Você está na página 1de 35

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

AULA 05

Olá, amigos!

Tudo bem com vocês? E tudo bem com os estudos? Espero que sim!

Demos início aos trabalhos, comentando as questões pendentes do nosso

Dever de Casa

10. (BANCO CENTRAL-94) Em certa empresa, o salário médio era de $90.000,00 e o

desvio-padrão era de $10.000,00. Todos os salários receberam um aumento de 10%. O salário médio passou a ser de:

a) $ 90.000,00

b) $ 91.000,00

c) $ 95.000,00

d) $ 99.000,00

e) $ 100.000,00

Sol.: Eis aqui uma questão bastante simples, e que explora uma das propriedades da Média! Senão, vejamos: é dito pelo enunciado que o salário médio era de $90.000,00.

Já sabemos que o salário médio corresponde à média dos salários!

Após, fala-se que todos os salários – leia-se: todos os elementos do conjunto – receberam um aumento de 10%. Ora, nosso trabalho será um só: traduzir esta informação! Teremos que traduzi-la, obviamente, para uma operação matemática!

Aumentar um valor em 10% significa uma operação de quê? Soma? Produto? Quem me diz? Ora, se você na hora da prova ficar na dúvida, basta fazer um teste: trabalhe com salários originais de cem, duzentos e trezentos reais, e veja no que resulta um aumento de dez por cento:

R$100,00, com aumento de 10% vai para: R$110,00

R$200,00, com aumento de 10% vai para: R$220,00

R$300,00, com aumento de 10% vai para: R$330,00

Ora, qual é a mesma operação matemática que fará com que R$100 vire R$110; R$200 vire R$220; e R$300 vire R$330? Resposta: multiplicar por 1,10.

Assim, podemos convencionar: aumento de x% significa um produto por (1,x).

Outras conclusões:

Se o aumento fosse de 20%: produto por 1,20.

Se o aumento fosse de 30%: produto por 1,30.

Se o aumento fosse de 5%: produto por 1,05.

Por outro lado, se a informação adicional fosse:

Redução de 10%: produto por 0,90. (já que 1-0,10=0,90)

Redução de 20%: produto por 0,80. (já que 1-0,20=0,80)

Redução de 5%: produto por 0,95. (já que 1-0,05=0,95).

E assim por diante! Entendido?

Voltando à nossa questão: se todos os elementos do conjunto sofreram um aumento de 10%, ou seja, se todos eles foram multiplicados por 1,10, teremos que, de acordo com a propriedade, a nova Média do conjunto será igual à Média anterior também multiplicada pela mesma constante (1,10).

Daí:

Nova Média = 90.000 x 1,10 = 99.000,00 Resposta!

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

(TTN-94) Considere a distribuição de freqüências transcrita a seguir:

 

Xi

fi

2

|—

4

9

4

|—

6

12

6

|—

8

6

8

|— 10

2

10|— 12

1

11. A média da distribuição é igual a:

a) 5,27

b) 5,24

c) 5,21

d) 5,19

e) 5,30

Sol.: Estamos diante de uma Distribuição de Freqüências! Vamos, por primeiro, investigar se é fato que todas as classes têm a mesma amplitude. É fato? Sim!

Logo, concluímos: podemos usar o Método da Variável Transformada para calcular a Média do conjunto!

Não vamos perder essa oportunidade de treinar o método! Vamos a ele:

1º) Descobrir o valor do primeiro Ponto Médio:

 

Xi

fi

PM

2

|—

4

9

3

4

|—

6

12

.

6

|—

8

6

.

8

|— 10

2

.

10|— 12

1

.

2º) Construir a coluna de transformação da variável:

 

Xi

fi

PM

(

PM 3

)

= Yi

 

2

2

|—

4

9

3

 

0

4

|—

6

12

.

1

6

|—

8

6

.

2

8

|— 10

2

.

3

10|— 12

1

.

4

3º) Construir a coluna do fi.Yi e fazer seu somatório:

 

Xi

Fi

PM

(

PM 3

)

= Yi

fi.Yi

 

2

2

|—

4

9

3

 

0

0

4

|—

6

12

.

1

12

6

|—

8

6

.

2

12

8

|— 10

2

.

3

6

10|— 12

1

.

4

4

 

n=30

   

34

4º) Calcular a média da variável transformada: Y

34 Y = 30
34
Y =
30

=

1,133

5º) Fazer o desenho de transformação da variável, e percorrer as operações do caminho de volta, para chegarmos à resposta! Teremos:

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

1º)-3 2º)÷2 Xi Yi Y = 1,133 2º)+3 1º)x2
1º)-3
2º)÷2
Xi
Yi
Y
= 1,133
2º)+3
1º)x2

1,133 x 2 = 2,266

e

2,266 + 3 = 5,266 5,27 Resposta!

