Você está na página 1de 37

ÍNDICE

INTRODUÇÃO ................................................................................................ 15

Feiticeiras: Mulheres Perseguidas ao Longo dos Séculos .......................... 17


Mulher: Anjo ou Demónio?... De Deusa a Bruxa... ..................................... 19
Lilith e Eva: A Mulher Original e a Mulher que se Criou ........................... 20
Mulheres como Representações do Mal ........................................................ 21
Eternos Tesouros do Feminino ...................................................................... 22
As Deusas Pagãs .......................................................................................... 22
Um Altar de Ligação ao Divino ......................................................... 23

Teste: Quem Tem Medo de Feiticeiras?......................................................... 23


A Arte da Adivinhação .................................................................................... 27
Intuição, a Voz da Alma .................................................................................. 28
O Poder do Pensamento .................................................................................. 32
Os 13 Mandamentos das Feiticeiras .............................................................. 35
50 Segredos para Um/a Feiticeiro/a Ter Sucesso ......................................... 37
Diário Mágico ou Livro das Sombras............................................................ 44
Todos os Símbolos Mágicos ............................................................................ 44
Os Três Pentáculos da Felicidade................................................................... 56
Pentáculo do Amor ....................................................................................... 56
Pentáculo do Dinheiro .................................................................................. 56
Pentáculo da Saúde....................................................................................... 57

A Magia das Velas ............................................................................................ 57


As Velas e as suas Finalidades ...................................................................... 58
As Cores das Velas ........................................................................................ 60
Primavera: Tempo de Magia, Fertilidade e Beleza ...................................... 63
Sintonia com os Ciclos da Natureza ............................................................. 63
Tempo de Homenagem à «Mãe Terra».......................................................... 63
Rito Tradicional da Primavera...................................................................... 64
Celebração da Vida ........................................................................................ 65
A Consciência Ecológica ............................................................................... 66
Exercício Diário do Dom de «Observação» do Universo ............................. 66
Sinais e Mensagens dos Primeiros Sonhos da Primavera ............................ 67

O Simbolismo do Sol e da Lua ....................................................................... 74


Oração da Lua Nova ..................................................................................... 74
Oração da Lua Crescente .............................................................................. 75
Oração da Lua Cheia .................................................................................... 75

Que Fase da Lua Lhe É Mais Favorável? ...................................................... 76


A Magia da Lua ............................................................................................ 80
Influência da Lua na Sexualidade................................................................. 80
Os Trânsitos Lunares ................................................................................... 81
A Lua e o Comportamento Humano............................................................. 83

Os Elementos da Natureza ............................................................................. 83


Oração aos Elementos da Natureza para Renovar a Existência ................... 84
As Ervas ....................................................................................................... 84
Ervas que Protegem do Mau-Olhado ............................................... 86
Ervas que Protegem o Ambiente e das Pessoas .............................. 86
Outras Utilizações das Ervas ............................................................. 88

8 Receitas de Chás para a Saúde e Poder de Atracção ................................ 93


Chá de Anis ou Erva-Doce ........................................................................... 93
Chá de Hortelã .............................................................................................. 93
Chá de Artemísia .......................................................................................... 94
Chá de Cavalinha .......................................................................................... 94
Chá de Alecrim ............................................................................................. 94
Chá de Camomila .......................................................................................... 94
Chá de Folhas de Eucalipto ........................................................................... 95
Chá de Calêndula .......................................................................................... 95

«Pot-Pourri» e o Sexto Sentido ....................................................................... 95


Receitas de Poções Mágicas ............................................................................ 97
Poção de Amoras— Especial para nativos de Carneiro ................................ 101
Poção de Chocolate— Especial para os nativos de Touro ............................. 101
Poção de Figo — Especial para nativos de Gémeos ...................................... 102
Poção de Café — Especial para os nativos de Caranguejo............................ 102
Poção de Laranja — Especial para os nativos de Leão.................................. 103
Poção de Coco — Especial para os nativos de Virgem .................................. 103
Poção de Flores de Laranjeira— Especial para os nativos de Balança .......... 103
Poção de Maracujá — Especial para os nativos de Escorpião ...................... 104
Poção de Mel — Especial para os nativos de Sagitário ................................ 104
Poção de Ovos — Especial para os nativos de Capricórnio .......................... 104
Poção de Hortelã — Especial para os nativos de Aquário ........................... 105
Poção de Leite — Especial para os nativos de Peixes ................................... 105

Filtros e Perfumes Mágicos ............................................................................. 105


O Elixir da Fascinação.................................................................................. 106
A Pomada Mágica ........................................................................................ 106
Chocolate de Amor Louco ............................................................................. 106
Essência de Eros............................................................................................ 107
Filtro do Amor .............................................................................................. 107
O Filtro da Paixão ........................................................................................ 107
Tónico Para Manter a Juventude ................................................................. 108
Licor de Flores de Sabugueiro ....................................................................... 108
Infusão Revigorante ...................................................................................... 108
Elixir Contra Males de Amor ....................................................................... 109
Filtro de Amor da Guatemala ....................................................................... 109
Bebida dos Deuses......................................................................................... 110
Perfume de Vénus ......................................................................................... 110
Perfume da Fidelidade .................................................................................. 111
Loção de Iemanjá........................................................................................... 112
Perfume de Diana ......................................................................................... 112
Perfume para Enlouquecer Qualquer Apaixonado/a .................................... 112

12 Magias para Conquistar Quem Ama ....................................................... 113


Carneiro ........................................................................................................ 113
Touro ............................................................................................................. 113
Gémeos ......................................................................................................... 114
Caranguejo.................................................................................................... 114
Leão ............................................................................................................... 114
Virgem........................................................................................................... 115
Balança ......................................................................................................... 115
Escorpião....................................................................................................... 115
Sagitário........................................................................................................ 116
Capricórnio ................................................................................................... 116
Aquário ......................................................................................................... 117
Peixes ............................................................................................................ 117

Protecção com Banhos e Amuletos para Cada Signo.................................. 117


Calmantes Naturais para Cada Signo ........................................................... 122
Toques dos Astros para Ficar Envolvente .................................................... 124
Sol e Mar Geram Energia ................................................................................ 127
A Água do Mar Cura Doenças? ................................................................... 128
Tesouros Terapêuticos ................................................................................... 128
Meditando Sobre os Segredos Profundos de Neptuno .................................. 129
Regresso ao Ventre Materno ......................................................................... 129
Acção da Água Sobre o Corpo ...................................................................... 130
Limpeza da aura .................................................................................. 130

Remédios Caseiros à Base de Água ............................................................... 130

A Água Como Fonte de Paixão ...................................................................... 132


Para Uma Noite Inesquecível ....................................................................... 132
Atracção e Amarração .................................................................................. 133
Conquista ...................................................................................................... 133
Reforçar o Amor............................................................................................ 133
Banho da Felicidade ...................................................................................... 134
Para Eliminar Rivais .................................................................................... 134
Contra Inveja e Ciúme ................................................................................. 134
Para Segurar Um Amante ............................................................................ 135
Para Ter Seios Irresistíveis ........................................................................... 135
Para Segurar Um Marido Infiel ................................................................... 136
Para Ser Pedida em Casamento .................................................................... 136
Para Ter Ligações Fortes ............................................................................... 136
Para Acabar com a Frieza da Mulher ........................................................... 137
Para Acabar com a Impotência do Homem................................................... 137
Mais 5 Banhos de Efeito Rápido ................................................................... 137

Magias de Defesa Contra Energias Negativas ............................................. 138


Magia de Protecção Pessoal .......................................................................... 139
Para Protecção da Saúde ............................................................................... 140
Acabar com Um Feitiço que Impede o Amor ................................................ 140

A Arte Sagrada de Afastar Males e Doenças ................................................ 141


Beladona........................................................................................................ 141
Centáurea...................................................................................................... 141
Lavanda ........................................................................................................ 142
Aloé ............................................................................................................... 142
Verbena ......................................................................................................... 143
Malmequer Miúdo ........................................................................................ 143
Mandrágora .................................................................................................. 144

Uso dos Óleos Essenciais ................................................................................ 144


Feitiços Medievais e Outros Mais Modernos ............................................... 146
Sensualidade da Pele ..................................................................................... 146
Para Fazer Brilhar os Cabelos....................................................................... 147
Para Dar Brilho aos Olhos............................................................................ 147
Para os Cabelos Crescerem ........................................................................... 147
Para Aumentar a Sensualidade .................................................................... 148
Para Anular a Celulite ................................................................................. 148
Segredo da Juventude Eterna........................................................................ 148
Magia Solar para Aumentar o Magnetismo Pessoal .................................... 148
Caixa da Sedução ......................................................................................... 149
Oração da Invisibilidade (Para Quem Se Deseja Libertar
de Pessoas Indesejadas) ......................................................................... 150
Magia para Cortar Mau-Olhado .................................................................. 151
Altar para Anular as Invejas ........................................................................ 152
Para Amarrar Um Homem e Uma Mulher .................................................. 153
Conjuro Medieval para Protecção do Lar ..................................................... 154
Ritual para Proteger os Filhos ...................................................................... 154
Ritual com Cristais para a Protecção da Família e da Casa ......................... 155
Criar Harmonia na Sua Casa .......................................................................... 156
A Escolha do Local ........................................................................................ 157
Problemas mais frequentes ................................................................ 158
A configuração da casa ................................................................................. 158
Os interiores ......................................................................................... 159
Superstições Ligadas à Casa ......................................................................... 160
A Importância dos Objectos ......................................................................... 161
Ritual de Harmonização do Lar .................................................................... 162

Lutar Contra o Feitiço do Tempo ................................................................... 163


O Milagre das Rosas e a Beleza Feminina .................................................... 165
Receitas que Pode Fazer em Casa ................................................................. 165
Creme para Hidratação da Pele ......................................................... 165
Máscara para Eliminar as Rugas ....................................................... 166
Máscara Clarificadora ......................................................................... 166
Leite Facial de Limpeza ...................................................................... 166
Banho para Pele ................................................................................... 166
Banho Afrodisíaco e Regenerador das Energias ............................. 167

O Vestuário que Atrai a Sorte ......................................................................... 167


Perfumes a Usar de Acordo com o Seu Signo .............................................. 170
Frases Célebres que São Lições de Vida ....................................................... 173
Dicionário de Magia e Esoterismo ................................................................. 175
INTRODUÇÃO
Neste livro falamos essencialmente de MAGIA. A prática da
Magia é de origem antiga, sendo encontrada em todo o mundo.
Trata-se de uma força que combina a energia psíquica com a Vontade,
para produzir efeitos positivos, provocar mudanças e controlar,
de alguma forma, os acontecimentos da vida. A Magia aumenta o
fluxo de divindade e deve ser usada exclusivamente com propósitos
construtivos.
Porque se trata de uma ferramenta poderosa, há que ser usada
de maneira sábia e cautelosa. É um assunto muito sério que nunca
deverá ser tratado como um jogo de salão ou uma mera brincadeira.
Jamais deverá ser utilizada para manipular a vontade ou as emoções
de outra pessoa.
Para a prática de magia, a pessoa deve estar em harmonia com as
leis da Natureza, ter um corpo e uma mente saudáveis e a capacidade
de aceitar a responsabilidade pelas suas próprias acções.
Há que levar em conta que todos pertencemos a uma unidade
e nunca deveríamos desejar aos demais aquilo que não queremos
para nós mesmos. Não se pode fazer magia sem que exista uma
necessidade, uma causa, um motivo, uma boa intenção. Talvez a/o
leitor/a até já tenha alguns conhecimentos básicos de ocultismo e, nesse
caso, estará familiarizada/o com a terminologia aqui mencionada,
sabendo certamente o que é a lei do retorno. Qualquer pessoa com
uma visão interior bem desenvolvida terá facilidade em assimilar
os ensinamentos positivos da magia prática numa perspectiva de
auto-ajuda e nunca com a finalidade de criar problemas àqueles que
a rodeiam.

15
ANABELA QUENTAL

Lembre-se de que não basta aprender magia: é preciso vivê-la


de dentro para fora e de fora para dentro. No dia em que perceber
que o seu equilíbrio pessoal lhe possibilita uma actuação com
responsabilidade e discernimento, então não hesite: ajude os que
estão à sua volta!
Quando bem utilizados, os ensinamentos que aqui tentamos
transmitir são a chave para a solução de muitos assuntos complicados
do dia-a-dia. E o seu poder pessoal acabará certamente por ser
premiado com excelentes resultados. Com fé, respeito e seriedade,
todos os problemas serão resolvidos e a sua vida será decerto um
verdadeiro mar de rosas, cheia de amor e harmonia.

16
Feiticeiras:
Mulheres Perseguidas ao Longo dos Séculos
Na época da Inquisição a Igreja desejava livrar-se dos pagãos,
das bruxas, das feiticeiras, com a intenção de espalhar o medo e a
dependência entre os seres até então livres. Aqueles considerados
pagãos viam confiscadas as suas propriedades, jóias e toda a espécie
de bens patrimoniais. Existia uma rede de informações, obtida atra-
vés da confissão dos pecados dos fiéis religiosos, que, desejosos
de recuperar a sua pureza espiritual e o perdão divino, acorriam
aos confessionários com a intenção de apontar nomes de possíveis
«feiticeiras». Também era muito usado o sistema de denúncias, que,
mesmo sem provas contundentes, levou cerca de dois milhões de
inocentes à fogueira.
Inúmeras mulheres, que utilizavam ervas medicinais com
finalidades curativas, foram acusadas de feitiçaria e condenadas à
morte, de tal forma que durante o século ����� o número de mulheres
diminuiu assustadoramente em toda a Europa.
Apesar de a prática da bruxaria ter deixado de ser um crime
punido com a morte, em finais do século �����, até meados do século
passado ainda foram verificadas muitos linchamentos pela fogueira
ou enforcamentos, sempre que alguma mulher era acusada da prática
de bruxaria.
Nos dias actuais, algumas pessoas passam ainda a ideia de que as
bruxas são seres com rostos disformes, que praticam rituais satânicos,
que fazem mal aos animais e aos seres humanos. Porém, a origem
da bruxaria, ou feitiçaria, encontra-se na celebração dos ciclos da

17
ANABELA QUENTAL

Natureza e na adoração das divindades pré-cristãs, principalmente


as deidades celtas.
No início da Idade Média, quase todas as mulheres podiam
ser chamadas de feiticeiras, já que qualquer uma sabia mais sobre
superstições e encantamentos do que uma centena de homens. As
mulheres da Idade Média conheciam o poder das ervas, dos ciclos
lunares, dos ventos, das chuvas, das estrelas e dos planetas. Estavam
profundamente ligadas por um amor e agradecimento à Terra e todas
as manifestações de força e poder que desta advinham.
Muitos mitos e fantasias desenvolveram-se no sentido de encobrir
a verdadeira essência da bruxaria, mas a verdade é que os pagãos
acreditam que a ligação com a natureza é o único caminho para uma
vida repleta de harmonia e equilíbrio. Por isso, os rituais sagrados
da bruxaria estão centrados nas estações do ano e nas fases da Lua.
Um dos lemas das feiticeiras é que os poderes mágicos são latentes a
todas as pessoas. No entanto, devido ao estilo de vida, estes poderes
atrofiaram-se, não sendo desenvolvidos.
O que a bruxaria faz é desenvolver e ampliar essa força, assim
como ensinar e ajudar na criação de um ambiente propício à sua
manifestação. As pessoas são ensinadas a honrar a família, os amigos,
a ter integridade, honestidade, a tratar a Terra como sagrada e a amar
e respeitar todas as formas de vida que nela existem. As feiticeiras
acreditam e aceitam a Lei Tríplice, que determina que um acto tem
sempre a resposta com efeito bumerangue: o que se faz retorna 3
vezes para o emissor. Portanto, convém gerar bons pensamentos e
fazer todas as coisas sempre para bem dos envolvidos.

Desde que os seres humanos habitam este planeta, alguns seres


com um dom especial parecem ter sido escolhidos para trabalhar
com a Magia. Todos podem estudar ciências mágicas ou místicas,
mas só podem praticá-las depois de muito conhecimento, dedicação
e treino.
As feiticeiras de hoje estão distribuídas por todo o planeta e
formam grupos de variadas linhagens. São pessoas das mais variadas
idades, posição social e raça que têm em comum uma religião voltada
para o reencontro de um caminho espiritual harmónico com a Terra
e com as manifestações da Natureza.

18
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

É bastante provável que já se tenha cruzado com várias e talvez


até trabalhe lado a lado com uma delas... Na verdade, são pessoas
comuns e discretas, que seguem carreiras profissionais diversas, em
qualquer ramo e actividade.
Talvez os sinais mais claros de que está diante de uma bruxa sejam
o facto de as suas plantas serem as mais viçosas, os seus animais os
mais meigos, as suas palavras as mais atractivas. Geralmente, ela
não reclama quando chove, nem quando faz vento, nem quando
faz frio ou calor, porque sabe que todos os eventos da Natureza são
necessários, respeitando esses ciclos.
Está quase sempre com um sorriso nos lábios e, quando ri, as
suas gargalhadas soam como música. Gosta de se sentar no chão,
de vestir roupas largas e de andar descalça. Muitas vezes precisa de
estar em silêncio, porque é a ouvir a voz da Natureza que se torna
mais equilibrada.
Apesar disso, o termo «bruxaria» desperta quase sempre reacções
negativas.
Está ainda associado a coisas obscuras e maléficas. Vivemos num
caos ecológico e social tremendo, onde o saber ancestral tende a ser
perseguido e quase extinto pela própria tecnologia.
Os valores do paganismo, a religião da Terra, ao ligar o ser
humano de novo ao que o rodeia, desenham um caminho que leva
à Magia e à Vida. Em cada acto mágico, em cada rito realizado,
uma onda de energia vence o tempo e o espaço, tocando os nossos
antepassados espirituais e ainda mais aqueles que arderam na
fogueira do esquecimento.

Mulher: Anjo ou Demónio?... De Deusa a Bruxa...

Desde os primórdios da Humanidade que a mulher está associada


aos mistérios da vida, da fertilidade e da Natureza. Apesar da
sua conotação religiosa com a culpa do pecado original, sempre
esteve ligada aos cultos divinos e foi objecto de adoração dos povos
primitivos.
A mulher é, afinal, um anjo ou um demónio?... Qual a imagem
que prevalece nos nossos dias?

19
ANABELA QUENTAL

À medida que os nossos antepassados se maravilhavam ao ver


a mulher dando à luz uma criança, gerou-se a ideia de que todo o
Universo deveria ter sido criado por uma Grande Mãe e não pelo
Deus cheio de energia masculina que algumas religiões criaram.
De facto, nas culturas mais remotas, a mulher era respeitada como
sacerdotisa, mãe, esposa e guerreira, participando nas lutas ao lado
dos homens.
Este culto da Grande Mãe predominou nas regiões da Europa
dominadas pelos Celtas até à chegada dos romanos.
A mulher representava a energia universal geradora, o útero
de toda a criação. Estava ligada aos mistérios da Lua, da intuição,
da noite, da escuridão e da receptividade. Mostrava-se com três
faces: a Virgem, a Mãe e a Velha Sábia, sendo que esta última ficou
mais relacionada à imagem da «bruxa» no imaginário popular. Esta
imagem tríplice mostra os mistérios mais profundos da energia
feminina.

Somente na Idade Média a figura da mulher foi relegada às


sombras com o domínio da Igreja Católica e a criação da Inquisição,
cujo objectivo passava por eliminar definitivamente as antigas
crenças. Estas constituíam uma ameaça séria a um clero preocupado
com o anseio de acumular bens e riquezas. Nessa época, milhões de
pessoas, na sua maioria mulheres, foram perseguidas, torturadas e
assassinadas.

Durante o tempo das fogueiras, o medo fez com que muitas


mulheres permanecessem no anonimato para preservar a sua vida e a
segurança da família. Muitos dos conhecimentos místicos passaram a
ser transmitidos oralmente, por medida de segurança e, assim, muito
se perdeu das antigas tradições.

Lilith e Eva: A Mulher Original e a Mulher que se Criou

Conta-se que, ao contrário do que diz a Bíblia, Eva não foi a


primeira mulher de Adão. Deus formou Adão à sua imagem. Durante
o período nocturno do barro, Ele fez a mulher, Lilith, linda e perfeita.

20
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

Durante a sua vida com Adão, Lilith entrou em confronto com o


companheiro, reivindicando igualdade, o que causava grande tensão
entre eles.
Lilith queria liberdade de acção, escolha e decisão. Revoltava-
-se com o seu papel e afirmava que era sua semelhante, pois tivera
a mesma origem. Vendo que o companheiro jamais lhe daria uma
condição de igualdade, Lilith revoltou-se e abandonou Adão. Seguiu
rumo ao Mar Vermelho, uma região habitada por demónios e espíritos
malignos, segundo a tradição hebraica. Desde então, tornou-se
a noiva de Samael, o senhor das forças do Mal, e deu à luz uma
descendência demoníaca.
Adão queixou-se a Deus sobre a fuga de Lilith e, para compensar
a sua tristeza, Deus tirou uma costela de Adão e criou Eva, moldada
exactamente de acordo com as exigências da sociedade patriarcal: a
mulher feita a partir de um fragmento de Adão.
Eva é, pois, o modelo feminino especificado pelo padrão ético
judaico-cristão: a mulher submissa e voltada para o lar. Assim,
enquanto Lilith foi considerada uma força destrutiva, Eva teve uma
imagem construtiva como Mãe de toda Humanidade.

Mulheres como Representações do Mal

Dizem os estudiosos que os primeiros capítulos da Bíblia (Génesis


1 a 3) não são os mais antigos desse livro. A sua articulação final data
mais ou menos do fim do exílio na Babilónia e, portanto, traz uma
profunda rejeição a tudo o que fosse ligado ao «inimigo».
A Árvore da Vida, a Serpente e até a própria figura da mulher
são tratadas com menosprezo exactamente para estabelecer uma
distinção. É interessante lembrar que o significado do nome Eva
é «Mãe de Todos» e Adão significa «Filho da Terra». Os autores
bíblicos inverteram a situação, transformando Adão praticamente
num «Grande Pai» e Eva em sua «filha», posto que ela surge a partir
dele, possivelmente para tornar legítima a postura patriarcal que
estavam a adoptar.
Da mesma forma, a Árvore e a Serpente (que sempre foram sím-
bolos da Grande Deusa no Oriente) tornam-se na Bíblia represen-

21
ANABELA QUENTAL

tações do Mal. A mulher passou a ser descrita como um demónio


tentador. A reacção judaica foi rápida e fulminante: transformou em
pecadora a imagem da mulher e criou regras que garantiam o prazer
masculino, negando, porém, e proibindo o prazer feminino.

Eternos Tesouros do Feminino

Apesar de tudo, manteve-se sempre aberto um caminho para os


tesouros misteriosos do submundo feminino. A mulher sempre foi
indómita, selvagem, livre, vibrante de energia, imprevisível como
o vento. Muitas vezes, inconscientemente, liberta o seu espírito e
encontra a sua verdadeira direcção. Mesmo enclausurada e confinada,
precipitada talvez num casamento convencional, sem ter muitas
oportunidades para explorar alternativas, conhece os caminhos entre
os mundos.
Mesmo sendo uma «personagem» desconfortável para muitos,
manifesta o seu Poder quando encontra a sua essência livre e
quase selvagem. Mostra a sua subtil habilidade natural, o dom da
premonição, a capacidade de se transformar e gerir as energias
multiplicadoras de renovação, da força natural da Deusa interior que
conduz, protege e estabelece rumos naturais, criando metas de paz e
felicidade. Caminha serenamente em direcção ao futuro, consciente
da meta estabelecida e da plenitude a ser alcançada.
Convém lembrar que o homem será sempre o resultado da
formação e informação que recebe da mulher que o concebeu, que
o criou, que o amamentou e o lançou para a vida. A mulher é, na
realidade, a própria expressão da natureza, aquela que tem a missão
divina de perpetuar a raça humana. Precisa de estar atenta às heranças
culturais medievais do poder masculino, ainda muito enraizadas na
nossa sociedade, lutando pela sua divindade, esquecendo a versão
de que foi «extraída da costela de um homem»...

As Deusas Pagãs

Adorar e homenagear as Deusas é retornar aos primórdios da


Humanidade, quando os seres humanos começaram a despertar a

22
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

sua percepção para os mistérios da vida e da natureza. Em muitos


lugares, a religião da Grande Mãe continuou a ser praticada e as
oferendas às deusas pagãs podem ser de grande ajuda na obtenção
de favores especiais e poderes místicos.
A magia das deusas pagãs só perdeu o seu impacto na Idade Média,
sendo relegada às sombras com o domínio da Igreja Católica e a criação
da Inquisição, cujo objectivo era eliminar de vez as antigas crenças.
No entanto, manteve-se a ideia do «princípio criador feminino»,
que não tem nome e está além de todas as definições. A Deusa
representa a energia universal geradora, o útero de toda a criação.
É associada aos mistérios da Lua, da intuição e da noite, do inconsciente,
do lado mais obscuro da mente que pode e deve ser desvendado.

Um Altar de Ligação ao Divino

Deverá ter em casa um altar, que será o seu ponto de ligação com a
Deusa. Não é necessário um altar elaborado ou luxuoso. Deve apenas
obedecer a algumas regras: tradicionalmente, deve ficar virado a
norte. Uma vela preta deve ser colocada a oeste simbolizando a Lua, e
uma vela branca a leste, representando o Sol. No altar deve estar um
cálice ou uma taça e símbolos que representem os Quatro Elementos:
por exemplo, uma pena para o Ar, uma planta para a Terra, uma vela
vermelha para o Fogo e Água para esse mesmo Elemento. O nível
inferior do altar é reservado para colocar oferendas. As oferendas
externas são taças de água perfumada, cereais e flores, bem como
substâncias doces (açúcar branco, açúcar escuro e mel).
Abuse da sua criatividade e intuição, pois o Altar é o seu espaço
pessoal e só a sua fé pode transformá-lo no mais belo de todos os
santuários, a expressão viva da Luz e da Sabedoria.

Teste: Quem Tem Medo de Feiticeiras?


Já vimos que a arte da feitiçaria é tão antiga quanto a Humanidade.
É impossível saber exactamente quando começou, mas a verdade é que
as tradições se mantiveram até aos nossos dias. Os cultos passados de
geração para geração continuam a ser postos em prática, intimidando

23
ANABELA QUENTAL

alguns, fascinando outros... E você, a que grupo pertence? Tem medo


de feiticeiras ou é daquelas pessoas que encara a magia e a bruxaria
como algo que deve aprofundar e conhecer?
Responda a todas as questões e descubra os seus medos... ou a
sua coragem!

Para começar, está certamente identificada/o com a figura


de Joana d’Arc, acusada de práticas de bruxaria e queimada na
fogueira. Qual era a nacionalidade desta jovem?

• Inglesa
• Russa
• Francesa

Na sua opinião, todos os feiticeiros são...

• Adoradores do Diabo
• Seguidores de falsos deuses
• Pessoas que invocam deuses pagãos

Quais os objectos tradicionais mais usados pelas bruxas?

• Colher de pau e utensílios de cozinha


• Taças de vidro e cristais
• Vassoura e caldeirão

O que pensa da Inquisição?

• Era uma defesa contra pessoas malignas


• Era uma protecção religiosa eficaz
• Era um tribunal de grande violência, suportado por pessoas
cruéis

Existe uma festa chamada Samhain, celebrada no fim do Outono.


Esta festa nasceu com uma lenda dos druidas, sacerdotes dos celtas,
povo que habitava a Inglaterra por volta do ano 200 a.C. Na noite de
31 de Outubro, segundo eles, todas as bruxas, demónios e espíritos
dos mortos se reuniam para uma grande festa. O medo que a

24
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

comemoração causava era enorme... O que faria se a/o convidassem


para esta festa (sendo ela celebrada pelos preceitos antigos)?

• Recusava de imediato
• Pensava bem e talvez fosse observar de longe
• Aceitava de imediato

Acha que as feiticeiras são pessoas...

• Invejosas, vaidosas e traiçoeiras


• Maléficas, pérfidas e vingativas
• Com uma personalidade e poderes especiais

Imagine que é meia-noite, noite de Lua Cheia... Os coiotes


uivam, os morcegos voam sob a luz da Lua. Na torre mais alta de
um castelo abandonado, alguém mexe um caldeirão. Você está perto
do castelo e precisa de passar por lá para se encontrar com alguém
importante na sua vida. O que faz?

• Esquece o encontro e volta para trás


• Foge apavorada/o e tenta ligar à polícia
• Aproxima-se e tenta descobrir que tipo de ritual está a ser
feito

Se fosse convidada/o a encarnar no cinema um personagem de


entre os três mencionados, qual seria o eleito?

• Conde Drácula
• Frankenstein
• Harry Po�er

Qual destes três animais lhe parece estar mais associado à


bruxaria?

• O sapo
• O morcego
• O gato preto

25
ANABELA QUENTAL

Que objecto usaria para «espantar» uma feiticeira de sua


casa?

• Um crucifixo
• Dentes de alho
• Uma poção mágica feita por si

Resultados

Maioria de respostas 1:

Você é uma pessoa curiosa, mas tem medo de assumir o seu


interesse pelas coisas ocultas. As feiticeiras vivem no seu imaginário
como seres maldosos, que apenas tentam prejudicar os outros.
Encara-as como entidades sobrenaturais e não como seres humanos.
Por isso, teme-as. Considera a bruxaria como algo transcendental que
não é acessível ao comum cidadão, envolvendo apenas ritos estranhos
e ligados aos demónios. Nunca lhe passaria pela cabeça encarar uma
bruxa como praticante de uma arte antiga, nem utilizar a bruxaria
como forma de protecção.

Maioria de respostas 2:

Na sua mente foi incutida a ideia de que as feiticeiras vivem


de rituais sangrentos realizados com a finalidade de atrair o Mal.
No fundo, sabe que são meros seres humanos com poderes mais
desenvolvidos, mas tem medo de encarar a bruxaria como uma arte
antiga. Foge de tudo o que possa estar associado a ela e a simples
palavra «bruxa» causa-lhe arrepios. Muitas vezes tem tendência
a associar o que de mal lhe acontece a possíveis «ataques» ou
«bruxedos» realizados com a finalidade de a/o prejudicar. Mas, no
fundo, e apesar de ter medo de bruxas, também você tem um sexto
sentido e outros dons sobrenaturais bastante acima do normal.

Maioria de respostas 3:

Para si, a bruxaria nada tem de oculto ou enigmático. A palavra


«feiticeira» não lhe traz qualquer receio, antes pelo contrário: gostaria
mesmo de se envolver nesse mundo que a outras pessoas pode

26
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

parecer estranho ou perigoso. Sempre que pode, vê filmes e adquire


literatura que lhe faculte informações sobre esta matéria. Muitas
vezes, imagina-se na pele de um/a feiticeira/o, fabricando as suas
próprias poções para mudar o rumo dos acontecimentos. Encara a
bruxaria como uma arte a ser desenvolvida e nunca rejeitada pela
sociedade. Como poderia você ter medo de bruxas se a sua vontade
é, afinal, ser uma delas?...

A Arte da Adivinhação
A adivinhação geralmente é definida como a arte de utilizar objectos
ou símbolos para obter informações sobre o passado, o presente e o futuro.
Desenvolvendo o poder da mente e a intuição, e através da mani-
pulação de instrumentos, aos quais é atribuída uma carga mística,
qualquer pessoa pode dedicar-se a esta arte antiquíssima.
Ao longo da História, a adivinhação sempre foi encarada como
um guia útil (e quase imprescindível) para ajudar o ser humano a
resolver os seus dilemas e problemas do quotidiano. Os oráculos são
tão antigos quanto a própria Humanidade. Inicialmente, o homem
procurava as respostas junto de magos, bruxos, adivinhos, sacerdotes,
pitonisas, feiticeiros, ou por meio de consultas feitas directamente
aos seus ídolos e divindades.
Os sábios da antiguidade admitiam que as várias formas de
adivinhação permitiam descortinar um bom (ou mau) destino.
Segundo as obras herméticas originais e livros clássicos escritos há
muitos séculos, os oráculos representam a parte incorruptível do
homem, o seu Ego divino.
Os espíritos segredavam respostas aos humanos, eram os seus
guias e conselheiros.
Todos os seres humanos inteligentes vivem em três mundos
distintos: o passado, o presente e o futuro. Os dois primeiros (passado
e presente) são conhecidos e óbvios. O terceiro (o futuro) representa o
segredo, o mistério e, por isso, exerce uma poderosa influência sobre
a mente e sobre as acções que se pretendem levar a efeito.
Tentar «descortinar» o futuro faz parte dos instintos básicos do
ser humano. Todo e qualquer acto praticado constitui uma tentativa
de construção de um melhor destino. A avaliação dos passos a dar

27
ANABELA QUENTAL

ou dos caminhos que se devem seguir entra sempre em qualquer dos


nossos planos ou projectos, sejam eles de ordem material, emocional
ou espiritual. Por isso, tentamos basear-nos em informações que nos
permitam fazer um prognóstico o mais exacto possível... E é essa a
finalidade dos diversos oráculos: apoiar a intuição e a percepção
extra-sensorial de modo a que se obtenha a descrição antecipada das
consequências de uma determinada decisão. Elevando a consciência
até um determinado nível de percepção, todos nos podemos tornar
adivinhos!
Os antigos oráculos e os métodos de adivinhação tradicionais
são, nos dias que correm, compreensíveis para a maioria das pessoas.
A sua linguagem simbólica exige, no entanto, uma interpretação séria.
Porém, para que seja conseguida na íntegra, há que ter confiança,
poder de concentração, tranquilidade de espírito, discernimento
e inteligência para usar os sistemas divinatórios no sentido de
aprofundar o autoconhecimento.
Quem se dispõe a levantar o véu sobre o futuro nunca deve
esquecer que possui o livre-arbítrio e a capacidade de escolha, ambos
independentes das respostas obtidas através dos oráculos.
Partindo dos princípios de que tudo tem uma vibração própria e de
que o ser humano (em especial a mulher) possui dons e poderes que
ele próprio desconhece, esta obra irá certamente alterar o rumo da sua
vida. Quanto mais praticar a arte da adivinhação, mais positiva será
a sua evolução em todos os aspectos. Lembre-se de que a capacidade
de escolha é fruto do discernimento e esse obtém-se através da
aceitação dos conhecimentos que passaram de geração em geração,
até chegarem às nossas mãos como uma dádiva dos deuses.

Intuição, a Voz da Alma


Existe na mulher um sentimento instintivo, muitas vezes não
racional, em relação a pessoas, lugares, objectos ou acontecimentos.
Há quem lhe chame simplesmente intuição, outros dão-lhe o nome
de sexto sentido. Trata-se de «ouvir a voz da alma».
Todos temos poderes intuitivos, ou estes são apenas privilégio de
alguns? A intuição pode ser desenvolvida? E em que situações pode
ser usada? Todas as pessoas possuem capacidades intuitivas?

28
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

A resposta é «sim». Todos nascemos dotados de capacidades


psíquicas naturais. No entanto, a maioria das pessoas não as
desenvolve por pensar que são apenas exclusivos de seres especiais,
privilegiados ou sobredotados. Qualquer ser humano — que faça
uso correcto da sua intuição — sentir-se-á clarificado para tomar as
decisões mais acertadas. Aprenderá a afastar a negatividade, vendo os
seus caminhos iluminados, tendo um novo horizonte como objectivo.
Aprenderá ainda a lidar com os outros com maior correcção e com
base numa selecção criteriosa de pessoas com quem deverá manter
os melhores e mais vantajosos contactos.
Para desenvolver a intuição, deve começar por meditar de modo a
que possa ouvir a voz interior da sua própria sabedoria. Primeiro, terá
de acreditar que tem poderes psíquicos. Diariamente (de preferência à
noite), será bom esquecer tudo o que se passou durante o dia, de modo
a que a mente fique liberta. Não force pensamentos e tente conectar-
-se com o seu «eu superior». Durante as suas actividades normais,
deixe fluir as intuições, tentando antecipar alguns acontecimentos
de somenos importância; pergunte a si mesma(o): Quantas pessoas
estão dentro do elevador que vai parar?... A que horas chegará o meu
chefe ao escritório?... Quem está a telefonar neste momento?... Responda
mentalmente antes de verificar a resposta. Com o tempo, notará
que consegue, através da intuição, adivinhar o que se vai passar a
seguir.
Como é sabido, há uma relação muito forte entre o corpo e a
mente. Para que a intuição funcione a cem por cento, é importante
que a pessoa esteja bem fisicamente. Se o corpo estiver exausto,
desidratado, mal alimentado ou extremamente fatigado, os poderes
intuitivos podem diminuir.
Seguindo essa voz interior no dia-a-dia, e nas mais variadas áreas
da vida, pode tornar-se mais confiante e acreditar mais naqueles que
seleccionou para fazerem parte do seu quotidiano. Terá, de facto,
a sensação de que o seu poder pessoal aumenta gradualmente.
Assim desenvolverá a autoconfiança e sincronicidade, concretizará
desejos e certamente será uma pessoa mais positiva, deixando de
parte a monotonia e o pessimismo, passando assim por experiências
extraordinárias.
Todos têm poderes e capacidades dos quais, por vezes, não se
apercebem. Qualquer ser humano nasce com esses poderes, mas não
aprende de imediato a lidar com eles e a geri-los. Médicos e cientistas

29
ANABELA QUENTAL

acreditam firmemente que 75% da força do homem reside na sua


mente. Também defendem que apenas 10% do cérebro é utilizado,
estando os outros 90% disponíveis para serem usados na construção
de novos poderes. Compete a cada um de nós descobrir os melhores
sistemas para fazer evoluir essa força escondida e subaproveitada,
adaptando-a aos nossos desejos e talentos naturais.
Ao longo da vida somos instruídos para fazer de tudo um pouco.
Ensinam-nos a andar, a falar, a ler, a escrever, etc. Mas ninguém nos
pode ensinar a usar o poder da nossa mente e do nosso subconsciente.
Criar poder interior é o melhor livro de instruções que se pode obter
para esse fim. A intuição, ou a voz interior da alma, é algo muito
especial e subjectivo que só o próprio pode aprender a ouvir e a
interpretar.

A intuição «fala» connosco. Pode manifestar-se através de


um som, de uma palavra, de uma imagem, de uma simpatia ou
mesmo de uma aversão. Perante algumas situações, basta manter
o silêncio durante alguns segundos para ouvir essa voz. Trata-se,
simultaneamente, de uma luz e uma inspiração que nos guia em todas
as escolhas, indicando o melhor caminho a seguir. Revela sabedoria
e uma inteligência profunda, trazendo novas verdades e criando à
nossa volta um ambiente puro, cheio de amor, fé e bem-estar.
Carl Sandburg dizia: «Nada acontece na realidade antes de ter
acontecido num sonho.» Por isso é conveniente que se mantenha
atenta(o) aos sonhos, sem exageros nem dramatismos, mas tentando
encontrar respostas para decisões urgentes. Não entrando em
interpretações fatalistas, descubra nos sonhos os aspectos positivos
ou negativos de certas pessoas com quem se encontra envolvida(o).
Também pode encontrar neles mensagens esclarecedoras sobre
negócios que pretende realizar, viagens ou simplesmente uma luz
que a(o) pode ajudar a seguir em frente naquela encruzilhada da
qual não conseguia sair.
Tal como a Lua, todos os seres têm ciclos, os chamados «altos
e baixos». É a lei da vida e da Natureza. A árvore mais frondosa
pode ficar repentinamente despida de folhas sob o efeito de chuvas
intensas e ventos de destruição. O homem não foge a esta regra.
Todavia, quando as capacidades mentais estão numa fase menos
boa, qualquer um de nós se pode aperceber disso. Pode parecer uma
antítese, mas é a própria intuição que nos diz que, naquele momento,

30
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

as respostas mais adequadas não podem ser encontradas... Nessas


alturas, pare um pouco, recupere as energias e evite decidir seja o
que for.
Quando a pessoa se encontra espiritualmente fortalecida graças
à sua fé (em Deus, em Santos, em Anjos, no poder do Cosmos, etc.),
beneficia de ondas positivas que a põem em comunicação com todo
o Universo de que faz parte. Recebe, assim, as melhores energias
que lhe permitem ultrapassar obstáculos e combater adversidades.
O caminho fica livre e conseguirá anular memórias penosas do seu
passado.
Os erros, culpas, desilusões, más experiências e traumas darão,
deste modo, lugar a uma natural vontade de mudar o seu curso de
vida. Acreditar nos seus potenciais fará com que atinja rapidamente
o sucesso enquanto percorre um novo caminho espiritual.
Aquela empatia instintiva que se sente com determinadas pessoas
é já um sinal de aproveitamento das capacidades intuitivas. Quando
isso acontece, estamos perante alguém colocado perto de nós para nos
ajudar a evoluir e a construir um futuro mais harmonioso. Se, pelo
contrário, existe uma natural antipatia, a rejeição será espontânea
e esses indivíduos, mais dia menos dia, deixarão de fazer parte da
nossa vida.
Não é conveniente forçar situações, nem tomar decisões radicais
e sim deixar que os acontecimentos nos levem a uma selecção, feita
em plena consciência, sem ódios nem ressentimentos. Mesmo com
aqueles que nos parecem «inúteis» podemos aprender algo, que
mais não seja a tirar conclusões sobre aquilo que não queremos ser
ou fazer.
Uma proposta de trabalho, de casamento, ou mesmo um problema
de saúde, podem ser analisados à luz da intuição? São essas as situa-
ções que maior apelo fazem ao seu uso. Quando existem demasiadas
dúvidas para que se aceite uma proposta, quando algo nos soa a falso,
é a voz interior que nos lança um aviso. Somos, assim, aconselhados a
repensar o «sim» ou o «não». No fundo, qualquer pessoa pode desco-
brir se deseja (ou não) aquele trabalho ou aquela relação.
Quanto à saúde, o corpo envia mensagens que devem ser escuta-
das atentamente, exigindo mudanças nos hábitos rotineiros. Não
devem violar-se as energias do momento, antes pelo contrário: é bom
que seja seguido rigorosamente o ritmo que o corpo e a mente nos
impõem. Só assim se conseguirá manter o desejado equilíbrio.

31
ANABELA QUENTAL

Dar ouvidos a essa «voz interior» acaba por mudar o rumo dos
acontecimentos marcantes da nossa vida. A intuição é, de facto, a mais
profunda sabedoria da alma. Pode, por isso, ser o ponto de partida
para uma perfeita conexão entre os mundos material e espiritual,
a base para a melhor inspiração, para a coragem e para o fortaleci-
mento da mente e do coração. Evitando os caminhos tortuosos, a
pessoa foge aos confrontos e aos problemas, conseguindo chegar
mais rapidamente onde quer.
Há quem diga que a intuição é a nossa melhor amiga e conse-
lheira... Ao ouvir essa voz de amizade, mudará efectivamente a sua
vida, atingindo com sucesso os seus sonhos e objectivos de vida.

