Você está na página 1de 17

ID-2.

024
Procedimento Técnico para Projetos e Implantação de Postes na AES Eletropaulo

Instrução Técnica

Diretoria de Engenharia e Serviços Gerência de Engenharia da Distribuição

Gerência de Engenharia da Distribuição Angelo Quintão – Coordenador da Gerência de Engenharia da Distribuição Gerson I. Basso – Gerente de Engenharia da Distribuição e Automação Nilson Baroni Junior – Gerente de Projetos de Expansão e Manutenção Data: junho de 2008 Versão: 1.1 Instrução Técnica .Gerência de Engenharia da Distribuição João Alves – Coordenador Técnico – Gerência de Manutenção – Diretoria Regional Oeste Cezar Coelho – Coordenador Técnico – Gerência de Planej.2 Folha de Controle Elaborado por: Colaboradores: Alexandre Amaral dos Santos .024 . Pimentel – Gerente de Engenharia da Distribuição Data: setembro de 2013 Versão: 2. e Controle – Diretoria Regional Oeste Marcio M. e Controle – Diretoria Regional Oeste Paulo Roberto Ferreira – Gerência de Planej.ID-2.Gerência de Engenharia da Distribuição Valdivino Carvalho .0 Revisado por: Colaborador: Aprovado: Alexandre Amaral dos Santos . Leal – Gerência de Planejamento e Controle – Diretoria Regional Oeste Aprovado: Sergio L.

.................4................................. 4  Condições Gerais de Instalação de Postes .......................................................................1........................ Movimentação e Empilhamento de Postes ...................................  5................2. 9  Compartilhamento de Infraestrutura (postes) com redes de telecomunicações...........................4.........4..................................3....1............................1 Índice 1........................5.............. 2  3............  REFERÊNCIAS .........................................  PROCEDIMENTOS TÉCNICOS ................................2........................... 3  5........ 2  2................... 10  Armazenamento.....................4................................. 2  5...... 8  Engastamento de Postes ......  5...................................................................4..............................  Padrão de Postes .............. 9  Utilização de Postes Especiais ................................3........  OBJETIVO ...................... 4  Dimensionamento de Poste (Esforços Mecânicos) .............................ID-2...............................8...........................................7...4..  5...............4........  5...  5........... 10  Instrução Técnica ...........  5.................  5.....  INTRODUÇÃO.............  5...............4.................4.........................  5.  5.............................................  ÁREAS ENVOLVIDAS ..........................6........ 7  Instalação de postes no passeio...  5........................................................... 3  Padrão de Construção de Redes de Distribuição Aérea .................. 5  Implantação de postes em vias públicas ........................4..... 9  Procedimentos de Trabalho – MPT´s / IT´s .................................... 10  Cadastramento – Sistema GIS ........024 ................................................... 2  4.

       4. NBR-15214 Rede de distribuição de energia elétrica . PD-4.003 – Rede de Distribuição Aérea Urbana – 36.2 1. INTRODUÇÃO A presente instrução contempla procedimentos técnicos para projetos e implantação de postes padronizados para Redes de Distribuição Aérea pela AES Eletropaulo. PND-2. padrões construtivos. 2. PND-2. 3. Instrução Técnica .Compartilhamento de infraestrutura com redes de telecomunicações. Esta instrução foi elaborada com base na norma ABNT NBR-15688 Redes de Distribuição Aérea de Energia elétrica com condutores nus.026 Compartilhamento de Postes de Rede Elétrica para Sistema de Corrente Contínua (Trólebus).ID-2.2kV. padrões de materiais de rede e acervo técnico existente na empresa. OBJETIVO Esta instrução técnica visa orientar os profissionais da empresa quanto aos parâmetros técnicos e padrões existentes na elaboração de projetos que envolvem a implantação de postes pela AES Eletropaulo.024 . normas de projetos. PD-4.          ÁREAS ENVOLVIDAS Diretoria Regional I e II Gerência de Engenharia da Distribuição Gerência de Planejamento e Controle Gerência de Manutenção Gerência de Operação Gerência de Segurança do Trabalho Gerência de Treinamento Operacional REFERÊNCIAS NBR-15688 Redes de Distribuição Aérea de Energia elétrica com condutores nus.001 – Rede de Distribuição Aérea Urbana – 15kV. ND-2. PD-4.2kV.003 – Apresentação de Projetos. ID-2.001 – Projetos de Redes de Distribuição Aérea Secundária.002 – Rede de Distribuição Aérea Urbana – 24.002 – Projetos de Redes de Distribuição Aérea Primária.

PD-4. RT-2.001 – Manual de Inspeção de Qualidade de Construção de Rede de Distribuição Aérea. IT-GRL-Instruções de Trabalho Gerais. NTE-073-0 Poste de Eucalipito Preservado para Rede.1.003 Dimensionamento de Postes de Concreto com seção circular utilizado em rede de distribuição. Na tabela a seguir. PD-8. NTE-109-0 Poste de Concreto Armado.7/15kV15kV/25kV.5kV. PD-4. PD-4.ID-2. RT-2.001 Materiais Padronizados para Redes de Distribuição Aérea. RT-2. NTU-02/2003 – Compartilhamento de Postes de Rede Elétrica para Telecomunicações e Demais Ocupantes. Padrão de Postes São utilizados postes de concreto de acordo com o padrão técnico PD-8. são apresentados os tipos de postes padronizados: Instrução Técnica . MD-4.3                  PD-4. PROCEDIMENTOS TÉCNICOS Para elaboração de projetos que envolvem a instalação de postes em redes de distribuição aérea devem ser observados: 5. MPT-DIP-Manuais de Procedimentos de Trabalho de Iluminação Pública.001: Materiais Padronizados para Redes de Distribuição Aérea. PD-4.001 Critérios Para Adoção de Tensão Mecânicas Admissíveis para elaboração e/ou verificação de projeto utilizando cabos singelos de alumínio sem alma de aço.024 .5kV.014 – Rede de Distribuição Aérea Compacta 34.013 – Rede de Distribuição Aérea Tipo Triangular 34.023 – Rede de Iluminação Pública Aérea.009 – Rede de Distribuição Aérea Compacta 15kV. MPT-DAG-Manuais de Procedimentos de Trabalho da Distribuição Aérea. IT-DAG-Instruções de Trabalho da Distribuição Aérea.007 – Redes Aéreas em Média Tensão c/ cabos Pré-Reunidos Al 8.002 Tensões Mecânicas Admissíveis para elaboração e/ou verificação de projetos de travessias aéreas utilizando cabos singelos de alumínio com alma de aço. 5.

disponíveis na intranet:       PD-4.143-0 327. 5.014: Redes de Distribuição Aérea Compacta 36.139-1 MP-01-01 20 23 25 327. Padrão de Construção de Redes de Distribuição Aérea Para montagem de estruturas de redes e equipamentos devem ser observados os padrões construtivos de rede de distribuição aérea.003: Redes de Distribuição Aérea Urbana 36. Religadores.148-0 Desenho PD-8.001: Redes de Distribuição Aérea Urbana 15kV PD-4. Para cálculos de dimensionamento de poste de concreto com seção circular utilizados em Rede de Distribuição.2kV PD-4.ID-2.2KV PD-4.135-9 327.009: Redes de Distribuição Aérea Compacta 15KV PD-4.2KV PD-8.4  Postes de Concreto Tipo Comprimento Nominal (m) Resistência Nominal (daN) 300 10.2. Reguladores.3.003. Nota: Para novas redes e estruturas envolvendo equipamentos Transformadores. deve ser observada a recomendação técnica RT-2. Os códigos de materiais podem ser consultados no desenho MP-01-07 do padrão PD-8.001: Materiais Padronizados para Redes de Distribuição Aérea Dimensionamento de Poste (Esforços Mecânicos) 5. Banco de Capacitor e estruturas travessias.001.024 .5 600 1000 300 12 600 1000 Código de Material 327. listados abaixo.002: Redes de Distribuição Aérea Urbana 24.146-4 327. disponível na Intranet.134-1 327.001 14 15 18 Nota: Postes especiais com comprimento e resistências nominais superiores às padronizadas podem ser utilizados em situações específicas conforme necessidade de projeto. entradas Instrução Técnica .

evitando-se que condutores atravessem propriedades particulares ou o arruamento. Condições Gerais de Instalação de Postes Definido o traçado da rede de distribuição.009 Redes de Distribuição Aérea Compacta 15kV. devem ser consideradas a implantação de postes de concreto e preferencialmente de 12 metros de comprimento. desenho padrão CP-04-012. conforme padrão de construção PD-4. Instrução Técnica . Utilizar preferencialmente a construção FLY-TAP e a distância dos postes em relação à esquina deve ser no mínimo 8000mm e no máximo 16000mm. Deve ser evitada a instalação de postes em esquinas de ruas estreitas e sujeitas a trânsito intenso.ID-2. algumas regras básicas devem ser observadas:  As observações feitas no levantamento de campo. deve-se partir para o projeto determinando a localização dos postes. Deve ser evitada a instalação de equipamentos em circuitos/estruturas de final de linha. figura abaixo. evidentemente a distância entre postes poderá ser menor.4.     Nas vias públicas onde existem curvas. Utilizar vão básico igual a 35 metros. devidamente marcadas em planta devem ser respeitadas.5 primárias. 5. Para isto.024 . assim melhorando os níveis de iluminação pública.

Em ruas onde a grande maioria dos consumidores se localiza num certo lado.024 .ID-2. Condições de arruamento e divisa dos lotes definidas na planta de loteamento oficial aprovada pela prefeitura local. assim reduzindo a execução de travessias de ramais de ligação. a posteação preferencialmente deve ser instalada neste mesmo lado. Os postes devem ser locados preferencialmente no lado onde houve menor arborização evitando à implantação em praças públicas e jardins. Ao projetar o espaçamento entre postes observar o comprimento máximo permitido para o ramal de ligação que é de 30 metros. Atentar para as interferências e condições locais. poderão ser feitos com a implantação de dois ou três postes para que sejam mantidos os afastamentos mínimos dos condutores e que não haja cruzamento em terrenos particulares. ou postos de gasolina. Outras interferências do solo. Bueiros. Caixas de águas pluviais. conforme figura a seguir:  Atentar para que as posteações não se localizem em frente a garagens. a seguir:      Guia rebaixada. ou para atender ao uso mútuo de postes com outras concessionárias.6  Nos casos de cruzamentos e derivações em esquinas.      Instrução Técnica . rebaixamento de guias. Sinalização de instalação subterrânea. redes congestionadas.

024 . Não havendo passeio.4. na metade do lance da posteação contrária.20 metros. Todo poste preferencialmente deve ser instalado no passeio e na divisa de propriedades. Nota1: Quando não houver o alinhamento definido deverá ser solicitado à Prefeitura local planta aprovada. Nota2: Para projetos envolvendo implantação de postes em rodovias devem ser consultadas as concessionárias e órgãos envolvidos para definição da faixa de domínio. em ruas com largura igual ou inferior a 6 metros e postes. Para os municípios vizinhos da área de concessão observar as legislações municipais.7  Para afastamentos mínimos de condutores a edificações deve ser observada a norma ABNT NBR-15688 Redes de Distribuição Aérea de Energia elétrica com condutores nus e padrões construtivos de rede de distribuição aérea e padrões construtivos de rede de distribuição aérea. com redes primárias. Não são permitidos implantação de postes.ID-2. onde define a largura de calçada mínima de 1. com redes secundárias. devem ser preservadas as distâncias estabelecidas pela Prefeitura de São Paulo.5 metros. Ruas com larguras compreendidas entre 20 a 30 metros podem ter posteação bilateral alternada e esta será projetada com os postes contrapostos. conforme figura a seguir: Instrução Técnica . Para lotes com frente superior a 30 metros poderá ser instalado no meio do lote. em ruas com largura igual ou inferior a 4 metros.1. Para avenidas e ruas de 12 metros deve ser preservada uma largura de calçada de 2. aproximadamente. Implantação de postes em vias públicas 5. medidos de um limite de propriedade a outro do lado oposto.

