Você está na página 1de 9

Bom dia Em virtude da realização do concurso para a SEFAZ RJ 2011, parei de resolver a prova de estatística do último concurso, de 2010

. No momento que estou escrevendo esse texto, amigos, conhecidos, estão indo fazer a P2. E espero sinceramente que o esforço, a dedicação sejam recompensados. Para aqueles que não conseguirem, parece que vai ter mais um, pelo menos já foi dito em uma entrevista para um jornal especializado em concursos, pelo secretário de fazenda. Ainda não saiu o gabarito oficial, sairá no dia 25 (escrevo esse texto nessa manhã de quinta-feira), mas vamos fazer aqui a prova de matemática financeira do último fim de semana, para a SEFAZ RJ 2011. A prova me foi enviada por um concurseiro, frequentador da comunidade mais estudiosa do país, o Fórum Concurseiros. A prova é tipo 3 Amarela. Em breve, a prova de estatística será posta aqui. Questão 21) Em um período de um ano, a taxa aparente de juros foi de 15%, e a taxa de inflação, de 5%. Assim a taxa real foi de: (A) 7,50% (B) 9,52% (C) 8,95% (D) 20,75% (E) 10,00% Lida a questão, inclusive as opções, vamos fazer. É uma questão que já foi feita, inclusive caiu no último concurso, veja a seguir: Um empréstimo foi feito à taxa de juros real de 20%. Sabendo-se que a inflação foi de 10% no período, a taxa de juros aparente é: (A) 12%. (B) 22%. (C) 28%. (D) 30%. (E) 32%. Só mudaram os números, em uma pede-se a taxa aparente, na outra a taxa real. Isso é uma prova de quão importante é fazer questões de prova, fazer exercícios, não importa qual matéria seja. Se possível, faça todas as que encontrarem, é assim que se treina, se adquire velocidade, confiança. É uma questão “pop”, já esteve presente em vários concursos. Talvez o mais difícil tenha sido fazer a conta, mas repare que não precisava ir muito longe na conta, veja as opções. 1

E são juros compostos. I está errada. Lida a questão. logo elimino as letras B. analise as afirmativas a seguir: I. O cálculo da taxa de juros é determinado por i = (FV/PV)1/n-1 (A) Se as afirmativas II e III estiverem corretas. VP o Valor Presente. não sei o que são juros contínuos. olhando para as opções. pulamos. já tinha feito alguns na minha estreia.Taxa real = Taxa aparente/ Inflação Taxa real = 1. (E) Se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas. Temos de fazer um algebrismo.09 . Letra B. C e E. A fórmula do Valor Futuro ou Montante é essa aqui Como calcular n? 2 . n o número de períodos e i a taxa de juros). E não é que dessa vez. o que é juro contínuo? E o que é FV? Não era VF? Bom. Questão 23) A respeito dos conceitos relacionados ao cálculo de montantes sob juros compostos (sendo VF o Valor Futuro. O número de períodos pode ser determinado pela fórmula n = ln(FV/PV)/ln(1+i) III..15/1. pois iremos fazer em breve. se quiser: Fica assim 115/105. E logo de cara. mas a afirmativa I está errada. agora é fazer conta. a FGV resolveu misturar as questões das disciplinas! A 22 é de estatística. as opções. é só trocar o VF por Desconto e o VP por N. Isso parece com a fórmula de Desconto Comercial Simples. 115/105 = 1. Vamos ver a II. isso parece com juros simples!. (D) Se apenas a afirmativa III estiver correta. (C) Se as afirmativas I e II estiverem corretas. (B) Se todas as afirmativas estiverem corretas.05 Livre-se das vírgulas. O Valor Futuro quando os juros são contínuos pode ser determinado por VF = VP i n II..

um expoente. mas o candidato não é obrigado a achar que são erros de digitação. E não há opção dizendo que somente o item II está certo. ( ) Já fiz direto! E olho para o item. Se for assim. Neste item. os três itens estão errados e não existe essa opção. não há uma divisão.50 3 .00 (B) R$ 650.wordpress. não vejo um expoente. Na hora da prova. este item fica correto. não tem quase nada. o subjetivismo não cabem em uma prova objetiva. deixo este item de lado. A rigor.50 (E) R$ 645. Sobre juros contínuos. cravaria essa e ponto final. Agora. E é a quinta vez que a FGV faz a prova para a SEFAZ RJ .00 cuja taxa de juros é de 10% ao mês. usando o google: http://bsideias.com/2008/01/13/matematica-financeira/ Questão 24) Um indivíduo tem uma dívida de R$ 500. seria VF e não FV. e sim..00 (C) R$ 655..50 (D) R$ 680. Vou para o próximo. Isso poderia ter sido evitado. O achismo. Leio as opções e fico sem saber o que fazer. Caso houvesse uma alternativa dizendo que os três itens estão errados. Sendo assim. os itens II e III estão corretos. isolamos n O problema é que está escrito FV e não VF! De matemática financeira. antes de ser considerada pronta. bastava uma simples leitura da prova antes de ir para a gráfica. essa dívida é: (A) R$ 675. Após três meses. pede-se como calcular i. se o item II estiver correto e o item I errado. tinha que saber fazer um algebrismo. começo a desconfiar que no item III. Se o item II contiver um erro de digitação. juros compostos. Parece que há erros de digitação.Aplicando logaritmo nos lados da equação. se forem mesmo erros de digitação. Vale a pena procurar questões da FGV anuladas por erros de digitação e pedir anulação. E vamos fazer um outro algebrismo.

000 100. é a quinta vez que a FGV é banca da SEFAZ RJ.575 (D) 78.1)3 E olha o 11 de novo!!!! Aplicando aquele macete (reveja a minha estreia aqui!) 11 x 11 = 121 121 x 11 = 1331 A conta seria: 500 x 1331/1000 1331 x 5/10 = 665. O que será que a FGV vai fazer? E de novo.50. juros simples.000 (E) 81.000 65. Direto. A rigor. pois está no sangue a resolução! 500 x ( 1. Se aplicarmos as fórmulas citadas do jeito que forem escritas na questão 23. encontraríamos alguma coisa? Esqueçamos a questão 23. mas outro erro de digitação. logo em seguida? Duas questões anuladas por erros de digitação na mesma prova e em seguida? Não queria ter feito essa prova.500 (C) 76.500 (B) 88. o quinto concurso seguido! Será que vai fazer o sexto? Questões 25 e 26 são de estatística.000 B X 78. Sabendo que a taxa é de 10% ao ano.Olho para a questão 23 e olho para a 24. o valor de X que torna os dois fluxos equivalentes é: (A) 67. e façamos a 24. as duas deveriam ser anuladas. vamos para a questão 27.000 50. Questão 27) Ano 1 4 7 A 60.000 A tabela acima indica dois fluxos de caixa. E não há opção! A opção mais parecida seria a C.250 Montando a equação: 4 .

juros 2% ao mês. logo Jn = J1 + (n-1)x r.00 Leio a questão.00 (E) R$ 1.0.460.240.680. com entrada de 40% e restante a ser pago em 30 prestações mensais e sucessivas. onde r é a razão. J8 = 600 – 20 x 7 = 460 P8 = 1000 + 460 = 1460 Letra E.00 (C) R$ 1.00. encontro X igual a 81. encontro uma opção.02 = 580 Vejo uma PA (progressão aritmética).02 = 600 J2 (juros da segunda parcela) = (50000 x 0. o valor da oitava parcela é: (A) R$ 2. Até que enfim. no regime de compostos. com a primeira a ser paga ao final de 30 dias. A razão já sabemos: é -20. é de 2% ao mês. 5 . O candidato tem que ter muito sangue frio na hora da prova.00 (D) R$ 1. A próxima de matemática financeira! Questão 29) Um indivíduo faz um financiamento no valor de R$ 50.6 -1000) x 0.6) Fazendo essas contas. amortização constante.(X – 60000) = (65000-78000)/(1+0.000. Sabendo que a taxa de juros.4) x 0.00 (B) R$ 2.250. SAC.4)/30 A = 1000 Calculo os juros J1 (juros da primeira parcela) = 50000 x (1-0.3) + (100000-50000)/(1+0. no Sistema de Amortização Constante (SAC).680. Lembramos que Prestação = Juros + Amortização Seja A a amortização A = 50000 ( 1. r = 580 – 600 = -20 Para a oitava parcela.520.

05 I = 0. no outro. (a+b)2 = a2 + 2ab + b2!!! (1+i)2 = 1.000 (B) R$ 5. Outra questão de renda perpétua! Já caiu no último concurso. por enquanto! Sei que é um múltiplo de 5.000. o fluxo de pagamentos semestral perpétuo equivalente ao valor presente é: (A) R$ 10.Próxima!!! Questão 30) Um individuo possui um título cujo valor presente é de R$ 100.25% ao ano.00 (E) R$ 6. não.250.05 P = 5000 6 .00 E lemos a questão. 1002 = 10000 O próximo múltiplo de 5 maior que 100 é 105.878.000.287. 1052 = (100+5)2 = (10000 + 210 + 25) = 11025 (e de novo reveja a minha estreia). vamos calcular. juros compostos. questão dada! Vamos dar uma ajeitada na taxa que é anual.00 (D) R$ 4. Agora. pois termina em 5.1025 E como calcular √ ? 1. E sei quanto é a raiz de 10000.1025 é 11025 dividido por 10000. Sabendo-se que a taxa de juros é de 10.00 (C) R$ 10.00. (1+1)2 = 1.052 1+ i = 1. Mas a de 11025. as opções.05 E a questão acabou! 100000 = P/0.

Questão 35) Um título com valor de R$ 15.00 (D) R$ 5.500.25)2 Valor Atual = 16000 Desconto = 25000 – 16000 = 9000 E a conta 25000/1.769 (C) R$ 10.00 Valor Atual = 25000 / (1.00. se o prazo de vencimento é de 2 anos e a taxa de desconto é de 25% ao ano é: (A) R$ 9.250 (B) R$ 11.000.500. O valor presente do título é igual a: (A) R$ 11.00 (E) R$ 6.25% ao mês.5 (C) R$ 7.850 7 = 16000 .252? Há um jeito esperto de ser feita? 25 x 1000 x Melhorou? 1000 = 125 x 8 25 x8 x 125 é 25 x 5! 1 x8 x Letra A.000.247.875.Letra B! A próxima de financeira! Questão 33) O valor do desconto racional composto de um título cujo valor nominal é R$ 25.000 a vencer em 4 meses é descontado no regime de juros simples a uma taxa de juros de desconto “por fora” de 6.00 (B) R$ 7.

Ao pagar o título.00 (B) 4.00 2000x(1+0.0625) = 11250 Letra A! Questão 36) O número de anos para que um capital quadruplique de valor a uma taxa de 5% ao mês. Questão 37) Um indivíduo deixa de pagar um título no valor de R$ 2. mas cuidado pede-se o número de anos e taxa está ao mês! 4 = 1 + 0.155. isso está no sangue! Valor presente = 15000 x ( 1 – 4 x 0.80 (E) 5.250.00 (B) R$ 2.00 (E) R$ 2. é de: (A) 6.(D) R$ 9.35/12 x 3)= 2175! Letra A! Já aqui o cuidado era o período em meses e a taxa ao ano.05x12n n=5 Letra E! O cuidado aqui era multiplicar a taxa por 12.100. A taxa de juros.00 (D) R$ 4.325.50 (C) 7. atrasando o pagamento em três meses.000 Desconto simples. Questão 39) 8 .50 (D) 3.00 (C) R$ 2.000. juros simples. é de 35% ao ano.175.00 Montamos a equação. seu valor é: (A) R$ 2. juros simples.750 (E) R$ 12.

calculando. a uma taxa de 4% ao mês (A) R$ 2.772.500. é correto afirmar que: (A) os juros de cada parcela são constantes são constantes (B) as parcelas a serem pagas têm valor crescente (C) o cálculo da prestação é dado pela divisão do montante pelo número de prestações (D) as parcelas a serem pagas têm valor decrescente (E) o montante amortizado é crescente Uma questão teórica! Letra E.A respeito do Sistema de Amortização Francês.00 com prazo de vencimento de 6 meses.301.766. Imagine o candidato ali na hora da verdade lendo.00 A tabela não foi copiada para este texto. o Valor Presente (descontando-se os centavos) de um título cujo valor nominal é de R$ 3.4)6 = 2766! Letra D! Duas questões com problemas e não faço a menor ideia do que a FGV irá fazer. Valor presente = 3500/(1+0.00 (B) R$ 2. sendo as linhas as diferentes taxas e as colunas os diferentes períodos (meses).00 (D) R$ 2. uma prova tranquila sem muita conta a ser feita! Uma boa P2! Até mais Jr 9 .00 (E) R$ 2. Utilizando-se a tabela.991.467. Reveja a minha segunda aparição! Questão 40) A tabela acima representa uma tabela de fatores para o cálculo do Valor Presente sob o regime de juros compostos.00 (C) R$ 3. e não encontrando opção? Fora essas questões.