Você está na página 1de 24

JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO

JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
PORTUGAL MAIS PERTO
PORTUGAL
MAIS PERTO
DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril
PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER
PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER
ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER Segunda-feira, 28 de Abril 2014 Ano IV N.º202

Segunda-feira, 28 de Abril 2014 Ano IV N.º202 www.pcnewsnetwork.com

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

PREMIER JÁ SABE O CAMINHO Visita à nossa Gente 6 anos 4 do Estrelas do
PREMIER JÁ SABE
O CAMINHO
Visita à nossa Gente
6 anos
4
do Estrelas
do Norte
Temos +
Artistas
8
17
   

   
   
   
 

   

   

 

2 . Nossa gente 28 Abril 2014
2 . Nossa gente
28 Abril 2014
2 . Nossa gente 28 Abril 2014 Viva Pedro Jorge Costa B. de Barros pedrojorgeri@gmail.com No

Viva

Pedro Jorge Costa B. de Barros pedrojorgeri@gmail.com

No seculo XIX, quando a unificação de Italia estava ainda a solidificar-se, os defensores da união escreviam nos muros “Viva VERDI”. Verdi era um compositor Italiano que, na altura, era muito popular, mas VERDI significava “Viva Victor Emanuel Rei de Italia”. Bastante espertos não eram? Por que e que estou a falar sobre isto? Porque parece que Silvio Berlusconi falou de mais. Segundo o Globe and Mail, o politico disse que “para os alemães, os campos de concentração da segunda grande guerra nunca existiram”. Ora isto é o que se chama um argumento desnecessário. Falar sem pensar é comum. No entanto, quando se tem um grande microfone à frente e se é conhecido, devia ter-se mais cuidado. Todos sabem que as gerações actuais têm consciencia do que se passou, e sentem uma grande vergonha da história da Alemanha ficar para sempre manchada. Na verdade, os alemães pedem desculpa sempre que podem, e prestam homenagem às vítimas sempre que podem. Falar disso só porque muitos países se sentem pressionados pela Alemanha é vergonhoso. São atitudes e comentários como estes, que ditam e revelam os políticos medíocres e inferiores. Se querem falar de economia falem de economia. Mas, por favor, deixem o lixo à porta.

ATÉ PARA A SEMANA!

Propriedade: ABC Portuguese Canadian Newspaper Ltd Director: Fernando Cruz Gomes Conselho Empresarial: Fernando Cruz
Propriedade:
ABC Portuguese Canadian Newspaper Ltd
Director:
Fernando Cruz Gomes
Conselho Empresarial: Fernando Cruz Gomes, Presidente; Paulo
Fernando, Vice-Presidente; Carlo Miguel, Tesoureiro;
e Lara Ingrid, Secretária.
Redacção e Cronistas:
António Pedro Costa (Ponta Delgada), António dos Santos
Vicente, Carlo Miguel, Conceição Baptista, Cristina Alves
(Lisboa), Custódio António Barros, Edgar Quinquino
(Hamilton), Fernando Cruz Gomes, Fernando Jorge,
Filipe Ribeiro (ABC Turismo), Guida Micael, Helder Freire
(Lisboa), Humberto Costa (Luanda), Lara Ingrid, Luis Esgáio,
Luky Pedro ,Maria João Rafael (Lisboa), Pedro Jorge Costa
Baptista, Sérgio Alexandre, Sónia Catarina Micael.
Secretária de Redacção:
Lara Ingrid
Chefe Gráfico:
Sérgio Alexandre
Telefones:
416 995-9904 * 647 962-6568 * 416 828 6568.
E-mail: admin@abcpcn.com
director@abcpcn.com
advertising@abcpcn.com
725 College St. PO Box 31064 TORONTO ON M6G 1C0

“Zumbidos” de campanha eleitoral

Ir atrás dos Partidos da Oposição com

vinagre

“Zumbidos” de campanha

eleitoral parecem estar a aquecer

no Ontario. Dois anúncios do

Partido Liberal – a jeito de

“ataque” – fazem parecer tudo com uma campanha eleitoral

na

província. A verdade é que

o

actual governo minoritário

vai

apresentar o seu orçamento

- o terceiro de seu mandato actual - em 1 de Maio. Como

nos orçamentos anteriores, os Liberais de Kathleen Wynne

vão precisar do apoio de um dos

partidos de oposição, a fim de permanecer no poder. Chega a parecer, assim, que em

vez de tentar atrair os partidos

da oposição com mel

os

Liberais vão atrás deles com vinagre.

*Como nos anos anteriores, tudo parece estar nas mãos do NDP

Na semana passada, os liberais lançaram dois anúncios considerados de ataque. Primeiro contra os Conservadores. Os segmentos,

postados na página de Ontário Liberal YouTube, são um pouco fracos, na opinião de algyuns analistas. O comentarista e consultor de comunicação política, Gerry Nicholls, considera mesmo que se trata

de

“um caso clássico do que não

se

deve fazer em anúncios de

ataque”. Independentemente da sua

qualidade, poderia esse anúncio ser como que um prenúncio

de

uma eleição na primavera?

O

facto de Tim Hudak, do

PC, dizer que eles não têm a intenção de apoiar o documento que deverá incluir milhões de

dólares para sectores de trânsito

e atualizações de transporte, um plano de pensão de Ontário e uma promessa de não aumentar

os impostos de renda sobre

assalariados de renda média.

NDP como “curinga”

O NDP seria assim o curinga.

Nos dois últimos orçamentos acharam que deveriam manter

o Governo no Poder. Desta vez,

porém, chega a parecer que o NDP se está a preparar para uma eleição. Há dias, o Toronto Star informava que os neo-

democratas tinham programado “dois dias de treino intenso para potenciais voluntários em Toronto.”

treino intenso para potenciais voluntários em Toronto.” Há fontes que dizem saber que Andrea Horwath e

Há fontes que dizem saber que Andrea Horwath e seus

encontrou os liberais à frente com 32 por cento, com os Neo- Democratas, em segundo, com

assessores mais graduados já tomaram a decisão de puxar

29 por cento e os conservadores em terceiro, com 27 por cento,

o

minoritário e ir para uma

tapete ao governo liberal

como acentuou o analista de votação Eric Grenier.

eleição na primavera.

A

Forum, entretanto,

Numa última análise, esperam

realizou uma pesquisa, mais

o

que as pesquisas de opinião

recentemente, em 7 de abril, e

podem ditar. E aí decidir, então,

encontrou os Conservadores a

se

o NDP vai apoiar ou opor-se

surgirem à frente com 38 por

ao

orçamento de 01 de maio.

cento, 31 por cento para os

O

problema agora é que as

liberais, e apenas 23 por cento

pesquisas, pelo menos as que vão sendo publicadas, são um pouco confusas.

para o NDP. Se essas pesquisas se tornarem mais claras e mais favoráveis

A

EKOS realizou uma pesquisa,

para o NDP, o Ontário poderia

entre 27 de março e 03 de abril, logo que as alegações sobre as fábricas de gás foram feitas, e

estar a ir às urnas eleitorais tão cedo quanto 26 de junho.

Vamos esperar para ver.

DOCE MINHO Pão quente de hora a hora Broa de milho como se faz na
DOCE MINHO
Pão quente de hora a hora
Broa de milho como se faz na terra
Pastelaria Fina
Salão de chá
Ambiente acolhedor
Uma casa
com a tradição
de bem servir
porque sabe
produzir melhor
Para encomendas ligue-
416 -
652 -
8666
2189 Dufferin St. Toronto
(Entre a Rogers e Eglinton)
Agora tambem em Bradford!
JOIN US! Sporting FC SOCCER AcADEmy Limited PORTUGAL Soccer TOUR and the best SPACE Join
JOIN US!
Sporting FC
SOCCER
AcADEmy
Limited
PORTUGAL Soccer TOUR
and the best
SPACE
Join us from
MARCH 2014
available
learn
· ·
Flights Flights (Toronto/Lisbon/Toronto) (Toronto/Lisbon/Toronto)
· ·
All All inclusive inclusive accommodations accommodations at at Sporting Sporting CP CP Academy, Academy, Alcochete Alcochete
· ·
Ground Ground transportation transportation
· ·
Equipment Equipment washed washed daily daily
· ·
Practices Practices led led by by Sporting Sporting CP CP Coaches Coaches and and games games against against
Sporting Sporting CP CP Teams/Academies Teams/Academies
· ·
Tours Tours of of Lisbon, Lisbon, Sporting Sporting CP CP Museum Museum & & Alvalade Alvalade XXI XXI Stadium Stadium
REGISTE R NOW
· ·
LIVE LIVE game: game: Sporting Sporting CP CP vs. vs. FC FC Porto Porto @ @ Alvalade Alvalade XXI XXI Stadium Stadium
· ·
Opportunity Opportunity to to meet meet & & greet greet Sporting Sporting CP CP professionals professionals & &
Pedro Dias at 647-378-0104 or
email pedrodias@sportingfctoronto.com
youth youth teams teams
· ·
A A lifetime lifetime experience! experience!
March Break 2014
www.sportingfc.ca
/sporting fc
28 Abril 2014 Material Editorial . 3
28 Abril 2014
Material Editorial . 3

EDITORIAL

 
 

A

Publicidade, em todas as suas dimensões, esteve sempre

prensa na sua verdadeira dimensão. Importante será tam-

A Publicidade ao serviço da Comunidade

na

primeira linha do Progresso. Ajudando a entender e a es-

bém entendê-la como meio de divulgar os nossos produtos,

os

nossos serviços, que são, afinal – e por essa mesma via

o pulsar do coração da grande comunidade empresarial que já vamos tendo.

-

Falar nisto, aqui e agora, mais não é do que lembrar mais uma das nobres missões de um Jornal como o nosso. Ga-

crutinar qualidade e a melhorar até o relacionamento entre o vendedor e o comprador. Entre o produto ou o serviço que se

tem de consumir

Cabe, assim, também a quantos prestam esse serviço – e nós, como Jornal semanal, o primeiro a surgir entre os outros, à segunda-feira, estamos em boa posição - melhorar o siste- ma, apostar na criatividade e apresentar qualidade na forma de fazer passar a mensagem. Dar-lhe a roupagem necessária para que o produto seja entendido na sua máxima importân- cia.

e aquele que o tem ou produz.

Já o dissemos algures. Repetimo-lo por aqui, certos como estamos de que também entre nós – neste ABC, que já vai entrar no quinto ano de publicação – tem razão de ser. É que, de facto, são cada vez mais as empresas e as compa- nhias que confiam nos nossos serviços para publicitar os seus produtos. Entendem que os tempos de hoje são de moldes a fazer da Publicidade uma arma de efeitos seguros na luta por maiores vendas. E daí não vem mal ao mundo antes pelo contrário.

nhamos dinheiro, com isso, como é evidente. Mas

faz

também com que outros ganhem dinheiro e prestígio. E

não deixa de mostrar – pelas imagens e pelas palavras – a força que uma comunidade como a nossa já vai tendo. For-

ça

que pode ainda ir mais longe no nosso desejo geral de

Servir-se da Imprensa – e da Ráio, certamente - para apalpar

andar mais em frente. Uma comunidade vibrante e progressiva precisa também

pulso à comunidade, para saber o que se passa entre nós, é bom e salutar. Como será bom e salutar entendermos a Im-

o

desta importante componente da Informação. A Publicida-

 

de

ao serviço do comércio e do público em geral.

“Ontem”dissemos

do comércio e do público em geral. “Ontem”dissemos Um Jornal feito do… que facto de se

Um Jornal feito do… que

facto de se aliar a uma casa

a

actualidade local nos

de mediadores em vendas

trouxe e deu. Imaginem

de imóveis

para distribuir

que até um Jornal como

os seus Folares de Páscoa. E

o

nosso, onde pontifica

os folares foram tão sómente

tudo menos “águias”, a Direcção achou por bem trazer a primeiro plano a

umas quantas bicicletas, que contemplaram trinta ou quarenta meninos e

notícia (com fotos e tudo)

meninas. Nós

não tivemos

do

BENFICA CAMPEÃO.

nenhuma.

E

dissemos mais. Dissemos

Cá fora, no nosso estilo de

que a “malta” quase parou.

“emparedar” fotos e poucas

A

“malta” de lá e de cá. A

palavras, não trouxemos

“malta” que se habituou, há

muitos ou poucos anos

gostar do Benfica e do que

ele representa.

a

Noutros domínios

voltamos todos a “sacrificar”

à tradição. E achámos

interessante o facto de vátiios Clubes e Associações trazerem a primeir plano

o “Beijar da Cruz”, o

Compasso que veio de

longes terras, deu a volta ao Mundo, e parou por aqui. Ou melhor, aterrou aqui

já que vai continuar para

outras terras. São tradições que nasceram connosco e

que vão ficando por aí.

Como estamos em época

disso

da Páscoa. E achámos piada

– e interessanete – que

um dos nossos Centros de Compras – a Galleria Mall – tivesse posto em equação o

falámos em Folares

muitos mais temas, não. Mas lá dentro, até avançámos com uma entrevista ao novo

Embaixador da Croácia. Não

é o

cônsul Júlio Vilela, que nos

vão tirar já

para Zagreb. Mauzões! Nós até precisávamos dele! Já sabemos e contamos:

“não bvai haver muito sangue novo” no próxuimo Conselho Citadino de Toronto. Os actuais

vereadores estão quase todos

a candidatar-se de novo. A

este propósito, contamos que Ana Bailão, no seu afã

de chegar aos mais novos,

e por eles aos mais velhos,

fez concurso “à procura do

ovo”

super-satisfeitos.

Bem

e mais não dizemos,

E os meninos ficaram

para o mandar

sabem quem é? Pois

porque senão não valeria a

pena ler (já que contávamos

tudo

)

– CG

Qual a importância das eleições europeias?

António Pedro Costa Ponta Delgada

das eleições europeias? António Pedro Costa Ponta Delgada Habitualmente, são as eleições europeias que conhecem as

Habitualmente, são as eleições europeias que conhecem as maiores percentagens de abstenção, não apenas em Portugal,

como no resto da Europa e este ano, pelo facto de coincidir com as grandes festas em honra do Senhor Santo Cristo dos Milagres, é mais um factor acrescido que farão com aquela taxa suba ainda mais. Importa, no entanto, perceber qual a importância daquelas eleições para a vida de todos nós, a começar pela agenda do mar na Europa, que os Açores e Portugal no seu todo devem empenhar-se no rumo que será dado ao Tratado de Comércio Livre com os Estados Unidos da América. Os Açores terão aí um papel fundamental, sendo necessário lutar pela manutenção do conceito das ultraperiferias na União Europeia.

É

relacionados com as pescas, havendo a necessidade de se realçar a importância do potencial do mar para os Açores, bem como continuar a defender iniciativas de longo alcance, como a catalogação das zonas geograficamente sensíveis, que agora são chamadas ecossistemas vulneráveis, para além das 200 milhas, e com protecção no acesso à pesca, realçando-se aqui o trabalho aturado pelos últimos Deputados açorianos Duarte Freitas e Maria do Céu Patrão Neves. Há, por isso, que acompanhar com grande atenção o debate sobre os conselhos consultivos regionais de pescas, tendo em vista defender a posição dos pescadores açorianos na criação de um conselho consultivo específico para as regiões ultraperiféricas, já que acabou o programa de apoio direccionado apenas para o sector, como acontecia até aqui, sendo imprescindível trabalhar na revisão das quotas de capturas de algumas espécies de pescado, um processo que tem grande importância para os pescadores dos Açores.

determinante debater nesta campanha eleitoral os aspectos

Por outro lado, o sector agrícola será um dos temas em que a posição de Portugal será fundamental para que o nosso país não fique à mercê dos “donos” da Europa Comunitária e terá

de constituir uma prioridade no trabalho a desenvolver no

Parlamento Europeu, já que se trata de uma matéria muito

sensível para nós açorianos, pelo que os Deputados das ilhas devem ter uma atenção redobrada no acompanhamento dos complexos dossiers neste âmbito. Nesta campanha eleitoral, será importante conhecer o compromisso dos candidatos açorianos integrados nas listas nacionais, tanto na do PSD e CDS e na do PS, em ordem a perceber-se como se posicionam face ao estatuto

de Região Ultraperiférica e como pensam actuar no sentido

do mesmo ser protegido e assegurado, uma vez que é essa condição que depois permitirá a existência de excepções e

de compensações acrescidas que os lavradores, agricultores

e pescadores dos Açores possam beneficiar.

