DERIVAÇÃO SUFIXAL De entre as dezenas de sufixos que formam palavras derivadas, muitas vezes com significações diversas, eis

alguns dos mais usuais:
SUFIXO -ismo SIGNIFICAÇÃO Doutrina; modo de proceder; termos -al -ar, -ear -aria -eiro -eza, -ez -edo -ense, -ês -ista -(á)vel, (í)vel -oso -mente médicos... Qualidade ou estado; plantação Prática de uma acção Conjunto; lugar de venda... Árvores e arbustos; Origem; profissão Qualidade Conjunto Origem Partidário; ocupação; origem... Qualidade; Susceptibilidade de Qualidade; Abundância... Modo EXEMPLOS

Há um grupo de sufixos de grande fertilidade em português: os diminutivos e os aumentativos. Eis alguns exemplos: entre os primeiros, -inho (gatinho), -zinho (pezinho), -ito (mosquito), -ota (casota), -eco (livreco), etc.; entre os segundos, -ão (portão), -arrão (homenzarrão), -aço/a (ricaço, mulheraça), -arra (bocarra), -alha (muralha), etc. No nível de língua cuidado, surgem formações plasmadas no Latim em que entram os chamados diminutivos eruditos –ulo/a e –culo/a: corpúsculo, febrícula, glóbulo, gotícula, grânulo, nódulo, nótula, partícula, película, etc.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful