Análise Ergonômica do Ambiente de Trabalho

RESUMO

O objetivo desse estudo foi investigar o local de trabalho e as possíveis relações de pontos dolorosos apresentados por funcionários da *******************, do setor de ************. Foi utilizado o questionário de sinto as e de aspectos da organizaç!o do trabalho, que avaliou os locais dolorosos apontados pelos funcionários. Os resultados de onstra funcionários relata algu proble a %sculo&esquel'tico e ant' ****** por cento " #$ dos posturas incorretas durante elhora da qualidade de vida

sua atividade laboral. ( fisioterapia preventiva atrav's de ginástica laboral e correções ergon) icas no a biente de trabalho será de grande valia para desses funcionários, reduç!o de absenteís o e alcance das etas do setor.

INTRODUÇÃO

( ergono ia pode ser definida co o *o estudo de aspectos do trabalho e sua relaç!o co o conforto e be estar do trabalhador*, ou ainda, o estudo da adaptaç!o do trabalho ao ho e . ovi entos e rit o entais. +eral ente, ela se ocupa de fatores do trabalho relacionados ,s posturas,

deter inados pela atividade e do conte%do dessa atividade, nos seus aspectos físicos e relaciona ento entre o ho e surgidos

-egundo a definiç!o dada pela .rgono ics /esearch -ociet0, ergono ia ' *o estudo do e o seu trabalho, equipa ento e a biente, e particular ente a desse relaciona ento*. aplicaç!o dos conheci entos de anato ia, fisiologia e psicologia na soluç!o dos proble as .rgono ia ' a ci1ncia que lida co aspectos do trabalho que possa o estudo das características dos trabalhadores para odificações nas

adaptar as condições de trabalho a essas características. O objetivo da ergono ia ' investigar causar desconforto aos trabalhadores e propor

a biente ou local de trabalho. alta ecAnica das delicadas o trabalhador a repetitividade de u estruturas dos es o padr!o de ovi ento e co press!o e bros superiores. que O apareci ento das afecções %sculo&esquel'ticas está ligado .sses dist%rbios s!o devidos funda ental ente . síndro e do t%nel do carpo entre ocorrer lesões do tipo tendinites.9. te anos.stas deve se pre incluir o ser hu ano co o u seus co ponentes. as sido nos %lti os ais prevalentes segundo estatísticas abertas trabalho$. fadiga de apareci ento insidioso principal ente e superiores. setor de *******. áquinas. 7aseados na afir aç!o supracitada este estudo pretende prevenir o apareci ento de 3ist%rbios Osteo usculares /elacionados ao 4rabalho "3O/4$. pode incorretos de provocar fortes dores e equipa ento Os projetos inadequados de usar posturas inadequadas que. ao trabalho. populaç!o trabalhadora segurada "5nstituiç!o 2acional do -eguro -ocial$.. ter o abrangente que se refere aos dist%rbios ou doenças do siste a e bros dos superiores. assentos ou bancadas de trabalho obriga antidas por os usos uito te po. %sculo&esquel'tico. parestesia. ?ode cervicalgias. DORT 3ist%rbios Osteo usculares /elacionados ao 4rabalho "3O/4$. de 2u a situaç!o ideal a ergono ia deve ser aplicada desde etapas iniciais do projeto de u a áquina. Os 3ist%rbios Osteo usculares /elacionados ao 4rabalho "3O/4$. desconfortáveis s!o ta b' costu a ser apontados co o responsáveis pelo au ento dos casos de 3O/4. <(4=s "<o unicaç!o por acidente de <aracteriza&se pela ocorr1ncia de vários sinto as conco itantes ou n!o tais co o> dor. obiliário psicossociais. atrav's da análise do a biente ergon) ico dos trabalhadores *******. so ente nos %lti os 8 anos fora 89:.condições de trabalho para torná&las confortáveis e saudáveis. prevenindo a ocorr1ncia de futuras co plicações Osteo usculares. dentre as doenças ocupacionais registradas. e@posiç!o dos . sensaç!o de peso. referentes . utilizaç!o bio ecanica ente incorreta e bros superiores. tenossinovite. localizadas naquele conjunto de (s condições %sculos solicitados para a conservaç!o da postura. u fator contributivo. as esta análise estaria inco pleta se dei@ásse os de lado o fator tens!o e@cessiva. principal ente do pescoço e ou n!o. . bursites. co força e@cessiva. epicondilites. 6 a -egunda causa de afasta ento do trabalho no 7rasil. co provada ente . relacionados. anutenç!o de posturas incorretas. e bros outras. lo balgias.

constituindo u a análise estática do FO4O- . especial ente nos setores de 'dicas. peritendinite e o bros.<4O. aposentadorias precoces. degradaç!o do Os casos de 3O/4 s!o frutos de u a s'rie de fatores que. absenteís o.ste estudo ' caracterizado co o sendo do tipo transversal. !os. que reflete vida do trabalhador e na produtividade.. -524OG(. freqB1ncia e duraç!o da individual de lidar co as e@ig1ncias do trabalho. cisto. sinovites. ?ara a coleta de dados foi utilizado u questionário adaptado de Dhouri. leva *be &estar. .ssas patologias est!o surgindo e co proporções alar antes. tarefas do lar. s!o apenas algu as das afecções trabalhadores . síndro e do t%nel do ulnar. intitulado co o *CE. Foi realizada a observaç!o da postura dos funcionários e os postos de trabalho fora assi a biente de trabalho "F5+E/( M e :$. pode chegar a infuncionalidade para o trabalho. que.trabalhadores a esses riscos e sua e@posiç!o e da capacidade agnitude depende da intensidade. . tendinites. por vezes. síndro e de Cuervaín. significativa ente na qualidade de MATERIA E M!TODO . síndro e do desfiladeiro torácico.nfer idades co o lo balgias. que foi aplicado aos funcionários do setor. co o as tarefas e@ecutadas pelos funcionários.3( O/+(25H(IJO 3O 4/(7(KLO*.ste interesse está funda entado no (u ento de despesas trabalho. refletindo direta ente na sa%de do e pregado. ' necessário elevar o interesse por questões associadas . cervicalgias. agregados. síndro e %sculo&esquel'ticas ais co uns e 3O/4. ( ando e ?erez. lazer.*incapaz*. do pronador redondo. hospitalares. punhos e gatilho. (-?.-45O2F/5O 3. fotografados. neurite digital. o 3O/4 pode tornar o indivíduo u ser. 3. faltas no (caba ento. dedo e tenossinovites. particular de epicondilite. síndro e cervical ou radiculopatia cervical. sa%de do trabalhador. síndro e do t%nel do carpo. . enfi . cotovelos.

8: anos. diferentes turnos " anh! e tarde$. sendo que QO# dos 3as funcionárias que encarta **** já apresenta quadro de 3O/4 e estágio avançado. DE INEAMENTO 5nicial ente foi realizado a entrevista e o preenchi ento do questionário. RESU TADOS E DIS"USSÃO ( a ostra constituiu&se de MN: funcionários do setor de ******* sendo ":8#$. que realiza a tarefa. sentados. postura RN# fica Cuanto . Foi realizado ainda u aneiras de prevenir o apareci ento estudo observacional onde foi registrado atrav's de fotos a postura e o a biente ergon) ico do local de trabalho do funcionário para posterior ente discutir de 3O/4 nesses funcionários.O estudo teve co o a ostra MN: funcionários do ******. ***** # relatara . Os funcionários caracteriza repetiç!o dos . da *********@. es os o odo de dese penhar suas atividades laborais co o sendo de ovi entos. co idade 'dia de MP. no setor de M: ( jornada de trabalho ' de P horas e funcionários realiza horas e@tras. dor 1ncia ou quei aç!o. e que trabalha ulheres "O8#$ e ho ens eses e 'dia. e@ist1ncia de for iga ento. sentir esses relaç!o . onde os funcionários relatara os locais ais afetados por dores e desconfortos.

(s cadeiras possue a estatura dos funcionários e há suporte para os p's e todos os locais de trabalho. as fotos. obiliário n!o está reguladas de (o analisar as condições ergon) icas do a biente de trabalho. n!o estava ajustado de for a correta.sinto as e "***** #$ relatara n!o sentir . co *****. MN: funcionários "as$ do -etor de . ?esquisa realizada entre os dias MQ a MP de junho de :NMN. por' . junta ente co observou&se que os funcionários utiliza acordo co hábitos incorretos de postura e que o encostos.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful