Você está na página 1de 18

Organização e

Gestão Escolar
Aulas teóricas

Alexandre Ventura
Departamento de Ciências da Educação
Universidade de Aveiro
Temas a abordar (1)
II. Organização Escolar e Administração Educativa
1. Organização e Gestão das Escolas Portuguesas
1.1. Do 25 de Abril de 74 aos nossos dias
1.2. As reformas da organização escolar: princípios orientadores
1.3. Regime de Autonomia, Administração e Gestão dos
estabelecimentos públicos de educação e ensino (1998)
1.4. Autonomias: projecto educativo e regulamento interno
1.5. Gestão escolar, participação municipal e contextos locais
1.6. Organização e gestão das escolas privadas
Temas a abordar (2)
2. A Administração dos Sistemas Educativos
2.1. Importância e funções
2.2. Modelos: centralizados, descentralizados, concentrados e
desconcentrados
2.3. Tendências das reformas da administração educativa
3. A Administração do Sistema Educativo Português
3.1. O sistema educativo português
3.1.1. Princípios orientadores
3.1.2. Estrutura, organização e objectivos gerais
3.2. Níveis de administração: central, regional e local
3.3. A rede escolar: tipologias de estabelecimentos de educação e
ensino
3.4. Avaliação e inspecção da educação
3.5. Formação de professores e educadores e carreiras docentes
1.4. Autonomias:

projecto educativo
e
regulamento interno
Fases dos projectos

 Identificação do problema
 Formulação inicial do projecto
 Objectivos e prioridades
 Preparação do plano
 Operações
 Avaliação
Guião de projectos

 1ª fase: concepção
 2ª fase: execução
 3ª fase: conclusão/avaliação/divulgação

Costa (2006: 135)


1ª fase: Concepção

 Problema
 Clarificação e fundamentação do problema
 Finalidades globais (soluções)
 Recursos existentes
 Exequibilidade
 Plano do projecto (documento escrito)
Plano do projecto
 Título e identificação
 Problema
 Fundamentação
 Objectivos
 Estratégias e metodologias
 Actividades
 Participantes (pessoas, grupos, organizações)
 Recursos materiais e financeiros
 Estrutura organizacional (coordenação, gestão)
 Calendarização
 Avaliação (momentos, formas)
 Divulgação
 Bibliografia
 Anexos

Costa (2006: 135)


2ª fase: Execução

 Núcleo central do projecto


 Sensibilização, envolvimento, motivação e
articulação dos diversos elementos
 Eventual formação
 Gestão de recursos
 Mecanismos de informação e comunicação
 Dispositivos para melhoria da concepção ou da
execução
 Estratégias de negociação e de condução dos
processos
3ª fase:
Conclusão/Avaliação/Divulgação
 Avaliação inicial, de processo e final
 Eficácia, eficiência, coerência, pertinência
 Relatório
 Prestação de contas
 Divulgação de boas práticas para replicação
Projecto Educativo

 Enquadramento histórico:
– Ensino Privado (DL 553/80)
– Ensino Público (DL 43/89; Despacho 8/SERE/89; DL
172/91)

 Projecto Educativo e Ideário


Projecto educativo de escola
como instrumento da autonomia

“Documento que consagra a orientação educativa


da escola, elaborado e aprovado pelos seus órgãos
de administração e gestão para um horizonte de
três anos, no qual se explicitam os princípios, os
valores, as metas e as estratégias segundo os quais
a escola se propões cumprir a função educativa”.

(artº 3º - Regime de Autonomia, Administração e Gestão)


Projecto educativo de escola
possíveis funções organizacionais

 negociação
 identidade
 estratégia
 liderança
 visibilidade
 auto-formação
 (critério) avaliação institucional
 planificação Costa (1998)
Estrutura do projecto educativo de
escola

 Quem somos?  Definição da escola

 Onde estamos?  Caracterização do seu contexto

 Que pretendemos?  Objectivos gerais/metas

 Como vamos actuar?  Estratégias de desenvolvimento

 Como nos organizamos?  Estrutura organizacional

 Como avaliamos o progresso?  Dispositivos de monitorização/avaliação

Costa (1996)
Indice de Projecto Educativo
O PERFIL
1. QUEM SOMOS
2. ONDE ESTAMOS INSTALADOS
3. COMO NOS SENTIMOS
4. COM QUEM CONTAMOS
AS AMBIÇÕES
1. CONVICÇÕES
2. PRIORIDADES DE INTERVENÇÃO
3. CAMINHOS DE REALIZAÇÃO
A REFLEXÃO
1. AVALIAÇÃO DO PROJECTO
A EXECUÇÃO
1. OPERACIONALIZAÇÃO
2. DIVULGAÇÃO
Projecto curricular de escola
“As estratégias de desenvolvimento do currículo
nacional, visando adequá-lo ao contexto de cada
escola, são objecto de um projecto curricular de
escola, concebido, aprovado e avaliado pelos
respectivos órgãos de administração e gestão”.

Decreto-Lei nº 6/2001, de 18 de Janeiro, Artigo 2º


Regulamento Interno
como instrumento da autonomia

“Documento que define o regime de


funcionamento da escola, de cada um dos seus
órgãos de administração e gestão, das estruturas
de orientação educativa e dos serviços de apoio
educativo, bem como os direitos e os deveres dos
membros da comunidade escolar”.

Decreto-Lei nº 115-A/98, Artigo 3º


Contactos
Alexandre Ventura
Departamento de Ciências da Educação
Universidade de Aveiro
Campus Universitário de Santiago
3810-193 Aveiro
PORTUGAL

234 370 637


234 370 353
234 370 200

e-mail: ventura@dce.ua.pt
página internet pessoal: http://www.dce.ua.pt/docentes/ventura