O Poder do Pensamento
O pensamento positivo é um dos principais factores para que
se possam transformar sonhos em realidade. A nossa mente é uma
espécie de aparelho de rádio que recebe e transmite mensagens. Uma
pessoa capaz de irradiar sensações de equilíbrio, paz e harmonia
produz nos outros sentimentos iguais. Pelo contrário, aqueles que
difundem pensamentos negativos produzem conflitos e raramente
conseguem atingir o sucesso.
Você, leitor, pode mover o mundo através do poder do pensa-
mento, pois a mente humana possui um poder incrível. É uma força
dinâmica que pode mudar a mentalidade das pessoas. Quanto mais
forte for o pensamento, mais rapidamente ele dará os seus frutos.
A velocidade do pensamento é incalculável. Este viaja, propaga-
-se rapidamente. Passa de uma pessoa para outra e pode criar sen-
timentos positivos ou negativos na mente dos outros indivíduos.
Cultivando pensamentos positivos e elevados, relaxando a mente,
mantendo o bom humor e não permitindo que pensamentos negati-
vos perturbem a sua paz, fará com que a grande lei — «os semelhantes
exercem mútua atracção» — também opere no mundo da fama.
É essencial manter a nossa mente sempre livre da raiva, do ódio,
dos medos e dos complexos para que nos possamos sintonizar com
as vibrações positivas e elevadas que se propagam pelo mundo.
Também a expressão corporal e o poder de sedução começam na
mente. Todos os pensamentos são transmitidos às células. Se na mente

32
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

existirem contradições ou depressão, eles serão transmitidos através


dos nervos para cada célula do corpo, provocando uma diminuição
da força vital.
Todos nós encaramos o mundo de acordo com a nossa atitude
mental. Cada pessoa cria o seu «planeta» através da própria imagi-
nação.
Em resumo: são os pensamentos que controlam a vida, moldam
a personalidade e traçam o destino. Precisamos de compreender a
nossa mente para a podermos controlar com maior facilidade. A au-
todescoberta das nossas faculdades, energias e poderes, dos nossos
defeitos, limitações e fraquezas, é um processo indispensável para
que se possa entreabrir o cortinado que dá acesso ao grande palco da
vida. Porém, para além de acedermos aos segredos da nossa mente,
devemos aprender a observar os outros, captando as suas energias
e intenções secretas.
Os pensamentos ficam escritos no rosto e nas expressões físicas.
O rosto reflecte a natureza da mente, assim como os olhos revelam
as mensagens positivas e negativas. Se observarmos cuidadosamente
os sinais do rosto de uma pessoa, os olhos, a maneira de falar, o com-
portamento, saberemos quais os seus pensamentos dominantes.
No seu dia-a-dia desenvolva o hábito de estar sempre de bom
humor. Sorria mais, aceite os contratempos como algo divertido.
O sorriso envia ao cérebro uma mensagem importante, aumentando
a seratonina e produzindo uma sensação de bem-estar. As crises de
raiva e de mau humor geram toxinas, produtos químicos que se es-
palham no sangue e que esgotam a energia e a vitalidade, encurtando
a vida e provocando distúrbios mentais e físicos.
Há quem diga que o pensamento é tão contagioso como uma
gripe. As pessoas transformam-se naquilo que pensam. As palavras,
as acções e os acontecimentos são, pura e simplesmente, uma con-
tinuação do pensamento.
Por outro lado, a comunicação é a mola propulsora do crescimento
individual de cada ser humano. É através dela que nos conhecemos,
entendemos e descobrimos. É a forma como comunicamos as nos-
sas ideias que amplia ou limita os nossos horizontes. É importante
notar que a comunicação não se evidencia apenas pelas palavras
verbalizadas. Mais notória ainda é aquela que se realiza através da
linguagem não verbal. Esta encontra-se mergulhada num universo

33
ANABELA QUENTAL

simbólico, no qual muitas mensagens são emitidas pelos sinais do


corpo e da mente. Segundo alguns estudos realizados por psicólo-
gos, apenas 7% dos pensamentos são transmitidos por palavras; 38%
são emitidos por sinais paralinguísticos (que envolvem a entoação
de voz e a velocidade com que as palavras são ditas) e, finalmente,
55% são enviados pelos sinais do corpo (por exemplo, uma fisiono-
mia tensa, um olhar triste ou distante, o tremor das mãos ou uma
atitude negativa).
Assim, aumentaremos a nossa efectividade na comunicação se
tomarmos consciência da importância da linguagem corporal, prin-
cipalmente no que diz respeito à postura e ao contacto visual. Se
soubermos compreender as mensagens enviadas por outras pessoas
e emitirmos também as nossas de maneira mais consciente, encon-
traremos a forma perfeita de manifestar ideias e pensamentos.
A percepção e a intuição funcionam aqui como uma espécie de
«filtro»: actividade ou inactividade, palavras ou silêncio, tudo possui
um valor imenso na interpretação de uma «mensagem». Por isso, al-
gumas pessoas captam muito mais do que aquilo que somos capazes
de transmitir através das palavras.
Esta forma de entendimento ajuda a construir uma ponte entre
o nosso mundo e o mundo daqueles que nos rodeiam e a cujos se-
gredos pretendemos aceder. A motivação é fundamental para que
possamos adquirir habilidade nesta comunicação não verbal. E ela
aumenta na medida em que percebemos a sua importância na vida
pessoal e profissional.
É importante referir que a falta de clareza, os julgamentos pre-
cipitados, as intenções mal definidas e as imagens estereotipadas
são ingredientes prejudiciais a qualquer forma de comunicação. Isso
bloqueia a pessoa do outro lado. Se pretendemos solicitar e receber
respostas rápidas, criando empatia e sintonia, precisamos de estar
receptivos e atentos à mensagem que nos está a ser enviada. Para que
exista uma efectiva troca de ideias, é importante que se conheça a
linguagem do outro e que as palavras usadas tenham um significado
comum. Criar empatia é a capacidade de tentarmos perceber o mundo
e as coisas da mesma forma do que o outro, sem perdermos a própria
identidade. Quando não criamos essa ligação espiritual, dificultamos
qualquer processo de comunicação, não sendo os resultados, decerto,
os mais satisfatórios...

34
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

Cada pessoa — com quem temos de comunicar — constitui um


mistério e um desafio. Assim, quando não ouvimos o que alguém
tem para nos dizer, podemos estar a perder a oportunidade de ir
mais longe. No mundo das artes é imprescindível ouvirmos o que
os outros têm para nos dizer. Todas as pessoas precisam de reforços
positivos porque a realidade tem múltiplas facetas.
A co-existência só é possível por meio da comunicação. Ela é
marcante durante a vida inteira, pois desde o momento em que nasce
cada ser humano passa a influenciar os outros e a ser influenciado
pelo meio em que vive. Desde muito cedo que a criança percebe que,
pelos sons e atitudes, pode obter as coisas que deseja.
No decorrer da vida, o desenvolvimento desta arte de transmitir e
captar ideias adquire maior complexidade. O homem encontra-se em
constante interacção com o seu meio e, para isso, tem forçosamente
de comunicar.
Conhecer-se a si mesmo, usar as palavras cuidadosamente, estar
atento às necessidades alheias, ser humilde, reconhecer e validar as
diferentes opiniões e tratar as pessoas com o carinho e respeito são os
ingredientes que fazem da comunicação um magnífico instrumento
para alcançar o que deseja.

Os 13 Mandamentos das Feiticeiras


1. Praticar rituais para se colocarem em harmonia com o ritmo das
forças naturais, marcadas pelas fases da Lua e das estações do ano.

2. Ter consciência de que a sua inteligência lhes outorga uma


responsabilidade única face ao ambiente. Viver em harmonia com
a Natureza, no seu equilíbrio ecológico e respeitando a vida dentro
de um conceito de evolução.

3. Reconhecer um poder muito maior do que o detectado pelas


pessoas «normais». Sendo tão forte, é por vezes denominado sobre-
natural, mas é visto como parte de algo que pode ser alcançado por
todos.

4. Acreditar que o poder criativo do Universo se manifesta através


de polaridades como masculino e feminino e que esse mesmo poder

35
ANABELA QUENTAL

reside em todas as pessoas e opera mediante a interacção do mascu-


lino e feminino. Valorizam os dois iguais, sabendo que cada um é o
suporte do outro.

5. Reconhecer tanto o mundo externo como o interno ou psíquico.


Prestar igual atenção às duas dimensões, considerando ambas ne-
cessárias para a sua realização.

6. Não reconhecer hierarquia autoritária, mas honrar os que ensi-


nam, respeitando aqueles que compartilham os seus conhecimentos
e sabedoria.

7. Considerar que a religião, a magia e a sabedoria unem as


feiticeiras de modo a viverem dentro do mundo com sabedoria e
tranquilidade.

8. Reconhecer que o chamar-se «feiticeira» não constitui um título.


É simplesmente alguém que tenta controlar as forças vitais dentro
de si, de forma a viver sabiamente, em harmonia com a natureza e
sem prejudicar ninguém.

9. Afirmar a sua crença na vida, no progresso, na evolução e no


desenvolver do caminho, valorizando o Universo conhecido e o seu
papel dentro dele.

10. A sua única querela contra qualquer religião ou filosofia reside


no facto de a liberdade dos demais poder ser suprimida ou anulada.

11. Não se envolver em debates sobre o passado, as origens dos


diversos termos, a legitimidade de vários aspectos de diferentes
tradições, interessando-se unicamente pelo presente e futuro.

12. Não aceitar o conceito de Mal Absoluto, nem adorar nenhuma


entidade conhecida como Satanás ou Diabo. Não procurar a obten-
ção de poder através do sofrimento dos demais, nem permitir que
advenha algum benefício pessoal por tais meios.

13. Procurar dentro da Natureza o necessário para a sua saúde


e bem-estar.

36
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

50 Segredos para Um/a Feiticeiro/a Ter Sucesso


As mulheres são o produto do meio em que vivem, mas também
da sua própria mentalidade. Existe um dispositivo interno que nos
leva (ou afasta) do caminho do sucesso.
O que normalmente fazemos é ignorar os avisos, em detrimento
de inúmeros factores que incluem o nosso bem-estar pessoal e uma
certa tendência para o comodismo. Dê ouvidos à sua intuição, a
todos os avisos internos, e crie as condições ideais para se revelar
finalmente como uma verdadeira feiticeira!

