Você está na página 1de 37
Introdução aos Sistemas de Informação Geográfica (SIG) Inês Pinto Instituto de Investigação Cientifica Tropical
Introdução aos Sistemas de
Informação Geográfica (SIG)
Inês Pinto
Instituto de Investigação Cientifica Tropical
DEFINIÇÃO DE SIG As definições são condicionadas pelo ambiente em que surgem e pela realidade
DEFINIÇÃO DE SIG
As definições são condicionadas pelo ambiente em que
surgem e pela realidade dos problemas que ajudam a
resolver
Manipular
Informação
Geográfica
Consultar
SIG
Software
Visualizar
Hardware
Arquivar
Modelar
DEFINIÇÃO DE SIG Consoante o contexto de utilização “Conjunto de procedimentos, manual ou automatizado, utilizados
DEFINIÇÃO DE SIG
Consoante o contexto de utilização
“Conjunto de procedimentos, manual ou automatizado, utilizados
no sentido do armazenamento, e manipulação de informação
georreferenciada.”
Aronoff (1989)
Em função do problema a resolver
“Sistema de apoio à decisão envolvendo integração de informação
georreferenciada num ambiente de resolução de problemas.”
Cowen (1988)
DEFINIÇÃO DE SIG Mais redutoras “Ferramenta com avançadas capacidades de modelação geográfica.” Koshkariov
DEFINIÇÃO DE SIG
Mais redutoras
“Ferramenta com avançadas capacidades de modelação geográfica.”
Koshkariov (1989)
Mais abrangentes
“Conjunto
de
funções
automatizadas,
que
fornecem
aos
profissionais, capacidades avançadas de armazenamento, acesso,
manipulação e visualização de informação georreferenciada.”
Azemoy, Smith e Sicherman (1981)
DEFINIÇÃO DE SIG Na realidade é um Sistema especializado na modificação e análise de informação
DEFINIÇÃO DE SIG
Na realidade é um Sistema especializado na
modificação e análise de informação geográfica
(geo-espacial) .
Sistema
Informação
Geográfica
HISTÓRIA DO SIG • 4 fases: – 1ª fase (1950-1975) nasce nos EUA e no
HISTÓRIA DO SIG
• 4 fases:
– 1ª fase (1950-1975) nasce nos EUA e no Reino
Unido, há poucos dados em máquina e são acções
individuais
– 2ª fase (1973-1980) forte financiamento do estado
e diminuição do protagonismo individual
HISTÓRIA DO SIG • 4 fases (cont.): – 3ª fase (até 1982) forte esforço por
HISTÓRIA DO SIG
• 4 fases (cont.):
– 3ª fase (até 1982) forte esforço por parte do
sector privado e desenvolvimento de bases de
dados geográficas em grande escala
– 4ª fase (actualidade) dados centralizados,
acessíveis através de redes de telecomunicações
COMPONENTES DO SIG • Hardware (PC, estações de trabalho, palmtops, ) • Software (Prog. SIG
COMPONENTES DO SIG
• Hardware (PC, estações de trabalho, palmtops,
)
• Software (Prog. SIG BD Desenho Estatística …)
,
,
,
,
• Dados/Informação (2X superior ao custo do
equipamento)
• Pessoas (Liveware)
• Métodos ou Procedimentos
TECNOLOGIAS RELACIONADAS COM O SIG • CAD – Desenho Assistido por Computador • Cartografia numérica
TECNOLOGIAS RELACIONADAS COM O SIG
• CAD – Desenho Assistido por Computador
• Cartografia numérica
• Sistema de Gestão de Bases de Dados (SGBD)
• Detecção Remota
DADOS ESPACIAIS O SIG lida com informações georreferenciada que podem ser divididas em: – Entidades
DADOS ESPACIAIS
O SIG lida com informações georreferenciada
que podem ser divididas em:
– Entidades geográficas
– Atributos
MODELOS DE DADOS ESPACIAIS SIG Layer 1 (Topologia A) Layer 2 (Topologia B) Layer (Topologia…)
MODELOS DE DADOS ESPACIAIS
SIG
Layer 1
(Topologia A)
Layer 2
(Topologia B)
Layer
(Topologia…)
Entidade
Entidade
A Atributo A
B Atributo B
Geográfica
Geográfica
MODELOS DE DADOS ESPACIAIS Num SIG a informação geográfica é organizada em camadas ou níveis
MODELOS DE DADOS ESPACIAIS
Num SIG a informação
geográfica é organizada em
camadas ou níveis de
informação (layers),
consistindo cada uma num
conjunto seleccionado de
objectos associados e
respectivos atributos.
