas as letras.oltou um profundo suspiro. 7 Pamela umedeceu os l. 7 3lgo. se sentiu. 4oc2 provavelmente j. acabara de seguir pelo corredor até o quarto da irmã e espiou para dentro.trong-(c)e. hesitando antes de acrescentar" 7 Diga#me. Daria uma semana a ela. 9achel arqueou de leve as sobrancelhas. 3final. a rea%ão de 9achel foi indecifr. 7 . 7 9achel< 7 Pamela.. com a vivida lembran%a dos beijos que haviam trocado no jardim.vel.. só ansiara para que $olin parasse de ficar tão obcecado por 9achel e Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson #! . ouviu isso in6meras vezes.. Perguntou#se se. tudo o levava a crer que ela sentia algo por ele.. 7 /le me disse que me ama0 5ovamente. disse a si mesmo. 9achel parou de escovar os cabelos e observou o rosto hesitante da irmã através do espelho.im< 7 Diga#me. que certamente poderia ter pedido a mão de praticamente qualquer bela jovem da aristocracia que quisesse..ó podia ser aquilo. 3quela era uma decisão importante para ambos. pensou . bebericando o Porto tranqJilamente em sua poltrona. 7 / ele concordou< Dando de ombros... pedia a sua em casamento0 5ão fazia sentido0 3 menos que o que ele dissera fosse verdade. Fuero dizer. Dm homem como .im. em sua camisola longa.bios. vaidosa.trong-(c)e me pediu em casamento.rio de vezes. mas seu rosto sereno não denotou sinal de emo%ão. os cabelos sendo escovados pelo n6mero necess.trong-(c)e. ainda tão confusa. 7 . prosseguiu ela mesma com a tarefa. voc2 j. 3té então.

/le nem sequer se lembrava sobre o que fora a discussão. em busca de seu futuro0 . Ea%a o que a tornar. como se o amor pudesse ser minado por aquelas brigas.e . eu não quero brigar 7 sussurrou . 3pesar de saber que 'aven a amava. nunca cogitara a possibilidade de algum outro cavalheiro querer despos.vel. com tão pouco recato0 7 9achel sacudiu a cabe%a. 7 *inha nossa.trong-(c)e puder fazer voc2 feliz. observando o corredor escuro e vazio. antes de ele ter dito que viria visitar 'aven. e a coisa mais estranha do mundo aconteceu.e não puder.. se assim for. se sentiu toda tr2mula quando um homem beija voc2< 9achel dei8ou cair a escova e virou#se rapidamente para fit.7/la passou o bra%o em torno dos ombros de Pamela e a fitou nos olhos. *as tenha cuidado e não dei8e que ninguém a pressione a um casamento que não deseja. esta noite.grimas inundaram os olhos de Pamela. Pamm(0 4oc2 não tem um pingo de bom senso< Poderia ser a ru!na da sua reputa%ão se alguém tivesse visto voc2 agindo com. 5a ponta dos pés.ane.#la.notasse a ela.#la. mas não leve uma eternidade para isso. 9achel levantou#se da banqueta e abra%ou a irmã mais nova. . ainda se sentia vulner. 7 5inguém viu voc2< 7 I claro que não. então case#se com ele0 . 7 Pamm( 7 sussurrou ela no velho tom de quando tinham sido pequenas e tão unidas. 5o jardim. minha querida.ane espiava pela porta de seu quarto. querida0 4oc2 tem que decidir o que quer. 7 3 oportunidade só bate a nossa porta uma vez. 7 /ntre aqui0 7 disse. o cora%ão descompassado. abra%ando#o. então diga GnãoG e encerre o assunto. 'aven fechou a porta e pu8ou a noiva para seus bra%os. 3 discussão de ambos no camarote do teatro dei8ara#a sentindo#se desolada e com medo. / ontem à noite também. mas tinha a impressão de que as discuss&es freqJentes de ambos fossem resultado da tensão. agarrando#lhe o bra%o e fazendo#a entrar. não se atenha ao passado. seguiu depressa até a porta de 'aven e bateu. 3o mesmo tempo.trong-(c)e me beijou. /m toda sua jovem e8ist2ncia. /le abriu a porta e arregalou os olhos ao ver a noiva apenas de camisola no corredor. de longos em longos tempos. da batalha cont!nua sobre quando e onde iriam sé casar. feliz. 7 3 que devo o prazer inesperado dessa visita< 7 Aerr(.. 7 ? que voc2s dois estiveram fazendo< 7 . 7 4oc2 j. 4oc2 merece alguém que a ame verdadeiramente. o tom de uma garota que amava sua irmãzinha ca%ula. 7 5ão chore. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson #6 . 7 5ão quero brigar também. . ? que quer que fa%a. 4.

mas o fato é que quero me tornar sua esposa mais do que qualquer coisa no mundo.ua mãe não é p.trong-(c)e contra a vontade dela. tr2mula. quando tentava manipul.7 'aven.< Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson #" . 7 . beijando#a apai8onadamente. 7 4oc2 fala como se fosse o 6nico a se preocupar com a felicidade de Pamela. .reo para ela na hora das decis&es sérias. 7 /u sei. eu sei. conheci. Poder!amos ficar l. determinada. 7 /la se levantou abruptamente e adiantou#se até a porta.. beije#me 7 sussurrou ela. tomado por um desejo ardente que quase o enlouquecia. seu tom de s6plica" 7 4amos fugir. /. enquanto o beijo se tornava cada vez mais faminto.. ótimo. /stou apenas sendo ego!sta. obrigue#a a um casamento com . era do que aquilo se tratava. . desocupado. meu amor. 7 /ntão. o chalé de *ar( estar. 7 9espirando fundo para se acalmar. Percorreu#lhe o corpo curvil!neo com mãos ansiosas. case#se comigo aqui mesmo. por algum tempo. =nterrompendo o beijo de repente. 'aven respirou fundo e afastou#a de si por um instante.ane sentou#se na beirada da cama com ar derrotado. Por mais injusto que soubesse que estava sendo. de volta para o norte. como o honrado cavalheiro que era. 7 *as. 5unca fui assim em minha vida. voc2 quer as coisas a sua maneira e não ceder.. acrescentou" 7 4oc2 tem razão. Precisou apelar para todas as for%as para lembrar a si mesmo que. não podia dei8ar que seu controle esmorecesse. para Bor)shire. 5ão permitirei que minha mãe. . 7 Pelos céus. 7 5ão. uma onda de raiva percorreu 'aven. e sabemos disso. afastando#a de si e come%ando a andar pelo quarto. /le atendeu#a de bom grado. *as quero minha noite de n6pcias como a imaginei. 5inguém sequer saberia. Podemos nos casar no caminho e tornar isso uma aventura. ? antigo chalé de *ar( est. /ntão.. nem ninguém. 3cha que sua avó permitiria que alguém obrigasse sua neta favorita a fazer o que não quer< 7 *as Arace é idosa e minha mãe est..#la para que se casassem em ondres.ane tornou a abra%. quando o que mais queria. /ra dif!cil quando a tenta%ão era tamanha..ane0 7 resmungou. Pamela precisa de mim. 7 5ão posso abandonar minhas responsabilidades aqui.#lo. eu sou o chefe da fam!lia. 7 4ou manter minha posi%ão. tentando se recobrar. Fuero me casar em Bor)shire e passar nossa primeira noite como marido e mulher em nosso chalé. 7 /ntão. . se ainda não estiver pronto. erótico.ua avó é a mulher mais obstinada e forte que j.

. realmente< /..#lo esperando indefinidamente apenas porque não conseguia se decidir. 7 Permitir um comportamento desses.vel e tolerante do que +eJnda teria imaginado. ?nde se poderia encontrar um homem especial como aquele< ?nde. respondendo da mesma maneira. e ela se deu conta de que o ar lhe faltou por um momento enquanto o observava.bulo e8ercitarem seus cavalos.rvore que servia de ponto de encontro. usando seu codinome jocoso para Pamela quando ela montava de cal%as compridas. ? velho chapéu ocultando os cabelos. +ob< 7 disse Pamela em sua melhor imita%ão de um criado de est. Pamela soltou um riso e >assie resfolegou.trong-(c)e e +elinda não tivessem sido desmotivados pelo forte ind!cio de mau tempo e saiu sorrateiramente pela porta dos fundos na dire%ão do est. especialmente quando suas próprias s6plicas eram acompanhadas das da srta. 3briu a porta. mas eu sou mais do que as duas juntas 7 disse o conde. ela se perguntou se encontraria seus amigos ali. olhando ao redor.vel era para permitir que ela e a sobrinha quebrassem as regras daquele modo a fim de se divertirem realmente sem preju!zo a ninguém.7 5ão desta vez. 7 ?l. Protestara em princ!pio e aquilo se dava contra a sua vontade. o céu cinzento. $onforme a névoa foi ficando mais densa. 7 4oc2s são malucas. . decidiu arriscar a chance de que . +ob0 7 disse Pamela. não é isso mesmo. apenas dei8ando dois garotos de est. ? fato era que .bulo.vel era o riso dele0 / que homem admir. seguindo por uma eleva%ão verdejante e descendo até um campo e8tenso.trong-(c)e riu alto. com amea%a de chuva.. trotou em >assie ao longo das ruas quietas. neblina erguendo#se do lago . 7 'ouve um tom definitivo nas palavras de . Para esquecer seu aturdimento. fascinada. porém. desafiou +elinda a uma corrida. ? '(de Par) estava enevoado. ? dia amanheceu sombrio. Eicou aliviada quando os viu perto da antiga .. 5eville. e ambas sa!ram a meio galope sob a névoa.trong-(c)e cedera e fizera o impens. Pete0 7 gritou +elinda. a relva coberta de orvalho. ainda assim. permitindo a sua sobrinha a e8travag:ncia de usar cal%as masculinas naqueles galopes de in!cio de manhã. competindo por espa%o apenas com as carro%as dos mercadores. 7 *as milorde est.bulo. o som ritmado dos cascos das Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson #8 . Pamela.ane que não dei8ou margem à discussão.erpentine. Fue agrad.vel. 7 ? senhor conde é um cavalheiro muito distinto e não pode ser importunado com essa tarefa indigna de ficar galopando ele mesmo feito um plebeu qualquer. mas o tio acabara se tornando mais male. ela estava disposta a dei8. 7 ?l. olhou para ambos os lados do corredor escuro e voltou sorrateiramente até seu próprio quarto.

espessa demais. Eilhos0 . *as o casamento significava muito mais.. o casamento fora uma idéia vaga. 7 3contece apenas que. os cabelos em desalinho esvoa%ando sob a brisa. /ra um contrato. 'averia negocia%&es a seu favor. Dm marido.trong-(c)e as aguardaria.trong-(c)e. 7 /le é uma ótima pessoa. nem colocaria os animais em risco. ambas optaram por um trote moderado para retornarem ao ponto onde . após sua própria volta em torno do lago. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson ## . sem querer.e voc2 se casasse com ele. 7 >enho de ir. 5ão poderia escapar daquilo. +elinda.. quando as éguas de ambas se emparelharam. indefinida que Pamela tivera em rela%ão a $olin. seria uma irmã para 3ndr@meda e levaria sua vida tranqJilamente em Bor)shire. ninguém sabia mais a respeito do que Pamela e. futuros filhos nos quais se pensar. Pamela olhou com relut:ncia ao redor e disse. observando a névoa avan%ar. 7 /la deu meia#volta com >assie e afastou#se a galope. tirando o chapéu e dei8ando que os cabelos escuros cascateassem pelos ombros. ao que parecia. Eilhos. porém.cia de sua amiga quando o assunto era cavalgar e concordou em manterem a cautela. vejo voc2 depois0 4oltem para casa antes que a chuva comece. /la viveria em $orleigh.. >ambém se esperaria que.cia.trong-(c)e. como seria esperado. . 3té então. 3 situa%ão tornou#se subitamente real naquele momento..trong-(c)e saiu da névoa naquele momento. / ela seria esposa e mãe. pararam. 7 I claro que sim0 7 e8clamou Pamela. 7 4oc2 gosta dele< 7 ? que a levou a pensar nisso< 7 indagou Pamela sem poder conter a irrita%ão. daquela lembran%a constante da pergunta que pairava entre ela e . curiosa. alto e poderoso em sua majestosa montaria. +elinda confiava totalmente na perspic. 7 Pamela elevou a voz" 7 3té logo.. meu tio vive falando sobre voc2 e me perguntando o que eu penso a seu respeito. Fuando. /. 5ão devemos galopar mais esta manhã. /u não dei8aria que nenhuma de nós se machucasse. eu o ouvi falando com seu advogado outro dia sobre acordos de casamento. bem. daquele modo. ofegante" 7 3 névoa est. relativas a acordos de casamento. 7 4oc2 gosta do meu tio< 7 perguntou +elinda. tendo de desempenhar aquelas fun%&es com efic. .respectivas éguas rompendo o sil2ncio do parque. como a esposa de $olin.. /u apenas fiquei. montaria os cavalos dele. 7 *as eu quero dizer de uma outra maneira 7 falou a garota. Fuando se tratava de cavalos. eu ficaria muito contente.

seu mau comportamento passado condenado. sempre tratando#a com gentileza e considera%ão.bios. $onselho que Pamela não tinha certeza de como seguir ainda.vel cunhado o pomposo marqu2s ainda dei8ava muito a desejar. 4arens..entia#se péssima. uma vez que lhe dera um conselho sensato em rela%ão à proposta de . na sala de estar. /le foi convidado para o ch.ane e 'aven. embora o comportamento do conde fosse impec.trong-(c)e e um sorriso confiante nos l. . enquanto ouvia a mãe falando sobre ela abertamente.entia#se estranha perto dele agora. ? grupo da fam!lia deles inclu!a 3ndr@meda e $olin quase o tempo todo agora. Pamela tinha de acreditar que a irmã sabia o que era melhor para ela em rela%ão a lorde Barnell. que haviam sa!do para fazer uma visita. 3ndr@meda estava divulgando todas as not!cias mais recentes sobre casa a vovó Arace. 9achel mantinha#se totalmente ocupada. *as havia um brilho diferente nos olhos de . por sua vez. e8ceto . Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $%% . ? relacionamento de ambos era cordial e amistoso. Pamela. ? conde conseguia manter o semblante sério. um do agrado de sua mãe. seu casamento e o beb2.vel e natural. finalmente com orgulho e altivez..pidas perguntas a $olin sobre as atividades na paróquia do vilarejo de casa e monopolizar a aten%ão de lorde . ninguém se interessava mais pelas min6cias da vida do que a srta. se aquilo era algo bom. 3quilo a desconcertava. ao certo.Capítulo '&I $hoveu durante dois dias.trong-(c)e. daquela vez.trong-(c)e a sós e não soube. embora devesse ter notado como a jovem que era objeto da longa e detalhada conversa tinha um ar mortificado. falando. De qualquer modo. significando. ou ruim. adornada por um vestido aceit. mantinha#se numa cadeira. porém. como prov. Deveria ter sido a época mais feliz da vida dela. ad( 'aven. ad( 'aven continuava monopolizando o tempo de lorde .trong-(c)e. *oll(.trong-(c)e em rela%ão a qualquer outra coisa. como se não pudesse ser realmente ela mesma. e reuniu#se ao grupo para o teatro. /ra de tarde e todos estavam tomando ch. pouco à vontade. e $olin parecia buscar a companhia de Pamela mais e mais. portanto. orde Barnell estava presente e. Ealavam sobre *ar(. porém. Pamela não viu .vel. . dividia#se entre fazer r. olhando para a chuva copiosa de encontro ao vidro da janela. Ealavam sobre $orleigh e os planos dele para o futuro da propriedade. sobre como Pamela se tomara um e8emplo de comportamento apropriado. como de costume. sua perfeita conduta atual elogiada.

7 $omo voc2 me conhece bem. não respondeu. sabia que uma dama gostava de ser pedida em casamento em privacidade. colocando a mão grande e calejada no encosto da cadeira. Dma garota devia ser pedida em casamento num jardim enluarado e beijada até sentir a mente rodopiando.. de voc2 7 disse ele. eu.. pois nunca o tinha visto tão sentimental. até a maior cabe%a#de#vento e8istente na face da terra. 7 $reio que seja errado de nossa parte chamarmos um ao outro pelo primeiro nome quando estamos na presen%a de outras pessoas desta maneira. 3 mãe ainda mantinha o conde em suas garras.#lo de qualquer modo que fosse. desconcertada com a sinceridade no tom dele. 7 / eu. apanhada de surpresa. sob o prete8to de se levantar e esticar as pernas. tornou a fit. então. 7 . 7 4oc2 parece tão encantadora sentada aqui.trong-(c)e fizera. Pamm(. e8ceto quando conversava com 9achel. Pamela corou.empre gostei de voc2. 7 $olin olhou para as mãos unidas de ambos e. $olin. 7 /u me atrevo a dizer que não consigo pensar em outra dama. posso apostar. estudando#a com inesperada intensidade. minha querida. e ele come%ava a parecer um tanto desesperado. Da maneira como . e talvez mais. Pamela... um tanto pensativa. $asar#se com $olin< 7 $olin. gratificada. cobrindo#lhe uma das mãos com a sua onde repousava sobre uma mesinha entre ambos. voc2 me concederia a honra de se casar comigo< ? aparvalhado a estava pedindo em casamento na presen%a de outras pessoas. an%ou um olhar na dire%ão de Pamela com um ar suplicante. que me seja tão adequada como amiga e. que qualquer pessoa. *as ainda somos velhos amigos. e ela não soube como reagir. Preferiria estar em casa. mas ela tinha a mente acelerada demais para au8ili. permitindo#se rela8ar. 7 ? que estou tentando dizer e fazendo tantos rodeios para colocar em palavras é" Pamm(. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $%$ . não é mesmo< 7 I claro que sim 7 respondeu ela com um sorriso. 3queles olhos continham um brilho novo e peculiar. limitando#se a devolver#lhe um olhar ine8pressivo.$olin. onde ela nem sequer podia responder adequadamente< Pamela conteve#se para não lhe dizer que tolo o achava.im 7 respondeu ela.#la. 7 . foi se sentar ao lado de Pamela. incluindo até a sua bela irmã. para poder responder de maneira apropriada.

7 . a jovem estava confusa. mas sentiu#se grata. por que as palavras não sa!am dos l. pelo jeito direto dele e meneou a cabe%a. $olin pedira#a em casamento. *as . apenas porque achava que era o homem certo para ela. sendo uma surpresa para voc2. Pamela tornou a menear a cabe%a e pronto. de errado< 7 ?h. e eu falarei com 'aven quando ele entrar. protegen#do#a do restante das pessoas. não dei8ando sua agita%ão transparecer. a cabe%a bai8a. 3quele foi o fim do glorioso pedido de casamento pelo qual esperara sua vida inteira.ane entraram. Fuando 'aven e . $olin afastou#se para conversar sobre amenidades com a irmã e vovó Arace. devia manter#se sentada.3quilo deveria ser f. $olin levantou#se e pediu para falar a sós com o velho amigo por um momento.ane. /. 7 =sso não teria acontecido se voc2 e vovó Arace não tivessem confabulado para confundir a pobre menina. sempre perceptiva. /ntão. voc2 parece tensa.ei que isto est. 7 3cho que estou apai8onada por dois homens. galope ou grito. Pamela permaneceu sentada. Discurso mais desprovido de romantismo Pamela não p@de imaginar. e os dois desapareceram pelo corredor escuro.ane observando#os com uma e8pressão intrigada. 5inguém deveria interferir na autonomia de outra pessoa. onde estava sentada. agora. . /. enquanto retiraram mantos e chapéus.ane a 'aven. os pés juntos sobre o tapete.ane 7 respondeu Pamela num sussurro angustiado.trong-(c)e a cada oportunidade. 7Dei8aremos as coisas nesse ponto. ao menos uma vez. 7 I uma situa%ão absurda 7 disse . dei8ando cair gotas de chuva no tapete. 3o que lhe parecia.e dissesse GsimG. /la imaginara aquele dia. ? que h.cil. . as mãos dobradas recatadamente sobre o colo.ane não tentaria manobr. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $%2 . ainda assim.bios dela< 7 . empurrando#lhe . desesperara#se para que.e voc2 quiser pensar a respeito por alguns dias. 7 Fuerida. /la lhe contara sobre a confissão aflita de Pamela e a conversa sussurrada que se seguira. ansiara por ele. enfim. entendo completamente. ansiando por poder estar sozinha e e8travasar seus sentimentos com uma boa corrida. poderia estar casada e de volta a Bor)shire até o fim daquele m2s. então. 7 $olin deu#lhe um tapinha na mão como se fosse um tio bondoso. sentou#se ao lado dela. enquanto ele andava de um lado ao outro da biblioteca. 5ada poderia ser mais simples. minha querida. . dividida entre o que sempre achara que quisera e o que a atra!a agora. . acontecesse.#la na dire%ão do conde. observan#do#o do sof.

como um enamorado e futuro marido deve. 5os minutos seguintes. 'aven parou de andar de um lado ao outro para fit. filhos e uma fam!lia. fitando#o nos olhos com ternura. continuo amando#o e querendo me casar com voc2.ane correspondeu com pai8ão. sem poder se conter. afinidade. entreabriu os l.. mas .rio. seu tom desafiador. ao lado de .ane esfor%ou#se para conter sua raiva. as faces afogueadas.. e tocou#lhe o rosto adorado. creio eu.ane. endireitou a frente do vestido e ajeitou os cabelos. / nosso pequeno chalé. 7 $olin disse isso< 7 perguntou ela. 7 / como foi que chegou a essa surpreendente e nova descoberta. acho que nem sequer deve ter dito a Pamela que a ama.rio ainda mais do que amor. a pai8ão tornou a e8plodir entre ambos. .. 5a verdade. afinal. $olin est. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $%3 . 7 4oc2 ainda quer nosso chalé. 7 /u também 7 disse ele numa voz quase torturada. 'aven acusava#a sim# plesmente porque tinha as próprias idéias quanto ao que Pamela precisava. 'aven $ourt. I necess. voc2 sabe que é preciso muito mais do que isso para se fazer um bom casamento. >ornando a se apro8imar mais. 7 *as é necess.ane. completamente desiludido com 9achel e pode ver agora que Pamm( é muito melhor para ele.#la. 4oc2 e eu queremos as mesmas coisas. 7 4oc2 não o conhece como eu. 7 / como poder!amos saber que $olin abriria os olhos e se daria conta de que Pamela seria um par muito melhor para ele do que 9achel< 7 apontou ela. 7 . Disse#me tudo que era decente e apropriado quando me pediu permissão para cortej. 7 3inda não estou convencida de que ele realmente gosta de Pamm( da maneira certa. 'aven pu8ou#a para si mais uma vez e beijou#a com vol6pia.rio para se fazer um bom casamento< 7 3mor 7 respondeu . pu8ando#a para seu colo. Fueria manter a irmã favorita por pertoC se ela se casasse com $olin.ane se afastou e. sempre estariam pró8imos. até que estivessem sentados bem pró8imos. 7 /la abriu#lhe um sorriso malicioso.ei mesmo< /ntão. enquan#. 7 5ão importando quanto nós briguemos. o que é necess. não é< ?nde estaremos completamente a sós. 3pro8imou#se mais. to o fitava com olhos ardentes e. afagando#lhe os cabelos sensualmente. pressionando os seios contra o peito dele.#la.bios. /le a ama 7 concluiu sentando#se pesadamente no sof. Aerr(. na maior parte. de que Pamm( é a jovem com quem deve se casar e ter a seu lado para o resto da vida< Eoi pelo fato de ela se entender melhor com 3ndr@meda do que 9achel e gostar de montar os cavalos dele< 'aven.

3lguns dos desejos dela o estavam fazendo sofrer< 3 vida era curta.ane. Pamela levantou#se de perto da janela. 7 ? que voc2 disse< 7 . 3mava Aerr(. especialmente pela maneira como as coisas estão agora. 7 +ah07 e8clamou vovó Arace de sua poltrona a um canto. no final das contas. temos de parar de fazer isto.ane finalmente. após muita persuasão. estava tomando a decisão certa. 7 >enho um an6ncio a fazer.s. que. 7 . de repente. dei8ar ondres. enquanto 'aven era cumprimentado pela mãe e as irmãs. 4oc2 me dei8a febril de tanta e8pectativa. durante a guerra. em poucas semanas. sentada ao lado de 9achel no sof. aqui em ondres. Passo a maioria das noites andando de um lado ao outro do quarto. 7 /u gostaria da aten%ão de todos 7 declarou 'aven.ane separou#se do grupo. Bor)shire. =mportava mesmo. beijou#lhe a fronte. Fuantos casais. . l. 7 I mesmo tão fraca e complacente quanto o restante de todos. ele jamais voltara. a voz rouca denotando o esfor%o para conter suas emo%&es. na verdade. ? futuro era precioso demais para ser encarado de maneira tão corriqueira. haviam perdido a breve chance de amor e vida porque decidiram esperar até que o homem regressasse< /. afinal 7 resmungou para ninguém em particular. eu estarei. 3té 9achel apro8imou#se do c!rculo da fam!lia. sabendo que est. afundando o rosto no pesco%o dela e soltando um profundo suspiro. 7 Earei isso 7 declarou ela. e adiantou#se para cumprimentar o feliz casal. 7 /u não posso. em ondres. Desejo voc2 tanto que sinto uma dor quase f!sica percorrendo meu corpo. I tortura. enfim. Aretna AreenC onde e quando voc2 me quiser. 3fastando#lhe os cabelos claros para tr. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $% . 5inguém devia adiar a felicidade num mundo tão incerto. sabendo que. muitas vezes. concordou em se casar comigo aqui mesmo em ondres. o que quer que acontecesse. recompostos depois dos tórridos beijos que trocaram. os dois entraram na sala de estar de bra%o dado. Dm aperto no cora%ão..e não se casar comigo aqui. ad( 'aven.7 . 3 felicidade e o futuro de Pamela são importantes demais para mim para que eu a abandone agora. 7 3té mais. j. onde estivera tentando se concentrar na leitura de um livro. 7 3lgum tempo depois. .ane abra%ou#o e beijou#o longa e apai8onadamente. . então.ane fitou#o e observou#lhe os olhos azuis cheios de preocupa%ão. e ajoelhou#se em frente à idosa dama. supervisionava o bordado da filha mais velha. p@s#se de pé com uma e8clama%ão e8ultante. a poucos metros no corredor e não posso ir até voc2. por favor. basta0 7 e8clamou ele. o local onde se casassem< 7 /u me casarei com voc2 onde desejar. os c!rculos escuros abai8o confirmando as noites de ins@nia.

/u quero bisnetos antes de morrer. então.acudindo a cabe%a... 7 (dia era encantadora quando garota. milad(. 7 Dm eufemismo tolo para voc2 sabe o qu2.ane observou a vi6va com um misto de afei%ão e e8aspera%ão. de maneira e8travagante. tudo o que voc2 quiser.#la. sei que eu queria isso também. que sorria amplamente enquanto ouvia as idéias das irmãs e da mãe para a sua cerim@nia de casamento.. . D2#lhe uma mostra do que est. . na época. ?lhou de volta para vovó Arace com firmeza e declarou" 7 5ão é de sua conta. perdendo e. Eiz um longo discurso sobre como o orgulho dos 'aven e8igia aquiloC tudo tolice. observando#a com olhos faiscantes. . 7 ? que aconteceu. 7 /u simplesmente me recuso a dei8ar 'aven infeliz. e pegou#lhe a mão engelhada entre as suas. voc2 estabelecer. desdenhosa. *as o maior desejo de seu cora%ão era o de se casar em ondres. / quanto antes voc2s se casarem. 5ão sei o que est. ele meteu a mão no decote do seu vestido e voc2 soltou um gemido delirante e cedeu< . *as (dia quer apenas se e8ibir para a sociedade. *eu filho teria concordado.rio rude da mulher. por minhas próprias raz&es ego!stas. Determinada. onde a mão dele esteve. /la foi privada de um grandioso casamento para si mesma por. apenas para despos. impedindo voc2. melhor.#la de volta para o norte. profundos e azuis... era um rapaz bastante cordato. ele far.. Fueremos mais um do outro. /u Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $%! . 'aven $ourt. 7 *ais um do outro 7 retrucou vovó Arace. Parece#me que ele tem tido muitas mulheres mandonas em sua vida 7 declarou ela secamente. e jamais se esqueceu disso. sim< ?s olhos da velha mulher eram como um lago de Bor)shire. hein< 7 declarou a vi6va.. e não importa onde nos casemos. 4oc2 abriu um perigoso precedenteC (dia conseguiu as coisas a sua maneira. vovó Arace disse" 7 *inha querida. 3 maioria era. 7 5ão serei mais uma. 7 Prossiga. 5ão precisa estar casada para isso. é claro. mas não tão dominadora quanto insiste em querer ser agora. ?h. por causa da minha interfer2ncia. voc2 é tão vacilante quanto o restante deles. *as ambos estamos infelizes com a maneira como as coisas estão. a e8pressão alterando#se sutilmente. 3dquirindo um tom sério.7 /ntão. seu olhar long!nquo.ane corou diante do coment.. an%ou um olhar a 'aven. como se estivesse voltando ao passado. o tom para seu casamento inteiro desse modo. mas eu insisti para que os dois se casassem em nosso próprio lar. 3té lev.ane sentou#se numa cadeira ao lado de vovó Arace. Eoi um casamento arranjado.

ane apertou#lhe a mão num gesto confortador. 5ão era seu desejo casar#se em ondres. *as a vastidão bravia de Bor)shire a atra!a. Fueria um casamento na pequena paróquia de esle(dale. e sua noite de n6pcias no chalé. /u não podia dei8ar o t6mulo para tr. Porém. *eu marido tinha morrido havia apenas seis meses. 7 /st. / sabia que. / talvez voc2 tenha razãoC isso poder.trong-(c)e tinha muitas coisas a seu favor. pois ele odiava discórdia e manteria a paz a quase qualquer custo. com *ar( $ooper. agora. *as. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $%6 . queria apenas ser a esposa de 'aven. para ser comprada. venda#se barato. 7 / não est.abia.ane achava que Pamela tinha grande chance de ser feliz com o conde. daquela vez ele realmente permanecia em ondres pelo bem de Pamela. 7 /u acho que 7 declarou ela. . 5inguém e8ceto Pamela poderia tomar a decisão final. pesar de maneira ruim em disputas futuras. de dois homens de mérito. 7 / acha que. nunca numa negocia%ão.apenas não queria ir a lugar algum naquele momento. se fosse onde tivéssemos de ir. empolgava#a. 5unca. 5ão chamarei voc2 de fraca. embora o tivesse acusado de não se mostrar disposto a contrariar a mãe. Porém mais do que se casar em Bor)shire.ane não a dei8aria naquele momento de incerteza. agora atimer.< . e . mas a e8emplo de 'aven. . certo. milad(. (dia est. Bor)shire não era sua terra natalC fora criada na tranqJilidade do sul da =nglaterra. 7 5ão sou uma amei8a madura. / meu filho acabou cedendo. e apai8onara#se por aquele lugarC assim como se apai8onara irremediavelmente pelo senhor de 'aven $ourt. que também não teria abandonado Pamela naquele momento crucial de sua vida. e *oll( presentes. eu o amo tanto0 /u me casaria com 'aven numa estalagem na estrada a caminho do inferno. vovó Arace. a própria . *as $olin era seu primeiro amor. 4ovó Arace soltou um riso. no fundo de seu cora%ão. fazendo com 'aven o mesmo que voc2 fez com seu filho e ela. .ane entendia. e ela o amara durante anos. que é a vencedora aqui. / daquela vez. $omo seria estar tão dividida e não saber o que era certo< 3 jovem recebera duas propostas igualmente valiosas.ane pensou a respeito. enfim # lad( 'aven pensar. certifique#se de obter alguma concessão em troca por ter cedido. 3 confissão angustiada da jovem de que temia estar apai8onada por dois homens ainda ecoava em sua mente.sC a mera possibilidade me torturava. .

>er a 6ltima palavra e desconcertar . sem d6vida 7 disse a viscondessa com uma piscadela. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $%" .ane foram coisas que dei8aram a vi6va 'aven satisfeita e de ótimo humor pelo restante do dia.7 3cho que 'aven considera voc2 uma amei8a madura e bastante apetitosa. 7 / estou surpresa que ele ainda não a tenha provado.

3 vida seria agrad. Os vezes. ou com a figura que apresentava. teria 3ndr@meda.trong-(c)e via $olin apenas como um velho amigo da fam!lia.#la< / nem sequer pensara em beij. descobrira. ter dois pretendentes.ane e vovó Arace. ao menos em princ!pio. Dois homens queriam se casar com ela. e o baronete via o conde como. 3ndr@meda e uma dama da sociedade cujo nome Pamela não conseguia se lembrarC tinha um rosto anguloso.trong-(c)e quanto $olin tinham ido à igreja com a fam!lia 'aven no dia anterior. $omo poderia comparar os dois homens adequadamente se não beijara um deles< Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $%8 . ? homem não deveria ter dan%ado com ela ao menos uma vez ou duas para agrad. /la gostava. porque não gostava de dan%ar.ua vida mudaria bem pouco. $olin não a tirara para dan%ar nem sequer uma vez desde que chegara a ondres. / era um homem muito bom. um e8celente cavaleiro. muito. / não fazia a menor idéia de como se trajar. religioso e inteligente sem ter a menor pretensão de ser letrado. /ra inteligente. Parecia que . *as possu!a um rosto amistoso quando sorria.Capítulo '&II *ais dois dias haviam#se passado naquele estado de indecisão. alheios ao fato de que ambos ambicionavam o mesmo pr2mio. / sua irmã era divertida. então. /la estaria perto de casa. estava achando imposs!vel escolher. sentada na sala de estar. refletia Pamela. então.vel em $orleigh. um digno propriet.. dois cavalheiros dignos. era o homem com o qual sempre sonhara em se casar. de 'aven.rio de terras. generoso com seus criados. Pamela. >anto . 3té que seus filhos come%assem a nascer. esperta e uma ótima companhia. o outro. trabalhador. $olin. >eria provavelmente ficado chocado com a simples idéia. *as. cada um com muito a recomend. .#la ainda. um lhe parecia o seu preferido e. *as. enquanto recebiam visitas. não ma%ante e f6til como 9achel se tornara ao longo dos anos anteriores..#lo. no entanto. ?u com qualquer outro homem< Dsando um traje fora de moda e botas empoeiradas. se ela pudesse se considerar um pr2mio. mas ele não parecia se sentir nem um pouco amea%ado. Pamela não tinha certeza.. .. nem parecia se importar com quest&es de estilo. um bom amigo e o dono do peda%o de terra mais espl2ndido em Bor)shire. e melhor tia para seus futuros beb2s não poderia imaginar. Eilhos0 3 questão sempre voltava para aquilo. ele estava sentado com lad( 'aven. lan%ando um olhar a $olin. afinal. não era< Posso me imaginar tendo filhos com esse homem<. $orleigh era tanto um lar para ela quanto 'aven $ourt. perguntou#se. de ossatura forte e nariz adunco. Para algumas garotas teria sido o para!so. um sentando#se a seu lado esquerdo e outro do direito no banco.

não< Dm poderoso fator a seu favor era que . 5aquela manhã. com quem acabara deparando. . o qual o baronete não viu. / ela gostava muito de +elinda. inebriada.vel. 'aven e . às suas boas qualidades e integridade.. algo que sempre desejara.hado. mas nunca tivera... o amigo e tio mais afetuoso que se poderia encontrar. ?s dois tinham estado emparelhados até então. andando a cavalo de cal%as compridas em p6blico0 /le e lad( 'aven tinham ficado igualmente chocados e.trong-(c)e.. ? conde sorria de suas estripulias e se mostrava indulgente até um grau espantoso. o tempo tendo finalmente melhorado. enquanto ela seguira rapidamente em >assie para ir ao encontro de +elinda e . somava#se o fato de que Pamela j. no parque.. ela estivera rumando para seu costumeiro galope matinal no '(de Par). era um fator bastante importante aquele. /ra uma espl2ndida companhia.. não se importava com as travessuras inocentes dela. ad( 'aven aprovava aquiloC achava que denotava a delicadeza de uma dama dormir até tarde depois de um baile. / . $aso se tornasse esposa de . era algo muito importante. /la estremeceu como acontecia a cada vez que pensava em seus beijos. *as ela tinha um bom motivo para estar bastante zangada com o velho amigo no momento. tudo mais que descobrira a respeito do homem no decorrer das semanas anteriores era admir. esperando encontrar . também era um e8celente cavaleiro e falava com freqJ2ncia de sua bela . agora os Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $%# . encontrando na menina uma irmã mais nova..im.rio de $olin.reo.Porque era onde . sabia que se afei%oara muito a ele. ? baronete contara a lad( 'aven o que a filha ca%ula estivera fazendo. ao contr.trong-(c)e realmente levava grande vantagem no disputado p.trong-(c)e. $omo $olin.*anor.trong-(c)e. $om certeza.trong-(c)e dissera que a amava. febril0 3quilo não era razão para escolh2#lo como marido. perpetrada em sua mãe. Pamela lan%ou um olhar atravessado na dire%ão de $olin. o cora%ão batendo mais depressa no peito.#la de volta até em casa. /le a dei8ara. era< *as. mas depois que o conde. sua propriedade no distrito dos agos. daquele modo. ? baronete lhe passara um severo sermão e insistira em acompanh. de que dormia até tarde em algumas manhãs. saindo para uma cavalgada matinal< $olin0 Pamela suspirou e desviou o olhar. para ser justa.trong-(c)e e +elinda l. 3 tudo aquilo. 5ão contente em ter#lhe arruinado a manhã. achava que poderia ser uma boa influ2ncia para a garota e uma amiga. 3té parecia gostar do fato de ela ser diferente das outras damas da aristocracia. *as. contudo.ane sabiam a respeito e encobriam sua farsa. pois estava jogando conversa fora. naquela manhã. ele se assegurara de que todos os prazerosos passeios matinais futuros dela estivessem encerrados.

mas Pamela j. ad( 'aven poderia come%ar a duvidar da adequa%ão do conde como amigo se descobrisse que ele acobertava o ultrajante comportamento de sua filha. lorde 'aven. 3 garota seria poupada de muito sofrimento se pudesse aprender cedo aquilo com que Pamela lutara durante anos. Pamela saltou de sua cadeira. como resultado de ter sido ignorada pela mãe em favor da mais bela 9achel. trezentos e quarenta e dois convites. . 5ão era aceit. uma cerim@nia !ntima.. ainda assim. 'aven fez um gesto a Pamela para que se apro8imasse.ane e 3ndr@meda.oltou um profundo suspiro. pegando#lhe a mão. 7 Pois eu tenho horror a parecer presun%osa. enquanto apresentava a sobrinha às visitas. que elogiaram muito seu vestido. 7 / ser.#la a ver como o comportamento educado ajudaria em sociedade. voc2 sabe 7 declarou lad( 'aven à dama visitante. havia sugerido a idéia antes como um meio de ajud. inevitavelmente.maravilhosos galopes dela em ondres lhe eram proibidos. +elinda de aunce(. Por alguma razão. .t.trong-(c)e abriu#lhe um sorriso.trong e +elinda l. . ad( 'aven decidira que a cerim@nia religiosa deveria ser realizada na 'ol( >rinit( ou na . marcado para dali a poucas semanas. nenhuma das duas poderia lan%ar a acusa%ão de ostenta%ão sobre as cabe%as não merecedoras deles. .rio por entre dentes de Arace. que eu saiba. em . o coment.vel para uma menina da idade de +elinda fazer visitas matinais durante a temporada. 7 >enho que fazer isso< Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $$% .urpresa.vel atitude de arrog:ncia do baronete. Dma chance de se e8plicar0 ? conde e a sobrinha entraram.trong-(c)e e a srta. mil.quareC ambas as igrejas eram grandes o bastante para se adequarem à sua idéia de onde o visconde. 7 5ão perguntarei se voc2 j. 7 /mbora ela tenha feito verbalmente. 7 *as acho que voc2 deve contar a cada cavalheiro sobre o pedido um do outro. Eora uma intoler.ohn. 7 *ais uma vez. ? que fazer< ? tema da conversa na sala era. o casamento de .ane e 'aven. ?correu a Pamela naquele momento que os amigos ainda não sabiam por que não aparecera no local de encontro dos tr2s naquela manhã. afinal. ela não conseguira revelar a $olin ou a sua mãe que costumava se encontrar com .mith .. 7 3penas a parecer assim 7 resmungou vovó Arace de sua poltrona. deveria se casar e. 3 garota logo foi calorosamente acolhida por . tomou uma decisão entre seus dois pretendentes 7 murmurou ele. +elinda usando um encantador vestido branco e rosa. ? grupo foi interrompido durante aquela fascinante conversa pelo mordomo anunciando lorde .

