PSICÓGRAFA B Sessão de 21-06-2012 Guia B……. Com um abraço fraterno a todos saúdo!

A Vida continua quer estejamos crentes ou não dessa realidade. Na pureza dos pensamentos e das ações o nosso progresso. Um toque no ombro, um aperto de mão, um sorriso, são instrumentos de amor, ao nosso alcance, e tão poucos de nós, nos damos conta disso! Muito depende de nós, são tantas as pequenas coisas que podemos fazer e que no final, resultam em nosso benefício e de nossos irmãos. Compreendei irmãos, que dando água a nosso irmão sedento e faminto, no fundo, nessa compaixão manifestada, mostramos o que já aprendemos a Ser Amor. E viver nesta Escola, a que chamamos planeta Terra, o grande objetivo é aprender a amar, tolerar, ouvir, perdoar – é saber viver e Ser Amor! “Fazer aos outros, o que gostaríamos que nos fizessem”, apenas isto! Com um abraço fraterno me despeço! Muita paz para todos. Sessão de 21-06-2012 Boas noites, santas noites! O amor é uma luz que nunca se apaga! Minhas queridas, meus irmãos, é sempre com alegria que nos reencontramos. Tanto sofrimento poderia ser evitado, se desde crianças nos educassem na responsabilidade que a vida continua, logo tudo o que fazemos, tem consequências, infelizes ou felizes, conforme o nosso propósito no viver. Tantas lágrimas vertemos por querermos mais servir ao corpo do que à alma! Esquecemos que o corpo perece e termina, enquanto que a alma continua a sua caminhada até à felicidade eterna. Não temam ajudar, não temam dar a mão a quem chora! Um dia recebereis os frutos, a alegria de saber viver em Amor. Que a Luz do Pai a todos nós ilumine. Uma irmã, ainda a aprender a viver e a amar. Sessão de 21-06-2012 Ser uma flor, Dar uma flor!... É ser amor, É viver amor! Sentir calor, Viver sem dor,
Psicografias recebidas na AELA – publicadas em 28-02-2014 – no site www.aela.pt

É dar ao pai um louvor! Um irmão a brincar com as palavras e as verdades da vida. Sessão de 21-06-2012 Meu Deus, meu Deus, estou a morrer, estou a morrer, meu Deus, ninguém me ouve, ninguém me liga! Não aguento mais, mas quem sou eu? Que faço eu aqui, por favor, que faço eu aqui? Estou a morrer ou quê? Meu Deus, que se passa aqui, ninguém me ouve, ninguém me quer, ninguém me quer, estou a morrer, para onde vou agora, para onde, meu Deus, estou a morrer, estou a enlouquecer? Que faço aqui, não conheço ninguém! Ninguém fala comigo, ninguém fala comigo! Estou a morrer, alguém pode falar comigo! Por favor, alguém pode me explicar o que se passa? Ai meu Deus estou a enfraquecer, a quem me agarro, quem me ajuda, quem me agarra? Quem pode falar comigo? Quem fala comigo? Estou a enlouquecer! Estou a morrer! Estou a morrer! Por favor! (A médium psicógrafa mentalmente começou a esclarecer a entidade com alguma dificuldade). Mas não sou eu? (que falo) Passaram à mulher (…) Não sou eu! Não sou eu! (Nesta altura a entidade incorporou na médium assistente de incorporação e foi elucidada mas ainda deixou escrito). Morri, morri. Obrigada. Sessão de 21-06-2012 “Se os homens soubessem fazer a Paz…” Assim se ouve cantar, é uma frase tão bela que encerra em si a chave da felicidade! “Fazer a Paz” é algo tão forte, que implica a humildade, o amor e compaixão de cada um de nós. “Fazer a Paz” é o esforço continuo de cada um de nós em qualquer dimensão na busca da felicidade. Para “fazer a Paz” é preciso deixar o nosso pedestal de pé de barro e descer ao chão, deixar de lado os nossos preconceitos e ouvir, saber perdoar a nós mesmos e a nossos companheiros da estrada (que dia a dia) estão a nosso lado. Estamos todos neste planeta em missão de aprendizagem, que ninguém se julgue superior – e se alguém se encontra mais preparado, se já aprendeu mais, que não se sinta orgulhoso, mas feliz de ter conseguido aprender e compreender já um pouco daquilo que é a Verdadeira Vida! Que continue sua Missão de crescimento, auxiliando os irmãos do seu caminho. Somos todos irmãos, e todos filhos do mesmo Deus de Amor, Sábio e Justo.
Psicografias recebidas na AELA – publicadas em 28-02-2014 – no site www.aela.pt

Uma irmã nos trabalhos.

