Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE

CENTRO DE TECNOLOGIA
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUMICA





3 Lista de Exerccios - Porosidade



1) Deseja-se estimar o valor da permeabilidade e do fator c para o meio poroso constitudo por
partculas que apresentam a seguinte anlise de peneiras: Ex: (Massarani)
Sistema Tyler
(peneira n)
Dimetro mdio da
Abertura D# (mm)
Massa retida (g) Frao em massa
Retida X
- 35 + 48 0,359 47,6 0,33
- 48 + 65 0,254 52,8 0,36
- 65 + 100 0,180 45,2 0,31
Total 145,6 1,00
A porosidade do meio da ordem de 42% e a esfericidade das partculas 0,78; confunde-se, neste
clculo aproximado, os valores do dimetro mdio de peneiras # e do dimetro volumtrico Dp.
Resposta: k 5,01x10
-7
cm
2
e c 1,01

2) Determinar c e k para um meio constitudo por esferas de vidro. O fluido de percolao o ar
a 25C (massa especfica 1,187 kg/m
3
e viscosidade 0,018 cP) e a distncia entre as tomadas de
presso de 1,6 cm. O meio tem rea da seo transversal igual a 18 cm
2
e porosidade de 38%. A
relao vazo x queda de presso dada abaixo.


Resposta: k 2,25x10
-7
cm
2
e c 7,41






3) Determinar os valores da permeabilidade e do fator c a partir dos dados experimentais obtidos
por permeametria.

- Meio de areia artificialmente consolidado com 5% de araldite
- Fluido: gua (massa especfica 1 g/cm
3
e viscosidade 1,18 cP)
- Comprimento do meio: 2,1 cm
- rea da seo de escoamento: 16,8 cm
2

- Porosidade do meio: 0,37


Resposta: k 6,87x10
-6
cm
2
e c 1,23



4) Determinar os valores da permeabilidade e do fator c a partir dos dados experimentais obtidos
por permeametria.

- Meio no consolidado de areia
- Fluido: ar a 25C (massa especfica 1,187 kg/m
3
e viscosidade 0,018 cP)
- Comprimento do meio: 33,4 cm
- rea da seo de escoamento: 5,57 cm
2

- Porosidade do meio: 0,44


Resposta: k 1,29x10
-6
cm
2
e c 0,33




5) Refazer o exerccio anterior estimando os valores da permeabilidade e do fator c pelas correlaes
da literatura (equao de Ergun e/ou Massarani). Considerar que a esfericidade da areia seja 0,70
e o dimetro mdio da partcula de areia igual a 0,356 mm.



Resposta: k 1,12x10
-6
cm
2
e c 0,48/0,79


6) Um leito cilndrico de dimetro interno de 0,7 m com 550 kg de partculas (
p
= 1100 kg/m
3
) de
0,8 mm de dimetro e esfericidade 0,87 opera com ar a 25C ( = 2,5 kg/m
3
; = 1,8x10
-5

kg/m.s) na condio de mnima fluidizao, correspondendo a uma frao de vazios de 0,47.
Determine:
a) A altura do leito em condies de mnima fluidizao.
b) A queda de presso em condies de mnima fluidizao.
c) A velocidade superficial do fluido em condies de mnima fluidizao.

Resposta: H
mf
= 2,46 m; -P
mf
= 14,02 kPa; q
mf
= 0,248 m/s

7) Calcular a) o nmero de Reynolds e b) a queda de presso, em kgf/m
2
, atravs de um leito de
carvo ativo (esfericidade 0,6 e porosidade 0,42) ao se filtrar um leo de alta viscosidade ( = 350 cP e
= 0,9 g/cm3). So conhecidos: velocidade do leo (10 cm/s), dimetro da coluna (30 cm), altura do
leito (50 cm) e dimetro das partculas (0,9 cm). Resolver no sistema CGS.

Resposta: N
Re
= 3,99 e P = 4282,97g/cm
2