Você está na página 1de 8

Dicas

de
Sobrevivência

Em Suas Compras

na
Fronteira da Paz e dos Free-shops

Equipe do Portal Oficial da Fronteira da Paz


e dos Free-shops
www.fronteiradapaz.com.br
www.fronteiradapaz.com
Sobre o Portal da Fronteira da Paz e dos Free-shops

Nosso portal foi criado originalmente, a aproximadamente 10 anos no endereço


http://pagina.de/livramento.rivera (endereço ainda ativo para visitas) foi criado o primeiro site
homenageando a Fronteira da Paz. Os Free-shops haviam sido criados recentemente e a reserva de
mercado, no Brasil, fazia de Rivera, no Uruguay, ´a ilha da fantasia´ para quem gostava de novidades
tecnológicas e principalmente computação.

Posteriormente, já com uma visitação ainda que modesta, mas respeitavel naquela época de internet
discada e velocidade ´quase parando´, logo ao surgimento da FAPESP detentora dos domínios no Brasil,
re-lançamos o portal da Fronteira da Paz através do domínio http://www.fronline.com.br para logo depois
transforma-lo no atual endereço, também em outras terminações.

A partir do atual domínio www.fronteiradapaz.com muitas transformações foram necessárias, culminando


com um substancial investimento, através de doações recebidas já que o portal não possui quase receita,
matendo-se de uma singela publicidade e doações espontâneas. Nestas transformações o portal triplicou de
tamanho, agregou uma série de novos mecanismos e tenta manter a Rádio On-line, com o ambicioso
projeto de, num futuro próximo, proporcionar informações, diretamente da Fronteira da Paz e dos Free-
shops, com novidades e promoções ao vivo.

Hoje, com uma média diária de mais de 1500 acessos diários, com picos de até 3.000 visitas em um único
dia, o Portal Oficial da Fronteira da Paz representa a principal fonte de informação para internautas
interessados em visitar a Fronteira da Paz e dos Free-shops, além de oferecer entretenimento e
mecanismos de relacionamento social para todos os interessados em manter contato com a Fronteira da
Paz, santenenses, riverenses e afins.

Por tudo isso que só foi e continua sendo possivel pela sua visita e cliques em nossos links e anunciantes,
não paramos um minuto de pensar em formas de retribuir sua atenção e carinho. Seja em novidades no
portal, mecanismos inovadores e trabalhos como este aqui apresentado, que deverá ser o primeiro de
muitos, daqui para frente, criados para sua orientação.

Esperamos que goste e que lhe seja útil!

Como sempre, aguardamos ansiosamente suas manifestações por qualquer um dos meios disponíveis em
nosso portal, para com base na sua opinião melhorar cada vez mais nossos produtos e serviços.

Mais uma vez, muitíssimo obrigado por tudo.


Como sempre digo: Fique por perto!!!

Julio Reinecken
Sobre este e-book

Resolvemos elaborar este e-book, com o intuito de tentar elucidar uma série de dúvidas, que diariamente
recebemos em nossa caixa postal, pelo nosso atendimento on-line, quer pelo Skype quer pelo MSN
(disponíveis na página principal de nosso portal, onde qualquer visitante poderá utilizar sem nenhum custo e
com toda a plenitude).

Como é normal para visitantes da Fronteira da Paz e dos Free-shops, a maioria não tem idéia de como
proceder para tirar o máximo proveito no câmbio e até na compra de produtos.

Com nossa experiência e a ajuda de nossos colaboradores e amigos, esperamos que com este material em
mãos possa melhorar sensivelmente a sua experiência na visita à Fronteira da Paz, desde o momento da
chegada, sua estada, boas compras e um retorno repleto de satisfação.

Atenção ao Câmbio além dos preços

Devemos chamar sua atenção que o câmbio, mesmo nas casas do gênero não é fixo, flutua conforme
informações recebidas pelo Banco Central de Montevideo.

Espalhados por toda a extensão de Rivera e a maioria na ´linha divisória´ existem um congromerado de
´Cambistas´ que oferecem as moedas (principalmente Reais e Dollares), as vezes com vantagens sobre a
cotação oficial e outras vezes não.

Devemos considerar, também, que os próprios comércios utilizam-se de promoções cambiais próprias para
atrair clientes, além de paralelamente oferecer promoções sobre produtos ali disponíveis.

Por isso a ´receita´ do bem comprar é uma combinação individual e particular do produto que você
procura, e da pasciência em visitar o maior número de comércios, anotar seus preços, o câmbio
oferecido, e depois de uma criteriosa análise, observar se é melhor comprar com a moeda cobrada
(produtos importados são em dollares e produtos uruguaios normalmente são cobrados em pesos
uruguayos) ou pagando em Reais e sofrendo a conversão oferecida pela loja, pelo cambista ou casa
de câmbio.

É bom salientar que se você não tiver critério nesta combinação de elementos, corre o risco de pensar estar
comprando pelo menor preço, e acabar pagando mais se o câmbio for ´mal feito´.
Neste manual também
Vamos informar das exigências da Polícia Federal relacionadas com ´o que pode ser ingressado no Brasil´ e
´quanto pode entrar no Brasil de produtos permitidos para tal por pessoa´. É bom lembrar que alguns
produtos simplesmente não podem entrar, legalmente, no país e outros, mesmo podendo, existem cotas
permitidas por indivíduo. Em alguns casos você pode entrar com quantidades maiores, desde que faça a
declaração prévia a sua entrada no país, e se proponha a pagar a taxa de importação, em outros casos,
mesmo havendo o interesse de paga-las só em determinadas quantidade.

Procuramos, aqui, oferecer-lhes informações o mais exatas possíveis e transmitidas formalmente e com
linguagem ´coloquial´ procurando evitar termos técnicos e delongas desnecessárias. O faremos exatamente
como o fazemos por telefone, por e-mail, Skype ou MSN quando internautas interagem conosco por estes
meios.

Creio que este é o momento para chamar sua atenção para o que já foi dito acima: - Mantemos atenção
constante, e sempre que possivel, nos mecanismos acima citados (e-mail, Skype, MSN e telefone) onde
estamos quase sempre disponíveis para atende-lo quando precisar.

Para enviar um e-mail para nós envie para jreinecken@gmail.com;

Para falar pelo Skype ou MSN, basta clicar nos ícones apropriados na página principal do nosso portal
www.fronteiradapaz.com.br.

É bom lembrar que para falar conosco por MSN, basta clicar no ícone, e não é necessário que você tenha
um MSN instalado ou possua cadastro no mecanismo. O site cria um cadastro provisório para você (que é
extinto no momento do final do contato) e o mecanismo de contato está instalado no próprio site.

Já o Skype, embora a chamada seja feita por intermédio do ícone do nossos portal, mas você deverá ter o
Skype instalado no computador que estiver usando, e deverá estar cadastrado no mecanismo.

Para contatar-nos por telefone, poderá utilizar-se dos seguinte números, conforme sua conveniência:

Pelotas (RS): (53) 3321-4220/9159-9882/8415-9867


Livramento (RS): (55) 3241-2842/9121-0501
Porto Alegre (RS): (51) 4063-6519/9358-3213

Iniciando
Para abrir este trabalho, você está sendo brindado com a matéria do escritor Luciano Machado, publicada
no espaço onde suas colaborações são publicadas e estão disponíveis independentes da data em que foi
publicada.

Sem mais, passemos a matéria...


A FRONTEIRA DA PAZ E DOS FREE SHOPS ...
Por Luciano Machado

A Fronteira da Paz não é somente a divisa com um antigo paraíso monetário e fiscal latinoamericano,
quando o Uruguai era considerado a Suíça da América, ou um bom local de compras de artigos importados;
ela é hoje um lugar que oferece outros atrativos, com sua água potável quase mineral, sua rede hoteleira,
Cassino, balneários, hotéis fazenda, sítios pitorescos, museus, parques municipais, passeios naturais,
restaurantes, parrilladas, prazeres e emoções variadas. É, nos dias atuais e conturbados, para muita gente
que vive ou passa por aqui, quase uma Casablanca no sul da América.

A começar pela entrada, à margem da rodovia, temos o majestoso Cerro de Palomas, com seu elevado
mirante rochoso e acessível por uma estrada lateral; o hotel fazenda da família Ibargoyen e as áreas de
vinicultura, como a da Almadén, que servem de cartão postal à nossa região; depois temos, no Km 5, a bela
sede campestre do Clube Caixeiral, com acesso por uma rodovia orlada de chácaras, sítios, pomares e
quintais; já na linha divisória entre os dois países, o Teatro de Verão, no lado sul do Cerro do Marco, com
seu anfiteatro natural, e o próprio Cerro do Marco, de onde se vislumbram as paisagens da fronteira; em
seguida o hotel Cassino; o Teatro Departamental; os monumentos da linha divisória; a casa onde nasceu o
cantor Nelson Gonçalves; a casa onde morou o poeta argentino José Hernández; a casa e o museu do
general Davi Canabarro em Livramento e o Museu Departamental de Rivera; o Edifício La Bica, a uma
quadra do Cassino de Rivera, em cujo interior existe uma vertente natural preservada e um cano por onde
jorra água sem parar há mais de duzentos anos; o Parque Internacional, dividido ao meio longitudinalmente,
com seu interessante delineado, sua fonte luminosa e seu acervo arquitetônico disposto de acordo com a
simbologia maçônica e seus jardins; as praças públicas de Santana e Rivera, que respectivamente contam
um pouco de suas histórias, o que propicia duas visões estéticas e culturais diferentes; e ainda na linha
divisória o Cerro do Caqueiro, outro magnífico belvedere internacional com vistas para o Brasil e Uruguai.
Mais afastados do centro temos os aristocráticos bairros Jardim Atenas e Jardim Europa, com suas belas
mansões, casas e chalés; mais além o Cerro do Armour, o Clube Campestre, com seus arredores e seu
magnífico campo de golfe e o palácio de festas Solar Dom Pedro; ao norte o Cerro do Registro com suas
nascentes de água mineral; as sedes campestres dos clubes Cruzeiro e balneário Santa Rita; o Cerro do
Planalto com sua área residencial e o extenso Balneário do Batuva, no lado brasileiro, e o Parque e
balneário Grã-Bretanha, ambos com área de camping, e o Clube de Pólo, no lado uruguaio.