TOPOLOGIAS NO SIG Em SIG, topologia é um conjunto de regras e comportamentos que se
TOPOLOGIAS NO SIG
Em
SIG,
topologia
é
um
conjunto de regras e
comportamentos que se estipulam como pontos, linhas
e polígonos e partilham geometrias coincidentes.
Por exemplo:
Objectos adjacentes, tais como
países ou parcelas de terreno,
têm uma fronteira comum, isto é,
partilham uma aresta.
Arco
MODELOS DE DADOS ESPACIAIS • O mundo real pode ser representado em forma de imagem
MODELOS DE DADOS ESPACIAIS
• O mundo real pode ser
representado em forma de
imagem /raster ou de vectores
MODELOS DE DADOS ESPACIAIS • Modelo Vectorial – Pontos (1 par de coordenadas) – Linhas
MODELOS DE DADOS ESPACIAIS
• Modelo Vectorial
– Pontos (1 par de coordenadas)
– Linhas (2 pares de coordenadas)
– Polígonos (3 pares de coordenadas)
• Modelo Raster (células – Pixel) – As
imagens raster são constituídas por números,
que representam, cada um deles uma
entidade
MODELOS DE DADOS ESPACIAIS Modelo Modelo Vectorial Raster Estrutura Mais complexa Mais simples Topologia Melhor
MODELOS DE DADOS ESPACIAIS
Modelo
Modelo
Vectorial
Raster
Estrutura
Mais complexa
Mais simples
Topologia
Melhor definição
Fraca
Saídas gráficas
Com qualidade
Fraca qualidade
Manipulação de dados
Fácil
Impossível
Sobreposição de
coberturas
Com erros
Fácil
Visualização
Rápida
Lenta
CICLO DO SIG Colecção de Dados Tomada de decisão Mundo Real Fonte de Dados Usuários
CICLO DO SIG
Colecção de Dados
Tomada de decisão
Mundo Real
Fonte de Dados
Usuários
Geração de dados
Análises
Informação para
tomada de decisão
Análise e
Envio de dados
RESPOSTA A PROBLEMAS • Localização Onde? • Tendência/movimento Houve alteração? • Rota/Proximidade Qual o
RESPOSTA A PROBLEMAS
• Localização Onde?
• Tendência/movimento Houve alteração?
• Rota/Proximidade Qual o melhor caminho?
• Padrões Há algum padrão espacial?
• Modelação/simulação O que aconteceria se?
CICLO DO SIG Decisão Definição do Problema Saída Definição do critério SIG Análise SIG Geração
CICLO DO SIG
Decisão
Definição
do Problema
Saída
Definição
do critério
SIG
Análise
SIG
Geração de
dados
FUNÇÕES DO SIG • Função de “input” (Aquisição dos dados) • Função de validação e
FUNÇÕES DO SIG
• Função de “input” (Aquisição dos dados)
• Função de validação e edição
• Função de estruturação e armazenamento de
informação
• Função de análise (Coração do SIG)
• Função de “output” (Saídas gráficas)
FUNÇÕES DO SIG • Função de análise – Inquirição/selecção – Análise de vizinhança – Análise
FUNÇÕES DO SIG
• Função de análise
– Inquirição/selecção
– Análise de vizinhança
– Análise de superfície
– Análise de redes
Vectorial
Raster
– “Overlay”
(sobreposição)
Ponto Polígono
Soma
Linha Polígono
Subtracção
Polígono Polígono
Multiplicação
Divisão
IMPORTÂNCIA DO SIG • • Facilidade de trabalhar com uma grande quantidade de informação T
IMPORTÂNCIA DO SIG
Facilidade de trabalhar com uma grande
quantidade de informação
T
decisão
empo
d
e respos a em empo rea no apo o
t
t
l
i
à
Fácil gestão e armazenamento de dados
geográficos
Rapidez com que a informação pode ser
actualizada
APLICAÇÕES DO SIG Agricultura Arqueologia t Informática Ciências Ambientais Engenharias Jornalismo