Sucesso é conseguir o que queremos. O sucesso corresponde a


um instinto natural que todos temos, é também uma atitude mental
e pode ser um produto manufacturado. Na verdade, o sucesso pode
ser construído por cada um de nós, porque se trata mais de uma
forma de fazer do que propriamente de um resultado.

Sucesso é simplesmente aprender o modo de fazer as coisas e


depois usar constantemente o que se aprendeu. Aqui deixamos 50
segredos que lhe permitirão decerto encontrar a melhor via para o
êxito. Para ler... e pensar!

Use a maior seriedade ao considerar valores pessoais e convicções.


Enriqueça a sua vida interior e valorize a sua personalidade, mos-
trando-se criativa/o, original e idealista.

Saiba quando deve ser reservada/o, gentil e compassiva/o.


Aproveite sempre os momentos de solidão para criar harmonia.

Mostre-se conscienciosa/o, determinada/o e perseverante. Cum-


pra os seus compromissos com as coisas e com as pessoas.

Assuma uma presença discreta, serena e afectuosa. Mostre que é


uma pessoa consciente das emoções e motivações alheias.

Trabalhe com objectivos de longo alcance, não abrindo mão


dos seus compromissos, tentando ver as suas ideias desenvolvidas
e aplicadas. Evite, no entanto, ser severa/o consigo mesma/o e

37
ANABELA QUENTAL

com os outros, valorizando antes o auto-aperfeiçoamento e o per-


feccionismo.

Seja determinada/o e dirija as suas actividades no sentido de de-


fender os seus valores e crenças. Persiga os seus ideais e objectivos
de modo discreto e diligente.

Encare os reveses da sorte como problemas que devem ser re-


solvidos e nunca como obstáculos intransponíveis.

Seja clara/o e eloquente no uso das palavras. Avalie-as com


cuidado, suscitando admiração e respeito, mas não tente chamar a
atenção para si mesma/o.

Mantenha os pés bem assentes na terra, sendo pragmática/o,


honesta/o e honrando os seus compromissos. Faça o que é certo e
espere o mesmo dos outros. Mostre calma e firmeza nos momentos
de crise.

Mantenha as suas actividades bem organizadas e aceite trabalhos


com altos graus de responsabilidade. Dedique-se ao seu trabalho de
uma forma disciplinada e realista.

Pontualidade, precisão e método são qualidades valorizadas pelos


outros. Mostre que tem facilidade de concentração e que dificilmente
se distrai. Passe a pente fino os seus projectos para ter certeza de que
nada passou despercebido.

Seja tolerante com as orientações e regulamentos da sua empresa,


evitando atitudes de apatia, distracção e desorganização. Demonstre
respeitar a ética profissional, cumprindo as suas tarefas e prazos. Mui-
tas vezes é necessário trabalhar nos bastidores, ajudando os outros.

Proporcione estabilidade ao grupo em que se insere, preocu-


pando-se em saber como as outras pessoas se sentem. Ajude e apoie
tanto os seus subordinados como superiores ou colaboradores.

Seleccione cuidadosamente as suas prioridades e analise todas


as etapas que terá pela frente antes de iniciar um projecto. Evite su-

38
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

jeitar-se a constantes mudanças. Respeite a autoridade e tente fazer


com que os outros façam o mesmo.

Mostre que sabe cooperar, mas que é independente. Use a sua


perspicácia para criar novas teorias e métodos. Estimule-se a si
mesma/o e aos outros para alcançar os seus objectivos e autodesen-
volvimento. Seja engenhosa/o e criativa/o ao resolver problemas.

Confie nas suas percepções e inspirações, mantendo-se indiferente


aos conceitos estabelecidos e ao cepticismo alheio. Conseguirá assim
ascender a cargos executivos no trabalho por ser capaz de oferecer
novos objectivos, ideias ou sugestões.

Muitas vezes é preferível agir do que conversar. Aceite aventu-


ras e desafios, mas nunca deixe de ser coerente, realista e prática/o.
Mostre que é um/a observador/a calma/o, analisando a vida com
grande interesse, curiosidade e alguns momentos de humor original,
sempre interessada/o nos fenómenos de causa e efeito.

Quando estiver confusa/o, isole-se para observar os acontecimen-


tos. Por vezes, estes são difíceis de definir e permanecem um misté-
rio para a maioria das pessoas. Mantendo-se longe das discussões
alheias, mostra que é ligeiramente diferente dos outros.

Desenvolva o seu sentido de oportunidade. Aprenda a lidar


com problemas concretos e não desperdice energia naquilo que é
desnecessário. Fuja às ambiguidades e não perca tempo com detalhes
irrelevantes.

Não se dê ao luxo de atropelar regras, políticas e regulamentos


quando está em busca de resultados. Não encare a hierarquia e a au-
toridade como desnecessárias, nem se torne resistente a elas. Aceite
as coisas como elas são e não faça julgamentos precipitados.

Desenvolva a filosofia do viver e deixar viver. Aproveite bem


cada momento e aprecie as coisas simples da vida. Valorize os rela-
cionamentos harmoniosos e coloque as necessidades alheias à frente
das suas.

39
ANABELA QUENTAL

Seja flexível, adaptável e trabalhe com os colegas num ambiente


cooperativo e igualitário. Mesmo que sinta que estão a ser encur-
ralados por regras excessivas, estruturas inflexíveis e burocracias,
não dê espaço aos conflitos.

Estabeleça padrões elevados para si mesma/o. Idealista, sen-


sível e criativa/o. Nunca fale demasiado de si até conhecer bem o
ouvinte. Lute por aquilo em que acredita, mas fique receptiva/o a
novas ideias.

Observe atentamente a inconsistência, as contradições e os lapsos


no discurso alheio. Mesmo sendo independente, curiosa/o, dis-
creta/o e reservada/o, veja onde está a coerência, não se prendendo em
assuntos corriqueiros ou fragmentados. Perceba a inconsistência, as
contradições e as falhas lógicas dos seus próprios pensamentos e
também dos outros.

Viva o dia-a-dia em constante movimento, levando a vida às últi-


mas consequências. Procure tirar proveito das situações, mostrando
que é tolerante e adaptável, mas fugindo às longas explicações que
deturpam coisas reais.

Procure com frequência juntar-se àqueles que compartilham os


seus interesses e para quem o sentido de humor é um prazer. Com
um sorriso amenizará as situações tensas, harmonizando facções
conflituantes.

Sem dar nas vistas, procure reconhecimento e sucesso. Seja com-


petitiva/o e decidida/o e use o seu poder de persuasão sempre que
for necessário. Mostre que tem interesse por novas experiências e
nunca esconda o seu entusiasmo pela vida.

Procure divertir-se com o que a/o rodeia, tornando tudo mais


agradável para aqueles que estão à sua volta. Valorize os seus rela-
cionamentos entregando-se generosamente a eles, sem esperar nada
em troca.

Quando precisar de mudança e variedade, resista a fazer qualquer


coisa que a/o limite, aprisione ou aborreça. Siga os seus impulsos e
ignore o modo convencional de fazer as coisas.

40
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

Use o tempo e os recursos disponíveis com eficiência para atingir


resultados imediatos e tangíveis. Tente detectar o que não está certo,
o que é inconsistente e ineficiente e disponha-se a enfrentar riscos
calculados.

Caso seja acusada/o de um erro que não cometeu, seja inflexível


e firme ao defender-se. Mas evite ser rígida/o ou impaciente e não
tente penalizar os outros.

Demonstre o seu amor através de atitudes práticas. Não se des-


vie da família e dos amigos só para ocupar um lugar de destaque
na sociedade.

Tome decisões rápidas, mas não faça questão de ser a/o única/o a
fazê-lo. Ofereça ajuda prática e tangível aos outros. Antes de procurar
uma posição de liderança, dê importantes contribuições quando tiver
oportunidade de assumir o comando.

Respeite os sentimentos das outras pessoas. Seja solidária/o


para com todos e mostre que é receptiva/o tanto a elogios como a
críticas.

Seja ambiciosa/o e disponha-se a trabalhar muito para alcançar e


materializar os seus ideais. Dê preferência às ocupações que reflictam
a sua maneira de ser e que lhe permitam realizar os seus sonhos.

Valorize o intercâmbio intelectual e mantenha-se sempre bem


informada/o. Aproxime-se das pessoas que admira e ignore aquelas
que tentam de alguma forma prejudicar a sua vida.

Risque do seu vocabulário a ineficiência, incompetência e inde-


cisão. Não se limite a receber instruções ou conselhos de outros, a
não ser que venham de pessoas reconhecidamente competentes.

Tenha em conta que o grande amor e os grandes ganhos requerem


grandes riscos. Não permita que uma pequena discussão destrua
uma grande amizade. Recorde que, por vezes, o silêncio é a melhor
resposta.

41
ANABELA QUENTAL

Em caso de conflito pessoal ou profissional, ocupe-se somente da


situação actual, não remexendo nunca no passado. A recordação do
que é mau anula a possibilidade de analisar a situação presente com
objectividade. Como dizia o sábio Tseng Kuang: Não te atormentes pelo
que passou. Volta-te para as coisas vindouras.

Atingir o objectivo depende da intensidade do desejo que para ele


orienta. A vitória pertence aos mais perseverantes. Se bater durante
tempo suficiente à porta do sucesso, pode ter a certeza de que acor-
dará alguém. O segredo do sucesso é esforçar-se cada vez mais.

Tente descobrir o que as pessoas vão querer antes de elas desco-


brirem o que querem. Fazer alianças multiplica o poder. Faça com
que as outras pessoas a/o ajudem e colaborem, unindo-se em direcção
ao mesmo alvo.

Você tem o destino nas suas mãos e realiza todos os seus desejos,
desde que queira realmente, acreditando nisso. A vida não lhe vai
dar mais do que você pede. A mente é tão poderosa que lhe vai dar
absolutamente tudo o que você pedir. Segundo a lei da confirmação
da semelhança, para onde a sua atenção estiver orientada, fluirá a
energia.

Viva intensamente, sinta-se alegre e faça aumentar a sua carga


energética e emocional. Nunca prescinda do orgulho, sentimento
elevado da sua dignidade pessoal. Mostrar uma vaidade saudável
não irá prejudicar a sua imagem.

Não prescinda do optimismo. Ele denota a sua disposição natural


ou tendência para ver as coisas pelo lado positivo, esperando sempre
uma solução das situações difíceis. A sua atitude mental positiva irá
atrair as circunstâncias que favorecem o sucesso.

Para atrair os outros, tem de lhes comunicar magnetismo pessoal.


Por isso, gere uma emoção intensa. Com um olhar directo e profundo,
emita mentalmente fortes emoções positivas de amor, afecto, agrado
e simpatia. Exprima com o olhar uma emoção de apreço. Exprima
esta emoção intensa, sincera e convincentemente, apenas com o olhar.
Sinta que a sua mensagem está a ser claramente transmitida.

42
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

Não se julgue nova/o ou velha/o de mais para mudar. A idade é


sobretudo um estado de espírito. Nunca é tarde de mais para iniciar
uma coisa nova. Aprenda a gostar de viver, mas com bom senso.
Sorria para o facto de não saber o que acontecerá amanhã e sepulte
de uma vez por todas os cadáveres psicológicos. Não deposite maus
pensamentos no seu banco de memórias.

Construa uma personalidade atraente, desenvolvendo os seguintes


comportamentos: atitude mental positiva, flexibilidade, sinceridade
na definição de objectivos, cortesia, tacto, hábito de sorrir sempre
de forma agradável e descontraída, tolerância efectiva, franqueza
absoluta, apurado, sentido de humor, fé na sua inteligência pessoal,
sentido de justiça, uso adequado das palavras, controlo emocional,
vivacidade, diversificação de interesses, versatilidade, humildade
saudável, espírito desportivo. Sinta e mostre realmente a sua beleza
interior quando sorri. Repare que as pessoas realmente magnéticas
mantêm uma aparência de constante bom humor, sorrindo sempre
com os olhos e apenas ocasionalmente com a boca.

Aproveite bem «aquele» minuto mágico da sua vida. Quem deseja


riquezas deve ir para onde elas estão. Se quer encontrar dinheiro, vá
onde ele está. Se deseja amor, caminhe na sua direcção... Não deixe
fugir as grandes oportunidades. Se levantar uma mão ao céu, talvez
não agarre um punhado de estrelas, mas se procurar no chão, talvez
se limite a sujá-las com um punhado de lama.

Não se contente com a mediocridade. Os medíocres cometem


sete pecados mortais: deixam que os outros controlem a sua própria
vida; atribuem os seus maus momentos ao «azar»; subestimam a
sua própria força; submetem-se ao medo em vez de o vencer; não
estabelecem objectivos claros; não conseguem influenciar os outros;
pensam na derrota em vez de pensarem na vitória.

Aprenda todos os dias algo de novo, até mesmo em situações


de adversidade. Aprendemos a andar caindo e levantando-nos. Um
falhanço ou erro é uma indicação do rumo a seguir para atingir o
sucesso. Agradeça diariamente pelo que tem ou gostaria de ter e o
Universo continuará a proporcionar-lhe coisas que ainda não tem,
mas que em breve irá ter!...

43
ANABELA QUENTAL

... Pense no futuro, mas sem se preocupar com ele. Encare-o como
um caminho que terá de percorrer e não como um deserto que teme
atravessar.

Diário Mágico ou Livro das Sombras


O Livro das Sombras é o diário de uma feiticeira, o registo das
suas actividades místicas e mágicas. A sua origem remonta ao tempo
das perseguições. Sendo-lhes proibido compartilhar oralmente os
seus conhecimentos, as bruxas e bruxos da Idade Média escreviam os
seus conhecimentos e feitiços num livro que mantinham escondido.
Daí o termo «Livro das Sombras».
Na Idade Média continham essencialmente receitas de poções,
feitiços, encantamentos, filtros, enfim, operações de magia assinadas
com um nome mágico, que, muitas vezes, ocultava o seu autor por
motivos óbvios.
Todas as tradições das feiticeiras indicam a existência de um diário
onde são anotados todos os procedimentos mágicos, factos interes-
santes do dia-a-dia, para que o conhecimento não se perca.

Todos os Símbolos Mágicos


Na prática da arte da bruxaria existe uma simbologia mágica que
permite melhorar a sintonia com os elementos da Natureza. Cada
símbolo, com o passar dos séculos, foi adoptado para determina-
das finalidades, devido à sua eficácia, seja no contexto mágico ou
religioso. Muitos destes símbolos são utilizados para as práticas
ritualistas, servindo para focalizar a energia mágica. Vejamos os
principais símbolos e respectivos significados.

Estrela de Cinco Pontas: Identificação de uma Feiticeira

A/o leitor/a alguma vez perguntou a si mesma/o por que motivo


se usa a expressão «cinco estrelas» para classificar algo que tem uma
qualidade inigualável?... Ou a razão por detrás de os ídolos do ci-

44
O LIVRO DAS FEITICEIRAS

nema, teatro e televisão serem chamados de «estrelas»? E já reparou


que na grande maioria dos casos as estrelas que adornam os méritos e
destaques têm quase sempre 5 pontas?... Ora bem, atrás de um ícone
tão comum existe, afinal, um historial antigo e cheio de mistérios.
A estrela de 5 pontas é um símbolo de origem milenar, sempre
presente para demonstrar garra e luta, capacidade de decisão, honra,
coragem, disposição para a batalha, expressão de vitória e de con-
quista. Este símbolo reúne entre os seus mais importantes significados
os atributos positivos do planeta Marte, sendo a sua utilização em
magia bastante antiga. Todos sabemos que as estrelas, tal como re-
presentadas na iconografia, são representações do céu, das alturas, da
astronomia, enfim, exortam o imaginário popular a olhar para cima
e a buscar algum significado, a tentar transcender o quotidiano.
As 5 pontas representam Ar, Fogo, Água, Terra e Espírito. Os
antigos Chineses acreditavam que existiam 5 elementos (madeira,
fogo, terra, metal e água), 5 planetas, 5 estações, 5 sentidos, bem
como 5 cores primárias, sons e sabores. A concessão de uma estrela
de 5 pontas é o mesmo que colocar o indivíduo entre os deuses ou
entre os grandes de uma cultura pelos seus actos de coragem. Traz
consigo a ideia de actos de heroísmo conducentes ao alcance da graça
de habitar um mundo de bem-aventurados, seja o Olimpo dos gregos
ou o paraíso do pensamento medieval, associado ao céu.
Hoje o símbolo da estrela de 5 pontas tornou-se o elemento deco-
rativo mais comum em festas e cerimónias. Traz consigo a ideia da
necessidade humana de se ligar a mundos superiores através de uma
atitude considerada socialmente como honrada, nobre e digna de
comemoração como uma vitória sobre todas as vicissitudes.
A sua relação com o planeta Marte tem a ver com o sistema
cabalístico. Marte é a divindade guerreira sempre localizada, numa
hierarquia de 10 potências, na quinta posição. Observando a partir
da Terra, se contarmos a partir do Sol em ordem de distanciamento,
a posição dos planetas fica assim ordenada: Sol, Mercúrio, Vénus,
Lua (não contamos a Terra, pois ela é o nosso ponto de observação) e
Marte. A estrela de 5 pontas também representa a quinta-essência, a
união dos 4 elementos, Fogo, Terra, Ar e Água através de um quinto
que os funde e lhes confere funcionalidade. É símbolo do ser humano,
mentor da matéria e representante do divino no mundo.
Nas teorias pagãs, esta representação é feita com um círculo à sua
volta. Esse círculo simboliza o útero da Deusa. Isto tem também um

45