Você está na página 1de 4
Plano de Ensino de Disciplina VERSÃO CURRICULAR: 2008/1 DISCIPLINA: SOCIOLOGIA JURÍDICA CÓDIGO:DIT 042

Plano de Ensino de Disciplina

VERSÃO CURRICULAR: 2008/1

DISCIPLINA: SOCIOLOGIA JURÍDICA

CÓDIGO:DIT 042

PRÉ-REQUISITO:

DEPARTAMENTO: IT

C.H.TOTAL:30 H/AULA

CRÉDITOS:02

PERÍODO:

EMENTA

Fatos sociais relevantes para o Direito, na formação da norma e na sua eficácia.

UNIDADES DE ENSINO

UNIDADE 1: TEORIA E MÉTODO NO ESTUDO DO DIREITO

1.1 Sociologia Clássica e Sociologia Contemporânea: análise de seus fundamentos e diferenças

1.2 Pré-modernidade, Modernidade e Contemporaneidade: o enfoque sociológico.

1.3 Sociologia aplicada ao Direito e as críticas ao formalismo jurídico.

UNIDADE 2: SOCIOLOGIA JURÍDICA, GLOBALIZAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE.

2.1 Prevalência da pauta econômica sobre as pautas política, social e cultural.

2.2 Papel do Estado-nação face à internacionalização.

2.3 A dicotomia ‘individuo / sociedade’ e o individualismo.

2.4 Relação entre o liberalismo econômico, o capitalismo e a democracia.

2.5 Transnacionalismo e comunitarismo e sua relação com os movimentos de identidade regional.

UNIDADE 3: CONTRIBUIÇÕES DA PESQUISA SOCIOLÓGICA DO DIREITO NO BRASIL

3.1 Reforma do Ensino Jurídico e sua vinculação às questões de eficácia, efetividade e legitimidade

do Direito.

3.1.1 História do Ensino Jurídico no Brasil e introdução da análise sociológica

3.1.2 Universidade, pesquisa social e produtividade.

3.1.3 Universidade, extensão e relação com a comunidade.

3.1.4 Universidade e o ensino para a cidadania.

3.2 Movimentos Sociais e construção da cidadania democrática.

3.2.1 Subjetividade e Emancipação social nas teorias sociológicas.

3.2.2

Movimentos Sociais e as gerações de direitos fundamentais.

3.3 A Sociologia dos Tribunais e a Democratização da Justiça.

3.3.1 Diagnóstico do Poder Judiciário no Brasil.

3.3.2 Função social dos juízes no Estado Contemporâneo

3.3.3 Problemas estruturais do Poder Judiciário e acesso à justiça

3.3.4 Problemas funcionais do Poder Judiciário e suas possibilidades

3.4 Violência Urbana, Criminalidade e Segurança Pública.

3.4.1 Diagnóstico do Sistema Prisional no Brasil.

3.4.2 Função social da polícia no Estado Contemporâneo

3.4.3 Problemas estruturais do sistema de segurança pública e suas possibilidades

3.4.4 Problemas funcionais do sistema de segurança pública e suas possibilidades

BIBLIOGRAFIA

Básica

1. JUNQUEIRA, Eliane Botelho. A Sociologia do Direito no Brasil – introdução ao debate atual. Rio de

Janeiro: Lúmen Júris, 1993.

2. LOCHE, Adriana et al. Sociologia Jurídica: Estudos de Sociologia, Direito e Sociedade. Porto

Alegre: Síntese, 1999.

3. PEREIRA, Flávio Henrique Unes; DIAS, Maria Tereza Fonseca. Cidadania e Inclusão Social. Belo

Horizonte: Editora Fórum, 2008.

4. SANTOS, Boaventura de Sousa. Pela Mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. 7 ed.

São Paulo: Cortez, 2000.

5. SANTOS, Boaventura de Sousa. A Gramática do Tempo: para uma nova cultura política. São

Paulo: Cortez, 2005.

Complementar APOSTOLOVA, Bistra Stefanova. Poder Judiciário: do moderno ao contemporâneo. Porto Alegre:

Sergio Antonio Fabris, 1998. ARNAUD, André-Jean. Dicionário Enciclopédico de Teoria e de Sociologia do Direito. Rio de Janeiro:

Renovar, 1999. ARRUDA, Jr, Edmundo Lima de. Direito moderno e mudança social: ensaios de Sociologia Jurídica. Belo Horizonte. Del Rey. ARRUDA, JR, Edmundo Lima de. Introdução à Sociologia Jurídica Alternativa: ensaio sobre o Direito numa sociedade de classes. São Paulo: Acadêmica, 1993. BINENBOJM, Gustavo. A nova jurisdição constitucional brasileira: legitimidade democrática e instrumentos de realização. Rio de Janeiro: Renovar, 2001. CAMPILONGO, Celso Fernandes. Direito e democracia. São Paulo: M. Limonad, 1997. CASTRO, Celso Antônio Pinheiro. Sociologia aplicada ao direito. 2 ed. São Paulo, Atlas, 2003. CAPPELLETTI, Mauro. M. y Garth. B. Access to Justice, 4 vols, Milão, 1978-1979; Denti, V. Processo civile e giustizia COELHO, Luis Fernando. Teoria crítica do direito. Porto Alegre: Sérgio Antônio CONSELHO NACIONAL DE JUSTÍCA. Justiça em Números. Brasília: Supremo Tribunal Federal, 2008. Acessível em: www.cnj.jus.br CORSI, Giancarlo. Sociologia da Constituição. Trad. Juliana N. Magalhães. Revista da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. Nº 39. Belo Horizonte: UFMG, janeiro-junho de

2001.

COSSIO, Carlos . Radiografia de la Sociología del Derecho. Buenos Aires: Depalma COTTERRELL, Roger. Introduccíon a la Sociología del Derecho. Barcelona: Ariel DE GIORGI, Raffaele. Direito, Democracia e Risco: vínculos com o futuro. Porto Alegre: SAFE, 1998. DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL. Sistema Nacional de Informação Penitenciária INFOPEN. Brasília: Ministério da Justiça, 2008. Acessível em: www.mj.gov.br EHRLICH, Eugen. Fundamentos da Sociologia do Direito. Brasília: UNB FARIA, José Eduardo (Org.). Direitos humanos, direitos sociais e justiça. São Paulo: Malheiros, 1998. FARIA, José Eduardo. Poder e legitimidade: uma introdução à política do direito. São Paulo:

Perspectiva, 1978. FARIA, José Eduardo (org.). Direito e Globalização Econômica: implicações e perspectivas. São Paulo: Malheiros, 1998. FARIA, José Eduardo de. A crise constitucional e a restauração da legitimidade. Porto Alegre: Sergio Antônio Fabris FARIA, José Eduardo. Direito e economia na democratização brasileira. São Paulo: Malheiros FARIA, José Eduardo; CAMPILONGO, Celso Fernandes. Sociologia jurídica no Brasil. Porto Alegre:

SAFE, 1991. FERRAZ JÚNIOR, Tércio Sampaio. A ciência do direito. 2 ed. São Paulo: Atlas,1980. FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1997. FOUCAULT, Michel. A Ordem do Discurso. São Paulo: Loyola, 2000. FOUCAULT, Michel. A verdade e as formas jurídicas. Rio de Janeiro: Nau Editora, 1999. FOUCAULT, Michel. As palavras e as coisas. São Paulo: Martins Fontes, 2002. FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1999. FOUCAULT, Michel. Eu, Pierre Rivière, que degolei minha mãe, minha irmã e meu irmão. Rio de Janeiro: Graal, 1977. FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: história da violência nas prisões. Petrópolis: Vozes, 1987. FRIEDMAN, George. La filosofia política de la Escuela de Frankfurt. México: Fondo de Cultura Económica GUSTIN, Miracy B.S. Das necessidades humanas aos direitos: ensaio de Sociologia e filosofia do direito. Belo Horizonte: Del Rey. HABERMAS, Jürgen. Communication, Evolution, Society. Boston: Beacon Press, 1979. HABERMAS, Jürgen. Direito e Democracia entre facticidade e validade. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1997. Volume I (Coleção Tempo Universitário n. 101). HABERMAS, Jürgen. Direito e Democracia entre facticidade e validade. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1997. Volume II (Coleção Tempo Universitário n. 101). HABERMAS, Jürgen. La lógica de las ciencias sociales. Madri: Tecnos, 1996. HABERMAS, Jürgen. Teoría y Praxis. Estudies de filosofia social. Madri: Tecnos, 1990. HABERMAS, Jurgen. The Inclusion of the Other: studies in political theory. Cambridge: MIT Press,

1998.

HABERMAS, Jürgen. The New Conservatism. Cambridge: MIT Press, 1989. HABERMAS, Jürgen. The Theory of Communicative Action. Vol. 1. Boston: Beacon Press, 1984. HABERMAS, Jürgen. The Theory of Communicative Action. Vol. 2. Boston: Beacon Press, 1989. HELLER, Agner { et al}. A crise dos paradigmas em ciências sociais e os desafios para o século XXI. Rio de Janeiro: Letra Capital LUHMANN, Niklas. A improbabilidade da comunicação. Apresentação de João Pissarra. s/l: Veja / Passagens. José A. Bragança de Miranda (diretor da coleção), 1992. LUHMANN, Niklas. De Giorgi, Raffaele. Teoria della Società. Franco Angeli, Milão, 1996. LUHMANN, Niklas. La Ciência de la Sociedad. México: Universidad Iberoamericana, 1996.

LUHMANN, Niklas. La differenziazione del Diritto Contributi alla sociologia e alla teoria del Diritto. Societá editrice il Mulino, LUHMANN, Niklas. Sistemi Sociali Fondamenti di uma teoria generale. Società editrice il Mulino,

1990.

LUHMANN, Niklas. Sociologia do Direito I. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1983. LUHMANN, Niklas. Sociologia do Direito II. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1985.

MACHADO NETTO, A. L

PANDOLFI, Dulce Chaves. Cidadania, Justiça e Violência. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas,

1999.

Sociologia jurídica. 6 ed. São Paulo: Saraiva,2007.

PARSONS, Talcott. The Structure of Social Action. Nova Iorque: The Free Press. Vol 1 e 2, 1968 primeira impressão. REALE, Miguel. Teoria tridimensional do direito. 5 ed. São Paulo: Saraiva, 1994. RECASÉNS SICHES. Tratado de Sociologia. Rio de Janeiro: Globo. REPOLÊS, Maria Fernanda Salcedo. Habermas e a Desobediência Civil. Belo Horizonte:

Mandamentos, 2003. ROCHA, José Manuel de Sacadura. Sociologia jurídica: fundamentos e fronteiras. Rio de Janeiro:

Campus-Elsevier, 2008. SADEK, Maria Tereza et alli. Acesso à Justiça. São Paulo: Fundação Konrad Adenauer, 2001. SALDANHA, Nelson Nogueira. Sociologia do Direito. Rio de Janeiro: Renovar, 1999.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A Universidade do século XXI. São Paulo: Cortez, 2007. SANTOS, Boaventura de Sousa. Conhecimento Prudente para uma Vida Decente. São Paulo:

Cortez, 2006. SANTOS, Boaventura de Sousa. O Discurso e o Poder. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris, 1996. SANTOS, Boaventura de Sousa. Para uma revolução democrática da Justiça. São Paulo: Cortez,

2007.

SILVA, A S.; PINTO, José Madureira (orgs) Metodologia das Ciências Sociais. Porto: Afrontamento.

SORIANO, Ramón. Sociologia del derecho. Barcelona: Ariel, 1997. SOUTO, Cláudio e FALCÃO, Joaquim (org) Sociologia e Direito – leituras básicas de sociologia jurídica. São Paulo: Pioneira, 1980. WEBER, Max. Metodologia das Ciências Sociais. São Paulo: Cortez. WOLKMER, Antonio Carlos. Pluralismo Jurídico: fundamentos de uma nova cultura no Direito. São Paulo: Alfa-ômega, 2001.