Presumira que. sem coment. o jardim. 7 Pamela.trong-(c)e e teria metido os pés pelas mãos. aquilo tudo era complicado demais. a brisa suave soprando#lhe os cabelos. não ficara apreensivo. 4oc2 deve come%ar por lorde . Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $$$ . e Pamela sentou#se. comentando apenas que achava que tinham tido sorte por não terem sido apanhados até então. ? conde. 7 ? fato de que seu irmão tão claramente nos deu um prete8to para estarmos a sós aqui fora. 7 3 menos que voc2 queira que eu o fa%a.. $éus. galopes matinais se tornariam uma realidade novamente. não tendo pensado em como ele interpretaria a situa%ão.. apro8imou#se e deu#lhe o bra%o. 5ão. percebia agora. tratava#a como se fosse mentalmente incapaz< $om o conde sentia#se.. no futuro. depois. presumiu. 7 ? irmão limpou a garganta. . com um marido compreensivo. como uma mulher. inteligente e capaz de cuidar de si mesma. /8atamente. teria lhe dito para sentar#se como uma dama. voc2 j. Pamm(. como seu guardião 7 acrescentou o irmão gentilmente. 5ada mais justo. seu tom bai8o. por mais bondoso que fosse. mas. que continuara agindo como uma crian%a. pensou Pamela. algo a havia impedido de ir ao parque ao encontro deles naquela manhã e. e8ceto aquilo.. tenho algo a lhe dizer em privacidade. sobre o seu pedido. sim. /..ardim< 7 /la fez uma pausa. mostrou nosso jardim ao senhor conde< 7 . de fato. 5o canto ensolarado. Dma vez que sa!ram. /la contraiu o rosto. mas não é sobre.im. sorrindo. mas ele se mostrou filosófico. mas ela viu o que 'aven queria. enquanto e8plicava sua aus2ncia naquela manhã.rio algum a respeito. / aquele era outro ponto a favor de . ? homem acreditava que ela era competente.e tivesse sido $olin. o conde sentou#se a seu lado. Pamela conduziu#o até um canto ensolarado.trong. colocando as mãos em bai8o das pernas. o 6nico no jardim de muros altos.trong-(c)e. que às vezes. portanto. 7 /ra um pedacinho de terreno quase estéril e . com certeza. por seu indulgente irmão mais velho. 7 Devo dizer que tomo isto como um sinal encorajador 7 disse.7 . 'aven não parecia à vontade com . /ntraria de volta naquele papel com $olin. 7 ?h. /ra algo desconcertante de certo modo. havia um banco de pedra.. fitando#a com uma e8pressão esperan%osa no rosto bonito. pensou Pamela# Por alguma razão.. qualquer coisa.. =nsinuou com ar maroto que. 7 De fato. Eora tratada como crian%a por tanto tempo e. amentou sua impossibilidade de ir ao parque para seus galopes matinais dali em diante.vido por luz do sol. especialmente. deveria mostrar o jardim a $olin também.

certo. 7 /u não os achei relevantes a. ainda assim. 7 Por favor. estreitando os olhos sob o sol. $om nervosismo. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $$2 . 7 /le estudou#lhe o rosto. quanto tempo ele levou para.7 ?h. 7 / não é algo muito bom. 7 /. >odos temos passado muito tempo juntos nos 6ltimos dias. >empo demais.. 3s palavras descreviam com tamanha e8atidão o que mais preocupara Pamela em rela%ão à proposta de $olin que se manteve em sil2ncio. . / não conversarei com voc2 enquanto estiver agindo assim. ficou me8endo nas fitas cor#de#rosa de seu vestido.vel. 7 Diga#me.trong.. 73h.. 7 5ão est. 7 . em ser a segunda melhor escolha. Pamela tornou a virar#se e aguardou.. tão convenientemente. 7 5ão é bem assim.. a nós. 9aiva< $ontrariedade< 7 4oc2 deve entender. /st. /le desviou os olhos. 9achel foi o primeiro amor de $olin e. perfeita e majestosa irmã.ua voz soou inalterada. . que eu conhe%o $olin desde que era uma garotinha. a raiva mal contida. voc2 se contentar. lhe ocorreu que voc2 é uma segunda melhor escolha para ele. 5em um pouco.ir $olin teve a honra de me pedir em casamento também 7 revelou Pamela sem pre:mbulo. 7 . então. pensativo.goa e algo mais naquele tom. mas finalmente meteu em sua cabe%a dura que ela jamais se casar. sendo nem um pouco razo. mas ela libertou#a. até ele e a irmã terem aparecido em ondres..#. 7 . 3 nossa amizade. Eicar.. . satisfeita em ser comparada eternamente com sua encantadora. 3ndr@meda. 7 4oc2 conheceu sir $olin 4arens e sua irmã. se não for deselegante de minha parte desejar ter voc2 só para mim um pouco mais.trong-(c)e pegou#lhe a mão. 7 4oc2 nem sequer estaria me contando isso se não estivesse considerando seriamente o pedido de sir 4arens.. eu nunca tinha ouvido voc2 mencionar os dois. 7 Pe%o#lhe desculpas. 7 tentou Pamela. j. com ele e.trong-(c)e manteve#se em sil2ncio e olhou na dire%ão do pequeno jardim. 7 5ada r#ruim 7 disse ela. se estou correto. então.im. dei8ar de amar 9achel e se apai8onar o bastante por voc2 para pedi#la em casamento< 7 3 voz dele soou tensa. 7 Pamela levantou# se para tornar a entrar na casa. não entre. $olin sempre foi apai8onado por 9achel. mas Pamela achou ter notado um ind!cio de m. 7 /.

seu sorriso foi terno. tr2mula. 7 .eus olhos escuros faiscaram. 7 +elinda 7 disse ele.e entendo corretamente. mas. rejeitado pelo amor de sua vida. seus l. 7 5ão foi o que me disse que é apropriado< De quinze Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $$3 . temos de ir.#la. genu!no.. /u estou. sem se arrepender da outra escolha que não fizera< . $olin jamais dissera aquilo.lidos. pu8ando#a para si. / isso depois que eu a pedi em casamento. a rom:ntica recorda%ão da brisa suave da primavera e do cheiro de relva crescendo. >enho certeza de que é um homem digno. . 7 *as eu amo voc2 7 sussurrou. a brisa de primavera soprando#lhes os cabelos. 7 3 carruagem est. que lhe ofereci meu cora%ão. 7 >io. ficaria com a irmã ca%ula dela. do espa%o... com o sol acariciando o rosto dos dois gentilmente. Pamela estudou#lhe o rosto quando ele a soltou. se não podia ter 9achel. minha cara.trong-(c)e levantou#se e venceu o espa%o entre ambos com dois passos. que ele levou apenas alguns dias após sua rejei%ão final por sua irmã insens!vel para concluir que. 7 3dmito que meu orgulho foi ferido. à espera diante da porta da frente.egurou#a pelos ombros.. mas não lhe era igualmente querido< Deveria dizer GsimG naquele minuto e acreditar que seu medo do desconhecido se dissiparia.. 3quele momento poderia se tornar sua preciosa lembran%a de um pedido de casamento aceito.. /la nem sequer esperava que o fizesse.trong-(c)e tornou a beij.trong.Fuando tornou a falar. 5a concep%ão dele. 7 *inha querida.. uma apagada imita%ão da coisa aut2ntica< 7 =sso é cruel 7 disse Pamela. e voc2 me disse que nunca devemos abusar da hospitalidade alheia. 7 /le se interrompeu. 7 *as verdadeiro. não dei8e a familiaridade fazer a balan%a pesar a favor de sir $olin. 7 .bios gentis. que poderia construir uma vida para os dois e para +elinda também. de fato. pensou. mas não e8igentes. c. voc2 est. /la perdeu a no%ão do tempo. 7 .trong-(c)e afirmava que a amava. olhando por sobre o ombro para a sobrinha.. /rguendo a cabe%a com altivez. . .. /u acho. não havia mais aquele tom de raiva em sua voz. enfim. 3quilo era errado< . 5ão era tão familiar quanto o de $olin. +eijou# a. Fuando ele a soltou. estou ocupado. +elinda pousou as mãos nos quadris.. voc2 é tão bom para mim. *as o momento foi interrompido quando +elinda saiu re# pentinamente pela porta dos fundos. considerando um casamento com um cavalheiro que nunca havia pensado em se casar com voc2 antes de ter sido. inquiridores. /la podia dizer GsimG. dentro. 7 /spere l. então.

7 /la j. faz quase uma hora que chegamos. sem sequer ter pedido 9achel em casamento ainda. e então lhe trarei de volta seu irmão. 5eville0 /nquanto caminhavam de bra%o dado até o interior da casa. ?lhou.lise.. enquanto ambos entravam. 5a verdade. 'aven0 7 /la recostou a cabe%a no bra%o do irmão. enquanto Pamela dizia" 7 5ós nos demoraremos apenas meia hora. /u lhe asseguro que é a coisa certa a fazer.8imo para ignorar lorde Barnell. 7 3cho que é ele0 ? visconde respirou fundo. 3ndr@meda levantou#se para ir junto. apressou#se a dizer. /ntrando na casa.trong-(c)e. enquanto observavam a carruagem do conde se afastar.trong-(c)e dei8ou a casa com a sobrinha. . na dire%ão de $olin. feliz. 7 4oc2 levaria Pamela a um lugar< Parece que ela quer algo da modista de chapéus e seria melhor se voc2 a acompanhasse em vez de mim. notando um olhar de seu noivo. então. 7 / então< $omo foram as coisas< 7 ?h. ele lhe sussurrou. passou o bra%o em torno dos ombros de Pamela.ane. despedindo#se brevemente de todos. srta. 3o menos.. 7 $olin. seguiram pelo corredor longo e escuro até a sala da frente e. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $$ . e apertou#lhe o bra%o. 7 5ão descarte $olin tão facilmente. conceda#lhe igual considera%ão e an. mas . 7 4oc2 v2 o que devo enfrentar 7 declarou . a dama tornou a sentar#se. Pamela suspirou. então. temos que conversar sobre que livros comprar enquanto estamos em ondres. o afetado marqu2s parecendo ter#se tornado uma figura permanente na sala de visita dos 'aven. que se esfor%ava ao m. no entanto" 7 /stou impaciente. /stou bastante interessada e gostaria de me tornar benfeitora. $onto com seu bom senso em rela%ão a isso. velho amigo 7 disse 'aven.trong-(c)e. est.. / voc2 deve lhe contar sobre . 5a vez seguinte em que estivessem a sós. minha querida. 4arens.minutos a meia hora< . enquanto punha a mão no bra%o da outra mulher" 7 . 3nd(. e temos de ir à casa de lad( *ilsham. / escolha a mim. não se demore a tomar sua decisão. seu bom humor quase restaurado por completo pelo beijo. De bom grado. Por favor. ainda não falamos o bastante sobre a escola das damas para as crian%as pobres em esle(dale.rta. =sso é culpa sua. dando aulas a mim sobre etiqueta. Pamela meneou a cabe%a. 'aven.

levando#os até a relativa tranqJilidade do parque. 3companhante mais improv. tenho uma coisa muito importante a lhe dizer. /stava em seu poder.?s dois estavam na carruagem leve e aberta de $olin e a caminho quando ele se virou para fitar Pamela. Daquele modo. 7 . /ra a atitude certa a tomar. ? que voc2 tem a me dizer< Pamela abriu a boca e logo tornou a fech. 7 Do que se trata tudo isto< .vel para isso ele não poderia ter escolhido. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $$! .im. a decisão estaria tomada e poderia prosseguir com sua vida.ei que 'aven não me enviaria à modista de chapéus com voc2. naquele momento.#la. dizer#lhe que recusava educadamente o seu generoso pedido de casamento. $olin. e a carruagem ganhou velocidade. Podemos passear pelo parque< /le guiou habilmente a parelha.

enfim.. eu fico muito honrada. 3mbos permaneceram em sil2ncio durante os minutos seguintes. sabe. os jardins desabrochando e8uberantes. /u sei que não deveria interromp2# la. a dama perfeita para mim tem estado bem debai8o do meu nariz. *as eu só queria dizer que pedir a voc2 que se case comigo. ir@nico. $olin tornaria as coisas mais dif!ceis... o cenho franzido. conduziu a carruagem para além do caminho apinhado Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $$6 . Presumo que pare%a apressado. 5ão era e8atamente aquela a obje%ão de . uma onda de p:nico dominando#a. quando o tempo todo estive tão enamorado por sua irmã. >ocada. prosseguiu. enfim. Disse que eu. minha irmã realmente me abra%ou. 7 /le lutou com as palavras e. finalmente. 7 Primeiro. esse s6bito interesse em voc2. estava demonstrando um pouco de bom senso. 7 /u sinto que preciso e8plicar. Pamela esperou até que estivessem no caminho que levava ao cora%ão do parque para dar in!cio à conversa" 7 $olin.bito que tenho e um que tentarei superar. 7 I como o dia de hoje. 7 Fuando lhe contei que havia pedido voc2 em casamento. I um péssimo h.. tflburis e charretes durante aquele hor. florescendo com a ajuda das chuvas fortes dos dias anteriores. 3té me abra%ou0 7 /le riu. /u me sinto como se tivesse finalmente sa!do para a luz do sol depois de anos vivendo na escuridão. sua mente trabalhava freneticamente. 7 Para dizer o m!nimo 7 concordou $olin. pensou Pamela. Pamela meneou a cabe%a para uma dama conhecida. Pamela esbo%ou um sorriso. mas. >enho sido tão cego quando. com a idéia de voc2 ir viver em $orleigh..trong-(c)e ao pedido de casamento de $olin< ? que seu velho amigo estava prestes a dizer< Permaneceu em sil2ncio. $olin mantinha as mãos firmes nas rédeas enquanto guiava a parelha por entre as muitas carruagens. 7 3nd( est. 5ão queria mago. 'avia aprimorado aquela aura de serenidade que nunca fora sua. Pamela. por bai8o de sua fachada de placidez..rio mais concorrido do dia. por favor.#lo. 7 /la e 9achel nunca tiveram muita afinidade. determinada a pelo menos ouvi#lo. diminuindo a velocidade para dei8ar os cavalos seguirem a um passo lento pelo caminho movimentado e bai8ou os olhos para as mãos grandes e magras que controlavam as rédeas.Capítulo '&III ? parque era verdejante e apraz!vel sob o sol da tarde. ? que iria dizer agora< /le guiou a carruagem aberta na dire%ão de uma parte mais tranqJila do parque. o tempo todo. até que ele. fazendo um gesto em torno de si. empolgada.

bito de acreditar que estava apai8onado por 9achel.ubitamente vermelho feito um pimentão. agora posso respirar. estava a jovem dama perfeita para mim. diariamente.ei que poderia se casar com alguém melhor do que eu 7 comentou ele humildemente. ainda assim.. ou.vel transforma%ão ondres fez a voc2.8imo para fazer poesia e discursos floreados para tentar conquistar o cora%ão de 9achel. o homem com o qual ansiara se casar desde que tivera treze anos. 'avia um tom desejoso na voz dele. 5ão conseguia ficar zangada com $olin nem mesmo quando o via agindo de modo controlador. 3quele era $olin. 3cho que. 7 3h.eu velho amigo falava do que era certo para ele. jamais deveria ter usada essa palavra na sua frente0 3penas estou tão acostumado a voc2. desviando#o. 7 Pamm(. Detesto as multid&es de ondres. Palavras nunca tinham sido seu ponto forteC sempre fora do tipo mais dado à a%ão.pido olhar e. que voc2 é uma segunda melhor escolha de forma alguma. que apenas adquiri o h. ? aturdimento dei8ou Pamela em sil2ncio. 7 5ão sou considerado um ótimo partido. suas roupas.trong-(c)e afirmara. era o que parecia. Pamela soltou um suspiro.. 7 /le me8eu#se no assento. 7 *as. idade o bastante para come%ar a pensar naquelas coisas. 7 $olin teve vis!vel dificuldade com sua e8plica%ão. /. 7 .. onde os cavalos podiam seguir um pouco mais depressa. o que ela própria temera.. e o homem vive per# fumado como um prost!bulo0 7 . >inha sempre os melhores interesses dela em seu cora%ão. 7 5ão quero que voc2 pense que isto é apenas.. mas seus sentimentos eram bem mais profundos do que as palavras. e Pamela sentiu sua raiva crescendo.. 7 /ra como se meus olhos estivessem lacrados com cera. lan#%ando#lhe um r.im. . $éus. 7 Pamela mal podia crer que se mantinha tão calma e fria. como ela o suporta< . 9achel é.. 5ão era um poeta.. e tenho ci2ncia disso. mas e quanto ao que era certo para ela mesma< 7 4oc2 é bem#nascida.ão um bando de amadores que nem sequer sabem segurar as rédeas direito.. Barnell. $olin0 ? objeto de todos os seus sonhos. . mesmo que não tivesse. e isso não me permitiu en8ergar que. então... é linda. 7 5ão que voc2 não seja0 Fue not. ?nde era mesmo que eu estava< 7 4oc2 estava e8plicando como seu interesse mudou tão repentinamente de 9achel para mim. /. aquela d6vida inquietante persistia. esse fato tem#me sido revelado ao observar aquele janota. 3quilo era o que . então. virou#se para fit.. . sinto#me Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $$" . um caminho tranqJilo. parecendo constrangido. embora tivesse se empenhado ao m. bem diante dos meus olhos. ao menos.#la com ar alarmado.até espa%o aberto.eu jeito afetado de falar. /ncontrou.

/u fico me desviando do assunto em questão. 7 ?u%a 7 come%ou ela.trong-(c)e. pois aquilo soava realmente como se o que ele mais gostasse a seu respeito fosse o pouco inconveniente que ela lhe causaria. erguendo uma mão.. sentiu#se envergonhada. franco. 7 5unca notei como voc2 é ador. 7 /u não creio que. ... o fato de um conde querer despos.. 7 5ão. e não pensava em .tão à vontade em sua presen%a que nem sequer parei para escolher as palavras. 7 ? que acha desta parelha. a propósito< . *inhas desculpas. e.vel tarefa pela frente. muito bonita... 7 Porém mais do que isso 7 prosseguiu $olin 7. 3ndr@meda. o marqu2s é realmente um partido melhor do que eu.erpentine. $olin seguia por um rumo perigoso. *uito. embrando#se de sua razão para estar naquele passeio. Pensamos de maneira igual nesses aspectos. 3borrecida. onde eu estava< ?h.#la0 . *as voc2. como uma daquelas fadas de jardim em que mamãe acreditava e das quais vivia pintando figuras. 7 /. afinal. 7 $olin corou e virou#se para observ. /le logo retomou o assunto em questão. 4oc2 adora o campo tanto quanto eu.. eu jamais teria de me preocupar com a possibilidade de voc2 ficar se lamuriando para vir morar em ondres.#la com um olhar firme. / cavalos. ela sempre dizia que voc2 era tão pequena. 4oc2 se lembra< /la costumava usar voc2 e 9achel como modelos porque 3ndr@# meda era alta demaisC ela sempre amou voc2s duas. 7 5ão.s. apesar de tudo isso. dei8e#me terminar0 7 disse ele. dei8e#me terminar.vel. sim.. enquanto a outra segurava as rédeas tranqJilamente. 5ão estava competindo com 9achel para ver quem conseguiria atrair melhor partido. enquanto atravessavam a ponte. não< +astante dóceis. 3quilo talvez confirmasse a $olin quanto ela era valorosa. 7 /le limpou a garganta e observou o .. /u os comprei dois dias atr. como eu disse.ão ótimos animais. bonita. Pamela deu#se conta de que ainda tinha a desagrad.e o baronete continuasse falando. voc2 re6ne uma feliz combina%ão de caracter!sticas que eu gostaria numa esposa. / sei que voc2 poderia se casar com alguém melhor também. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $$8 . Desse modo. Pamela ponderou que aquele era outro detalhe importante.trong-(c)e como um conde. $olin dissera que devia aprender a parar de interromp2#la. apenas como um prezado amigo.. mas não parava de faz2#lo0 . o campo. tinha um t!tulo de nobreza quase tão importante quanto o de Barnell0 =mediatamente após o pensamento ter#lhe ocorrido. lorde Barnell. ela teria sua decisão confirmada até o final do passeio0 7 De qualquer modo.trong-(c)e sempre a ouvia e dei8ava#a terminar o que estava dizendo. perfeita e.

