Você está na página 1de 1

Pgina 1 de 1

Agrupamento de Escolas Dra. Laura Ayres


Escola Bsica 2,3 de Quarteira
Ano letivo 2013/2014

GEOGRAFIA 8. ano
OBJETIVOS PARA A 5. FICHA DE AVALIAO (junho/2014)

Contedos Objetivos Noes bsicas
T
i
p
o
s

d
e

a
t
i
v
i
d
a
d
e
s

e
c
o
n

m
i
c
a
s


Dar uma noo de atividades econmicas.
Definir populao ativa.
Distinguir os trs sectores de atividade.
Relacionar a repartio da populao ativa pelos sectores de
atividade com o grau de desenvolvimento dos pases.
Definir recursos naturais.
Distinguir os diferentes tipos de recursos naturais.
Distinguir recursos renovveis de recursos no renovveis.
Mencionar exemplos de recursos energticos renovveis e no
renovveis.
Referir os impactes decorrentes da explorao dos recursos
naturais.

- atividades
econmicas;
- populao ativa;
- recursos
naturais;
- recursos no
renovveis;
- recursos
renovveis;
- sectores de
atividade.
A

a
t
i
v
i
d
a
d
e

a
g
r

c
o
l
a


Referir os fatores naturais e humanos que condicionam a
atividade agrcola.
Explicar por que razo o clima e o relevo condicionam a atividade
agrcola.
Distinguir a agricultura tradicional da agricultura moderna quanto:
- s tcnicas utilizadas;
- ao tipo de fertilizantes;
- dimenso das exploraes agrcolas;
- variedade das culturas;
- ao aproveitamento do solo;
- ao rendimento e produtividade agrcolas;
- ao destino da produo.
Caraterizar as diferentes paisagens agrrias de Portugal.
Mencionar os principais problemas da agricultura portuguesa.
Conhecer os principais tipos de agricultura praticados no Mundo
(agricultura itinerante de queimada, agricultura sedentria de
sequeiro, agricultura de plantao e rizicultura).
Referir os impactes ambientais e socioeconmicos resultantes da
atividade agrcola.
Conhecer as vantagens e desvantagens da agricultura biolgica.

- latifndio;
- minifndio;
- monocultura;
- paisagem
agrria;
- policultura;
- produtividade
agrcola;
- regadio;
- rendimento
agrcola;
- sequeiro;
- sistemas de
cultura;
- sistema
extensivo;
- sistema
intensivo;
- socalcos.

Bom estudo!
O professor,
Alexandre Beiro