Você está na página 1de 97

ISO 50001

ISO 50001 Sistema de Gestão da Energia Interpretação e Implementação ISO 50001 – Sistema de G

Sistema de Gestão da Energia

Interpretação e Implementação

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

HORÁRIO DO CURSO (Sexta e Quarta)

Início: 18:40

Intervalo: 20:30 - 20:45

Término: 22:50.

18:40 Intervalo: 20:30 - 20:45 Término: 22:50. ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia
18:40 Intervalo: 20:30 - 20:45 Término: 22:50. ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia
18:40 Intervalo: 20:30 - 20:45 Término: 22:50. ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

HORÁRIO DO CURSO (Sábado)

Início: 8:00

Intervalo: 10:00 - 10:15

Almoço: 12:30 - 13:30

Intervalo: 15:30 - 15:45

Término: 18:00.

- 13:30 Intervalo: 15:30 - 15:45 Término: 18:00. ISO 50001 – Sistema de G estão da
- 13:30 Intervalo: 15:30 - 15:45 Término: 18:00. ISO 50001 – Sistema de G estão da
- 13:30 Intervalo: 15:30 - 15:45 Término: 18:00. ISO 50001 – Sistema de G estão da
- 13:30 Intervalo: 15:30 - 15:45 Término: 18:00. ISO 50001 – Sistema de G estão da

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Apresentação

Apresentação Toaletes Certificados de Participação Questionário de Avaliação Ligações Telefônicas Intervalos ISO

Toaletes

Apresentação Toaletes Certificados de Participação Questionário de Avaliação Ligações Telefônicas Intervalos ISO

Certificados de Participação

Apresentação Toaletes Certificados de Participação Questionário de Avaliação Ligações Telefônicas Intervalos ISO

Questionário de Avaliação

Certificados de Participação Questionário de Avaliação Ligações Telefônicas Intervalos ISO 50001 – Sistema de
Certificados de Participação Questionário de Avaliação Ligações Telefônicas Intervalos ISO 50001 – Sistema de

Ligações Telefônicas

Questionário de Avaliação Ligações Telefônicas Intervalos ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia -

Intervalos

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

MATERIAL DIDÁTICO

MATERIAL DIDÁTICO Disponível no Site da UTFPR ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia

Disponível no Site da UTFPR

MATERIAL DIDÁTICO Disponível no Site da UTFPR ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

ETAPAS DO CURSO

ETAPAS DO CURSO Atividades / Dinâmica em Grupo (5 pessoas) Questionário de Avaliação do Curso Certificados
ETAPAS DO CURSO Atividades / Dinâmica em Grupo (5 pessoas) Questionário de Avaliação do Curso Certificados

Atividades / Dinâmica em Grupo (5 pessoas)

ETAPAS DO CURSO Atividades / Dinâmica em Grupo (5 pessoas) Questionário de Avaliação do Curso Certificados

Questionário de Avaliação do Curso

em Grupo (5 pessoas) Questionário de Avaliação do Curso Certificados de Participação ISO 50001 – Sistema

Certificados de Participação

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

APRESENTAÇÃO DOS PARTICIPANTES

APRESENTAÇÃO DOS PARTICIPANTES Nome Empresa Posição na Organização Objetivo pretendido com o curso ISO 50001 –

Nome Empresa Posição na Organização Objetivo pretendido com o curso

Nome Empresa Posição na Organização Objetivo pretendido com o curso
Nome Empresa Posição na Organização Objetivo pretendido com o curso
Nome Empresa Posição na Organização Objetivo pretendido com o curso
Posição na Organização Objetivo pretendido com o curso ISO 50001 – Sistema de G estão da

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

O que é

ISO ?

O que é ISO ? ISO (International Organization for Standardization) é a Organização Internacional para Padronização

ISO (International Organization for Standardization) é a Organização Internacional para Padronização de Normas à nível mundial.

Essa organização possui sede na cidade de Genebra na Suíça.

Para contactar a organização ISO utilize os seguintes dados :

ISO Central Secretariat

1, chemin de la Voie Creuse

Case Postale 56

CH - 1211 Genève 20

Switzerland

central@iso.org

www.iso.org

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

O que é uma norma ISO ?

O que é uma norma ISO ? O portfólio da ISO possui mais de 18600 padrões

O portfólio da ISO possui mais de 18600 padrões que auxiliam nos negócios e na interação entre governos e a sociedade através de ferramentas práticas dentro das três dimensões do desenvolvimento sustentável : Econômico, Social e Ambiental.

As normas ISO geram uma contribuição positiva para o mundo em que vivemos. Elas facilitam as exportações, disseminam o conhecimento e as inovações tecnológicas e compartilha as boas práticas de gerenciamento e avaliação de conformidades.

As normas ISO fornecem soluções e benefícios para vários setores e atividades, incluindo a agricultura, construção, engenharia, energia, manufatura, transporte, distribuição, medicina, qualidade, tecnologia da informação e comunicação, meio ambiente e serviços.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

O que é uma norma ISO ?

O que é uma norma ISO ? A ISO só desenvolve normas quando existe necessidades claras

A ISO só desenvolve normas quando existe necessidades claras e específicas dentro de um segmento no mercado mundial.

O trabalho de elaboração das normas é desenvolvido por especialistas oriundos dos setores da indústria e de prestação de serviços que identificam a necessidade de elaboração de uma norma para ser adotada a nível mundial. Esses especialistas podem se juntar a outros que possuam relevantes conhecimentos dentro de uma determinada área específica, tais como representantes de laboratórios técnicos de pesquisa, agencias governamentais, associações de consumidores, universidades, e ainda por organizações governamentais ou não governamentais.

Uma norma internacional ISO representa um concenso global do estado da arte, dentro do tema do padrão analisado pelo corpo de especialistas que a gerou.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

O que é norma ISO 50001 ?

O que é norma ISO 50001 ? A ISO 50001 trata do Sistema de Gerenciamento de

A ISO 50001 trata do Sistema de Gerenciamento de Energia (SGE),

essa norma fornece para as organizações todos os requisitos necessários para o SGE cuja denominação na língua inglesa é Energy Management Systems (EnMS).

A ISO 50001 gera benefícios para organizações de qualquer tamanho,

para os setores públicos ou privados, para a indústria de manufatura

e para organizações prestadoras de serviços, em todas as regiões do mundo. A norma ISO 50001 foi publicada em Junho de 2011.

A ISO 50001 é a base do gerenciamento eficiente de energia à ser

adotado pelas indústrias, pelo comércio, pelas instituições particulares e governamentais. Estudos apontam que com a devida implementação da norma ISO 50001 os diversos setores econômicos

mundiais consigam otimizar o uso da energia em 60%.

(Estudo do International Energy Outlook 2010, publicado pela US Energy Information Administration)

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Qual é a importância da ISO 50001 ?

Qual é a importância da ISO 50001 ? A energia é um fator crítico na operação

A energia é um fator crítico na operação e funcionamento das

organizações e além disso representa o maior custo financeiro no orçamento anual.

Além dos altos custos econômicos da energia para uma organização,

o uso da energia ainda gera custos adicionais para a sociedade, tais

como, custos intrínsecos ao meio ambiente com geração de resíduos poluentes e ainda a alta emissão de gases de efeito estufa que geram graves problemas nas mudanças climáticas e contribuem para o aquecimento global do planeta.

A pesquisa e o desenvolvimento de novas tecnologias dentro do setor

de energia limpa renovável demora muito e possui custos elevados.

As organizações não conseguem controlar o preço da energia, assim como não controlam as políticas governamentais ou a economia global, mas elas podem melhorar a forma como gerenciam e usam a energia no momento presente.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Qual é a importância da ISO 50001 ?

Qual é a importância da ISO 50001 ? A melhoria do uso da energia forn ece

A melhoria do uso da energia fornece benefícios instantâneos para uma organização através da maximização do uso das suas fontes de energia e outros ativos relacionados com a energia, reduzindo os custos associados, fazendo um uso mais eficiente da energia.

A norma ISO 50001 está fundamentada num modelo de sistema de gerenciamento que já é compreendido e está implementado em várias organizações mundiais, ela possui uma estrutura muito semelhante a norma ISO 9001 que trata do Sistema de Gerenciamento da Qualidade.

Na questão da competitividade mundial entre as organizações a norma ISO 50001 faz uma grande diferença quando é implementada pois gera redução de custos de forma imediata.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Geração de energia elétrica no Brasil

Geração de energia elétrica no Brasil Fonte: EPE - 2009 ISO 50001 – Sistema de G
Geração de energia elétrica no Brasil Fonte: EPE - 2009 ISO 50001 – Sistema de G

Fonte: EPE - 2009

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Produção de energia primária no Brasil

Produção de energia primária no Brasil Fonte: EPE - 2009 ISO 50001 – Sistema de G
Produção de energia primária no Brasil Fonte: EPE - 2009 ISO 50001 – Sistema de G

Fonte: EPE - 2009

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

SGE - Benefícios da implementação

SGE - Benefícios da implementação ► Existem vários benefícios potenciais na implementação de um Sistema de

Existem vários benefícios potenciais na implementação de um Sistema de Gestão de Energia, dos quais destacam-se :

Melhoria da eficiência operacional;

Diminuição da intensidade energética;

Existência de dados relativos a energia para auxilio na tomada de decisões;

Apoio à mudança organizacional e cultural

Integração entre os vários aspectos da organização;

Redução de impactos ambientais;

Vantagens competitivas sobre as empresas que negligenciam a gestão de recursos;

Demonstração clara de responsabilidade social corporativa.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

SGE – Sistema de Gestão de Energia

SGE – Sistema de Gestão de Energia ► Um sistema de Gestão de Energia é uma

Um sistema de Gestão de Energia é uma série de processos que permite a uma organização:

Estabelecer e comunicar os seus compromissos de energia e dados de processos;

Garantir que planos de ação energética sejam estabelecidos, geridos e realizados;

Atingir os objetivos energéticos e metas associadas;

Promover a cultura de conservação de energia na organização;

Estabelecer controles que garantam a conservação de energia;

Medir e monitorar a utilização significativa de energia;

Demonstrar efetivamente a melhoria do desempenho;

Realizar verificações, através de processos de auditorias;

Reduzir a emissão de gases que promovem o efeito estufa.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Programas de Gestão de Energia

Energy Star

Programas de Gestão de Energia ► Energy Star Programa governamental americano com o ob jetivo de

Programa governamental americano com o objetivo de proteger o meio ambiente através da eficiência energética .

Trabalha em colaboração com a indústria privada, governos e consumidores. O programa foi criado em 1992 para identificar produtos com eficiência energética e reduzir as emissões de carbono.

Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica – PROCEL

O objetivo do PROCEL - Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica -

é promover a racionalização da produção e do consumo de energia elétrica, para que se eliminem os desperdícios e se reduzam os custos e os investimentos setoriais.

O PROCEL foi criado em dezembro de 1985 pelos Ministérios de Minas e Energia

e da Indústria e Comércio, e gerido por uma Secretaria Executiva subordinada à Eletrobrás. Em 18 de julho de 1991, o PROCEL foi transformado em Programa de Governo, tendo suas abrangência e responsabilidades ampliadas.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Modelos de Gestão de Energia

Modelos de Gestão de Energia ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia - Inter
Modelos de Gestão de Energia ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia - Inter

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Modelo de Gestão ISO 50001

Modelo de Gestão ISO 50001 Política Energética Planejamento Energético Implementação e Operação Verificação
Política Energética Planejamento Energético Implementação e Operação Verificação Análise Crítica pela
Política Energética
Planejamento
Energético
Implementação e
Operação
Verificação
Análise Crítica pela
Direção
Operação Verificação Análise Crítica pela Direção Monitoração, medição e análises Não conformidades,
Operação Verificação Análise Crítica pela Direção Monitoração, medição e análises Não conformidades,
Operação Verificação Análise Crítica pela Direção Monitoração, medição e análises Não conformidades,
Operação Verificação Análise Crítica pela Direção Monitoração, medição e análises Não conformidades,
Monitoração, medição e análises
Monitoração,
medição e análises
Não conformidades, correção, ação corretiva e preventiva
Não conformidades,
correção, ação
corretiva e preventiva
Auditoria interna do SGE
Auditoria interna do
SGE

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Norma ISO 50001 - Resumo

Norma ISO 50001 - Resumo ► A norma ISO 50001 é uma norma internacional de gestão

A norma ISO 50001 é uma norma internacional de gestão de energia, publicada em 15/06/2011.

Trata-se de um sistema de gestão tradicional, baseado num ciclo PDCA que requer a definição e a implantação de uma política para melhorar a eficiência energética.

Pode ser utilizada para certificação, registro ou autodeclaração.

A ISO 50001 não estabelece requisitos absolutos para o desempenho energético (isto é, a organização que programa a norma estabelece quanto, quando e como vai melhorar o seu desempenho energético).

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Organismos certificadores no Brasil

Organismos certificadores no Brasil ► ABNT (Brasil) – Rio de Janeiro : www.abnt.org.br ► ABS (USA)

ABNT (Brasil) – Rio de Janeiro : www.abnt.org.br

ABS (USA) - São Paulo : www.abs-qe.com

BSI (UK) – São Paulo : www.bsibrasil.com.br

BVC (França) – São Paulo : www.bvqi.com.br

DNV (Noruega) – São Paulo : www.dnv.com

FCAV (Brasil) – São Paulo : www.vanzolini.org.br

SAS (Brasil) – Belo Horizonte : www.sascertificadora.com.br

BR TUV (Alemanha) – São Paulo : www.brtuv.com.br

RINA (Itália) – São Paulo : www.rinabrasil.com.br

Lloyd’s Register (Brasil) – Rio de Janeiro : www.lr.org

Quality Service (Suíça) – São Paulo : www.certificadoraqs.com.br

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

ISO 50001 – 1a Empresa Certificada Brasil

ISO 50001 – 1a Empresa Certificada Brasil A WEG é a 1ª empresa da América Latina
ISO 50001 – 1a Empresa Certificada Brasil A WEG é a 1ª empresa da América Latina

A WEG é a 1ª empresa da América Latina recomendada pelo Bureau Veritas Certification para a certificação ISO 50001 - Gestão de Eficiência Energética.

O Sistema de Gestão da WEG foi implantando de forma piloto em uma das fábricas de motores elétricos no parque fabril de Jaraguá do Sul (SC), com ações para melhoria do desempenho energético da fábrica a partir da definição de uma política energética, estabelecimento de objetivos e metas de redução de consumo e adoção de ações de melhoria.

“Estamos muito otimistas com esse projeto piloto. A implantação de um sistema de gestão apropriado ao consumo de energia mostra um caminho muito promissor para a redução de custos, economia de energia, e melhoria de aspectos de sustentabilidade, como a redução de emissão de gases do efeito estufa. Nosso objetivo agora é expandir o projeto para outras áreas da WEG e mostrar para os nossos clientes o caminho para obter resultados mais eficientes", explica João Alfredo Silveira, gerente do departamento de Melhoria Continua e Meio Ambiente da WEG.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

ISO 50001 – 1a Empresa Certificada Brasil

ISO 50001 – 1a Empresa Certificada Brasil Dados da Certificação Unidade: WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S.A. MOTORES
ISO 50001 – 1a Empresa Certificada Brasil Dados da Certificação Unidade: WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S.A. MOTORES

Dados da Certificação

Unidade: WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S.A. MOTORES - Jaraguá do Sul - SC Manufacture VII.

Escopo: Manufacture of Electric Motors line HGF 315-400 (220V to 13800V) and W22 -355 (220V to 1000V), and power from 175 CV up 1100 CV. Test of triphasic Electric Motors with tension from 220V to 7000V and power from 150 to 1250 CV.

Data: 24/01/2012

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

ISO 50001 – 2a Empresa Certificada Brasil

ISO 50001 – 2a Empresa Certificada Brasil METALPLAN Conquista certficação ISO 50001 – Gestão de Energia
ISO 50001 – 2a Empresa Certificada Brasil METALPLAN Conquista certficação ISO 50001 – Gestão de Energia

METALPLAN Conquista certficação ISO 50001 – Gestão de Energia

O primeiro fabricante de compressores de ar no mundo a receber essa

certificação.

Reduzir o consumo de energia é a chave para vencer o seu aumento de custo e a sua escassez. Para muitos, a resposta para este problema é um Sistema de Gestão de Energia, uma estrutura de trabalho para o gerenciamento sistemático desse consumo.

A Metalplan conquistou a certificação ISO 50001, norma internacional publicada

em Junho de 2011, que determina requisitos para implementar e manter um sistema de gestão de energia, capaz de reduzir custos e aumentar a eficiência energética nas empresas. Além dessas vantagens, a aplicação da norma auxilia a organização na preservação ambiental.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

ISO 50001 – 2a Empresa Certificada Brasil

ISO 50001 – 2a Empresa Certificada Brasil METALPLAN Conquista certficação ISO 50001 – Gestão de Energia
ISO 50001 – 2a Empresa Certificada Brasil METALPLAN Conquista certficação ISO 50001 – Gestão de Energia

METALPLAN Conquista certficação ISO 50001 – Gestão de Energia

Após meses de trabalho, apresentamos um plano de ação detalhado, informando as medidas tomadas para atingir os objetivos e metas de redução do consumo de energia, como troca de equipamentos, manutenção preventiva e conscientização dos colaboradores.

Nosso sistema de gestão de energia foi acreditado pela SGS Systems and Services Certification, no dia 24/02/12.

Assim, nos tornamos a primeira indústria de compressores de ar do mundo a receber essa certificação.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Eficiência Energética – Visões atuais

Eficiência Energética – Visões atuais ► 01 - VISÃO EMPRESARIAL – INDÚSTRIA METALMA ► 02 -

01 - VISÃO EMPRESARIAL – INDÚSTRIA METALMA

02 - VISÃO ÓRGÃO PÚBLICO – TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO AMAZONAS

03 - VISÃO ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – RAFAEL GRECA

04 - VISÃO ACADÊMICA – UTFPR CAMPUS PATO BRANCO

APRESENTAÇÃO DE FILMES

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Norma ISO 50001

Norma ISO 50001 Termos e Definições ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia -

Termos e Definições

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

3.1 - Fronteiras

Termos e Definições ► 3.1 - Fronteiras limites físicos ou locais e/ou organiza cionais definidos pela

limites físicos ou locais e/ou organizacionais definidos pela organização

Exemplo: Um processo, um grupo de processos, uma fábrica, uma organização inteira ou múltiplos locais sob o controle de uma organização.

3.2 - Melhoria Contínua

processo recorrente que resulta em melhoria de desempenho energético e do sistema de gestão da energia

NOTA 1: O processo de estabelecer objetivos e buscar oportunidades de melhoria é um processo contínuo.

NOTA 2: A melhoria contínua pode resultar em melhorias no desempenho energético global, consistente com a política energética da organização.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

3.3 - Correção

Termos e Definições ► 3.3 - Correção ação para eliminar uma não-c onformidade detectada (3.21). NOTA:

ação para eliminar uma não-conformidade detectada (3.21).

NOTA: Adaptado da ISO 9000:2005.

3.4 - Ação Corretiva

ação para eliminar a causa de uma não-conformidade detectada (3.20).

NOTA 1: Pode existir mais de uma causa para uma não-conformidade.

NOTA 2: Ação corretiva é executada para prevenir a recorrência enquanto que ação preventiva é executada para prevenir a ocorrência.

NOTA 3: Adaptado da ABNT NBR ISO 9000:2005, definição 3.6.5.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

3.5 - Energia

Termos e Definições ► 3.5 - Energia Energia, vem do grego en= em e ergeia (ergon)

Energia, vem do grego en= em e ergeia (ergon) = trabalho, ou seja “em trabalho” Logo ENERGIA é a capacidade de se PRODUZIR TRABALHO

A energia pode ser:

- cinética(a partir da força das ondas e dos ventos –eólica),

- gravitacional(a partir das quedas d´água-hidroelétricas),

- elétrica (a partir de turbinas e baterias),

- química(obtida por reações exotérmicas como a combustão de diesel e gasolina),

- térmica(pela queima de combustíveis, carvão, óleo, madeira, gás, etc

- radiante(pela luz )

NOTA 1: Para o propósito desta Norma, energia refere-se às suas diversas formas, incluindo renovável, que podem ser compradas, armazenadas, processadas, utilizadas em equipamentos ou em um processo, ou recuperadas.

),

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

3.6 - Linha de Base Energética

Termos e Definições ► 3.6 - Linha de Base Energética Referência(s) quantitativa(s) forn ecendo uma base

Referência(s) quantitativa(s) fornecendo uma base para comparação do desempenho energético.

NOTA 1: Uma linha de base energética reflete um período de tempo especificado.

NOTA 2: Uma linha de base energética pode ser normalizada usando variáveis que afetam o uso e/ou consumo de energia, tais como nível de produção, graus-dia (temperatura exterior) etc.

NOTA 3: Linha de base energética é também utilizada para cálculo das economias de energia, como uma referência antes e depois da implementação de ações de melhoria de desempenho energético.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

3.7 - Consumo de Energia

Termos e Definições ► 3.7 - Consumo de Energia quantidade de energia efetivamente consumida ao realizar

quantidade de energia efetivamente consumida ao realizar um trabalho

3.8 - Eficiência Energética

Empíricamente é razão ou relação quantitativa entre uma saída e uma entrada de energia, considerando as perdas inerentes ao sistema sob análise.

A eficiência energética não é resultado direto de uma equação matemática, mas sim de um conjunto de ações e atividades que visam otimizar o uso das fontes de energia. Consiste em usar menos energia para fornecer a mesma quantidade de valor energético, reduzindo as perdas, com a finalidade de realizar o mesmo trabalho. A eficiência energética não deve ser confundida com racionamento.

NOTA: Tanto a entrada quanto a saída precisam ser claramente especificadas em quantidade e qualidade e ainda ambas devem ser mensuráveis.

3.9 - Sistema de Gestão da Energia (SGE)

conjunto de elementos interrelacionados ou interativos para estabelecer uma política energética e objetivos, e ainda processos e procedimentos para atingir tais objetivos.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

3.10 - Equipe de Gestão da Energia

e Definições ► 3.10 - Equipe de Gestão da Energia pessoa(s) responsável(eis) pela efetiva implementação

pessoa(s) responsável(eis) pela efetiva implementação das atividades do sistema de gestão da energia e pela obtenção de melhorias de desempenho energético.

NOTA: O tamanho e a natureza da organização e os recursos disponíveis determinarão o tamanho da equipe. A equipe pode ser uma pessoa, tal como o representante da alta direção.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

3.11 - Objetivo Energético

Termos e Definições ► 3.11 - Objetivo Energético resultado ou realização específica estabe lecida para atender

resultado ou realização específica estabelecida para atender a política energética da organização, relacionada à melhoria de desempenho energético.

3.12 - Desempenho Energético

resultados mensuráveis relacionados à eficiência energética, uso de energia e consumo de energia.

NOTA 1: No contexto de sistemas de gestão da energia, os resultados podem ser medidos em relação à política energética da organização, como em relação aos objetivos, metas ou outros requisitos de desempenho energético.

NOTA 2: Desempenho energético é um componente do desempenho de um sistema de gestão da energia.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

Termos e Definições ► 3.13 - Indicador de Desempenho Energético (IDE) IDE representa o valor ou

3.13 - Indicador de Desempenho Energético (IDE)

IDE representa o valor ou medida quantitativa de desempenho energético, conforme definido pela organização.

NOTA: Os IDEs podem ser expressos como uma simples métrica, razão ou um modelo mais complexo.

3.14 - Política Energética

é a declaração da organização sobre suas intenções e diretrizes gerais, relacionadas com desempenho energético, e formalmente expressas pela alta direção.

NOTA: A política energética provê uma estrutura para ações e para o estabelecimento de objetivos e metas energéticas.

3.15 - Revisão Energética

é a determinação do desempenho energético da organização, com base em dados e em outras informações, conduzindo à identificação de oportunidades de melhoria.

NOTA: Em outras normas, conceitos como identificação e revisão de aspectos de energia, ou de perfil energético, estão incluídas no conceito de revisão energética.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

3.16 - Serviços de Energia

Termos e Definições ► 3.16 - Serviços de Energia atividades e seus resultados relacionados ao fornecimento

atividades e seus resultados relacionados ao fornecimento e/ou uso de energia.

3.17 - Meta Energética

requisito de desempenho energético detalhado e quantificável, aplicável à organização ou partes desta, oriundo do objetivo energético e que necessita ser estabelecido e atendido para atingí-lo.

3.18 - Uso de Energia

modo ou tipo de aplicação de energia.

Exemplo: ventilação, iluminação, aquecimento, resfriamento, transporte, processos, linhas de produção.

3.19 - Partes Interessadas

pessoa ou grupo envolvido ou afetado pelo desempenho energético da organização.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

3.20 - Auditoria Interna

Termos e Definições ► 3.20 - Auditoria Interna processo sistemático, independente e documentado de obtenção de

processo sistemático, independente e documentado de obtenção de evidências e avaliações objetivas para determinar a extensão de quais requisitos são cumpridos.

3.21 - Não-Conformidade

não atendimento a um requisito.

[ISO 9000:2005, definição 3.6.2]

3.22 - Organização

companhia, corporação, firma, empresa, autoridade ou instituição, parte ou combinação destas, sejam incorporadas ou não, organização pública ou privada, que possui suas próprias funções e administração e ainda autoridade para controlar o seu uso e o seu consumo de energia.

NOTA: Uma organização pode ser uma pessoa ou grupo de pessoas.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

3.23 - Ação Preventiva

Termos e Definições ► 3.23 - Ação Preventiva ação para eliminar a causa de uma não-conformidade

ação para eliminar a causa de uma não-conformidade potencial (3.21).

NOTA 1: Pode haver mais de uma causa para uma não-conformidade potencial.

NOTA 2: Ação preventiva é executada para prevenir a ocorrência, enquanto que ação corretiva é executada para prevenir a recorrência.

NOTA 3: Adaptado da ABNT NBR ISO 9000:2005, definição 3.6.4.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

3.24 - Procedimento

Termos e Definições ► 3.24 - Procedimento forma especificada para executar uma atividade ou um processo.

forma especificada para executar uma atividade ou um processo.

NOTA 1: Procedimentos podem ser documentados ou não.

NOTA 2: Quando um procedimento é documentado, o termo “procedimento escrito” ou “procedimento documentado” é freqüentemente utilizado.

NOTA 3: Adaptado da ABNT NBR ISO 9000:2005, definição 3.4.5.

3.25 - Registro

documento que declara os resultados obtidos ou que fornece evidências de atividades realizadas.

NOTA 1: Registros podem ser usados, por exemplo, para documentar rastreabilidade e fornecer evidências de verificação, ação preventiva e ação corretiva.

NOTA 3: Adaptado da ABNT NBR ISO 9000:2005, definição 3.7.6.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Termos e Definições

3.26 - Escopo

Termos e Definições ► 3.26 - Escopo abrangência de atividades, instalações e decisões que uma organização

abrangência de atividades, instalações e decisões que uma organização estabelece através de um SGE e que pode incluir várias fronteiras.

NOTA: O escopo pode incluir a energia relacionada a transportes.

3.27 - Uso significativo de energia

uso de energia responsável por substancial consumo de energia e/ou que ofereça considerável potencial para melhoria de desempenho energético.

NOTA: Critérios de significância são determinados pela organização.

3.28 - Alta Direção

pessoa ou grupo de pessoas que gerencia e controla uma organização no mais alto nível.

NOTA 1: A alta direção controla a organização definida sob o escopo e fronteiras do sistema de gestão da energia.

NOTA 2: Adaptado de ABNT NBR ISO 9000:2005, definição 3.2.7.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

DINÂMICA DE GRUPO ATIVIDADE 1 Implementação da norma ISO 50001 Hospital Green House ISO 50001
DINÂMICA DE GRUPO ATIVIDADE 1 Implementação da norma ISO 50001 Hospital Green House ISO 50001

DINÂMICA DE GRUPO ATIVIDADE 1

Implementação da norma ISO 50001

Hospital Green House

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Norma ISO 50001

Norma ISO 50001 Requisitos Normativos ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia - Inter

Requisitos Normativos

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Planejamento

4.1 – Requisitos Gerais

4.2 – Responsabilidade da Gestão

4.2.1 – Alta direção

4.2.2 – Representante da Direção

4.3 – Política energética

4.4 – Planejamento energético

4.4.1 – Geral

4.4.2 – Requisitos legais e outros

4.4.3 – Revisão energética

4.4.4 – Linha de base energética

4.4.5 – Indicadores de desempenho energético

4.4.6 – Objetivos, metas e planos de ação para gestão de energia

Objetivos, metas e planos de ação para gestão de energia ISO 50001 – Sistema de G
Objetivos, metas e planos de ação para gestão de energia ISO 50001 – Sistema de G

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.1 - Requisitos gerais

A organização deve:

4.1 - Requisitos gerais ► A organização deve: a) estabelecer, documentar, implementar, ma nter e melhorar

a) estabelecer, documentar, implementar, manter e melhorar um SGE de acordo com os requisitos desta Norma;

b) definir e documentar o escopo e as fronteiras do seu SGE; e

c) determinar como serão atendidos os requisitos desta Norma, visando atingir a melhoria contínua de seu desempenho energético e do SGE.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.2 - Responsabilidade da gestão 4.2.1 - Alta direção

4.2 - Responsabilidade da gestão 4.2.1 - Alta direção ► A alta direção deve demonstrar seu

A alta direção deve demonstrar seu comprometimento em apoiar o SGE e melhorar continuamente sua efetividade através de:

a) Definição, estabelecimento, implementação e manutenção de uma política energética;

b) Designação de um representante da direção e aprovação da formação de uma equipe de gestão da energia;

c) Fornecimento de recursos necessários para estabelecer, implementar, manter e melhorar o SGE e o desempenho energético resultante;

NOTA: recursos incluem recursos humanos, habilidades especializadas, tecnologia e recursos financeiros.

d) Identificação do escopo e fronteiras a serem tratados pelo SGE;

e) Comunicação da importância da gestão da energia para todos na organização;

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.2 - Responsabilidade da gestão 4.2.1 - Alta direção

4.2 - Responsabilidade da gestão 4.2.1 - Alta direção f) Garantia de que objetivos e metas

f) Garantia de que objetivos e metas energéticas sejam estabelecidos;

g) Garantia de que os IDE sejam apropriados à organização;

h) Consideração do desempenho energético em planejamento de longo prazo;

i) Garantia de que os resultados sejam medidos e comunicados em intervalos determinados;

j) Condução de análises críticas pela direção.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.2 - Responsabilidade da gestão 4.2.2 - Representante da direção

da gestão 4.2.2 - Representante da direção ► A alta direção deve designar representante(s) com

