Você está na página 1de 2
6 metáforas de um casamento Feliz PPrr CCaarrllooss MMCCccoorrdd SSeemmaannaa 2211 aa 2277 ddee NNoovveemmbbrroo
6 metáforas de um casamento Feliz
PPrr CCaarrllooss MMCCccoorrdd
SSeemmaannaa 2211 aa 2277 ddee NNoovveemmbbrroo ddee 22001100

VERSO DA SEMANA: Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dará muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.” Jo 15.5

QUEBRA GELO: Distribua papel e caneta e peça para cada um escrever um verso de amor ao seu cônjuge, namorado (a) ou noivo (a) contendo essas 6 palavras: AMOR, IMAGEM, DECISÕES, FUTURO, INTENÇÕES E JESUS. Os solteiros deverão escrever também e guardar para presentear no futuro a pessoa amada que Deus enviará. Dê oportunidade para alguns casais realizarem a leitura dos versos de amor.

OBJETIVO: Promover um ambiente de amor e declarações entre os casais, quebrando qualquer resistência para a ministração da Palavra de Deus.

SEIS PERGUNTAS E SEIS AJUSTES PARA VIVER UM CASAMENTO FELIZ:

1ª PERGUNTA: POR QUE CASAMOS? Gênesis 1.26-28

“Então disse Deus: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança. Domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os grandes animais de toda a terra e sobre todos os pequenos animais que se movem rente ao chão”. Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Deus os abençoou, e lhes disse: “Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra!.”

A imagem de Deus no mundo é o ambiente de amor contínuo. Um casamento deveria tornar visível e disponível na

terra aquilo que existe constantemente em Deus: um amor que não pára.

1º AJUSTE: Casamos para sermos a imagem de Deus no mundo.

A imagem de Deus aparece quando o amor entre um homem e uma mulher é contínuo e generoso.

COMPARTILHE: Quando você decidiu se casar, o fez em benefício próprio buscando somente sua felicidade e satisfação? Como você vive a razão do seu casamento hoje? Será necessário algum ajuste?

2ª PERGUNTA: COMO DECIDIMOS? Gênesis 2. 21-24

“Então o SENHOR Deus fez o homem cair em profundo sono e, enquanto este dormia, tirou-lhe uma das costelas, fechando o lugar com carne. Com a costela que havia tirado do homem, o SENHOR Deus fez uma mulher e a levou até ele. Disse então o homem: “Esta, sim, é osso dos meus ossos e carne da minha carne! Ela será chamada mulher, porque do homem foi tirada”. Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne.”

O poder no casamento é a capacidade do casal tomar boas decisões levando os dois lados em consideração. O

enfoque no “eu” destrói o casamento, o enfoque em “nós” o sustenta.

2º AJUSTE: Decidimos com igualdade em nosso círculo de intimidade. Quando os dois decidem juntos, a

intimidade cresce em todos os níveis espiritual, emocional, mental e sexual.

Decidimos com cada batida do nosso coração. Cada decisão que um casal toma em conjunto é como o pulsar

do coração conjugal de ambos.

COMPARTILHE: Como você costuma tomar decisões em sua casa? Há entre o casal o círculo de intimidade onde as decisões são tomadas de maneira coerente e em comum acordo? Quando alguém é precipitado na decisão, o outro costuma lançar em rosto dizendo: - Eu não lhe disse?

3ª PERGUNTA: COMO CONCEBEMOS O NOSSO FUTURO? Salmo 31. 14-15

Mas eu confio em ti, SENHOR, e digo: Tu és o meu Deus. 15 O meu futuro está nas tuas mãos

Um grande futuro é concebido entre um homem e uma mulher na presença de Deus. Fomos criados pelo amor, para viver em amor, para o bem do amor. Este deveria ser o DNA de cada lar.

A LIBERAÇÃO EFICAZ DO AMOR FOI PLANEJADA PARA SER UMA HERANÇA FAMILIAR

3º AJUSTE: Decidimos com o DNA do homem e o DNA da mulher na presença de Deus. DNA é a soma das minhas experiências e a minha visão de como amar melhor.

4ª PERGUNTA: COMO EXECUTAMOS AS DECISÕES CONJUNTAS, A DOIS, E LIBERAMOS O AMOR?

1 Co 2. 15-16 “Mas quem é espiritual discerne todas as coisas, e ele mesmo por ninguém é discernido; pois quem conheceu a mente do Senhor para que possa instruí-lo? Nós, porém, temos a mente de Cristo.”

Precisamos entender exatamente quem Deus nos criou para sermos, e nos tornarmos plenamente tal pessoa em nosso casamento. É preciso entender que não há nada de errado em como Deus nos criou, mas precisamos aprender a ser quem somos em harmonia com nosso cônjuge.

4º AJUSTE: Executamos as nossas decisões como mãos unidas.

É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas.Ec 4.9

O homem a mão direita do amor de Deus. A mulher a mão esquerda do amor de Deus. Jesus a mente perfeita do amor de Deus.

5ª PERGUNTA: COMO CONTINUAMOS APAIXONADOS? Apocalipse 2.4-5

“Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor. Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio. Se não se arrepender, virei a você e tirarei o seu candelabro do lugar dele.”

Em um casamento feliz, há uma união de intenções que é, cuidadosamente, mantida e nutrida. As intenções são mais valiosas do que as ações. As ações, simplesmente, tornam as intenções visíveis. Dizer “eu não o amo mais” significa que não existe mais intenção de liberar o amor contínuo.

5º AJUSTE: Mantendo as nossas intenções unidas diariamente. Vivendo o primeiro amor.

COMPARTILHE: Como você pode manter o seu amor através das suas mais puras intenções como feito no dia do seu casamento?

6ª PERGUNTA: COMO O AMOR E A ALEGRIA FLUEM CONSTANTEMENTE NO CASAMENTO? Jo 15.4

Permaneçam em mim, e eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira.

O amor e a felicidade que desejamos para o casamento são, primeiramente, recebidos de Deus e em seguida compartilhados mutuamente no casamento. Esse processo de receber e liberar o amor é o significado do permanecer em Jesus. Permanecer nEle é a chave para o casamento feliz. A satisfação, o amor e a alegria são reais e contínuos em Jesus nesse exato momento para todos aqueles que permenecem nEle momento a momento.

6º AJUSTE: Através da perfeita presença de Jesus em nós, a Videira verdadeira. Recebemos o amor e a alegria diretamente de Deus em Cristo.

CONCLUSÃO:

"Como o Pai me amou, assim eu os amei; permaneçam no meu amor.” Jo 15.9

INTERCESSÃO PELA FESTA DA COLHEITA: Reservem um tempo no PG e individualmente nas casas para clamar ao Senhor por este dia especial de festa e unção de multiplicação! AGENDA:

02/DEZ/2010 ÀS 19H NA COLINA! GRANDE FESTA DA COLHEITA E MULTIPLICAÇÃO DE PEQUENOS GRUPOS