Você está na página 1de 3

João Alves Martins

Atividade 1 Módulo 1
“Educação Cristã”
Com Base no texto : “Evolução Histórica”.
1 !e"ina educação.
Resposta:
A Educação # o $rocesso total da "ormação do %omem& da $re$aração do
indiv'duo $ara a vida( tem $or "im levar o indiv'duo ) auto reali*ar+se de acordo com
suas $otencialidades.
, Comente a relação entre a -eda.o.ia& a Educação e a !id/tica.
Resposta:
A Educação # o o01etivo maior& sendo 2ue a $eda.o.ia # a ci3ncia 2ue re.ula o $rocesso
did/tico& e a did/tica são as "erramentas utili*adas $ara atin.ir o o01etivo.
A Educação trata do $rocesso total da "ormação do %omem& da $re$aração do indiv'duo $ara a
vida( tem $or "im levar o indiv'duo ) auto reali*ar+se de acordo com suas $otencialidades.
A -eda.o.ia dita normas& "órmulas teorias& verdades re"erentes ao $rocesso educativo&
contri0uindo $ara a concreti*ação de seus o01etivos. A -eda.o.ia # o $onto de re"er3ncia e os
en"o2ues cient'"icos "undamentados $ara a solução dos $ro0lemas $eda.ó.icos mais
com$lexos& incentiva o $ro"essor com a metodolo.ia e as t#cnicas $eda.ó.icas $ara reali*ar
seu tra0al%o( $ortanto& somente 2uando o $ro"essor domina a teoria $eda.ó.ica do ensino #
2ue $oder/ se converter em um inovador e criador em $otencial& ca$a* de encontrar novos
camin%os na educação dos 1ovens desta .eração.
Ca0e ao mestre ser %/0il e com0inar de "orma e"iciente todos os recursos $eda.ó.icos& de
maneira tal 2ue cum$ra os o01etivos $ro$ostos. Muitas ve*es a sua criatividade 1/ est/
a"lorada ori.inada das ex$eri3ncias $eda.ó.icas de alto valor.
A !id/tica constitui a $arte da -eda.o.ia 2ue trata da arte de ensinar. 4 o con1unto de normas
$rinc'$ios e t#cnicas& 2ue orientam a a$rendi*a.em. -ortanto $elo 2ue "oi ex$osto $ode+se
$erce0er a estreita relação entre educação& -eda.o.ia e !id/tica.

Londrina-PR
2014
CENTRO EDUCACIONAL EVANGÉLICO
Com 0ase no texto : “Bases do Construtivismo”.
1 Ex$li2ue o 5 est/.ios do desenvolvimento.
Resposta:
Estágio sensório motor: 6corre em .eral de *ero a dois anos. 4 o $er'odo da construção das
su0estruturas atrav#s da ação $ura 7noção de o01eto& tem$o& de es$aço& de causalidade
-rocessa+se a di"erenciação .radual entre cor$o e o mundo 2ue o8a circunda( # a "ase da
desco0erta& da construção do o01eto como al.o se$arado. 9esta "ase "a* se a 0rincadeira de
esconde+esconde8ou de co0rir o rosto. H/ inteli.3ncia $ara resolver um $ro0lema novo
em0ora o $ensamento somente ir/ encontrar ex$ressão atrav#s da lin.ua.em.
Estágio pré-operacional: :ai dos dois at# sete anos. !istin.ue+se $ela emer.3ncia da ;unção
sim0ólica& ou se1a& a ca$acidade de re$resentar uma coisa $or outra. A lin.ua.em $ossi0ilita
dist<ncia da ação& valem+se mais das intuiç=es > $ensamento intuitivo. ?em di"iculdade de
lem0rar+se da ordem dos eventos& de se.uir re.ras& # e.o'sta& # inca$a* de tomar a $ers$ectiva
do outro& a$arece ) "ase dos $or2u3s 2ue # a sua "orma de $erce0er o mundo atrav#s da
lin.ua.em.
Estágios das operações concretas: entre os sete e 11 anos. Ela ainda tem seu $ensamento
li.ado a "atos e o01etos concretos. As o$eraç=es são interiori*adas 7reali*adas mentalmente e
2ue $or isso $odem ser a.ru$adas. -ara 2ue aconteça uma o$eração # necess/rio dois
re2uisitos:
Conservação: recon%ecer 2ue em0ora mudando a "orma do reci$iente o volume de /.ua # o
mesmo.
@eversi0ilidade: recon%ecer 2ue 2ual2uer mudança de "orma& $osição ou ordem $ode ser
revers'vel. -ara ela o mundo $ode ser ordenado e de certa "orma $revis'vel. ?em interesse $or
"atos da sua %istória& da vida e do mundo 2ue a cerca.
Estágio das operações formais: Este est/.io inicia+se na adolesc3ncia e re$resenta a
a2uisição do $otencial $ara re"letir a0stratamente. -ossui ca$acidade de $ensar so0re id#ias&
de ir al#m do mundo real& e do $resente. A$arece o idealismo. -ossui ainda a ca$acidade de
com$reender conceitos universais como 1ustiça& amor& racioc'nio semel%ante. ?ende a re1eitar
as convenç=es e valores da sociedade& $ossui autoconsci3ncia. 4 e.oc3ntrico ainda.
, Em suas $alavras comente como ocorre a estrutura mental 2ue "avorece a a$rendi*a.em.
Resposta:
6 indiv'duo deve estar motivado a a$render& con%ecer.
A ada$tação ao mundo ao seu redor& e a com$reensão deste mesmo mundo "avorece a
$ossi0ilidade de mudança desta realidade& $or#m& # $reciso 2ue o indiv'duo este1a e2uili0rado
interiormente $ara 2ue $ossa $erce0er& a$render e "a*er a di"erença em seu mundo exterior. A
interação acomodação e assimilação deve ser constante& al#m do dese1o e consci3ncia de 2ue a
cada momento estamos a$rendendo& e 2ue a vida # um constante $rocesso de a$rendi*a.em.

Com 0ase no texto : “@eli.iosidade e Educação Cristã”.
1 Como se d/ o desenvolvimento da reli.iosidade na criançaA
Resposta:
Londrina-PR
2014
6 desenvolvimento reli.ioso na criança se d/ a $artir de sua ca$acidade rece$tiva e idade.
Est/ $rovado 2ue a idade in"luencia a ca$acidade de assimilação do conteBdo& $ortanto #
$reciso considerar a idade da criança e dis$oni0ili*ar material de acordo com esta idade.
!eve+se con%ecer e levar em consideração as exi.3ncias 0/sicas& as necessidades
"undamentais e as $otencialidades da criança em cada idade& $ara a $artir desta estrutura
.eral& selecionar as %istórias 0'0licas e ade2uar. Ce.undo a Drmã ?ere*in%a Batista o mel%or
m#todo na orientação da "# # ir ao encontro da criança num di/lo.o ami.o 2ue a "aça crescer
na con"iança em !eus e seus irmãos. 6 am0iente "amiliar e social in"luencia em muito a
"ormação reli.iosa da criança.
, Em $oucas $alavras de"ina Educação Cristã e liste seus o01etivos:
Resposta:
Educação cristã # um $rocesso lento de trans"ormação de $essoas ou comunidades.
6s o01etivos são levar o individuo ou comunidade a uma maturidade es$iritual e emocional&
$re$arando os $ara o desem$en%o de suas tare"as no cor$o de Cristo.
E !esta2ue E as$ectos 2ue mais te c%amou atenção nos itens F a F.E:
Resposta:
1. o con%ecimento se d/ atrav#s de um constante $rocesso dial#tico entre o su1eito e o o01eto(
,. o con%ecimento não # um acBmulo de in"ormaç=es& e sim uma com$et3ncia $ara a.ir(
E. varios são os "atores 2ue in"luenciam e inter"erem no $rocesso de a$rendi*a.em tais como:
motivação& incentivo a $er.untar& inteli.3ncia& $erce$ção& etc.
5 ;aça um s'ntese dos conteBdos estudado durante essa unidade e escreva 7nesse mesmo
texto de 2ue "orma tais conteBdos $odem auxili/+lo8a no desenvolvimento de suas atividades
1unto ) uma i.re1a.
Resposta:
Con%ecer a sistem/tica de ensino e a$rendi*ado # de "undamental im$ort<ncia $ara o 0em
desem$en%o as atividades no cor$o de Cristo& uma ve* 2ue ensino # um dos mandamentos do
Cen%or na .rande comissão aos crentes.
Dm$ortante o0servar 2ue o nosso .rande $aradi.ma sem$re deve ser Cristo& e at# neste
2uesito& ensinar& eles nos deixou enormes ensinamentos.
A in"ormação deve ser dada con"orme a ca$acidade da $essoa em rece0er e sem$re com
amor& 2ue # o "undamento deve ser o "undamento de todas as nossas aç=es. -ia.et& e outros&
"alaram o 2ue o Cen%or Jesus sem$re $reconi*ou em seus ensinamentos& $or#m em uma outra
lin.ua.em.
Con%ecer a t#cnica de ensino sem$re ser/ im$ortante $ara $odermos atin.ir um dos nosso s
o01etivos& 2ue # o de renovação de nossas mentes e auxiliar aos irmãos.

GGGGGGGGGGGGGGG
!isci$lina: Educação Cristã
!ocente: Jucila HellI Brandão de Melo
Ceminarista: João Alves Martins
Curso: Curso Jivre em ?eolo.ia.
!ata: ,K8LM8,L15
Londrina-PR
2014