(AFTN-96) Para efeito das cinco próximas questões, considere os seguintes dados:

DISTRIBUIÇÃO DE FREQÜÊNCIAS DAS IDADES DOS FUNCIONÁRIOS DA EMPRESA ALFA, EM 1º/1/90

Classes de

Idades

Freqüência

s

Pontos

Médios

Xi

37

=

di

fi.di

fi.di 2

fi.di 3

fi.di 4

 

(anos)

(fi)

(Xi)

5

19,5

|— 24,5

2

22

 

-3

-6

18

-54

162

24,5

|— 29,5

9

27

-2

-18

36

-72

144

29,5

|— 34,5

23

32

-1

-23

23

-23

23

34,5

|— 39,5

29

37

39,5

|— 44,5

18

42

1

18

18

18

18

44,5

|— 49,5

12

47

2

24

48

96

192

49,5

|— 54,5

7

52

3

21

63

189

567

 

Total

     

16

206

154

1106

12.

Marque a opção que representa a média das idades dos funcionários em

1º/1/90.

a) 37,4 anos anos

b) 37,8 anos

c) 38,2 anos

d) 38,6 anos

e)39,0

Sol.: Esta questão é muito interessante! Uma questão para se aprender bastante! E de resolução quase imediata, conforme veremos.

Primeira coisa: as classes têm mesma amplitude? Sim! Logo, usaremos o método da variável transformada para encontrar a Média.

Qual o primeiro passo deste método? Encontrar os Pontos Médios! A tabela fornecida na prova já fez isso para nós? Sim. Este passo já está cumprido!

E depois, o que faríamos nós? Construiríamos uma coluna de transformação da variável. A questão já fez isso para nós? Sim! A quarta coluna desta tabela é uma coluna de transformação! O detalhe é que ele, elaborador, na hora de construir essa coluna de transformação, não adotou aquela sugestão que nós demos na aula passada [(PM-1ºPM)/h].

Mas não tem problema! Se a questão já nos trouxe pronta uma transformação da variável, nós simplesmente a aceitaremos! Não importa se essa transformação não segue a sugestão que aprendemos anteriormente. Essa sugestão você poderá (e deverá) usar quando for você a construir a coluna de transformação! Entendido?

Assim, a coluna de transformação já está pronta, e o Ponto Médio transformado foi chamado de di pela prova.

Nosso próximo passo seria construir a coluna fi.Yi. No caso, como a prova chamou a variável transformada de di, teríamos que construir a coluna fi.di e encontrar o seu somatório!

Mas a tabela também já fez esse trabalho para nós! Que maravilha! Já pegamos o bonde andando, e a viagem já está quase toda completa! Vamos apenas complementar nosso trabalho com os passos restantes do método!

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

Próximo passo: calcular a Média da Variável Transformada ( d ). Considerando que n=100, valor esse obtido pela soma da coluna do fi, teremos:

16 di = 100
16
di =
100

= 0,16

Finalmente, faremos o desenho de transformação da variável e, percorrendo o caminho de volta, descobriremos a resposta:

0,16 x 5 = 0,8

 

1º)-37

2º)÷5

 
 

Xi

di

 
 

2º)+37

1º)x5

d = 0,16
d = 0,16

e

0,8 + 37 = 37,8 Resposta!

Observem que, acima da tabela, está escrito que essas idades correspondem à data de 1º/janeiro/1990. Ok? Isso precisará ser lembrado na resolução da próxima questão! Vamos a ela.

Para efeito da questão seguinte, sabe-se que o quadro de pessoal da empresa continua o mesmo em 1º/1/96.

13.

Marque a opção que representa a média das idades dos funcionários em

1º/1/96.

a)

b)

c) 43,4 anos

39,0 anos

37,4 anos

d) 43,8 anos e) 44,6 anos

Sol.: Essa é de graça! Ora, se a Média das idades no dia 1º/janeiro/1990 foi de 37,8 anos (resposta da questão anterior), e se foi dito que as pessoas daquele conjunto anterior são exatamente as mesmas, só que seis anos mais velhas, iremos concluir que os elementos do nosso novo conjunto (as novas idades) foram todos adicionados à constante seis.

Concordam?

Assim, aplicando a propriedade da Média, teremos que:

Nova Média = Média Anterior + constante

Nova Média = 37,8 + 6 = 43,8 Resposta!

(AFRF-2000) Para efeito da próxima questão faça uso da tabela de freqüências abaixo.

Freqüências Acumuladas de Salários Anuais, em Milhares de Reais, da Cia. Alfa

Classes de Salário

Freqüências

Acumuladas

 

(

3

;

6]

12

 

(

6

;

9]

30

(

9

;

12]

50

 

(12

;

15]

60

 

(15

;

18]

65

 

(18

;

21]

68

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

14. Quer-se estimar o salário médio anual para os empregados da Cia. Alfa.

Assinale a opção que representa a aproximação desta estatística calculada com base na distribuição de freqüências.

a)

9,93

d)

10,00

b)

15,00

e)

12,50

c)

13,50

Sol.: Aqui temos mais uma questão a ser trabalhada com o Método da Variável Transformada! Porém, antes, teremos que realizar o trabalho preliminar que aprendemos no início deste Curso, com o intuito de descobrir os valores da coluna da fi (freqüência absoluta simples).