Na área da gastronomia temos no Brasil à esquerda do trevo do Porto Seco, com espeto corrido, as
churrascarias Italiana e Sem Nome; o Restaurante Paz, na esquina da rua Silveira Martins com Duque de
Caxias;o Restaurante e Lancheria Siboney, na rua dos Andradas, a meia quadra do B.Brasil; o Restaurante
do Plaza Verde Hotel, na rua Manduca Rodrigues à meia quadra da rua dos Andradas; o Restaurante
Pampa Grill, junto ao Hotel Jandaia; o Restaurante e Lancheria Sevilla do Portal Turismo Hotel; a partir da
linha divisória, em frente o Parque Internacional, a Pizzaria El Gatto e o Restaurante e Cafeteria Via Park; o
Restaurante Palácio do Comércio, a Parrillada Don René, a Parrillada Nacional e Trownville Pizzaria ...
Depois, descendo a calle sarandi, temos à esquerda as parrilladas La Lenha, o Bar Americano, La Picaña e
Girassoles, e à direita a City - Bar e Confeitaria, o Restaurante e Parrillada do Hotel Uruguai Brasil , Las l00l
Pizzaria e Parrillada Cambalache. Na calle Ituzaingo, paralela à Sarandi, temos a Parrillada Galpón e o
Hotel Nuevo. Na calle Agraciada, a Parrillada Lo de Beto. Todos esses locais oferecem cardápios de
excelente qualidade, além de vinhos locais e importados e outras bebidas, entre as quais o delicioso chope
uruguaio das marcas Pilsen, Norteña, Doble-Uruguaya e Patrícia. Depois, descendo a Avenida Brasil, temos
o Restaurante e Confeitaria Metropolitana, em frente à Plaza de Los Deportes, e o restaurante Margareth,
na Avenida Cuaró, cuja especialidade são as deliciosas milanesas rellenas e napolitanas, além de chivitos,
pizzas, frankfruters e outros variados tipos de pratos e lanches.

À noite a Avenida Sarandi é toda burburinho e movimento, automóveis em passarela e mesas ao ar livre nas
calçadas dos bares e restaurantes com pessoas de todas as origens em bate-papos aprazíveis, degustando
um chope e as delícias da gastronomia uruguaia. A Sarandi, além de suas belas vitrines e seus atrativos
gastronômicos, também serve como local de encontro ou de reencontro de pessoas, algumas que retornam
à sua terra depois de longa ausência e outras que vieram a compras ou a passeio e que não raro encontram
ali amigos e conterrâneos.

A propósito dos santanenses e riverenses que retornam à fronteira, nem sempre reencontram aqui os
velhos amigos ou conhecidos, mesmo porque muita gente saiu para ir residir em outras paragens e nunca
mais voltou, outros envelheceram e não saem mais de casa e muitos já morreram.

Portanto, esses que retornam à fronteira da paz depois de longa ausência, sentam-se a uma mesa, na Calle
Sarandi, e ali ficam, em meio à multidão, bebendo uma cerveja, com seus pensamentos voltados para as
recordações de quando eram frequentadores de bares como o Sabó, o Palacinho, o Café Tronio, a Gruta
Azul, o Bar e Restaurante Pedrinho; La Cueva, El Rancho e El Galeón; dos cinemas Colombo,
Internacional, América, Avenida, Rex e Astral, e quando assistiam aos antigos carnavais internacionais onde
tudo era festa e diversão, com lança-perfumes, confetes e serpentinas e um desfilar contínuo de veículos no
chamado “corso” Andradas-Sarandi. Eles curtem essas reminiscências de vinte, trinta, quarenta, cinqüenta
anos atrás ...

Cotas e procedimentos

Você pode trazer do exterior, sem pagar impostos bens cujo valor global não ultrapasse a cota de
insenção de U$ 500,00 (Quinhentos dólares Americanos) se estiver retornando via aérea ou
marítima. Se estiver retornando por viagem terrestre, fluvial ou lacustre, o valor baixa para U$
300,00 (Trezentos Dólares) ou o equivalente em outra moeda.

Existem restrições de quantidade para alguns produtos. Veja abaixo

• 24 garrafas de bebidas alcoólicas e no máximo de 12 do mesmo tipo


• 20 maços de cigarros de fabricação estrangeira
• 25 unidades de charutos ou cigarrilhas
• 250 g. De fumo preparado para cachimbo
• 10 unidades de cosméticos
• 3 relógios, brinquedos, jogos ou instrumentos elétricos ou eletrônicos.

Para o não pagamento de artigos que o viajante já posuir em sua viagem de ida, é necessário
declarar os bens de fabricação estrangeira que integrem sua bagagem, junto à Alfândega, no local de
saida do país, utilizando a Declaração de Saída Temporária – DST, para assegurar o retorno desses
bens ao Brasil sem pagamento de impostos.

Adotar o mesmo procedimento quanto estiver levando consigo bens estrangeiros para serem
consertados ou trocados por outro, no exterior, por razão de sua garantia.
Regulamentos Alfandegários

1. Estã dispensada do pagamento de impostos roupas e outros artigos de vestuário, artigos de


higiene, beleza ou maquiagem e calçados, para uso próprio, em quantidade e qualidade
compativeis com a duração e a finalidade de permanência no exterior.
2. Está dispensada do pagamento de impostos artigos como livros, folhetos e periódicos em
papel.
3. O valor excedente à cota de isenção estará sujeito ao pagamento do Imposto de Importação
calculado à aliquota de 50%.
4. O valor do bem será o constante da fatura ou da nota de compra. No caso de falta ou
inexatidão destes documentos, o valor da base de cálculo do imposto será estabelecido pela
autoridade aduaneira.
5. O pagamento do imposto precede a liberação dos bens e será feito por meiro do Cocumento
de arrecadação de Receitas federais – Darf, em qualquer agência bancária, inclusive em
caixa eletrônico, quando disponível este serviço.

Nomas da Receita Federal

É proibido trazer do Exterior:


• Cigarros e bebidas fabricados no Brasil, destinados a venda exclusivamente no exterior.
• Bebidas alcoólicas, fumo, cigarros e semelhantes, quando trazidos por viajante menor de
dezoito anos de idade.
Observação:
A esses bens aplica-se a penalidade de perdimento. Portanto, serão apreendidos pela
alfândega, e o viajante ficará sujeiro a representação fiscal para fins penais.

Bens à Declarar

• Bens adquiridos no exterior cujo valor total exceda a cota de isenção, para fins de cãlculo do
imposto devido.
• Bens que devam permanecer temporariamente no Brasil, cujo valor unitário seja superior a
Três mil reais ou o equivalente em outra moeda, no caso de estrangeiro.
• Bens, cuja entrada regular no Brasil o viajante deseja comprovar.
Observação:
É exigida a comprovação de entrada regular, no Brasil, de telefone celular estrangeiro, para
fins de habilitação para uso. Portanto ainda que estejam incluidos na cota de isenção, a identificação
destes aparelhos deve constar da declaração e ser conferida pela fiscalização.
Garantia

A grande maioria dos estabelecimento comerciais de Rivera (Uruguay) oferecem garantias de seus
produtos. O prazo varia de produto para produto, e você deverá tomar o cuidado de guardar a nota
fiscal para o caso de buscar seus direitos.
Seja como for, você sempre poderá recorrer ao nosso espaço ´ESPAÇO LIVRE´ onde poderá buscar
informações, deixar impressões, reclamar, etc. Todas as manifestações, sempre que dêem lugar à
uma resposta do reclamado, um e-mail será enviado ao mesmo informando o fato e conteúdo, e
disponibilizando espaço para que o mesmo ofereça uma resposta e respectiva solução para o
problema, se for o caso.
É importante, pelo menos, tornar público informações que alertem outros visitantes e provaveis
compradores e/ou consumidores. Desta forma, estes ficarão alertas para os fatos informados.
O espaço ´ESPAÇO LIVRE´ não foi criado apenas para reclamações! Ele existe para que você
registre fatos relevantes, positivos ou negativos, que orientarão futuros visitantes e potenciais
consumidores.

(Este manual está, ainda, incompleto... solicite posteriormente a atualização)