Você está na página 1de 2
FILME EM MINAS 09/03/07 Programa de Estímulo ao Audiovisual – 2007/2008 PERGUNTAS FREQUENTES: 1) Como comprovar que enviei o roteiro para registro na Fundação Biblioteca Nacional? Aceitaremos cópia do comprovante de envio pelo correio ou AR (aviso de recebimento) e cópias da Ficha de Registro encontrada no site da Fundação Biblioteca Nacional e documento de depósito em nome da mesma. Para assinatura do contrato com a CEMIG, caso o projeto seja aprovado, é que será exigido o registro propriamente dito emitido pela FBN. Fundação Biblioteca Nacional: www.bn.br (entrar em Direitos Autorais e depois em Serviços). 2) Vivo em Minas Gerais há 30 anos. Trabalho com produção de longas na qualidade de diretor de produção há 4 anos, mas, minha empresa tem apenas um ano de mercado. Posso entrar com minha produtora na categoria Longa-Metragem? Como isso tem se tornado comum, resolvemos que as empresas proponentes CUJ OS SÓCIOS-PROPRIETÁRIOS comprovarem ter currículo significativo na área de longa-metragem podem contar com a filmografia e o tempo de atuação destes sócios como sendo da empresa. Devem comprovar através dos filmes feitos (por meio de apresentação da ficha técnica ou de declaração das empresas produtoras de que executou tal função no filme e por meio de matérias jornalísticas), do contrato social da empresa em que se possa verificar o nome dos sócios. Mas, o proponente, no caso de Longas-Metragens só pode ser pessoa jurídica. 3) Para desenvolvimento de projetos, qual é o critério de inédito? É a sinopse ou argumento que não foram produzidos? Inédito é o argumento que não foi roteirizado e que, portanto, não foi produzido. Os interessados em Desenvolvimento de Projetos pleiteiam recursos para desenvolverem seus roteiros e o processo de orçamentação dos mesmos. Estes, portanto, devem ser inéditos. 4) Na categoria Publicações serve livro de entrevistas? Já preciso estar vinculada a um editor? Sim, pode ser um livro de entrevistas concernentes ao universo audiovisual. Você pode se apresentar como pessoa física conforme item 3 do regulamento de Publicações. Não é necessária vinculação a editores. 5) Meu roteiro prevê 8 minutos de curta. Preciso mesmo fazer um roteiro com 15 laudas? Como esta questão tem sido recorrente, vamos permitir uma maior mobilidade no tamanho dos roteiros. Não podem ultrapassar 15 laudas para curtas. 6) É preciso desenvolver os personagens em separado do roteiro? Não, o desenvolvimento deles deve vir dentro do roteiro. Deve-se conhecê-los a partir do roteiro. 7) Para comprovar residência em Minas Gerais, por dois anos, devo fazer a declaração formal ou também devo mandar dois comprovantes de endereço (um com data de 2005 e outro de 2007)? E que tipo de comprovante? O edital pede declaração do proponente (pessoa física ou jurídica) de que reside em MG há no mínimo dois anos. Caso isto não se confirme o contrato poderá ser invalidado e o responsável deverá devolver o dinheiro recebido com correção, além de outras penalidades que sejam cabíveis. Mas, se você tem como comprovar este tempo, anexe também os documentos. De qualquer forma você deve comprovar endereço atual. Para isso, envie extratos bancários, contas de água, luz e telefone. OUTRAS DÚVIDAS? Pergunte por e-mail: filmeminas@cultura.mg.gov.br

Interesses relacionados