Sessão de 21-06-2012 Rezar Orar Pensar -são tudo formas de falar com Deus! Praguejar Injuriar Lamuriar -são tudo formas de fechar a janela à Luz! Parar Repensar Reparar -são tudo ações necessárias para encontrar a Paz! Um irmão a brincar com as palavras e as verdades da vida. Sessão de 28-06-2012 Guia B……. Com um abraço espiritual vos saúdo! Humildade, é a grande lição que a todos faz falta. Muitas vezes ansiamos por poder, Queremos ser adulados por nossos companheiros, mas admirados porquê? O que buscamos nesta vida? O que queremos para o nosso futuro? Irmãos todos – nós; e vós – todos, estamos no caminho da perfeição, todos precisamos compreender que a vida é muito mais do que aquilo que temos conhecimento. Feliz daquele, que mantem uma atitude humilde perante tudo o que o rodeia. Feliz daquele, que se sabe calar para ouvir, que sabe partilhar para consolar, que sabe sentir e compreender a dor alheia. Ser humilde permite, manter o coração e a alma disponíveis para crescer, para se encontrar com as forças do Bem e connosco próprios. Somos responsáveis pelo que pensamos e fazemos, por isso o que semeamos, um dia colhemos. O Auxílio do Pai existe, mas o primeiro passo será sempre da nossa responsabilidade. Com um abraço fraterno me despeço. Sessão de 28-06-2012 Boas noites Minhas queridas, meus irmãos é sempre com alegria que nos reencontramos. São tantos os irmãos que aqui chegam com o “corpo” e a alma esfarrapados… tanta
Psicografias recebidas na AELA – publicadas em 28-02-2014 – no site www.aela.pt

ignorância, tanto desconhecimento… tanto sofrimento autoinfligido desnecessariamente… Deus Pai, como nos comove ver tanto sofrimento que poderia ser evitado… Irmãos queridos, difundi a notícia que a vida continua. Que apenas o nosso corpo - tal como uma peça de roupa que se despe – que apenas o nosso corpo retorna ao “pó”… a alma vive e revive eternamente… Que a Fé a Esperança no Amor do Pai, a todos anime e dê alento. Uma irmã, ainda a aprender a viver e a amar. Sessão de 28-06-2012 Doutores Com dores Doutores Sem dores São tantos os que se julgam acima das “cores”! São tantos os que crêem que tudo sempre vêem! “doutores” são os mentores, que aqui vêm sem tremores mostrar que a vida não são só horrores Se os homens quiserem, a Vida são só flores! Um irmão a brincar com as palavras e as verdades da vida. Sessão de 28-06-2012 Porque falam tanto, porque falam tanto, caramba, tanto falam, isto não é o café da esquina, isto não é o cinema, ninguém vem para aqui para teatro, ou rir-se das desgraças dos outros! Porque falam tanto? Porque não se compenetram que a vossa função é importante, vossos fluidos, ajudam quem aqui vem a sofrer. Vossas vibrações são importantes nestes trabalhos pela energia que produzem. Não falem tanto, não falem tanto, amem apenas em silêncio, se essa é a vossa intenção, prestar auxílio fraterno. Se apenas querem passar um bom bocado, vão ao cinema, ao café! Não vos faltam opções! Mas aqui por favor: silêncio, silêncio! Aqui apenas as vozes dos que sofrem devem ser ouvidas, porque todas as outras se devem reduzir ao mínimo, para que a violência e a intempestividade sejam quebradas pelo ambiente de paz, tranquilidade e harmonia; para que o medo do desconhecido seja rapidamente afastado. Um irmão, nos trabalhos em missão de aprendizagem continua. Sessão de 28-06-2012 Ai meu Deus, morri, parti, sei lá o que me aconteceu! Cai, morri, desapareci, mas que raio se passou comigo?
Psicografias recebidas na AELA – publicadas em 28-02-2014 – no site www.aela.pt

(Após ter escrito estas palavras a entidade incorporou na médium assistente e foi elucidada). Sessão de 28-06-2012 É pá sou como os outros, estúpido e bruto. (…) morri e agora – só agora – é que percebi o que se passou! Morri! E só isso! Deixei de ter carne! Sou um desencarnado! Tão simples como isso! Sou um espírito, uma alma vivente! Vejo, choro, e sofro e só agora entendi! Continuo a viver! Vou continuar, vou com este grupo para a escola, vou continuar na escola da vida num centro próprio, num local próprio para a educação das almas. Um dia gostaria de voltar para ajudar. Obrigado, espero voltar!

Disse Jesus: “ Quem quiser saber se a minha doutrina é verdadeira pratique-a ”.

Psicografias recebidas na AELA – publicadas em 28-02-2014 – no site www.aela.pt

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful