Você está na página 1de 2

ESCOLA SECUNDÁRIA DE MONTEMOR-O-VELHO

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE


2007/09

A – PREPARAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DAS ACTIVIDADES LECTIVAS


Grelha de Análise Documental

ITENS CONSIDERADOS

A – Preparação e organização das actividades lectivas SIM NÃO


A1 Correcção científico-pedagógica e didáctica da planificação das actividades lectivas
longo
Procede à planificação das actividades lectivas, apresentando planos de prazo médio
curto
finalidades
Planifica de acordo com as orientações curriculares e programáticas, tendo em conta
objectivos gerais
as/os
competências
perfil dos alunos
Contempla nas planificações o/os
objectivos do PE
Articula de forma coerente os vários níveis de planificação (longo, médio e curto prazo)
Apresenta propostas diversificadas de estratégias pedagógicas e recursos didácticos.
Prevê instrumentos diferenciados de avaliação.
Formula as propostas com rigor, clareza e correcção linguística
Fundamenta as opções científicas e pedagógicas presentes na organização e planificação do seu ensino.
A2 Adequação das estratégias de ensino-aprendizagem aos conteúdos programáticos, ao nível etário e às
aprendizagens anteriores dos alunos.
Varia as estratégias de ensino-aprendizagem, explorando as que melhor se adaptam a cada conteúdo.
Adequa a exploração dos conteúdos científicos e técnicos ao nível etário dos alunos.
Diversifica e diferencia estratégias de modo a corresponder à especificidade dos alunos.
Envolve os alunos no processo de aprendizagem e gestão do currículo, promovendo estratégias de entreajuda e auto-
desenvolvimento.
A3 Adaptação da planificação e das estratégias de ensino-aprendizagem ao desenvolvimento das
actividades lectivas.
Distribui adequadamente o número de aulas destinadas a cada segmento do programa.
Reformula, com base em critérios, a planificação e as estratégias de ensino-aprendizagem.
Explicita os critérios que fundamentam as alterações.
A4 Diversidade, adequação e correcção científico-pedagógica das metodologias e recursos apresentados.
Adopta orientações metodológicas que favorecem a integração de saberes transversais e multidisciplinares.
Utiliza metodologias que visam promover a autonomia dos alunos e a sua identidade individual e cultural.
Cria recursos adequados aos alunos, aos conteúdos e às orientações metodológicas.
Planifica actividades que implicam a utilização das TIC pelo professor e pelos alunos.
Considera os recursos disponíveis na escola nomeadamente a biblioteca, a plataforma moodle, os quadros interactivos
e outros, no desenvolvimento da literacia da informação.

D - Avaliação das aprendizagens dos alunos

A1 Regularidade, adequação e rigor da avaliação diagnóstica, formativa e sumativa das aprendizagens,


incluindo a sua apresentação em tempo útil aos alunos.
Elabora instrumentos de avaliação diagnóstica, formativa e sumativa.
Aplica-os com regularidade ao longo do processo ensino-aprendizagem.
Determina um prazo máximo de apresentação dos resultados aos alunos e cumpre-o.
Elabora os instrumentos de avaliação em articulação com a planificação traçada.
Articula as várias modalidades de avaliação procedendo aos ajustes necessários à sua permanente adequação.

ITENS CONSIDERADOS

D2 Utilização dos resultados da avaliação na preparação, organização e realização das SIM NÃO
actividades lectivas.
ESCOLA SECUNDÁRIA DE MONTEMOR-O-VELHO
AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE
2007/09
Diversifica as situações e os instrumentos de avaliação.
Procede ao tratamento da informação fornecido pelos instrumentos de avaliação.
Usa a avaliação como um instrumento formativo e de diagnóstico, tendo em vista a superação das dificuldades dos
alunos.
Retira do tratamento da avaliação dados que utiliza para reestruturar o processo de ensino-aprendizagem.
D3 Observância na avaliação dos alunos dos critérios indicados pela administração educativa
ou aprovados pelos órgãos competentes do Agrupamento/Escola.
Aplica os critérios de avaliação definidos, de acordo com a lei, em Departamento e aprovados pelo C.P.
Divulga-os aos alunos de modo a assegurar a transparência do processo de avaliação.
D4 Promoção da auto-avaliação dos alunos.
Promove situações que estimulam, nos alunos, a reflexão sobre a sua aprendizagem.
Informa-os, com rigor, sobre o que lhes é pedido.
Cria instrumentos de registo que auxiliam os alunos no processo de auto-avaliação.
Aplica instrumentos de auto-avaliação no final de cada período.