Você está na página 1de 2

AGOSTINHO DE HIPONA (354-430 d.C.

)
TEOLOGIA DA HISTRIA De civitate Dei (A cidade de Deus) 22 livros: 10 sobre a falsidade das religies pags; 12 sobre a verdade da religio crist. A Hist ria divide!se e" # gra$des per%odos: Origem : &evela'o: o (o"e" foi criado por Deus e elevado ) orde" sobre$atural. *o$se+.: eli"i$a'o do dualis"o radical grego e$tre "at,ria e esp%rito- e" virtude do +ual era i$co$ceb%vel +ue Deus criasse o "u$do e o (o"e" e- "ais ai$da- +ue os gover$asse. Passado (c(eio de "ales f%sicos e "orais- guerras e dios): &evela'o: +ueda origi$al e a rede$'o. *o$se+.: supera'o do vel(o dualis"o "a$i+ueu dos dois pri$c%pios- u" bo" e outro "au. . "au $o , realidade- "as $ega'o da realidade ( privatio boni ) e $o procede de Deus. /le $o o fe0- "as o per"ite para dele tirar o be" ta"b," do "al (rede$'o: cria'o de $ova orde" de te"pos e de coisas- $a +ual- e$car$a$do!se- o pr prio Deus tra$sfor"a dor e "orte de castigo do v%cio e" ar"a da virtude). Futuro: &evela'o: o futuro ter1 fi"; o te"po co$(ecer1 u" ter"o e o 2essias voltar1 para 3ulgar todos os (o"e$s $u" 3u%0o "oral absoluto- i$fal%vel- i"ut1vel. *o$se+.: vai ao e$co$tro das "ais profu$das e4ig5$cias da ra0o +ue pede 3usti'a aos bo$s +ue a+ui suportara" tribula'es e dores- e$+ua$to os "aus se alegrara" e triu$fara"; ser1 co$cedida aos bo$s a pa0 +ue a+ui procurara" e" vo: 67ossa pa0- a+ui- est1 e" $ossa u$io co" Deus pela f,- e- $a eter$idade- $a u$io co" ele pela viso8 ( De Civitate Dei, 9:9- 2;).

Hist ria viso grega: per%odos de "ovi"e$tos circulares- repeti$do!se ciclica"e$te; viso agosti$ia$a: ca"i$(o e" li$(a reta +ue sobe da terra para o c,u. De Civitate Dei trata ta"b," da rela'o e$tre :gre3a e "u$do- e$tre cidade celeste e cidade terre$a. Dial,tica dos dois a"ores: a"or de si (leva ao despre0o de Deus e gerou a cidade terre$a) e a"or de Deus (leva ao despre0o de si e gerou a cidade celeste). A cidade terre$a (o "u$do) abra$ge o u$iverso dos "aus- pecadores e de"<$ios; a cidade celeste (a :gre3a) abra$ge o u$iverso dos bo$s: a$3os e sa$tos ((o"e" e" estado de gra'a). A a$t%tese dos dois a"ores dirige o curso de a"bas e f1!las ca"i$(ar para fi$s eter$a"e$te opostos. A (ist ria co$stitui!se deste dualis"o. # gra$des se'es da Hist ria: 1. do pecado origi$al at, Abrao; 2. de Abrao (:srael) at, *risto; #. de Abrao ao :"p,rio &o"a$o (to"a separada"e$te para tratar da *idade do "u$do: gra$des i"p,riosi$clusive o &o"a$o- surgidos da viol5$cia e "a$tidos pela viol5$cia). 7o ce$tro est1 *risto para o +ual (1 u" progresso se"pre "ais claro. Depois de *risto- cessa a diviso pol%tica e$tre as duas cidades: volta aos pri"eiros te"pos- "as se" o caos; co$figura!se $a u$idade da :gre3a. =o superadas todas as divises pol%ticas $a u$iversal u$idade dos (o"e$s e $a u$idade dos (o"e$s co" Deus.