Por outro lado, há que desde já defender a necessidade de uma diferenciação dos produtos açorianos, mormente no que diz respeito ao leite e seus derivados, apostando na sua qualidade excepcional a todos os níveis, e assegurando o seu acesso a apoios científicos que reforcem a ideia de qualidade junto dos consumidores, mas também apoios para a sua promoção e para a sua divulgação no grande mercado do espaço da União Europeia. Em toda a Europa e mormente nos países da União, a agricultura é hoje um sector dinâmico e com uma cada vez maior valorização e capacidade de resposta aos desafios actuais, pelo que importa ter uma estratégia bem definida. Se assim não for, o final do regime das quotas leiteiras poderá constituir um sério revés não apenas para a lavoura dos Açores, como também para os impactos extremamente negativos para a indústria de lacticínios, pelo que se deve prevenir essa eventual situação, sob pena de termos que fazer face a uma crise sem precedentes na economia regional. Como se vê, a importância destas eleições são determinantes para o nosso futuro e importa assegurar a defesa permanente dos interesses dos Açores junto da União Europeia. Por isso, cada voto será uma força acrescida para os nossos Deputados.

Refugiados e

O Canadá está, de novo, a abordar questões que têm a ver

com os Refugiados. Um tema quente, numa altura em que todos o abordam. Um tema quente que se entrechoca, afinal,

mas que é, de

facto, mais dura em certos países que todos nós conhecemos.

A origem dos pedidos de asilo e de refúgio tem forte

representação de África e Ásia. Mas os grandes países de

destino continuam a ser os da Europa ocidental e os Estados Unidos e o Canadá. É o mundo dos que fogem à fome, às guerras ou às perseguições. Há, assim, dois mundos. Aquele

donde as pessoas querem sair. E o outro dos chamados

eldorados

com uma certa crise que ainda prevalece

que às vezes só o são no papel.

Afeganistão, Iraque e Somália foram os países de onde têm

vindo a surgir mais pedidos de asilo. No primeiro caso, uma intervenção militar estrangeira em 2001, a pretexto da guerra ao terrorismo, derrubou um regime e prometeu a construção de um Estado democrático. Passados estes anos, a violência é a regra e as esperanças de um futuro decente são mínimas para muito afegãos.

refúgio

No segundo caso, também uma intervenção militar em 2003

a pretexto da guerra ao terrorismo, fez a substituição de uma ditadura por um cáos que só agora começa a dar sinais de mudança, e há iraquianos que preferem sair do país.

No terceiro caso, o drama é velho de 20 anos e está relacionado com o fracasso do Estado, o que gerou um território sem lei, que só merece a atenção da comunidade internacional porque pode tornar-se uma base para terroristas ou porque acolhe os piratas que põem em risco a navegação no Índico. Os países para onde toda a gente quer ir são países ricos. Países multiculturais, onde os deserdados se imaginam bem acolhidos. E, no entanto, não basta acolher gente perseguida para tranquilizar as consciências. Por cada pessoa que consegue asilo, existem outras que sofrem a mesma fome, guerra ou perseguição. Enquanto houver dois mundos, um democrático

e outro arbitrário, um próspero e outro pobre, tudo em

combinações várias, nenhuma consciência pode dormir tranquila. Nenhuma consciência. Mesmo a nossa. Que pensa nada poder fazer e que não teve culpa de nada, como vamos dizendo a toda a hora.

4 . Comunidades 28 Abril 2014
4 . Comunidades
28 Abril 2014

Premier do Ontario esteve

Premier do Ontario esteve na comunidade portuguesa. Escolheu a Oakwood, onde se avistou com um empresário inovador, Jack Carvalho, e onde teve ocasião de ver o entusiasmo e o apreço que a comunidade parece ter pelo seu

entusiasmo e o apreço que a comunidade parece ter pelo seu trabalho. Presente Cristina Martins que

trabalho. Presente Cristina Martins que está a tentar a eleição para o Queen´s Park. E viu até um pouco do nosso folclore, com o Rancho Amigos do Minho, e a expressão musical do nosso povo, com a Banda do Sagrado Coração de Jesus.

do nosso povo, com a Banda do Sagrado Coração de Jesus. Naturalmente que acompanhámos a visita.

Naturalmente que acompanhámos a visita. E tivemos oportunidade, afinal, de anotar o apreço que Kathleen Wynne parece ter pelo povo em si e, vamos lá, pela comunidade portuguesa em geral.

em si e, vamos lá, pela comunidade portuguesa em geral. O nosso Folclore. A nossa maneira

O nosso Folclore. A nossa maneira de ser. A certeza de que também trazemos para aqui alguns dos nossos usos e costumes. O Rancho Folclórico Amigos do Minho, com

usos e costumes. O Rancho Folclórico Amigos do Minho, com Octáveio Barros em grande, foi a

Octáveio Barros em grande, foi a “porta de saudação” no Jack´s 24 Eatery. E, antes, na Jack´s Bakery, foi, afinal, a

24 Eatery. E, antes, na Jack´s Bakery, foi, afinal, a Banda do Sagrado Coração de Jesus

Banda do Sagrado Coração de Jesus que a recebeu. Música e Folclore a animar uma tarde que prometia muito em

conversas entre amigos. De resto, Mike Colle, que esteve por ali, pôs como o dedo

animar uma tarde que prometia muito em conversas entre amigos. De resto, Mike Colle, que esteve
28 Abril 2014 Comunidades . 5
28 Abril 2014
Comunidades . 5

na Comunidade Portuguesa

* A Oakwood encheu-se de gente e ouviu falar de nós, Portugueses

nos nossos hábitos, falando no bacalhau

A nossa gente é assim

O general Garcia dos Santos, que veio para as celebrações

do 25 de Abril, entendia a nossa maneira de ser e a nossa maneira de receber. “Penso que o espírito que junta esta gente toda é, de facto, uma coisa que se mantém nos Portugueses, quaisquer que sejam os sítios onde eles se encontrem”. Era a sua “visão” de tanta e tanta gente que compareceu naquele zona da Oakwood, a saudar a Premier

e no vinho verde.

do

Ontario e a vibrar com tudo o que se ia passando.

E,

depois, até por ali se ouviu o Hino Português pela Banda

do

Sagrado Coração de Jesus que antes tinha entoado o Hino

Nacional Canadiano. Ouvidos, um e outro, com o máximo

perguntas. Fizemo-las de longe

– respondeu de longe, entendendo a nossa maneira de fazer

e respondeu até à pergunta sobre o que é que

sdabia da comunidade portuguesa. Falou o suficiente para

entendermos que nos conhece bem

uma das mais novas que estava por ali. Sim, sim, a verdade

é que estivera antes a falar com os mais novos, conheceu

a Isabela e vá de a chamar pelo nome, então falando em publico.

E nós próprios – de longe, repete-se – perguntámos-lhe o

que é que ela pensa dos mais novos votantes. Que ainda o não serão, mas que o vão ser. “O importante é que esses jovens votantes – e olhava, até, para os netos do Jack Carvalho – tenham um futuro risonho. Que tenham um

e até sabe o nome de

Informação

e a Premier – e ainda bem

até sabe o nome de Informação e a Premier – e ainda bem respeito, e até,

respeito, e até, aqui e além, cantado por alguns dos presentes. Cristina Martins era como que a anfitriã, já que está a tentar ganhar o lugar de deputada provincial pelo Partido Liberal, de que é candidata. “Como luso-canadiana, tenho muito orgulho da minha comunidade e todos os contributos que a comunidade tem feito, sejam eles económicos, políticos ou sociais para a nossa cidade e para a nossa província”. Para Cristina Martins, “trazendo a nossa Premier à Davenport, não podia deixar de a trazer à comunidade portuguesa, não poderia deixar de dar nota, também à líder, do grande valor que a nossa comunidade tem nesta cidade e nesta Província”.

Um certificado para Jack Carvalho

E

Kathleen Wynne, que esteve primeiro na Jacks Bakery

e,

depois, atravessando a pé a Oakwood, esteve no Jack´s

24 Eatery

compreendeu o momento de Cristina, a quem

Jack´s 24 Eatery compreendeu o momento de Cristina, a quem saudou, uma e muita vez. Entregou,

saudou, uma e muita vez. Entregou, entretanto, ali mesmo, um certificado a Jack Carvalho e à familia presente. Um certificado a anotar, afinal, o grande apreço que nutre pelos empresários em geral. Para o jornalista não houve muita hipótese de fazer

emprego. Era importante que a Isabela (a tal jovem ) tenha trabalho quando chegar a sua altura. Que tenha hipóteses de escolher o seu trabalho, quando chegar ao seu tempo. Este é o Governo que nós queremos. Que

consiga proporcionar a todos

um sentido de vida”.

O que é que Kathleen sabe da comunidade portuguesa?

E nós, ainda cá de longe, a perguntar o que é a primeira-

ministra provincial sabia da comunidade portuguesa. Para

além de palavras de circunstância

que tinha um bom “cicerone” na pessoa de Charles de Sousa. “Sei de facto muito sobre a comunidade portuguesa, sei quanto fortes vocês são e sei o que têm feito para construir esta Província”.

ainda tivemos oportunidade de sondarmos algo

do que se pode vir a passar na apresentação do orçamento

foi-nos dizendo quase

Já no fim

do orçamento foi-nos dizendo quase Já no fim na votação do Orçamento, melhor dizendo do NDP

na votação do Orçamento, melhor dizendo

do NDP ser como que o fiel de balança, no dia 1 de Maio. Entendeu dizer-nos que esperou que o NDP concertasse tudo com o Partido do Governo e que até ao dia 1 de Maio, tudo ainda é possível.

com a hipotese

O “orgulho” de Cristina Martins

No final, era Cristina Martins a dizer-nos do seu orgulho em ter levado a Premier a entender melhor a nossa gente. “Foi um evento com bastante sucesso. Como luso-canadiana, sinto-me bastante orgulhosa por poder trazer a nossa Premier aqui à Davenport, área que eu quero represen- tar. Acho que foi óptima a recepção que o Jack Carvalho e o seu filho Jason nos proporcionaram. Ela ficou bastan- te contente com a recepção que teve ”

No final, disse-nos que “tivemos a oportunidade – uma coisa que é bastante importante para mim – de a trazer à Comunidade Portuguesa e demonstrar-lhe o grande va- lor que a nossa comunidade tem nesta Província”.

Pois. Assim sendo, foi, de facto, uma jornada de interesse também para a comunidade em geral.

Morreu Dan Heap - O Político em quem o Povo confiava

Morreu Dan Heap - O Político em quem o Povo confiava Com 88 anos, faleceu Dan

Com 88 anos, faleceu Dan Heap. Era um Político e um Homem, que sempre

inspirou a maior confiança

no povo. Com o seu trabalho

honesto, fez com que o povo

o

respeitasse e acreditasse!

A

sua morte é, sem sombra

de

dúvida,

uma

enorme

perda

para

a

Justiça

Social

e

a

Democracia!

Homem

de

firmes

convicções,

 

vereador,

membro

do

parlamento,

sindicalista,

 

religioso,

pacifista

-

participou

activamente

 

em

muitas

manifestações a

favor

da

Democrática, que foi, para mim, e decerto para muita gente, uma verdadeira

escola!

Dan Heap visitava a velhinha

Associação muitas vezes,

e sempre nas datas mais

significativas, nos momentos

em que apreciavamos ainda

mais as suas palavras e

palestras. Que eram, afinal, autênticos diálogos e conversações, transbordantes de humildade. Ele era

o Professor, que dava

lições, sem se aperceber que

os seus notáves ensinamentos

marcavam para sempre quem o ouvia.

paz

-

e era, primeiro do

 

que

tudo,

um

homem

de

E

hoje, ao lembrar a sua

bem,

que

com

o

seu

trato

integridade, deixamos votos

simples fazia com que dele se aproximassem, para dialogar, perguntar e aprender.

aos seus seguidores (que

os há) que o seu exemplo

renove as as suas forças, para reafirmar orientações

Por nossa parte, conhecemos

e

inspirar a todos, que

Dan Heap há muitos anos, éramos como que uma jovem “aluna” de uma

conheceram Dan Heap, o verdadeiro senso de justiça!

aprendizagem política que

A

sua morte é, sem sombra

me fascinava, tendo pouco

de

dúvida, uma enorme perda

antes começado a minha

para a Justiça Social e a

caminhada na Associação

Democracia!-CB

6 . Comunidades 28 Abril 2014
6 . Comunidades
28 Abril 2014

McDonald`s em foco

Suspenso parte do programa de trabalhadores

temporários estrangeiros

A agora anunciada suspensão ocorre depois de a televisão

pública ‘CBC’ ter revelado casos em que McDonald’s

despediram trabalhadores canadianos para contratar trabalhadores temporários estrangeiros.

O Governo canadiano anunciou, na quinta-feira, a suspensão

do programa que permite que trabalhadores estrangeiros

trabalhem temporariamente no país no setor da restauração face à multiplicação de denúncias de irregularidades.

A suspensão ocorre depois de a televisão pública CBC ter

revelado casos em que McDonald’s e outras cadeias de ‘fast food’ despediram trabalhadores canadianos para contratar trabalhadores temporários estrangeiros com salários mais

baixos

Após meses de denúncias, o ministro do Emprego do Canadá, Jason Kenney, anunciou uma “moratória imediata ao acesso do setor do serviço alimentar ao Programa de Trabalhadores Temporários Estrangeiros”.

Empresário luso-canadiano contra proibição

A decisão do Governo canadiano de proibir a contratação de

imigrantes temporários estrangeiros vai afetar a comunidade

Habitação Social sem“cabeça”

O despedimento de Gene Jesus envolto em controvérsia

O presidente da Toronto

Community Housing, Gene Jones, acaba de deixar o lugar,

devido à entrega de um relatório comprometedor, no início desta semana. Gene Jones deixou a Toronto Community Housing (TCH), tendo recebido uma indeminização de 200 mil dólares. A decisão foi de mútuo acordo, segundo um porta-voz da direcção da TCH, depois de uma reunião efectuada esta manhã. A reunião foi a resposta imediata a um relatório com um clausurado de incumprimento, que envolve executivos da organização, contratos e promoções, onde se inclui Gene

Jones:

Também foram enumeradas

diversas situações de conflito

de interesse. A provedora,

autora do relatório, fez 12 recomendações que foram

aceites pela direcção da TCH. Rob Ford confessou estar desapontado pelo transtorno que esta situação causou

a vários residentes da

organização comunitária.

Recorde-se que a TCH é um

das maiores organizações do

Canada, possuindo cerca de 117

mil residentes em 58.500 mil

casas e apartamentos, em toda Grande Área de Toronto. Acusações e faltas

Durante o tempo de administração de Jones, o sector da reparação continuou a crescer, atingindo cerca de 860 milhões dólares. A lista de espera para as unidades de habitação a preços acessíveis no TCHC atingiu um ponto mais alto, em 2013. Enquanto alguns inquilinos elogiam as suas formas de actuar, alguns vereadores disseram que as suas decisões de limitar e centralizar os contactos criaram questões que dificultaram as relações .

contactos criaram questões que dificultaram as relações . O vice-mayor Norm Kelly disse que, desde que

O vice-mayor Norm Kelly disse que, desde que o relatório do

Provedor de Justiça foi lançado,

a preocupação tem sido

evidente entre os moradores que vivem atualmente em

habitação TCHC. Greg Spearn, um executivo do

é um homem de aço, com um

coração de ouro “. Susan Gapka , outro morador

TCHC e defensor dos inquilinos, expressou preocupação com

a organização em TCHC e,

finalmente, elogiou a decisão

do conselho.

setor imobiliário, foi colocado como CEO interino. Spearn

Quando Purves deu a conhecer

ocupou, anteriormente, o cargo

a

notícia da despedida de Jones,

de

vice-presidente e chefe de

o

cáos irrompeu na sala. Os

desenvolvimento e levou a

membros do público gritaram

resposta de TCHC à tempestade

alguns a favor e outros contra .

de

gelo. Foi contratado em

Alguns gritavam “ vergonha “,

figura bíblica que traiu Jesus

De repente , o Mayor Rob

setembro de 2012 e ganhou 189.322 dólares em 2013. Kelly disse que admira Jones

pela sua ética de trabalho, mas disse que o funcionamento da organização foi prejudicada por seu uso “arbitrário” da autoridade.

enquanto Booth gritou “ você está Judas “, em referência à

Cristo.

Ford, que tinha feito uma breve aparição, fez uma breve

O conselho se reuniu à porta

fechada, sexta-feira para discutir o relatório. Jones não estava presente na reunião. Cerca do meio dia, o conselho realizou uma sessão pública em que Purves abordou a situação. Cerca de 40 membros do público mostraram-se geralmente divididos entre defensores e detractores de Jones. Bonnie Booth, um residente TCHC, fez circular uma carta elogiando Jones, que dizia em parte, que “Mr. Jones

pausa e olhou para o pódio onde Purves terminava a sua declaração. Ford , em seguida,

inverteu a direção e falou com os repórteres no corredor, enquanto duas pessoas gritou próximo, expressando sua insatisfação com a decisão de Jones. “Este é um dos piores dias da história de Toronto “,

é

disse Ford. “ O ombudsman

que deveria demitir-se, ela é a única que é política. “ “As coisas estão indo melhor do que nunca (pelo TCHC )”.

coisas estão indo melhor do que nunca (pelo TCHC )”. aos novos empregados, um problema para

aos novos empregados, um problema para Jack Carvalho visto que as escolas técnicas canadianas não dão cursos de especialização em cozinha e pastelaria portuguesa. “As escolas técnicas canadianas dão cursos genéricos de hotelaria, onde o profissional tem sempre que procurar locais de trabalho adequados à cultura da sua origem para poder ficar mais perto da realidade que idealizou no seu campo de trabalho”, concluiu. Num comunicado divulgado na quinta-feira à noite, o ministro do Trabalho disse que “não serão tolerados mais abusos no Programa Temporário de Trabalhadores Estrangeiros”.

portuguesa, como alertou, há dias, o empresário luso-

canadiano Jack Carvalho, proprietário de um centro de formação em Toronto.

A decisão da tutela de suspender os processos de contratação

de imigrantes temporários estrangeiros “não traz nada de bom”, considerou o empresário, comentando a opção do Governo depois de várias denúncias de abuso no programa. Jack Carvalho, proprietário de duas unidades de restauração diz que a medida vem prejudicar os profissionais que não vão poder renovar os contratos.

“Todos os profissionais que estão nesta situação de contratados ficam com as vidas profissionais e pessoais prejudicadas, e sem futuro, porque terão de regressar a Portugal”, afirmou

o proprietário da padaria e pasteleira Jack´s Bakery e do

restaurante Jack´s 24 Eatery, ambos localizados em Toronto.

O ministério do Trabalho canadiano não vai autorizar vistos

de trabalho temporário no setor da restauração. É necessário um parecer do mercado de trabalho para emitir uma autorização de trabalho temporário para um estrangeiro, bem como, qualquer empresa do ramo da restauração que já obteve um parecer favorável do ministério do Trabalho,

mas que a vaga ainda não está preenchida, ser-lhe-á negada. Estas novas medidas vão obrigar os empresários a dar uma “nova formação”

não está preenchida, ser-lhe-á negada. Estas novas medidas vão obrigar os empresários a dar uma “nova
28 Abril 2014 Comunidade . 7
28 Abril 2014
Comunidade . 7

O “25 de Abril” ainda tem caminho a andar

*Os “3 D” dos Capitães de Abril ainda não estão completos

A Associação 25 de Abril cumpriu, entre nós, a sua missão. Este

ano, e uma vez mais, fez reunião de sócios e simpatizantes. Mostrou chagas que havia então, há 40 anos, e disse, afinal, que “valeu a pena”. Que era importante (e necessária) a Revolução dos Cravos.

E “refrescou” saudades, talvez com a deslocação até nós de um

Ainda há muito caminho a andar

 

Sexta-feira é (foi) 25 de Abril. “Dia da Liberdade”. Há 40 anos, um punhado de militares mudou uma situação que não agradava ao povo português

que haja um ”comportamento

cívico alargado” para cumprir

os

chamados desígnios da

chamada “Revolução dos Cravos”.

em

geral. E mesmo que 40 anos

depois, importe reconhecer que ainda não atingimos as

metas que os militares de Abril assumiram, houve vantagens muitas para o Povo. Para os portugueses com menos

40 anos, o 25 de Abril é

de

De

qualquer modo, a História –

a História total – ainda não está feita. Há pontos que só os anos vão esclarecer. Talvez mesmo

séculos. As virtualidades

os

da nossa gente têm de vir ao

de

cima. E isso ainda não

apenas mais um feriado, bem colocado no calendário, já que a sua proximidade com

aconteceu em toda a sua

plenitude. Muito menos agora

que

estamos em crise alargada.

o

1.º de Maio permite uma

boa ponte com pouco gasto

de

dias de férias. Pelo menos

em termos portugueses.

propósito da crise

A

que

deixem

possamos ler uma frase que

Grândola Vila Morena, a

tem o cunho de um estadista do “antigamente”. “Em poucas décadas estaremos reduzidos à

indigência, ou seja, à caridade

de outras nações, pelo que

é ridículo continuar a falar

de independência nacional. Para uma nação que estava

canção-hino de Zeca Afonso que se tornou no símbolo da

Revolução, a entrada em Lisboa

coluna de Salgueiro Maia, o

apelo do comando do MFA, instalado na Pontinha, não são, para muitos portugueses, recordações vividas, mas acontecimentos vistos no último capítulo dos manuais de História do ensino secundário.

da

a

caminho de se transformar

numa Suíça, o golpe de Estado

foi

o princípio do fim. Resta o

Sol,

o Turismo e o servilismo de

As horas dramáticas vividas no Largo do Carmo até à rendição de Marcelo Caetano,

bandeja, a pobreza crónica e a emigração em massa.”

o

tiroteio junto à sede da PIDE,

Marcello Caetano dizia. Marcello Caetano o sentia,

naturalmente já que tinha sido

em Lisboa, e a formidável explosão de alegria popular que sublinhou a queda do regime, não são, para uma boa parte dos portugueses, acontecimentos vividos, mas antes imagens a

preto e branco vistas nos jornais

o

último chefe do Governo

do

chamado “Estado Novo”.

Frases que acabam por ter algum peso, vindas de quem vêm.

ou

em documentários.

E,

no entanto, a lembramça do

 

25 de Abril não deve ser olhada como uma coisa má. E isto

“Veremos alçados ao Poder analfabetos, meninos mimados, escroques de toda a espécie que conhecemos de longa

porque a revolução dos capitães cumpriu o objectivo de colocar

País na senda da democracia

do progresso. Que só será

atingida, de facto, e no entanto,

todos quisermos e formos

capazes do avanço que ainda hoje se impõe. Como ainda recentemente Mário Soares afirmou, há ainda muito a fazer, já que – na sua óptica – há mais diferenças entre classes e entre ricos e pobres do que havia quando do “25 de Abril”. A verdade é que importa

se

o

e

data. A maioria não servia para

criados de quarto e chegam

presidentes de câmara,

deputados, administradores, ministros e até presidentes de República.”

a

Palavras? Simples palavras?

Decerto que sim

mas que

provam que o 25 de Abril ainda

não

está completo.

 
que o 25 de Abril ainda não está completo.   “capitão de Abril”, o general Garcia

“capitão de Abril”, o general Garcia dos Santos que, nos poucos

dias que esteve por cá, andou por aí, também, a viver saudades, a

integrar-se no viver geral da comunidade e a reconhecer o que já foi feito, sim, sem esquecer, no entanto, que há ainda muito caminho a percorrer. No jantar-convívio, que decorreu no Europa Catering, o general Garcia dos Santos teceu considerações pertinentes. Para nós, porém, ali num cantinho da saudade, foi-nos dizendo estar certo de que “nós ainda não atingimos aquilo que eram os objectivos da Revolução do 25 de Abril”. E recordou que, “no programa

do Movimento das Forças Armadas havia aquilo que se chamou os 3 D, que era a Democratização, a Descolonização e o

Desenvolvimento. Quanto à Democratização – continuou – com algumas deficiências, com algumas dificuldades tem-se feito, vai-se conseguindo fazer, vai-se aprendendo a ser democrata. Quanto à descolonizxação, fez-se com algumas dificuldades, com algumas coisas que ficaram marcadas na vida das pessoas, sobretudo dos retornados.”

marcadas na vida das pessoas, sobretudo dos retornados.” Falta o desenvolvimento E em tom convicto: “Quanto

Falta o desenvolvimento

E em tom convicto: “Quanto ao desenvolvimento não se

conseguiu ainda fazer nada, ou, por outra, ainda falta fazer muita coisa ”

O

general Garcia dos Santos, que foi o convidado da Associação 25

de

Abril, teceu considerações muito pertinentes. E entendeu abordar

temas que nem sempre são perceptíveis neste género de reuniões. Lígia Nóbrega, a actual presidente da Associação 25 de Abril, esteve, durante toda a noite, muito activa. Para ela, a reunião a que estávamos a assistir representa um convívio. “Um convívio porque nós, realmente, queremos continuar a celebrar a democracia que os militares do 25 de Abril trouxeram para Portugal. Essa tão desejada democracia. O povo tem, agora, pelo menos, a noção de que lhe incumbe escolher quem vai governar o nosso País”.

que lhe incumbe escolher quem vai governar o nosso País”. Ainda lhe dissemos que, por norma,

Ainda lhe dissemos que, por norma, a mulher não é muito dada a

mas tudo acontece porque as mulheres,

hoje em dia, conseguem fazer tanto quanto os homens fazem. E, por isso, é tempo que os homens reconheçam isso ”

estas coisas. “É certo

Clara Santos entre nós

Certo. É isso mesmo. Ali ao lado, mesmo ali ao lado, estava uma

figura que era incontornável, nestas coisas, há uns anos atrás, mas que ultimamente – exactamente por ter mudado de país, está na Suiça – já não é tão assídua. E, no entanto, esteve sempre muito

envolvida neste género de reuniões. “Bem

é pena não podermos

voltar quarenta anos e não podermos voltar ao processo.

Naturalmente que é força de expressão. Não queria voltar

mas ao processo do 25 de Abril. No entanto,

40 anos atrás

importa sublinhar que muito ganhámos com o 25 de Abril. Não há dúvida nenhuma de que a democracia se instaurou em

mas houve qualquer coisa que ficou perdido pelo

caminho. E o País, na forma como se encontra hoje em dia dá

Portugal

o País, na forma como se encontra hoje em dia dá Portugal por nos questionarmos, muitas
o País, na forma como se encontra hoje em dia dá Portugal por nos questionarmos, muitas

por nos questionarmos, muitas vezes, sobre se estamos num ”

país democrático

Clara Santos. Em forma. A explanar conceitos que têm cada vez

mais razão de ser, nesta fase crítica

nosso País de origem. A animar a festa, atirando aos ares com os acordes – até de marchas militares – a Banda do Sagrado Coração de Jesus, a que preside Pitty Domingues, para quem toda aquela movimentação é, afinal, de todos. A Banda está assim, também, indirectamente, no seu ambiente e entende o 25 de Abril como uma página bem escrita no livro da História do País. O deputado federal Andrew Cash também estava por ali. E não deixou de enaltecer a data ali comemorada. E dizer, até, que nós próprios, Canadianos, temos de pôr os olhos na forma como, às vezes, se resolvem os problemas. Abril tem ainda caminho para andar. Mas o que é facto é parece data que não pode deixar de ser enaltacida.

da crise que se instalou no

caminho para andar. Mas o que é facto é parece data que não pode deixar de
8. Comunidades 28 Abril 2014
8. Comunidades
28 Abril 2014

6 anos de um Rancho

*Estrelas do Norte faz caminho

caminhando

anos de um Rancho *Estrelas do Norte faz caminho caminhando Por mim, sinto-me satisfeita ” E

Por mim, sinto-me satisfeita ” E os meninos? Será que há meninos e meninas que cheguem? “Os

também estão satisfeitos. Aliás, temos mais meninas

mas está bom”. E avança, dizendo que “os

que meninos

meninos

meninos, certamente, têm mais vergonha de dançar o folclore.

Não me pergunte porquê, porque eu não sei. As meninas gostam

de se envolver mais. Os miúdos são mais

envergonhados,

talvez ”

Abraços de parabéns de outras colectividades

Essa agora! Na Casa da Madeira, onde estavam a decorrer os festejos do 6.º aniversário do Rancho “Estrelas do Norte” estavam alguns representantes de outras colectividades. Linda Correia, da Casa dos Poveiros, entende que vale a pena celebrar estes 6 anos. “Eu sei que tem muitos Ranchos na nossa Comunidade, mas acho que cada um tem o seu estilo. Festejar aniversários vale sempre a pena. Por mim, vim em representação da Casa dos Poveiros, para felicitar este Rancho por mais um ano, mais um aniversário”. Do Peniche estava João Freixo, o presidente da colectividade. Também entende que vale a pena festejar em conjunto “porque

a nossa Comunidade merece estes eventos e um Rancho

Folclórico é sempre de louvar a sua existência, porque é sempre um conjunto que dá muito trabalho, desde a sua manutenção até ao ensaio de bailarinhos, passando por uma actividade que todos conhecem e nos dá a maior satisfação ” Claro. E de tal forma que o Peniche vai voltar a ter o seu Rancho.

Pelo menos assim o pensa João Freixo.

Mais um abraço de Oshawa

De Oshawa, onde existe um Rancho com muitos e bons pergaminhos, veio Cristina Galrão. “Por mim, eu adoro vir a estes eventos. Penso que é muito importante os clubes, todos,

unirem-se para celebrarem eventos como este, dando força a este Rancho Estrelas do Norte, para eles, depois, também virem

às nossas festas. No fundo, desejo que tenham muitos mais

anos ” E pronto. Musica e som a cargo do Sangue Lusitano. Uma festa

que valeu a pena.

Coisas de um sábado “cheio”

Recordemos, entretanto, que para a grande maioria de motoristas e moradores que habitam na cidade de Toronto, este fim de semana e o dia de Sábado em particular, ficou marcado por o excesso de tran- sito que paralisou praticamente todas as maiores artérias da cidade. Entre outras coisas, a autoestrada “Gardener Express Way” esteve encerrada para reparações mais que necessárias que dizem os en- tendidos vão durar quase dois anos para completar. Mesmo assim este Sábado dia 26 de Abril ficou também marcado por o grande numero de pessoas que combateram os elementos da condução em Toronto e estiveram na Casa da Madeira para cantar parabéns ao Rancho Folclórico Estrelas do Norte que completaram os seus 6 anos de existência.

Em Março de 2008 foi fundado o Rancho Folclórico Estrelas do

Norte. Mesmo que espantaram os apreciadores da dança tradicio- nal logo nas suas primeiras estreias na comunidade, oficialmente

apresentados dia 1 de Junho 2008

por dançarem tão bem, quem

lhes viu dançar no Sábado, comprovam certamente que estão cada

vez melhores. Desde a sua apresentação oficial que aos poucos

Chama-se Estrelas do Norte. É Rancho Folclórico que está ainda a crescer. Que vai fazendo pela vida, como soe dizer-se. E que tem, de facto, tudo para continuar a trilhar o seu próprio caminho. Quando

se vê a actuar, anota-se, desde logo, que há por ali muito trabalho. E muito entusiasmo. E muito amor à tradição. Uma tradição que vem

de longes terras e que está ainda

Lina Pedrosa, uma das figuras de prôa do Rancho, não gosta de

a fazer caminho, caminhando.

prôa do Rancho, não gosta de a fazer caminho, caminhando. falar. É preciso “puxar”, e muito,

falar. É preciso “puxar”, e muito, para que ela diga algo. Seis anos é muito ou é pouco? Para ela “nem é muito, nem é pouco. É, afinal, o que é”. Pois. A seguir abre-se mais o caminho, quando perguntamos se vale ainda a pena celebrar os seis anos. “Acho que

sim

de um convívio onde as pessoas se encontram, conversam.

acho que isto de celebrar mais um aniversário faz parte

Quer começar um negócio? -Tenha atenção ao escolher a melhor estrutura

Começar um negócio é uma das decisões mais importantes na vida da pessoa. Geralmente uma empresa requer entrega total, coragem e determinação. Em Ontário existem diversas formas que podem ser adotadas para começar uma empresa. Apostar na estrutura certa é fundamental para garantir o sucesso de um negócio, isto porque, estas estruturas definem os direitos e obrigações daqueles que vão estar envolvidos no dia-a-dia da empresa.

José Rodrigues

-Advogado

A forma mais simples é a do empresário em nome individual. Este tipo de estrutura permite ao empresário um controlo direto sobre as decisões da empresa, requer pouco investimento inicial e beneficia de algumas vantagens fiscais. No entanto, o risco associado a este tipo de estrutura é bastante elevado, porque a pessoa é responsável por todas as dívidas e contratos da empresa. Isto é, se o negócio não gerar fundos suficientes para pagar as dívidas, os credores podem cair em cima dos bens pessoais do empresário.

Para quem pretende abrir uma empresa com outros, a sociedade pode ser a opção certa. Através da sociedade, duas pessoas combinam os seus recursos financeiros e investem no negócio de acordo com termos estabelecidos entre ambos. Geralmente, os empresários escolhem entre dois tipos de sociedades: sociedades limitadas e sociedades gerais. As sociedades limitadas são aquelas onde um dos sócios é responsável pessoalmente pelas dívidas da sociedade, enquanto os investidores arriscam-se apenas a perder aquilo que investiram na sociedade.

apenas a perder aquilo que investiram na sociedade. As vantagens da sociedade estão no facto de

As vantagens da sociedade estão no facto de todos os sócios poderem deduzir as percas das sociedade nos seus impostos

e partilharem nos seus lucros. As desvantagens prendem-

se com o facto dos sócios gerais terem responsabilidade total das dívidas da sociedade. Se está a considerar formar uma sociedade é importante que fale com um profissional para o ajudar a preparar um acordo com os seus sócios que proteja os seus interesses e a delineie claramente o modo de operação da sociedade.

Finalmente, a outra forma mais popular de formar um negócio é através de uma sociedade anónima ou corporation,

em Inglês. Este tipo de estrutura é aquela que oferece maior proteção a investidores e gestores. As sociedades anónimas oferecem proteção legal aos investidores, pois estes não são responsáveis pelos atos da sociedade. Para além disso, a sociedade anónima pode ser facilmente vendida a terceiros,

o que geralmente não se aplica a outras sociedades ou ao

empresário em nome individual. No entanto, as sociedades anónimas têm de obedecer a uma série de regulamentos governamentais e requerem mais trabalho administrativo. Mas, estas estruturas, são as mais adequadas para empresários que querem proteger os seus bens pessoais e ao mesmo tempo fazer crescer o seu negócio com ou sem o apoio de investidores.

Por outro lado, na sociedade geral, todos os sócios são igualmente responsáveis pelas dívidas da sociedade.

Este artigo é de índole informativa e não constitui opinião jurídica, para mais informações contacte José Rodrigues através do 647-202-2533.

28 Abril 2014 Comunidades . 9
28 Abril 2014
Comunidades . 9

que está ainda a crescer

foram conquistando seu espaço e foram-se transformando num ver- dadeiro representante do folclore da região em que representam.

Com o bonito salão da Casa da Madeira emprestado naquela noite para grande festa de aniversario, iniciou-se a noite de Sá- bado com António César o mestre de cerimonias, a chamar ao

bado com António César o mestre de cerimonias, a chamar ao palco os jovens Jonathan Paula
bado com António César o mestre de cerimonias, a chamar ao palco os jovens Jonathan Paula
bado com António César o mestre de cerimonias, a chamar ao palco os jovens Jonathan Paula

palco os jovens Jonathan Paula e Catarina Frias para cantarem os hinos do Canada e Portugal respetivamente. Seguiu-se a sopa de canja, salada, lombo de porco assado com peito de gali- nha, comida e mais comida que a equipa de serviço à mesa não se cansou de servir e perguntar a quem comia se queriam mais.

Presidente Lina Pedrosa como também o resto dos elementos do rancho pareciam radiantes por verem muitos simpatizantes ali presentes e disse ao seu Jornal ABC “Nos não cansamos de fazer

o que gostamos, e gostamos de dançar e de mostrar a nossa cultura

a comunidade como também ver os nossos mais novos a seguir-

nos os passos” como disse Lina Pedrosa. Para Carla Pedrosa, filha de Lina Pedrosa, e ensaiadora do Rancho mesmo com a sua aparência ainda jovem, também ela Mãe disse ser “igualmente importante passar as tradições aos nossos mais novos”. A verdade é que estiveram ali muitos jovens e que em cada passo de dança, em cada uma das suas apresentações ao publico nas varias festividades comunitárias e não só pois este rancho também já fez digressão a Portugal em 2009, estes “Estrelas do Norte” tem colecionado admiradores um pouco por toda parte. Em nome de todos elementos que compõem o seu jornal semanário ABC

aplaudimos o esforço e parabéns Estrelas do Norte. – CG/CMCG

todos elementos que compõem o seu jornal semanário ABC aplaudimos o esforço e parabéns Estrelas do
10. Comunidades 28 Abril 2014
10. Comunidades
28 Abril 2014

A Semana de Portugal à porta da nossa saudade

A ACAPO abriu os livros

para deixar ler que estamos à porta do

Para já, sabe-se que, a 8 de Junho, a nota dominante das celebrações

“10 de Junho”. Que o Toronto Português vai viver. A exemplo do

ou, se quiserem, uma das notas mais donminantes das celebrações

que acontece há muitos, muitos anos. E com os principais fautores

vai ser a Parada

a Ferma Parada de Portugal. Que os promotores

da história de hoje – os clubes e os seus componentes – a torcerem

e

patrocinador querem ainda maior e mais participada. Sim, sim,

o nariz por Portugal não estar presente, através de alguns dos seus

representantes. No restaurante Casa Abril, Joe Eustáquio – há muitos anos à frente da organização e com boas provas dadas – foi dizendo ao que vinha. Frente a uma assistência de elementos ligados à Informação e de patrocinadores, acentuou desde logo estar satisfeito pelo que fez e tem vindo a fazer. Em conversa com a nossa reportagem, não deixou de manifestar pelo menos estranheza por, de Lisboa, não virem indicações de que estaria por cá – na grande Parada, que é, afinal, das maiores do mundo – ninguém levado ao Governo. E isso, pelos vistos, naturalmente que dói

ao Governo. E isso, pelos vistos, naturalmente que dói porque António Belas haveria de, através do

porque António Belas haveria de, através do nosso Jornal, fazer um apelo para que mais e mais gente compareça à Parada.

A verdade é que a Semana de Portugal – que se vai transformando,

sempre, em Mês de Portugal – vai começar em breve. Sim, porque

a 3 de Maio, vai haver o Grande Jantar de Gala. Com o tema a falar na Educação e nos 50 anos que a Escola do First Portuguese já

leva. Entra-se pelo mês de Maio adiante

e a 24 anos vai falar-se

(e viver-se, claro) o 30º aniversário da Associação Portuguesa da Universidade de Toronto. A Educação a falar mais alto.

A 29 de Maio será a abertura oficial da 27.ª Semana de Portugal, no

Consulado-Geral de Portugal em Toronto. A chamada “velha Casa Lusitana” receberá quantos queiram estar presentes.

Casa Lusitana” receberá quantos queiram estar presentes. Religião e Fé Não sejais vagarosos no cuidado Rev.

Religião e Fé

Não sejais vagarosos no cuidado

Rev. João Duarte

e Fé Não sejais vagarosos no cuidado Rev. João Duarte Os descendentes de Adão e Eva

Os descendentes de Adão e Eva herdaram uma natureza pecaminosa (Romanos 5:12). O Salmista notou com

tristeza esta verdade: “Eis que em iniquidade fui formado

e em pecado me concebeu minha mãe (Salmo 51:5;). Mil

anos depois, o apóstolo Paulo também confessou a mesma coisa: “Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim (Romanos 7:20).

A pessoa que diz que nunca pecou está a mentir. Em

I João 1:8 lê-se: “Se dissermos que não temos pecado,

enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.” Não somente isso, a pessoa que nega ter pecado está automaticamente dizendo que Deus é mentiroso. Em I João 1:10 lemos o seguinte: “Se dissermos que não pecámos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.” Portanto, todo o cristão verdadeiro está consciente que tem pecado dentro de si e que precisa constantemente da misericórdia de Deus. “Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador!” (Lucas 18:13).

Nós pecamos de muita maneira: com a mente, com os olhos e com o corpo. A maioría sabe que peca quando faz uma acção má contra uma pessoa. Todavia, poucos reconhecem que pecamos quando não fazemos nada pelos outros.

A justificação que muitos dão ao saberem que podiam ajudar os outros e o não o fazem é que o problema dos outros não tem nada a ver com eles. Todavia, aqueles que temem a Deus sabem perfeitamente que é pecado ver o seu próximo com necessidade e não ajudar a pessoa. Um

dos grandes pecados nos nossos dias é o egoísmo e a falta do amor de Deus no coração das pessoas para com o seu

próximo

O apóstolo Paulo ao escrever aos cristãos da igreja de Roma, exorta-os com estas palavras: “Não sejais vagarosos no cuidado.” (Romanos 12:11). Noutras palavras, se vires que o teu próximo tem necessidade de alguma coisa, e tu tens os recursos para o auxiliar, não deixes ficar para amanhã, o que tu podes fazer hoje pelo teu próximo. Amanhã pode ser tarde demais. Ora, reparem que na mesma passagem o apóstolo Paulo dá exemplos em como os cristãos em Roma não devem ser vagarosos no cuidado pelos seus irmãos da fé. Em Romanos 12:13 ele escreveu:

“Comunicai com os santos nas suas necessidades, segui a hospitalidade.” Portanto, se tu vires que o teu irmão da fé tem necessidades, tem fome, ou está sem roupa, ou precisa de um lugar para se abrigar, ou precisa do teu auxílio em qualquer outra coisa, não vires o teu rosto dizendo para contigo que as necessidades dele não são o teu problema. Deus diz na sua bendita Palavra que é o teu problema:

“Não sejais vagarosos no cuidado.” (Romanos 12:11).

O apóstolo João também, guiado por Deus, escreveu

na sua primeira carta, no capítulo 3 e versículos 17 e 18

o seguinte: “Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o

seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus? Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e de verdade.”

Na parábola do bom samaritano, Jesus ensinou que

muitos são como os sacerdotes hipócritas, que ensinam ao povo que devemos amar o próximo, mas eles quando vêem o seu próximo caído na estrada, passam de lado

e fingem que não é o seu problema (Lucas 10:30-32).

Todavia, Jesus nesta parábola ensinou que poucos são como o bom samaritano, que ao ver o seu próximo caído na estrada com feridas, mostrou compaixão e o ajudou (Lucas 10:33-35). Portanto, não devemos ser vagarosos no cuidado.

10:33-35). Portanto, não devemos ser vagarosos no cuidado. Desta vez, as celebrações vão a várias localidades,

Desta vez, as celebrações vão a várias localidades, como é o caso de Hamilton, onde haverá a 31 de Maio uma Tarde Cultural Portuguesa

e um Festival Infantil de Folclore.

Naturalmente que “ABC” continuará a dar o seu apoio e noticiário a tudo quanto se relaciona com a celebração de Portugal, de Camões

e das Comunidades Portuguesas.

Estamos a MEXER evitando que insectos e bactérias MEXAM com a sua saúde e a
Estamos a MEXER
evitando que insectos
e bactérias
MEXAM com a sua saúde
e a saúde dos seus!
Já tratamos por tu
o nosso trabalho
porque o fazemos
há muito
T.L.DUTRA Professional Legal Services Immigration - Small Claims Court- Criminal Summary Landlord & Tenant /
T.L.DUTRA Professional Legal Services
Immigration - Small Claims Court- Criminal Summary
Landlord & Tenant / Ontario Court of Justice / Labour
Tony L. Dutra
533 College Street , Suite 306, Toronto ON,
Canada M6G 1A8
Telephone: (416) 532-8400 - Fax (416) 532-6906
E-Mail: dutralegal@sympatico.ca L.S.U.C - P00405
28 Abril 2014 Desporto . 11
28 Abril 2014
Desporto . 11
Benfica soma e segue
Benfica
soma e
segue

Benfica jogou com dez e na lotaria dos penalties venceu

*Depois de perder tudo na reta final de 2012/13, o Benfica pode conseguir vencer tudo em 2013/14, com três potenciais troféus (Liga Europa, Taça de Portugal e Taça da Liga) a juntar ao já conquistado campeonato.

Foi preciso chegar ao desempate por grandes penalidades para encontrar o segundo finalista da Taça da Liga. É o Benfica quem vai enfrentar o Rio Ave no próximo dia 7 de maio, em Leiria, após afastar o FC Porto com um 4-3 nos castigos máximos, depois de 90 minutos sem golos.

E como os penalties são muitas vezes uma lotaria, as duas

equipas entraram com números diferentes na hora das

decisões: os encarnados com 10 jogadores, fruto da expulsão de Steven Vitória, e os azuis e brancos com 11. O central português, no culminar de uma exibição pouco conseguida

e bastante explorada pelas hostes da casa, acabou expulso com vermelho direto, após uma entrada fora de tempo

expulso com vermelho direto, após uma entrada fora de tempo sobre Jackson Martínez à entrada da
expulso com vermelho direto, após uma entrada fora de tempo sobre Jackson Martínez à entrada da

sobre Jackson Martínez à entrada da grande área, quando o colombiano já não tinha mais adversários antes de enfrentar Oblak.

Até aqui eram os dragões que dominavam o encontro estavam mais perto de chegar ao golo. Jackson foi o rosto do quase, com três (10, 21 e 26) boas ocasiões para inaugurar o marcador, bem desmarcado por Varela em duas delas, que esteve em grande plano durante toda a partida. O Benfica entrou melhor na partida, mas rapidamente se percebeu que não conseguia criar oportunidades. Aliás, as águias só remataram por duas vezes durante todo o jogo. Lima apareceu pouco e Cardozo seguiu-lhe o exemplo. Os dois acabariam por sair.

Reduzidos a dez jogadores, os encarnados entraram definitivamente em modo de contenção, de forma a anular um adversário que, apesar de ter mais posse de bola, abrandou o seu ritmo e pouco ameaçou até ao final do tempo regulamentar.

ritmo e pouco ameaçou até ao final do tempo regulamentar. Nos pontapés da marca dos onze

Nos pontapés da marca dos onze metros, os nervos estavam em franja. Siqueira, Jardel, Enzo Pérez e Ivan Cavaleiro marcaram pelas águias, tal como Quintero, Ghilas e Varela pelos dragões. E mesmo com os deslizes de André Gomes e Garay, o FC Porto não foi tão feliz e Jackson, Maicon e, por fim, Fernando, com um remate ao poste direito de Oblak, ditaram a passagem do Benfica à final da Taça da Liga.

12 . Desporto 28 Abril 2014
12 . Desporto
28 Abril 2014

Pedro Proença no Bayern -Real Madrid?

28 Abril 2014 Pedro Proença no Bayern -Real Madrid? Só nas próximas horas, a UEFA dá

Só nas próximas horas, a UEFA dá a conhecer os árbitros para os jogos da segunda “mão” das meis-finais da Liga dos Campeões. O jornal Marca, porém, está a avançar com o nome de Pedro Proença para o Bayern – Real Madrid, em Munique.

O diário espanhol justifica a nomeação do português para o embate

que decide um dos finalistas da Champions com o facto de ser um árbitro reconhecido, eleito o melhor do mundo em 2012 depois de ter sido o escolhido para a final da Liga dos Campeões e o Europeu, nesse mesmo ano.

A Marca aponta ainda o árbitro lisboeta como favorito a apitar a

final do Campeonato do Mundo que vai decorrer entre 12 de junho

e 13 de julho, no Brasil.

Atlético e Chelsea adiam bilhete para a final

no Brasil. Atlético e Chelsea adiam bilhete para a final A primeira mão da meia-final da

A primeira mão da meia-final da Liga dos Campeões de futebol entre um voluntarioso Atlético de Madrid e um muito defensivo Chelsea terminou 0-0, com a decisão da passagem à final a passar para Stamford Bridge. No estádio Vicente Calderón, em Madrid, os “colchoneros” desde cedo partiram para o

ataque, à procura da vantagem perante o seu público, mas nunca conseguiram ultrapassar eficazmente a bem montada “muralha” que José Mourinho colocou em campo, com três médios francamente recuados, a apoiar o quarteto defensivo.

O treinador português, que já foi feliz em Madrid, mas ao serviço

do rival Real, foi naturalmente brindado com uma monumental vaia pelo adeptos da casa - um comportamento que contrasta com

os aplausos à “visita” de Fernando Torres, que começou a brilhar como jogador naquele relvado. As estatísticas finais assinalam bem a tendência dos 90 minutos, com dez remates à baliza e 16 não centrados da formação espanhola, contra apenas 3/2 do Chelsea. A posse de bola também foi tendencialmente do Atlético, com 62 por cento.

O Chelsea, que vem de uma derrota na “Premier League” com o

“lanterna vermelha”, ainda terá de “suar muito” para seguir em frente na prova, tanto mais que se viu no jogo privado do guarda- redes habitual, Petr Cech, lesionado logo aos 18 minutos - caiu mal sobre um braço - além de se confrontar com um amarelo para Frank Lampard, que deixa o jogador de fora para o jogo de Stamford Bridge. Também não estará na segunda mão em Londres outro jogador do Chelsea, Obi Mikel, bem como o central madrileno Miranda.

Leonardo Jardim observou

João Mário e Betinho

Leonardo Jardim deslocou-se na tarde de segunda-feira passada ao Estádio do Bonfim, onde assistiu ao encontro entre Vitória de Setúbal e SC Braga, que terminou empatado a uma bola.

Na mira do treinador dos leões estiveram João Mário e Betinho, dois jogadores que o Sporting cedeu aos sadinos em janeiro e que poderão vir a integrar o plantel do clube de Alvalade na próxima temporada.

No caso do médio, a integração no plantel da próxima época é quase uma certeza, pois João Mário tem-se revelado uma pedra chave na estratégia de José Couceiro, estando a ter um papel determinante na boa carreira dos setubalenses na Liga.

A notícia sobre João Mário, médio de 21 anos que está cedido ao V. Setúbal, é mesmo “definitiva”. Vai integrar o plantel principal do Sporting na próxima época.

integrar o plantel principal do Sporting na próxima época. A qualidade que lhe é reconhecida e

A qualidade que lhe é reconhecida e o trabalho que tem feito no

clube sadino valem ao jovem jogador a entrada direta no grupo de Leonardo Jardim.

Também à espreita da equipa principal está Ricardo Esgaio.

No Sporting, renovações em marcha

está Ricardo Esgaio. No Sporting, renovações em marcha A direção do Sporting já abordou, ainda que

A direção do Sporting já abordou, ainda que informalmente,

Leonardo Jardim sobre a intenção de prolongar o contrato do treinador.

O atual vínculo do técnico, que tem uma cláusula de rescisão

de 15 milhões de euros, é válido até 2015. Jardim deverá prolongar contrato por mais um ou dois anos, dependendo das condições financeiras, que serão sempre mais vantajosas que as atuais, que forem propostas pelo clube.

No que aos jogadores diz respeito, Eric Dier será o próximo a ser abordado pela direção que já manifestou junto de Cédric

o desejo de renovar. Ambos terminam contrato em 2016.

Grandes exibições de Coentrão e Modric

Real Madrid bate campeão europeu

de Coentrão e Modric Real Madrid bate campeão europeu O Real Madrid está mais perto da

O Real Madrid está mais perto da final da Liga dos Campeões, no estádio da Luz, depois de ter recebido e vencido o Bayern por 1-0, em partida da primeira mão das ´meias´. Uma primeira parte dominada quase em completo pela equipa alemã, que teve números impressionantes de posse de bola mas que não criou qualquer verdadeira oportunidade de golo.

Os espanhóis, com menos bola, foram uma equipa muito mais perigosa. Duas grandes oportunidades, por Ronaldo e por Di María. Sozinhos na área, o português e o argentino remataram por cima, mas o golo já tinha surgido, aos 19 minutos. Ronaldo desmarcou Coentrão, o lateral foi à linha fazer excelente cruzamento para Benzema, que só teve de encostar.

No segundo tempo foi um jogo diferente, bem mais equilibrado, com o Bayern a não conseguir impor o seu jogo como fez nos primeiros 45 minutos. Foi já sem Ronaldo em campo, substituído por Bale aos 73 minutos,

que surgiu a melhor oportunidade da segunda parte, para o Bayern, com grande defesa de Casillas a remate de Goetze, que entrou para

o lugar do apagado Ribéry.

A vitória do Real Madrid esteve assente em grandes exibições do

quarteto defensivo, com particular destaque para Fábio Coentrão, e num enorme jogo de Luka Modric, o motor da equipa. Simplesmente fantástico o croata.

(Tryouts) no Benfica Benfica @ Toronto Para mais informações para girls - para boys 14/15
(Tryouts) no Benfica
Benfica @ Toronto
Para mais informações
para girls -
para boys
14/15 anos
-14/15 anos
ligue: Casa do Benfica
telf: 416 651 1548
ou para : 416 990 0537
Ás segundas e quintas-feiras
28 Abril 2014 Desporto . 13
28 Abril 2014
Desporto . 13

Ainda a jornada das grandes decisões

Três golos

terceiro lugar confirmado

três pontos

decisões Três golos terceiro lugar confirmado três pontos Sem Quaresma nem Fernando (cumpriram castigo), referência

Sem Quaresma nem Fernando (cumpriram castigo), referência para Herrera (belo golo), Quintero (chamado no segundo período, mexeu com a equipa e o jogo, assinando a assistência do 2-0) e Danilo que esteve no lance do 3-0, apontado a meias com Hassan, em quem desviou a bola disparada de livre, pelo internacional brasileiro.

Entre os vila-condenses, Tarantini emergiu como referência maior, ele que também colecionou duas das melhores ocasiões de golo da equipa: infelizmente para o Rio Ave, os cabeceamentos saíram com as medidas erradas. Mas – como dizia “A Bola” - venham as Taças, exultam os homens de Nuno Espírito Santo

Três golos, três pontos e terceiro lugar confirmado: a garantia de acesso à pré-eliminatória da Champions League edição 2014/2015 é uma espécie de mal menor para época inusitadamente frustrante do FC Porto, que falhou o tetracampeonato, perdeu o título para o Benfica e ainda viu o Sporting agarrar-se ao segundo lugar, o tal que também significa encaixe imediato de nove milhões de euros, via entrada direta na milionária competição da UEFA.

E, frente a um Rio Ave que vive verdadeiro estado de graça, mérito de presenças garantidas em duas finais (Taça da Liga e Taça de Portugal), os dragões tiveram de esperar pelo segundo período para aproveitar alguns momentos de fraqueza dos vila-condenses, com Jackson a abrir a porta do triunfo, ele que é cada vez mais líder da tabela de goleadores da Liga (já soma 19 golos e pode repetir a conquista da Bola de Prata).

Benficacampeão

A conquista do 33.º título do Benfica mereceu amplo destaque nos sites internacionais. Dos 2964 conteúdos noticiosos registados entre as 20 horas de 20 de abril e as 12 horas de 21 de abril, 1871 apareceram em sites estrangeiros de 69 países diferentes. Os restantes 1093 artigos online foram registados em Portugal.

Itália, onde “mora” o próximo adversário do Benfica na Liga Europa, a Juventus, foi o país com mais conteúdos (418), sendo que em Espanha, Brasil e Alemanha também se detetou um elevado volume de informação. Registos sobre o título dos encarnados foram igualmente detetados em países menos prováveis como o Paquistão, o Panamá e o Nepal.

nasredessociais

Nas redes sociais, foram detetadas mais de 95 mil interações relacionadas com a vitória do Benfica e em várias línguas como o português, o inglês, o espanhol, o francês, o alemão e o italiano.

O Benfica também foi falado em russo, dinamarquês,

finlandês, polaco e japonês.

Segundo “A Bola”, que publicou a notícia, a pesquisa efetuada a partir do sistema de monitorização de Social

Media da Cision, ligada às principais plataformas de social media, que monitoriza mais de 85 mil sites de informação

em todo o Mundo e dois milhões de artigos por dia.

de social media, que monitoriza mais de 85 mil sites de informação em todo o Mundo
14 . Mensagens 28 Abril 2014
14 . Mensagens
28 Abril 2014
14 . Mensagens 28 Abril 2014
28 Abril 2014 Desporto . 15
28 Abril 2014
Desporto . 15

Afinal

tudo avança

Cantares ao desafio rejuvenescem e ganham mais adeptos

Não há muito, Vasco Aguiar – um dos expoentes máximos

dos chamados Cantares ao Desafio – dizia-nos que aquela

estava a ficar como que

anémica. Que o Povo não aderia. E que mesmo para dar

sequência ao que os mais velhos foram fazendo

não estavam famosas. Ontem, Vasco Aguiar – ele mesmo – já tinha outra versão. Entendia que as cantorias ao

as coisas

arte (e aquilo é mesmo uma Arte

)

as cantorias ao as coisas arte (e aquilo é mesmo uma Arte ) desafio estão a

desafio estão a rejuvenescer. Estávamos no Centro Cultural

Português de Mississauga e havia

Uma casa cheia. Muita gente interessada. A ouvir os despiques entre os que estavam no palco – na altura, José Plácido e Lerénio Parreira – e a viver uma tradição que está a avançar.

Cantorias ao Desafio.

uma tradição que está a avançar. Cantorias ao Desafio. Vasco Aguiar estava presente. Dialogámos com ele.

Vasco Aguiar estava presente. Dialogámos com ele. “A prova está à vista. Todos animados e a gostar da festa. E

lá longe (no palco) não se diz aquilo que a gente quer. É o ”

que calha. Na hora

Lembrámos àquele decano que, há uns tempos atrás, ele

próprio nos dissera que o nosso Povo estava a esquecer

isto

“Não, não está. A questão é aparecer gente nova. É

o que o José Plácido disse ali nas suas cantigas.

é o que sai para fora

Plácido disse ali nas suas cantigas. é o que sai para fora Muita gente não olha
Plácido disse ali nas suas cantigas. é o que sai para fora Muita gente não olha

Muita gente não olha para aquilo, mas aquele rapaz – Lerénio Parreira – pode vir a ser o bordão da velhice dele. E então ele tem que o ajudar, empurrá-la, talvez ampará-lo até. E a Cantoria é isto ”

talvez ampará-lo até. E a Cantoria é isto ” Última Hora Tudo para segurar Rui Patrício

Última Hora

Tudo para segurar Rui Patrício

Última Hora Tudo para segurar Rui Patrício Uma notícia de “A Bola” diz que pode não

Uma notícia de “A Bola” diz que pode não ser fácil, mas o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, vai fazer tudo o que estiver ao seu alcance para segurar o guarda-redes Rui Patrício no clube de Alvalade.

O Campeonato do Mundo será mais uma montra para o

jogador, que no último defeso recebeu propostas concretas

do Mónaco e do Arsenal.

Porém, Bruno de Carvalho deverá oferecer forte resistência

às ofertas que estariam a chegar por Patrício, vinculado ao

clube até junho de 2018 e com uma cláusula de rescisão de 40 milhões de euros.

“vamos acreditar e ver o que vai sucedendo.

A gente sabe é que os velhos vão acabando, a mocidade não acorre muito a isto, mas sempre aparece. Estão aí três ou quatro rapazes novos que estão começando ” Achamos – somos nós a dizê.lo – que o Centro Cultural Português de Mississauga também tem algo a ver com esta “lufada de ar fresco”. Sobretudo pelo entusiasmo que o público emprestou a todo o espectáculo. Silêncio. Aqui e

além, uma risada sadia. Tudo para nos dar a entender que a

Cantoria está vuva e

José Plácido tinha acabado de actuar. Ou melhor, estava em “interregno”. “Por mim, continuo muito satisfeito. Já canto há 46 anos. Também já vi as Cantigas ao Desafio um bocadinho em decadência. A nossa gente, no entanto, parece estar a reviver um passado, por acaso até muito recente, e está a começar a aderir novamente. Está prestando uma homenagem aos nossos cantadores antigos e eu penso que tudo isto vai ter continuidade. Até porque a nossa gente é a alma das cantigas e sem a nossa gente não há voz, não há alma, não há cantigas ao

desafio. Não há nada

recomenda-se.

E, portanto

Um tema que dá pano para mangas. E a que voltaremos.

Dra. Ema Secca ADVOGADA em Portugal Pode resolver-lhe todos os assuntos em qualquer área jurídica
Dra. Ema Secca
ADVOGADA em Portugal
Pode resolver-lhe todos os assuntos
em qualquer área jurídica
CONTACTE E TERÁ BONS
RESULTADOS
Tel: 214418910 (Lisboa)
Cel: 918825577
e-mail: emaseca@netcabo.pt
16 . Comunidades 28 Abril 2014
16 . Comunidades
28 Abril 2014
O NOVO NOME DE COMPETÊNCIA E HONESTIDADE É PAULO Antunes Sutton Group Innovative escritório Realty
O NOVO NOME DE COMPETÊNCIA
E
HONESTIDADE
É PAULO
Antunes
Sutton Group
Innovative
escritório
Realty Inc.
905
575 7070
9 Keith St. $98,900
1423 Upper Ottawa St.
Fax: 905 575 8878
1094 Cannon $124,900
Imagine este investimento
Arrendada por 900.00 por mês
mais todas as despesas
4114 Hwy 6 $97,900
HAMILTON
Telefone Directo:
ON L8W 3J6
289
440-1319
Difícil de crer mas
ainda existem abaixo
de 100,000.
Semi separada mas
Terreno de 154 pés por 136 pés.
Não será ideal para fazer a casa
dos seus sonhos?
24 Keith st $ 119,900
O seu dinheiro no
banco sim plesmente
não cresce. Que tal ser
senhorio?
48 Berkindale Dr. $314,900
61 Francis Av. $ 121,900
28 case av. $ 149,900
Casa com duas cozinhas. Arrendada
por 1000.00 por mês
mais as despesas.
Em Grimsby $ 129,000
4 Level back split, enorme
com 4 quartos de dormir e
dois quartos de banho.
Garagem dupla.
A hipoteca será de menos
de 650.00 Dollars. 3 quartos
de dormir, estacionamento por
trás. Mais barato
do que arrendar.
Negócio estabelecido em excelente
condição. Restaurante Grego
com muita clientela.

Pensões: O melhor mesmo é falecer?

*Um secretário de Estado anuncia que as pensões vão estar indexadas ao crescimento económico e à demografia. O primeiro-ministro diz que é especulação. A Comissão Europeia aclara, num relatório, que o Governo se comprometeu com essa solução. É, assim, a anatomia de uma jogada, trazida a público pela revista “Visão”. Em termos que lembram futebol, mas que são, pelo menos, “pontapé na bola”. E a bola é bem capaz de ser o Povo. Ah, deixamos título e tudo

1 - Bola ao centro - Em setembro, o Governo aprovou a lei

que previa a convergência entre as pensões da Caixa Geral de Aposentações (setor público) e as da Segurança Social (privado). O diploma estipulava um corte de 10% nas pensões da CGA superiores a 600 euros.

Hélder Rosalino, então secretário de Estado daAdministração Pública, disse que “estas medidas abrangem cerca de dois terços dos pensionistas do Estado, representando cerca de 350 mil pessoas”, com um “impacto orçamental direto de €720 milhões”.

2 - Chuto para canto - O diploma chegou ao Palácio de

Belém e Cavaco Silva enviou-o para fiscalização preventiva

no Tribunal Constitucional.

chamou jornalistas de vários órgãos de comunicação social para um briefing. A “fonte das finanças”, como ficou conhecido, revelou que as pensões seriam indexadas ao crescimento económico e à demografia. As reformas passariam a ser variáveis, todos os anos.

5 - Livre direto e cartão amarelo - De visita oficial a

Moçambique, o primeiro--ministro apressou-se a afirmar que era tudo “especulação”, pois não havia tomado qualquer “decisão”. E apelou a “todos os membros do Governo para que contribuam para um debate sereno” acerca do assunto. A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, também estava fora, em Washington, no dia em que a notícia fez a manchete de vários jornais.

O Presidente da República já tinha avisado que considerava

6

- Barreira posiciona-se - Marques Guedes, ministro da

a convergência das pensões como “a criação de um novo

Presidência, saltou em defesa do Governo, acusando os

imposto extraordinário sobre o rendimento dos pensionistas da Caixa Geral de Aposentações”.

jornalistas de “manipulação da informação” e “interpretação exagerada”.

- Guarda-redes alivia - Os juízes do Palácio Ratton

chumbam, por unanimidade, a lei da convergência de pensões.De forma a suprir a verba em falta, o Governo resolveu o problema baixando para mil euros (era de €1 350) o montante a partir do qual as pensões são afetadas pela Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES). Desta vez, Cavaco Silva não pediu clarificações ao TC, mas os deputados da oposição sim. Aguarda--se a decisão dos juízes.

3

Paulo Portas, em debate na Assembleia da República, referiu que “foi um erro” não explicou se estava a falar do briefing ou das informações veiculadas por Leite Martins porque “não conheço qualquer documento” e, sem ele, “o Governo não pode ter feito qualquer avaliação política, muito menos tomado qualquer decisão política”.

7 - Remate ao poste - Faltava ouvir Leite Martins, a “fonte das Finanças”. O que veio a acontecer na Comissão de Orçamento e Finanças, na Assembleia da República. Mas o

4

- Rasteira à entrada da área - Há três semanas, o secretário

secretário de Estado quis encerrar a questão utilizando uma

e

Estado da Administração Pública, José Leite Martins,

expressão em latim: “Roma locuta, causa fi nita” (“Roma

em latim: “Roma locuta, causa fi nita” (“Roma falou, o assunto está resolvido.”) Roma é, aqui,

falou, o assunto está resolvido.”) Roma é, aqui, Passos Coelho, e Leite Martins explicou ser “um membro do Governo alinhado com a posição do primeiro-ministro”.

8 - Árbitro manda repetir - Mas existia, sim, um documento, revelado no domingo, 13: as pensões devem passar, já em 2015, a depender de fatores económicos e indicadores demográficos. É o que diz o relatório da Comissão Europeia que fecha a 11.ª avaliação da troika sobre os compromissos de Portugal. Este documento é de 19 de março. O briefing da “fonte das Finanças” foi a 26. Passos e Portas dizem agora, em uníssono: “Não há novidades sobre o assunto”. Autogolo?

28 Abril 2014 Comunidades . 17
28 Abril 2014
Comunidades . 17

Um concurso de cantar que atingiu um patamar diferente

Já no seu oitavo ano de existência, o concurso “John Santos

Singing Contest” parece estar cada vez maior e melhor. Este fim de semana, o Lakeshore Convention Centre foi o lugar escolhido para grande final desta temporada, e pelo que se viu, o publico aderiu em grande.

temporada, e pelo que se viu, o publico aderiu em grande. Tal como tem acontecido nos

Tal como tem acontecido nos anos anteriores, todas as pré- eliminatórias tiveram o seu lugar na cidade de Toronto, mais concretamente na Casa do Alentejo, como também todos os ensaios terem acorrido nas instalações da escola portuguesa “Novos Horizontes” situada no terceiro andar do mesmo local.

