Você está na página 1de 14

UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

Aula 01- Revisão de solos

Definição: Solo é uma mistura ou solução de compostos minerais e orgânicos,


formado pela ação de agentes físicos, químicos e biológicos inicialmente sobre a
rocha primária.

Outra definição: É a camada superficial da crosta terrestre resultante da ação


combinada dos fatores de formação: material de origem (rocha), clima, organismos
vivos, relevo e tempo.

COMPOSIÇÃO DO SOLO

Componentes

OS SOLOS SÃO UMA MISTURA DESSES COMPONENTES ONDE SE DISTINGUE


AS FASES SÓLIDA, LÍQUIDA E GASOSA.
UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

Fase sólida: É formada pela fração mineral, resultante da transformação da rocha


matriz e pela fração orgânica, proveniente de vegetais, animais e microorganismos,
em estágios variados de decomposição.

Fase líquida: Consiste nos espaços físicos formados pelo arranjo das partículas
sólidas. Denominados de poros (macroporos e microporos)

Fase gasosa: Permite a entrada de O2 e a saída de CO2 da respiração celular das


raízes, sendo importante para o metabolismo das plantas e todos os processo que
demandam energia metabólica, como por exemplo, a absorção de nutrientes.

Obs: Sólidos líquidos e gases se interagem e penetram nos poros do solo, de


modo que o sistema como um todo raramente se encontre em equilíbrio

Perfil do solo
UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

Perfil:

Horizontes Superficiais: maiores teores de MO, maior atividade biológica. O tipo


horizonte superficial de ocorrência freqüenta na Região do cerrado é o horizonte A.

Horizonte subsuperficiais:

1. Horizonte B: horizonte mineral, resultante de transformações do material de


origem e/ou do ganho de constituintes minerais ou orgânicos. Os tipos mais
comuns são:

B latossólico: horizonte bastante homogêneo, profundo,poros, semelhante ao


pó de café.

B textural: quando apresenta teores de argila mais elevados que o horizonte A.


B incipientes: menos desenvolvido, pouco espesso se comparado aos B
latossólicos e texturais, com elevados teores de silte e cascalho.

2. Horizonte C: horizonte mineral, pouco afetado pelos processo pedogenéticos,


apresentando ainda características do material de origem

3. Horizonte R: horizonte normalmente mais profundo do solo, formado pela


própria rocha-mãe

ATRIBUTOS PARA COMPREENDER O COMPORTAMENTO DOS SOLOS

1-Atributos Morfológicos e físicos dos Solos

1.1-Cor do Solo: sobressai no perfil – importante na identificação e na delimitação


do horizonte e de camadas (escala de Munsell (1975) para solos.

1.2-Textura: refere-se a proporção das frações

Argila

Classes texturais: Média

Argilosa

Muito argilosa

Obs: Alguns solos apresentam aumento significado nos teores de argila no hor. B quando
comparados ao hor. A. Pois esses solos apresentam suscetibilidade à erosão.
UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

1.3-Porosidade: É o volume do solo ocupado pela água e pelo ar.

Macroporos > 0,05 mm de Ø (responsáveis pela aeração do solo)

Microporos < 0,05 mm de Ø (responsável pela retenção de água no solo)

Obs: solo ideal é aquele que apresenta espaço poroso divido igualmente em pros
pequenos e grandes. Porque permite boas propriedades de aeração, permeabilidade
e retenção de água.

1.4-Capacidade de Água disponível (CAD)- É a quantidade de água retida pelas


partículas do solo, em condições de ser utilizadas pela plantas.
Representa a faixa de água armazenada no solo que esta compreendida entre o
PMP e a CC.

PMP: É o limite da lâmina de água firmemente presa as partículas do solo, já não


disponível as plantas.

CC: É considerado como sendo o limite superior de água disponível, ou seja, o topo
da lâmina de água fracamente retida pelas partículas do solo, na fração com a água
que pode escoar livremente, perdendo-se por percolação (água gravitacional).

Principais Classes de Solos da Região do Cerrado:

Ver tabela 4 (cópia).

Percentual por solo na Região do Cerrado

Latossolos 45,7%

Areia Quartzosa (AQ) 15,2%

Podzólicos 15,1%

Plintossolo 9%

Hidromórfico 2,5%

Litolicos 7,3%

Cambissolos 3,1%

Terra Roxa Esturutrada 1,7%


UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

Outras Classes 0,4%

Classes de Solos Atualizadas


Classes de Solos

Antiga Atual

Latossolo Roxo (LR) LATOSSOLO VERMELHO (LV)

Latossolo Vermelho Escuro (LE) LATOSSOLO VERMELHO (LV)

Latossolo Vermelho Amarelo (LV) LATOSSOLO VERMELHO AMARELO(LVA)

Latossolo Una (LU) LATOSSOLO AMARELO (LA)

Latossolo Amarelo (LA) LATOSSOLO AMARELO (LA)

Areia Quartzosa (AQ) NEOSSOLO QUARTZARÊNICO (RQ)

Podzólico Vermelho Escuros (PE) ARGISSOLO VERMELHO (PV)

Podzólico Vermelho Amarelo(PV) ARGISSOLO VEMELHO AMARELO (PVA)

Terra Roxa Estruturada (TR) NOTOSSOLO VERMELHO (NV)

Plintossolo (PT) PLINTOSSOLO ARGILÚVICO (FT)

PLINTOSSOLO HÁPLICO (FX)

Plintossolo (PP) PLINTOSSOLO PÉTRICO (FF)

Hidromórfico Cinzento (HC) GLEISSOLO HÁPICO (GX)

Glei Húmico (HGR) GLEISSOLO MELÂNICO (GM)

Glei Pouco Húmico (HGP) GLEISSOLO HÁPLICO ((GX)

Aluvial (A) NEOSSOLO FLÚVICO (RU)

Orgânico (O) ORGANOSSOLO MÉSICO OU HAPLICO (OY)

Fonte: Camargo, M.N. et all Sistema Brasileiro de classificação do Solo


UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

Latossolos (LR, LE, LV, LA, LU) ou (LV, LVA, LA)

Características gerais:

são solos minerais

não hidromórficos

profundos >2 m

horizonte B muito espesso (> 50 cm)

com sequencia de horizonte A,B, C pouco diferenciado

cores variam de vermelhos muito escuras a amareladas, geralmente no A, vivas no B


e menos claras no C

Solos intemperizados

normalmente relevo plano a suave ondulado com declividade raramente 7%

Fator limitante baixa fertilidade

Areia Quartzosa (AQ) NEOSSOLO QUARTARENICO(NQ)

Características gerais:
UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

✔ Solos originarios de depósitos arenosos

✔ Textura arenosa ou areia fraca ao longo dos 2 m de profundidade

✔ São constituídos essencialemtne de quartzo

✔ Poucos resistentes ao intemperismo, por destituídos de mineral primários

✔ 15% de teor máximo de argila

✔ Relevo plano ou suave ondulado

✔ Baixa aptidão agrícola

✔ Fator limitante: suscetíveis a erosão, originam a grandes voçorocas quando


ocupam cabeceiras de drenagem; baixa capacidade de reter água, lixiviação

Terra Roxas Estruturada (TR) NITOSSOLO VERMELHO (NV)

Características gerais:

✔ São solos minerais, não hidromórficos

✔ Cor vermelha escura à arroxeada

✔ Profundos >2 m

✔ Horizonte B muito espesso (> 50 cm)

✔ Apresenta horizonte B textural

✔ Textura varia de argiloso a muito argiloso, normalmente a porosoidade total é


maior 50%

✔ São derivados do intemperismo de rochas básicas e ultrabásicas, ricas em


minerais de ferromagnesianos

✔ Solos de grandes importância na agricultura

✔ Fator limitante: apresenta riscos a erosão se estiverem localizados em relevos


ondulados

Podzolicos (PE e PV) - ARGISSOLOS (PV e PVA)

Características gerais:

✔ São solos minerais, não hidromórficos


UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

✔ Com horizonte A ou E seguindo de horizonte B textural, com nítidas diferença


entre os horizontes

✔ Horizonte B de cor avermelhada até amarelada e teores de óxido de ferro


inferiores a 15%

✔ Podem ser estróficos, distróficos ou álicos

✔ Têm profundidades variadas e ampla variabilidade de classes texturais

✔ Fator limitante baixa fertilidade

GLEISSOLO HAPLICO

Características gerais:

✔ são solos minerais, hidromórficos

✔ Horizonte A (mineral) ou H (orgânico) seguida de horizonte de cor cinzento-


olivácea,esverdeado ou azulado (óxido de ferro)

✔ Podem começar a 40 cm da superfície.

✔ São mal ou muito mal drenados

✔ Podem apresentar argila de atividade alta ou baixa

✔ Fator limitante: esta na presença de lençol freático relevado, com riscos de


inundação; baixa fertilidade
UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

Perfil representativo de um Latossolo Vermelho-Escuro(LE

Perfil representativo de um Latossolo Vermelho-Escuro textura média)


UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

Perfil representativo de Areia Quartzosa (AQ) ou Neossolo Quartzarênico (NQ)


UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

Perfil representativo de Terra Rocha Estruturada (TR) ou Nitossolo Vermelho


(NV)
UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

Perfil representativo de Podzolicos (PE) ou ARGISSOLOS VERMELHO (PV)


UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental

Perfil representativo de Glei Pouco Húmico (HGP) OU GLEISSOLO HAPLICO


(GX)
UFMS - Disciplina Áreas Degradadas - Engenharia Ambiental