Você está na página 1de 3

GUIA PARA UTILIZAR AS PEÇAS PROCESSUAIS: Este guia foi feito para facilitar o uso e ajudar a compreensão dos

modelos de petições. Leia atentamente antes de elaborar as peças processuais e ingressar administrativamente ou judicialmente com o pedido de desaposentação. Modelo 1/ Desaposentação/ Pedido Administrativo O protocolo administrativo é importante para fixar a data da renúncia da aposentadoria, bem como o inicio do novo benefício (DIB). Caso este pedido não seja feito, o judiciário normalmente fixa a DIB na data do protocolo da ação ou da citação da autarquia-ré, o que reduz, em regra, o valor dos atrasados a serem pagos ao final da lide para o segurado. A simples comprovação do requerimento administrativo, inclusive sem resposta na data do protocolo da petição inicial, já é documento comprobatório da recusa do INSS. O motivo do indeferimento do pedido de desaposentação pelo INSS: não é possível a renúncia ao beneficio. Modelo 2 /Desaposentação/ Petição Inicial Pedidos da parte autora: renunciar ao beneficio que atualmente recebe, e, em ato contínuo, a concessão de nova aposentadoria com a adição das contribuições previdenciárias vertidas após a aposentacão, para efeito de cálculo de sua nova Renda Mensal inicial. Competência: a competência para julgamento desaposentação, conforme disciplina o artigo privativa da Justiça Federal, figurando no polo Instituto Nacional do Seguro Social, isso no benefício vinculado ao RGPS. das ações relativas a 109, I, da CF/88, é passivo da demanda o caso de renúncia de

Quando o domicílio dos segurados não for sede da Justiça Federal, as ações poderão ser processadas e julgadas perante a Justiça Estadual, ou no foro da Justiça Federal da capital do respectivo estado da federação. Conforme disciplina da Lei n. 10.259/01, a ação de desaposentação pode ser proposta perante o Juizado Especial Federal, nas causas em que o valor não exceda sua competência, ou seja, 60 salários mínimos. Não havendo Vara Federal a causa pode ser julgada no Juizado Especial Federal mais próximo do foro definido no artigo 4º da Lei n. 9.099/95. Valor da causa: apesar das discussões a respeito do valor da causa, destaco o seguinte entendimento:

www.saberprevidenciario.com.br
Tudo sobre Direito Previdenciário

o proveito econômico pretendido diz respeito às diferenças entre o benefício que vem percebendo e o que pretende seja concedido na esfera judicial. Razões do Recurso de Apelação: é possível a renúncia ao beneficio sem a necessidade da restituição dos valores recebidos.. (TRF4. COMPETÊNCIA. Federal JOÃO BATISTA PINTO SILVEIRA. o total decorrente da soma das prestações vencidas e das vincendas que o autor pretende receber e daquelas que pretende deixar de pagar. www. QUANTIFICAÇÃO. DESAPOSENTAÇÃO Tendo a parte autora ajuizado ação ordinária postulando a renúncia ao benefício de aposentadoria que vem percebendo. somadas a 12 (doze) parcelas vincendas do benefício cujo deferimento se requer. o valor da causa deve corresponder à soma das parcelas vencidas. DESAPOSENTAÇÃO. Turma.PREVIDENCIÁRIO. MONTANTE A SER RESTITUÍDO.br Tudo sobre Direito Previdenciário . Modelo 3 /Desaposentação/ Apelação/ Pedido Improcedente Decisão: pedido improcedente Razões da decisão: não é possível a renúncia ao beneficio. sessão de 14/09/2011) Deste modo. JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS. O critério a ser aplicado para aferir o valor. mais os valores já recebidos e que pretende seja eximida de ressarcir. acrescidas do montante cuja devolução possa vir a ser exigido para a desaposentação pretendida. sessão de 02/08/2011) PROCESSUAL CIVIL.259/01 quando o pedido versar apenas sobre as prestações vincendas. VALOR DA CAUSA. 1.404. com a implantação de outra aposentadoria que lhe é mais vantajosa. (. desde o requerimento administrativo. para fins de fixação da competência dos Juizados Especiais Federais. 6ª. Turma. somente se aplicando o parágrafo 2º do artigo 3º da Lei 10.VALOR DA CAUSA.com. Agravo de Instrumento nº 5011221-57.0000. Federal ROGERIO FAVRETO. POR UNANIMIDADE. adotando o entendimento acima indicado. PROCESSUAL CIVIL. ou seja. é a integralidade do pedido.7112. Rol de documentos: Indentidade/ CPF/ Comprovante de residência/ Procuração/ Carta de Concessão e Memória de Cálculo do benefício atual/ CNIS – Cadastro Nacional de Informações Sociais/ Extrato de pagamento do benefício atual.2011..) (TRF4. Apelação Cível nº 5000012-95. a partir do requerimento administrativo. Des.2011. nas ações que versam sobre a desaposentação.404. POR UNANIMIDADE.saberprevidenciario. 5ª. Des.

bem como a sua reaposentação. Modelo 5 /Desaposentação /Recurso Especial/ Acordão Desprovido Decisão: acordão desprovido Razões da decisão: é possivel a renuncia ao benefício. sem a necessidade da restituição dos valores recebidos. bem como a sua reaposentação. sem a necessidade da restituição dos valores recebidos. www. apenas mediante a restituição dos valores recebidos Razões do Recurso de Apelação: é possível a renuncia ao benefício. bem como a sua reaposentação.com. bem como a sua reaposentação.br Tudo sobre Direito Previdenciário . apenas mediante a restituição dos valores recebidos Razões do Recurso Especial: é possível a renuncia ao benefício.Modelo 4 /Desaposentação Procedente /Apelação/ Pedido Parcialmente Decisão: pedido parcialmente procedente Razões da decisão: é possivel a renuncia ao benefício.saberprevidenciario.