Você está na página 1de 2

RESUMO DO LIVRO

O livro Rumo ao Paraíso: A história do Movimento Ambientalista escrito pelo autor John McCormick tem como finalidade apresentar o surgimento do movimento ambientalista demonstrando algumas concepções sobre o movimento. Além disso, o autor descreve toda trajetória do ambientalismo e descreve alguns acontecimentos em vários países. A leitura do livro nos proporciona a entender como começou e como foi organizado o movimento ambientalismo para ser bastante produtivo nos estudos da aula de introdução ao Desenvolvimento sustentável. Os capítulos do livro trazem sobre a partida radical em direção ao Novo Ambietalismos trazendo muitas razões pelo qual o movimento surgiu, quer dizer, cresceu. Além disso, conta detalhes de impactos dos desastres ambientais como em 1948, 20 pessoas morreram e 43% da população de Donora, Pensilvânia, caíram doentes em consequência de um nevoeiro, o derramamento de petróleo do Torrey Canyon e de Santa Barbara, e o mais conhecido o de Chernobyl. Foram realizadas duas conferências internacionais em 1968 e em 1972 para analisar os problemas ambientais no mundo e também para sugerir ações corretivas. A primeira Conferência foi a Conferência da Biosfera, realizada em Paris sob o conselho da UNESCO abordaram como tema o aumento da coordenação na pesquisa ecológica encorajado pelo programa Biológico internacional, programa com base biológica da produtividade e do bem-estar humano com os objetivos de promover o estudo internacional da produção orgânica, o uso de recursos naturais novos e existentes e muito mais, chegando a um acordo sobre vinte recomendações tanto para ecossistemas, ecologia humana, poluição como a educação ambiental. Um fator importante da conferencia foram os resultados concluindo que a deterioração do meio ambiente era culpa do crescimento populacional, urbanização e industrialização rápidos. A segunda foi a Conferencia das Nações Unidas sobre o meio Ambiente Humano, realizada em Estocolmo em 1972, destacando como o marco do crescimento do ambientalismo internacional, pois foi pela primeira vez que os problemas políticos, sociais e econômicos do meio ambiente foram discutidos de forma intergovernamental com objetivo empreender ações corretivas. Além disso, resultou na criação do Programa de Meio Ambiente das Nações Unidas (UNEP) e a transição do Novo ambientalismo tornando-se mais racional nos anos 70. O Programa de Meio ambiente das Nações Unidas(UNEP),é a principal autoridade global em meio ambiente, sendo a agência do Sistema das Nações Unidas (ONU) responsável por fazer a conservação do meio ambiente e o uso eficiente de recursos no contexto do desenvolvimento sustentável. O programa tem como objetivos alertar povos e nações sobre problemas e ameaças ao meio ambiente e recomendar medidas para melhorar a qualidade de vida da população sem comprometer os recursos e serviços ambientais das gerações futuras. Portanto, o livro conta como emergiu o movimento ambientalista, as primeiras conferências realizadas naquela época, os detalhes dos desastres ambientais e muito mais. Com o objetivo do leitor entender como começou essa preocupação com o meio ambiente, sendo que esse pensamento de proteger o mundo para nossas futuras gerações não são ideias atuais e pensamento antigos com o objetivo de proteger o nosso planeta e na espécie humana.

Cap 02. há uma breve descrição dos acontecimentos na Austrália.  Mostra como desenvolvimentos paralelos ocorreram em outros lugares. . Cap. 1  Prelúdio necessário ao restante do livro através do exame das raízes do ambientalismo nos séculos XIX e XX na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos. África do Sul e Índia.  A criação dos primeiros órgãos internacionais de conservação.LIVRO RUMO AO PARAÍSO  Propõe a solucionar algumas das muitas concepções errôneas /opiniões errôneas sobre o movimento ambientalista.  Proporciona a primeira história do ambientalismo como fenômeno social.  Os primeiros alarmes neo-malthusianos. e  Os primórdios de uma compreensão do debate conservação/desenvolvimento na África pós-colonial. sendo que o veículo ativo dessa transformação foi um movimento de massa popular. econômico e político global. .Era pós-Segunda Guerra Mundial:  As primeiras conferências importantes sobre conservação.  Estudo de como e por que o estado e a condição do meio ambiente foram transformados de um tema privado em tema público.