Você está na página 1de 1
eps
eps

Boletim Operário 280

Caxias do Sul, 18 de abril de 2014.

Boletim Operário 280 Caxias do Sul, 18 de abril de 2014. Correio Paulistano 471 São Paulo,
Boletim Operário 280 Caxias do Sul, 18 de abril de 2014. Correio Paulistano 471 São Paulo,

Correio Paulistano 471

São Paulo, 10 de junho de 1890.

Edição 10.126 Página 3

Ecos do Exterior

Espanha

A situação dos operários era até a última data

melindrosíssima: as fábricas estão quase desertas e

poucos são os operários que se resolvem a trabalhar. Este sintoma de deserção manifestou-se principalmente em Barcelona onde os carregadores

do porto fizeram greve que só terminou com muita

dificuldade. As forças que se achavam naquela cidade sob as ordens do General Blanco tiveram

ordem de retirada em vista da atitude ameaçadora

dos

grevistas que consideravam tais forças como

uma

ameaça a sua liberdade de agir. Os anarquistas

divididos em pequenos grupos exerceram pressão

no animo de seus companheiros para que resistam

energicamente a ação das autoridades chegando até

a ameaça. Em semelhante emergência dizem os

jornais da Espanha tem sido exemplar a conduta do

General Blanco como pacificador do movimento grevista. Em Valência os anarquistas não dispondo

de local apropriado aos seus intuitos dirigiram-se em

número de 300 ao passeio da alameda, mas foram intimados a dispersarem-se e como não obedecessem in totum, foram efetuadas 100 prisões. Em Madrid os ânimos já estão acalmados.

100 prisões. Em Madrid os ânimos já estão acalmados. França O grande incêndio anarquista que lavrou

França

O grande incêndio anarquista que lavrou

ultimamente já se acha quase extinto. Em Lille onde

o movimento acentuou-se de um modo notável

cessaram os protestos e as reclamações recomeçando as fábricas os seus trabalhos. Não obstante essa atitude de conciliação dois deputados socialistas Os Senhores Ferroul e Baldin, advogam ativamente o princípio de união dos grupos socialistas a fim de obterem do poder público

solução favorável desde que os patrões se neguem a satisfazer as reclamações dos salários.

se neguem a satisfazer as reclamações dos salários. Correio Paulistano 758 São Paulo, 22 de agosto

Correio Paulistano 758 São Paulo, 22 de agosto de 1890. Edição 10.189 Página 2

Ecos do Exterior Inglaterra Uma questão interessante foi à greve dos carteiros que esteve iminente com grave prejuízo para o público. Esta noticia deu logo em resultado a demissão de muitos carteiros, que haviam feito ameaças aos que não quisessem aderir à lista da União. Este castigo porem exacerbou os ânimos dos grevistas e aqueles mesmos que se recusaram iam juntar-se aos companheiros; a secretaria da junta diretora da União os convenceu de que era conveniente abandonar esse ardor de revolta.

de que era conveniente abandonar esse ardor de revolta. Correio Paulistano 1028 Página 2 São Paulo,

Correio Paulistano 1028 Página 2 São Paulo, 17 de outubro de 1890. Edição 10236

Greve

Na cidade do Rio Claro continua a greve aberta pelos cocheiros que protestam contra a resolução da Intendência que em uma de suas posturas determinam que os mesmos prestem exame de oficio, isto é, que tenham.carta de habilitação legal.

de oficio, isto é, que tenham.carta de habilitação legal. Correio Paulistano 1105 Edição 10252 São Paulo,

Correio Paulistano 1105 Edição 10252 São Paulo, 7 de novembro de 1890. Página 3

Secção Livre

A Companhia Impressora Paulista.

Muita gente boa e digna que se acha a par dos grandes e fabulosos negócios da Companhia Impressora diz por aí que a mesma fez pressão aos novos empregados do Estado, para arancar-lhes o protesto de ontem. Não acreditamos nisso, porque o brio e a dignidade dos tipógrafos que estão no Estado não permitem qualquer transação onde pereçam os seus sentimentos a menos que a bitola de caráter pela qual eles se guiam não é a mesma com que os trabalhadores dignos pautam os seus atos na vida pública.

de caráter pela qual eles se guiam não é a mesma com que os trabalhadores dignos
de caráter pela qual eles se guiam não é a mesma com que os trabalhadores dignos
de caráter pela qual eles se guiam não é a mesma com que os trabalhadores dignos