Você está na página 1de 2

Formatao dos meus resumos (EFICIENCIA, ECONOMIA E PRATICIDADE) Legislao, doutrina e jurisprudncia 1.

Titulo geral: Ponto 1 Temas + artigos estudados entre parnteses (letra minscula, Sombreamento laranja 40 %). 2. Titulo de cada tema (letra maiscula). 3. Tpicos: conceito, classificao, finalidade, etc (letra maiscula, sombreamento verde oliva 60%, marcadores algarismos romanos). 4. Sub-tpicos (letra maiscula, sem sombreamento, marcadores algarismos arbicos). 5. Sub-tpicos dos sub-tpicos (letra minscula, sem sombreamento, marcadores letras maisculas). 6. Pargrafo: inicia com travesso (-), ideias-chaves completas em negrito, ideias-chaves incompletas em negrito + ideias complementares grifadas, ideias-chaves-comandos com dois pontos (:) e com marcadores nmeros arbicos, letras maisculas, letras minsculas, e sinais. 7. Introduo de resumo ou esquemas formato caixa ou imagem: expandido nas margens. 8. Introduo de ideias bases e complementares (sem pargrafo, mas sombreamento azul nfase 80%). 9. Tempo, prazos, nmeros e valores (negrito, sombreamento laranja 60 %). 10. Citao de lei, autor, livro ou jurisprudncia (entre aspas, negrito, sombreamento amarelo, respectivo nmero da lei ou jurisprudncia e nome do livro ou autor). 11. Fonte geral: arial 11. 12. Espaamento no pargrafo: 1,0. 13. Espaamento entre tema geral, temas, tpicos, sub-tpicos, sub-tpicos dos sub-tpicos, resumo ou esquemas, ideias bases e citaes: 1 ENTER. 14. Bordas da pgina: pt (recuo esquerda e direita bem prximo da borda). 15. Forma de impresso: papel A4, rascunho rpido, duas pginas por folha.

PONTO 7 Teoria Geral dos Recursos e Recursos em espcie (arts. 574 a 646) TEORIA GERAL DOS RECURSOS I. CONCEITO:

a providncia legal imposta ao juiz ou concedida parte interessada , objetivando nova apreciao da deciso ou situao processual, com o objetivo de corrigi-la, modific-la ou confirm-la. (E. Magalhes Noronha). II. FINALIDADE:

- Propiciar o reexame de uma deciso por rgo jurisdicional de superior instncia ou mesmo rgo que a prolatou.

III. CLASSIFICAES: 1) QUANTO OBRIGATORIEDADE: A) Recurso voluntrio: depende unicamente da vontade das partes. REGRA NO PROCESSO CIVIL. B) Reexame necessrio: decorrente de obrigao legal. A prpria lei obriga reviso como condio de eficcia para o trnsito em julgado (STF, Smula 423). 2) QUANTO S FONTES: A) Constitucionais: previstos no texto da Constituio Federal, tais como os recursos: extraordinrio (CF/1988, art. 102, III), especial (CF/1988, art. 105, III) e ordinrio (CF/1988, arts. 102, II e 105, II). B) Legais: previstos no CPC ou em leis especiais. 3) QUANTO MOTIVAO: A) Recursos ordinrios: no exigem o cumprimento de requisitos especficos para sua interposio. Basta apenas os pressupostos normais atinentes a qualquer recurso. Baseiam-se no mero inconformismo da parte. B) Recursos extraordinrios: possuem requisitos especficos para sua interposio.

IV. JUZO DE ADMISSIBILIDADE: - Bases da admissibilidade: pressupostos objetivos e subjetivos.

Você também pode gostar