Você está na página 1de 3

REGIMENTO DA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DA AVALIAÇÃO DO

DESEMPENHO

A Comissão de Coordenação da Avaliação do Desempenho dos


Professores é criada em cumprimento do artº 13º do Decreto-Regulamentar
nº2/2008 de 10 de Janeiro.

ARTIGO 1º

DA COMPOSIÇÃO

A Comissão é composta pelo presidente do Conselho Pedagógico, que


preside e por quatro professores titulares, membros deste órgão.

ARTIGO 2º
DESIGNAÇÃO

Os membros da Comissão poderem propor-se individualmente para a


Comissão, ou poderão ser propostos por outros membros do Conselho
Pedagógico, em reunião deste órgão. Em caso de empate proceder-se-á a
uma votação secreta, ficando eleito o membro mais votado.

ARTIGO 3º

COMPETÊNCIAS

a) Elaborar e rever quando necessário o Regimento;

b) Assegurar a avaliação na ausência ou impedimento de um dos


avaliadores, nos termos do nº 1 do artigo 12º do Decreto-
Regulamentar nº2/2008 de 10 de Janeiro;

c) Estabelecer directivas para uma aplicação objectiva e harmónica


do sistema de avaliação do desempenho, tendo em conta as recomendações
formuladas pelo conselho científico para a avaliação dos professores;
d) Analisar e validar as propostas de avaliação final correspondentes
às menções qualitativas de Insuficiente, Muito Bom e Excelente, mediante a
conferência das fichas;

e) Confirmar formalmente, exarando em acta da respectiva reunião, o


cumprimento das percentagens máximas na validação das propostas de
avaliação correspondentes às menções de Excelente e Muito Bom;

f) Validar as avaliações de Regular e Bom efectuadas pelos


avaliadores;

g) Devolver, acompanhadas das orientações que os avaliadores devam


cumprir para assegurar a posterior validação, as propostas de avaliação
cujas classificações não tenham sido validadas;

h) Emitir parecer vinculativo sobre as reclamações das avaliações


atribuídas, no prazo de cinco dias úteis subsequentes à recepção do pedido.

ARTIGO 4º

IMPEDIMENTOS

O membro da Comissão que exerça também funções de avaliador não


pode intervir na emissão do parecer daquele órgão sobre a proposta de
avaliação ou apreciação da reclamação relativa ao docente que avaliou.

ARTIGO 5º

MANDATO

A Comissão tem um mandato correspondente ao mandato dos seus


membros em Conselho Pedagógico
Qualquer um dos membros poderá solicitar, de forma fundamentada,
a sua demissão da mesma, ao Presidente do Conselho Pedagógico, sendo a
mesma apreciada por este órgão, que, no caso da aceitação da mesma
procederá à sua substituição nos termos previstos no artigo 2º.
ARTIGO 6º

REUNIÕES
A Comissão reúne, mediante convocatória do seu presidente divulgada
com 48 horas de antecedência.
A Comissão só poderá reunir com um mínimo de três membros.

ARTIGO 7º

SECRETÁRIO

O cargo de secretário será desempenhado de forma rotativa por


todos os membros da Comissão, com excepção do seu presidente.
O secretário coadjuvará o presidente, nomeadamente lavrando acta
da reunião.

ARTIGO 8º

VOTAÇÕES

As votações serão feitas de braço no ar, por maioria simples de


votos, tendo o presidente voto de qualidade.
Os membros da Comissão deverão guardar sigilo das decisões
tomadas em reunião.