Você está na página 1de 5
SUMÁRIO 1. CONSTITUCIONALISMO 1.1 ORIGEM 2. NEOCONSTITUCIONALISMO 3. CONSTITUCIONALISMO SOCIAL INTENSIVO MODULAR QSJ

SUMÁRIO

1. CONSTITUCIONALISMO 1.1 ORIGEM

2. NEOCONSTITUCIONALISMO

3. CONSTITUCIONALISMO SOCIAL

INTENSIVO MODULAR QSJ Flávio Martins

10/02/2014

Aula 03

Constitucionalismo é o movimento social, político e jurídico, cujo objetivo central é limitar o poder do Estado através de uma Constituição (Constitucionalismo Moderno), que teria nascido no século XVIII.

Nos meados do século XVIII, temos a Constituição Norteamericana de 1787 e a Constituição Francesa de 1791.

1. (TJ MT 2009) Movimento político social e cultural que, sobretudo a partir de meados do

século XVIII, questiona nos planos político, filosófico e jurídico os esquemas tradicionais de domínio político, sugerindo, ao mesmo tempo, a invenção de uma nova forma de ordenação e fundamentação do poder político. Esta definição, formulada por J. J. Gomes Canotilho, designa

a)

o poder constituinte.

b)

o constitucionalismo moderno.

c)

o constitucionalismo antigo.

d)

a democracia.

e)

a autocracia.

Alternativa “b” – constitucionalismo moderno.

Em outras palavras, o constitucionalismo moderno teve origem em meados no século XVIII - Constituição dos EUA 1787 e Constituição Francesa de 1791. É um movimento destinado a limitar o poder do Estado por meio de uma Constituição.

ALERTA: o constitucionalismo não nasceu no século XVIII. O que nasceu com essas constituições (EUA e Francesa) foi o constitucionalismo moderno.

2. DEFENSORIA PÚBLICA/SP 2006: O que assegura aos cidadãos o exercício dos seus direitos, a divisão dos poderes e, segundo um dos seus grandes teóricos, a limitação do governo pelo direito é:

a)

o constitucionalismo

b)

a separação dos poderes

c)

o princípio da legalidade

d)

o federalismo

e)

o Estado Democrático de Direito

Intensivo Modular 2014

Anotador: Vinícius Ferreira Damásio Educacional

1.1 Origem do Constitucionalismo INTENSIVO MODULAR QSJ Flávio Martins 10/02/2014 Aula 03 3. (MPE –

1.1 Origem do Constitucionalismo

INTENSIVO MODULAR QSJ Flávio Martins

10/02/2014

Aula 03

3. (MPE CE 2008) No constitucionalismo antigo, mormente o ateniense,

a) o mecanismo democrático utilizado para preencher as magistraturas em geral era a eleição

direta.

b) a Grécia antiga assemelhava-se a uma federação de cidades submetidas à autoridade

política de Atenas.

c) a graphe paranomon que permitia verificar a correção da lei votada pela assembléia

popular em face do Direito ancestral é antecedente remoto do controle de constitucionalidade.

d) a nacionalidade, segundo proposta de Péricles, era definida em razão do local de

nascimento (ius solis).

e) qualquer cidadão podia votar e ser votado na democracia ateniense, inclusive mulheres e

estrangeiros com autorização de residência (metecos).

Quanto à origem, o constitucionalismo é bastante remoto. Segundo Kal Loewenstein, ele tem origem remota na antiguidade (idade antiga), encontrando junto ao povo hebreu (conduta dos profetas, responsáveis por controlar os atos de governo) e Grécia antiga (Atenas, Esparta). Na Grécia havia a ação grafe paranomom, antecedente mais remoto do controle de constitucionalidade.

No século XIII, tivemos a famosa Magna Carta, de 1215, assinado por Joao I ou João Sem terra.

No século XVII, na Inglaterra, tivemos a Petition Of Rights, Bill of Rights e Habeas Corpus act.

No século XVIII, nasce o constitucionalismo moderno com a Constituição Norteamericana (1787) e a Constituição Francesa de 1791.

4. TJ MS (2009) - Assinale a alternativa que contém uma afirmativa correta a respeito do

constitucionalismo:

a) O constitucionalismo teve seu marco inicial com a promulgação, em 1215, da Magna Carta

inglesa.

b) O constitucionalismo surge formalmente, em 1948, com a edição da Declaração Universal

dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas. c) A doutrina do Direito Constitucional é uníssona no entendimento de que o constitucionalismo surgiu com a revolução norte-americana resultando, em 1787, na Constituição dos Estados Unidos da América.

d) É possível identificar traços do constitucionalismo mesmo na antiguidade clássica e na

Idade Média.

e) O constitucionalismo brasileiro inspirou-se fortemente no modelo constitucional do Estado

da Inglaterra.

Intensivo Modular 2014

Anotador: Vinícius Ferreira Damásio Educacional

INTENSIVO MODULAR QSJ Flávio Martins 10/02/2014 Aula 03 5. TJ-CE-2011- Leia atentamente as proposições abaixo

INTENSIVO MODULAR QSJ Flávio Martins

10/02/2014

Aula 03

5. TJ-CE-2011- Leia atentamente as proposições abaixo e assinale a que se apresentar correta:

a) O poder constituinte inicial, por romper completamente com a ordem jurídica anterior, é

ilimitado, absoluto e arbitrário (existem limites supralegais que limitam o poder originário).

b) Acerca da história do constitucionalismo, é correto afirmar que Karl Loewenstein identificou indícios do seu surgimento entre os hebreus durante a Antiguidade, por ter lá encontrado certas limitações ao poder político, mormente aquelas que asseguravam aos profetas a legitimidade para fiscalizar os atos governamentais que extrapolassem os limites bíblicos.

c) A elaboração da Lei Orgânica, pelo Município, pode ser considerada verdadeira manifestação do poder constituinte decorrente, também conferido aos Estados-Membros da Federação (Município não tem poder derivado decorrente).

d) O sistema constitucional vigente criou a figura do poder constituinte derivado revisor, cuja

manifestação, prevista no art. 3°, do ADCT, deve ocorrer a cada dez anos, visando manter atual

o texto da Constituição (revisão constitucional deveria ser de 5 anos, após a promulgação)

Poder constituinte

É o poder de criar e a competência para reformar a constituição. Existem dois tipos de poder constituinte. São eles:

(i) originário (inicial, instituinte ou de primeiro grau): é o poder de criar uma constituição. Esse poder originário é absoluto, arbitrário? Não.

(ii) derivado

a) decorrente: são os Estados (Constituições Estaduais) e o DF (Lei orgânica do DF).

A revisão constitucional do art. 3º, ADCT, deveria ser feita pelo menos 5 anos após a promulgação da Constituição. Essa revisão foi aprovada em sessão unicameral pelo quórum de maioria absoluta.

2. Neoconstitucionalismo Ele surgiu após a segunda guerra Mundial (marco histórico), fruto do pós-positivismo (marco filosófico), tendo como marco teórico a força normativa da Constituição* e como principal objetivo a busca por maior eficácia da Constituição.

*Teoria de Konred Hesse

A constituição muda a realidade, tem força para alterar a realidade.

Intensivo Modular 2014

Anotador: Vinícius Ferreira Damásio Educacional

INTENSIVO MODULAR QSJ Flávio Martins 10/02/2014 Aula 03 6. MINISTÉRIO PÚBLICO/RN – 2009: Acerca do

INTENSIVO MODULAR QSJ Flávio Martins

10/02/2014

Aula 03

6. MINISTÉRIO PÚBLICO/RN 2009: Acerca do constitucionalismo, assinale a opção incorreta:

a) A origem do constitucionalismo remonta à antiguidade clássica, especificamente ao povo

hebreu, do qual partiram as primeiras manifestações desse movimento constitucional em

busca de uma organização política, fundada na limitação do poder absoluto.

b) O neoconstitucionalismo é caracterizado por um conjunto de transformações no Estado e no direito constitucional, entre as quais se destaca a prevalência do positivismo jurídico, com a clara separação entre direito e valores substantivos, como ética, moral e justiça (marco filosófico: fruto do pós-positivismo).

c) O constitucionalismo moderno representa uma técnica específica de limitação do poder com

fins garantidores (século XVIII).

d) o neoconstitucionalismo caracteriza-se pela mudança de paradigma, de Estado Legislativo

de Direito para Estado Constitucional de Direito, em que a Constituição passa a ocupar o

centro de todo o sistema jurídico (força normativa da Constituição).

e) As constituições do pós-guerra promoveram inovações por meio da incorporação explícita,

em seus textos, de anseios políticos, como a redução das desigualdades sociais, e de valores como a promoção da dignidade humana e dos direitos fundamentais (ex.: Constituição Brasileira).

7. MINISTÉRIO PÚBLICO/GO 2010. Assinale a alternativa incorreta:

a) As constituições norte-americana, de 1787, e a francesa, de 1791, são os marcos históricos e

formais do constitucionalismo moderno.

b) O constitucionalismo garante aos cidadãos o exercício dos seus direitos, mesmo que tenha

que limitar o poder do governo.

c) A concepção de constituição dirigente é antagônica ao conceito de constitucionalismo (a CF fixa metas estatais).

d) O neoconstitucionalismo busca ultrapassar a idéia de limitação do poder político para

representar a busca de eficácia da Constituição, particularmente na efetivação dos direitos

fundamentais.

Constituição dirigente é a expressão de Canotilho. Isso se deve porque ela fixa uma direção, metas estatais.

3. Constitucionalismo Social (Paulo Bonavides) É o movimento constitucional que insere na constituição direitos sociais. Surgiu na Constituição do México, de 1917 e Constituição de Weimar (1919). No Brasil, seu surgimento se deu na Constituição de 1934.

Intensivo Modular 2014

Anotador: Vinícius Ferreira Damásio Educacional

INTENSIVO MODULAR QSJ Flávio Martins 10/02/2014 Aula 03 8. TCE-RS-2011-Sobre as constituições, assinale a alternativa

INTENSIVO MODULAR QSJ Flávio Martins

10/02/2014

Aula 03

8. TCE-RS-2011-Sobre as constituições, assinale a alternativa correta.

a) Constituição

constituição típico do constitucionalismo liberal oitocentista (constituições modernas)

dirigente é

um

conceito

utilizado para definir e

explicar o

modelo

de

b) O conceito de constitucionalização simbólica (seus sentimentos são mais expressivos)

refere-se ao fenômeno pelo qual a função normativa da Constituição se sobrepõe a suas

funções ideológicas, morais e culturais.

c) A primeira constituição brasileira a ser influenciada pelo paradigma do constitucionalismo social foi a de 1988 (constituição de 1934)

d) A denominada Constituição-quadro ou Constituição-moldura é aquela que restringe ao

máximo a liberdade de conformação legislativa (é a constituição total).

e) Por constituição em sentido formal compreendem-se as normas constitucionais promulgadas pelo Poder Constituinte Originário e também aquelas promulgadas pelo Poder Constituinte Derivado.

Intensivo Modular 2014

Anotador: Vinícius Ferreira Damásio Educacional