Este ano ouviu-se já dizer em alguns círculos que a popularidade do concurso tinha atingido um patamar

diferente

a seriedade com que é dirigida principalmente por John

Santos com ajuda de Zack Warner e com certeza Lisa Santos sua esposa. O concurso atraiu atenção de vários nomes da musica incluindo o Presidente da Sony Music Canada Shane Carter. Alias também ouvimos dizer que o canal TLN também já estava interessado em produzir programas

para televisão num futuro próximo

diferente. Entre os prémios para vencedor(a) do concurso estava o contrato de uma gravação de CD com 8 temas, uma gravação de videoclipe cortesia de Nossa TV Canada que aos poucos também vai crescendo e com certeza um arranjo de flores por Amar Flowers entre outros.

Como vê, um patamar

que, diga-se, em parte era quase esperado devido

um patamar que, diga-se, em parte era quase esperado devido Os vencedores deste ano foram para

Os vencedores deste ano foram para os Juvenis, Victoria Azevedo e para os adultos Joey Coelho. Deixamos no ar a possibilidade de entrevistar estes dois vencedores e o cabeça do concurso John Santos num futuro próximo.

Como aconteceu na temporada passada, os finalistas variaram de idade e representavam o grande mosaico Canadiano com culturas diferentes á mistura. Também como aconteceu o ano passado uma banda incrível ao vivo

como aconteceu o ano passado uma banda incrível ao vivo acompanhava os finalistas, que trouxeram a
como aconteceu o ano passado uma banda incrível ao vivo acompanhava os finalistas, que trouxeram a

acompanhava os finalistas, que trouxeram a experiência para um nível esperado para um concurso que já tem outra expetativa de exigência. Com a graciosidade dos seus

outra expetativa de exigência. Com a graciosidade dos seus patrocinadores, todos eles mencionadas por varias vezes

patrocinadores, todos eles mencionadas por varias vezes em

John e Lisa Santos como também “seu”

treinador Zack Werner (do Canadian Idol) trabalharam

com todos os concorrentes durante este ano e produziram não só um concurso magnifico, como tambem atingiram e

um patamar diferente. Parabéns para toda

conquistaram

varias maneiras

equipa do “Singing Contest with John Santos” do seu Jornal ABC. - Guida Micael e Sonia Micael / ABC

18 . Ler e contar 28 Abril 2014
18 . Ler e contar
28 Abril 2014

Promessas

tantas!

Promessas tantas! Conceição Baptista O nosso povo o diz. “Palavras leva-as o vento”. Pois, mas a

Conceição Baptista

O nosso povo o diz. “Palavras leva-as o vento”. Pois, mas a

verdade é que o mesmo acontece com muitas promessas que também são levadas pelo vento. E é por isso que, de uma forma geral, não prometo nada a ninguém. Não acredito em promessas e só as faço se estiver certa de poder cumprir, por maior que seja a promessa. E isto porque estou farta de ouvir promessas!

Senão vejamos. Logo que nascemos, fazem-nos promessas.

passe a

fazer parte do nosso dia-a-dia. Prometem-nos brinquedos,

passeios, guloseimas e histórias para adormecer. Aqui começam algumas das nossas desilusões, porque mesmo

muitas vezes não são cumpridas.

essas simples promessas

Talvez imocentes mas a fazer com que prometer

Ao crescermos, um pouco mais, é o chocolate, que se dá

para fazer esquecer o carrinho caro e a boneca desejada. E também passamos a ouvir o “compro-te isto, ou aquilo, se

o que nunca gostei de ouvir, pois foi sempre

muito difícil conseguir calar-me

te calares”

Com o passar dos anos, as promessas tornam-se mais elaboradas, mais complicadas, mais confusas e também muito maiores.

E quando as promessas partem dos “nossos” governantes,

ou candidatos a governantes (que são ainda maiores devido

às dispendiosas campanhas eleitorais

de acreditar. Porque muito raramente são cumpridas.

são mais difíceis

)

São essas, então, promessas importantes para a nossa vida. De melhores salários, empregos com direitos, melhorias nos departamentos do ensino e da saúde, melhor qualidade de

é um mar de desapontamentos.

vida

E a cada promessa

A falta de assumir compromissos com a população, não

respeitando o seu voto, anseios e aspirações, é uma atitude que pode causar grandes prejuizos para o povo e para o país.

Quando existem promessas de governantes há, para o povo, um direito à esperança, e, quando faltam a esse

sério compromisso, a esperança não fica à espera e antes

se transforma em desconfiança, em desespero e em falta de respeito. O que é pena, mas

E hoje tudo isso, e muito mais, acontece no nosso país de

origem. A luta do povo resulta da convicção de que há um

outro rumo e uma outra política para Portugal.

vemos muito disso, neste país das

com

promessas de muitos empregos, mas com milhares de

famílias sem meios de sustentar os filhos. Um país rico, desenvolvido, com muitos recursos naturais mas com poucos recursos para a maioria do seu povo. Cheio de

grandezas. E de muitas, muitas

que acho que o povo precisa é de

E é por tudo isso

Também por aqui

“patacas de ouro” e de oportunidades sem par

“feiras de vaidades”.

compromissos e não de promessas! Não concorda?

Comemoração dos 40 anos de Abril

25 Abril: Helicóptero lança cravos sobre o Terreiro do Paço

O “Correio da Manhã”, de Lisboa, conta que cravos

vermelhos choveram sobre as centenas de pessoas no Terreiro do Paço. De resto, milhares de pessoas

estiveram, sexta-feira, cerca das 11h00, reunidas no Largo do Carmo, em Lisboa, para a evocação ao capitão Salgueiro Maia promovida pela Associação 25 de Abril. Cravos vermelhos, bandeiras de Portugal e dezenas de cartazes dizendo “Vamos acabar com o estado

a que chegámos”, uma citação de Salgueiro Maia,

coloriam um Largo do Carmo repleto de pessoas e animado por música de intervenção.

Uma chaimite daAssociação 25 deAbril estacionada em frente ao quartel do Carmo serviu de cenário

à intervenção do presidente da Associação 25 de Abril, Vasco Lourenço.

HELICÓPTERO FAZ CHOVER CRAVOS VERMELHOS NO TERREIRO DO PAÇO As várias pessoas que ao longo do dia estiverem nas celebrações dos 40 anos de liberdade concentraram-se no Terreiro do Paço. A sobrevoar os populares surgiu um helicóptero da Câmara Municipal de Lisboa, que brindou os presentes com uma chuva de cravos vermelhos. CRAVOS VERMELHOS DOMINAM AMBIENTE DO DESFILE DA AVENIDA DA LIBERDADE Nas lapelas, nas mãos, nos chapéus ou até mesmo a enfeitar bandeiras, os cravos, símbolo da Revolução de Abril, dominam o ambiente no desfile que cerca das 15h40 arrancou na avenida da Liberdade em direção ao Rossio. Milhares de pessoas começaram antes das 15h00 a concentrar-se no Marquês de Pombal, em Lisboa, para descer a principal avenida da capital, no desfile 25 de Abril, que assinala os 40 anos da revolução dos cravos. Várias gerações, sozinhos, em grupo ou em família, milhares de pessoas foram juntando-se na avenida, atrás da chaimite da Associação 25 de Abril, enfeitada também com um grande cravo vermelho, à espera do arranque da marcha.

um grande cravo vermelho, à espera do arranque da marcha. O boicote ao protocolo foi pacífico

O boicote ao protocolo foi pacífico e os impulsionadores do recém-

criado “Movimento Pelo Concelho de Sabrosa e Pelos Valores de Abril” aproveitaram o microfone para lançarem duras críticas ao Governo PSD/CDS-PP. ENTIDADES VAIADAS À SAÍDA DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

Mais de meia centena de elementos do Partido Nacional Renovador (PNR) vaiaram e assobiaram as entidades que abandonavam de carro a Assembleia da República, em Lisboa, depois da sessão solene de comemoração do 25 de Abril.

O Presidente da República foi uma das entidades vaiadas no

momento em que entrava para a viatura, panorama que se ia

repetindo à medida que as outras viaturas arrancavam da Assembleia da República. À passagem dos automóveis, os manifestantes gritaram palavras de ordem como “corruptos e ladrões” ou “40 anos

de miséria e roubo”, perante o olhar dos muito poucos cidadãos que

iam passando pelo local.

A afluência praticamente nula de cidadãos junto da AR, contrastava

com os milhares de populares que cerca das 11:00, estavam

reunidos no Largo do Carmo, em Lisboa, para a evocação ao capitão Salgueiro Maia promovida pela Associação 25 de Abril. MÁRIO SOARES ACUSA GOVERNO E ASSUNÇÃO ESTEVES DE SEREM CONTRA A REVOLUÇÃO

O

antigo Presidente da República Mário Soares acusou o Governo

e

a presidente da Assembleia da República de serem contra o 25

de Abril e considerou que a “única e verdadeira” comemoração

daquela data aconteceu no largo do Carmo, em Lisboa. “Houve uma única e verdadeira [comemoração] que é esta aqui, onde está o povo”, disse Mário Soares no final da cerimónia de homenagem ao capitão Salgueiro Maia, que decorreu no Largo do Carmo. Aos jornalistas, Mário Soares criticou ainda a forma como a presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, se

dirigiu à Associação 25 de Abril, afirmando que não respeitou os capitães de Abril. VASCO LOURENÇO DIZ QUE GOVERNO “TEM DE SER APEADO”

O presidente da Associação 25 de Abril, Vasco Lourenço, defendeu

que é preciso apear o Governo, de preferência por iniciativa do Presidente da República, que acusou de continuar a ser “mero assistente passivo ou mesmo conivente”. No discurso durante a evocação a Salgueiro Maia, no Largo do Carmo, em Lisboa, Vasco Lourenço defendeu também que é preciso

“retornar às Presidências de boa memória de Ramalho Eanes, Mário Soares e Jorge Sampaio”. “Ou muda urgentemente de política e inverte o caminho de submissão, austeridade e empobrecimento do país, ou este Governo tem de ser apeado sem hesitação”, declarou, numa cerimónia em que estiveram presentes Mário Soares e Manuel Alegre. PRESIDENTE DA REPÚBLICA RECUSA POLÍTICA DE “VISTAS CURTAS”

O Presidente da República recusou “a política de vistas curtas”

ditada pelos taticismos, insistindo na necessidade de entendimentos políticos sobre as questões essenciais para o futuro do país.

“É tempo de abandonarmos a política de vistas curtas, ditada pelo

taticismo e pelos interesses de ocasião. Precisamos de um discurso

de esperança que mobilize os portugueses para os desafios que temos

à nossa frente. Precisamos de professores motivados, investigadores empenhados, servidores do Estado valorizados, agentes culturais criativos, jovens empreendedores, uma comunidade de empresários

e trabalhadores com espírito vencedor”, afirmou o chefe de Estado,

Aníbal Cavaco Silva, no discurso da sessão solene do 25 de Abril, que decorreu na Assembleia da República. Insistindo num ponto já recorrente nas suas intervenções, o chefe

de Estado voltou a dizer que é difícil compreender que “agentes

políticos responsáveis não consigam alcançar entendimentos sobre questões essenciais para o nosso futuro coletivo”.

PASSOS AFIRMA QUE DEMOCRACIA E LIBERDADE TÊM DE SER REGADAS TODOS OS DIAS

O primeiro-ministro afirmou perante um grupo de jovens dirigentes

associativos com quem se reuniu para assinalar o 25 de Abril que

“a democracia e a liberdade têm de ser regadas com muito cuidado

todos os dias”.

Nos jardins da residência oficial de São Bento, Pedro Passos Coelho referiu que são cada vez mais os portugueses nascidos “neste espaço de liberdade e democracia”, acrescentando: “E ele tem de se reinventar a cada dia que passa, porque senão deixamos as nossas comemorações a cheirar a bafio. Não é isso que nós queremos que aconteça com o espírito da liberdade e da democracia”.

O chefe do executivo PSD/CDS-PP fez um discurso de menos de

cinco minutos e depois escusou-se a comentar os discursos feitos hoje nas comemorações dos 40 anos do 25 de Abril e entrou na residência oficial para almoçar com os jovens dirigentes associativos sem responder a perguntas aos jornalistas. OPOSIÇÃO QUEIXA-SE DE TER SIDO IMPEDIDA DE FALAR NA ASSEMBLEIA DA MADEIRA Os partidos da oposição na Assembleia Legislativa da Madeira queixaram-se de terem sido impedidos de discursar na sessão solene do 25 de Abril, que teve apenas a intervenção do presidente do órgão e do orador convidado.

Nesta sessão solene, que contou com a presença dos deputados do PSD, CDS, PS e PAN e ausências dos representantes do PTP, PND, MPT e PCP, apenas discursou o presidente do parlamento, Miguel Mendonça, e o orador convidado, o professor catedrático, Viriato Soromennho Marques. Para o responsável da bancada do CDS, Lopes da Fonseca, “no aspeto político, só temos de nos queixar internamente”, apontando a “inércia do Governo Regional que nos últimos 35 anos governou, ‘musculadamente’, e que, mais uma vez se revelou, nesta cerimónia”. COMEMORAÇÕES EM SABROSA DERAM LUGAR A PROTESTO Cerca de 200 pessoas interromperam, na sexta-feira, as

comemorações do 25 de Abril, em Sabrosa, no distrito de Vila Real, num protesto contra o encerramento de serviços públicos num concelho, que viu fechar o tribunal, temendo-se o mesmo aconteça

às finanças.

Mal a banda de música de Sabrosa acabou de tocar, os manifestantes, muitos dos quais empunhavam cravos vermelhos e negros,

avançaram para perto da porta de entrada da Câmara Municipal (de maioria PS), onde estava a decorrer a cerimónia oficial das comemorações dos 40 anos da revolução.

28 Abril 2014 Ler e contar . 19
28 Abril 2014
Ler e contar . 19

Bonga diz que África precisa “do seu 25 de Abril para ser feliz”

que África precisa “do seu 25 de Abril para ser feliz” O músico angolano Bonga disse

O músico angolano Bonga disse em Maputo que África

também precisa do “seu 25 de Abril”, para ultrapassar as suas “querelas e ser feliz”, preservando a identidade cultural dos vários povos do continente.

Sobrevive a cinco horas de viagem num trem de aterragem

Bonga exaltou “a geração que reagiu ao fascismo português”, desencadeando a Revolução do 25 de Abril de 1974 e o consequente derrube da ditadura em Portugal, durante uma conferência de imprensa sobre a sua atuação no Festival Zouk Tropical, o maior evento musical internacional em Moçambique, cuja terceira edição se realizou sexta e sábado em Maputo.

“Temos de saber quais são os 25 de Abril que vão ser em nosso benefício, porque precisamos de vários 25 de Abril

para ultrapassar as nossas querelas e ser felizes”, disse o mais conhecido músico angolano, enfatizando que “a democracia

e

a liberdade têm de ser para todos e com reciprocidade”.

O

músico lamentou que Moçambique e Angola não tenham

gozado de paz após as independências que conquistaram de Portugal, na sequência do 25 de Abril, uma vez que conheceram, depois, prolongadas guerras civis.

“Os portugueses estão todos mobilizados para uma data que é deles e que nós desfrutamos de boleia, nas nossas independências, porque depois ficou complicado, porque

nos degladiámos. Em Portugal, não houve mortos e feridos,

ali se ajeitou”, destacou o músico angolano

Na opinião de Bonga, a cultura pode ser uma arma importante

para a valorização da dignidade dos povos africanos, através

da rutura com um sistema assente na reprodução de modelos

estrangeiros.

“Os jovens africanos pensam que imitando os americanos

ficam melhores”, criticou, assumindo-se como um defensor

da cultura africana, através da sua aposta na interpretação de

ritmos da sua terra.

 

Meu querido

ladrão!

ladrão!

Adolescente viajou entre a Califórnia e o arquipélago do Hawai, ultrapassando temperaturas a rondar os 80 graus negativos, tornando quase impossível a sobrevivência. Um adolescente de 16 anos sobreviveu a um voo de quase

-

Não, Sr. Juiz. O meu filho não é um ladrão. Não acredito!

