Você está na página 1de 47

Interpretação da análise de solo

Tabela de interpretação

A orientação para interpretação da análise de solo são organizadas em manuais estaduais e regionais.

Manual

solo são organizadas em manuais estaduais e regionais. Manual Tabelas de interpretação Recomendações para as culturas
solo são organizadas em manuais estaduais e regionais. Manual Tabelas de interpretação Recomendações para as culturas

Tabelas de interpretação

Recomendações para as culturas

Informações importantes

a) Observar o extrator utilizado na análise do elemento ou nutriente. Ex.: P – extrator Mehlich 1 e Resina de troca Ex.: K – extrator Mehlich 1 e resina de troca b) Observar as unidades relacionada ao nutriente. Ex.: mmol c dm -3 ; cmol c dm -3 ; mg dm -3 , %, g kg -1 ; g dag -1 . c) Utilizar tabelas de interpretação e recomendação para a região a ser implantada a cultura.

Interpretação para P (extrator Mehlich) – RS, SC e MG.

Interpretação para P (extrator Mehlich) – RS, SC e MG.

Interpretação para P e K – SP (Boletim 100)

Interpretação para P e K – SP (Boletim 100)

Interpretação para acidez, V% e Mg – SP (Boletim 100)

Interpretação para acidez, V% e Mg – SP (Boletim 100)

Interpretação para micronutrientes – SP (Boletim 100)

Interpretação para micronutrientes – SP (Boletim 100)

Interpretação da análise de solo (estado de Minas Gerais)

Interpretação da análise de solo (estado de Minas Gerais)

Interpretação da análise de solo (estado de Minas Gerais)

Interpretação da análise de solo (estado de Minas Gerais)

Recomendação de adubação - Milho (estado de Minas Gerais)

Recomendação de adubação - Milho (estado de Minas Gerais)

Recomendação de adubação - Algodão (estado de Minas Gerais)

Recomendação de adubação - Algodão (estado de Minas Gerais)

Recomendação de adubação - Mamão (estado de Minas Gerais)

Recomendação de adubação - Mamão (estado de Minas Gerais)

Recomendação de adubação - Mamão (estado de Minas Gerais)

Recomendação de adubação - Mamão (estado de Minas Gerais)

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados)

P (extraído por Mehlich 1) – Culturas anuais

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados) P (extraído por Mehlich 1) – Culturas anuais

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados)

P (resina de troca) – Culturas anuais

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados) P (resina de troca) – Culturas anuais

Recomendação de adubação corretiva - P (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação corretiva - P (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação manutenção - P (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação manutenção - P (Região dos Cerrados)

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados)

K (extraído por Mehlich 1)

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados) K (extraído por Mehlich 1)

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados)

P (Mehlich 1) – Culturas perenes e semiperenes

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados) P (Mehlich 1) – Culturas perenes e semiperenes

Recomendação de adubação - P (Região dos Cerrados)

P (Mehlich 1) – Culturas perenes e semiperenes

Recomendação de adubação - P (Região dos Cerrados) P (Mehlich 1) – Culturas perenes e semiperenes

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados)

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados)

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados)

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados)

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados)

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação – Algodão (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação – Algodão (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação – Algodão (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação – Algodão (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação – Soja (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação – Soja (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação – Milho (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação – Milho (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação – Milho (Região dos Cerrados)

Recomendação de adubação – Milho (Região dos Cerrados)

Exemplos

1- De acordo com o resultado da análise do solo abaixo, faça a interpretação e recomendação de adubação para a cultura do algodão no estado de Minas Gerais.

Argila = 130 g kg -1 Silte = 400 g kg -1 Areia = 470 g kg -1 pH (água) = 5,9 MO = 8,5 g kg -1 ; P (Mehlich 1) = 35 mg dm -3 ; K (Mehlich 1) = 0,20 cmol c dm -3 Ca = 1,2 cmol c dm -3 Mg = 0,2 cmol c dm -3 CTC = 2,95 cmol c dm -3

Interpretação

Interpretação MO – Baixo Ca – Médio Mg – Baixo CTC (T) – Baixo V -

MO – Baixo Ca – Médio Mg – Baixo CTC (T) – Baixo V - Médio

Interpretação MO – Baixo Ca – Médio Mg – Baixo CTC (T) – Baixo V -

Interpretação

Interpretação P – Bom K - Bom

P – Bom K - Bom

Interpretação P – Bom K - Bom

Recomendação de adubação - Algodão (estado de Minas Gerais)

P – Bom

K - Bom

Recomendação de adubação - Algodão (estado de Minas Gerais) P – Bom K - Bom Relação

Relação N:P:K (Plantio)

Recomendação de adubação - Algodão (estado de Minas Gerais) P – Bom K - Bom Relação

20:40:40

Fertilização simples:

Calcular a quantidade de cada fertilizante separadamente

20 kg N, 40 kg de P 2 O 5 ;40 kg K 2 O

A mistura final para ser aplicada por hectare seria:

45 kg de Uréia

222 kg de SS

67 kg de KCl

ser aplicada por hectare seria: 45 kg de Uréia 222 kg de SS 67 kg de

334 kg ha -1 de fertilizante

(20:40:40).

Fertilizante formulado

20:40:40

Fertilizante formulado 20:40:40 Relação 1:2:2 Formulação no mercado 10-20-20 Quantidade da formula (10-20-20) = 200 kg

Relação

1:2:2

Formulação no mercado

10-20-20

Recomendação de adubação e calagem (Algodão-MG):

Calagem – aplicar calcário a lanço incorporado com no mínimo dois meses

de antecedência, para elevar a saturação por bases a 50%. Em virtude

do baixo nível de Mg, utilizar calcário dolomitico ou magnesiano.

Adubação - No plantio, aplicar 200 kg ha -1 da formula 10-20-20 em

linha ou sulco, incorporando ao solo (5 cm ao lado e abaixo, evitando-se o

contato com as sementes). Em cobertura, aplicar 30 a 60 kg ha -1 de N e

0 a 30 kg ha -1 de K 2 O. No caso de utilizar as doses mais elevadas e

neste solo arenoso, recomenda-se parcelar a adubação em duas

coberturas, aos 25 e 40 dias após a emergência. Caso se utilize a uréia,

esta deverá ser aplicada em solo úmido e incorporada a 5 cm. Caso não

tenha sido feita gessagem na área e o solo seja deficiente em enxofre,

aplicar 20 kg ha -1 de S no plantio. Emitido por: Eng. Agr. Ademir Sérgio Ferreira de Araújo CREA: 0000-D/PI

Exemplos

2- De acordo com o resultado da análise do solo abaixo, faça a interpretação e recomendação de adubação para a cultura da soja (expectativa de produção de 5 ton. de grãos) em solo de primeiro ano de soja na região dos Cerrados.

Argila = 510 g kg -1 pH (água) = 5,6 MO = 32,3 g kg -1 ; P (Mehlich 1) = 11 mg dm -3 ; K (Mehlich 1) = 0,15 cmol c dm -3 Ca = 2,7 cmol c dm -3 Mg = 0,7 cmol c dm -3 CTC (pH 7,0) = 9,15 cmol c dm -3

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados)

P (extraído por Mehlich 1) – Culturas anuais

Argila = 510 g kg -1

P (Mehlich 1) = 11 mg dm -3 ;

P - Adequado

P (extraído por Mehlich 1) – Culturas anuais Argila = 510 g kg - 1 P
P (extraído por Mehlich 1) – Culturas anuais Argila = 510 g kg - 1 P
P (extraído por Mehlich 1) – Culturas anuais Argila = 510 g kg - 1 P

Interpretação da análise de solo (Região dos Cerrados)

K (extraído por Mehlich 1)

K (Mehlich 1) = 0,15 cmol c dm -3 = 58,6 mg dm -3

1) K (Mehlich 1) = 0,15 cmol c dm - 3 = 58,6 mg dm -

CTC (pH 7,0) = 9,15 cmol c dm -3

K - Adequado

1) K (Mehlich 1) = 0,15 cmol c dm - 3 = 58,6 mg dm -
1) K (Mehlich 1) = 0,15 cmol c dm - 3 = 58,6 mg dm -
1) K (Mehlich 1) = 0,15 cmol c dm - 3 = 58,6 mg dm -

Recomendação de adubação – Soja (Região dos Cerrados)

P – Adequado

K - Adequado

– Soja (Região dos Cerrados) P – Adequado K - Adequado Obs.: Por ser área de
– Soja (Região dos Cerrados) P – Adequado K - Adequado Obs.: Por ser área de
– Soja (Região dos Cerrados) P – Adequado K - Adequado Obs.: Por ser área de

Obs.: Por ser área de primeiro plantio de soja, recomenda-se fazer adubação com 20 kg de N.

Fertilizante formulado (NPK)

20:100:40

Fertilizante formulado (NPK) 20:100:40 Plantio – 20:100:40 Cobertura – 60 kg de K 2 O Relação
Fertilizante formulado (NPK) 20:100:40 Plantio – 20:100:40 Cobertura – 60 kg de K 2 O Relação

Plantio – 20:100:40

Cobertura – 60 kg de K 2 O

Relação

1:5:2

Formulação no mercado

60 kg de K 2 O Relação 1:5:2 Formulação no mercado 06-30-12 05-25-10 Quantidade da formula

06-30-12

05-25-10

Recomendação de adubação e calagem (Soja –Cerrados):

Calagem – aplicar calcário a lanço incorporado com no mínimo dois meses

de antecedência, para elevar a saturação por bases a 50%.

Inoculação – Proceder a inoculação das sementes com inoculante para

soja na dosagem de 500 g por 50 kg de sementes.

Adubação - No plantio, aplicar 500 kg ha -1 da formula 04-20-08 em

linha ou sulco, incorporando ao solo (5 cm ao lado e abaixo, evitando-se o

contato com a semente). Em cobertura, aplicar 60 kg ha -1 K 2 O aos 30

dias após a emergência. Caso não tenha sido feita gessagem na área e o

solo seja deficiente em enxofre, aplicar 30 kg ha -1 de S no plantio. Caso

seja necessário aplicação de micronutrientes, utilizar formulações ou

sementes peletizadas que contenham micronutrientes.

Emitido por: Eng. Agr. Ademir Sérgio Ferreira de Araújo CREA: 0000-D/PI

Exemplos

3- De acordo com o resultado da análise do solo abaixo, faça a interpretação e recomendação de adubação para a cultura do tomate (espaçamento de 1,0 x 0,5 m) no município de Caruaru/PE.

Argila = 430 g kg -1 pH (água) = 5,6 MO = 22,3 g kg -1 ; P (Mehlich 1) = 7,3 mg dm -3 ; K (Mehlich 1) = 0,05 cmol c dm -3 Ca = 2,7 cmol c dm -3 Mg = 0,7 cmol c dm -3

Interpretação da análise do solo (Estado do Ceará)

K (baixo)

P (baixo)

Interpretação da análise do solo (Estado do Ceará) K ( b a i x o )
Interpretação da análise do solo (Estado do Ceará) K ( b a i x o )

Plantio

Cobertura

0 kg (N)

Plantio Cobertura 0 kg (N) 300 kg (P 2 O 5 ) 200 kg (N) 0

300 kg (P 2 O 5 )

Plantio Cobertura 0 kg (N) 300 kg (P 2 O 5 ) 200 kg (N) 0

200 kg (N)

0 kg (P 2 O 5 )

Cobertura 0 kg (N) 300 kg (P 2 O 5 ) 200 kg (N) 0 kg

100 kg (K 2 O)

150 kg (K 2 O)

Fertilizante formulado (NPK)

Plantio 00:300:100 (Relação 0:3:1)

Cobertura 200:00:150 (Relação 1,3:0:1)

Formulação comercial

Plantio 00-30-10 Cobertura 20-00-15

Quantidade da fórmula 00-30-10 (Plantio) = 1.000 kg ha -1 Quantidade da fórmula 20-00-15 (Cobertura) = 1.000 kg ha -1

Plantio Aplicação por cova – 50 g da fórmula 00-30-10

Cobertura Aplicação por metro linear – 100 g da fórmula 20-00-15 1ª cobertura – 25 g 2ª cobertura – 25 g 3ª cobertura – 25 g 4ª cobertura – 25 g

Recomendação de adubação e calagem

Cliente: João Ninguém (Sobral-CE) Cultura: Tomate (espaçamento 1,0 x 0,5 m)

Calagem – aplicar calcário a lanço incorporado (20 cm) com no mínimo dois meses de antecedência. Adubação – Pré-plantio – 40 t ha -1 de esterco curtido, 10 dias antes do plantio. Plantio - Aplicar 50 g cova -1 da formula 00-30-10 (evitar o contato direto do adubo com as raízes). Cobertura – Aplicar 100 g metro -1 da fórmula 20-00-15 dividida em quatro parcelas aos 15 dias (25 g), 30 dias (25 g), 45 dias (25 g) e 60 dias (25 g) após o plantio. Utilizar fertilizantes que contenham enxofre (sulfato de amônio, superfosfato simples).

Emitido por: Eng. Agr. Ademir Sérgio Ferreira de Araújo CREA: 0000-D/PI