Vemos, facilmente, que não há nenhum sinal indicativo de freqüência relativa nesta tabela (nem no enunciado). Assim, a freqüência fornecida é absoluta! E será acumulada porque o enunciado está dizendo isso expressamente. Ora, para saber se é acumulada crescente ou decrescente, basta verificarmos os valores da coluna, para enfim concluirmos que estamos diante da freqüência absoluta acumulada crescente (fac).

O trabalho preliminar necessário para construirmos a coluna da fi já é nosso conhecido,

de sorte que, sem mais demoras, teremos:

Classes de Salário

fac

fi

 

(

3

;

6]

12

12

 

(

6

;

9]

30

18

(

9

;

12]

50

20

 

(12

;

15]

60

10

 

(15

;

18]

65

5

 

(18

;

21]

68

3

E agora, sim, aplicaremos o método da variável transformada. Teremos:

1º) Descobrir o valor do primeiro Ponto Médio:

Classes de

fac

fi

PM

 

Salário

 

(

3

;

6]

12

12

4,5

 

(

6

;

9]

30

18

.

(

9

;

12]

50

20

.

(12

;

15]

60

10

.

(15

;

18]

65

5

.

(18

;

21]

68

3

.

2º) Construir a coluna de transformação da variável:

Classes de

Salário

fac

fi

PM

(

PM 4,5

3

)

= Yi

 

(

3

;

6]

12

12

4,5

 

0

 

(

6

;

9]

30

18

.

 

1

(

9

;

12]

50

20

.

 

2

(12

;

15]

60

10

.

 

3

(15

;

18]

65

5

.

 

4

(18

;

21]

68

3

.

 

5

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

3º) Construir a coluna do fi.Yi e fazer seu somatório:

Classes de

Salário

fac

fi

PM

(

PM 4,5

3

)

= Yi

fi.Yi

 

(

3

;

6]

12

12

4,5

 

0

0

 

(

6

;

9]

30

18

.

 

1

18

(

9

;

12]

50

20

.

 

2

40

(12

;

15]

60

10

.

 

3

30

(15

;

18]

65

5

.

 

4

20

(18

;

21]

68

3

.

 

5

15

   

n=68

   

123

4º) Calcular a média da variável transformada: Y

34 Y = 30
34
Y
=
30

= 1,81

5º) Fazer o desenho de transformação da variável, e percorrer as operações do caminho de volta, para chegarmos à resposta! Teremos:

1º)-4,5 2º)÷3 Xi Yi Y = 1,81 2º)+4,5 1º)x3
1º)-4,5
2º)÷3
Xi
Yi
Y
= 1,81
2º)+4,5
1º)x3

1,81 x 3 = 5,43 e 5,43 + 4,5 = 9,93 Resposta!

(AFRF-2002) Para a solução da próxima questão utilize o enunciado que segue.

Em um ensaio para o estudo da distribuição de um atributo financeiro (X) foram examinados 200 itens de natureza contábil do balanço de uma empresa. Esse exercício produziu a tabela de freqüências abaixo. A coluna Classes representa intervalos de valores de X em reais e a coluna P representa a freqüência relativa acumulada. Não existem observações coincidentes com os extremos das classes.

Classes

P (%)

70-90

5

90-110

15

110-130

40

130-150

70

150-170

85

170-190

95

190-210

100

15. Assinale a opção que dá o valor médio amostral de X.

a) 140,10

d) 140,00

b) 115,50

e) 138,00

c) 120,00

Sol.: Nova questão para aplicarmos o Método da Variável Transformada! Aqui, novamente, o único diferencial é que precisaremos novamente cumprir o ritual do trabalho preliminar! Já trabalhamos, inclusive, com esta tabela. Teremos:

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

 

Classes

 

Fac

 

Fi

 

fi

 

70-90

 

5%

 

5%

 

10

90-110

 

15%

10%

   

20

110-130

 

40%

25%

   

50

130-150

 

70%

30%

   

60

150-170

 

85%

15%

   

30

170-190

 

95%

10%

   

20

190-210

 

100%

 

5%

 

10

   

100%

   

n=200

   

(x2)

 
    (x2)  

E

somente agora

estamos

aptos

a

iniciar

a

aplicação

do

método

da variável

transformada. Teremos:

1º) Descobrir o valor do primeiro Ponto Médio:

Classes

Fac

Fi

fi

PM

70-90

5%

5%

10

80

90-110

15%

10%

20

.

110-130

40%

25%

50

.

130-150

70%

30%

60

.

150-170

85%

15%

30

.

170-190

95%

10%

20

.

190-210

100%

5%

10

.

   

100%

n=200

 

2º) Construir a coluna de transformação da variável:

 

Classes

Fac

 

Fi

 

fi

PM

(

PM 80

)

= Yi

 
     

20

70-90

5%

 

5%

 

10

80

 

0

 

90-110

15%

 

10%

 

20

.

 

1

110-130

40%

 

25%

 

50

.

 

2

 

130-150

70%

 

30%

 

60

.

 

3

 

150-170

85%

 

15%

 

30

.

 

4

 

170-190

95%

 

10%

 

20

.

 

5

 

190-210

100%

 

5%

 

10

.

 

6

 
     

n=200

   

3º) Construir a coluna do fi.Yi e fazer seu somatório:

 

Classes

Fac

Fi

fi

PM

(

PM 80

)

= Yi

 

fi.Yi

 

20

 

70-90

5%

5%

10

80

 

0 0

 

90-110

15%

10%

20

.

 

1 20

110-130

40%

25%

50

.

 

2 100

130-150

70%

30%

60

.

 

3 180

150-170

85%

15%

30

.

 

4 120

170-190

95%

10%

20

.

 

5 100

190-210

100%

5%

10

.

 

6 60

     

n=200

     

580

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

4º) Calcular a média da variável transformada: Y

580 Y = 200
580
Y =
200

=

2,9

5º) Fazer o desenho de transformação da variável, e percorrer as operações do caminho de volta, para chegarmos à resposta! Teremos:

1º)-80 2º)÷20 Xi Yi Y = 2,9 2º)+80 1º)x20
1º)-80
2º)÷20
Xi
Yi
Y = 2,9
2º)+80
1º)x20

2,9 x 20 = 58,0

e

58,0 + 80 = 138 Resposta!

(FTE-PA-2002/ESAF) A tabela de freqüências abaixo deve ser utilizada nas duas próximas questões e apresenta as freqüências acumuladas (F) correspondentes a uma amostra da distribuição dos salários anuais de economistas (Y) – em R$ 1.000,00, do departamento de fiscalização da Cia. X. Não existem realizações de Y coincidentes com as extremidades das classes salariais.

Classes

F

29,5 – 39,5

2

39,5 – 49,5

6

49,5 – 59,5

13

59,5 – 69,5

23

69,5 – 79,5

36

79,5 – 89,5

45

89,5 – 99,5

50

16. Assinale a opção que corresponde ao salário anual médio estimado para o departamento de fiscalização da Cia. X.

a) 70,0

d) 74,4

b) 69,5

e) 60,0

c) 68,0

Sol.: A coluna de freqüências apresentada nesta Distribuição foi, mais uma vez, a da freqüência absoluta acumulada crescente – fac. Precisamos, assim, realizar o trabalho preliminar, a fim de construir a coluna da fi – freqüência absoluta simples. Teremos:

Classes

Fac

fi

29,5 – 39,5

2

2

39,5 – 49,5

6

4

49,5 – 59,5

13

7

59,5 – 69,5

23

10

69,5 – 79,5

36

13

79,5 – 89,5

45

9

89,5 – 99,5

50

5

Agora, considerando que todas as classes têm mesma amplitude (h=10), aplicaremos o método da Variável Transformada. Teremos:

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

1º) Descobrir o valor do primeiro Ponto Médio:

Classes

fac

fi

PM

29,5 – 39,5

2

2

34,5

39,5 – 49,5

6

4

.

49,5 – 59,5

13

7

.

59,5 – 69,5

23

10

.

69,5 – 79,5

36

13

.

79,5 – 89,5

45

9

.

89,5 – 99,5

50

5

.

2º) Construir a coluna de transformação da variável:

 

Classes

 

Fac

 

fi

 

PM

(

PM 34,5

)

= Yi

 
       

10

29,5 – 39,5

 

2

 

2

 

34,5

 

0

39,5 – 49,5

 

6

 

4

 

.

 

1

49,5 – 59,5

 

13

 

7

 

.

 

2

59,5 – 69,5

 

23

 

10

 

.

 

3

69,5 – 79,5

 

36

 

13

 

.

 

4

79,5 – 89,5

 

45

 

9

 

.

 

5

89,5 – 99,5

 

50

 

5

 

.

 

6

3º) Construir a coluna do fi.Yi e fazer seu somatório:

 

Classes

fac

Fi

PM

(

PM 34,5

)

= Yi

 

fi.Yi

 

10

 

29,5 – 39,5

2

2

34,5

 

0

   

0

39,5 – 49,5

6

4

.

 

1

 

4

49,5 – 59,5

13

7

.

 

2

   

14

59,5 – 69,5

23

10

.

 

3

   

30

69,5 – 79,5

36

13

.

 

4

   

52

79,5 – 89,5

45

9

.

 

5

   

45

89,5 – 99,5

50

5

.

 

6

   

30

   

N=50

     

175

4º) Calcular a média da variável transformada: Y

175 Y = 50
175
Y =
50

= 3,5

5º) Fazer o desenho de transformação da variável, e percorrer as operações do caminho de volta, para chegarmos à resposta! Teremos:

1º)-34,5 2º)÷10 Xi Yi Y = 3,5 2º)+34,5 1º)x10
1º)-34,5
2º)÷10
Xi
Yi
Y = 3,5
2º)+34,5
1º)x10

3,5 x 10 = 35,0

e

35,0 + 34,5 = 69,5 Resposta!

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

(Oficial de Justiça Avaliador TJ CE 2002 / ESAF) Para a solução da próxima questão utilize o enunciado que segue.

A tabela abaixo apresenta a distribuição de freqüências do atributo salário mensal medido em quantidade de salários mínimos para uma amostra de 200 funcionários da empresa X. Note que a coluna Classes refere-se a classes salariais em quantidades de salários mínimos e que a coluna P refere-se ao percentual da freqüência acumulada relativo ao total da amostra. Não existem observações coincidentes com os extremos das classes.

Classes

P

4

– 8

20

8 – 12

60

12

– 16

80

16

– 20

98

20

– 24

100

17. Assinale a opção que corresponde ao salário médio amostral calculado a partir de dados agrupados.

a) 11,68

b) 13,00

c) 17,21

d) 16,00

e) 14,00

Sol.: Vamos mais essa! O enunciado disse que a coluna de freqüências fornecida nesta tabela é a Fac, freqüência relativa acumulada crescente. Descobrimos que é uma freqüência relativa porque foi usada a palavra percentual. Sabemos que o tipo de freqüência que expressa valores percentuais é a freqüência relativa. E concluímos que é acumulada por dois motivos: a Fac termina sempre com 100%; e o enunciado ainda disse isso expressamente!

Assim, antes de aplicarmos o método da variável transformada para cálculo da Média, teremos que fazer o trabalho preliminar, a fim de chegarmos à coluna da freqüência absoluta simples – fi. Teremos:

Classes

Fac

Fi

fi

4 – 8

20%

20%

40

8 – 12

60%

40%

80

12

– 16

80%

20%

40

16

– 20

98%

18%

36

20

– 24

100%

2%

4

   

100%

n=200

Agora, sim, já podemos aplicar o método da variável transformada. Façamos isso!

1º) Descobrir o valor do primeiro Ponto Médio:

 

Classes

 

Fac

 

Fi

 

fi

PM

 

4 – 8

20%

20%

 

40

6

8 – 12

60%

40%

 

80

.

12

– 16

80%

20%

 

40

.

16

– 20

98%

18%

 

36

.

20

– 24

100%

 

2%

 

4

.

   

100%

n=200

 

2º) Construir a coluna de transformação da variável:

 

Classes

Fac

Fi

fi

PM

(

PM 6

)

= Yi

4

4 – 8

20%

20%

40

6

 

8 – 12

60%

40%

80

.

 

12

– 16

80%

20%

40

.

 

16

– 20

98%

18%

36

.

 

20

– 24

100%

2%

4

.

 
   

100%

n=200

   

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

3º) Construir a coluna do fi.Yi e fazer seu somatório:

Classes

Fac

Fi

fi

PM

(

PM 6

)

= Yi

fi.Yi

4

4 – 8

20%

20%

40

6

 

0

0

8 – 12

60%

40%

80

.

 

1

80

12

– 16

80%

20%

40

.

 

2

80

16

– 20

98%

18%

36

.

 

3

108

20

– 24

100%

2%

4

.

 

4

16

   

100%

n=200

   

284

4º) Calcular a média da variável transformada: Y

284 Y = 200
284
Y
=
200

= 1, 42

5º) Fazer o desenho de transformação da variável, e percorrer as operações do caminho de volta, para chegarmos à resposta! Teremos:

1º)-6 2º)÷4 Xi Yi Y = 1, 42 2º)+6 1º)x4
1º)-6
2º)÷4
Xi
Yi
Y
= 1, 42
2º)+6
1º)x4

1,42 x 4 = 5,68

e

5,68 + 6 = 11,68 Resposta!

A próxima questão diz respeito à distribuição de freqüências seguinte associada ao atributo de interesse . X Não existem observações coincidentes com os extremos das classes.

 

Classes

 

Freqüências

 

Simples

0-10

 

120

10-20

 

90

20-30

 

70

30-40

 

40

40-50

 

20

18.

(ANEEL 2004 amostral de X

ESAF)

Assinale

a

opção que dá, aproximadamente, a média

a) 25,00

b) 17,48

c) 18,00

d) 17,65

e) 19,00

Sol.: Essa tabela nos traz uma lição importante! Olhem para os valores da coluna de freqüências que foi trazida na tabela. Os valores estão todos decrescentes, não é verdade? E ainda assim, estamos diante de uma coluna de freqüência simples (fi).

Ou seja, não é pelo mero fato de as freqüências estarem sempre diminuindo, que estaremos diante de uma freqüência acumulada decrescente; assim como não será acumulada crescente pelo mero fato de as freqüências estarem aumentando!

Se não for dito que a freqüência é acumulada, resta que será freqüência simples!

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

Pois bem! Se já estamos diante da freqüência absoluta simples e se é fato que todas as classes têm a mesma amplitude, estamos aptos a aplicar o método da variável transformada para descobrir o valor da Média do conjunto. Fazendo isso, teremos:

1º) Descobrir o valor do primeiro Ponto Médio:

Classes

fi

PM

0-10

120

5

10-20

90

.

20-30

70

.

30-40

40

.

40-50

20

.

2º) Construir a coluna de transformação da variável:

Classes

fi

PM

(

PM 5

)

= Yi

10

0-10

120

5

 

0

10-20

90

.

 

1

20-30

70

.

 

2

30-40

40

.

 

3

40-50

20

.

 

4

3º) Construir a coluna do fi.Yi e fazer seu somatório:

Classes

fi

PM

(

PM 5

)

= Yi

fi.Yi

10

0-10

120

5

 

0

0

10-20

90

.

 

1

90

20-30

70

.

 

2

140

30-40

40

.

 

3

120

40-50

20

.

 

4

80

 

n=340

   

430

4º) Calcular a média da variável transformada: Y

430 Y = 340
430
Y
=
340

= 1, 265

5º) Fazer o desenho de transformação da variável, e percorrer as operações do caminho de volta, para chegarmos à resposta! Teremos:

1º)-5 2º)÷10 Xi Yi Y = 1, 265 2º)+5 1º)x10
1º)-5
2º)÷10
Xi
Yi
Y
= 1, 265
2º)+5
1º)x10

1,265 x 10 = 12,65

e

12,65 + 5 = 17,65 Resposta!

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

Passemos agora a mais teoria! Ainda não terminamos o estudo das propriedades da Média. Vamos fazer isso agora!

# Outras Propriedades da Média:

Vejamos logo duas propriedades irmãs:

A soma dos desvios dos elementos do conjunto em torno da Média é igual a

zero!

Como é isso? Vamos considerar o seguinte conjunto: {1, 2, 3, 4, 5}

Qual é a Média desse conjunto? Faremos (1+2+3+4+5)/5=15/5 X =3.

Pois bem! O que construiremos agora é o conjunto dos desvios! Desvio é sinônimo de diferença. Daí, vamos construir o conjunto formado pela diferença entre cada elemento Xi do conjunto original e a Média. Teremos:

(Xi- X ) = {(1-3), (2-3), (3-3), (4-3), (5-3)}

(Xi- X ) = {-2, -1, 0, 1, 2}

Fazendo o somatório dos desvios em torno da média, teremos:

(Xi- X ) = {(-2)+(-1)+(0)+(1)+(2)}=0

Enfim, esse é o resumo da propriedade: (Xi- X ) = 0

De uma forma resumida, memorizaremos: A soma dos desvios é zero!

Só isso! Esta propriedade poderá ser objeto de uma questão teórica, como já foi, em provas mais antigas.

A soma dos quadrados dos desvios dos elementos do conjunto em torno da Média é um valor mínimo!

Essa é de compreensão menos imediata. Mas igualmente fácil.

Tomemos novamente o conjunto: {1, 2, 3, 4, 5}. Já sabemos que a Média é 3.

Assim, tomando a média 3 como referência, e construindo o conjunto dos desvios em torno da média, teremos:

(Xi- X ) = {-2, -1, 0, 1, 2}

Agora, se elevarmos cada um desses valores ao quadrado, teremos:

(Xi- X ) 2 = {-2 2 , -1 2 , 0 2 , 1 2 , 2 2 } = {4, 1, 0, 1, 4}

Fazendo o somatório dos quadrados dos desvios, teremos:

(Xi- X ) 2 = {4+1+0+1+4}=10 Este é um valor mínimo!

Mínimo por quê? Porque encontraríamos um valor maior que 10, caso percorrêssemos todo esse mesmo trajeto, tendo partido do conjunto dos desvios em torno de uma origem qualquer diferente da Média.

Entenderam? Ainda não? Então, escolham um valor qualquer diferente da Média (3) do conjunto. Qualquer valor serve! Pode ser o 2, então? Ok! Lembrem-se que 2 não é a Média do conjunto! Comecemos. Vamos construir o conjunto dos desvios, em torno dessa origem 2. Teremos:

(Xi-2) = {(1-2),(2-2), (3-2), (4-2), (5-2)} = {-1, 0, 1, 2, 3}

Construindo os quadrados desses desvios, teremos:

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

(Xi-2) 2 = {-1 2 , 0 2 , 1 2 , 2 2 , 3 2 } = {1, 0, 1, 4, 9}

Fazendo o somatório dos quadrados desses desvios, teremos:

(Xi-2) 2 = {1+0+1+4+9}=15 E 15 é maior que 10.

Por quê? Porque 10 é um valor mínimo!

Ficou compreendido?

Professor, como é que essas duas propriedades podem ser cobradas numa prova? Basicamente, numa questão teórica. Nas provas mais antigas, nos idos dos anos noventa, era muito comum a presença de questões mais conceituais. Hoje, são questões mais raras, embora nada impeça de você se deparar com uma delas!

Então, resumindo essas duas propriedades irmãs, teremos:

A soma dos desvios é igual a zero!