A alta direção deve designar representante(s) com a(s) habilidades e competência(s) apropriadas, o(s) qual(ais), independente de outras responsabilidades, tenha(m) a responsabilidade e a autoridade para:

a) Garantir que o SGE seja estabelecido, implementado, mantido e continuamente melhorado de acordo com esta norma;

b) Identificar pessoa(s), autorizada(s) por nível gerencial apropriado, para trabalhar com o representante da direção no apoio das atividades de gestão da energia;

c) Relatar à alta direção o desempenho energético;

d) Relatar à alta direção o desempenho do SGE;

e) Garantir que o planejamento das atividades de gestão da energia seja destinado a apoiar a política energética da organização;

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.2 - Responsabilidade da gestão 4.2.2 - Representante da direção

da gestão 4.2.2 - Representante da direção f) Definir e comunicar responsabilidades e autoridades

f) Definir e comunicar responsabilidades e autoridades para facilitar a efetiva gestão da energia;

g) Determinar critérios e métodos necessários para garantir que tanto a operação e controle do SGE sejam efetivos; e

h) Promover conscientização da política e objetivos energéticos em todos os níveis da organização.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.3 - Política energética

4.3 - Política energética ► A política energética deve declarar o comprometimento da organização para atingir

A política energética deve declarar o comprometimento da organização para atingir a melhoria do desempenho energético. A alta direção deve definir a política energética e garantir que esta:

a) Seja apropriada à natureza e escala do uso e consumo de energia da organização;

b) Inclua um comprometimento para melhoria contínua de desempenho energético;

c) Inclua um comprometimento para garantir a disponibilidade de informações e de recursos necessários para atingir objetivos e metas;

d) Inclua um comprometimento para cumprir com os requisitos legais aplicáveis e outros requisitos aos quais a organização subscreve, relacionados à sua eficiência energética e seu uso e consumo de energia;

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.3 - Política energética

4.3 - Política energética e) Forneça uma estrutura para estabelecer e revisar objetivos e metas energéticas;

e) Forneça uma estrutura para estabelecer e revisar objetivos e metas energéticas;

f) Apóie a aquisição de produtos energeticamente eficientes e projetos para melhoria do desempenho energético;

g) Seja documentada e comunicada em todos os níveis da organização; e

h) Seja regularmente revisada e atualizada quando necessário.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.4 - Planejamento energético 4.4.1 - Geral

4.4 - Planejamento energético 4.4.1 - Geral A organização deve conduzir e documen tar um processo

A organização deve conduzir e documentar um processo de planejamento energético. O planejamento energético deve ser consistente com a política energética e deve levar a atividades que melhorem continuamente o desempenho energético.

O planejamento energético deve envolver uma revisão das atividades da organização que possam afetar o desempenho energético.

NOTA 1: Um diagrama conceitual ilustrando o planejamento energético está apresentada na figura A.2.

NOTA 2: Em outras normas nacionais ou regionais, conceitos como a identificação e a revisão dos aspectos energéticos ou do perfil energético estão inclusos no conceito da revisão energética.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.4.2 - Requisitos legais e outros requisitos

4.4.2 - Requisitos legais e outros requisitos A organização deve identificar, implemen tar e ter acesso

A organização deve identificar, implementar e ter acesso aos requisitos legais aplicáveis e outros requisitos aos quais a organização subscreve, relacionados a sua eficiência energética e seu uso e consumo de energia.

A organização deve determinar como estes requisitos se aplicam ao uso e consumo de energia e à eficiência energética e deve assegurar que estes requisitos legais e outros requisitos aos quais a organização subscreve são considerados no estabelecimento, implementação e manutenção do SGE.

Requisitos legais e outros requisitos devem ser revisados a intervalos definidos.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.4.3 - Revisão energética

4.4.3 - Revisão energética ► A organização deve desenvolver, registrar e manter uma revisão energética. A

A organização deve desenvolver, registrar e manter uma revisão energética. A metodologia e os critérios utilizados para desenvolver a revisão energética devem ser documentados. Para desenvolver a revisão energética a organização deve:

a) Analisar uso e consumo de energia com base em medições e outros dados, isto é:

Identificar as fontes de energia atuais; Avaliar o uso e consumo de energia atual e passado.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.4.3 - Revisão energética

4.4.3 - Revisão energética b) Com base no uso e consumo de energia , identificar as

b) Com base no uso e consumo de energia , identificar as áreas de uso significativo de energia, isto é:

identificar as instalações, equipamentos, sistemas, processos e pessoal trabalhando para a organização ou em seu nome que afetam significativamente o uso e consumo de energia;

identificar outras variáveis relevantes que afetam significativamente o uso de energia;

determinar o desempenho energético atual de instalações, equipamentos, sistemas e processos relacionados aos usos significativos de energia identificados; e

estimar o uso e consumo de energia futuros.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.4.3 - Revisão energética

4.4.3 - Revisão energética c) Identificar, priorizar e registrar oportunidades de melhoria de desempenho energético.

c) Identificar, priorizar e registrar oportunidades de melhoria de desempenho energético.

NOTA: Oportunidades podem ser relacionadas a potenciais fontes de energia,uso de energia renovável ou outras fontes alternativas de energia tais como resíduos energéticos.

A revisão energética deve ser atualizada a intervalos definidos, bem como em resposta a mudanças expressivas em instalações, equipamentos, sistemas ou processos.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.4.4 - Linha de base energética

4.4.4 - Linha de base energética ► A organização deve estabelecer linha(s) de base energética utilizando

A organização deve estabelecer linha(s) de base energética utilizando as informações da revisão energética inicial e considerando dados em um período de tempo apropriado ao uso e consumo de energia da organização. Mudanças no desempenho energético devem ser comparadas à(s) linha(s) de base energética.

Ajustes à(s) linha(s) de base energética devem ser feitos em uma ou mais das seguintes ocorrências:

Quando os IDE não refletirem mais o uso e consumo de energia da organização, ou;

Se houver mudanças expressivas em processos, padrões operacionais ou sistemas de energia; ou

de acordo com um método predeterminado.

A(s) linha(s) de base energética deve(m) ser mantida(s) e registrada(s).

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.4.5 - Indicadores de desempenho energético

4.4.5 - Indicadores de desempenho energético ► A organização deve identificar os IDEs apropriados para monitoramento

A organização deve identificar os IDEs apropriados para monitoramento e medição de seu desempenho energético. A metodologia para determinar e atualizar os IDE deve ser registrada e regularmente revisada.

Os IDE devem ser revisados e comparados com a linha de base energética, quando apropriado.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.4.6 – Objetivos energéticos, metas energéticas e planos de ação para gestão da energia

energéticas e planos de ação para gestão da energia ► A organização deve estabelecer, implementar e

A organização deve estabelecer, implementar e manter documentados os objetivos e metas energéticas nas funções, níveis, processos ou instalações relevantes da organização. Devem ser estabelecidos cronogramas para cumprimento de objetivos e metas.

Os objetivos e as metas devem ser consistentes com a política energética. As metas devem ser consistentes com os objetivos.

Quando do estabelecimento e revisão de objetivos e metas, uma organização deve considerar requisitos legais e outros requisitos, usos significativos de energia e oportunidades de melhoria do desempenho energético conforme identificadas na revisão energética. Também deve considerar suas condições financeiras, operacionais e comerciais, suas opções tecnológicas e as visões das partes interessadas.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.4.6 – Objetivos energéticos, metas energéticas e planos de ação para gestão da energia

energéticas e planos de ação para gestão da energia ► A organização deve estabelecer, implementar e

A organização deve estabelecer, implementar e manter planos de ação para cumprimento dos objetivos e metas. Os planos de ação devem incluir:

atribuição de responsabilidades;

meios e cronogramas através dos quais as metas individuais serão atingidas;

uma declaração do método pelo qual uma melhoria de desempenho energético será verificada; e

uma declaração do método para verificação de resultados.

Os planos de ação devem ser documentados e atualizados a intervalos definidos.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Processo de planejamento de energia

Processo de planejamento de energia Entradas Uso de energia – passado e futuro •Variáveis que afetam

Entradas

Uso de energia – passado e futuro
Uso de energia –
passado e futuro
Entradas Uso de energia – passado e futuro •Variáveis que afetam o uso de energia de

•Variáveis que afetam o uso de energia de maneira significativa

•Desempenho
•Desempenho

Revisão Energética

Análise do consumo de energia
Análise do
consumo de
energia
Revisão Energética Análise do consumo de energia Identificação de áreas com consumo de energia significativo

Identificação de áreas com consumo de energia significativo

de áreas com consumo de energia significativo Identificação de oportunidades para melhoria do
de áreas com consumo de energia significativo Identificação de oportunidades para melhoria do
de áreas com consumo de energia significativo Identificação de oportunidades para melhoria do

Identificação de oportunidades para melhoria do desempenho energético

áreas com consumo de energia significativo Identificação de oportunidades para melhoria do desempenho energético

Saídas

•

Linha de base energética

• IDEs • Objetivos • Metas • Planos de ação
• IDEs
• Objetivos
• Metas
• Planos de
ação
• IDEs • Objetivos • Metas • Planos de ação ISO 50001 – Sistema de G
• IDEs • Objetivos • Metas • Planos de ação ISO 50001 – Sistema de G
• IDEs • Objetivos • Metas • Planos de ação ISO 50001 – Sistema de G

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Realizando a revisão energética

Realizando a revisão energética ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia - Inter pretação
Realizando a revisão energética ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia - Inter pretação
Realizando a revisão energética ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia - Inter pretação
Realizando a revisão energética ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia - Inter pretação

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Estabelecendo as fronteiras

Estabelecendo as fronteiras ► Uma linha de base cobre um conjunto de operações e atividades que

Uma linha de base cobre um conjunto de operações e atividades que podem ocupar localizações geográficas distintas.

A definição dos limites vai estabelecer o que será considerado para o estabelecimento da linha de base.

Os limites estabelecidos para a linha de base podem ser uma companhia inteira, parte de uma empresa, ou uma planta individual.

Os limites podem incluir uma parte ou toda uma empresa global.

A entidade, que estabelece a base deve estar no controle financeiro ou operacional das operações e atividades dentro dos limites definidos; atividades fora do controlo da entidade (por exemplo, fornecedores, distribuidores de produtos) não devem ser incluídos.

A atividade de transporte pode ser incluída.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Escolhendo um ano base

Escolhendo um ano base ► As empresas são incentivadas a escolher como ano base o ano

As empresas são incentivadas a escolher como ano base o ano mais recente para o qual tenham dados confiáveis.

O ano base será determinado como ano ZERO.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Levantando dados do uso de energia

Levantando dados do uso de energia ► A organização levantar os dados de energia para o

A organização levantar os dados de energia para o ano-base selecionado.

Os dados devem incluir a descrição da energia utilizada por tipo.

Exemplos de descrição de energia:

Eletricidade;

Gás natural;

Carvão;

Petróleo.

O levantamento deve incluir a energia utilizada nas operações industriais e não industriais (escritórios, por exemplo).

Avaliar a pertinência de processos de aquisição de dados automáticos.

Os produtos devem ser agrupados em classes (ou grupos).

Grupos de produtos: Agrupamento de produtos com intensidade de energia semelhante (Bobinas de aço laminado, m 3 de Hidrogênio, etc.).

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Levantando dados do uso de energia

Levantando dados do uso de energia Matérias primas que podem ser utilizadas como fonte de energia

Matérias primas que podem ser utilizadas como fonte de energia

Fontes de energia como matéria-prima:

Consumo de Gás Natural para a conversão em Amônia, Metanol ou outros; (Nesse caso essa energia do GN não deve ser considerada)

Os subprodutos que forem utilizadas como fonte de energia (como um combustível), devem ser incluídos nos dados do consumo de energia.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Levantando dados do uso de energia

Cogeração

Levantando dados do uso de energia ► Cogeração Cogeração é a produção de eletricidade e uma

Cogeração é a produção de eletricidade e uma forma de energia térmica útil (tal como o calor ou vapor), usado para fins industriais, comerciais, de aquecimento ou refrigeração.

Uma aplicação comum de cogeração na indústria química é a reutilização do calor gerado em reações intermediárias para geração de eletricidade ou para aquecimento em outros processos.

Geração de eletricidade on site

Energia elétrica gerada na organização a partir de calor, sobras de energia ou processos termodinâmicos que podem ser utilizados na própria planta ou serem vendidos (ONS).

A energia vendida é abatida da consumida.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Levantando dados do uso de energia

Requisitos a serem considerados:

do uso de energia ► Requisitos a serem considerados: Fontes atuais de energia Avaliação dos consumos

Fontes atuais de energia

Avaliação dos consumos de energia passados e presentes;

Estimativa do consumo de energia futuro;

Identificação das áreas que tenham consumo significativo de energia;

Identificação e priorização de oportunidades para um melhor desempenho energético.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Levantando dados do uso de energia

Seleção do ano zero é influenciada por:

de energia ► Seleção do ano zero é influenciada por: O período para o qual existem

O período para o qual existem dados confiáveis;

Identificação de um período anterior ao início de melhorias de consumo de energia;

Determinação do momento em que a gestão de energia foi iniciada;

Necessidades e expectativas de partes interessadas.

A vantagem de estabelecer um ano zero ou base é sua atuação como ponto de referência contra a qual a melhoria da intensidade de energia pode ser medido.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Estabelecendo IDE

Estabelecendo IDE ► Indicadores de desempenho energético são desenvolvidos para relacionar o custo da energia, o

Indicadores de desempenho energético são desenvolvidos para relacionar o custo da energia, o consumo ou o impacto ambiental para uma saída organizacional adequada.

Indicadores podem ser expressados como:

R$ de energia consumida / peça produzida; m 3 de GN / hora trabalhada;

Em todos os casos, os indicadores de desempenho energético são medidas mensuráveis que podem ser utilizados para medir o desempenho da gestão.

Os indicadores devem "flutuar" de acordo com as características que influenciam no consumo de energia.

Considerar sazonalidade, caso exista.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Estabelecendo o consumo de energia significativo

Estabelecendo o consumo de energia significativo ► Avaliar o consumo de energia e determinar os que
Estabelecendo o consumo de energia significativo ► Avaliar o consumo de energia e determinar os que

Avaliar o consumo de energia e determinar os que são significativos.

Utilizar a mesma base para possibilitar a comparação entre as fontes de consumo.

Quem define a significância do consumo de energia é a organização.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Conversão de unidades úteis - Energia

Conversão de unidades úteis - Energia Unidade Origem Unidade Destino (SI) Multiplicar por   MJ 3,6

Unidade Origem

Unidade Destino (SI)

Multiplicar por

 

MJ

3,6

kWh

kJ

3,6 x 10 3

 

kJ

1,055056

BTU

kWh

2,930711 x 10 -4

Kcal

KJ

4,184

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Planilha de uso significativo

Planilha de uso significativo Instrumentos de Medição/ Aquisição Área ou operação Uso de energia

Instrumentos de Medição/ Aquisição

Área ou operação

Uso de energia significativo

Objetivos e metas associados

Controles

operacionais

IDEs

Geração de ar comprimido

Sim

Reduzir 5% da energia elétrica consumida para geração de ar comprimido em relação a linha de base

Manutenção

preventiva.

.

Programa de

lubrificação.

kWh/Nm 3 de ar comprimido.

Totalização de vazão de descarga de ar.

Indicador de

consumo

Programa de localização de vazamentos.

Limpeza química de peças.

Poderiam ser utilizados outros IDEs? Quais?

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Implementação e Operação

4.5 – Implementação e operação

4.5.1 – Geral

4.5.2 – Competência, treinamento e conscientização

4.5.3 – Comunicação

4.5.4 – Documentação

4.5.5 – Controle operacional

4.5.6 – Projeto

4.5.7 – Aquisição de serviços de energia, produtos e equipamentos

de serviços de energia, produtos e equipamentos ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia
de serviços de energia, produtos e equipamentos ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.5.1 - Geral

4.5.1 - Geral ► A organização deve utilizar os planos de ação e outros resultados oriundos

A organização deve utilizar os planos de ação e outros resultados oriundos do processo de planejamento para a implementação e operações.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.5.2 - Competência, treinamento e conscientização

4.5.2 - Competência, treina mento e conscientização ► A organização deve garantir que quaisquer pessoas,

A organização deve garantir que quaisquer pessoas, trabalhando para ela ou em seu nome e relacionadas aos usos significativos de energia, sejam competentes com base em apropriada educação, treinamento, habilidades ou experiência.

A organização deve identificar as necessidades de treinamento associadas ao controle dos seus usos significativos de energia e à operação do seu SGE.

A organização deve fornecer treinamento ou tomar outras ações para atender a estas necessidades.

Registros apropriados devem ser mantidos.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.5.2 - Competência, treinamento e conscientização

4.5.2 - Competência, treina mento e conscientização ► A organização deve garantir que as pessoas trabalhando

A organização deve garantir que as pessoas trabalhando para ela ou em seu nome estejam cientes:

a) da importância da conformidade com a política energética, procedimentos e com os requisitos do SGE;

b) de suas funções, responsabilidades e autoridades para cumprimento dos requisitos do SGE;

c) dos benefícios da melhoria de desempenho energético;

d) do impacto, real ou potencial, com respeito ao uso e consumo de energia de suas atividades e como suas atividades e comportamento contribuem para o cumprimento dos objetivos e metas energéticas e as potenciais conseqüências do desvio dos procedimentos especificados.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.5.3 - Comunicação

4.5.3 - Comunicação ► A organização deve comunicar internamente sobre seu desempenho energético e SGE de

A organização deve comunicar internamente sobre seu desempenho energético e SGE de forma adequada ao tamanho da organização.

A organização deve estabelecer e implementar um processo pelo qual qualquer pessoa trabalhando para ela ou em seu nome possa fazer comentários ou sugestões de melhorias para o SGE.

A organização deve decidir se comunica externamente sobre a sua política energética, o SGE e o desempenho energético, e deve documentar sua decisão.

Se a decisão for comunicar externamente, a organização deve estabelecer e implementar um método para esta comunicação externa.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.5.4 - Documentação 4.5.4.1 Requisitos de documentação

4.5.4 - Documentação 4.5.4.1 Requisitos de documentação ► A organização deve estabelecer, implementar e manter

A organização deve estabelecer, implementar e manter informações em papel, meio eletrônico ou qualquer outro meio para descrever os elementos-chave do SGE e suas interações.

A documentação do SGE deve incluir:

a) o escopo e as fronteiras do SGE;

b) a política energética;

c) os objetivos e metas energéticas e planos de ação;

d) documentos, incluindo registros, exigidos por esta Norma; e

e) outros documentos determinados como necessários pela organização.

NOTA: O grau de documentação pode variar para diferentes organizações pelas seguintes razões:

tamanho da organização e tipos de atividades;

complexidade dos processos e suas interações; e

competência do pessoal.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.5.4.2 Controle de documentos

4.5.4.2 Controle de documentos ► Os documentos requeridos por esta Norma e pelo SGE devem ser

Os documentos requeridos por esta Norma e pelo SGE devem ser controlados. Isto inclui documentação técnica onde apropriada.

A organização deve estabelecer, implementar e manter procedimento(s) para:

a) Aprovar documentos quanto à sua adequação antes da emissão;

b) Revisar e atualizar periodicamente documentos conforme necessário;

c) Assegurar que as alterações e o estado atual da revisão dos documentos estejam identificados;

d) Assegurar que as versões relevantes de documentos aplicáveis estejam disponíveis em seus locais de uso;

e) Assegurar que documentos permaneçam legíveis e prontamente identificáveis;

f) Assegurar que documentos de origem externa, determinados pela organização como necessários para planejamento e operação do SGE, estejam identificados e tenham a sua distribuição controlada; e

g) Impedir o uso não intencional de documentos obsoletos e identificar adequadamente aqueles a serem sob qualquer pretexto.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.5.5 - Controle Operacional

4.5.5 - Controle Operacional ► A organização deve identificar e planejar aquelas atividades de operação e

A organização deve identificar e planejar aquelas atividades de operação e manutenção que são relativas aos seus usos significativos de energia e que sejam consistentes com a sua política energética, objetivos, metas e planos de ação, de forma a garantir que sejam executadas sob condições especificadas pelos seguintes meios:

a) Estabelecimento e definição de critérios para a operação e manutenção efetivas dos usos significativos de energia, onde ausências podem levar a um desvio significativo de desempenho energético efetivo;

b) Operação e manutenção de instalações, processos, sistemas e equipamentos de acordo com critérios operacionais; e

c) Adequada comunicação dos controles operacionais ao pessoal trabalhando para a organização ou em seu nome.

NOTA: No planejamento de situações de contingência, emergência ou potenciais desastres, incluindo a aquisição de equipamentos, uma organização pode decidir incluir desempenho energético na determinação de como reagirão a tais situações.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.5.6 - Projeto

4.5.6 - Projeto ► A organização deve considerar oportunidades de melhoria no projeto e operação de

A organização deve considerar oportunidades de melhoria no projeto e operação de instalações, equipamentos, sistemas e processos, sejam novos, modificados ou renovados, que possam ter impacto significativo em seu desempenho energético.

Os resultados de avaliação de desempenho energético devem ser incorporados, onde apropriado, às atividades de especificação, projeto e aquisição do(s) projeto(s) relevantes.

Os resultados de atividades de projeto devem ser registrados.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.5.7 - Aquisição de serviços de energia, produtos, equipamentos

Aquisição de serviços de energia, produtos, equipamentos ► Ao adquirir serviços de energia, produtos e

Ao adquirir serviços de energia, produtos e equipamentos que tenham ou possam ter impacto significativo de energia, a organização deve informar aos fornecedores que a aquisição é em parte avaliada com base em desempenho energético.

A organização deve estabelecer critérios de avaliação de uso, consumo e eficiência energética durante o tempo de vida útil planejado ou esperado de produtos, equipamentos e serviços que consomem energia e dos quais é esperado impacto significativo no desempenho energético da organização.

A organização deve definir e documentar especificações de compra de energia, quando aplicável, para o efetivo uso da energia.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Verificação

4.6 – Verificação

4.6.1 – Monitoração, medição e análise

4.6.2 – Avaliação de conformidade legal e outras

4.6.3 – Auditoria interna do SGE

4.6.4 – Não conformidades, correção, ação corretiva e ação preventiva

4.6.5 – Controle de registros

e ação preventiva 4.6.5 – Controle de registros ISO 50001 – Sistema de G estão da
e ação preventiva 4.6.5 – Controle de registros ISO 50001 – Sistema de G estão da

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.6 - Verificação 4.6.1 - Monitoração, medição e análise

- Verificação 4.6.1 - Monitoração, medição e análise ► A organização deve garantir que as

A organização deve garantir que as características-chave de suas operações que determinam o desempenho energético sejam monitoradas, medidas e analisadas a intervalos planejados. As características-chave devem incluir no mínimo:

Usos significativos de energia e outros resultados da revisão energética; As variáveis relevantes relativas a usos significativos de energia; IDEs; A Efetividades de planos de ação para cumprimento de objetivos e metas; Avaliação do consumo energético real versus o esperado.

Os resultados de monitoração e medição de características-chave devem ser registrados.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.6.1 - Monitoração, medição e análise

4.6.1 - Monitoração, medição e análise ► Um plano de medição de energia, apropriado à dimensão

Um plano de medição de energia, apropriado à dimensão e complexidade da organização e aos seus equipamentos de monitoramento e medição, deve ser definido e implementado.

NOTA: A medição pode abranger desde medidores da concessionária para pequenas organizações até sistemas completos de monitoração e medição conectados a software capaz de consolidar e disponibilizar análises automáticas. É decisão da organização determinar meios e métodos de medição.

A organização deve definir e revisar periodicamente suas necessidades de medição. A organização deve garantir que os equipamentos utilizados no monitoramento e medição de características-chave forneçam dados que sejam exatos tenham repetitividade . Os registros de calibração e outros meios de estabelecer exatidão e repetitividade devem ser mantidos.

A organização deve investigar e responder aos desvios significativos em desempenho energético.

Resultados destas atividades devem ser mantidos.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.6.2 - Avaliação de conformidade legal e outras

4.6.2 - Avaliação de conformidade legal e outras ► Em intervalos planejados, a organização deve avaliar

Em intervalos planejados, a organização deve avaliar a conformidade com requisitos legais e outros aos quais ela subscreve, relativos ao seu uso e consumos de energia.

Registros de resultados de avaliações de conformidade devem ser mantidos.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.6.3 - Auditoria interna do SGE

4.6.3 - Auditoria interna do SGE ► A organização deve conduzir auditorias internas a intervalos planejados

A organização deve conduzir auditorias internas a intervalos planejados para garantir que o SGE:

a) esteja em conformidade com as ações planejadas para a gestão da energia, incluindo os requisitos desta Norma;

b) esteja em conformidade com os objetivos e metas energéticas estabelecidas;

c) seja efetivamente implementado e mantido e melhore o desempenho energético.

Um plano e cronograma de auditoria devem ser desenvolvidos considerando a situação e a importância de processos e áreas a serem auditadas, assim como os resultados de auditorias anteriores.

A seleção de auditores e a condução de auditorias devem garantir objetividade e imparcialidade do processo de auditoria.

Registros dos resultados de auditoria devem ser mantidos e relatados à alta direção.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.6.4 - Não-conformidades, correção, ação corretiva e ação preventiva

correção, ação corretiva e ação preventiva ► A organização deve identificar não-conformidades

A organização deve identificar não-conformidades existentes ou potenciais, por meio de correções e tomando ações corretivas e preventivas, incluindo:

a) Análise crítica de não-conformidades ou potenciais não conformidades;

b) Determinação das causas de não-conformidades ou potenciais não conformidades;

c) avaliação a necessidade de ações para garantir que não-conformidades não ocorram ou não ocorram novamente;

d) determinação e implementação as ações necessárias apropriadas;

e) Manutenção de registros de ações corretivas e preventivas;

f) Análise crítica da revisar da efetividade das ações corretivas e preventivas tomadas.

As ações corretivas e preventivas devem ser apropriadas à magnitude dos problemas existentes ou potenciais e às conseqüências de desempenho energético encontradas.

A organização deve garantir que quaisquer alterações necessárias sejam realizadas no SGE.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.6.5 - Controle de registros

4.6.5 - Controle de registros ► A organização deve estabelecer e manter registros conforme necessários para

A organização deve estabelecer e manter registros conforme necessários para demonstrar conformidade aos requisitos de seu SGE e a esta Norma e aos resultados de desempenho energético alcançados.

A organização deve definir e implementar controles para identificação, acesso e retenção de registros.

Os registros devem estar e permanecer legíveis, identificáveis e rastreáveis para a atividade relevante.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Análise Crítica pela Direção

4.7 – Análise Crítica pela Direção

4.7.1 – Generalidades

4.7.2 – Entradas para Análise Crítica pela Direção

4.7.3 – Resultados da Análise Crítica pela Direção

4.7.3 – Resultados da Análise Crítica pela Direção ISO 50001 – Sistema de G estão da
4.7.3 – Resultados da Análise Crítica pela Direção ISO 50001 – Sistema de G estão da

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.7 - Revisão gerencial 4.7.1 Geral

4.7 - Revisão gerencial 4.7.1 Geral ► Em intervalos planejados a alta direção deve analisar criticamente

Em intervalos planejados a alta direção deve analisar criticamente o SGE da organização para assegurar sua continuada pertinência, adequação e efetividade.

Registros da Análise Crítica pela Direção devem ser mantidos.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.7.2 - Entradas à revisão gerencial

4.7.2 - Entradas à revisão gerencial ► Entradas Análise Crítica pela Direção devem incluir: a) Ações

Entradas Análise Crítica pela Direção devem incluir:

a) Ações de acompanhamento de análises críticas pela direção anteriores;

b) Análise crítica da política energética;

c) Análise crítica do desempenho energético e respectivos IDEs;

d) Resultados de avaliações de conformidade com os requisitos legais e alterações em requisitos legais e outros aos quais a organização se subscreve;

e) Grau do cumprimento de objetivos e metas energéticas;

f) Resultados de auditorias do SGE;

g) A Situação de ações corretivas e ações preventivas;

h) Desempenho energético projetado para o período seguinte;

i) Recomendações de melhoria.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

4.7.3 Resultados da revisão gerencial

4.7.3 Resultados da revisão gerencial ► Resultados da Análise Crítica pela Direção devem incluir quaisquer

Resultados da Análise Crítica pela Direção devem incluir quaisquer decisões ou ações relacionadas a:

a) Alterações no desempenho energético da organização;

b) Alterações na política energética;

c) Alterações nos ides;

d) Alterações em objetivos, metas ou em outros elementos do SGE consistentes com o comprometimento da organização para melhoria contínua;

e) Alterações na alocação de recursos.

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

DINÂMICA DE GRUPO ATIVIDADE 2 Auditoria de Certificação ISO 50001 Hospital Green House ISO 50001
DINÂMICA DE GRUPO ATIVIDADE 2 Auditoria de Certificação ISO 50001 Hospital Green House ISO 50001

DINÂMICA DE GRUPO ATIVIDADE 2

Auditoria de Certificação ISO 50001

Hospital Green House

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

Não se esqueçam procurem as evidências objetivas ISO 50001 – Sistema de G estão da
Não se esqueçam procurem as evidências objetivas ISO 50001 – Sistema de G estão da
Não se esqueçam procurem as evidências objetivas ISO 50001 – Sistema de G estão da
Não se esqueçam procurem as evidências objetivas ISO 50001 – Sistema de G estão da
Não se esqueçam procurem as evidências objetivas ISO 50001 – Sistema de G estão da
Não se esqueçam procurem as evidências objetivas ISO 50001 – Sistema de G estão da
Não se esqueçam procurem as evidências objetivas ISO 50001 – Sistema de G estão da

Não se esqueçam procurem as evidências objetivas

Não se esqueçam procurem as evidências objetivas ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia
Não se esqueçam procurem as evidências objetivas ISO 50001 – Sistema de G estão da Energia

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação

AGRADECEMOS PELA SUA PARTICIPAÇÃO ! Eng. Jorge de Aguiar Tel : 41-8451-5116 E-mail: jorge_de_aguiar@hotmail.com ISO

AGRADECEMOS PELA SUA PARTICIPAÇÃO !

Eng. Jorge de Aguiar

Tel : 41-8451-5116

E-mail: jorge_de_aguiar@hotmail.com

ISO 50001 – Sistema de Gestão da Energia - Interpretação e Implementação