Você está na página 1de 2

ESCOLA SECUNDRIA COM 3CEB DE OLIVEIRA DO HOSPITAL Ficha de Trabalho de Fsica e Qumica A 10 ano Assunto: Erros de Medida Outubro

o de 2011

1.

Classi i!ue as a irma"#es se$uintes como Verdadeiras ou Falsas% e corri&a as alsas: A- Ao e ectuar uma medi"'o% o seu resultado (em sem)re a ectado de erros. B- Os erros sistem*ticos s'o erros !ue ocorrem ao acaso. C- Quanto maior + a sensibilidade de um a)arelho de medida% maior + a menor di(is'o da escala. D- ,ma boa )recis'o im)lica sem)re uma boa e-actid'o. E- .e um a)arelho de medida est* mal calibrado% os resultados obtidos ser'o im)recisos. F- A )recis'o de uma medida d*/nos ideia da )ro-imidade da medida em rela"'o ao (alor (erdadeiro.

2. A tabela !ue lhe + a)resentada indica os resultados das medi"#es de (*rias $rande0as. Com)lete/a. Medidas 222%300 s 0%00024 $ 0%0567 m2 3768%734 m$ 1.2 de al$arismos si$ni icati(os 1ota"'o cient ica Ordem de $rande0a

8. Escre(a os n9meros !ue se se$uem em nota"'o cient ica e com !uatro al$arismos si$ni icati(os% e ectuando os arredondamentos !ue achar necess*rios. a: 3;5;8 b: ;34%7 - 1016 c: 258%4; d: 0%0025 - 10/;

6. <esol(a as se$uintes o)era"#es% a)resentando o resultado em nota"'o cient ica e com o n9mero correcto de al$arismos si$ni icati(os. a: 2%;0 - 108 = ;%0 16- 102 b: 8%00 - 10/; 1%0 - 10/4 c: ;450 - 8%0 - 102 d: 16;%4; = 2%8 - 108

;. Tr>s alunos determinaram a massa de um $obl+ de 200 m?. .abe/se !ue o (alor correcto + 32%;00 $ e os resultados das suas medi"#es est'o na tabela se$uinte: Aluno @ 32%60 $ 32%;1 $ 32%84 $

Medi"'o 1A 2A 8A

A 31%6; $ 32%00 $ 32%;0 $

C 32%;0 $ 30%00 $ 47%77 $

;.1 Calcule o (alor mais )ro(*(el determinado )elos tr>s alunos% A% @ e C. ;.2 Bndi!ue !ual dos alunos e ectuou as medi"#es com maior e-actid'o. ;.2.1 <e ira uma )oss(el onte de erro !ue tenha a ectado a e-actid'o. ;.8 Bndi!ue !ual dos alunos e ectuou as medi"#es com maior )recis'o. ;.8.1 <e ira uma )oss(el onte de erro !ue tenha a ectado a )recis'o. ;.6 Bndi!ue !ual + a sensibilidade da balan"a utili0ada )elos alunos.

5. O Caulo )retende a0er a identi ica"'o do material de !ue era eito um determinado cubo. Com essa inalidade% or$ani0ou uma se!u>ncia de e-)erimenta"#es a !ue tinha de su&eitar o cubo:

A- ,sou uma cra(eira e e ectuou di(ersas leituras da aresta do cubo% obtendo os se$uintes resultados:
N. d e!sai C "#ri"e!$ da ares$a %&"' 1 ;%02 2 ;%00 8 6%73 6 ;%02

B- Determinou o (olume do cubo em cm8. C- ,sou uma balan"a cu&a )recis'o tinha uma determinada sensibilidade e reali0ou% do mesmo modo% 6 ensaios:
N. d e!sai Massa %(' 1 302%00 2 302%0; 8 301%3; 6 301%00

5.1 Bndi!ue !ual + a sensibilidade da balan"a% em un"'o dos resultados obtidos )ara a massa do cubo. 5.2 <e ira 2 cuidados !ue o Caulo te(e de ter na utili0a"'o da balan"a 5.8 Calcule o (alor mais )ro(*(el determinado )elo Caulo: a: )ara o (olume do cubo. b: )ara a massa do cubo. 5.6 Determine o (alor obtido )elo Caulo )ara o (olume do cor)o. 5.; <e ira outro modo de )roceder )ara a determina"'o do (olume do cor)o.