Você está na página 1de 8

EXERClClOS DE CONJUNÇÕES PARA CONCURSO (COM GABARlTO

)
1. (CESGRANRIO – 2011 – FINEP – Técnico – Suporte Técnico) Consiere !
senten"! !#!i$o.
Mariza saiu de casa atrasada e perdeu o ônibus. As duas orações do período estão
unidas pela palavra “e”, que, além de indicar adição, introduz a ideia de
a) oposição
b) condição
c) consequência
d) comparação
e) união
2. (FCC – 2012 – TCE%AP – Técnico e Contro&e E$terno) reços mais altos
proporcionam aos a!ricultores incentivos para produzir mais, o que torna mais "#cil a
tare"a de alimentar o mundo. Mas eles também impõem custos aos consumidores,
aumentando a pobreza e o descontentamento. (início do 2
o
parágrafo)
A 2
a
afirmativa introduz, em relação à l
a
, noção de
a) condição.
b) temporalidade.
c) consequência.
d) finalidade.
e) restrição.
'. (F(NCA) – 2010 – SE*(S%RO – Cont!or) Releia-se o que escreve Beccaria:
“$ontudo, se o roubo é comumente o crime da miséria e da a"lição, se esse crime
apenas é praticado por essa classe de %omens in"elizes, para os quais o direito de
propriedade &direito terrível e talvez desnecess#rio' apenas dei(ou a vida como )nico
bem, *.......+ as penas em din%eiro contribuirão tão,somente para aumentar os roubos,
"azendo crescer o n)mero de mendi!os, tirando o pão a uma "amília inocente para d#,
lo a rico talvez criminoso.” &par#!ra"o
A palavra ou locução que, usada no espaço entre colchetes deixado no período,
fortalece a conexão lógica entre as orações adverbiais condicionais e o que ele afirma
a seguir é:
a) inclusive.
b) além disso.
c) então.
d) por outro lado.
e) mesmo.
+. (FG, – 2010 – -ETRAN%RN – Assessor Técnico – Cont!#i&i!e) “- e eu sou
acaso um deles, conquanto a prova de ter a mem.ria "raca-"; a oração grifada traz
uma ideia de:
a) Causa.
b) Consequência.
c) Condição.
d) Conformidade.
e) Concessão.
.. (F(/ARC – 2011 – PRO-E/GE – An!&ist! e Tecno&o0i! ! In1or2!"3o) No
trecho "Ao te2po de Pilatos e de James Joyce, a linguagem virtual estava
longe". /!s4 !&é2 ! realidade física, da palavra impressa, ela servia de símbolo da
identidade e da perenidade da comunicação".
Os termos negritados acima têm, respectivamente, a equivalência de
a) adversidade ÷ causa ÷ tempo.
b) consequência ÷ tempo ÷ adversidade.
c) tempo ÷ adversidade ÷ adição.
d) adição ÷ adversidade ÷ tempo.
5. (COPE,E%(FA6 – 2010 – CASA6 – A7o0!o) Em qual período o se é uma
conjunção integrante?
a) "Paraquedista se prepara para romper a barreira do som com salto da estratosfera."
b) "Um tecido comum pegaria fogo se fosse exposto diretamente a essa radiação."
c) "Sabe-se também que a alimentação materna pode ter impacto na chance de a
criança vir a desenvolver câncer."
d) "Marilyn Monroe morreu aos 36 anos de forma trágica, vítima de uma overdose de
medicamentos que até hoje não se sabe se foi intencional, acidental ou provocada por
alguma misteriosa conspiração política."
e) "Não fale rápido demais. Se sua dicção não for boa, ninguém irá entender o que
você diz."
8. (CONS(6P6AN – 2005 – IN) – An!&ist! e Siste2!s) "Já a produção de petróleo
não é suficiente para atender à demanda, embora a dependência externa no setor
tenha conhecido." O termo "embora", nesse fragmento, estabelece relação lógico-
semântica de:
a) Condição.
b) Adição.
c) Conformidade.
d) Concessão.
e) Tempo.
9. (CONS(6P6AN – 2010 – Pre1eitur! e Con0on:!s – /G – Técnico e
6!#or!t;rio – In1or2<tic!)
=% Pois é, não jogo futebol, mas tenho alma de artilheiro…” ! p!&!7r! est!c!!
!nterior2ente e$pri2e iei! e>
a) Escolha.
b) Contraste, oposição.
c) Finalidade.
d) Explicação.
e) Soma, adição.
?. (NCE%(FR* – 2010 – (FR* – Cont!or) =-ic!s p!r! !ce&er!r se2 perer o
rit2o@. Ness! 1r!se4 os ois conecti7os su#&in:!os inic!24 respecti7!2ente>
a) direção e negação;
b) comparação e ausência;
c) finalidade e concessão;
d) modo e condição;
e) movimento e modo.
10. (F(/ARC – 2011 – Pre1eitur! e No7! 6i2! – /G – Procur!or /unicip!&) No
Texto lê-se/ “A lín!ua que "alamos é um bem, se considerarmos “bens” “as coisas
)teis ao %omem”.
O termo negritado, segundo Cunha e Cintra (2009), tem o valor de um (a):
a) construção linguística que apresenta relação causal.
b) sintagma com sentido opinativo, que apresenta uma relação comparativa.
c) conectivo com valor de condição, pois indica uma hipótese.
d) vocábulo gramatical, que serve para adicionar uma idéia à outra.
GA)ARITO
l. C
2. E
3. C
4. E
5. C
6. D
7. D
8. B
9. C
l0. C
Classifique as Orações Coordenadas Sindéticas:
O1 - Não tenha receio, pois eu a protegerei.
02 - Saía, mas evitava a Rua do Ouvidor.
03 - Ou você a!a com e!e agora, ou espera "ue e!e o chame.
0# - $s %rvores &a!an'am, !ogo est% ventando.
0( - )i"ue "uieto, pois est% incomodando.
0* - +o!te !ogo, "ue ,% - tarde.
0. - /omprei o protetor so!ar e ui 0 praia.
01 - $m&os se amavam, contudo não se a!avam.
02 - +% correndo, pois o trem parte em meia hora.
10 - O dia est% agrad%ve!, !ogo devemos aproveit%-!o.
11 - Não dei3e de comparecer, pois a esta ser% animada.
12 - $ doen'a vem a cava!o e vo!ta a p-.
13 - $s pessoas não se me3iam nem a!avam.
1# - Os !ivros não somente instruem, mas tam&-m divertem.
1( - $ espada vence, mas não convence.
1* - 4% muito servi'o, entretanto ningu-m tra&a!hou.
1. - +enha agora ou perder% a ve5.
11 - $ !ouca ora acariciava ora rasgava reneticamente.
12 - 6ens ra5ão, contudo não te e3a!tes.
20 - Raimundo - homem são, portanto deve tra&a!har.
Gabarito:
01 - Não tenha receio, pois eu a protegerei. 7e3p!icativa8
02 - Saía, mas evitava a Rua do Ouvidor. 7adversativa8
03 - Ou você a!a com e!e agora, ou espera "ue e!e o chame. 7a!t.8
0# - $s %rvores &a!an'am, !ogo est% ventando. 7conc!usiva8
0( - )i"ue "uieto, pois est% incomodando. 7e3p!icativa8
0* - +o!te !ogo, "ue ,% - tarde. 7e3p!icativa8
O. - /omprei o protetor so!ar e ui 0 praia. 7aditiva8
01 - $m&os se amavam, contudo não se a!avam. 7adv.8
02 - +% correndo, pois o trem parte em meia hora. 7e3p!ic.8
10 - O dia est% agrad%ve!, !ogo devemos aproveit%-!o. 7conc!us.8
11 - Não dei3e de comparecer, pois a esta ser% animada. 7e38
12 - $ doen'a vem a cava!o e vo!ta a p-. 7aditiva8
13 - $s pessoas não se me3iam nem a!avam. 7aditiva8
1# - Os !ivros não somente instruem, mas tam&-m divertem. 7adit.8
1( - $ espada vence, mas não convence. 7adversativa8
1* - 4% muito servi'o, 9 entretanto ningu-m tra&a!hou. 7adv.8
1. - +enha agora 9 ou perder% a ve5. 7a!ternativa8
11 - $ !ouca ora acariciava 9 ora rasgava reneticamente. 7a!t.8
12 - 6ens ra5ão, 9 contudo não te e3a!tes. 7adversativa8
20 - Raimundo - homem são, portanto deve tra&a!har. 7conc!usiva8
1. Relacione as orações coordenadas por meio de conjunções indicadas nos parênteses:
a) Ouviu-se o som da bateria. Os primeiros foliões surgiram. (ditiva)
b) !"o durma sem cobertor. noite est# fria. ($%plicativa)
c) &uero desculpar-me. !"o consigo encontr#-los. (dversativa)
'. (()*-+() , $m: -... ouviam-se amplos bocejos. fortes como o marul/ar das ondas...0 a
part1cula como e%pressa uma ideia de:
a) causa
b) e%plicaç"o
c) conclus"o
d) proporç"o
e) comparaç"o
2. (3)4$+5 , +() , -$ntrando na faculdade. procurarei emprego0. oraç"o sublin/ada pode
indicar uma id6ia de:
a) concess"o
b) oposiç"o
c) condiç"o
d) lugar
e) conse78ência
condiç"o necess#ria para procurar emprego 6 entrar na faculdade.
9. ()niv. 3ed. +anta :aria , R+) , ssinale a se7uência de conjunções 7ue estabelecem. entre
as orações de cada item. uma correta relaç"o de sentido.
1. *orreu demais. ... caiu.
'. ;ormiu mal. ... os son/os n"o o dei%aram em pa<.
2. mat6ria perece. ... a alma 6 imortal.
9. =eu o livro. ... 6 capa< de descrever as personagens com detal/es.
>. ?uarde seus pertences. ... podem servir mais tarde.
a) por7ue. todavia. portanto. logo. entretanto
b) por isso. por7ue. mas. portanto. 7ue
c) logo. por6m. pois. por7ue. mas
d) por6m. pois. logo. todavia. por7ue
e) entretanto. 7ue. por7ue. pois. portanto
(or isso , conjunç"o conclusiva.
(or7ue , conjunç"o e%plicativa.
:as , conjunç"o adversativa.
(ortanto , conjunç"o conclusiva.
&ue , conjunç"o e%plicativa.
>. Re@na as três orações em um per1odo composto por coordenaç"o. usando conjunções
ade7uadas.
Os dias j# eram 7uentes.
#gua do mar ainda estava fria.
s praias permaneciam desertas.
Respostas:
1) Ouviu-se o som da bateria e os primeiros foliões surgiram.
!"o durma sem cobertor. pois a noite est# fria.
&uero desculpar-me. mas n"o consigo encontr#-los.
2) Resposta: $
3) Resposta: *
4) Resposta: A
5) Os dias j# eram 7uentes. mas a #gua do mar ainda estava fria. por isso as praias
permaneciam desertas.
*omplete os parênteses com conjunções subordinativas ade7uadas:
1. Os novos candidatos seriam admitidos ( ) tivessem encamin/ado. em tempo /#bil. os
documentos e%igidos para a inscriç"o.
'. O novo carro passou por todos os testes. em v#rios departamentos especiali<ados. ( )
estabelecem as normas de 7ualidade.
2. ( ) seja comple%a e trabal/osa a pes7uisa. n"o desanimaremos.
9. ( ) temos tempo. façamos o bem.
>. !"o pudemos concluir nen/um acordo. ( ) os demais /erdeiros pretendiam ludibriar-nos.
B. ( ) os problemas se agravaram. recorremos aos serviços de um perito 7ue nos ajudasse.
C. ( ) as vendas aumentavam. o otimismo tomava conta dos criadores do novo es7uema de
promoç"o.
D. ( ) ainda n"o se delineou nen/um plano concreto. conv6m aguardar por algum tempo.
E. Os acontecimentos se agravaram ( ) perdemos a perspectiva de julg#-los com segurança.
1F. ( ) a ;iretoria da empresa ten/a outros planos a nosso respeito. tudo leva a crer 7ue
seremos transferidos para :anaus.
11. O cliente me pareceu convencido das 7ualidades do novo carro. ( ) revelasse sua
predileç"o por um ve1culo mais barato.
1'. ( ) o cliente retorne. deves tentar convencê-lo de 7ue o barato sai 7uase sempre mais caro.
12. ( ) o cliente retornar. ser# mais f#cil convencê-lo de 7ue a compra do novo carro 6 bom
negGcio.
19. 4ocê poder# oferecer a m#7uina por preço inferior. ( ) a transaç"o continue vantajosa para
a firma.
1>. $ram tantos os candidatos. 7ue as provas foram suspensas. ( ) fosse encontrado outro
local mais amplo.
1B. ( )assumiu o comando do novo plano de vendas. o supervisor convocou os diretores das
novas filiais.
1C. *onseguiu vencer na vida. ( ) sempre se mostrou competente em todos os negGcios.
1D. ( ) era. no momento. imprescind1vel. n"o foi dispensado. ( ) fosse onerosa sua
permanência.
1E. O capit"o sG dei%ar# o navio. ( ) todos os tripulantes estiverem em terra. salvos.
'F. !"o conseguia convencer o cliente. ( ) argumentasse e acenasse com vantagens.
? A R H 5 O
(=H*IJO ;$ *O!K)!IL$+ +)AOR;H!5H4+
1. se , caso , desde 7ue , contanto 7ue - *O!;H*HO!=
'. conforme , como , segundo , consoante - *O!3OR:5H4
2. embora , ainda 7ue , mesmo 7ue , por mais 7ue , se bem 7ue - *O!*$++H4
9. como , j# 7ue , uma ve< 7ue , visto 7ue , dado 7ue , se - *)+=
>. por7ue , visto 7ue , uma ve< 7ue , j# 7ue , por7uanto - *)+=
B. como , j# 7ue , uma ve< 7ue , visto 7ue - *)+=
C. M medida 7ue , M proporç"o 7ue - (RO(OR*HO!=
D. como , j# 7ue , visto 7ue , uma ve< 7ue - *)+=
E. de modo 7ue , de tal forma 7ue , de maneira 7ue , de sorte 7ue -*O!+$*)5H4
1F. embora , mesmo 7ue , ainda 7ue , nem 7ue - *O!*$++H4
11. ainda 7ue , embora , se bem 7ue , por mais 7ue - *O!*$++H4
1'. caso , suposto 7ue - *O!;H*HO!=
12. se - *O!;H*HO!=
19. desde 7ue , contanto 7ue , caso - *O!;H*HO!=
1>. para 7ue , a fim de 7ue , at6 7ue - 3H!=
1B. assim 7ue , logo 7ue , depois 7ue - 5$:(OR=
1C. j# 7ue , visto 7ue , por7ue , uma ve< 7ue - *)+=
1D. como , j# 7ue , por7ue , visto 7ue - *)+= N embora , ainda 7ue , mesmo 7ue -
*O!*$++H4
1E. assim 7ue , logo 7ue , 7uando , depois 7ue - 5$:(OR=
'F. ainda 7ue , embora , mesmo 7ue , apesar de 7ue , con7uanto - *O!*$++H4
*lassifi7ue as conjunções destacadas nas frases abai%o:
a) Ooje estou com um /umor p6ssimo. por7ue briguei com mam"e.
b) &uando acordei. min/a bolsa /avia sumido.
c) *onforme eu j# sabia. tirei nota bai%a.
d) inda 7ue eu sofra. n"o voltarei.
e) *aso você saia. fec/e a porta.
f) $studei o assunto. mas n"o entendi nada.
g) =i e reli o livro.
/) Ou você me engana ou n"o est# maduro.
i) !"o sG se atrasou. mas tamb6m es7ueceu o trabal/o de português.
j) P proporç"o 7ue estuda. mais aprende.
Respostas:
a. *onjunç"o subordinativa causal.
b. *onjunç"o subordinativa temporal.
c. *onjunç"o subordinativa conformativa.
d. *onjunç"o subordinativa concessiva.
e. *onjunç"o subordinativa condicional.
f. *onjunç"o coordenativa adversativa.
g. *onjunç"o coordenativa aditiva.
/. *onjunç"o coordenativa alternativa.
i. *onjunç"o coordenativa aditiva.
j. *onjunç"o subordinativa proporcional.