A soma dos quadrados dos desvios é um valor mínimo!

É isso! Há ainda outra propriedade importante da Média que precisamos conhecer:

A Média das Médias:

Essa propriedade tratará de uma situação em que haverá alguns conjuntos menores. Para cada um desses conjuntos menores, a questão fornecerá o valor do seu número de elementos, e o valor da sua Média. Assim, supondo que estejamos trabalhando com apenas dois conjuntos menores (A e B), teremos, como dados da questão, os seguintes:

conjunto A: número de elementos do conjunto A (n A )

conjunto B:

Média dos elementos do conjunto A ( X A )

número de elementos do conjunto B (n B )

Média dos elementos do conjunto B ( X B )

O que nos irá perguntar a questão da prova? Irá nos perguntar o seguinte: se juntarmos todos os elementos do conjunto A com todos os elementos do conjunto B, e os unirmos em um só conjunto maior, qual será a Média desse conjunto global?

Responderemos a esta pergunta usando a seguinte fórmula:

n X

.

X GLOBAL

=

(

n

A

+ n

B

)

[(

A

A

)(

+

n X

B

.

[ ( A A )( + n X B . B ) ]
[ ( A A )( + n X B . B ) ]
[ ( A A )( + n X B . B ) ]

B )]

Trata-se de uma das questões mais fáceis da prova, pois se resume a aplicar a fórmula acima. Faz-se o copiar-colar e chega-se à resposta! Ok?

Virão duas questões que exploram o conhecimento desta propriedade no dever de casa que deixarei nesta aula de hoje.

Existe ainda uma informação acerca da Média, e que às vezes, inclusive, é tratada como uma propriedade, que diz o seguinte:

A Média é influenciada por valores extremos!

O que quer dizer isso? Vejamos o conjunto abaixo:

{1, 2, 3, 4, 5}

A média desse conjunto, já fizemos esse cálculo hoje, é igual a 3. www.pontodosconcursos.com.br

16

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

E se trocarmos o valor extremo 5 por, digamos, 500? Teremos:

{1, 2, 3, 4, 500}

A média desse novo conjunto será, feitos os cálculos, igual 102.

Houve um grande salto, não é verdade? Sim! E por quê? Porque a média é influenciada pelos valores extremos!

Essa propriedade costumava ser mais exigida para efeitos comparativos com outras medidas estatísticas, como Moda e Mediana. Assim, mais adiante, voltaremos a falar sobre ela. Ok?

Pois bem! Acho que agora já podemos passar a falar na segunda medida de tendência central: a Moda!

# MODA: Mo

Esse é um dos assuntos prediletos das alunas! Qualquer concurseira de respeito sabe que Moda é aquilo que está em evidência. É isso mesmo? Assim na vida, assim na Estatística.

Moda, em sentido estatístico, será aquele elemento que mais aparece no conjunto!

Só isso! Nada mais fácil! Vamos aprender a reconhecer a moda de um rol, de dados tabulados e de uma distribuição de freqüências. Vamos lá.

Moda do Rol:

Analise o conjunto abaixo, e me diga qual é o elemento que se sobressai aos demais:

{1, 1, 2, 2, 2, 3, 3, 3, 3, 5, 5, 7, 7, 10}

Facilmente se vê que o elemento de maior freqüência, aquele que mais aparece no conjunto, é o elemento Xi=3,0.

Está terminado! A Moda desse conjunto é 3. Diremos: Mo=3.

E não se fala mais nisso! Vocês acham, sinceramente, que a Esaf iria colocar uma questão como essa em prova?

Quem pensou que não errou! Confira a questão abaixo, extraída do AFRF-1998:

(AFTN-98) Os dados seguintes, ordenados do menor para o maior, foram obtidos de uma amostra aleatória, de 50 preços (Xi) de ações, tomada numa bolsa de valores internacional. A unidade monetária é o dólar americano. 4, 5, 5, 6, 6, 6, 6, 7, 7, 7, 7, 7, 7, 8, 8, 8, 8, 8, 8, 8, 8, 8, 9, 9, 9, 9, 9, 9, 10, 10, 10, 10, 10, 10, 10, 10, 11, 11, 12, 12, 13, 13,14, 15, 15, 15, 16, 16, 18, 23 Com base nestes dados, assinale a opção que corresponde ao preço modal.

a) 7

b) 23

c) 10

d) 8

e) 9

Sol.: Vejam que o conjunto foi apresentado na forma de um rol. E seus elementos representam preços. Daí, a questão pede que se calcule o preço modal.

Se os elementos representassem salários, a questão pediria o salário modal.

Se os elementos representassem pesos, a questão pediria o peso modal.

Se representassem idades, a idade modal. E assim por diante!

Pois bem! Aqui, usaremos a técnica milenar do dedo. Basta colocar o dedo em cima dos elementos do conjunto, e contar, para descobrir aquele que aparece mais vezes que os demais!

