Você está na página 1de 4

GESTALT - PSICOLOGIA DA FORMA

GESTALT - antecessores

 Kant – 1724-1804 – Nega o empirismo.


 Psicofísica – sensações de espaço-forma e tempo – forma : Ehrenfels.
 Wertheimer – 1886 – 1943
 Kohler – 1887 – 1967
 Koffka – 1886 – 1941
 Estudos de percepção e sensação do movimento.

 Objeto e estudo – Comportamento mas não despreza os conteúdos de consciência


que pelos behavioristas não poderiam ser estudados cientificamente.

 Não estuda o comportamento de forma isolada de um contexto mais amplo.

 Comportamento é estudado nos seus aspectos mais globais – condições que alteram
a percepção do estímulo.

Características

 Nega a fragmentação das ações e processos humanos.

 A experiência e o comportamento são áreas legítimas de estudo para o


psicólogo.

 Método qualquer um que seja adequado ao problema – não seccionar o


problema.

 Contra o reducionismo e elementista – a favor da abordagem estrutural dos


conjuntos – O todo é diferente da soma das partes.

 Método fenomenológico e observação do comportamento

ILUSÃO DE ÓTICA

 Percebe-se um estímulo físico como uma forma diferente da que ele tem na
realidade.
Percepção
 O que há entre um estímulo e uma resposta?
 Questionamento da relação de causa e efeito.
 Entre o estímulo e a resposta – Processo de percepção. Como o sujeito percebe?
Leis da Percepção – busca da boa forma

Fechamento
Simetria
Regularidade

Apreendemos a forma não pelas suas partes mas sim pela apreensão global de uma
sitiuação.

FIGURA E FUNDO

 Quanto mais clara estiver a forma ( boa-forma) mais clara será a separação entre
figura e fundo.
 É importante para percebermos com clareza que esteja nítido o que é figura e o que
é fundo. Nosso comportamento depende dessa percepção.

MEIO
 Conjunto de estímulos determinantes do comportamento.

 Meio Geográfico – É o meio físico em termos objetivos. Ex. sala, carteiras,


lousa...etc.

 Meio Comportamental – Resultado da interação do indivíduo com o meio físico,


sua interpretação desse meio através das forças que regem a percepção.
Campo Psicológico
 Temos uma tendência a estabelecer a unidade das semelhanças entre duas pessoas
mais do que suas diferenças.
 Tendência a juntar os elementos – Força do campo psicológico.

Campo Psicológico

 Campo de força que nos leva a procurar a boa forma.


 Força de atração e repulsão.
 Garante a busca da melhor forma possível em situações não estruturadas.

Princípio de campo psicológico


 Proximidade – Os elementos mais próximos tendem a ser agrupados.
 Semelhança – Os elementos semelhantes são agrupados.

 Fechamento – Tendência de completar os elementos faltantes para garantir a


compreensão.

INSIGHT
 Aprendizagem – Não associacionista – A aprendizagem é poder fazer a relação
entre o todo e a parte, onde o todo tem papel fundamental na compreensão do objeto
percebido.

 Insight – Compreensão imediata, sem que tenhamos feito esforço para perceber a
relação figura-fundo. Caracteriza-se por um entendimento interno.

TEORIA DE CAMPO - KURT LEWIN

 Kurt Lewin – 1890 – 1947


 Elabora a Teoria de Campo
 Abandona a preocupação psicofisiológica e busca na física suas bases.

 Espaço Vital – Totalidade dos fatos que determinam o comportamento do indivíduo


num determinado momento.

 Campo Psicológico – Espaço de vida considerado dinamicamente, leva-se em conta


o indivíduo e o meio mas também a totalidade dos fatos coexistentes e mutuamente
interdependentes.- Realidade Fenomênica.

 Deve ser representando tal como ele existe para o sujeito num determinado
momento e não como ele é em si.

 Amizades, objetos, objetivos conscientes e inconscientes, sonhos e medos


determinam nossa percepção e comportamento tanto quanto qualquer ambiente físico.

Realidade Fenomênica

 Corresponde ao meio comportamental da Gestalt.


 Maneira particular como o indivíduo interpreta uma determinada situiação.
 Campo Social – formado pelo grupo e seu ambiente

 Gestalt – Terapia

 Relação dos indivíduos com o ambiente.


 Ser humano tem estruturas inatas idênticas mas a diferença de compreensão e
comportamento são explicadas pelo momento no qual a percepção ocorre e em qual
ambiente.
 Foca a consciência de como as coisas estão ocorrendo no momento – aqui e agora.

Saúde mental
 Saudável o sujeito que vive no presente, responde e percebe de acordo com a
situãção podendo assim interagir com o meio.

 O passado deve fazer parte de uma Gestalt Já fechada.

 As situações atuais devem ser entendidas como um movimento psicológico que


alterna percepções de figura e fundo.