Você está na página 1de 23
Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

EXERCÍCIO 8: TRABALHANDO COM LAYERS E SIMBOLOGIAS

Neste exercício, você aprenderá mais sobre as propriedades do layer. Você trabalhará com dados vetoriais e raster, e criará um estilo para aplicar uma simbolização padrão para o layer.

Passo 1: Inicie o ArcMap e adicione layers no mapa

Inicie o ArcMap e escolha A new empty map.

Clique no botão Add data

.
.

Navegue até a pasta C:\Curso\Parte 2\Bico_Papagaio, adicione a coverage municbico como um novo layer no seu mapa.

Dê um clique com o botão direito do mouse no layer municbico polygon e clique Properties.

Na janela General, mude o Layer Name para Municípios do Bico do Papagaio.

Clique OK.

Passo 2: Mude o Data View do ArcMap e as opções do Table of Contents

Você pode alterar as propriedades do ArcMap para satisfazer melhor suas preferências. Neste passo, você experimentará como colocar propriedades diferentes no ArcMap. Primeiro você vai explorar a propriedade da guia Source.

No Table of Contents, clique na guia Source.

Note que a Table of Contents muda para referir com mais detalhes a localização do dado fonte para seu layer.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Mova seu cursor para o lado direito da Table of Contents. Clique e arraste o cursor para reduzir ou aumentar o tamanho dela.

Note como o seu mapa aumenta ou diminui em escala para encaixar dentro da janela do ArcMap. Agora você modificará a aplicação do ArcMap. Primeiro você modificará a área de visualização para manter a mesma escala do dado visualizado mesmo se a janela de aplicação do ArcMap mudar de tamanho.

Clique no menu Tools > Options.

Clique na guia Data View.

Na área de título When the application window is resized, clique Dont't redraw the display to fit inside the window.

A seguir, você modificará a Table of Contents do ArcMap para desabilitar a guia Source.

Ainda na janela Options, clique na guia Table of Contents.

Nas opções do Table of Contents Tabs, tire a seleção do Source. Você não quer visualizar a guia Source.

Em Patch Shape, clique na seta do campo Area.

Escolha a opção Urbanized Area da lista dos tipos de símbolos de área. Você quer visualizar formatos cartograficamente sofisticados para os símbolos da legenda na Table of Contents.

Clique OK na janela Options.

Note as mudanças na Table of Contents do ArcMap. A guia Source não é mais visualizada, e o símbolo usado para o polígono não é mais um simples retângulo. A seguir você redimensionará a janela para ver o que suas mudanças afetaram nas opções para visualizar o Data View.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Redimensione a janela do ArcMap clicando e arrastando a Table of Contents. Note que a escala do seu mapa não muda, mesmo sua janela ficando grande ou pequena.

Use a janela Options para colocar as propriedades do ArcMap como eram antes.

Passo 3: Adicione campos de uma tabela relacionada

Armazenar atributos em diferentes tabelas relacionadas pode ser melhor do que armazená-Ios diretamente na tabela do layer. Para acessar os valores, você pode criar um join ou relate que defina o relacionamento entre duas tabelas. Nesse passo, você irá usar o join para acessar os atributos relacionados. Primeiro, examine os campos de atributo para os municípios do Bico do Papagaio.

Na Table of Contents, dê um duplo dique em Municípios do Bico do Papagaio.

Clique na guia Fields.

O layer Municípios do Bico do Papagaio contém oito campos. A maioria deles são campos padrões para armazenar feições de shapes e números de identificação. Existe um campo adicionado pelo usuário, chamado COD_MUNIC. Este campo contém um único número de identificação para cada município. Este é o campo que contêm links das áreas dos municípios para os seus dados demográficos, os quais estão armazenados em outra tabela.

Para acessar o dado demográfico, você criará um join.

No Layer Properties, clique em Joins & Relates.

Na área Joins, clique Add.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Para What do you want to join to this layer?, confirme ou clique Join attributes from a table.

Para Choose the field in this layer that the join will be based on, selecione COD_MUNIC.

Para Choose the table to join to this layer, clique no botão Browse e selecione Bico_Papagaio.dat da pasta Bico_Papagaio.