APLICAÇÕES DO SIG
Agricultura
Arqueologia
t
Informática
Ciências Ambientais
Engenharias
Jornalismo
Ciências Militares
Geografia
Ar
qu
it
ec u
r a
Recursos Naturais
Geologia
Meteorolo ia
g
Oceanografia
Medicina
História
Sociologia
Planeamento Urbano
ÁREAS DE APLICAÇÃO DO SIG • Gestão de Planos Municipais de Ordenamento do Território •
ÁREAS DE APLICAÇÃO DO SIG
• Gestão de Planos Municipais de Ordenamento
do Território
• Inventariação dos Recursos Naturais
• Protecção Civil
• Gestão de Infra-estruturas
• Optimizar localizações
• Cadastro
APRESENTAÇÃO DOS DADOS
APRESENTAÇÃO DOS DADOS
DENSIDADE
DENSIDADE
CAMINHO PERCORRIDO Menor Custo Vs. Menor caminho
CAMINHO PERCORRIDO
Menor Custo Vs. Menor caminho
ROTAS/PERCURSOS
ROTAS/PERCURSOS
MODELAÇÃO Integração Raster - Vector Declives Exposição solar Orientação segundo um azimute
MODELAÇÃO
Integração Raster - Vector
Declives
Exposição solar
Orientação segundo um azimute
FUTURO DO SIG Antes Actualmente Mapas est ticos á Mapas d in micos â Baixo
FUTURO DO SIG
Antes
Actualmente
Mapas est ticos
á
Mapas
d
in micos
â
Baixo nível de interactividade
Muito interactivos
Privados
Distribuição via Web
SIG pago
SIG Livre
Integração SIG Livre e de
-
empresas privadas
FUTURO DO SIG “O Estado tem de se aproximar do cidadão. Os métodos de consulta
FUTURO DO SIG
“O Estado tem de se aproximar do cidadão. Os métodos
de consulta à informação administrativa e a forma de
diálogo entre o cidadão e o Estado devem ser
transformados, face aos instrumentos que as novas
tecnologias oferecem. Uma componente fundamental
dessa transformação é a comunicação electrónica com
a administração pública e o acesso aos registos de
informação de carácter público pela mesma via.”
FUTURO DO SIG “As novas condições tecnológicas permitem substituir o procedimento anterior em que os
FUTURO DO SIG
“As novas condições tecnológicas permitem substituir o
procedimento anterior em que os cidadãos tinham de
,
requerer à Administração acesso aos seus arquivos, por
um novo modelo em que os arquivos digitais são
abertos em redes electrónicas, para que os cidadãos se
sirvam livremente deles em função das suas
necessidades”
PROGRAMAS
PROGRAMAS
DESKTOP Área de visualização Caixa de ferramentas Tabela de Conteúdos Layers Modo Layout Modo View
DESKTOP
Área de visualização
Caixa de ferramentas
Tabela de Conteúdos
Layers
Modo Layout
Modo View
FERRAMENTAS Zoom in Zoom out Zoom total Pan (movimentos manuais) Avançar ou anular introdução Seleccionar
FERRAMENTAS
Zoom in
Zoom out
Zoom total
Pan (movimentos
manuais)
Avançar ou anular
introdução
Seleccionar
Identificar
Procurar
Ir para o ponto XY
Régua
Hiperligação
Html Popup
Criar nova janela de
visualização
TABELA DE CONTEÚDOS Layer activa Layer inactiva O ArcMap permite mudar a simbologia utilizada na
TABELA DE CONTEÚDOS
Layer activa
Layer inactiva
O ArcMap permite
mudar a simbologia
utilizada na
visualização.
Pode mudar-se o
símbolo utilizado por
um símbolo mais
apropriado
SIMBOLOGIA Cor Seleccionar Tamanho algumas categorias Modificar a simbologia Mais símbolos
SIMBOLOGIA
Cor
Seleccionar
Tamanho
algumas
categorias
Modificar a
simbologia
Mais
símbolos