7 Pamm(. e a carruagem aberta ganhou velocidade. cavalgando pelas charnecas. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $$# .abia o que aquilo significavaC era uma garota do campo e como se dava a procria%ão. Pamm(.rio de treze anos.. de repente. /8atamente quando j. 7 Pelos céus0 5o meio de um parque p6blico< 7 *as. =nstigou a parelha. e ela mesma< >inha mesmo certeza< 5ão havia decidido menos de uma hora antes que . não aqui0 5ão agora0 7 /ntão. Pamm(C voc2 pertence às colinas e às florestas. e ela teve a sensa%ão de que talvez devesse dizer GsimG a $olin imediatamente. eu tenho tantos planos0 /u.. 7 ? tom dele era sincero e cheio de sensibilidade. sabe. pois a voz teria soado embargada pelas l.. 7 ? qu2< 7 /u falei para voc2 me beijar0 7 /la se apro8imou mais dele no assento.trong-(c)e< 7 $olin. enquanto passavam pelo meio de um arvoredo. 7 . 3quilo dei8aria tantas pessoas felizes0 $olin. quando e onde< 7 /m algum outro lugar 7 respondeu ele.. não era mistério algum.ane.grimas que formavam um nó em sua garganta. e seu jeito de falar era geralmente direto demais.. beije#me0 7 disse. 7 *as. . $om $olin< . Aostava de colocar suas damas firmemente no alto de um pedestal. que nem sequer a beijara ainda< =ria gostar daquilo< /stremeceria quando ele a beijasse como acontecia quando estava nos bra%os de . *as com $olin< $olin.. um meio ainda melhor de vener. $olin corria o risco de ter um cora%ão rom:ntico. 7 Pamm(. 'aven. /ra a e8ata imagem que tivera durante anos. tivera certeza de que ele jamais lhe diria algo de fato lisonjeiro. na verdade. /ra conhecido por chamar a si mesmo de apenas um fazendeiro. desde seu anivers. eu posso ver voc2 em $orleigh. mas. no jardim. ...bulos. a voz brusca. quando alguém lhe perguntara qual seria seu desejo.#las.eu lugar é em $orleigh.. ? caro e antigo sonho reviveu em seu peito. dos animais e humana. nos est.. Pamela não prestou aten%ão às palavras seguintes. Pamela não p@de falar.trong-(c)e era seu eleito< 7 / nós ter!amos filhos para desfrutar todas as melhorias que far!amos em $orleigh.Pamela soltou um suspiro. enquanto a idéia de ter filhos com $olin era assimilada por sua mente.. 3ndr@meda. desejara que ela e $olin se casassem algum dia e cavalgassem juntos pelas colinas e vales de $orleigh.ecretamente.. comporte#se. Eilhos.

/ eu sou feio feito uma bota velha. vou eu outra vez. creio eu. olhando na dire%ão da margem mais distante do lago. 7 3h. não quis dar a entender que o homem não poderia querer se casar com voc2 por outras raz&es. desconsolado. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $2% . 7 4oc2 tem outro. e . mas era evidente que estava mais indecisa do que nunca. eu tenho outro pedido de casamento a considerar. na sua casa< / que tem estado rondando feito um garanhão no cio< 7 $olin cobriu a boca com a mão rapidamente. sua grande cavalgadura0 I sobrinha dele.trong-(c)e< 3quele homem que estava l. tenho apenas seis ou sete anos a mais do que ela0 7 Perdoe#me.trong-(c)e0 7 . 7 Perdoe#me. 7 Por que ele quer se casar com voc2< Pamela estava prestes a lhe dar uma resposta zangada. voc2 não se perguntou por que 'aven quis que sa!ssemos juntos< /le deu de ombros. à procura de uma mãe para ela. $omo posso competir com um cavalheiro daqueles< I um conde0 Dinheiro.rio soasse como pareceu. viu que ela se empertigava. De fato. 5unca esperei isso. imbuindo#se de toda a dignidade que possu!a para declarar" 7 Do conde de . manteve#se em sil2ncio por um minuto. l. I mesmo sobrinha dele< 7 . posi%ão 7 acrescentou. 7 $olin. 7 5ão. 7 +em 7 disse $olin com um suspiro. 7 >enho competi%ão pela sua mão. 7 / é distinto e atraente também. Eeito antes do seu./la soltou um suspiro de impaci2ncia e afastou#se um pouco para o lado. Pelos céus. 7 De quem< 3 incredulidade em sua voz a magoou. $éus. não quis que meu coment. 5ão fique aborrecida comigo. poder. an%ando#lhe um olhar. havia levado em conta. Pamela endireitou os ombros. 7 Para termos algum tempo juntos. falo sem pensar0 7 /ntão.. o que entendia sobre ser uma condessa< 'avia muito mais naquela questão de casamento do que j. Pamm(. mas onde quero chegar é" um conde< ? que voc2 entende sobre ser uma condessa< 3quilo a apanhou de surpresa.im. as rédeas frou8as em suas mãos. $omo conseguiria se decidir< 'avia pensado que j.. chegara a uma escolha.. 7 Eranziu o cenho.. eu tenho. /le fez os cavalos pararem abruptamente. suponho que o homem queira uma mãe para a menina. Fuero dizer. mas o baronete tornou a interromp2#la. voc2 sabe que não consigo fazer discursos bonitos. $olin. 7 ?h.trong-(c)e não est.. Pamm(0 Os vezes.

7 $olin.3 raiva de Pamela abrandou#se. não ser. Pamela apertou#lhe o bra%o e saltou do assento da carruagem. calor aqui0 ? bastante para fazer um sujeito querer parar de dan%ar em definitivo. 4oc2 não é uma garota mercen. 7 / então. Por ter#me lembrado. 7 /u. $olin acenou#lhe e tentou sorrir. 7 Aosta dele< 7 .im. embora não desaparecendo por completo. $olin< 7 perguntou#lhe.. claro.. é verdade. transpirando e e8asperado. $olin fez com que os cavalos prosseguissem. Dm salão lotado era uma boa refer2nciaC significava que o baile era concorrido. 7 4eremos voc2 hoje à noite. ele fitou#a nos olhos. Pamm(.. acho que não devo cham. em face à maneira como ele estava se menosprezando. 9achel juntara#se ao grupo da fam!lia de lorde Barnell.#la assim. 7 ? rapaz meneou a cabe%a para cumprimentar os demais. não é mesmo< *as Gsrta. além de 'aven e . perguntou#se Pamela. 5em fr!vola. ? salão de baile estava quente e apinhado.im. Por que as pessoas faziam aquilo. mas falou apenas com Pamela. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $2$ . 3nd( e eu estaremos l. ? irmão mais novo do marqu2s rumara direto para a sala de carteado no momento em que haviam chegado. 7 *inha nossa. ?brigado por isso. sua mãe de ar irritadi%o e sua tia prepotente. 4oc2 poderia pedir a 3nd( que sa!sse< ? tom derrotado na voz dele tocou o cora%ão sens!vel de Pamela.ria.. ela olhou para tr. est.s. PamelaG soa como algo tão formal. baseada em quem tem mais terras ou t!tulo de nobreza mais elevado. que se reunira ao grupo naquela noite. 7 5o baile dos Par)hurst< /le respirou fundo e endireitou as costas no assento. eu não vou entrar.. 7 . voc2 j.im. voc2 sabe que. 5o alto dos degraus da frente. enquanto o mordomo abria#lhe a porta. 'ã. qualquer que seja minha decisão. *as ainda assim0 /la estava com a mãe e vovó Arace. os anfitri&es benquistos e influentes. pelos céus. sucinta. convidando muito mais gente do que suas casas teriam condi%&es de acomodar< /ntendia o princ!pio.ane. 'ouve sil2ncio no caminho de volta. Fuando se apro8imaram da casa. reuniu#se a ela depois de ter dan%ado com outra garota. sim. $olin limpou a garganta. Arato. De8ter. tomou sua decisão< 7 5ão 7 respondeu ela. 7 . ?u em quem é ou não mais bonito.

De8.. 7 5ão me importo. o sujeito é a própria perfei%ão. 7 +elinda< 3 sobrinha do velho .7 /st. /st. ? conde pediu voc2 em casamento< 7 / se foi o caso< Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $22 . . Daqui a quatro anos. vamos. ela precisava de aconselhamento.trong-(c)e parecia ir saindo pouco a pouco daquela concha em que encerrara deliberadamente a si mesmo. seus olhos se arregalando. 7 5ão v. 7 *as é um sujeito um tanto sisudo demais. *ilton est.trong-(c)e0 7 ?h. me dizer. e De8ter pareceu magoado. mas. /ra por que a amava< /le lhe dissera sem hesitar que a amava. gostaria< Pamela riu. por outro lado. vinte e tr2s. então. +elinda ter. *as. $olin. 7 4oc2 não pode afirmar que o homem é sisudo 7 argumentou a fim de encerrar a discussão 7. embora tivesse afirmado que gostava dela. voc2 ainda não est. Por que não o fizera< 5ão deveria< ?h. citando uma debutante que acabara de formar uma alian%a de fam!lias bastante vantajosa. 7 3 propósito. sim. apenas aborrecido porque agora a srta. Fue responsabilidade ser amada representava. não o queria. pronto para se casar e sabe disso. então. e aquilo a amedrontava mais do que tudo. Pamela pensou a respeito. rindo de algo que ela dissera ou fizera. 7 ?ra. depois de ter jogado cr!quete com ele durante horas em 9ichmond. dezessete e voc2 ter. 7 =sso é verdade. tolo. voc2 não gostaria de se casar comigo.. noiva e não dan%ar.trong-(c)e< 3quela crian%a< 7 /la não ser. 7 4oc2 o acha mesmo assim tão velho< 7 /le tem trinta anos0 7 *as ele não me parece velho. mais com voc2 7 provocou#o ela. muito melhor para voc2 esperar quatro anos e se casar com +elinda. na verdade. . 3chara#o circunspecto também. 7 De8ter observou#a. Prefiro dan%ar com voc2.er. não dissera que a amava ainda. dera#se conta gradativamente de que ele era um tanto reticente e que os recentes acontecimentos em sua vida tinham#no levado a se retrair mais. em sua companhia. De8ter não vira o conde jogando a cabe%a para tr. / não se refira a milorde como o GvelhoG . certo.s sob o sol matinal. mais uma crian%a. pois aquilo dava a uma pessoa o poder de tornar a outra feliz ou triste0 5ão buscara aquele poder. devemos ter respeito pelos mais velhos e tudo mais.

s da tarde ofereciam entretenimento com as animadas conversas das damas e o uso de vestidos bonitos.7 Htimo para voc2 7 disse o amigo. notou Pamela. lad( 'aven chamou . ?u devo dizer" Gmilad(G< 7 5enhuma das duas coisas. senhoras 7 disse . Dresden. ela realizara seu objetivo. 7 . e ela se divertiu. 7 ?l. e sua noiva. por que agora se sentia tão confusa e angustiada< Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $23 . enquanto ela o convidava em voz alta para que fosse ao casamento.trong-(c)e. 3inda ansiava pelo campo. a srta.ane< 7 sussurrou Pamela. 7 Pamela. ? conde lan%ou olhares na dire%ão dos dois. 'aven. porque agora $olin achava#a uma futura esposa adequada. afinal. /ntão. e ch.trong-(c)e em seus passos. Pamela bateu#lhe no bra%o.#la. 7 *il. de seu filho. .trong-(c)e tirou#a para dan%ar no in!cio da m6sica seguinte.cil. 7 5ão seja cruel com sua irmã. 7 I um e8celente partido. I o que minha mãe diz. 7 . $olin não era tão habilidoso quanto .ane num fio de voz. tolo. segurando#lhe o bra%o. fazendo uma mesura com ar zombeteiro. céus. mas havia divertimento em ondres também. não tão à vontade quanto estivera antes. . subitamente irritada pelas tolices do rapaz. De qualquer modo. De8ter fez uma contin2ncia. Pamela 7 disse $olin formalmente 7. o que quer que tenha feito e8ercera efeito.trong-(c)e.. naturalmente. 3quilo a levou a se perguntar o que estava fazendo. assim. que confusão estou fazendo disto. 7 ?h. ?s dois homens pararam e se entreolharam. ? que devo fazer.. ambos dan%aram. /. mas foi detido pela mão firme de lad( 'aven em seu bra%o. / se ela achou que algum dia ele olharia para a minha irmã tão sem gra%a. com a sobrinha. Eora para ondres para se tornar uma dama adequada para $olin e acabara descobrindo que.. . >assie. daquele modo. 4.ane apro8imou#se naquele momento.im. 7 +oa noite. . 5aquele momento. achei que deveria avis. trezentos e quarenta e quatro 7 resmungou vovó Arace.eus dois pretendentes chegarem e ambos estão. e $olin apro8imou#se com ar triunfante de Pamela. mas manteve#se quieto. senhora.rta. gostaria de dan%ar< /. .e Pamela esperara uma dan%a do campo para tornar sua decisão mais f. 7 4indo nesta dire%ão 7 concluiu . mas havia muito riso nele. aquilo não ajudou em nada. Desde que não galopasse ao amanhecer de cal%as compridas em sua égua. não era tão inadequada quanto pensara. +ailes não eram c:maras de tortura.. a todos 7 falou $olin. dar uma volta 7 falou ela.

Fuando a dan%a terminou, ,trong-(c)e perguntou#lhe" 7 Aostaria de caminhar pelo jardim comigo< 7 ,im... hã, não. /u não posso. Dm brilho caloroso nos olhos castanhos, ele murmurou com# preensivo" 7 5ão confia em si mesma quando est. comigo< 7 5ão é isso. 7 ?u era< ,trong-(c)e deu#lhe o bra%o, e ambos come%aram a caminhar de volta até o grupo da fam!lia dela. 7 ? que é, então< 7 3té que eu tenha tomado minha decisão, acho que não devemos ficar a sós dessa... maneira. 7 4oc2 me negaria os meios de promover minha corte< 7 *as eu não acho que minha decisão deva ser tomada apenas porque g#gosto dos seus beijos0 7 3o menos, voc2 admite isso. 7 /nquanto a levava de volta até a companhia de ;ane, fez#lhe uma mesura, dizendo" 7 9espeitarei seus desejos. Posso lhe fazer uma visita amanhã e lev.#la... junto com +elinda, é claro... para um passeio no parque< 7 $ertamente 7 respondeu Pamela, altiva. Fuando ele se afastou, mordeu o l.bio inferior e virou#se para a futura cunhada. 7 ;ane, preciso desesperadamente dos seus conselhos. 7 5ão lhe darei conselhos sobre quem voc2 deva escolher para se casar 7 avisou#a ela. 7 *as podemos conversar sobre tudo que quiser. 7 ?brigada 7 disse Pamela. ,trong-(c)e não tornou a se apro8imar de Pamela por algum tempo no decorrer do baile. Eicara bastante abalado pela revela%ão de que tinha um rival na disputa pela mão dela. >entara manter uma fachada imperturb.vel com ela até então, mas não sabia quanto tempo aquilo duraria. /m sua distra%ão, não notou quando um casal se apro8imou dele. 7 ,trong 7 disse#lhe uma voz familiar. /le ergueu os olhos. 7 Dorothea0 /ra, de fato, Dorothea com o marido. 7 ,trong, posso lhe apresentar meu marido, lorde Dalhousie< ?s dois homens apertaram#se as mãos, friamente. 7 5a verdade, nós j. nos conhecemos, minha querida 7 afirmou Dalhousie. 7 $omo vai o velho lorde Eingal, ,trong-(c)e< 7 $omo sempre. Aosta do som da própria voz. 7 4oc2 poderia ir me buscar um refresco< 7 Dorothea pediu ao marido. 7 /stou com um pouco de calor. /le pareceu preocupado e massageou#lhe o ombro com gentileza.
Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $2

7 Fualquer coisa para voc2. 7 *as, enquanto se afastava, ainda lan%ou um olhar de preocupa%ão por sobre o ombro. 7 /ntão, ele sabe que eu e voc2 fomos noivos. 7 ,trong-(c)e ainda não conseguia afastar o antigo qu2 de amargura na voz. 7 I claro que sabe. 5ão se lembra dos me8ericos no jornal quando liberei voc2 do nosso compromisso< 5ão sa!da situa%ão parecendo muito bem. 7 /u pareci um completo tolo. 7 /le correu o olhar ao longo do salão. 7 3o que parece, estou destinado a ser sempre o segundo melhor. Dorothea acompanhou#lhe o olhar. 7 ,rta. Pamela 5eville. Fue jovem ador.vel, ,trong, tão espont:nea e doce. 4oc2s estão... noivos< /le sacudiu a cabe%a. 7 /u a pedi em casamento, mas a dama est. indecisa 7 contou. 7 5ovamente, tenho um rival. / ele tem a vantagem de ser um velho amigo de fam!lia e, temo eu, dono da prefer2ncia do irmão e guardião da jovem. 7 ,trong, eu lamento tanto a maneira como as coisas terminaram. 7 Dorothea tocou#lhe o bra%o. 7 ,e eu tivesse sabido como voc2 realmente se sentia... mas voc2 sempre foi tão reticente. /le olhou para a mão delicada em seu bra%o e franziu o cenho. 7 Eoi o que tentei reparar em rela%ão à srta. Pamela, mas isso pareceu fazer pouca diferen%a. 7 4oc2 lhe disse como se sente< 4oc2 a ama< 7 ,im... sim, eu amo. /, sim, eu lhe disse. *as acho que eu realmente não havia entendido muito bem isso até agora. 7 ,trong-(c)e fitou os olhos de Dorothea e ouviu, pela primeira vez, o seu cora%ão. 5ão, não a amava mais. /stava verdadeiramente curado, e Pamela fizera o que um ano de amargura não conseguira. /nquanto Dalhousie se apro8imava de volta com um copo de refresco, Dorothea apressou#se a dizer" 7 ,e voc2 a ama, lute por ela, ,trong. 4oc2 merece vencer desta vez. /la é jovem, como eu era, mas acho que est. pronta para amar voc2. Ea%a#a ouvir o próprio cora%ão. 5ão corra riscos. Dalhousie juntou#se aos dois e entregou o copo à esposa. /la agradeceu#lhe com um sorriso, e ambos se afastaram devagar. 5ão corra riscos. ,trong olhou ao longo do salão de baile até onde sir $olin 4arens e sua irmã estavam reunidos ao grupo da fam!lia 'aven, rindo e conversando como os velhos amigos que eram. +em, se teria de se plantar na sala de visitas deles, não hesitaria em faz2#lo. Pamela ouviria seu cora%ão e o escolheria.
Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $2!

/le respirou fundo e se adiantou na dire%ão do grupo. 5ão a dei8aria sozinha para tomar a decisão errada. 5ão correria riscos.

Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson

$26

no caso sua mãe. com a ajuda da mãe e da avó.qua#re. .ane em sua mente. e ele honraria as promessas que lhe fizera. ele tirara proveito da situa%ão.ohnNs. chapéus e pacotes.abendo que ela detestava ondres. dissera a si mesmo que era apenas aquilo. ele e . ela ficaria feliz.t. fizera todas as e8ig2ncias e a outra. 7 5ós falamos com o vig. uma vez que a mãe o obrigara a levar de volta a grande mesa de nogueira para l. Dei8ando a biblioteca e seguindo pelo corredor para ir à procura de . uma vez que estivessem casados e juntos. a e8ata coisa que ambos haviam resolvido que não queriam.ane.lido e infeliz de . seu pai. dizendo que a sala do andar de cima estava reservada para a elabora%ão de planos de casamento. Einalmente. $éus. depois de muita Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $2" . /la cedera bondosamente. queria casar#se com ela e o que importava onde e quando aquilo acontecesse< Fuanto antes não era melhor< 3final. tudo que via era o rosto p. e8aminando contas enviadas pelo administrador de suas terras.ane fariam as coisas a seu modo. queria am. Dei8aria que os outros determinassem os rumos de seu casamento< 5ão. ele enterrou o rosto nas mãos e. embora aquilo só pudesse acontecer depois que ele tivesse assegurado o futuro de suas irmãs. o banqueteiro. De nada adiantava.. como queria. persuadira#a a concordar com um casamento de sociedade. murmurando algo sobre ter de ir se arrumar para uma visita matinal de lorde Barnell. .acrificaria seus próprios desejos por ele e.Capítulo 'I' 'aven tentava trabalhar junto a sua mesa na biblioteca escura. ela teria seu casamento em esle(dale. desistiu. ele. 5ão ficaria< *as o que ele queria para seu casamento< Decidira muitos anos antes que jamais conduziria o seu como fora o de seus pais. sabendo que 9achel e Pamela precisavam da oportunidade para encontrar um marido. estar a seu lado. 7 4alenciano.#la sem mais demora.mith . despos. *as então. 3mava#a. finalmente. . ele a obrigara a ir até ali e a ficar. 3 um dado momento. 9achel subiu as escadas. / tudo porque ele a queria. e ele concordou em realizar a cerim@nia 7 relatou lad( 'aven ao filho. sabendo daquilo. . tivera de ceder ou sofrer. em . /ficientes criadas apro8imaram#se para apanhar luvas. /le não conseguia pensar. 3inda que se passassem muitas semanas antes que pudessem se casar.#la. 3quela seria maneira de come%arem a vida de casados< =nquieto. ele saltou da cadeira e come%ou a andar de um lado ao outro da biblioteca. faria as coisas da maneira certa. ? tempo todo. onde uma das partes. concordou com o meu pre%o. viu#a justamente chegando com sua mãe e 9achel de uma ida às compras. /nquanto trabalhava.rio da .ane apenas cedera porque o amava e não queria v2#lo infeliz.

ane. *as isso mudar. eu lhe prometo. sentada no jardim nos fundos da casa.negocia%ão. . / contratei alguns criados a mais. 7 3 sua. nós podemos e faremos isso.. veemente. podemos mesmo< 7 /la afundou o rosto no peito dele.enn(. voc2 est. nós podemos esperar< Podemos esperar até voltarmos para casa. Por que era tão dif!cil< Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $28 . devo dizer. uma vez que tenho um hor. uma vez ou duas. o rosto p. mas nos falaremos depois. então. >enho de decidir. ela afastou uma folha molhada e observou um besouro voando para longe. 7 . /la meneou a cabe%a em sil2ncio. voc2 poder. 7 /la come%ou a subir as escadas enquanto falava.. 7 5ós não a dei8aremos assumir o controle de nossas vidas dessa maneira.. Dm homem vir. 5ós cancelaremos essa coisa toda e voltaremos ao norte para nos casarmos tão logo esses assuntos de Pamela e 9achel estejam resolvidos. tinha o olhar fi8o em algum ponto distante.. embora não tenha agido dessa maneira por um longo tempo. fitando#a nos olhos. comprou toalhas novas para as mesas.rio se teremos convidados para o almo%o de casamento. 3 casa alta projetava grandes sombras e cada canto do jardim era escuro e 6mido. 7 ?h. bem< 7 'aven segurou#a pelos ombros. eu lhe prometo.. a sua mãe cuidou de preparativos com o banqueteiro. 7 >ambém en# comendei cortinas novas para a sala de estar e h. I poss!vel< 'aven soltou um profundo suspiro.rio marcado para o in!cio da tarde com o.e cheguei a faz2#lo algum dia.lido. 3inda sou o senhor da minha própria casa. pensou Pamela.. ou%a o que lhe digo. fazer e8atamente o que desejar. mas seus olhos estavam marejados. e ele fornecer. ? que fora fazer< Por que colocara seu próprio desejo ardente e a vontade de sua mãe acima dos sonhos de sua amada< 7 5ós não faremos isso 7 prometeu. Piscou. 7 *inha querida... outros detalhes que quero lhe contar. o almo%o e o bolo de casamento.#la nos olhos. 'aven estreitou#a em seus bra%os.. 7 3fastou#a apenas um pouco de si para fit. 3té l. 7 3 voz estridente dela desvaneceu#se no escuro do alto da escada enquanto a dama desaparecia. 4oc2 ficar. para consertar o vidro na janela da biblioteca. $om a ponta da meia bota. planejou os detalhes do almo%o e. 7 *eu amor. enquanto a abra%ava com ternura. encomendou metros e metros de tecido para cortinas. 5ão havia sol ali naquela parte do dia. *as nós nos casaremos em esle(dale. mas não se moveu do vest!bulo.. eu lhe prometo. mas é necess.. Aerr(. pasmo com o pre%o que paguei apenas para ter os tapetes limpos a tempo. >enho de decidir. . precisaremos dela limpa e arejada para ser usada pelos cavalheiros que queiram fumar seus charutos e tomar vinho do Porto..

depois de olhar para o mirrado jardim com desdém. casada e se mudando dentro de poucos anos. mais dinheiro. quando todos na casa j. afinal< 3 porta dos fundos se abriu e 9achel saiu.vel num vestido azul# celeste e. ambos tinham estado l. mas que tornara a dei8. quando ela sa!ra. ela achara aquilo um tanto ma%ante após um certo tempo. 7 ? que h. ela a concedera a De8ter. sempre charmoso e gentil. sobretudo quando $olin come%ara a trat. refletiu. lisonjeiro.trong-(c)e poderia ser um ótimo tipo de marido para uma garota como ela. 7 Eiquei sabendo que $olin pediu voc2 em casamento 7 falou sem pre:mbulo. afinal. 7 . apro8imou#se do banco de pedra onde Pamela estava sentada. era para fazer o que seu cora%ão lhe mandasse.im.ane. cada um de um lado. estar. guiando#a até a carruagem e ajudando#a a subir. Eora a realiza%ão de todos os seus sonhos de garotaC como poderia ter dado as costas àquilo< 5ão seria absurdo recus. *as o que era. para pensar< 7 retrucou 9achel. e até dan%ara com ela uma segunda vez.trong-(c)e tem 7 come%ou ela. incrédula. 9ev2#lo fora algo que a confundira novamente.veis nos dedos da mão enluvada 7 um t!tulo melhor. *as lembrava#se de como ficara confusa com o pedido de casamento de . 3s coisas haviam mudado demais ao longo dos dias anteriores. ? que teria feito se $olin não a tivesse pedido em casamento< >entou recordar os dias antes de seu surpreendente pedidoC foi dif!cil. quando jurara sob incont. >inha de tomar uma decisão e depressa. +elinda. então. $olin chegara. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $2# .#lo agora.trong-(c)e.. por enquanto.. também. /ntão. / $olin. estivera no melhor de seu comportamento.veis luas cheias que tudo o que queria na vida era casar#se com $olin< ? conselho de . /.3 noite anterior era um e8emplo perfeito do motivo de ser tão dif!cil. contrariada.#la como uma dama em vez de uma crian%a. portanto. 7 4oc2 fisgou um conde0 Precisa realmente pensar entre os dois homens< . 3inda não cheguei a uma decisão. Precisara de alguns dias para se acostumar a v2#lo como pretendente em vez de apenas amigo estimado. 7 / o que voc2 lhe disse< 7 5ada. enumerando#lhe os pontos favor. ?s dois homens haviam discutido por causa da dan%a do jantar e. sentando#se no banco ao lado dela.trong-(c)e. na conversa de ambas após o baile. uma propriedade maior e nenhuma irmã solteirona vivendo com ele.#la preocupada demais com seu dilema. estivera especialmente galante. estavam dormindo.ria. desdobrando#se igualmente em aten%&es. Eora uma cena quase hil. ador. . relembrando. e8atamente quando come%ara a achar que .

#lo. a voz endurecendo 7. Pamela estava prestes a falar. mas Pamela podia perceber a tensão que dominava a irmã. e entendo isso.cil. até mesmo para voc20 7 4oc2 diz isso porque nunca gostou de $olin dessa maneira.eus modos impec. /u poderia t2#lo chutado e ele teria reverenciado o machucado0 7 5unca pensei nas coisas dessa maneira 7 comentou Pamela.. ser observada como se voc2 fosse uma deusa. $éus. suplicando" 7 5ão se case com $olin apenas para ficar perto de 'aven $ourt. /stou longe de ser perfeita. eu odiaria essa pessoa também. decidiu lan%ar#se em seu discurso. 7 *as voc2 ainda tem aquela adora%ão infantil e tola por ele. vovó Arace e toda a interfer2ncia delas0 7 *as nossa mãe e voc2. afinal. >enho tentado durante anos que ele me dei8e em paz. 7 . ofegando e babando. mas a! est. como era bondoso conosco.empre estimarei os tempos que tivemos quando éramos crian%as. mas 9achel ergueu a mão. 7 3cho que posso ver como é irritante não conseguir fazer com que alguém ou%a e aceite o que voc2 diz. / algo incrivelmente irritante. tão agitada hoje< .enquanto 3ndr@meda provavelmente morar. 7 3 voz suavizara#se enquanto falava da inf:ncia. 7 5ão. 4oc2s todos acham que gosto disso. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $3% . 3cha que tenho sido cruel com seu irmão. /ra como ter um cão por perto. 5enhuma das minhas atitudes ou palavras de rejei%ão fazia um pingo de diferen%a. Deveria superar isso. mas não é o caso. I um bom amigoC sei disso. Deveria ser uma decisão f. a maneira como nos divert!amos todos juntos. 7 ? que houve< Por que est. Pamela observou a irmã com curiosidade. /u odiava aquilo0 /u tinha vontade de chut. meneando a cabe%a. 3lgo que tem me aborrecido ao e8tremo. . mas o tolo insistiu em me pedir em casamento constantemente. *as o que mais havia para fazer< /le não me dei8ou escolha e8ceto a crueldade..e alguém tivesse tratado 'aven com tanta indiferen%a e descaso quanto tenho tratado $olin. 9achel virou#se no banco e pegou#lhe a mão. voc2 não faz idéia de como é e8asperante ser venerada. 7 *as 7 prosseguiu.ei que sim.. observando#me com grandes olhos de adora%ão. . / 3ndr@meda me detesta.ei que todos voc2s acham que tenho sido cruel com $olin. um verdadeiro !dolo. Fuanta ingratidão da minha parte. . para fugir de nossa mãe. hesitou e.veis jamais teriam revelado aquilo a ninguém que não a conhecesse bem. eu vou me casar para sair de l. eu sei... mas $olin sempre me tratou como se eu fosse de porcelana.. enfim. com $olin pelo resto da vida. 9achel fitou#a por um momento.

uma vez que lorde Barnell e lorde 'aven se reuniram para ter uma conversa em particular. porém. acho que ele pedir.rios. centenas de garotas em ondres nessas mesmas circunst:ncias. 7 /le j. . e as duas aprovam a união. 7 . embora não do que todas. 7 Por que Barnell< 7 perguntou Pamela após um momento de sil2ncio entre ambas. / tem sido muito bom comigo. é verdade 7 disse 9achel. 7 'oje é o dia em que ficarei noiva. 7 ?brigada. 3ssim. virando#se para abra%ar a irmã mais nova. o senhor marqu2s disse que deseja v2#la a sós e lad( 'aven concordou.ou bonita. 7 >em certeza quanto a isso< 3s mãos tr2mulas.ei que sou bem#nascida e tenho um bom dote. tenho. 9achel endireitou o vestido enquanto se levantava. 7 . 7 /u espero que ele o fa%a hoje. *as apenas eu sei o que é melhor para mim. hoje. 7 9achel soltou a mão da irmã e torceu as suas sobre o colo. Depois disso. um bom marido. *inha apar2ncia não durar. 3quilo dei8ou Pamela triste. $onheci a mãe e a tia dele. lad( 'aven pediu para que voc2 entrasse. 7 9achel desviou os olhos por um momento e. 7 Barnell< 9achel meneou a cabe%a. 3gora não era diferente. 7 / foi um dos primeiros que mostraram sua prefer2ncia. .7 /la acha que sabe o que é melhor para mim. mas h.er. então. /u lhe desejo o melhor. mas como a de quem simplesmente constatava os fatos. minha irmã. 5eville. mordendo o l.im. 3 voz dela soava fria. anal!tica. não com arrog:ncia.rta. uma franqueza em sua e8pressão que nem sempre estava ali. I uma mera sorte que nossas inten%&es coincidam desta vez. tornou a fitar a irmã. .bio inferior. Pamela viu 9achel empalidecendo e apertou#lhe a mão num gesto de apoio. mas não soube dizer por qu2. 7 /ntão. Desejo a voc2 também. 7 +oa sorte. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $3$ . ou haveria uma batalha. 'avia apenas uma coisa que Barnell e 'aven teriam para conversar em particular. 7 /le é um marqu2s. alisando vincos imagin. *ais bonita do que a maioria. 7 Barnell. / bonito. uma vez que não tinham tanta afinidade um com o outro. Dma criada apro8imou#se do jardim e fez uma mesura diante das jovens. fez o pedido< 7 3cho que o far. /la e 9achel nunca tinham encarado as coisas da mesma maneira. minha mão a 'aven hoje. para sempre.

/la estaria certa< . /. acho que esta é uma boa oportunidade. 7 Deu de ombros de maneira simples.. 7 Barnell gosta de mim e8atamente como sou. uma e8celente anfitriã. sua filha querida. agitada. tocando os cabelos de Pamela e abrindo#lhe um sorriso tr2mulo. >odos gostam de voc2. virou#se e entrou com seu armajestoso de volta na casa. andando. como a cerim@nia religiosa seria maravilhosa e a festa em seguida deslumbrante.embrando#se de alguns outros poss!veis pretendentes que 9achel j. Barnell fizera seu pedido de casamento e fora aceito. mãe. 3pós um breve tempo com sua nova e futura fam!lia. Pamela perguntou#se o que havia de diferente no marqu2s.. mãe. casar#se com alguém que a aceitaria do jeito como era. amistosa. 9achel era brilhante. imaginando o esplendor por vir. / o vestido de noiva0 Fual seria a quantia que o noivo disponibilizaria para o vestido. 7 /la estendeu a mão. Depois que a irmã se foi. falando em casamentos. porque é tão. não tenho de fingir ser alguém que não sou. pela sala. .. ad( 'aven estava e8ultante. $olin achava que eu era a perfei%ão em todos os aspectos. *ais confusa do que nunca. Barnell sabe o que e quem sou e quer se casar comigo. segundo a tradi%ão< / ele compraria uma carruagem nova para celebrar seu casamento. para lhe falar Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $32 . $erta vez. um de meus antigos pretendentes achou que eu era bondosa porque me viu afagando a cabe%a de uma crian%a. $ome%ou a falar sobre os preparativos. *as $olin a conhecia melhor e havia muito mais tempo. finalmente disse" 7 I o bastante por ora desse assunto do casamento. 5otara aquele e8ato fato muitas vezes. Pamm(. 9achel endireitou os ombros. onde havia alvoro%o e celebra%ão. sem e8pectativas irreais< / como ela poderia aplicar aquilo a sua própria decisão< . 7 /la revirou os olhos. rejeitara. 7 >alvez eu nunca encontre alguém mais que queira. entrou de volta na casa. 7 /u só havia feito aquilo porque a mãe da menina era uma dama das mais influentes na sociedade. meiga e possui um cora%ão tão bom. ou não< 'aven. 9achel bai8ou a voz para responder" 7 4oc2 jamais entender.eria aquela a 6nica maneira de ser feliz.amais houvera casamento tão grandioso quanto aquele seria. ele levou 9achel até sua casa para dar a not!cia à mãe. rumando até a sala de estar. tomando champanhe e mostrando#se acess!vel apenas o bastante para ser parabenizado por todos. Dei8e 9achel e o pretendente desfrutarem seu noivado antes que voc2 planeje o casamento de ambos e cada detalhe envolvido para eles. elegante. 7 Por que Barnell< 7 tornou a perguntar.trong-(c)e certamente não parecia esperar outra coisa se não que agisse como ela mesma. $om ele. Pamela refletiu sobre suas palavras por um longo tempo antes de entrar. desgostoso com a conversa da mãe.

os olhos azuis endurecendo. >enho orgulho do meu neto e ver seu casamento sendo celebrado da maneira apropriada seria um privilégio. afinal. . an%ou.tico e prestigiado. mas por todos os 'aven e pelo bom nome de suas irmãs nesta cidade e pelo de seus filhos.ane antes de tornar a fit. 3 idosa dama levantou#se. 7 (dia e eu concordamos em algo outra vez. voc2s assumiram o compromisso. /ntretanto 7 prosseguiu 7. 7 5ão me farão mudar de idéia quanto a isto 7 avisou 'aven.ane tremendo e soube que ela se preparava para a rea%ão. seu ar altivo. 7 3 vi6va 'aven apro8imou#se do neto e encontrou#lhe os olhos azuis. contratou pessoas. $ontudo. 7 4oc2s não podem fazer uma coisa dessas0 7 protestou lad( 'aven. apro#8imando#a mais de si. 7 5ão pode mudar de idéia agora. 7 /le p@de sentir . 7 5ós decidimos. 7 3dmito que queria que voc2s se casassem em ondres. 'ouve sil2ncio absoluto por um momento e.. apoiando#se pesadamente em sua bengala. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $33 .sobre uma decisão que eu e .ane tomamos. tentando manter a paz entre as duas0 +astava daquilo.. 7 /le abra%ou a noiva pelos ombros. 7 ? que tem a nossa decisão particular a ver com isso< 7 indagou 'aven por entre dentes.ua mãe cuidou de preparativos. comentado. 7 5ão seja tolo 7 disse lad( 'aven ao filho um instante depois que a sogra falou. um dia grandioso para um nome aristocr. 3lternou um olhar entre as duas mulheres dominadoras em sua vida. 7 Fue horror0 7 e8clamou a vi6va secamente. agora. 7 ? fato foi anunciado. 7 Eoi vovó Arace. que não nos casaremos em ondres. 7 4oc2s não farão isso. lhe encomendei até o bolo0 5ão serei humilhada dessa maneira0 7 $omo pensei. / j. /speraremos que a temporada termine e seguiremos nosso plano inicial de nos casarmos em esle(dale. 3gora voc2s falaram não apenas por si mesmos. 7 5ão depois de todo o trabalho que tive e não depois de ter convencido 4alenciano a fazer o almo%o. e caminhou até eles. Fuantas vezes j. se voc2s tivessem se mantido firmes. admitido por voc2s mesmos na presen%a de in6meras outras pessoas. não lad( 'aven. /ra a sua vida. um olhar a . *as. desconfio que nossos motivos não sejam os mesmos. não cedera às e8ig2ncias delas0 / quantas outras não tivera de contrabalan%ar o que a avó dizia com o que a mãe dizia. que falou primeiro. 3 sua e a de . eu não os teria pressionado mais. nossos motivos não são os mesmos.#lo.ane. então. então. ? que voc2 acha que os me8eriqueiros a postos comentarão sobre um casamento adiado< 'aven deu de ombros.

ou que h. algum entendimento. sentando#se cuidadosamente numa poltrona. Fuer dar a eles alguma razão para voltar atr. 7 Dificilmente voc2 ser.7 Pensarão que não temos certeza. ou que h. 7 /ntão... mas causar. 5em um pouco 7 respondeu a vi6va. gélido azul desafiando gélido azul. pousou a mão no peito dele. 5ão podemos correr o risco de arruinar as chances de 9achel de fazer um casamento feliz. os viuC são um bando orgulhoso e arrogante.ane.s< 7 /ntre todos os motivos tortuosos. 4oc2 deseja realmente embara%ar a fam!lia dele< 4oc2 j. mas esse é um ótimo casamento para 9achel. e algo se passou entre as duas. 4irando#se. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $3 . mas Pamela sa!ra de mansinho durante a discussão e estava escondida em algum lugar. Dm melhor do que eu achei que ela faria. feliz algum dia. 7 4oc2 acha que nós nos importamos com isso< 7 perguntou 'aven à avó. Distorcerão as coisas de algum modo. >alvez seja algo que não resulte em nenhum dano permanente.ane soou calma. algum problema. >emos casamentos a planejar e. 7 *as ela tem razão 7 disse . tornou#se mais dura. falatórios. freqJentei a sociedade por tempo o bastante para saber como são essas pessoas. 3 vi6va meneou a cabe%a. 7 /ncontrou os olhos do neto. Dm marqu2s. 7 +asta disso agora. 7 Dificilmente 7 disse vovó Arace. o tom de aceita%ão... ?u na sua. 7 /le é o sujeito mais prepotente que j. 7 'aven estava furioso e mal conseguia proferir as palavras. 7 5em deveriam. distorcidos e rid!culos. nem sequer ouviremos mais a respeito 7 declarou lad( 'aven num tom brusco. sem d6vida contemplando seu próprio futuro incerto. se minha filha mais nova decidir qual de seus pretendentes ser.ua voz mudou. 7 Aerr(. /ncontrou os olhos de vovó Arace. 7 *as perguntem a 9achel e lorde Barnell. 7 . vi na vida. ou.veis. /la olhou ao redor. 7 3 voz de . serei uma mulher feliz. o cavalheiro de sorte. (dia. 7 5ão. algum esc:ndalo na minha fam!lia. e falatórios são desagrad.

não tente me despistar. a viscondessa estudou#o por um longo momento. . /le ob# viamente não gostava de se sentir um tolo. mas ainda não passei da idade de saber apreciar um homem garboso. mesmo que meus olhos não sejam mais os mesmos. . ? fato de estar tão obcecado por uma jovem dama deveria faz2#lo parar para pensar.trong-(c)e. enquanto entrava na sala e se adiantava até a cadeira mais confort. 4oc2 j. é que não são determinados o bastante. o conde sentou#se e se obrigou a manter uma postura menos r!gida. 7 $éus. 7 5uma voz mais alta. dizendo. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $3! . e8ceto que. ? que h. Posso notar quando alguém est.8imo para adquirir uma e8pressão jovial. senhora. Passos no corredor indicaram que não estaria sozinho por muito mais tempo e se empenhou ao m.trong-(c)e 7 disse ela. j. $om um profundo suspiro. . *as. 7 4oc2 é um homem bonito. 7 5ão consigo entender o que est. ele e 4arens tinham bancado os tolos. talvez 4arens seja. de mau humor. perdendo ao se demorar tanto como tem feito. cada um se desdobrando para agradar mais do que o outro naquela competi%ão acirrada pela aten%ão de Pamela. por mais e8asperante que ela estivesse se mostrando. homem. mas não havia escapatória. como eu ia dizendo. ainda sem entender o rumo daquela conversa. parece que pisaram nos seus calos esta manhã. embora eu duvide.eu 28ito p@de ser julgado pelas primeiras palavras da vi6va 'aven ao saud. rela8ando um pouco. de errado< 7 $omo disse. esperam por aquilo. 4ai dar umas boas palmadas na minha neta< 'ein< $hocado ao e8tremo.trong-(c)e andava de um lado ao outro da sala de estar da resid2ncia londrina dos 'aven. 7 3h. . meu rapaz. 5ão sabia o que havia de errado com ele. milad(< 7 ?ra. /u é que não consigo entender. para esperar< Pamela precisa de alguém para lhe mostrar o que est.e voc2 não é homem o bastante para a tarefa. Posso ser velha. tentou usar seus atributos f!sicos< / não são poucos. 3 vi6va resmungou por entre dentes" 7 ? problema com voc2s. os mais jovens. permaneceu em sil2ncio. na noite anterior.vel. /speram por isto. 3té eu posso ver isso. ?bservou#o enquanto passava. Pamela é uma jovem rom:ntica como quase qualquer outra. 5ão dormira na noite anterior e estava de péssimo humor.Capítulo '' . perguntou" 7 ? que h. Pamela 5eville. 'avia se apai8onado pela srta. /u mesma não gosto daquele baronete fedelho. esperando que Pamela descesse. e pretendia despos. em mais um baile.#lo.#la.

enhora. 7 ?h. evantou#se. /stava falando com seu pretendente. com arremates em dourado e um pequeno chapéu combinando. ele come%ava a entender e. antigos sentimentos cegarem#na. 7 >enho medo de que ela esteja dei8ando antigas lealdades.. seu cabe%a#dura.rio 7 declarou. querida. e . pe%a#a em casamento outra vez. milad(. 7 3 voz tremeu. 7 5a verdade.trong-(c)e disse apressadamente" 7 . eu acho que não sei do que est. 3 vi6va soltou um resmungo.. não que apenas seja. Pamela tome sua própria decisão enquanto estiver pensando com toda a clareza.#la zonza e. 7 . 3 vi6va franziu o cenho por um momento enquanto o estudava e. sentia#se chocado. o que quer que esteja dizendo. 7 >alvez devesse ser ao contr. 7 . 7 /u apenas espero que tome a decisão certa. /stou dizendo. 7 . 7 /u não estava falando com voc2. se estivesse certo quanto ao que achava que ela estava dizendo. quero que a srta. beije#a até dei8. falando.eu desejo é uma ordem 7 disse. então.#los para ser um pouco mais convincente< Para faz2#la se interessar< 7 /u. 7 ? que foi que disse. Ea%a#a perder quase a razão e fa%a bom uso do momento.trong-(c)e. podemos parar no hotel de $olin por um momento< /u disse a 3nd( que lhe daria este livro para ler. abrindo#lhe um sorriso. as sardas salpicando#lhe de leve a pele feito pitadas quase impercept!veis de canela. 7 5ão. 7 4oc2 acha que estou recomendando o uso da for%a. Fuero que ela queira a mim. /u a amo demais para engan. a decisão dela 7 declarou ele.ua voz tinha uma frieza letal quando fez a amea%a. ou os homens de hoje não são capazes de um pouco de sedu%ão< ?uviu#se a voz de Pamela no corredor chamando a criada e pedindo que lhe levasse algo até o andar de bai8o. 7 3 vi6va sacudiu a cabe%a. vovó< 7 Pamela apro8imou#se e beijou#a na face. /stava encantadora... seu grande tolo0 $omo se eu fosse sugerir que abordasse minha neta dessa maneira0 /u mataria voc2 se fizesse isso.#la com o uso de quaisquer subterf6gios. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $36 . dando um tapa no próprio joelho. e a contrariedade dele desvaneceu#se de imediato. depois de ter#se mantido tão forte.eja como for. 7 /ntão. seja seduzida a aceitar se casar. /la usava seu vestido verde de montaria.tentou us. soltou um grunhido. então. enfim. enquanto Pamela entrava na sala. ser. 7 . voc2 não entende Pamela nem um pouco.

trong-(c)e conduziu Pamela até a sa!da da sala. infelizmente. impacientemente. intenso. .trong-(c)e. e. $omo uma oportunidade para cortejar. .trong-(c)e. mas parou e virou# se para olhar de volta para a mulher mais velha... e o homem se afastou na montaria. Pensei que eu fosse o 6nico. ela sempre foi estranha. /la sustentou#lhe o olhar. .7 Ponham#se a caminho. apenas para ser substitu!do por outro. ? dia estava ensolarado. ocupados demais em guiar as respectivas montarias pelas ruas em dire%ão à Pousada do 4iajante. >enho muito em que pensar. cavalgando por curtas dist:ncias. /la confessara#lhe abertamente sobre seu comportamento rebelde na temporada anterior. também resultar. ela acabaria se vendo em sérios apuros.e tivessem permanecido mais tempo na cidade. voc2s dois. ela est. 4arens 7 comentou . enfim. Dm lacaio apro8imou#se. enquanto Pamela falava com um cavalheiro a cavalo. 5ão desejava acarretar notoriedade para o nome da fam!lia daquela maneira. na maior parte do tempo. /u a amo. daquele modo. mas peguei esse costume de $olin. aquele dia dei8ou muito a desejar. ele ajudou Pamela a montar em >assie e perguntou com tato" 7 3 sua avó. 3mbos não conversaram. e teria causado vergonha ao nome 'aven. em muitos problemas para os demais membros da fam!lia. 'avia lhe dito que aprendera que. seguindo pelo caminho até a entrada do parque. 3quilo a fizera aquietar#se um pouco. um conhecido de seu amigo De8ter. mas. Diante da casa. 7 +elinda simpatizou bastante com a srta.eu cavalo me8ia#se. . não consigo entend2#la. e o tr:nsito de carruagens e transeuntes. /ra a parte mais movimentada do dia. pensou . Pamela tinha muitos amigos entre os jovens cavalheiros da elite londrina.. achava. enquanto seguir cada capricho próprio levara#a a se divertir e a algumas lembran%as duradouras. 3ndr@meda 4arens. mas não disse mais nada. enquanto se apro8imavam do hotel.#la dessa maneira. pegando o livro e o bilhete para a srta.trong-(c)e e Pamela voltaram pela rua estreita. Pamela pegou o livro de um saco que amarrara à sela. após a nossa visita. 7 /nquanto paravam diante do hotel. e eu não deveria cham.empre gostei bastante de 3nd(. ficando um tanto estranha< 7 4ovó< Eicando estranha< $éus. 7 . 3cho que ela não gosta. 7 5ão parou de falar nela naquele dia. situada numa travessa nas imedia%&es do parque. inquieto. parando quando um congestionamento de carruagens e t!lburis aconteceu e saudando mais conhecidos. 7 3inda bem. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $3" .. passaram a hora seguinte cumprimentando conhecidos.

7 /la sentiu o cota%ão oprimido ao se ver mais uma vez diante da ingrata necessidade de fazer uma escolha entre dois homens que amava. com .rvore perto do lago. /la era uma fabulosa amazona. >ornou a fitar#lhe os olhos castanho#claros. e ele deu#lhe o bra%o.trong-(c)e com firmeza. então. /u lhe dei uma semana. e havia outras pessoas no parque caminhando. apreciando a companhia de ambos. ambos puderam trotar. ele a conduziu até uma . ? dia fora bastante agrad.. enchendo sua casa de riso e amor. /. um novo senso de propósito percorrendo suas veias. 7 =sso foi antes. até então.. 7 5ão podemos continuar deste jeito para sempre. que poderia prosseguir daquele modo. 5ão havia d6vida de que nascera para cavalgar.trong. uma imagem de Pamela em . . pensou Pamela. o est@mago em nós diante da infelicidade que via no rosto dele. o qual preferiria muito mais estar beijando do que enfrentando numa discussão. 7 Precisamos conversar 7 disse .erpentine. 7 I a minha vida também0 Fuando come%amos a passar tempo juntos. Desmontou. dominou#o com s6bito impacto. 7 $onhe%o $olin desde pequena e nosso elo é antigo. 5aquele momento. diante de um cavalheiro zangado. ? dia estava tão bonito. 7 Deseja caminhar um pouco comigo< Prenderam as rédeas dos animais num galho bai8o da . nem em sua mente. 7 *as é sobre minha vida inteira que estamos falando. notando o cenho carregado que os encimava. ali estava ela. enquanto caminhavam até mais perto do . Pensei que houvesse um entendimento entre nós... apro8imando#se mais dela. e8istindo. apro8imando#se da sombra de uma . cavalgando pelas colinas. 7 /8istindo na sua própria mente durante a maior parte desses anos.amais esperara ver homem algum querendo se casar com ela e agora havia dois0 4irou o rosto e observou a luz do sol brilhando sobre o . 7 Por que estamos parando< 7 perguntou ela. 3lcan%ando#a.rvore antiga e retorcida. ondres e a temporada de uma maneira que apenas um ano antes não teria acreditado ser poss!vel.rvore.ivrando#se finalmente da multidão. Podia quase fingir que não havia nenhuma decisão necess. passou. obser#vando#a guiar >assie sem o menor esfor%o. mantendo#a cativa com o poder de seu olhar. ao que me parece 7 interrompeu#a ele. 7 /u sei. e ajudou#a a descer. nunca tive a sensa%ão de que havia alguém mais em seu cora%ão.erpentine. conversando descontraidamente. e ela j. 7 Pamela 7 come%ou .hado.*anor. 3penas preciso de um pouco mais de tempo.vel. pensou .trong-(c)e e $olin fazendo#lhe a corte. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $38 .ria aguardando. 4oc2 não entende 7 disse Pamela. rindo.trong-(c)e. ainda assim. $omo aquilo podia estar lhe acontecendo< .trong-(c)e.

/la afundou os dedos no tecido do casaco de montaria dele e. tamanha era a intensidade que o tomava. sim. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $3# .. tomou#lhe os l. 7 Pamela. /le segurou#a pelos ombros e encostou#a no tronco da .rvore antiga em cuja sombra se abrigavam. *as estreitou#a em seus bra%os novamente. fitou#a nos olhos. Aostara de $olin durante tantos anos e. como seu noivo. +eijando#a de uma maneira que lhe afastava todas as d6vidas. eu lhe aviso.trong-(c)e soltou#a depressa demais.vel que ela passara a conhecer. *as .. / a beijaria novamente. ter a nós dois. então. ficou imóvel.e voc2 disser que vai se casar com aquele Gbaronete fedelhoG. que a fazia ser tomada por um poderoso desejo. o medo de serem descobertos em atitude tão comprometedora desvanecendo#seC de repente.Pamela odiava a dor que via naqueles olhos. $om uma e8pressão taciturna.bios com os seus. /sperarei sua decisão até amanhã à noite. não me fa%a esperar 7 disse . ou não. aquele tolo a mim. 7 . 4oc2 não poder. /u não serei um bom perdedor. minha cara. então. como sua avó chama 4arens. notou Pamela. 'avia quase raiva em seus olhos castanhos. /la correspondeu com um ardor que nem sequer imaginara possuir antes.. enquanto sentia uma deliciosa languidez invadindo#a. então.trong.. não havia nada em sua mente e8ceto ele. 7 Partir< 7 retrucou ela. dei8ando#a com um aperto no peito. 3quele não era o . /la tentou se desvencilhar apenas por um instante. /le estava fazendo aquilo novamente. 7 /u não serei tratado como um joguete. mas ainda não sabia se podia ter a certeza de que o que havia entre ambos duraria sua vida inteira. um anseio quase doloroso. 7 3mo voc2. não seria lógico supor que continuaria nutrindo#lhe aquele sentimento< *as ele ainda não a beijara. ?u voc2 me ama. 7 /u não ficarei para v2#lo desfilando de bra%o dado com voc2 pela cidade. >er. mas.trong-(c)e num tom grave e. portanto. 5unca mais tornar a v2#lo< 5unca mais beij. o calor de seus bra%os. de fazer uma escolha e logo. abra%ando#a com for%a. /le tremia.trong-(c)e tranqJilo e af. as sensa%&es que seu beijo lhe despertava. eu partirei de ondres imediatamente. eu saberei que uma união entre nós não estava destinada a acontecer. e . rela8ou. *as se tiver o péssimo gosto de preferir aquele.#lo. Fuanto ela o amava.

7 3mo voc2. ela não chegou a uma decisão e jamais chegar.trong-(c)e inclinou a cabe%a e tornou a tomar#lhe os l.7 . 4oc2 ainda ama 9achel e. . eu o conhe%o desde que voc2 era um beb2. 7 . 7 9ecebi uma mensagem de que deveria vir até aqui imediatamente. 7 4oc2 nunca lhe demonstrou interesse algum que não fosse o de um irmão. 7 . 3 viscondessa olhou pela janela para as carruagens e ve!culos mais leves que passavam pela rua com seus cavalos. 5ão era justo0 7 /u sei.trong-(c)e. sobre seus filhos e se ver. enquanto voc2 continuar confun#dindo#a com seus apelos. sobre 9achel. se não enfrentar isso. ou ela é apenas uma substituta conveniente para 9achel.. na fivela no alto da bota.bios rosados com os seus.ão os sentimentos de um irmão mais velho. 73conteceu alguma coisa< ?u Pamm( chegou a uma decisão< 7 Pamela saiu com . 7 /u jamais usaria Pamm( dessa maneira. 7 ? que quer dizer< 7 /le franziu o cenho e me8eu. a minha festa de anivers.. a qual voc2 perdeu para sempre< /le se levantou. 3gora. em vez de desfrutar os momentos de prepara%ão para sua festa.. à mesa do café a cada manhã diante da sombra apagada e infeliz dela. o maior erro de sua vida e arrastar. o mordomo e uma voz. ?uviu a aldrava da porta. aquela pobre crian%a para ele também.e não conseguir se decidir na noite em que completar vinte anos. 5ão. /ra a voz pela qual estivera esperando. 7 /la o fitou com firmeza e torceu os l. cometer. / voc2 viver. 7 . curvando#se educadamente. 7 4arens 7 disse ela. mas ele tinha de en8ergar o que estava causando. 4oc2 realmente ama minha neta. ficaria preocupada com a decisão que enfrentava. *eus sentimentos por ela. 7 ? baronete sentou#se na beirada de uma cadeira. saber. a apenas quil@metros de dist:ncia e ouvir. dor e desejo naquele beijo.bios. 5ão queria mago.rio 7 lembrou#se ela. 7 ? que sabe a esse respeito< 7 /u sei. voc2 nunca saber.ente#se. 7 *ilad( 7 cumprimentou#a.#lo. colocando todo seu anseio.#. e ele entrou. 7 Fuero dizer simplesmente uma coisa. 4arens. Deveria escolher as palavras com cuidado porque era de import:ncia vital que o rapaz que conhecia desde pequeno entendesse. Pamela 7 sussurrou. 3 porta da sala se abriu.er. inquieto. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $ % . 4ovó Arace aguardava em sua cadeira na sala de estar.

4arens.#la o que não é. até ficam em seu próprio lar. desgostosa. 7 /la se levantou devagar. é um mentiroso0 7 /la bateu a bengala no chão. 7 >odos nos tornamos mulheres e homens.. 7 4oc2. =sso a torna um beb2. 7 4oc2 até usa o apelido criado por 'aven para se dirigir a ela. pensando 7 disse#lhe a vi6va. os antigos h.enhora. no 6ltimo instante. pescando. pod. 4oc2 critica os passeios inofensivos dela em ondres. o rosto duro. e encarou 4arens.7 /ssa é uma desprez!vel inven%ão. o que me impediu de cometer um grave erro. amparando#se na bengala. 7 /la endireitou as costas.. 7 5ão sabe nada a respeito dos meus sentimentos por Pamm(.. perple8o com a voz furiosa da mulher.. milad(. morava em Ment e adorava minha casa. fazer nossas escolhas e viver com as conseqJ2ncias. 7 Eaz com que tudo soe tão assustador 7 declarou 4arens. 7 4oc2s fazem suas próprias escolhas. naquela idade. batendo forte com a bengala no chão 7. 7 I um. sem poder evitar seu interesse pelos lampejos de emo%ão. 7 . Pamela. adiantou#se na dire%ão da porta para sair. Fuando eu era garota. /u amava o oceano e amava. 7 *as aquilo foi o que me salvou 7 declarou Arace. então. *as. 7 =nterrompeu#se. e temos de enfrentar os fatos. eu não lhe seria rude por nada no mundo. fitando#o nos olhos. para correr pelos campos na sela de >assie. virou#se e lan%ou um olhar zangado à mulher idosa. /le não era certo para mim.bitos de cortesia contendo#o. vivem suas próprias vidas. eu amava um garoto de l. 4arens franziu o cenho. e8atamente como se fosse sua própria irmãzinha. 7 Pelos céus 7 disse a vi6va. apelido carinhoso.#la. correndo pela pradaria. quando sai para Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $ $ . 3cabou se tornando um mau elemento.. 7 4oc2 7 prosseguiu ela num tom mais brando 7 tem tentado durante anos mold. rapaz. Fuinze anos0 Eoi como se tivesse sido algo semelhante ao fim dos tempos para mim. /le se interrompeu. 7 ?s homens t2m tudo tão f. andando a cavalo pelos campos. /u amava o garoto porque amava as nossas vidas simples juntos. ?bservou#lhe a e8pressão no rosto. torn. fale o que est. ?u achava que sim. 7 ? baronete observou#a por um momento.. tr2mulo e agitado... para..cil 7 disse. mas. 7 5ão. e. /le seria mais do que pensara< 'avia mais naquele homem do que sua obsessão por 9achel parecia indicar< 7 /u daria a Pamm( a liberdade de viver sua vida da maneira como sempre fez.. porém. 7 I uma afronta. dessa mesma dor. de raiva e determina%ão que p@de ver ali.. *as meus pais me arranjaram um casamento e me enviaram para viver em Bor)shire quando eu tinha apenas quinze anos.#la à imagem de 9achel. 7 / eu protegeria Pamm(.

. /nquanto o baronete sa!a. e ele não a for%a a corrigir seu jeito de ser. /u preciso. esgotada pelo esfor%o que fizera. . voc2 e 'aven especialmente. 7 .. na sua mente. Pegou#lhe a mão larga na sua. dominou voc2 durante a maior parte de sua vida. 7 4arens beijou#lhe a mão e soltou#a. se casar com o conde e for morar no distrito dos agos. 7 Para o seu próprio bem. 4oc2s todos t2m que dei8.trong-(c)e l. uma mulher. assim como o delas. 7 4oc2 a ama como a irmãzinha que gostaria de ter. 7 . de certa maneira. algo bom para ela. à perfei%ão que 9achel é0 7 3 cartada final. disse" 7 /u fa%o isso. aquela seta acertara seu alvoC ela podia ver aquilo no rosto perple8o do baronete. o olhar fi8o no vazio. /stendeu a mão para o homem do qual nunca fora capaz de gostar. sabe. 7 4oc2 tenta dei8.er...im.#la ir. / uma mulher forte.vel.im. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $ 2 . não é< 7 3 voz dele tremeu e ficou um tanto embargada. apesar de suas tolas e8centricidades.#la como alguma imagem perfeita que tem em sua mente 7 prosseguiu. Einalmente se tornar. /stava adormecida ali quando uma criada entrou para tirar o pó da sala. 7 5ão quero estar aqui quando Pamela voltar. 7 /ra algo novo para a vi6va também.. a vi6va afundou numa cadeira. 7 *as eu amo Pamm(. 9espirou fundo e adiantou#se até a janela. 7 3 voz da vi6va soou mais bondosa. 7 4arens fez uma pausa.#la alguém que ela não é. 7 >enho que desistir dela. preciso de tempo para pensar.. 7 3cho que irei agora. 3ndr@meda é sua irmã mais velha e. 7 /u não. aquele entendimento dos sentimentos de $olin por Pamela. não é mesmo< >ento torn. Pamela não morrer. Fuando se virou. implac. sim. 7 Por que voc2 simplesmente não admite isso< /la nunca se igualar. 7 3h. 4oc2 sempre invejou 'aven por ter uma irmã ca%ula. 7 >enho que desistir de ambas. /la se encontra com . faz. sentindo compai8ão por sua dor agora.cavalgar logo cedo.

/la poderia levar quanto tempo quisesse para se decidir.trong-(c)e reuniu#se à fam!lia de Pamela. adiantou#se depressa para ir falar com a mãe e a tia de lorde Barnell. mas aceitou graciosamente. que haviam acabado de chegar. que se reuniu a eles naquele minuto de bra%o dado com a irmã.trong-(c)e. até prov. /ra poss!vel. e certamente. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $ 3 . . Dresden para dan%ar. pensando nos beijos que haviam partilhado naquela tarde. Fue intrigante0 4arens não sentia absolutamente nada da animosidade que lhe era dirigida< 3mbos queriam Pamela. se ela j. talvez j. que 'aven tivesse lhe dado alguma garantia de que faria tudo a seu alcance para se certificar de que a irmã se casasse com o baronete< / Pamela. os dois tinham praticamente trope%ado um no outro na disputa pela aten%ão da jovem. em termos pr. para sua surpresa.ticos. nos dias anteriores. sir $olin 4arens. ao irmão e ao baronete. /la lan%ou um olhar na dire%ão de . 3quilo teria de esperar até que o homem a levasse de volta. ele se deu conta de que quisera assegurar a dan%a seguinte e a do jantar para si. em mais um baile. tirou a srta. . sir $olin. tivesse se decidido por ele. mas o homem apenas o observou com uma e8pressão branda e um meneio de cabe%a. 3 temporada londrina era intermin.trong-(c)e sentia o est@mago em nós só em pensar na possibilidade. . ad( 'aven cumprimentou#o elegantemente e.vel. e a srta. houvesse tomado sua decisão. desejou poder retirar seu arrogante ultimato daquela tarde. Fuando os dois se afastaram.trong-(c)e franziu o cenho diante da indesej.trong-(c)e lan%ou#lhe um olhar zangado. / aquilo se dava porque ele preferia para a irmã ca%ula visivelmente a corte de seu amigo de longa data e vizinho. 7 Posso lhe pedir que me conceda a primeira dan%a< 7 dizia 4arens a Pamela. saberia com toda a certeza.vel virada de seus próprios pensamentos. Para passar o tempo. ao que parecia. então. ?u talvez até antes.vel. *as talvez 4arens tivesse motivo para se sentir seguro demais e não amea%ado. como de costume.vel. /. a sua era a melhor proposta.Capítulo ''I / ali estavam. desde que não escolhessejprecipitadamente o seu velho amigo. 5aquele um minuto de p:nico. af. /ra apenas o irmão de Pamela que não gostava dele. . sinceramente apegada a seu lar. 3té a noite seguinte. >alvez aquela fosse a e8plica%ão para a nova tranqJilidade na atitude de 4arens em rela%ão a ele.ane Dresden sorriu#lhe. . fitando#a abertamente até que a viu corar. 3 vi6va piscou#lhe um olho.

. conversando sobre amenidades. *as ele próprio não desistiria sem lutar. se ela quiser isso. mas não. ?u menos0 Poderemos nos ver todos os meses. eu acho que $olin. furioso. 3cho que ele est. 3cho que est.trong-(c)e. olhou ao redor bem a tempo de ver 4arens e Pamela saindo por uma porta#balcão até o terra%o. *as.. em admitir que ela cresceu e agora se tornou uma jovem dama. milorde. *as ela fora fazer sua própria vida.+ailaram pelo salão juntos.pida demais para ser amor de verdade. ainda não seria tarde demais.ei que não e8iste nada pessoal. acredito eu.. / o que mais ele poderia dizer< /ntendia o dilema de 'aven. 3cho que a mudan%a de 9achel para Pamela foi r. confundindo amizade com amor. *aldi%ão0.trong-(c)e meneou a cabe%a educadamente ao grupo de Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $ . 'aven meteu na cabe%a que $olin e Pamela devem ficar juntos. /nquanto o fez. tendo se casado por amor. 7 / voc2 não concorda< 7 5ão faz realmente diferen%a que eu concorde ou não. ela respondeu" 7 5ão é que ele não goste de voc2. 7 . enfim. 7 /le a veria quase todos os dias se ela se casasse com $olin.#la ir.. . 7 /ntão. voc2 não acha que e8ista algo pessoal< 7 . ? sujeito estava tentando obter vantagem. *as voc2 mora tão longe. 'aven não queria o mesmo para a irmã ca%ula< 3 m6sica terminou. I especialmente apegado a Pamela e se preocupa com ela. 7 / o que 'aven diz disso< 7 /le acredita que $olin esteve apai8onado por Pamela o tempo todo e apenas não tinha se dado conta disso. / foi o que aconteceu. /nquanto ela não tivesse realmente escolhido um dos dois.ane sacudiu a cabe%a. 'aven admite abertamente que voc2 é um espl2ndido cavalheiro. 7 3cho que a raiz de tudo é que ele simplesmente não quer perder a irmã ca%ula. /la se tornou uma mulher nos 6ltimos tempos.trong-(c)e pegou o bra%o de sua parceira de dan%a e come%ou a conduzi#la de volta até o grupo de 'aven. /la deu de ombros. ele não p@de se conter e perguntou" 7 Por que lorde 'aven não gosta de mim< ?fegando apenas um pouco por causa do esfor%o e8igido pelos passos animados. 7 *oro< /stamos apenas a uns cento e cinqJenta quil@metros de dist:ncia. apenas. desfrutara sua felicidade enquanto vivera. 3mara imensamente sua própria irmã e sentira demais a sua falta quando ela se casara e se mudara para longe. e . pensou. 7 *as esse não deve ser o critério para se escolher um marido0 7 protestou . relutante em dei8.

quando passou por ali.. tentando não parecer desesperado. então.rvores ornamentais. então.. pensou. ? amplo jardim era recortado por caminhos de pedra que serpenteavam por entre roseiras. Dresden ali e. tentando conter a onda de temor que o invadia. . o que o orientou enquanto prosseguiu. p@de ver 4arens estreitando#a em seus bra%os. ele não desistiria sem lutar. >ochas iluminavam o próprio terra%o. Pamm(. uma mão que segurava um bra%o com anseio. 7 4oc2 sabe que estou certo. 5ão p@de se apro8imar mais. $omo ele se apro8imaria dos dois< ? que diria< ? que veria< . . tendo confirmado discretamente que nenhum dos casais ali era formado por 4arens e Pamela.rvore. então. /. adicionando respeitabilidade aos rituais de corte que aconteciam naquele momento. sim.trong-(c)e caminhou devagar. 3 noite estava enluarada. ouviu as vozes dos dois. ele avan%ou. ?nde ela estava< Desceu do terra%o. e veja se estou certo 7 dizia 4arens num tom veemente.s da . 7 . a emo%ão evidenciando#se em sua voz. 3diantou# se até a porta#balcão que dava para o terra%o. contando com sua sagacidade para lhe prover uma resposta a tempo. voc2. ?s dois desaparecera por uma curva no caminho. ali estavaC ele reconheceria a figura graciosa de Pamela mesmo a certa dist:ncia.trong-(c)e se apro8imava mais. ligeiramente perfumada pela brisa suave que carregava a fragr:ncia das flores do jardim. . o bra%o do baronete enla%ando a cintura dela com ar protetor. mas um olhar para os cabelos ruivos do cavalheiro. 5ão.'aven enquanto dei8ava a srta. a voz cheia de admira%ão. e soube que não era 4arens. >em que saber. /le deveria estar levando Pamela até o jardim0 ?nde os dois estavam< 'avia casais por ali. seu passo mais incerto enquanto a ilumina%ão do brilhante salão e das tochas diminu!am com a dist:ncia. Aalhos de um salgueiro pendiam adiante e ele avistou um casal detr.assim. . *as. então admita#o0 $om qual de nós voc2 não consegue dei8ar de viver< 7 $olin..aiu para o terra%o. um olhar longo e ardente entre enamorados. pequenas ..eus pés. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $ ! .e isso é real. um murm6rio em resposta. arbustos altos em flor e longos canteiros das mais variadas plantas. prop!cia para o romantismo. 3través do escuro.. 7 $omo pude ser tão cega< /nquanto .. tem razão 7 disse ela. Dma palavra sussurrada. enquanto um casal andava por um caminho mais ao longe.eguiu naquela dire%ão. busque em seu cora%ão. abriu caminho pela multidão e pelas fileiras se formando para a pró8ima dan%a.

trong-(c)e dei8ou a mansão. 'aven. ela disse" 7 4oc2 est.trong-(c)e virou#se naquele instante. acho que eu gostaria de ouvir mais. Desejo ao casal toda a felicidade do mundo. sabia desde o in!cio. Aerr( 7 disse . mas seu controle..#la nos bra%os.. voc2 realizou o seu desejo 7 declarou ele com amargura. apro8imou#se de . 7 ? tom de 4arens soou rouco com o sentimento que continha a custo. 3mbos entraram numa saleta vazia e ele dei8ou seu desejo levar a melhor por um momento. só lhe restava sair do caminho. 7 +em. como um homem honrado. voc2 j. abra#%ando#o pelo pesco%o 7. /stava acabado. 7 . /u nunca soube quanto era capaz de amar tão profundamente até agora. subindo de volta até o terra%o para entrar no salão abafadi%o. 7 *as voc2 tem que ser verdadeira para consigo mesma. não lhe permitiam nem apro8imar#se. adentrando pela noite de ondres. 3fastou#se rapidamente. minha querida. Pamm(. 7 Pu8ou#o para si para guiar#lhe os l.e essas são suas boas novas. 3 dor era quase f!sica. saindo da sala de carteado. até voc2 ter me mostrado o que é o verdadeiro amor. 7 3mbos temos sido cegos. pegando#a pelo bra%o. eu acho que apenas não queria magoar ninguém 7 declarou Pamela. r!gido. aonde vai< 7 perguntou 'aven. 3dmita. por um longo tempo 7 respondeu $olin com gentileza. inclinando#se para beij. . encaminhou#se diretamente até a sa!da para pegar seu manto e cartola. 7 4oc2 ser. 9epousou a fronte no ombro dele. livre de seu transe pela certeza de que toda a esperan%a se dissipara.bios de volta até os seus.ane. 7 /u acho que. 7 >enho boas novas 7 sussurrou. 4arens.em uma palavra a ninguém. certo. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $ 6 .trong-(c)e. >ocou o quei8o dela e ergueu#lhe o rosto para que o fitasse. 7 4arens tornou a estreit. beijando#a com sofreguidão. .como se estivessem fincados no chão. 7 Pamela aceitou o seu bom amigo. o gramado. ou ao menos não desde que /uphemia morrera. 3mo voc2 muito. . tentando conter um largo sorriso. a voz alterada pela emo%ão. afagando os cachos dela. nem afastar#se. 5ão havia nada que pudesse fazer agora. seus passos tornando#se mais arrastados como se estivesse andando por areia movedi%a. mas agora ela estava comprometida e.ane. houvera uma chance para ele.amais sentira tamanha dor como aquela que dilacerava seu cora%ão agora.grimas. . é claro. atravessando os jardins. 3 própria voz embargada pelas l. /nquanto Pamela não se decidira por nenhum dos dois. 7 .#la. uma boa esposa.

eu sei que voc2 estava. /sfor%ando#se para aparentar naturalidade.7 3h.s.vamos no jardim e. tão enamorados. 3o que parece.ane com ar cauteloso. não me tente. 7 4amos 7 acrescentou. considerando que a ca%ula estaria rejeitando um conde para ficar com um baronete. 4oc2 certamente ficar. tudo finalmente resolvido. 7 /st. 7 Eez< 7 indagou .ane e eu devemos ser inclu!dos nessa importante conversa. 7 $omo voc2 sabe< 7 3cabei de ver . eu ficarei. eu estava apenas celebrando. 3ndr@meda meneava a cabe%a em resposta a algo que o irmão acabara de lhe dizer e lad( 'aven conversava com Pamela. enquanto entr.obre um assunto da maior import:ncia 7 respondeu lad( 'aven. 4eja0 ?s dois estão reunidos de volta com a fam!lia 7 disse ela. 7 'aven sorriu. 7 . realmente. 7 3h. Aosto de sir $olin. de bra%o dado com .ua mãe estava se mostrando muito mais resignada em rela%ão àquilo do que ele teria imaginado poss!vel.obre o que estão conversando< 7 . 'aven. ou eu a carregarei até um quarto vazio e a farei minha agora mesmo0 $ontudo.im< 7 'aven arqueou as sobrancelhas com o que esperava ser um ar inquiridor. e ele tentou se acalmar. interessado em saber. . reuniu#se ao grupo. ouvimos o conde *allienne dizendo que o >eatro ombard acaba de ser destru!do por um inc2ndio0 =magine isso0 Dizem que foi por causa da ilumina%ão a g. 3cho que devemos fingir que não sabemos o que aconteceu enquanto eles não fizerem o an6ncio oficial. /st. 7 *as acho que posso me conter. à espera. 7 . 7 / então< 7 disse num tom casual.trong-(c)e. por alguma razão incompreens!vel.ane. então. $omo aquilo poderia dei8ar de causar grande alegria< 7 . Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $ " . pu8ando 'aven pela mão. 7 4ai ser dif!cil. Pamela lhe disse que aceitou a proposta de 4arens0 7 ?h. Eique feliz por Pamm(0 7 ?h. . 7 . não é mesmo< 7 $laro. mas ela escolheu $olin. 7 5ão diga nada. olhando para além da porta para o grupo deles adiante no salão. mas vindo à tona ocasionalmente. Pamela acaba de nos dizer que ela e 4arens estavam l. fora no jardim conversando.im 7 confirmou Pamela.vamos. Pamm( fez sua escolha. 'aven permaneceu imóvel e boquiaberto. Dois jovens. minha querida. /ra um crédito a favor de seus verdadeiros instintos maternais. enterrados.ane.ane apertou#lhe o bra%o. a favor de . Parecia desolado. *as aquele era um an6ncio que sinceramente acreditava que traria grande satisfa%ão a toda a fam!lia.trong-(c)e saindo do baile. .

$olin sentia realmente que o que e8istia entre ambos era amizade. embra#se< 7 disse lad( 'aven.trong-(c)e a beijava. ela vira o mesmo bom amigo que sempre tinha visto. . mas. por seu toque. mas ela merecia muito mais num pretendente. De lhe falar que não precisava esperar até a noite seguinte. /le se tornara.bado à noite. Eicara ansiosa para retornar ao salão de baile. . e aquela mulher sentia#se cativada pelo conde. *as se houvesse algo mais.bio. afinal. Fuanto ao próprio $olin. 3mava#a como uma irmã.rio de Pamela. *as não foi f. ficou em sil2ncio.entia#se grata a seu velho amigo.# la como uma mulher deveria ser amada. Pamela foi levada dali por De8ter naquele momento. no s. aconselhara#a $olin. de conversar com ele. / era verdade. / nada mais. por seus beijos. 3quilo fez sentido para 'aven e. Devia aceitar o pedido de . Pamela levantou#se da cama. e . encarando o filho. 5ão dera e8plica%&es quanto àquilo. mas ela ficou com a impressão de que havia mais ali a ser descoberto. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $ 8 . merecia alguém que poderia am.trong-(c)e naquela noite. $olin beijara#a. *as havia se tornado uma mulher naquele meio tempo. então devia tomar sua decisão de acordo. incapaz de conciliar o sono.trong-(c)e. ? medo ainda estava presente. mas agora. na noite seguinte. e nenhum an6ncio pareceu prestes a ser feito.trong-()e. também esperara ter conseguido falar com . ele retirou seu pedido de casamento.empre o amaria como um outro irmão.e ela pudesse dizer em seu cora%ão que não sentia aquele Galgo maisG por . segundo as próprias palavras. . pois não contivera nada do profundo anseio e do desejo que a dominavam quando .e ao menos $olin a tivesse beijado antes0 /la teria sabido imediatamente.cil. / se eles estivessem esperando para fazer o an6ncio em alguma ocasião especial< >alvez na festa de anivers. Depois que ela e $olin haviam conversado. /mbora aquela não fosse a pior base para um casamento.trong-(c)e. como um amigo e aquele beijo fora uma revela%ão. mal podendo conter a vontade de ver . >omara sua decisão. deveria haver mais. além de simples sentimentos de amizade para com o conde. então ela deveria abra%ar seu futuro plenamente e não dei8ar que ninguém a impedisse. interpretando erroneamente sua e8pressão de aturdimento e confusão. tudo ficara tão mais claro.7 5ós todos !amos l. . portanto. dissera. /sperara sentir#se de maneira diferente naquele momento. $olin sabia daquilo agora. o velho amigo de sua inf:ncia.ane aconselhou#o a manter sil2ncio. então. >arde daquela noite. 'aven não sabia o que pensar. subitamente mais s. ao menos. dissera#lhe. tinha seus sentimentos por $olin na devida perspectiva. ?lhando para ele no escuro do jardim.

ane.ane anseiam por se casar. devo acreditar que sabe do que. teria montado em >assie e ido até a casa de . então. ?bservando o perfil do irmão por um momento. Aerr( não entenderia. e até . da maneira como j. /stamos comprometidos a isso. ? que est. / o seu próprio. agora. por que simplesmente não o fazem logo< Por que não se casam e voltam para Bor)shire< /le recostou#se em sua poltrona. Aerr(. bebericando vinho do Porto e lendo.abia sobre a maneira como . /stava inquieta com tantas coisas por resolver. 7 /ntão. fazendo acordada< 7 5ão consigo dormir.ane concorda.Pelo desejo dele por ela. não é< 7 .vel visitar um cavalheiro em sua casa desacompanhada e ainda no meio da noite0 3té mesmo ela sabia daquilo e não ultrapassaria outra vez o limite entre o que era aceit. 7 ?h. se adiarmos isto e esperarmos até voltarmos ao norte ao final da temporada. disse" 7 4oc2 e .vel e o que não era em ondres.N 7 I algo que me foi e8plicado e8austivamente. ? que ele sabia< Fuanto deveria saber. seguindo pelo corredor. como seu guardião< . hesitou.im. 3o que parece. não com o casamento de 9achel com o sens!vel lorde Barnell se apro8imando.e não fosse tão impróprio e errado. /la deu de ombros e acomodou#se numa ampla poltrona de couro perto do fogo. toda ondres far. 7 /mpolgada demais< 3 e8pressão significativa do irmão alarmou#a. que h.abendo quanto ela teria preferido se casar em es#le(dale. mas. /ncontrou apenas o irmão sentado perto do fogo da lareira. ? rosto afogueado. com aquela terr!vel not!cia sobre o inc2ndio no teatro em mente. talvez o irmão entendesse até bem demais. Pamela cal%ou chinelos e desceu silenciosamente a escada escura. 'avia uma luminosidade oscilante na biblioteca e. 7 Por qu2< ? irmão fez uma careta. o vira com . /ra evidente que não podia fazer aquilo. pensando melhor. 7 >emos de seguir esse casamento elaborado ao estilo de ondres agora. falando. algo errado entre nós. . é somente voc20 7 Pamm(0 /ntre. ela abriu a porta e entrou. 5ão conseguia ficar parada. Pamm(. me8ericos a respeito e pensar. est.trong-(c)e naquele momento. /mbora.trong-(c)e a beijava e como ela se sentia em rela%ão ao conde quando aquilo acontecia< Pamela certamente esperava que não. 5ão podemos dar razão para isso. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $ # . que despertava igual desejo em seu próprio ser. . /ra impens.