8 Ruas com largura superior a 25 metros ou 30 metros.4. poderão ter posteação bilateral frontal.2. Instalação de postes no passeio A instalação de poste no passeio deve obedecer à distância mínima do poste em relação à guia.024 . conforme figura ilustrativa e tabela a seguir: Poste Distância “A” Passeio Rua Guia Instrução Técnica .ID-2. conforme figura a seguir: 5.

ID-2. 5.001.4. Seus respectivos códigos de materiais estão disponíveis no desenho MP-0107 do padrão PD-8.001. espaço na infraestrutura da rede de distribuição de energia elétrica.4.9 Largura do Passeio Até 2.500 mm Acima de 2. Engastamento de Postes Para aplicação das fórmulas contidas nos desenhos CP-20-002 e CP-20-003 do padrão de construção PD-4. desenho CP-03-01 e norma ABNT NBR-15688 Redes de Distribuição Aérea de Energia elétrica com condutores nus.5. 5. devem ser observados as tabelas de Coeficiente de Compressibilidade “C” (daN/m³).024 . 5. Compartilhamento telecomunicações de Infraestrutura (postes) com redes de Destina-se à faixa de ocupação no poste de 500mm. onde são definidos os pontos de fixação destinados exclusivamente ao compartilhamento com agentes do setor de telecomunicações.3. mantendo as características originais da rede. Utilização de Postes Especiais Postes especiais com comprimento e resistências nominais superiores às padronizadas podem ser utilizados em situações específicas conforme necessidade de projeto. conforme desenho CP-20-004. devendo observar os requisitos e condições técnicas mínimas estabelecidas na norma ABNT NBR-15214 Rede de distribuição de energia elétrica – Compartilhamento de infraestrutura com redes de telecomunicações e NTU-02/2003 – Compartilhamento de Postes de Rede Elétrica para Telecomunicações e Demais Ocupantes.001 Rede de Distribuição Aérea Urbana – 15kV. Instrução Técnica .500 mm A 150 mm 200 mm Figura de acordo com o padrão de construção PD-4. Extensão e Manutenção de rede: Com posteação de madeira existente procura-se manter a configuração do padrão local.4.4. Postes Padronizados e Tensão Amissível (daN/cm²).

movimentação e transportes de postes. movimentação e empilhamento de postes de concreto e madeira devem ser observadas as orientações contidas instrução de trabalho IT-DAG-032 Armazenamento. Movimentação e Empilhamento de Postes Para armazenamento.ID-2.6. 5.024 .10 5.4.8. Instrução Técnica .4.7. Armazenamento. 5. Cadastramento – Sistema GIS Todos os postes e demais ativos de redes de distribuição instalados na área de concessão da AES Eletropaulo devem ser cadastrados no sistema GIS. Procedimentos de Trabalho – MPT´s / IT´s Para instalação ou substituição de postes em redes de distribuição energizadas e desenergizadas devem ser observados todos os procedimentos contidos nos manuais de procedimentos de trabalhos e instruções de trabalhos específicos e MPT-DAG-001 referente à Implantação e retirada de poste com guindauto e/ou broca guincho em rede de distribuição aérea energizada ou desenergizada e IT-DAG-032 Armazenamento.4. movimentação e transportes de postes.

ID-2.11 Instrução Técnica .024 .

ID-2.12 Anexo 1: Engastamento Simples Instrução Técnica .024 .

ID-2.024 .13 Anexo 2: Engastamento Base Reforçada Instrução Técnica .

ID-2.14 Anexo 3: Engastamento Base Concretada Instrução Técnica .024 .

024 . dimensões dos calços da base reforçada. Instrução Técnica . diâmetro e altura dos anéis de concreto da base concretada).ID-2.15 Anexo 4: Tabelas – Esforços Mecânicos Todas as informações que não são as indicadas nas notas são de critério exclusivo de projeto (exemplo: Altura de aplicação da Resultante da Força Horizontal.