 

Fernando Cruz Gomes

Fui eu que o criei

Amamentei-o ao meu peito

E o pai

está aqui e sabe o que eu digo ladrão

O meu filho não é um

-

Fiz a primeira vez

Só que a segunda

tinha ele 12

cinco horas, entre o estado da Califórnia e o arquipélago do Hawai, escondido no trem de aterragem de um avião.

anos

já ele mesmo me chamou a polícia por uns tabefes

-

Mas, minha senhora. Ele foi apanhado em flagrante!

que lhe dei. Vim para o tribunal, mais tarde, algemado

O

portal de notícias hawaiano HawaiiNewsNow afirmou,

Mais: foi apanhado de pistola em punho

quase a matar

como um malfeitor

e fui condenado

a não lidar com o

citando fontes do gabinete de investigação federal norte- americano (FBI) que o jovem viajou escondido num voo de

a

empregada que se recusava a dar-lhe o dinheiro que ele

meu filho durante 6 meses

 

exigia

O seu filho é criminoso!

António, não digas isso! Ele não é um ladrão. Ele não é um malfeitor. E é o nosso filho!

Sr. Juiz. O meu filho não é um ladrão. A sociedade que

-

-

domingo da companhia “Hawaiian Airlines”, entre São José,

Califórnia (costa oeste dos Estados Unidos), e a ilha de Maui, no Hawai, de acordo com as fontes.

na

-

coisas melhor que eu. Bem vê

Não

não! Pergunte ao meu marido. Ele sabe dizer as

e o meu filho não é

eu nem à escola fui

quanto a inglês

bem vê que não sei

todos nós queremos limpa de marginais é que o fez

esta

Aparentemente, o adolescente, cuja identidade não foi divulgada, queria fugir de casa na cidade californiana de Santa Clara e entrou no aeroporto internacional de São José, através da vala de segurança. Depois, escondeu-se num espaço vazio junto às rodas do trem de aterragem do avião. Este tipo de voos pode alcançar uma altitude de até 12 mil metros e no exterior do aparelho as temperaturas rondam os 80 graus negativos, tornando quase impossível sobreviver. “O jovem não sabia para onde se dirigia o aparelho”, disseram fontes do FBI, acrescentando que o adolescente

um ladrão A cena passou-se (ou poderia ter-se passado), algures, num dos tribunais da bela cidade de Toronto. O juiz era um homem bom. Deixava que a mulher lavada em pranto continuasse com a sua lamúria que uma intérprete ia

sociedade tem destas coisas. Faz leis que são boas por um lado, mas aplica-as como se todos os pais fossem todos iguais, e todos os filhos fossem iguais. O meu filho não é

um ladrão. Foi a sociedade que o fez assim. A arma que ele tinha - agora que está com 15 anos - foi-lhe dada por um

traduzindo. E levou a sua paciência até ao ponto de pedir ao marido que dissesse, em bom inglês o que é que a esposa queria dizer

“amigo”. E a maneira de a manejar Televisão

foi-lhe ensinada pela

-

Mas

isso, agora, depois de ele ser condenado quer dizer

- Não, senhor Juiz. O meu filho não é um criminoso. Não

o

quê?

é um ladrão.

 

- Sr. juiz

quer dizer que queria evitar que outros “meninos”

-

Mas o

Sr. viu

o

Sr. assistiu a tudo. Ele até quase

de

15 anos viessem para aqui e fossem tratados como o meu

foi descoberto por funcionários aeroportuários, quando o

confessou

banco dos réus não era ele

está a ser. Queria que se criasse uma Real Comissão para

-

ajudar a nossa forma de educar nas escolas

da

lei que pune o pai e a mãe

por educar os filhos

a injustiça

e os

avião aterrou no Hawai, depois de cinco horas de voo. “A nossa principal preocupação agora é saber como se encontra o jovem, que sobreviveu excecionalmente” a esta viagem, garantiram as fontes. O adolescente não tinha qualquer identificação e foi levado para o Centro Médico Maui Memorial.

Um dia, tinha ele 7 anos, chegou-me a casa com as calças rotas e o nariz esmurrado. Quando o ia para repreender disse-me que não me preocupasse. Que era bom para ficar

-

chama aqui para dizer que o filho - que ele nem sempre

pode educar

- é um criminoso. Queria que a minha voz

mais rijo

mais auto-suficiente. Que na escola lhe diziam

fosse ouvida pelos deputados que fazem as leis, queria que houvesse afinal mais juízes como o senhor, que me

isso. Que andara à pancada

e que a professora assistente

De acordo com o portal de notícias hawaiano, Tom Simon, porta-voz do FBI, indicou que o jovem poderá ter feito a maior parte da viagem inconsciente e estava desorientado quando foi encontrado na pista do aeroporto de Maui, a segunda maior ilha do arquipélago. Apesar das condições extremas da viagem, o porta-voz do FBI acrescentou que “o adolescente não sofreu problemas médicos graves” e já se encontra sob custódia dos serviços de proteção infantil do Hawai.

só o foi levantar - como no hóquei, sabes, pai?! - quando ele caiu no chão, meio atordoado, depois de receber uma

sem me apontar um polícia para

me mandar prender. Queria afinal senhor juiz, que estas minhas lágrimas - e as lágrimas daquela “pecante” que é minha mulher, não fossem vertidas por mais ninguém

deixou falar até ao fim

potente directa no nariz. Que era bom

para ele ficar mais

rijo

(não queres um filho maricas pois não?!) A cena

daquele dia repetiu-se uma e muitas vezes

Mais tarde,

-

Meu filho! Meu querido! Meu querido

ladrão.

 

até o contrário se começou a dar. Eram os pais dos outros meninos que apareciam em minha casa a exigir-me que eu

O

cronista disse - e nem sei se hei-de acreditar

- que,

na sala do tribunal, se fez um silêncio de morte. É que,

repreendesse o meu filho

que o castigasse!

no

fim

todos choravam, também, como aquele pai. Até o

-

Com certeza que fez isso, não é verdade?!!!

juiz! Mas isso, repito, não posso afirmar

não vi.

 
20 . Automobilismo 28 Abril 2014
20 . Automobilismo
28 Abril 2014

Simona de Silvestro estreou-se ao volante de um Fórmula 1

Simona de Silvestro estreou-se ao volante de um Fórmula 1 Simona de Silvestro esteve em Fiorano

Simona de Silvestro esteve em Fiorano a realizar o seu primeiro teste em pista ao volante de um Sauber C31 de 2012. O monolugar da equipa suíça está decorado com as cores do patrocinador da ex-piloto da Fórmula Indy, que abandonou os Estados Unidos em busca do sonho de se tornar a próxima mulher a competir na Fórmula 1. Segundo informou a Sauber através do Twitter, de Silvestro realizou até ao momento 69 voltas com o C31 sem qualquer problema a registar. “Absolutamente fantástico”, foram as primeiras declarações da suíça de 25 anos através do Twitter.

Uma palavra

da suíça de 25 anos através do Twitter. Uma palavra Uma palavra mal-ouvida acabou ocasionando a

Uma palavra mal-ouvida acabou ocasionando

a piada ocorrida na chegada do GP da China. Em Xangai,

Lewis Hamilton acabou recebendo a bandeirada uma volta antes do previsto, na 55ª. Pelo rádio, o inglês da Mercedes

chegou a apontar a falha do fiscal de pista, mas seu engenheiro ordenou que ele acelerasse, por via das dúvidas. E Hamilton acabou vendo a bandeira quadriculada duas vezes. Por causa da falha, o resultado final foi fechado na volta 54, uma antes do erro, como manda o artigo 43.2 do regulamento esportivo da Fórmula 1. Ou seja: o GP, na prática, teve duas voltas a menos. Mas o que ocasionou o problema? Uma palavra e, claro, a confusão do idioma. Zhuang Tao, diretor local da corrida, perguntou a Charlie Whiting, diretor de corridas da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), se uma bandeira branca - como no automobilismo americano - seria mostrada na penúltima volta. A resposta foi simples:

Uma palavra

- No flag now (Não mostre a bandeira agora). Zhuang, então, passou pelo rádio a mensagem ao fiscal que estava na posição da linha de chegada. Só que o fiscal não ouviu ou não entendeu a mensagem completa. E a orientação virou

- Flag now (Mostre a bandeira agora).

bandeirada acabou sendo dada uma volta antes. Para efeitos de classificação, quase nada mudou. Apenas a ultrapassagem de Kamui Kobayashi, da Caterham, sobre Jules Bianchi, da Marussia, valendo a 17ª posição, foi anulada.

Fisker poderá regressar em 2015

posição, foi anulada. Fisker poderá regressar em 2015 A chinesa Wanxiang, que comprou a marca de

A chinesa Wanxiang, que comprou a marca de híbridos plug-

in, pretende relançar o Fisker Karma, seguido da versão carrinha e, posteriormente, uma mais “acessível”. Depois da aquisição dos direitos sobre a Fisker no início do ano, a empresa de peças de automóveis chinesa Wanxiang está à procura de um CEO permanente nos próximos três

meses - enquanto, para já, o presidente interino Roger Brown lidera um grupo de 25 funcionários (era de 150 antes da bancarrota). Em entrevista ao The Detroit News, Brown diz que a empresa precisa de criar uma nova sede, decidir onde os carros serão construídos – sendo que a Fisker é dona de uma fábrica em Delaware, nos EUA - e contratar cerca de

200 pessoas – muitos deles antigos colaboradores. Contudo,

o gestor não garante que a empresa continue a chamar-se

Fisker Automotive. “Wanxiang não é um nome vistoso”, diz

o americano: “eles não compraram a Fisker para exportar

tecnologia para a China… Eles compraram-na porque querem construir uma grande empresa de automóveis”. Em meados do próximo ano, a Wanxiang planeia voltar a produzir o Karma (na imagem). Seguir-se-á o Surf (versão

Paulo Alves – Carlos Moreira

Seguir-se-á o Surf (versão Paulo Alves – Carlos Moreira carrinha do Karma) em 2016, e o

carrinha do Karma) em 2016, e o Fisker Atlantic (a versão mais barata do Karma que nunca chegou a ser produzida), em 2017.

Porsche apresenta Macan de quatro cilindros na China

2017. Porsche apresenta Macan de quatro cilindros na China A nova versão de acesso a gasolina

A nova versão de acesso a gasolina do SUV conta com um

motor 2.0 TSI turbo com 237 cv, destinando-se para já a mercados asiáticos.

A Porsche apresentou no Salão de Pequim o Macan com o

motor EA288 2.0 TSI numa versão sobrealimentada com

237 cv (entre as 5000 e as 6800 rpm) e 350 Nm de binário

(1500 -4500 rpm). Trata-se do mesmo bloco de injeção

direta, utilizado noutros modelos do grupo Volkswagen, que

é possível encontrar, por exemplo, no Volkswagen Golf GTI

Performance (numa versão com 230 cv). Para já, a indicação da Porsche é que esta opção de acesso a gasolina estará

disponível apenas nalguns mercados asiáticos, incluindo

China e Japão. Esta versão do Macan poderá mesmo chegar

à Europa em 2015, contudo este motor deverá ser um

de quatro cilindros em linha e não um boxer com quatro

cilindros opostos que os alemães estão a desenvolver para os próximos Cayman e Boxster. Com efeito, desde 1995 que

a marca alemã não utilizava um motor de quatro cilindros, tendo-o feito pela última vez no 968.

Anunciado para já apenas com a caixa de dupla embraiagem PDK de sete relações (com patilhas no volante) e tração integral de série, este Macan consegue fazer 0-100 km/h em 6,9 segundos e atingir 223 km/h de velocidade máxima. Permite igualmente que anuncie consumos de 7,5 l/100 km

e emissões de CO2 de 168 g/km.

Esta versão do Macan agora apresentada distingue-se pelas jantes de 18 polegadas de série e dupla ponteira de escape

em formato trapezoidal. No interior, há um ar condicionado bizona, sendo que entre os opcionais constam ainda o teto panorâmico, a suspensão ativa PASM e sistema de auxílio ao estacionamento dianteiro e traseiro.

constam ainda o teto panorâmico, a suspensão ativa PASM e sistema de auxílio ao estacionamento dianteiro
28 Abril 2014 Ainda a tempo . 21
28 Abril 2014
Ainda a tempo . 21
28 Abril 2014 Ainda a tempo . 21 Festas da Praia da Vitória mais perto De
28 Abril 2014 Ainda a tempo . 21 Festas da Praia da Vitória mais perto De
28 Abril 2014 Ainda a tempo . 21 Festas da Praia da Vitória mais perto De
28 Abril 2014 Ainda a tempo . 21 Festas da Praia da Vitória mais perto De
28 Abril 2014 Ainda a tempo . 21 Festas da Praia da Vitória mais perto De

Festas da Praia da Vitória

28 Abril 2014 Ainda a tempo . 21 Festas da Praia da Vitória mais perto De
28 Abril 2014 Ainda a tempo . 21 Festas da Praia da Vitória mais perto De
28 Abril 2014 Ainda a tempo . 21 Festas da Praia da Vitória mais perto De

mais perto

De facto, estão ao virar da esquina. A 1 de Agosto, aí temos as famosas Festas da Praia da Vitória, na Terceira. Umas Festas que são de lá, sim, mas tocam no coração dos de cá. António Rodrigues, que é como que o “embaixador” das

disse-nos, desde logo, que era apenas um

almoço de convívio, mas a verdade é que é mais do que isso, a jeito de postal de convite entregue a todos quantos, directa ou indirectamente, estão ligados à Terceira e à Praia da Vitória.

festas entre nós

à Terceira e à Praia da Vitória. festas entre nós Um evento a decorrer no domingo,
à Terceira e à Praia da Vitória. festas entre nós Um evento a decorrer no domingo,
à Terceira e à Praia da Vitória. festas entre nós Um evento a decorrer no domingo,

Um evento a decorrer no domingo, com o Jornal prestes a

encerrar as suas páginas, não pode, infelizmente, ser trazido até às nossas colunas com o tempo que o interesse mereceria. A ele voltaremos, de resto, numa próxima oportunidade. É que, para além do mais, em carteira, temos uma troca de impressões, muito interessante, quer com o presidfente da Câmara de Praia da Vitória, Roberto Monteiro, quer com o vereador Tibério Dinis. Entrevistas que alargamos, de resto,

mas viveu,

a uma jovem senhora, Marline, que é da Praia

durante anos, nos Estados Unidos. De resto, tivemos ainda a oportunidade de sermos

apresentados ao conjunto Bel Cantus, vindo da Praia da Vitória, cujos membros foram dialogando connosco.

António Rodrigues

próxima oportunidade. Porque, de facto, o tempo urge e o

Jornal está nas bancas

não dá. Vamos voltar ao assunto numa

na segunda-feira de manhã.

Vamos voltar ao assunto numa na segunda-feira de manhã. ERVANÁRIA BEYOND EDEN CONSULTAS PRIVADAS E CONFIDENCIAIS
ERVANÁRIA BEYOND EDEN CONSULTAS PRIVADAS E CONFIDENCIAIS Por V e n e s s a
ERVANÁRIA BEYOND EDEN
CONSULTAS PRIVADAS E CONFIDENCIAIS
Por
V e n e s s a
B a r r o s
Leitura de Cartas
Consultas por telefone
Abertos de Segunda - Sábado
9 am - 6pm
(416) 901-4114
(647) 720-6667
Ervas / Produtos Naturais
Velas / Incensos
Ajuda Espiritual
Leitura de Cartas
Consultas por telefone
Faça da nossa casa parte da sua Família HOJE E SEMPRE!
Faça da nossa casa parte
da sua Família
HOJE E SEMPRE!
22 . Ainda a tempo 28 Abril 2014
22 . Ainda a tempo
28 Abril 2014

Comentário Semanal de Economia e Mercados – Semana de 21 a 25 de abril

Economia portuguesa

*Dados da execução orçamental no 1ºT2014 traçam boas perspetivas para a totalidade do ano, numa semana que ficou marcada pelo sucesso do 1º leilão de dívida portuguesa a 10 anos nãosindicada

A semana passada em Portugal ficou marcada pelo sucesso

do 1º leilão de dívida portuguesa a 10 anos não sindicada, ou seja, sem o apoio de um sindicato bancário de tomadores da dívida. De facto, para os 750 milhões de euros (M€), houve uma procura de 2 603 M€, ou seja, mais 3.47 vezes do que

o montante colocado. A taxa média da emissão fixou-se

em 3.5752%, que compara com 5.112% resultante de uma emissão já realizada este ano, com maturidade até fev-24, tendo então sido colocados 3 000 M€, mas, ao contrário da atual emissão, tratando-se de uma emissão sindicada. Refira-se, ainda, que esta 1ª emissão de dívida não sindicada foi colocada a uma taxa de juro inferior à do mercado secundário no fecho do dia anterior à emissão (3.701%), ficando bastante abaixo dos 8.767% em que esta taxa a 10 anos se encontrava antes do pedido de ajuda externa do país, admitido publicamente (embora tendo sido formalizado posteriormente) no dia 06/04/2011.

Parceria ABC/MontePio

sobretudo atendendo ao desempenho da economia a partir do 2º trimestre de 2013 – o nosso cenário de crescimento económico para 2014 é de 1.2%, mais favorável do que o que havia sido admitido pelo Governo no OE 2014 (+0.8%). No entanto, esta maior folga orçamental não deverá permitir aliviar as medidas de austeridade anunciadas, já que parte do resultado de 2013 foi obtido, como referido, através de medidas extraordinárias, nomeadamente por meio do regime excecional de regularização de dívidas fiscais e à Segurança Social.

Recorde-se que, relativamente a 2013, o défice orçamental cifrou-se em 4.9%, diminuindo face aos 6.4% de 2012 e ficando abaixo da meta de 5.5% estabelecida no PAEF e dos 5.9% admitidos pelo Governo em out-13, aquando da apresentação do OE 2014. Tratou-se de uma surpresa francamente positiva, que beneficiou: i) do impacto sobre a despesa e a receita do comportamento da economia melhor do que o esperado; ii) do perdão fiscal, que permitiu recolher 1 253 M€ (nomeadamente através do regime excecional de regularização de dívidas fiscais e à Segurança Social); iii) dos “ganhos de eficiência resultantes da nova estratégia de combate à fraude, evasão fiscal e à economia paralela” (nas palavras da Ministra das Finanças).

José Miguel Moreira (JoseMoreira@Montepio.pt)

1ºT2014 evidenciam uma redução do excedente da balança de bens e serviços a preços correntes, sugerindo, para já, um contributo (nominal) ligeiramente negativo para o crescimento do PIB neste trimestre. No entanto, estima-se que no conjunto do trimestre, e quando medidos em termos reais, os dados da balança de bens e de serviços possam revelar um ligeiro contributo positivo das exportações líquidas de bens e serviços para o crescimento do PIB (+0.2 p.p. no 4ºT2013), refletindo uma subida das exportações superior à das importações.

Passando agora para os referidos dados da execução orçamental, refira-se que o saldo provisório das

administrações públicas relevante para efeitos de aferição do cumprimento do PAEF ascendeu em março a -825.5 M€, um défice inferior ao observado em igual período do ano passado (-1 350.7 M€). Um resultado favorável e que representa uma elevada margem face à meta trimestral definida pela troika para o 1ºT2014 (-1 700.0 M€). Apesar de ainda insuficientes, estes primeiros números de execução orçamental dão, para já, boas indicações para

o cumprimento da meta do défice orçamental para 2014.

Note-se que o facto de a execução orçamental de 2013 ter-se revelado mais favorável do que o anteriormente admitido também já tinha vindo traçar melhores perspetivas para o cumprimento do défice de 2014, num contexto em que o cenário macroeconómico de base para o OE- 2014 passou a ser considerado já um pouco pessimista,

o OE- 2014 passou a ser considerado já um pouco pessimista, Relativamente à informação macroeconómica conhecida

Relativamente à informação macroeconómica conhecida durante a semana, saliente-se os dados de março da execução orçamental da DGO, que revelaram um défice inferior ao do período homólogo, tratando-se de um resultado favorável já que evidenciou uma elevada margem face à meta definida pela troika para o 1º trimestre do ano, continuando a dar boas indicações para o cumprimento da meta do défice para 2014, a qual continuará também a beneficiar do facto de a execução orçamental de 2013 ter-se revelado mais favorável

do que o anteriormente admitido. Relativamente a outros dados conhecidos, refira-se a leitura de fevereiro da balança corrente, que deu conta de uma ligeira subida (de -66 M€ para -54 M€), contabilizando o

2º défice consecutivo depois de ter registado um excedente

máximo histórico de 465 M€ em dez-13, mas evidenciando 9 excedentes em 15 meses, que representam, juntamente com

o observado no mês de jul-12, os únicos saldos positivos

desta série. Em 2013, observou-se um excedente de 0.5%,

o maior desde, pelo menos, 1960, esperando-se uma nova

subida em 2014 (prevemos 1.0%, acima dos 0.8% previstos pelo FMI e abaixo dos 1.2% projetados pela OCDE). Começando a nossa análise precisamente pelos dados sobre a balança corrente (ajustados de sazonalidade), esta melhoria do saldo em fevereiro esteve associada a comportamentos distintos das diversas balanças, mas positivos numa ótica de contributo para o crescimento do PIB, com um

desagravamento do défice da balança de bens e uma subida do excedente da balança de serviços. Em termos trimestrais, embora ainda sem as leituras de março, estes dados do

Mota Amaral fala em sessão do “25 de Abril”

PSD tem de voltar a centrar discurso no apoio aos mais desfavorecidos

O deputado do PSD/Açores à Assembleia da República, Mota

Amaral, defendeu, sexta-feira, hoje a necessidade do PSD voltar a centrar o seu discurso no “apoio aos trabalhadores e aos mais desfavorecidos”.

Falando durante uma exposição organizada pelo PSD/ Açores, alusiva à Revolução do 25 de Abril, realizada em Ponta Delgada, o antigo presidente do Governo Regional e ex-presidente da Assembleia da República, lembrou que “as grandes linhas de rumo” dos social-democratas devem estar centradas nos “cidadãos”. “Nesta altura, em que há tantas tentativas de impor um pensamento único, que faz desaparecer e entrar na clandestinidade questões tão fundamentais, como seja a responsabilidade do Estado na promoção e ajuda aos mais fracos, já não se fala nos cidadãos, nas pessoas”, lamentou Mota Amaral.

O deputado social-democrata elogiou a exposição organizada

pelo PSD/Açores, alusiva à Revolução dos Cravos, recordando que há momentos que “ficaram marcados” no partido, após o 25 de Abril, como foi o caso do primeiro comício realizado em São Miguel. “Nesse comício, após uma manifestação pelas ruas de Ponta Delgada, na sequência das eleições para a Assembleia Constituinte de 1975, quisemos mostrar que o povo estava com o PPD, e que a vitória do PS a nível nacional em nada diminuiu a grande vitória que o PPD tinha obtidos nos Açores, nessas eleições” lembrou Mota Amaral.

Recordações de “ontem”

Segundo recordou, nesse comício, os dirigentes do PSD estavam “empoleirados” em cima de uma mesa que tinha pertencido à Legião Portuguesa, e que tinha sido oferecida pelo MFA, dos dias seguintes ao 25 de Abril.

sido oferecida pelo MFA, dos dias seguintes ao 25 de Abril. “O MFA deu-nos essa mesa,

“O MFA deu-nos essa mesa, deu-nos uma série de móveis que vinham da sede da Ação Nacional Popular, e até uma máquina de escrever que tinha pertencido à ex-PIDE-DGS, e com a qual nós, durante muito tempo, datilografamos os nossos comunicados”, recordou ainda Mota Amaral, perante os risos da plateia. Também o atual líder do PSD/Açores, Duarte Freitas, partilhou a ideia de que “o essencial”, na política, “são as pessoas”, para as quais os partidos “devem sempre trabalhar”. “A Autonomia permitiu que ilhas com mais de 500 anos de história, que estavam de costas voltadas, finalmente se juntassem, e a social-democracia foi a resposta aquilo que estava no amago do povo açoriano: a solidariedade; dar as mãos a quem precisa”, realçou Duarte Freitas. Segundo explicou, “há partes das nossas ilhas e ilhas que estão a ficar para trás”, situação que a confirmar-se poderá “matar o legado dos pais fundadores”.

28 Abril 2014 Coisas e loisas . 23
28 Abril 2014
Coisas e loisas . 23

5-Hidroxitriptamina

Por: Antonio Custodio Barros (NhP 7132)

5-Hidroxitriptamina Por: Antonio Custodio Barros (NhP 7132) Tel. 416 533-8907 Também chamada 5-HTP, é usada pelas

Tel. 416 533-8907

Também chamada 5-HTP, é usada pelas pessoas, para se obter

serotonina, a qual é usada pelo cérebro e pelos nervos para obter o necessário equilíbrio que permite uma boa qualidade de sono, gozar

de uma boa disposição e uma boa atitude perante a vida. Também

é referido como redutor ou antes controlador da dor ou ainda como equilibrador da peristalise intestinal (movimentos fisiológicos do intestino) que ajudam a controlar o mal-estar abdominal nas pessoas que sofrem de colite. E ajuda normalmente a reduzir peso corporal excessivo.

Mesmo que coma comida, muito rica em L-Triptofano, isso não significa que possa resultar em 5-http suficiente e util.

O 5-HTPé usado no tratamento da insónia, depressão, ansiedade,

fibromialgia, enxaquecas, dores de cabeça, dores musculares de

tensão, neuropatia periférica, etc. Ajuda mas normalmente tem de

se fazer as terapêuticas de suporte gerais para cada pessoa.

Uma boa semana!

OFERTAS DE EMPREGO PASTELEIRO
OFERTAS DE EMPREGO
PASTELEIRO

com conhecimentos de Pastelaria Portuguesa. Trabalho em London. Falar com Felipe Gomes, 1-519-435-0616

ALUGA-SE

Quarto aluga-se para menina ou senhora portuguesa, na área de St. Clair & Caledonia, com cozinha a partilhar com senhora. Tem tv e lavandaria. Transportes e supermercados à porta. Disponível a partir de 1 de Janeiro. Contactar: 416-654-1736 ou 416-465-4885.

-Empregados de limpeza, em regime de part-time, para a

área de Toronto e Mississauga.

905-455-5414.

-Assistente administrativa, fluente em português, informática e conhecimento do sector financeiro.

416-531-4631.

Ext. 4260.

-Empregados de limpeza.

647-274-1379.

-Costureira com experiência, para confeção de camisas.

Contactar Eva.

416-236-3114.

-Carpinteiro de 1 a 5 anos de experiencia, com conhecimento

de leitura de plantas.

Contactar Fernando.

416-832-7092.

-Funcionário administrativo para edíficio residencial. Contacte Manuel Ferreira, 416-880-3857.

-Assistente de apoio ao domícilio, para trabalhar com pessoas de idade e/ou desabilitadas. Fluente em português e inglês

e com Certificado de Personal Support Worker.

Enviar

resumé à atenção de Patrícia Gomez.

416-532-6873.

-Padeiro com experiência e uma senhora para ajudar na

cozinha, com experiência em salgadinhos.

416-654-1780.

-Empregados de limpeza para a area de Toronto.

416-653-6897.

PRECISA-SE PADEIRO COM EXPERIÊNCIA Tel. 416 651 1780

Castle Auto Collision

procura um Preparador de automóvel para pintura e Detalhador de Automóvel.

Preferimos candidatos com experiência

Para marcar uma entrevista liga para Jeanette 416-789-4179 ou envie seu currículo para castleauto@idirect.com

Vantagens do Xarope de Seiva Natural

Vantagens do Xarope de Seiva Natural Vantagens do Xarope de Seiva Natural vs Seivas Concorrentes: Receita
Vantagens do Xarope de Seiva Natural Vantagens do Xarope de Seiva Natural vs Seivas Concorrentes: Receita
Vantagens do Xarope de Seiva Natural Vantagens do Xarope de Seiva Natural vs Seivas Concorrentes: Receita

Vantagens do Xarope de Seiva Natural vs Seivas Concorrentes:

Receita Original

O processo de fabrico continua a seguir

a receita concebida pelo criador da Cura com Sumo de Limão. Mistura de 2 Tipos de Seiva Seiva de Palma - Rica em potássio e sódio

Seiva de Ácer – Rica em manganês e zinco. Seivas de Grau C+

O grau mais rico em cálcio, zinco, manganês e ferro.

Tecnologia de “Hot-Filling’’ Embalada a quente não necessitando por isso de conservantes. Sem aditivos químicos - 100% natural, sem corantes nem conservantes

Desintoxicar *Acção Drenante
Desintoxicar
*Acção Drenante
corantes nem conservantes Desintoxicar *Acção Drenante O Xarope de Seiva Original permite: * * Acção Anti-Toxinas
corantes nem conservantes Desintoxicar *Acção Drenante O Xarope de Seiva Original permite: * * Acção Anti-Toxinas
corantes nem conservantes Desintoxicar *Acção Drenante O Xarope de Seiva Original permite: * * Acção Anti-Toxinas
corantes nem conservantes Desintoxicar *Acção Drenante O Xarope de Seiva Original permite: * * Acção Anti-Toxinas
corantes nem conservantes Desintoxicar *Acção Drenante O Xarope de Seiva Original permite: * * Acção Anti-Toxinas

O Xarope de Seiva Original permite:

*

* Acção Anti-Toxinas Reduzir eficazmente o peso

* Acção Lipolítica

* Acção Anti-Gorduras localizadas Reduzir o volume e ventre mais liso *Acção Anti-Retenção de líquidos

* Acção Anti-Celulítica.

Acção Diurética

de líquidos * Acção Anti-Celulítica. Acção Diurética Promover Bem-Estar * * * *Acção Tonificante * Obtenção
de líquidos * Acção Anti-Celulítica. Acção Diurética Promover Bem-Estar * * * *Acção Tonificante * Obtenção
de líquidos * Acção Anti-Celulítica. Acção Diurética Promover Bem-Estar * * * *Acção Tonificante * Obtenção
de líquidos * Acção Anti-Celulítica. Acção Diurética Promover Bem-Estar * * * *Acção Tonificante * Obtenção

Promover Bem-Estar

Anti-Celulítica. Acção Diurética Promover Bem-Estar * * * *Acção Tonificante * Obtenção de um aspecto mais

*

*

*

*Acção Tonificante

* Obtenção de um aspecto mais juvenil

*Obtenção de maior elasticidade do Corpo.

Acção Auto-Regenerante

Acção de Auto-regulação

Acção Estimulante

Esta dieta não se destina apenas ao emagrecimento mas também para desintoxicar o organismo, promovendo o seu bem-estar. A cura com xarope de Seiva e sumo de limão é um meio eficaz para desintoxicar o organismo se for feito de acordo com as instruções correctas (aconselhamos a leitura do livro “A cura com sumo de limão” de K.A.Beyer) e com os ingredientes apropriados. Verificou-se em vários casos que uma alteração de um ingrediente pode provocar efeitos indesejáveis. O uso de produtos de imitação (por vezes contendo conservantes e/ou aditivos) pode ser prejudicial para esta dieta.

FLORA UNIVERSAL / Lagoa Azul

1227 Dundas St. W. - Toronto - M6J 1X6 Tel.: (416) 533-8907 - Fax (416) 533-5324 /

Email:ervanaria@bam-internacional.com - www.florauniversal.com

Clubes e Associações AMOR DA PÁTRIA - Sábado, 3 de Maio, pelas 18:30 horas, Baile
Clubes e Associações
AMOR DA PÁTRIA - Sábado, 3 de Maio, pelas 18:30 horas,
Baile do Sócio. Música para dançar com Tony Silveira Band.
Haverá Jantar. Reservas e Informações, Manuela Goulart, 905-
274-9488 ou Manuel Terra, 416-789-9013.
LUSO-CAN TUNA – Eleições e resultados: Magister
(Presidente) - George “Gibson”Silva; Vice- Magistra (Vice
Presidente) - Tanya “Mini Mon” Costa; Maestra - Sonia
“Kunami” Goncalves; Vice-Maestro - Miguel Dias; Secreataria
- Sonia “Kunami” Goncalves; e Tesoureiro - George
“Gibson”Silva.
ARSENAL DO MINHO - 10 de Maio, Festa da Mãe, começando
o Jantar às 19:30 horas. Para informações, (416) 841-1676.
ASAS DO ATLÂNTICO - Dia 10 de Maio, celebracao do dia
da Mae. Jantar. Música com Tony silveira band. Reservas:
Marilia Fraga (647) 771-4818; Ana Dias (416) 537-1556; e
Cristiano Macedo ( 416) 889-5620
PESSOAL DE LIMPEZA
PARA ESCRITÓRIOS
CASA DO ALENTEJO - Sábado, 10 de Maio, no Salão Nobre,
Baile do Ovo, com Jantar e Baile. Musica por Michael da Silva –
“Live Musician”. Reservas através do telefone 416 537 7766.
Full-time e Part-time.
Greater Toronto Area
CENTRO CULTURAL PORTUGUÊS DE MISSISSAUGA –
Sabado, dia 3 de Maio, tradicionais sopas do espirito Santo, com
o conjunto Mexe-Mexe. Reservas, pelo 905-286-1311.
Telefonar para 905-273-5954
PRECISA-SE
CASA DOS POVEIROS – Dia 11 de Maio, a partir das 12.30,
Dia da Mãe / Aniversário do Rancho Infantil. Almoço, actuação
do rancho infantil, surpresas para as mães, e baile. Para reservas
contatar 416-457-1890 ou 416-871-7334.
IRMANDADE DO ESPÍRITO SANTO (Santa Maria dos Anjos)
– Sábado, 10 de Maio, Festa Das Mães no Salão Paroquial.
Jantar servido âs 7 da noite seguido de Baile com Katy Alves.
Mais informações e reservas, 416-656-4170.
Pedreiros (bricklayers)
Ajudantes (Labourers)
Tractoristas (fork-lifts)
Informações: 416 989 3055