Clique Add.

Para

COD_MUNIC.

Choose

the

field

in

the

table

to

base

the

join

on,

selecione

Clique Advanced para ver as opções que você acabou de escolher para o seu join.

Clique OK para fechar ambas as janelas.

A seguir, confirme que o join foi unido com as informações como esperado.

Clique na guia Fields.

Note que os campos que foram juntados estão agora disponíveis no layer.

O novo campo tem bico_papagaio.dat: como prefixo aos nomes originais. Você

pode redimensionar a coluna se for necessário.

Passo 4: Classificar os municípios do bico do papagaio

O dado pode ser classificado usando várias técnicas: Manual, Equal Interval, Defined Interval, Quantile, Natural Breaks (Jenks) e Standard Deviation.

Nesse passo, você usará os métodos de classificação Natural Breaks e

Quantile para classificar os Municípios do Bico do Papagaio, baseado no campo

da tabela relacionado ao dado demográfico.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

No Layer Properties, clique na guia Symbology.

Para Show, clique Quantities > Graduated Colors (este é o método padrão, e deverá ser selecionado automaticamente).

Para Value, clique bico_papagaio.dat:POP_5_6_ANOS.

Populações que têm cinco a seis anos de idade são importantes para operações que envolvam planejamentos escolares. Pode-se considerar a necessidade de desenvolver novas escolas, rotas de ônibus ou salas de aula. Você poderá simbolizar os municípios da região do Bico do Papagaio baseado na população de cinco a seis anos de idade. O método de classificação padrão é o Natural Breaks (Jenks).

Para Color Ramp, escolha uma faixa de verde claro a verde escuro.

Clique OK.

O mapa é atualizado para mostrar a classificação dos Municípios do Bico do Papagaio, baseada na sua população de cinco anos de idade. A seguir, tente mudar o tipo de classificação.

Dê um duplo clique no layer Municípios do Bico do Papagaio para abrir o Layer Properties.

Clique na guia Symbology, se necessário.

Clique Classify.

do Bico do P apagaio para abrir o Layer Properties . Clique na guia Symbology ,
Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

A janela Classification mostra a representação visual dos valores do dado e

a classificação do histograma. Os valores de atributo são visualizados ao longo do

eixo x e o número de feições ao longo do eixo y. Os pontos de quebra para cada classe são visualizados no histograma com uma linha azul e um número (83, 212, 337, 617, 1342). Você pode clicar e arrastar a linha azul para definir seu próprio valor de quebra.

Experimente arrastar o vetor de quebra. Note que o valor da quebra muda tanto na área de visualização do histograma como na área de Break Values à direita.

A seguir, classifique os municípios baseado na classificação Quantile.

Na guia Classification, para Classification Method, clique Quantile.

O método Quantile agrupará feições dentro de classes de igual tamanho. Enquanto você examina o histograma, note que alguns municípios têm zero no campo cinco a seis anos de idade. Isso ocorre porque os dados não estavam disponíveis para aqueles municípios. Como nenhum dado foi gravado para aqueles municípios, não tem sentido incluí-Ios na classificação. No ArcMap, você pode excluir feições da classificação.

Clique no botão Exclusion.

Na janela Data Exclusion Properties, clique na guia Query, se necessário.

Na parte em branco, construa ou digite a expressão:

"bico_papagaio.dat:POP_5_6_ANOS" = 0.

Na janela Data Exclusion Properties, clique na guia Legend.

Selecione a caixa Show symbol for excluded data.

Clique no botão Symbol.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Em Symbol Selector, escolha o símbolo Grey e clique OK.

Dica: clique sobre qualquer um dos símbolos e pressione a tecla G do teclado até encontrar o símbolo.

Em Data Exclusion Properties, para Label, digite Dados não disponíveis.

Clique OK na janela Data Exclusion Properties.

Clique OK na janela Classification.

Atualmente, as classes de labels mostram várias casas decimais. Elas não podem ser mostradas na legenda no final do mapa porque o dado de população sempre será um número inteiro. A seguir, você mudará os labels.

Selecione a caixa Show class ranges using feature values.

Existem duas maneiras de modificar labels para a classificação nesta janela. Você pode clicar nos valores e manualmente mudá-Ios, ou você pode dar um clique com o botão dreito do mouse no label e clicar em Format Labels, aparecerá a janela Format Number. Esta janela tem categorias diferentes como Currency, Numeric e Percentagem para formatação dos números nos labels.

Na janela Layer Properties, clique com o botão direito do mouse em um dos labels e clique Format Labels.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia
Consultoria em Geotecnologia Clique nas diferentes categorias par a ver as opções de formatação. Confirme ou

Clique nas diferentes categorias para ver as opções de formatação.

Confirme ou escolha no campo Category a opção Numeric, e para Rouding escolha Number of decimal places e coloque o número 0.

Clique OK em ambas as caixas de diálogos.

Os municípios do Bico do Papagaio são visualizados com a classificação Quantile baseada no número de cinco a seis anos de idade dentro de cada município. Os municípios com grandes populações entre cinco e seis anos de idade são mais fáceis de serem visualizados, enquanto que os municípios com zero população de cinco a seis anos de idade são sombreados em cinza e excluídos da classificação. Agora você mudará o label na Table of Contents que exibe a categoria populacional para um nome mais significante.

Na Table of Contents, mude o label de bico_papagaio.dat:POP_5_6_ANOS para População de 5 a 6 anos de idade.

Dica: Clique, espere, clique novamente no label bico_papagaio.dat:POP _5_6_ANOS. Agora digite sobre o layer.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Passo 5: Criando um novo layer

Os layers do ArcMap armazenam informações do caminho para a fonte de dados, e propriedades sobre como aquele dado é visualizado. Esses layers podem compartilhar o seu padrão de simbologia, como forma de reduzir a necessidade de armazenar arquivos de dados espaciais mais de uma vez.

Você pode salvar qualquer layer na Table of Contents como um arquivo autônomo. Por exemplo, ao invés de enviar por e-mail seu dado atual para um colega, você pode enviar um arquivo de layer, deixando que seu colega tenha o acesso à mesma fonte de dados. Ou você pode criar uma pasta em uma rede que armazena arquivos de layer para uso comum, e qualquer um na sua empresa pode ter acesso a uma simbologia consistente para suas necessidades cartográficas.

Neste passo você criará um arquivo de layer que armazenará a simbologia atual para os Municípios do Bico do Papagaio.

Na Table of Contents, dê um clique com o botão direito do mouse no layer Municípios do Bico do Papagaio e selecione Save As Layer File.

Salve

o

arquivo

Municípios

do

Bico

do

Papagaio.lyr

na

pasta

C:\Curso\Parte2.

 

Passo 6: Trabalhar com um arquivo de layer

 

Na barra de ferramentas padrão, clique New Map File.

 

Clique No, você não quer salvar o documento de mapa atual.

Adicione

o

arquivo

Municípios

do

Bico

do

Papagaio.lyr

da

pasta

C:\Curso\Parte2.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Note que sua simbologia não mudou. Agora adicione as edificações e áreas urbanas no seu mapa.

Da

edificacoes e localidades.

pasta

C:\Curso\Parte2\Bico_Papagaio,

adicione

as

coverages

Dica: Você pode segurar o cursor em um dos arquivos, pressionar CTRL para selecionar o outro arquivo e adicioná-los simultaneamente.

Mude os nomes dos novos layers para Edificações e Áreas Urbanas.

Certifique-se de que os layers estão seguindo a ordem na Table of Contents: Edificações, Áreas Urbanas, Municípios do Bico do Papagaio.

Mude a simbologia do layer Áreas Urbanas. (Escolha uma cor e um contorno espesso que sobressaia em relação às outras feições).

Mude a simbologia de Edificações para ver mais claramente.

Passo 7: mostre Map tips

Map tips revela mais informações sobre as feições do mapa. Assim como tool tips para os botões da barra de ferramentas, os map tips aparecem rapidamente quando você passa o ponteiro do mouse sobre a feição. O valor mostrado como um map tip é baseado no Primary Display Field. Primeiro você examinará as propriedades do campo para o layer Edificações para ter certeza de que o Primary Display Field é apropriado para o seu Map tips.

Dê um duplo clique em Edificações.

Clique na guia Fields.

O Primary Display Field aparece como NM_IDENTIF por padrão. Esse é um campo apropriado, pois contém os nomes para as edificações.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Clique na guia Display.

Selecione a caixa Show Map Tips.

Clique OK.

Passe o ponteiro do mouse sobre as várias edificações para que os nomes apareçam.

Passo 8: Crie um Definition Query

Um definition query permite que você visualize um subconjunto de feições para o layer. A fonte de dados ainda contém todas as edificações, mas somente as escolas serão mostradas no seu mapa.

Dê um duplo clique em Edificações.

Clique na guia Definition Query.

Clique em Query Builder.

O Query Builder permite que você crie uma expressão para identificar feições particulares no layer que você deseja visualizar.

Dê um duplo clique em TIPO_EDIF para adicioná-lo a expressão.

Clique em Get Unique Values.

A lista dos valores do exemplo único é atualizada do lado direito da janela.

Clique no

botão Equal

Sign (=) para

adicionar um sinal de

igual à

expressão.

Para Unique Values, dê um duplo clique em Escola.

Clique OK em ambas as janelas.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Seu mapa é atualizado para mostrar trinta escolas. Se necessário, clique em Refresh View para ver a mudança.

Mude o nome do layer Edificações para Escolas.

Clique no símbolo da escola para visualizar o Symbol Selector.

Clique no símbolo School 2

vi sualizar o Symbol Selector. Clique no símbolo School 2 Mude a cor para vermelho. Mude

Mude a cor para vermelho.

Mude o tamanho para 18 e clique OK.

Clique OK para fechar a janela Layer Properties.

Um definition query também afeta a tabela do layer.

Clique com o botão direito do mouse em Escolas e clique Open Attribute Table. Note que somente registros com a designação escola são visualizados.

Feche a tabela.

Passo 9: Crie estilos para mapas de planejamento escolar

Um style (estilo) é uma coleção organizada de elementos como símbolos, barras de escalas, setas indicando o norte e cores usadas para fazer mapas. Você pode criar diferentes estilos contendo novos elementos customizados para tipos específicos de mapas, ou um que contenha elementos de muitas das categorias. Neste passo, você criará um novo estilo para mapas de planejamento escolar.

Você pode criar estilos usando o Symbol Selector ou o Style Manager. Primeiro, crie um estilo usando o Symbol Selector.

Clique no símbolo do layer Escola.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

No Symbol Selector clique Save.

Para Symbol Name, digite Escola.

Para Category, digite Default.

Clique OK na janela Save Symbol to Style.

Desça com a barra de rolagem para ver a lista com o novo símbolo para escolha no Symbol Selector.

Note que o símbolo Escola foi adicionado no estilo padrão.

o Clique OK para fechar o Symbol Selector.

O símbolo é salvo no seu estilo pessoal. A seguir você abrirá o Style

Manager para ver vários estilos.

Clique no menu Tools > Styles > Style Manager.

O Style Manager mostra dois estilos do lado esquerdo da janela. O estilo

aparece com uma pasta. Um é nomeado ESRI.style e o outro é um estilo pessoal armazenado na pasta Documents and Settings. Por padrão, símbolos e outros elementos de estilo são visualizados tanto no ESRI.style quanto no seu estilo pessoal. A seguir visualize o estilo.

Clique no botão Styles.

Note as seleções marcadas no seu estilo e no da ESRI. Quando você clica nos símbolos na Table of Contents para visualizar o Symbol Selector, os símbolos visualizados são selecionados.

Do lado esquerdo do Style Manager, clique no sinal de mais ( + ) próximo do ESRI.style para abrir as opções.

Clique Marker Symbols.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Esses símbolos devem parecer familiares. Eles estão no Marker Symbols disponíveis no Symbol Selector. A seguir, adicione o estilo Civic para que você tenha mais opções para escolher no Marker Symbols.

Clique Styles > Civic.

O estilo Civic escolhido é adicionado à lista de estilos disponíveis do lado

esquerdo.

Clique no sinal de mais ( + ) perto de Civic.style para abri-Io.

Clique Marker Symbols.

O estilo Civic contém muito mais marker symbols, os quais você pode usar

nos seus mapas.

Agora você removerá a referência ao estilo Civic.

Clique Styles > Civic para desmarcar o conjunto de estilos Civic

Você criará um novo estilo para reunir estilos para projetos de planejamento escolar. Ao usar um conjunto de novos estilos você será capaz de compartilhar o conjunto de estilos com outras pessoas que fazem mapas para planejamento escolar. O estilo será útil para a padronização dos símbolos que você usa.

Clique Close.

Você criará um novo conjunto de estilos pela exportação de estilos usados no mapa atual e então adicionará, modificará e excluirá estilos para finalizar o conjunto.

Clique Tools > Styles > Export Map Styles.

Navegue na pasta C:\Curso\Parte2 e salve o estilo como PlanoEscolar.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Como você logo descobrirá, o PlanoEscolar.style é automaticamente incorporado com os elementos atuais definidos no seu documento de mapa. Agora abra o estilo do Style Manager e modifique-o.

Clique Tools > Styles > Style Manager.

Clique Styles > Add.

Navegue até o conjunto de estilos PlanoEscolar e clique Open.

Clique no sinal de mais ( + ) próximo do estilo PlanoEscolar.

As pastas mostradas em cores representam elementos contendo estilos.

Clique na pasta Colors. Você verá as cores que usou no seu mapa.

Clique nas outras pastas que contêm estilos e examine seus estilos.

Note que eles estão nomeados de acordo com os seus labels na Table of Contents. A seguir, mude os nomes dos estilos.

Clique Marker Symbols.

Clique Escolas, então clique novamente e mude o nome para Escola.

Agora que você tem um estilo PlanoEscolar com um símbolo para Escola, você pode remover o símbolo escola que salvou no seu estilo pessoal, você não precisa armazenar o mesmo símbolo duas vezes.

Clique no sinal de mais ( + ) perto do estilo pessoal.

C:\Documents

Data\ESRI\ArcMap\<seu_nome>.style

and

Clique Marker Symbols.

Settings\<seu_nome>\Application

Dê um dique com o botão direito do mouse em Escola e dique Delete.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Feche a visualização para o seu estilo pessoal.

Agora você voltará para o estilo PlanoEscolar e continuará a mudar os nomes dos estilos.

Clique na pasta Fill Symbols sobre o estilo PlanoEscolar.

Mude os dados de acordo com a tabela abaixo

Nomes

Categoria

83-165

População muito pequena

167-243

População pequena

267-401

População média

403-483

População grande

531-1342

População muito grande

A seguir, adicione um novo símbolo para indústrias extrativistas em mapas de planejamento escolar.

Clique Marker Symbols.

Dê um clique com o botão direito na área de visualização e clique New > Marker Symbol.

O Symbol Property Editor aparece. Você definirá o novo símbolo aqui. O editor contém três sessões: Preview, Properties e Layers. A sessão Preview mostra a você uma pré-visualização do seu símbolo antes de mudar suas propriedades. Símbolos são feitos de um ou mais layers. A sessão Layers ajuda você a gerenciar os layers. A sessão Properties deixa você mudar as propriedades do layer atual.

Você criará um símbolo que tem dois layers. A cor de fundo do layer será totalmente preenchida com um circulo verde e no primeiro layer será adicionado um contorno com um triangulo marrom no centro. Primeiro crie o circulo verde de preenchimento.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia
Consultoria em Geotecnologia Em Properties, da lista Type, clique em Character Marker Symbol. Em Character Marker,

Em Properties, da lista Type, clique em Character Marker Symbol.

Em Character Marker, digite 33 na caixa Unicode.

Para Color, escolha a cor Macaw Green (sexta coluna, quarta fileira).

Para Size, digite 18 pt.

Nos próximos passos, você adicionará um símbolo com uma borda marrom e um triângulo no centro.

Na sessão Layers, clique no sinal de mais.

Um layer é adicionado com o caracter e tamanho padrão (uma pequena caixa preta). Note que os caracteres são mostrados separadamente na sessão dos layers, mas são mostrados juntos na sessão de pré-visualização. A sessão de Pré-visualização mostra os símbolos como eles aparecerão no mapa.

Em Properties, escolha o tipo Character Marker Symbol, e coloque 85 para o valor Unicode, que é um círculo com um triangulo no meio.

Para Color, escolha uma cor marrom

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Para Size, especifique 18 pt. (mesmo tamanho do círculo verde). Clique OK.

O símbolo é adicionado ao estilo PlanoEscolar.Style sobre Marker Symbols. Agora você precisa renomear o símbolo.

Mude o nome para Indústria Extrativista

Você pode seguir este mesmo procedimento para criar símbolos de outros itens comuns aos mapas de planejamento escolar. A seguir, modifique o símbolo Áreas Urbanas.

Clique Fill Symbols.

Dê um duplo clique em Áreas Urbanas.

Modifique o símbolo para a cor Rose Dust (segunda coluna, sétima fileira) e outline color para Poinsettia Red (segunda coluna, quarta fileira) com uma largura de 1,25.

Clique OK.

Nomeie o símbolo Área Urbana.

Clique Close.

Agora use um dos seus novos estilos para visualizar as fronteiras das cidades.

Na Table of Contents, clique no símbolo Áreas Urbanas.

Desça com a barra de rolagens e escolha o seu novo símbolo Área Urbana.

Clique OK.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

O novo estilo pode ser distribuído para outras pessoas, então elas podem usar uma simbologia consistente para o mapa de planejamento escolar.

Passo 10: Use um Template para criar um layout

No próximo passo, você explorará a vantagem de usar um template criado previamente para o formato de layout.

Mude a vista atual para o Layout View.

Na barra de ferramentas Layout, clique no botão Change Layout.

barra de ferramentas Layout, clique no botão Change Layout. A janela select Template aparece permitindo que

A janela select Template aparece permitindo que você selecione o template. O ArcMap contém vários templates pré-definidos criados para aplicações em geral e temas especificos. Você usará um template para aplicações em geral para o seu layout.

Se necessário, clique na guia General. Note a variedade de templates propostos.

Selecione o template PortraitModern.mxt, então clique Finish.

Note que a legenda sobrepõe outros elementos do mapa, você precisará recriar a legenda para encaixar na caixa proveniente do template.

Use a ferramenta Select Elements

Clique Delete.

do template. Use a ferramenta Select Elements Clique Delete. Selecione menu Insert > Legend. para selecionar

Selecione menu Insert > Legend.

para selecionar a legenda.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

No primeiro painel da janela Legend Wizard, mude o Set the number of columns in your legend para 2.

Clique Next.

Mude o Legend Title para Planejamento Escolar.

Clique Next até chegar no último painel. Clique Finish.

Redimensione a legenda para encaixar dentro do quadro azul à esquerda do template.

Para Scale (na barra de ferramentas standard/padrão), digite 500.000 e pressione Enter.

O display dentro do data frame vai para 1:500.000.

Se necessário, use a ferramenta Pan na barra de ferramentas para centralizar o dado geográfico no data frame.

Um template pode acelerar a produção, provendo elementos padrões de

mapa.

Mude

o

texto

do

título

para

algo

mais

significativo,

como

Estudos

Demográficos para a Região do Bico do Papagaio

Adicione e ajuste qualquer elemento do mapa que puder encaixar. Você pode adicionar alguns elementos de mapa, como barra de escala, seta para

o norte e grade de referência. Você também pode escolher mudar a cor de fundo do Data Frame.

Dica: Assim como os layers, os Data Frames têm propriedades também.

Salve

o

seu

mapa

como

C:\Curso\Parte2\Bico_Papagaio.

MapaEscolar.mxd

na

pasta

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Se desejar continuar com o desafio, então abra um novo mapa (a new empty map) sem salvar suas mudanças. Ao contrário, feche o ArcMap.

Neste exercício, você aprendeu como simbolizar dados usando as propriedades do layer. Você também aprendeu como criar seus próprios símbolos usando estilos (styles). Finalmente, você usou um mapa template para habilitar criações rápidas em um novo mapa com um layout padrão. Se você tiver tempo agora, vá para o desafio.

Desafio: Experimente usar os métodos de símbolos quantitativos

Existem muitas maneiras de visualizar a magnitude ou concentração de valores de atributo nos mapas. No exercício anterior você usou somente a graduação de cores para mostrar a população relativa de cinco a seis anos de idade na região do Bico do Papagaio. Neste desafio, você vai comparar o uso da graduação, proporção e densidade para mostrar diferenças relativas em números de leitos hospitalares na Região Metropolitana de São Paulo.

No novo mapa, clique no botão Add Data e navegue para o geodatabase C:\Curso \Parte2\Sao_Paulo\Sao_Paulo.mdb e adicione a feature class Reg_Metropotitana.

Usando

a

janela

Select

by

Attributes,

construa

uma

pesquisa

para

selecionar o município de São Pauto do layer Reg_Metropolitana.

Clique Apply e então feche a janela setect By Attributes.

Depois de selecionar o município de São Pauto, dê um zoom na feição selecionada, e limpe a seleção.

Adicione rótulos aos municípios utilizando o campo NOMEMUNIC, use as propriedades de texto padrão.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

O primeiro tipo de apresentação quantitativa que você fará é por símbolos graduados.

Para visualizar o Value, escolha LEITOS_HOSP da lista (está no final).

O campo de atributo LEITOS_HOSP representa o numero de leitos hospitalares em cada município. Note que o campo é classificado com o método padrão Natural Breaks com cinco classes separadas.

Clique OK na janela Layer Properties.

Note que o município de São Paulo aparece com mais leitos hospitalares que todos os municípios ao redor. Entretanto, este tipo de visualização pode ser enganoso porque o município de São Paulo também tem mais pessoas do que os outros municípios das redondezas, e os municípios não são de tamanhos iguais. A seguir, você vai normalizar os valores de atributo LEITOS_HOSP para dar uma diferente representação do dado.

Abra a janela Layer Properties para o Reg_Metropolitana.

Em Symbology, para Normalization, escolha POP _2000 da lista e clique OK.

Normalizando os valores LEITOS_HOSP, você os dividiu pelo total de valores populacionais de 2000 para cada município. Agora, ao invés de obter o número bruto de leitos hospitalares, as classes representam o número de leitos hospitalares por pessoa. Note a mudança no display. Enquanto São Paulo foi o que mais tinha leitos anteriormente, agora ele está um pouco abaixo dos leitos por pessoa dos municípios vizinhos.

Outra maneira de mostrar a distribuição de um valor de atributo particular é usar a simbologia Dot density.

Consultoria em Geotecnologia

Consultoria em

Geotecnologia

Consultoria em Geotecnologia

Para Reg_Metropolitana > Properties > Symbology, clique Quantities > Dot density.

Em Field Selection, clique LEITOS_HOSP, então clique na seta para a direita para adicioná-lo a lista de atributos para visualização.

Note que o padrão do tamanho ponto é 2, e o valor deve ser 10.

Nota: Se seu valor é diferente, então mude-o para 10.

Clique OK

Nota: Se a cor padrão do ponto não faz um bom contraste com a cor de fundo, volte na janela Layer Properties, em Background, clique no botão color e escolha qualquer cor que faça um bom contraste.

Novamente, o display representa municípios com números de leitos hospitalares em cada um em estado bruto, mas desta vez, ao invés da classificação, com símbolos de tamanhos diferentes representando cada classe, você tem pontos do mesmo tamanho, cada um representando 10 leitos hospitalares. Uma vantagem deste tipo de visualização quantitativa é que você pode representar o número atual de leitos em cada município de forma mais apurada. Você simplesmente multiplica o número de pontos por valor de ponto.

Feche o ArcMap.

Nota: Esses pontos são colocados de forma aleatória dentro de cada polígono. Para testá-Ios, clique no botão Refresh View várias vezes e observe como os pontos mudam suas posições ao acaso.

Neste desafio, você comparou técnicas diferentes de visualização quantitativa.

FIM DO EXERCÍCIO