Conclusão: o elemento Xi=8 é o que mais aparece. É aquele de maior freqüência. Logo, é a Moda desse conjunto e a resposta da questão!

E acreditem: isso valeu um ponto numa prova de Auditor-Fiscal da Receita Federal.

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

Isso corrobora a minha tese de que nem só de questões difíceis se faz uma prova!

Também existem as fáceis, as muito fáceis, as facílimas, e as estupidamente bestas!

E essas nós não podemos errar, nem em pesadelo.

Pois bem. Mais algumas informações:

Se o conjunto apresenta uma só moda, será dito conjunto modal.

Mas, considere o rol abaixo:

{1, 2, 2, 2, 3, 3, 5, 7, 7, 7, 9, 10}

Quem é a moda desse conjunto? Não é apenas uma, mas são duas: o elemento 2 e o elemento 7. Estamos, pois, diante de um conjunto dito bimodal.

E se houver três ou mais modas em um conjunto? Então estaremos diante de um conjunto multimodal.

Atente agora para o seguinte conjunto:

{1, 2, 3, 4, 5}

Quem arrisca dizer qual é a Moda dele? Existe algum elemento que se destaca em relação aos demais? Um elemento que aparece mais que os outros? Não! Nenhum elemento se destaca. Daí, concluímos que não há moda neste rol, de sorte que estamos diante de um conjunto amodal.

Conclusão: diferentemente da Média Aritmética, que sempre existe e é única, a Moda pode existir, pode não existir e, no primeiro caso, pode haver uma, ou duas, ou várias Modas em um mesmo conjunto!

Alguma dúvida para a Moda de um rol? Creio que não! Adiante.

Moda de Dados Tabulados:

Aqui estamos diante do que há de mais fácil neste Curso!

Ora, sabemos que a Moda é o elemento de maior freqüência. Assim, diante do conjunto seguinte, tente dizer qual é o elemento modal:

Xi fi 1 2 2 3 3 7 4 5 5 1
Xi
fi
1
2
2
3
3
7
4
5
5
1

Neste caso, de o conjunto estar apresentado na forma de Dados Tabulados, sequer precisamos aplicar a técnica do dedo. Basta deslizar pela coluna da freqüência absoluta simples (fi), procurando pela maior fi. Ao encontrarmos, saberemos que o elemento Xi a que ela se refere será a Moda do conjunto!

Assim:

Xi fi 1 2 2 3 3 7 4 5 5 1
Xi
fi
1
2
2
3
3
7
4
5
5
1

A Moda do conjunto é 3.

Só e somente só!

Viram como é fácil? Essa aí nunca caiu em prova, até agora!

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

Moda para Distribuição de Freqüências:

Aqui estamos diante de uma questão de prova em potencial.

Há dois métodos distintos para calcularmos a Moda de uma Distribuição: A Moda de Czuber e a Moda de King.

Precisamos saber que a regra é trabalharmos com o método de Czuber.

Dito de outra forma: só calcularemos a Moda de uma distribuição de freqüências pelo método de King se a questão expressamente o determinar! Ok?

Consideremos o seguinte conjunto, supondo que represente os pesos de um grupo de crianças:

Classes

fi

0-10

2

10-20

4

20-30

7

30-40

5

40-50

2

Comecemos aprendendo o cálculo da Moda de Czuber. São dois passos:

1º) Identificar a classe modal.

Ora, classe modal é aquela de maior freqüência absoluta simples (maior fi). Só isso! Neste caso, a maior fi é 7, de sorte que a terceira classe será a classe modal. Teremos:

Classes

fi

0-10

2

10-20

4

20-30

7

30-40

5

40-50

2

Até aqui, tudo tranqüilo? Tranqüilíssimo! Pois bem. O segundo passo consiste em:

2º) Aplicar a Equação da Moda de Czuber. É a seguinte:

2º) Aplicar a Equação da Moda de Czuber. É a seguinte: Mo l inf = +

Mo l inf

=

+

⎡ ∆ a

⎣ ∆ +∆

a

p

⎤ ⎥ ⎦

. h

Observem que os elementos desta fórmula serão extraídos daquela Classe Modal que acabamos de identificar no primeiro passo. Ok? Assim, o limite inferior (linf) a que se refere a equação é o limite inferior da classe modal; a amplitude (h) a que se refere a equação é a amplitude da classe modal.

E esses deltas da fórmula, significam o quê? Delta significa diferença.

Quando falamos em a estamos nos referindo à diferença anterior. E quando falamos em p estamos nos referindo à diferença posterior.

Tanto a quanto p serão calculados com base em um mesmo referencial: a freqüência absoluta simples da classe modal. Assim:

a é a diferença entre a fi da classe modal e a fi da classe anterior; e

p é a diferença entre a fi da classe modal e a fi da classe posterior.

No caso do nosso exemplo teremos:

CURSO ONLINE REGULAR DE ESTATÍSTICA BÁSICA – PROF. SÉRGIO CARVALHO

Classes

fi

 

0-10

2

10-20

4

10-20 4

20-30