7 Fuem sabe quando isso acontecer. 7 declarou Pamela, desanimada, ocorrendo#lhe que, da maneira como a mãe era, todo o planejamento e preparativos poderiam levar uma eternidade. 7 *as isso só se manter. se voc2 esperar para se casar. ? casamento de 9achel ser. apenas em julho. 4oc2s dois poderiam se casar, ir para o norte, passar tempo no chalé sozinhos, e ainda voltar a ondres a tempo. 7 ,abe de uma coisa, isso é verdade. 7 /le tornou a se recostar na poltrona. 7 I apenas o adiamento que causar. me8ericos. ,e nos casarmos logo, sem toda aquela pompa, o pior que as velhas matronas pensarão é que tivemos de nos apressar. Dma pitada de esc:ndalo, mas perfeitamente compreens!vel. / uma suspeita a ser desmentida facilmente pelo tempo. Pamela sorriu amplamente diante da s6bita alegria na voz do irmão. 7 /ntão, fa%a isso0 4. em frente, case#se logo0 ;ane est. infeliz aqui em ondres e voc2 também. $om alguma sorte, voc2s j. terão um pequenino a caminho quando tiverem de retornar para o casamento de 9achel. 7 4oc2 é tão irreverente quanto sua avó7declarou o irmão, reprovador, encarando#a. /la sustentou#lhe o olhar, imperturb.vel. 7 /u vi a maneira como voc2s dois olham um para o outro. 5ão ser. por falta de tentar se voc2s não tiverem ura pequenino e8atamente nove meses depois do dia de seu casamento. 7 >ome cuidado com o que diz, mocinha. >erei de avisar $olin sobre esse seu jeito de falar, aprendido com nossa avó. $omo se ele j. não a conhecesse bem o bastante, acho eu. 7 Por que voc2 teria de avisar $olin< 7 I apenas uma maneira de falar, Pamm(. /le ser. respons.vel por voc2 de agora em diante, afinal. 3mbos se entreolharam sob a luz oscilante do fogo. 'aven riu e rompeu o sil2ncio. 7 ,ou terr!vel para guardar um segredo. 4i ,trong-(c)e quando ele dei8ava o baile esta noite. Disse#me que voc2 havia finalmente se decidido por $olin. Pareceu#me bastante desolado por causa disso, devo dizer. Fuase senti pena dele. Pamela endireitou#se e apoiou as mãos nos bra%os da poltrona. 7 $omo ele... ?nde foi que arranjou essa idéia< 7 4oc2 não lhe falou< 7 5ão lhe falei o qu2< 5ão h. nada a falar. Fuero dizer, não é verdade. $olin me disse que estava retirando seu pedido de casamento, que não daria certo entre nós, afinal, e que ele estivera sendo um idiota e um covarde. 7 ? qu2<
Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $!%

>r2mula, Pamela contou#lhe tudo, que $olin levara#a até o jardim para lhe dizer as verdades que ele passara a entender. Fue ele a amava como a uma irmã. Fue ambos seriam sempre apenas amigos. / que, embora houvesse bases piores para o casamento, ele achava que ela tinha alguém que realmente a amava. ,e ela o amasse também, deveria ser audaz e ir em busca de seu futuro, não se esconder atr.s do passado. 7 /8aminei meu próprio cora%ão 7 prosseguiu Pamela. 7 3cho que eu soube o tempo todo que amo ,trong... não, eu soube o tempo todo que o amo... mas tive tanto medo de arriscar a chance, de ser audaz. ,ei que isso não é do meu feitio, mas casar#me com ele é seguir por um caminho tão diferente daquele que eu achei que tomaria. /u o amo tanto. =rei a qualquer lugar, farei qualquer coisa por ele. 7 *as ,trong-(c)e disse nitidamente... 7 /u não entendo. 7 Pamela saltou da poltrona de repente. 7 ?h, céus, ,trong-(c)e disse que partiria da cidade se eu lhe dissesse GnãoG. *as eu não lhe disse GnãoG0 /u ia lhe dizer GsimG0 Eui à procura dele, mas me disseram que o conde j. havia dei8ado o baile. Por qu2< 7 /la encarou o irmão com olhos ansiosos, assustados. 'aven levantou#se e segurou#lhe os ombros. 7 Pamm(, acalme#se. $éus, se eu soubesse que voc2 preferia realmente o homem... =rei até a casa dele de manhã e descobrirei o que h. de errado, como ele obteve a idéia errada. 7 ?brigada, Aerr( 7 disse ela, l.grimas aflorando em seus olhos. 7 ?h, meu irmão, como isto acabou dando tão errado< /u... eu vou para minha cama agora. 7 Pamm(0 7 chamou#a 'aven, adentrando pela casa. ;ane desceu a escada depressa na frente, tendo estado no quarto com Pamela. 7 ? que descobriu< 7 perguntou ela, ofegante. 7 /le dei8ou a cidade. ,trong-(c)e e +elinda partiram em dire%ão norte, apenas meia hora atr.s. ?s criados estão cobrindo toda a mob!lia na casa 'olland. 3 governanta dele disse que o administrador recebeu instru%&es para alugar a casa pelo restante da temporada se conseguir, pois o conde não retornar. a ondres este ano. 7 Partiu< *as por qu2< 7 ,ó posso achar que... 7 ? que est. acontecendo< 7 ad( 'aven apro8imou#se pelo vest!bulo, enquanto Pamela se reunia a eles, saltando os 6ltimos dois degraus da escada. 7Pamm(, v. buscar seu 8ale. 4amos chegar ao fundo disto. /le partiu h. apenas meia hora e, portanto, ainda h. tempo para o alcan%armos. ,ei por qual caminho ele foi. 7 Fuem foi aonde< 7 indagou lad( 'aven numa voz estridente.
Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $!$

7 Aerr( 7 disse ;ane, segurando#lhe o bra%o. 7 Posso ir com voc2s< 7 *elhor do que isso 7 disse ele, abrindo#lhe um largo sorriso. 7 *uito melhor. 7 ? que est. acontecendo< 7 e8clamou lad( 'aven. ? filho ignorou#a. Pu8ou ;ane para seus bra%os e perguntou" 7 4oc2 gostaria de se casar< 'oje. /m nosso caminho para Bor)shire. 7 >irou um documento do bolso e sacudiu#o na frente dela. 7 >enho a licen%a. 7 Aerr(0 7 e8clamou ;ane. 7 5ós podemos< 7 3penas se voc2 conseguir fazer uma mala em dez minutos, pois ser. quando levarei Pamela para ir ao encontro de seu verdadeiro amor antes que ele tenha percorrido todo o caminho até o distrito dos agos, o tolo. Pretendo dei8ar Pamela com ,trong-(c)e e, então, voc2 e eu rumaremos para o norte. Para casa. / ficaremos no antigo chalé de *ar( em nossa primeira noite como marido e mulher, e8atamente como voc2 queria. 4ovó Arace, saindo para o vest!bulo de seu pequeno quarto no térreo apoiada em sua bengala, disse com entusiasmo" 7 / assim que se faz0 eve#a consigo0 7 =sso não pode ser0 7 protestou lad( 'aven, a voz alterada, histérica. 7 /u planejei um casamento, os convites estão sendo impressos e o banqueteiro... 7 >ola0 /stamos, enfim, discordando novamente, (dia. /u me sinto vinte anos mais jovem por isso. ,eu filho est. finalmente provando que é um homem com sangue nas veias, não .gua. Dse toda a sua pompa no casamento de 9achel e dei8e os outros em paz. /, daquele modo, apesar das l.grimas de lad( 'aven, meia hora depois Pamela, ;ane e 'aven seguiam de carruagem pela estrada, dei8ando ondres para tr.s.

Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson

$!2

=gnorou o tio mal#humorado e. enérgico. >alvez o julgassem um mau perdedor.. então. 3 lembran%a de Pamela nos bra%os do baronete ainda era dolorosa demais. de uma insuport. tio. 4arens deveria guardar as opini&es para si mesma. +elinda manteve#se em sil2ncio apenas por um momento e. que havia sido contratada para morar com eles em . e uma nuvem de poeira envolvia a carruagem. Pamela. notando que ela emparelhara com a sua.. então. Pamela estivessem apai8onados. in#ton. .goa. 3 doce receptividade de Pamela fora uma espécie de despertar. se estava se perguntando secretamente se a ira dele relacionava#se à srta. 7 +asta0 7 ordenou .. 3 estrada estava seca e poeirenta. dentro.goa e a raiva em seus olhos. pois nenhuma mo%a bem#nascida sequer pensaria sobre o palco0 7/le tornou a virar#se com determina%ão para olhar pela j anela da carruagem. 3 garota j. mas não de uma dor lancinante. não querendo que a sobrinha visse a m. uma li%ão sobre o entusiasmo de uma nova pai8ão.vel ang6stia. Pensei que voc2 e a srta. I uma dama tão interessante. tinha o bastante com que lidar.Capítulo ''II +elinda mantinha uma e8pressão contrariada no rosto. 7 3inda não compreendi porque estamos voltando para o norte tão repentinamente.hado. e disse que eu tenho o ar dram.s deles e olhou pela janela. dei8ando ondres sem sequer ter parabenizado o Gfeliz casalG. Eora daquela maneira quando Dorothea o abandonara< embrava#se da raiva e da m. mas a simples idéia lhe revirava o est@mago. / saber que ela trocara beijos com 4arens e que os do outro homem aparentemente eram prefer!veis aos seus. que sentira aquilo em seus beijos. Eora mais reservado com Dorothea e não esperara que ela retribu!sse seus sentimentos.tico de uma grande atriz0 7 3 srta. 4arens prometeu me levar ao teatro numa tarde e me apresentar a algumas das pessoas que conheceu.trong-(c)e remoeu os acontecimentos dos dias anteriores.*anor. se havia alguém. tornou a falar" 7 *as a srta. sem mais aquilo. não o fazia de uma vez por todas< Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $!3 . . se o homem queria passar na frente. não poderia magoar ninguém com seus pensamentos particulares. a srta. Presumia que realmente achara que Pamela corres# pondera ao seu amor. não lhe permitindo ver quem viajava l. por que. ?lhou pela janela da carruagem para a paisagem que ia passando..trong-(c)e deu#se conta gradativamente dos sons de outra carruagem avan%ando velozmente atr. +elinda voltou a conversar com sua preceptora. *as o que o imprudente cocheiro estava fazendo< 3 estrada era estreita e.trong-(c)e.

no baile ontem à noite. e o cocheiro de sua carruagem diminuiu a velocidade.eu tom era de urg2ncia. inton e se comporte0 7 gritou. 4ou descobrir o que h. 7 Eiquem aqui. notando que o ocupante do outro ve!culo fazia o mesmo. a figura esbelta em cal%as e camisa masculinas. Pamela inclinou a cabe%a de lado e acenou. /le se virou e come%ou a voltar para a própria carruagem.. 7 +elinda. 7 5ão vou me casar com $olin0 De onde voc2 tirou essa idéia rid!cula< 7 /u ouvi voc2s0 / vi voc2s dois se beijando no jardim. Pamela 7 declarou. 7 *as eu não vou me casar com ele0 Eoi e8atamente o oposto. 4oc2 não pode negar isso. +elinda. /ra um garot. duas cabe%as estavam metidas para fora da janela da carruagem de Pamela. /ram 'aven e a srta.. inton.... >alvez o outro cocheiro tivesse notado algo errado com o ve!culo deles.ente#se0 7 3 voz estrondosa dele reverberou pela pl. para sua surpresa. era. . dizendo" Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $! . com a outra à frente fazendo o mesmo.rea campestre.. 7 *as eu quero dizer adeus à srta. Pamela abra%ou#o impetuosamente pelo pesco%o. agora.. de errado. 7 5ão gosto de ser parte de uma farsa. quase fazendo#o perder o equil!brio. 7 ..trong-(c)e respirou fundo e cerrou os dentes. /la segurou#lhe o bra%o. mas presumo que devo lhe oferecer minhas congratula%&es pelo seu casamento pró8imo com.trong. 7 . espere0 /le parou. /.ane Dresden. mas. e ele virou#se para ver a sobrinha com a cabe%a metida pela janela da carruagem. srta.cida . ocorreu#lhe. olhando para além de . voc2 tem que me ouvir. srta. 7 . 7 amento não ter esperado em ondres para fazer isto. /le afastou#a. sua carruagem parou por completo. se tiver a bondade de dar meia#volta e. /le desceu da carruagem e encaminhou#se na dire%ão da outra.. zangado. os olhos verdes suplicantes. 7 . e Pamela correu em sua dire%ão.. enquanto a outra carruagem tomava a dianteira. os punhos cerrados ao longo do corpo./le p@de ouvir gritos em meio ao ru!do dos cascos dos cavalos e arreios.trong-(c)e.trong-(c)e recostou#se de volta em seu assento.trong. Pam. gradualmente. não. e beijou#o. . sente#se do lado de dentro com a srta. 7 3ssim. .

era apenas uma espécie de Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $!! . 3ceita se casar comigo< /le afastou a mão abruptamente. olhando para um perple8o . 7 $ome%ou a caminhar na dire%ão da própria carruagem. 7 5unca brinco quando estou propondo casamento.empre amei... Pamela0 7 /le engoliu em seco.e não estiverem casados até l. de fato. 7 /u disse ao meu irmão que. /le não fazia com que eu me sentisse toda amedrontada por dentro.trong-(c)e parou. enquanto ele passava a seu lado. se nós nos beij. 7 Eez uma pausa significativa. 7 $olin parecia a op%ão segura.. eu estava com medo. pegando# lhe a grande mão. enfim. certo. /la se apro8imou mais e apoiou#se sobre um joelho na estrada poeirenta.iga em frente.ua voz soou assustadoramente calma em meio ao dia ensolarado. /stava parada no meio da estrada. . olhando fi8amente enquanto ela desaparecia numa curva. 'aven0 'aven0 7 gritou. tentando ver que tipo de brincadeira cruel era aquela. iremos ao seu casamento0 . apertando o passo ao ver que a carruagem estava. 7 4oc2 é maluca. 7 Pamela levantou#se. Parou. observando#o com ar desafiador.ssemos 7 falou Pamela numa voz alta o bastante para que ele ouvisse 7. 7 ?u para qualquer outro lugar. 7 /i. cocheiro0 7 3 carruagem come%ou a se afastar. constrita. 7 Do que se trata tudo isso< 7 . 3ceita se casar comigo< 7 5ão brinque desse jeito. . . enquanto corria atr. os bra%os cruzados. 7 4oc2s todos enlouqueceram< 7 /le caminhou pela estrada.7 5ão sei que jogo é este. dei8ando uma empoeirada Pamela parada no meio da estrada.trong-(c)e olhou de volta para Pamela. ele deveria seguir em diante e partir. sacudiu a poeira do joelho e deu de ombros..s do ve!culo.. indagou" 7 ? que voc2 disse< 7 /u amo voc2. sabia que não o ouviram em meio aos sons dos cascos dos animais e o rangido da carruagem. partindo.. mas. toda ansiosa e nervosa como voc2 faz. /u havia pensado que estava apai8onada por $olin por um longo tempo. mas. /u não sabia o que pensar.. mas era apenas. 4irando#se e fitando#lhe os grandes olhos verdes. 7 >alvez.. tendo de passar por ela para chegar até l. 7 /u amo voc2. então0 I bom ver voc2s dois se entendendo. 4oltaremos daqui a um m2s. . mas eu amo voc2 7 declarou Pamela.trong-(c)e. 'aven acenou com entusiasmo e gritou" 7 /st. bem. porque estava tudo bem.. 7 5ão pode dei8ar sua irmã aqui. 4oc2 me levaria de volta para ondres consigo.. 7 *as j.

vel pela minha felicidadeC isso depende de mim. *as isso me intimidava. aquele beijo teria me dito a verdade. que saltara da carruagem e estava dan%ando de alegria no meio da estrada. tocando#lhe o rosto. beijou#a.trong-(c)e viu a d6vida nos olhos dela. 7 4oc2 pode fazer isso 7 disse ela com ternura. eu quero fazer voc2 feliz. pois não foi nada mais do que um mero ro%ar de l. debru%ando#se na janela. . sabia que deveria fazer. ele se virara abruptamente. demoradamente. 7 *eu amor. Fuero encher todos os seus dias de alegria. /streitou os olhos agora para fit. Eoram interrompidos por uma e8clama%ão de pura empolga%ão. 7 3penas me ame. Pamela apro8imou#se e abra%ou#o pelo pesco%o novamente. ? sentimento contido naquele beijo foi como o de um irmão. Eiquei com medo. I. 3 venera%ão de uma garotinha por um bom amigo.trong-(c)e recordou a cena.trong-(c)e. porque quero que seja feliz sempre. nada mais..trong. 7 /les vão se casar0 7 e8clamou +elinda.e viu o beijo. fitou#a com intensidade.e eu ainda tivesse tido alguma d6vida em minha mente. suplicava#lhe que se acalmasse. Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $!6 .venera%ão a uma figura de herói. porque eu sabia que voc2 me amava também. deveria ter sido algo óbvio para voc2. voc2 não é respons. Dma covarde. 7 .trong-(c)e. 7 =sso é verdade< /ntão. . +ai8ando a cabe%a. e seu cora%ão derreteu. 3s palavras simples de Pamela romperam as 6ltimas barreiras. fitou#lhe os grandes olhos verdes e. . 4oc2 não p@de perceber< . não querendo ver mais. a redoma de gelo em que ele estava tentando fechar seu sofrido cora%ão. 7 Pamela ergueu os olhos para fitar . saltitando. acho eu. eu amo voc2. a esperan%a se renovando. 7 /les vão se casar0 4iva0 7 4amos< 4oc2 ainda não disse GsimG. 7 ? que 4arens lhe disse para causar esse repentino auto# conhecimento< /le rejeitou voc2< Eoi o que a fez decidir#se< /u não serei a segunda melhor escolha de ninguém. então. o cora%ão dilacerado. 4oc2 me é tão querido.bios. o medo.vel pela felicidade da outra pessoa. 5unca quero desapontar voc2. enquanto sua preceptora.. /streitou#a em seus bra%os e respirou fundo.#la. saber que voc2 é respons. 3cima de tudo. e se eu não conseguir faz2#lo feliz< . /ra +elinda. do que eu estava fugindo por medo. 5o momento em que os dois haviam se abra%ado e come%ado a se beijar. é uma responsabilidade assustadora ser amada. por que voc2 o estava beijando no jardim< 7 $olin apenas havia acabado de me ajudar a ver o que eu j.

/la encontrou um olhar caloroso de seu marido. e até que não é tão mau ser uma dama e uma mulher. +elinda ficaria em ondres com a srta. duvidava daquilo. 7 *ilorde. eu não o farei esperar 7 disse. apenas duas semanas depois. pudesse encontrar ao menos uma fra%ão de sua própria felicidade com o frio marqu2s. a fim de que ela não amedronte os outros convidados. observando os convidados em seu !ntimo almo%o de casamento na sala de jantar da $asa 'aven. /specialmente uma mulher. fitando#o com olhos sonhadores. /u cresci. mas Barnell ainda era seco e Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $!" . enquanto +elinda dan%ava e cantava uma can%ão estranha atr. sentou#se recatadamente no joelho dele e segurou#lhe o rosto entre as mãos. . de saia ampla. da maneira apropriada 7 declarou ele. /la usava um vestido verde#claro. com quem formara um forte elo de amizade. 7 .trong-(c)e riu alto do gracejo e disse" 7 /ntão. ao menos.7 Earemos isso. Pamela 5eville. pensou Pamela. não é mesmo< /la estremeceu deliciosamente em e8pectativa.trong-(c)e partiriam naquele mesmo dia rumo a . de cal%as compridas e tudo. 3poiou#se sobre um joelho na estrada de terra. e $olin.s dos dois. bonito e imponente de preto. 3 pedido da própria garota. que. que parecia regia em cetim azul e diamantes. lorde Barnell. as pérolas que Arace usara no dia de seu casamento. 4arens. ponderou ela. 7 5ão. que estavam confortavelmente acomodados no antigo chalé de *ar( atimer. planejando passar por 'aven $ourt para uma visita ao irmão e sua esposa. *as voc2 não me far. abra%ara por completo a vida londrina que costumava desprezar. enquanto ele se inclinava para tornar a beij. com sur# preendente entusiasmo. agora. esperar demais. eu declaro que estamos oficialmente noivos. / acho melhor voc2 acorrentar devidamente a sua criatura durante nosso casamento. sabendo que ter. 9achel tinha suas raz&es. /u cresci. a honra de se tornar minha esposa. que fora presente de sua avó. que 9achel. voc2 me conceder. finalmente. Pamela esperou. acrescentou para si mesma. *as. para seu pesar. sessenta e cinco anos antes. eu ficarei honrada e feliz em me tornar sua esposa. e corou.#la apai8onadamente. ?bservando cada um dos membros de sua fam!lia e piscando um olho para vovó Arace. enquanto o dos dois recém#casados estava sendo constru!do.hado*anor. de lidar com aquela criatura estranha que est. sentada calmamente ao lado de seu noivo. /la e . fazendo toda aquela balb6rdia ali adiante< Pamela.rta. sobretudo. com uma tiara de rosas brancas nos cachos castanhos e um colar de belas pérolas.

7 Pamela sorriu.im. ?u não e8atamente com a 6ltima palavra. vovó Arace realmente sempre tinha de ficar com a 6ltima palavra.im. ela não conseguia gostar de seu futuro cunhado. . muito. contendo.s e riu. 7 +eije a noiva. 7 . sim0 7 concordou alguém. Pamela jogou a cabe%a para tr. =nfelizmente.im. 7 / às escolhas inteligentes 7 acrescentou vovó Arace. os demais desvaneceram#se de seus pensamentos e ela se viu enlevada outra vez. 7 / aos maridos bonitos e às camas quentes. piscando um olho para a vi6va.im. beije#a0 D2#lhe algo em que pensar0 . 7 . . fitando#lhe o rosto adorado. 7 . 7 /st. *as. levantando#se. perguntando#se se ela sempre fora tão irreverente. uma e8clama%ão de surpresa quando .trong-(c)e a estreitava em seus bra%os e a beijava apai8onadamente. Fim Clássicos Históricos 286 – Obstinado Coração – Donna Simpson $!8 . então. vovó Arace ficara com a 6ltima e escandalosa palavra. enlevada por seu futuro e por toda a alegria que ainda estaria por vir.desprovido de humor. então. feliz< 7 sussurrou . enquanto .orriu ao longo da grande mesa para os recém#casados.trong-(c)e.trong-(c)e 7 incentivou#o $olin. 7 3 uma vida longa. Pamela lan%ou um olhar severo à avó.trong-(c)e beliscou sua co8a ousadamente por sob a mesa. ao amor duradouro e à esperan%a para o futuro. 7 Proponho um brinde 7 declarou $olin. pegando#lhe a pequena mão e retirando#lhe a luva. $omo de costume.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful