Você está na página 1de 20

1

Marcos 13.24-37
Jarbas Hoffimann, 21 de novembro de 2009.

1. Traduções (na ordem em grego [2 versões para ver variáveis], RA e NTLH)


As variáveis significativas (em grego) – para análise usei o primeiro texto.
24
VAlla. evn evkei,naij tai/j h`me,raij meta. th.n qli/yin evkei,nhn o` h[lioj skotisqh,setai( kai. h`
selh,nh ouv dw,sei to. fe,ggoj auvth/j(
24
VAllV evn evkei,naij tai/j h`me,raij( meta. th.n qli,yin evkei,nhn( o` h[lioj skotisqh,setai( kai. h`
selh,nh ouv dw,sei to. fe,ggoj auvth/j(
24Mas, naqueles dias, após a referida tribulação, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade,
24Jesus disse: – Depois daqueles dias de sofrimento, o sol ficará escuro, e a lua não brilhará mais.

Crítica textual:
kai alla cum a01 B03 C04 D05 D037 al ... j all cum A02 L019 Wb0116 X033 G036 P041 unc9 al pler | en:
5
X033 om | ekeinhn: 11.11. 69.69. 346.346. al ac plur twn hmerwn ekeinwn :: e Mt | L019 G036 fegoj

25
kai. oi` avste,rej e;sontai evk tou/ ouvranou/ pi,ptontej( kai. ai` duna,meij ai` evn toi/j ouvranoi/j
saleuqh,sontaiÅ
25
kai. oi` avste,rej tou/ ouvranou/ e;sontai evkpi,ptontej( kai. ai` duna,meij ai` evn toi/j ouvranoi/j
saleuqh,sontaiÅ
25as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados.
25As estrelas cairão do céu, e os poderes do espaço serão abalados.

Crítica textual:
esont) ek t) our) cum a01 A02 B03 C04 U030 P*041 al30 fere a (item i Promiss stellae de caelo erunt
1.2. sch
cadentes | Promiss decidentes], e stellae de caelo cadent, g stell. cadent de caelo) item sah cop syr
aeth ... D05 c ff2. q oi ek (d quae sunt de, c ff2. q quae sunt in) tou oura) esontai ... j tou (sed 69.69.
b 2 9
299.299. 346.346. al mu ek tou) ouranou esontai cum L019 W 0116 X033 G036 P 041 unc al pl l vg (hi stellae
p txt
caeli erunt) go syr . In k est: et stellae cadentis (sic) omissis esont) ek t) our) | pipontej cum 01 B03 a
2. 6 1.2. b
C04 D05 L019 P*041 al mu a c d ff i k (hi cadentes; e g cadent) ... j ekpiptont) cum A02 W 0116 X033 G036
2 9 4 2. vid
D037 P 041 unc al longe pl q vg Promiss (hi decidentes) | ai en t) ouran) (vg e g quae in caelis sunt, l
2. 1. cdd
am ing reg quae sunt in caelis, k in caelis, q caelestes): D05 K017 115.115. a c ff g i Promiss cop arm aeth
twn ouratwn (caelorum) :: ut mt et Lc
26
kai. to,te o;yontai to.n ui`o.n tou/ avnqrw,pou evrco,menon evn nefe,laij meta. duna,mewj pollh/j kai.
do,xhjÅ
26
Kai. to,te o;yontai to.n ui`o.n tou/ avnqrw,pou evrco,menon evn nefe,laij meta. duna,mewj pollh/j kai.
do,xhjÅ
26Então, verão o Filho do Homem vir nas nuvens, com grande poder e glória.
26Então o Filho do Homem aparecerá descendo nas nuvens, com grande poder e glória.

Crítica textual:
en nefelaij (1.1. 13.13. 28.28. 69.69. k -felh): D05 epi twn nefelwn, a d ff2. i q cum nubibus (contra c l
vg in nubib.) ... X033 e g1. om | dun) poll) kai dox) cum a01 B03 C04 D05 L019 Wb0116 X033 G036 al pl a c e
2. 1.2.vid sch
ff (g ) i k l q vg (sah om poll)) syr go ... Ln (ex errore13,26 lin. 4 post errore adde de B03 ) dun) kai
dox) poll) cum A02 M021 D037 P041 al60 fere syrp arm aeth :: e Mt
27
kai. to,te avpostelei/ tou.j avgge,louj kai. evpisuna,xei tou.j evklektou.j Îauvtou/Ð evk tw/n tessa,rwn
avne,mwn avpV a;krou gh/j e[wj a;krou ouvranou/Å

pastorjarbas@gmail.com
2
27
Kai. to,te avpostelei/ tou.j avgge,louj auvtou/( kai. evpisuna,xei tou.j evklektou.j auvtou/ evk tw/n
tessa,rwn avne,mwn( avpV a;krou gh/j e[wj a;krou ouvranou/Å
27E ele enviará os anjos e reunirá os seus escolhidos dos quatro ventos, da extremidade da terra até à extremidade do céu.
27Ele mandará os anjos aos quatro cantos da terra e reunirá os escolhidos de Deus de um lado do mundo até o outro.

Crítica textual:
apostelei (V031 X033 -ste,lei): 13, 27 ante L019 D037 adde a01 apostelliL019 D037 al pauc apostellei
(item H013 -stellei/), item mittit l prag (et. go praegresso tunc vident) | touj aggelouj sine autou (Gb' Schu
prob vdtr) cum B03 D05 L019 a e ff2. i k q coppetr 3 ... j add autou, Ln [autou] cum a01 A02 C04 Wb0116 X033
G036 D037 P041 unc9 al omnvid c g2. (et1. vid) l vg sah copwi etschw syrutr arm go aeth Orint3,870 (,,apud Marcum") ::
e Mt ubi non fluct | episunaxei: F09 L019 M021 al10 fere g2. armcdd aeth episunaxousin :: e Mt | touj eklekt)
pe 2. int3,870
sine autou cum D05 L019 1.1. 28.28. 91.91. 299.299. 2 565. a e ff i k Or ... j Ln add autou (:: rursus e Mt
ubi lectio non fluct) cum a01 A02 B03 C04 X033 G036 D037 P041 unc al pler c g (et
9 2. 1. vid utr
) l q vg sah cop syr
2. 2. int gr
arm go aeth | ap (V031 ep) akrou (ab ultimo c ff q, a summo g i k l vg Or , d a summum): D 05 al pauc a
pe 10
(ab angelis terrae) aeth ap akrwn :: cf Mt | ghj: U030 1.1. 13.13. 28.28. 69.69. 2 565. al thj ghj | akrou sec:
int pe 10
1.1. al pauc aeth akrwn | ouranou (caeli a l q vg Or ): U030 13.13. 28.28. 69.69. 2 565. al fere tou our), 1.1.
2.
c d ff i k ouranwn (caelorum) :: cf Mt
28
VApo. de. th/j sukh/j ma,qete th.n parabolh,n\ o[tan h;dh o` kla,doj auvth/j a`palo.j ge,nhtai kai. evkfu,h|
ta. fu,lla( ginw,skete o[ti evggu.j to. qe,roj evsti,n\
28
VApo. de. th/j sukh/j ma,qete th.n parabolh,n\ o[tan auvth/j h;dh o` kla,doj a`palo.j ge,nhtai kai. evkfu,h|
ta. fu,lla( ginw,skete o[ti evggu.j to. qe,roj evsti,n\
28Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam, e as folhas brotam, sabeis que está próximo o

verão.
28Jesus disse ainda: – Aprendam a lição que a figueira ensina. Quando os seus ramos ficam verdes, e as folhas começam a

brotar, vocês sabem que está chegando o verão.

Crítica textual:
maqete: V031 59.59. Zscr035 maqe | authj hdh o (D037 om) klad) cum E07 F09 G011 H013 K017 V031 Wb0116
X033 G036 D037 1.1. al pl (item M021 hdh authj o kla), S028 al pauc authj o kla) hdh, U030 al authj o
klad) omisso hdh) ... Ln hdh o klad) authj cum a01 A02 B03 C04 D05 L019 P041 al20 fere it vg (cop arm):: at
e
ita Mt lectiones non fluct | ekfu,h (ut et. j Wtst Gb Sz): ita F09 S028 U030 G036 al mu, a folia procreaverit, k
p
germinaverit folia, cop producit folia, item syr aeth (go germinant folia) ... j Ln ekfuh/: ita E07 G011 K017 M021
b 1.2. 2. sch
V031 W 0116 P041 al pm, d i l q (g ?) vg nata fuerint, ff nascuntur, c prodeunt, item sah syr . Cf et. ad Mt |
ekfu) (U030 1.1. 108.108. 127.127. al pauc a arm post ta) full)) ta fulla: D05 28.28. 91.91. 124.124. 2pe565.
al pauc q arm add en auth (in ea q, in illa d) | ginwskete ut a01 B*03 C04 E07 F09 G011 H013 K017 M021 S028
b 2. 1.2.vid
U030 U030 W 0116 X033 G036 P041 al pl a (scitote, item post) c ff (g ) i k l vg (hi omnes cognoscitis [k
wi schw utr
foliagnoscitis]; d prag cognoscetis) item sah cop et syr arm go ... Ti (Schu prob) ginwsketai ut A02
3 gr 3 petr 3
B 03C2 D 05 L019 D037 (sed iidem praeter B 03C2 ginwsketai et. v. sq.) al mu aeth (cognoscitur) cop .
gr 10
(cognoscunt) :: cf 11 pp | oti: D 05 add hdh:: cf Lc | C04 eggu | to qeroj (K017 teloj) estin (al fere om
est)): G036 282.282. est) to qer)
29
ou[twj kai. u`mei/j( o[tan i;dhte tau/ta gino,mena( ginw,skete o[ti evggu,j evstin evpi. qu,raijÅ
29
ou[twj kai. u`mei/j( o[tan tau/ta i;dhte gino,mena( ginw,skete o[ti evggu,j evstin evpi. qu,raijÅ
29Assim, também vós: quando virdes acontecer estas coisas, sabei que está próximo, às portas.
29Assim também, quando virem acontecer essas coisas, fiquem sabendo que o tempo está perto, pronto para começar.

Crítica textual:
outwj cum unc omnib praeter2 al pl ... j outw cum M021 S028 al mu | idht) ( C04 D05 al eid)) taut) (D05
36ev i arm panta taut), c ff q aeth Promiss taut) pant)) gin) c. a01 A02 B03 C04 ( D05 ) L019 U030 P*041
2.

20 2. 1.2. utr b
al fere ( c ff ) g (i) k l (q) vg sah cop syr go (arm aeth) ... j Ti taut) idht) ginom) cum W 0116 X033 G036

pastorjarbas@gmail.com
3

D037 P2041 unc8 al pl a (sed om gin)) | ginwskete (vide ante): itomn vg sciote | est) epi quriaj: k Promiss
add finis, l regnum dei (:: ut Lc)
30
VAmh.n le,gw u`mi/n o[ti ouv mh. pare,lqh| h` genea. au[th me,crij ou- tau/ta pa,nta ge,nhtaiÅ
30
VAmh.n le,gw u`mi/n o[ti ouv mh. pare,lqh| h` genea. au[th( me,cri ou- pa,nta tau/ta ge,nhtaiÅ
30Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que tudo isto aconteça.
30Eu afirmo a vocês que isto é verdade: essas coisas vão acontecer antes de morrerem todos os que agora estão vivos.

Crítica textual:
amhn: L019 add de | mecrij ou (B03 otou) cum A02 B03 C04 L019 Wb0116 X033 G036 D037 P041 unc9 al pler
(Vict
mosq 2,59
to de) mecrij ou taut) pa) gen) fhsin anti tou) ewj ou sumbh ioudaioij etc) ... a01
mecri, D05 al pauc ewj ou, 1.1. 13.13. 28.28. 69.69. 124.124. 209.209. 299.299. 346.346. al pauc ewj an, 2pe565.
ewj: cf 11 pp | taut) pant) (Schu prob) cum a01 B03 C04 L019 D037 13.13. 69.69. 346.346. al20 ac plur d sah
cop syrutr (28.28. i pant) gen) taut)) ... j Ln pant) taut) (:: ut Mt) cum A02 Dgr05 Wb0116 X033 G036 P041 unc9
2. 1.
al pl ff k** l q vg arm ... a c g k* om tauta:: ut Lc
31
o` ouvrano.j kai. h` gh/ pareleu,sontai( oi` de. lo,goi mou ouv mh. pareleu,sontaiÅ
31
~O ouvrano.j kai. h` gh/ pareleu,setai\ oi` de. lo,goi mou ouv mh. pare,lqwsinÅ
31Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão.
31O céu e a terra desaparecerão, mas as minhas palavras ficarão para sempre.

Crítica textual:
pareleusontai pr. c. a01 B03 D05 K017 U030 G036 P041 1.1. al permu, item c ff2. g1.2. i l q vg arm ... Gb Sz
pareleusetai ( :: cf Mt) cum A02 Cvid04 E07 F09 G011 H013 L019 M021 S028 V031 Wb0116 X033 D037 al plus60 a
k | ou mh cum a01 A02 C04 L019 unc al omn : B03 D*05 om mh 13,31 pag. 366, lin. 2 ante pareleusont)
14 vid

adde | lin. 3 dele


semel
a
pareleusont) sec (Schu prob vdtr) cum 01 B03 L019 y l184 z scr
in Aug = l185 in
scr semel

pe
Adv = l227 3 l251 18ev 36ev 49ev 150ev post 150ev adde 298ev 303ev ... j Ln parelqwsin (:: ut mt lectione
b 9
non fluct) cum A02 C04 D05 W 0116 X033 G036 D037 P041 unc al pler
32
Peri. de. th/j h`me,raj evkei,nhj h' th/j w[raj ouvdei.j oi=den( ouvde. oi` a;ggeloi evn ouvranw/| ouvde. o` ui`o,j(
eiv mh. o` path,rÅ
32
Peri. de. th/j h`me,raj evkei,nhj h' w[raj ouvdei.j oi=den( ouvde. oi` a;ggeloi oi` evn ouvranw/|( ouvde. o` ui`o,j(
eiv mh. o` path,rÅ
32Mas
a respeito daquele dia ou da hora ninguém sabe; nem os anjos no céu, nem o Filho, senão o Pai.
32E
Jesus terminou, dizendo: – Mas ninguém sabe nem o dia nem a hora em que tudo isso vai acontecer, nem os anjos do céu,
nem o Filho, mas somente o Pai.

Crítica textual:
ekeinhj h cum A02 B03 C04 E07 G011 H013 K017 L019 M021 S2028 U030 V031 Wb0116 X033 G036 D037 P041
100 2. 2. p
al fere c ff (g ?) l vg syr (Ath utrum Mt potius an Mc spectet non satis liquet. Etiam in Mt enim illum verba
oude o uioj invenisse non dubium vdtr; alioquin eum eius rei in disputationibus contr. Arian. mentionem
1,457 469 551 697 ep 236 anthrop 381
facturum fuisse puto. Cf et item et . De Bas vide ad Mt. Ad Mt etiam Cyr spectare
vdtr: legontoj tou cu) peri thj hmer) ekein) h thj wraj oudeij oiden oude oi agg) twn our) oude o
uioj ei mh o pathr monon, quae verba uberius tractat. Pariter ad Mt adhibendus vdtr locus Caesariidial 1,12
sqq
- -oute oi agg) twn our) oute o uioj( ei mh o pathr monon)) ... j ( = Gb Sz) ekein) kai cum 01 D05
vid 1. sch int 158
a
F09 S*028 1.1. 13.13. 28.28. 69.69. 124.124. al mu a g i k q sah cop syr arm aeth (Ir ad Mt potius
a
spectat ad quem vide verba eius):: kai in Mt non fluct | thj wraj cum 01 B03 C04 D05 K017 L019 M021 U030
D037 P041 al mu ... A02 E07 F09 G011 H013 S028 V031 Wb0116 X033 al80 fere om thj, hinc Gboo. Ceterum titulus
huius capitis 43. ubique, ut in A02 K017 L019 M021 D037 P041 , scribi solet peri thj hmeraj kai wraj
a b
(absque thj). | oi aggeloi cum 01 D05 K*017 L019 U030 W 0116 11.11. 28.28. 115.115. 262.262. 299.299.
pe 20 2. 1. sch
2 565. al item a c f ff g i k l q vg cop syr arm aeth ... j l n oi aggel) oi cum A02 C04 E07 F09 G011 H013

pastorjarbas@gmail.com
4
2 p ps6
K 017 M021 S028 V031 X033 G036 D037 P041 al pl sah syr ... Ti aggeloj cum B03 (Aug libere: -- nemo scit
pe 20
neque angelus neque virtus neque filius nisi solus pater) | en (D05 2 565. 131.131. al fere add tw) ouranw (c
2. p 10 1. sch
f l i q vg in caelo, k de caelis, ff de caelo) cop syr arm: U030 28.28. al fere a g syr aeth twn ouranwn ::
ep 236
ut Mt | oude (L019 oute) o uioj (cf de his ad Mt; Bas h de tou markou [lexij] etc Ps-athdispu 170 Ambfid
5,8 2. 1.2. vid utr
): X033 prag om | o pathr et. f ff g i q vg cop syr etc): D037 monoj o pat), c solus pater; item 13.13.
pe edd int 158
61.61. 124.124. 238.238. 262.262. 326.326. 2 565. a k tol sax sah arm aeth (Ir vide ad Mt) o pathr monoj
:: e Mt
33
Ble,pete( avgrupnei/te\ ouvk oi;date ga.r po,te o` kairo,j evstinÅ
33
Ble,pete( avgrupnei/te kai. proseu,cesqe\ ouvk oi;date ga.r po,te o` kairo,j evstinÅ
33Estai de sobreaviso, vigiai [e orai]; porque não sabeis quando será o tempo.
33Vigiem e fiquem alertas, pois vocês não sabem quando chegará a hora.

Crítica textual:
blepete (a f l vg): addunt D05 ff2. g2. i q oun, 13.13. 28.28. 69.69. 299.299. 346.346. 2pe565. aeth de kai, k et, c
itaque et, c itaque et | agrupneite cum B03 D05 122.122. a c K tol* ... j add kai proseucesqe (:: cf 14,38 et
11 pp ubi nemo om) c. a01 A02 C04 L019 Wb0116 X033 G036 D037 P041 unc9 al fere omn (sed al mu om kai) f
2. 1.2.vid utr gr
ff (g ) i l q vg sah cop syr arm aeth | o kairoj: D037 om o` | estin (k veniet): D 05 a nescitis quando
tempus) (c sic: nescitis tempus) om
34
~Wj a;nqrwpoj avpo,dhmoj avfei.j th.n oivki,an auvtou/ kai. dou.j toi/j dou,loij auvtou/ th.n evxousi,an
e`ka,stw| to. e;rgon auvtou/ kai. tw/| qurwrw/| evnetei,lato i[na grhgorh/|Å
34
~Wj a;nqrwpoj avpo,dhmoj avfei.j th.n oivki,an auvtou/( kai. dou.j toi/j dou,loij auvtou/ th.n evxousi,an(
kai. e`ka,stw| to. e;rgon auvtou/( kai. tw/| qurwrw/| evnetei,lato i[na grhgorh/|Å
34É como um homem que, ausentando-se do país, deixa a sua casa, dá autoridade aos seus servos, a cada um a sua obrigação,

e ao porteiro ordena que vigie.


34Será como um homem que sai de casa e viaja para longe; mas, antes de ir, dá ordens, distribui o trabalho entre os

empregados e manda o porteiro ficar de vigia.

Crítica textual:
wj 1.1. 13.13. 28.28. 69.69. 124.124. al10 wsper, atque iidem pler item c mt syrsch add gar :: cf mt 25,14 |
apodhmoj: D05 X033 1.1. 28.28. 209.209. 245.245. 299.299. 2pe565. cscr472. apodhmwn :: ut Mt 25, 14 | oikian
autou et doul) autou: B03 oik) eautou et doul) eautou | ekastw cum a01 B03 C*04 L019 D05 L019 238.238.
pe pe 2. 2.
248.248. 2 565. 8 330. a c e ff (a et dedit servis suis potestatem unicuique opus suum, c e ff et [e om] dans
2.
servis suis potestatem unicuique opus suum [c operis sui faciundi]. Paullo liberius g l vg et dedit servis suis
potestatem cuiusque operis, k et dedit discipulis suis potestatem uniuscuiusque opus suum, d f q et [f om]
2 b
data servis suis potestate cuiusque operis) cop aeth ... j kai ekastw cum A02 C 04C2 W 0116 X033 G036 D037
9
P041 unc al pler i (et det servis suis potestatem et unicuique opera sua; d - - potestatem cuiusque
utr
operismsui) sah syr arm | D*05 qurourw | grhgorh (H013 U030 al pauc -rei): G036 agruph
35
grhgorei/te ou=n\ ouvk oi;date ga.r po,te o` ku,rioj th/j oivki,aj e;rcetai( h' ovye. h' mesonu,ktion h'
avlektorofwni,aj h' prwi<(
35
Grhgorei/te ou=n\ ouvk oi;date ga.r po,te o` ku,rioj th/j oivki,aj e;rcetai( ovye,( h' mesonukti,ou( h'
avlektorofwni,aj( h' prwi<\
35Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o dono da casa: se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã;
35Então vigiem, pois vocês não sabem quando o dono da casa vai voltar; se será à tarde, ou à meia-noite, ou de madrugada, ou
de manhã.

Crítica textual:
h oye c. a01 B03 C04 L019 D037 k (verum [utrum?] vespera) sah cop syrp mg aeth ... j Ln om h cum A02
D05 Wb0116 X033 G036 P041 unc9 al omnvid itpler vg syrsch etp txt arm Or3,339 etint 3,877 | mesonuktion (B*03 mesan),
B 03C2 meson)) cum a01 B03 C04 L019 D037 ... j Ln mesonuktiou cum A02 D05 W 0116 X033 G036 P041 unc al
3 b 9

scr 3,339 libere


pler; item 238.238. c 472. Or (sed ) mesonuktiw | alektorofwniaj: D05 -noiu, D037 -nia

pastorjarbas@gmail.com
5

36
mh. evlqw.n evxai,fnhj eu[rh| u`ma/j kaqeu,dontajÅ
36
mh. evlqw.n evxai,fnhj eu[rh| u`ma/j kaqeu,dontajÅ
36para que, vindo ele inesperadamente, não vos ache dormindo.
36Se ele chegar de repente, que não encontre vocês dormindo!

Crítica textual:
elqwn et. Or3,339): Dgr05 G036 al pauc exelqwn | exaifnhj (ut A02 B03 E07 F09 G011 M021 S028 U030 Wb0116
X033 P041 ): a01 C04 D05 K017 L019 G036 D037 al exefnhj | eurh: Or
3,339
eurhsh, 300.300. cscr472. 238.238.
eurhsei
37
o] de. u`mi/n le,gw pa/sin le,gw( grhgorei/teÅ
37
}A de. u`mi/n le,gw pa/sin le,gw( Grhgorei/teÅ
37O que, porém, vos digo, digo a todos: vigiai!
37O que eu lhes digo digo a todos: fiquem vigiando!

Crítica textual:
o] (Gb") cum a01 B03 C04 K017 L019 X033 D037 P*041 al20 c f k l vg sah cop syrsch ... j Ti a] cum A02 Wb0116
G036 P2041 unc8 al longe pl q syrp Bas2,203. Pro o de umin legw pasin (E07 om leg) pas)) legw D05 2pe565.
pe pe 2.
a sic; egw de (2 565. om) legw umein (2 565. um) le)), ff i ecce autem vobis dico (aeth et ecce dico vobis,
omnibus vobis), k (omisso grhgor)) quod autem uni dixi, omnibus vobis dico (quocum cf Opt quod uni ex
vobis dico omnibus dico) K017 al pauc grhgorhte

pastorjarbas@gmail.com
6

Textos Paralelos:
Mc 13.24-27 Mt 24.29-31 Lc 21.25-28
24Jesus disse: 29Jesus disse: 25E Jesus continuou:

– Depois daqueles dias de sofrimento, o sol – Depois daqueles dias de sofrimento, o sol – Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. E,
ficará escuro, e a lua não brilhará mais. 25As ficará escuro, e a lua não brilhará mais. As estrelas na terra, todas as nações ficarão desesperadas,
estrelas cairão do céu, e os poderes do espaço cairão do céu, e os poderes do espaço serão com medo do terrível barulho do mar e das ondas.
serão abalados. 26Então o Filho do Homem abalados. 30Então o sinal do Filho do Homem 26Em todo o mundo muitas pessoas desmaiarão de

aparecerá descendo nas nuvens, com grande poder aparecerá no céu. Todos os povos da terra terror ao pensarem no que vai acontecer, pois os
e glória. 27Ele mandará os anjos aos quatro cantos chorarão e verão o Filho do Homem descendo nas poderes do espaço serão abalados. 27Então o Filho
da terra e reunirá os escolhidos de Deus de um lado nuvens, com poder e grande glória. 31A grande do Homem aparecerá descendo numa nuvem, com
do mundo até o outro. trombeta tocará, e ele mandará os seus anjos para poder e grande glória. 28Quando essas coisas
os quatro cantos da terra. E os anjos reunirão os começarem a acontecer, fiquem firmes e de cabeça
escolhidos de Deus de um lado do mundo até o erguida, pois logo vocês serão salvos.
outro.
Mc 13.28-31 Mt 24.32-35 Lc 21.29-33
28Jesus disse ainda: 32Jesus disse ainda: 29Em seguida Jesus fez esta comparação:

– Aprendam a lição que a figueira ensina. – Aprendam a lição que a figueira ensina. – Vejam o exemplo da figueira ou de qualquer
Quando os seus ramos ficam verdes, e as folhas Quando os seus ramos ficam verdes, e as folhas outra árvore. 30Quando vocês vêem que as suas
começam a brotar, vocês sabem que está chegando começam a brotar, vocês sabem que está chegando folhas começam a brotar, vocês já sabem que está
o verão. 29Assim também, quando virem acontecer o verão. 33Assim também, quando virem acontecer chegando o verão. 31Assim também, quando virem
essas coisas, fiquem sabendo que o tempo está essas coisas, fiquem sabendo que o tempo está acontecer aquelas coisas, fiquem sabendo que o
perto, pronto para começar. 30Eu afirmo a vocês que perto, pronto para começar. 34Eu afirmo a vocês que Reino de Deus está para chegar. 32Eu afirmo a
isto é verdade: essas coisas vão acontecer antes de isto é verdade: essas coisas vão acontecer antes de vocês que isto é verdade: essas coisas vão
morrerem todos os que agora estão vivos. 31O céu e morrerem todos os que agora estão vivos. 35O céu e acontecer antes de morrerem todos os que agora
a terra desaparecerão, mas as minhas palavras a terra desaparecerão, mas as minhas palavras estão vivos. 33O céu e a terra desaparecerão, mas
ficarão para sempre. ficarão para sempre. as minhas palavras ficarão para sempre.
Mc 13.32-37 Mt 24.36-44 Lc 17.20-37
32E Jesus terminou, dizendo: 36Jesus continuou, dizendo: 20Alguns fariseus perguntaram a Jesus quando

– Mas ninguém sabe nem o dia nem a hora em – Mas ninguém sabe nem o dia nem a hora em ia chegar o Reino de Deus. Ele respondeu:
que tudo isso vai acontecer, nem os anjos do céu, que tudo isso vai acontecer, nem os anjos do céu, – Quando o Reino de Deus chegar, não será
nem o Filho, mas somente o Pai. 33Vigiem e fiquem nem o Filho, mas somente o Pai. 37A vinda do Filho uma coisa que se possa ver. 21Ninguém vai dizer:
alertas, pois vocês não sabem quando chegará a do Homem será como aquilo que aconteceu no “Vejam! Está aqui” ou “Está ali”. Porque o Reino de
hora. 34Será como um homem que sai de casa e tempo de Noé. 38Pois, antes do dilúvio, o povo Deus está dentro de vocês.
viaja para longe; mas, antes de ir, dá ordens, comia e bebia, e os homens e as mulheres 22Então ele disse aos discípulos:

distribui o trabalho entre os empregados e manda o casavam, até o dia em que Noé entrou na barca. – Chegará o tempo em que vocês vão querer
porteiro ficar de vigia. 35Então vigiem, pois vocês 39Porém não sabiam o que estava acontecendo, até ver um dos dias em que o Filho do Homem já tiver
não sabem quando o dono da casa vai voltar; se que veio o dilúvio e levou todos. Assim também chegado, mas não verão. 23Alguns vão dizer a
será à tarde, ou à meia-noite, ou de madrugada, ou será a vinda do Filho do Homem. vocês: “Olhem aqui” ou “Olhem ali”; porém não
de manhã. 36Se ele chegar de repente, que não 40– Naquele dia dois homens estarão saiam para procurá-lo. 24Porque, assim como o
encontre vocês dormindo! 37O que eu lhes digo digo trabalhando na fazenda: um será levado, e o outro, relâmpago brilha de uma ponta do céu até a outra,
a todos: fiquem vigiando! deixado. 41Duas mulheres estarão no moinho assim será no dia em que o Filho do Homem vier.
moendo trigo: uma será levada, e a outra, deixada. 25Mas primeiro ele precisa sofrer e ser rejeitado pelo
42Fiquem vigiando, pois vocês não sabem em que povo de hoje. 26Como foi no tempo de Noé, assim
dia vai chegar o seu Senhor. 43Lembrem disto: se o também será nos dias de antes da vinda do Filho do
dono da casa soubesse quando ia chegar o ladrão, Homem. 27Todos comiam e bebiam, e os homens e
ficaria vigiando e não deixaria que a sua casa fosse as mulheres casavam, até o dia em que Noé entrou
arrombada. 44Por isso vocês também fiquem na barca. Depois veio o dilúvio e matou todos. 28A
vigiando, pois o Filho do Homem chegará na hora mesma coisa aconteceu no tempo de Ló. Todos
em que vocês não estiverem esperando. comiam e bebiam, compravam e vendiam,
plantavam e construíam. 29No dia em que Ló saiu de
Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre e matou
todos. 30Assim será o dia em que o Filho do Homem
aparecer. 31Aí quem estiver em cima da sua casa,
no terraço, desça, e fuja logo, e não perca tempo
entrando na casa para pegar as suas coisas. E
quem estiver no campo não volte para casa.
32Lembrem da mulher de Ló. 33A pessoa que

procura os seus próprios interesses nunca terá a


vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo
terá a vida verdadeira. 34Naquela noite duas
pessoas estarão dormindo numa mesma cama. Eu
afirmo a vocês que uma será levada, e a outra,
deixada. 35Duas mulheres estarão moendo trigo
juntas: uma será levada, e a outra, deixada.
36[Naquele dia, dois homens estarão trabalhando na

fazenda: um será levado, e o outro, deixado.]


37Então os discípulos perguntaram:

– Senhor, onde vai ser isso?


Ele respondeu:
– Onde estiver o corpo de um morto, aí se
ajuntarão os urubus.

pastorjarbas@gmail.com
7

2. Formas mais significativas



v. 24
skotisqh,setai – “escurecer”, “tornar escuro”.
selh,nh – “lua”.
dw,sei – “dar”.
fe,ggoj – “luz”, “raio”.

v. 25
avste,rej – “estrelas”.
pi,ptontej – “cair”.
saleuqh,sontai – “sacudir”.

v. 26
o;yontai – “ver”.
evrco,menon – “vir”, “ir”.
nefe,laij – “nuvens”.

v. 27
avpostelei/ – “enviar”.
evpisuna,xei – “reunir”, “ajuntar”.
evklektou.j – “escolhido”, “eleito”.
tessa,rwn – “quatro”.
a;krou – “fim”.

v. 28
sukh/j – “figueira”.
ma,qete – “aprender”.
kla,doj – “ramo”.
a`palo.j – “tenro”. A figueira é mencionada porque na Palestina, onde a maioria das árvores estão sempre verdejantes,
o subir da seiva para seus ramos e o aparecimento das folhas é um sinal seguro de que o inverno se foi (Taylor).
evkfu,h| – “brotar”, “fazer aparecer”.
fu,lla – “folha”, pl “folhagem”.
ginw,skete – “saber”, “reconhecer”.
qe,roj – “verão”.

v. 29
i;dhte – “ver”.
gino,mena – “quando virdes acontecer estas coisas”.
qu,raij – “portas”.

v. 30
pare,lqh| – “passar por”, “passar (acabar)”.
genea. – “geração”, “raça”.
me,crij ou- – “até”.
ge,nhtai – “tornar-se”, “ser”.

v. 31
pareleu,sontai – “passar por”, “passar fora”.

v. 32
pastorjarbas@gmail.com
8

oi=den – “saber” – perf. c/ significado pres.

v. 33
avgrupnei/te – “afastar o sono”, “estar vigilante”.

v. 34
avpo,dhmoj – “estar fora de casa”, “estar ausente numa viagem”.
avfei.j – “deixar”.
dou.j – “dar”.
qurwrw/| – “porteiro”, “aquele que montava guarda na entrada de um pático comum a várias casas”.
evnetei,lato – “ordenar”.
grhgorh/| – “vigiar”, “manter-se acordado”, “ficar alerta”.

v. 35
grhgorei/te – “vigiar”, “manter vigília”.
ovye. – “muito depois”, “tardio”, “tarde”.
mesonu,ktion – “meia-noite”, acus. do tempo.
avlektorofwni,aj – “o cantar do galo”. O nome da terceira vigília da noite: “ao cantar do galo”.
prwi< – “de manhã cedo”. Estas quatro palavras denotam as quatro vigílias da noite, das 18 horas até às 6 horas do dia
seguinte.

v. 36
evlqw.n – “vir”, “ir”.
evxai,fnhj – “repentinamente”.
eu[rh| – “achar”.
kaqeu,dontaj – “dormir”.

3. Estilo literário
Evangelho.

pastorjarbas@gmail.com
9

4. Contextos
II. O Ministério de Jesus na Judeia 10.1-16.20
Ministério na Transjordânia 10.1-52
Jesus fala sobre o divórcio 10.1-12
Jesus e as crianças 10.13-16
O moço rico 10.17-31
Jesus anuncia outra vez a sua morte e a sua ressurreição 10.32-34
O pedido de Tiago e João 10.35-45
Jesus cura o cego Bartimeu 10.46-52
Ministério em Jerusalém 11.1-13.37
Jesus entra em Jerusalém 11.1-11
Jesus e a figueira 11.12-14
Jesus no Templo 11.15-19
A lição da figueira 11.20-26
A autoridade de Jesus 11.27-33
Os lavradores maus 12.1-12
A pergunta sobre os impostos 12.13-17
A pergunta sobre a ressurreição 12.18-27
O mandamento mais importante 12.28-34
A pergunta sobre o Messias 12.35-37a
Jesus e os mestres da Lei 12.37b-40
A oferta da viúva pobre 12.41-44
Jesus fala da destruição do Templo 13.1-2
Perseguições e sofrimentos 13.3-13
O grande sofrimento 13.14-23
A vinda do Filho do Homem 13.24-27
A lição da figueira 13.28-31
O dia e a hora 13.32-37
A Paixão 14.1-15.47
O plano para matar Jesus 14.1-2
Jesus em Betânia 14.3-9
Judas trai Jesus 14.10-11
Jesus comemora a Páscoa 14.12-21
A Ceia do Senhor 14.22-26
Jesus avisa Pedro 14.27-31
Jesus no jardim do Getsêmani 14.32-42
Jesus é preso 14.43-52
Jesus diante do Conselho Superior 14.53-65
Pedro nega Jesus 14.66-72
Jesus diante de Pilatos 15.1-5
Jesus é condenado à morte 15.6-15
Os soldados sombam de Jesus 15.16-20
A crucificação de Jesus 15.21-32
A morte de Jesus 15.33-41
O sepultamento de Jesus 15.42-47
A ressurreição 16.1-20
A ressurreição de Jesus 16.1-8
Jesus aparece a Maia Madalena 16.9-11
Jesus aparece a dois discípulos 16.12-13
Jesus aparece aos onze discípulos 16.14-18
Jesus vai para o céu 16.19-20

pastorjarbas@gmail.com
10

4.1. Contexto Anterior


Apenas ressaltando o capítulo 13, vemos Jesus, em Jerusalém, preparando as pessoas para a destruição
iminente de Jerusalém e a futura destruição do mundo. Ele alerta sobre as perseguições, sobre os sofrimentos e sobre a
necessidade de se manter firme no testemunho, pois o Espírito Santo dará as palavras a ser faladas. Fala ainda que
quando tais coisas acontecerem não é hora de voltar para buscar nada, pois não haverá mais tempo. E alerta que está
profetizando, pois fala das coisas que ainda vêm à frente.

4.2. Nosso Contexto


Jesus fala então de sua volta no último dia. No dia em que o Universo se desfará. E alerta para estar atento e
vigiar sempre, vendo os sinais da natureza e os sinais que, muitas vezes se repetem. E termina dizendo que ninguém
pode prever ou saber daquele dia, nem mesmo o Filho do Homem em seu humanação, pois abriu mão deste
conhecimento.

4.3. Contexto Posterior


No texto que se segue aparecem todos os planos para matar Jesus e os acontecimentos relacionados com sua
morte.

pastorjarbas@gmail.com
11

5. Reflexão exegética
vv. 24-25
• Passado o primeiro sofrimento a natureza começará a se desfazer. Algo tão certo e seguro para os seres humanos é
que cada estrela e o sol estão no seu lugar, mas não será assim para sempre. No início do fim tudo se desfará. Tudo
que se segura no seu lugar será abalado e deixará de funcionar. Causará o caos do fim deste mundo.

v. 26
• Em meio a esta calamidade destrutiva aparecerá o Senhor Jesus Cristo. Ele virá do céu. Trazendo a esperança aos
que são dele, mas o terror aos que lhe ignoraram ou negaram. Porque o tempo da graça terá passado. Arrependimento
não adiantará mais. E muitos, em meio aos seus gritos de dor, certamente pedirão por misericórdia, mas não mais terão,
porque não creram no Filho do Homem enquanto ainda havia tempo. Agora ele não é mais o Salvador. Agora ele é o
Juiz. Com o maior poder e toda a glória.

v. 27
• A primeira providência é juntar os salvos. E este serviço os anjos farão logo antes do julgamento. Não há como nem
porque se esconder, pois tudo já terá terminado. Aqueles que forem levados pelos anjos à presença do Senhor, estarão
dali em diante, na vida eterna.

vv. 28-31
• A figueira normalmente se seca em alguns períodos do ano, no local onde Jesus viveu. Por isso, o sinal mais seguro
de que o verão está próximo (em uma época em que as datas não eram tão seguras quanto as nossas hoje) era a seiva
chegando às folhas da figueira e lhe dando vida novamente. Mesmo hoje, dizemos que o tempo enloqueceu porque
coisas que deveriam acontecer no inverno acontecem no verão e vice-versa. O clima está mudando, mas sempre
haverá estações, sol e lua, é a promessa do Senhor. Sempre até aquele dia, pois naquele dia nada mais haverá. Nem
mundo. E os filhos de Deus devem ficar atentos aos sinais e vigiar sempre, porque o tempo do fim está próximo. E por
mais que dure ainda 2 mil anos, o fim está cada vez mais próximo. Se não o fim do mundo, pelo menos o fim da vida de
cada um. Isto é tão certo como o fato de as palavras do Senhor permanecerem para sempre, mesmo que se queira
destruí-las, ignorá-las, apagá-las, usurpá-las e usá-las para enganar as pessoas.

v. 32
• Por fim o Senhor conclui que ninguém sabe nem o dia nem a hora. Não será em 21/12/2012. Nem em qualquer data
prevista por qualquer seita ou cientistas (que também já marcaram uma data para o sol se apagar). Aliás, caso o sol se
apagasse hoje tudo o que Jesus diz aconteceria, pois o ponto gravitacional seria perdido e nós nos desfaríamos no
universo. Porém será o fim de todas as coisas e não o fim do nosso sistema solar. É mais do que isso. O próprio Jesus
Cristo não sabe a data em seu estado de humilhação. Mas é claro que, no céu, em seu estado de Exaltação ele sabe o
dia em que virá julgar vivos e mortos.

v. 33
• avgrupnei/te (“afastar o sono”, “estar alerta”, “vigiar”) – Foi resguardada a leitura kai. proseu,cesqe (e orai) como uma
adição natural (talvez derivada de 14.38) que muitos copistas estavam propensos a fazer de fora independente um do
outro. Se as palavras estavam originalmente presentes, fica difícil explicar sua omissão em B D 2427 ita, c, d, k copfay.
• De fato, o que é necessário saber sobre aquele dia é: vigem. Para não ser pêgos de surpresa. Muitos querem deixar a
fé para amanhã e querem hoje “curtir a vida”, como se cristãos sinceros não “curtissem a vida”. O problema é que este
tal “curtir” é geralmente associado ao pecado. Então se aproveita para pecar agora, na confiança de que sempre haverá
tempo para arrepender-se. Porém o tempo do arrependimento acaba com o tempo da graça. Com o fim de tudo. E, será,
que alguém que pense assim, de fato pense em arrepender-se de algo algum dia? Apesar do “orar” não estar em bons
originais, ele é, sem dúvida, um jeito de vigiar atento. Confirmando sempre as palavras do Pai-Nosso: “E não nos deixes
cair em tentação, mas livra-nos do mal.”

vv. 34-37
• A pequena parábola de Jesus dá um alerta em palavras claras: vigiem. Não importa a hora que o Senhor voltar,
estaremos atentos e não seremos surpreendidos no pecado. Iremos com o Senhor para a glória eterna e estaremos

pastorjarbas@gmail.com
12

entre aqueles que os anjos vão juntar nos quatro cantos do mundo. E não é um alerta para alguns é para todos: vigiem.
Aos que são de Cristo: vigiem. Aos que não são: deixem o pecado e comecem a vigiar também.

vv. 24-27
• Kretzmann: A vinda do juízo, V. 24) Mas naqueles dias, após a referida tribulação, o sol escurecerá, a lua não dará a
sua claridade, 25) as estrelas cairão do firmamento e os poderes dos céus serão abalados. 26) Então verão o Filho do
homem vir nas nuvens, com grande poder e glória. 27) E ele enviará os anjos e reunirá os seus escolhidos dos quatro
ventos, da extremidade da terra até à extremidade do céu. O relato do evangelista é somente um breve resumo das
palavras do Senhor. Mas que profundeza de emoção encontramos nestas poucas palavras! À medida que Jesus olha
através de sua onisciência para o porvir, a calamidade precedente mergulha na seguinte, sendo que o juízo sobre
Jerusalém é executado numa escala muito maior somente no juízo final do mundo. Não haverá um intervalo dum reino
feliz e sem pecado, ou seja, dum milênio. Sem prorrogação e sem prévias advertências intensas, amanhecerá o dia do
Senhor, e irromperá de repente sobre o mundo. Então ocorrerão fatos que serão inteiramente fora do curso dos eventos
da natureza: Não haverá algum eclipse que segue as leis e regras já traçadas por Deus, mas um retorno ao caos. O sol
se escurecerá. A lua perderá seu brilho. As estrelas não mais ficarão no lugar que o Criador lhes deu mas cairão do céu.
Haverá uma grande confusão dos poderes dos céus. O universo todo sairá dos eixos. A mão da providência e do
governo de Deus se recolherá, e tudo se desfará em todas as partes que o compõem. E então, quando o mundo vai
estar se desfazendo e quando os céus serão enrolados como se fossem uma cortina, sim, então eles, isto é, os povos
da terra, verão o Filho do homem, o divino e humano Salvador da humanidade, que por amor a eles veio ao mundo mas
que foi recebido por tão poucos, vindo nas nuvens. Qual poderoso conquistador em seu carro de triunfo, o anterior
desprezado Nazareno aparecerá com grande poder e glória. Ele, conforme sua natureza humana, já assumiu a inteira
glória e majestade divinas, e no fim retorna como Juiz dos vivos e dos mortos. Na plenitude de sua majestade, ele
ordenará a seus anjos a saírem, até aos confins da terra para reunir a ele os eleitos de qualquer parte onde tiverem
chegado. Nem o menor traço da anterior humildade e fraqueza pode ser visto neste quadro glorioso, mas é o onipotente
grandioso Senhor do universo que aqui realiza a grande colheita do último dia.

vv. 28-31
• Kretzmann: A parábola da figueira, V. 28) Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam
e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão. 29) Assim também vós: quando virdes acontecer estas coisas,
sabei que está próximo, às portas. 30) Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que tudo isto aconteça.
31) Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão. A figueira é usada para transmitir uma lição no
assunto da correta postura de alerta diante da vinda do Senhor. Quando seu ramo se torna tenro e cheio de seiva, e
quando seus filhos aparecem, então as pessoas têm nisso uma indicação certa que a árvore toda foi influenciada com o
crescente calor. Sabem que o verão está próximo. O mesmo grau de vigilância e de tirar conclusões é necessário onde
os discípulos de Cristo de todos os tempos estão envolvidos. Os sinais gerais e especiais, que o Senhor deu aos
apóstolos sobre a próxima vinda da ruína de Jerusalém, sempre deve estar na sua memória, e sempre devem em mente
sua inicial advertência. Da mesma forma, os sinais gerais e especiais, que proclamam a vinda do último dia, são dados
com clareza pelo próprio Cristo na palavra de Deus. Não haverá qualquer desculpa por não saber sobre a vinda do juízo
e sobre o prepara ao seu advento. E o Senhor adiciona mais um sinal: Em verdade vos digo que não passará esta
geração sem que isto tudo aconteça. Ele quis dizer que alguns do povo que viviam no tempo desta profecia seriam
testemunhas do grande juízo que viria sobre Jerusalém, ou , e isto é o mais provável, se referia à raça dos judeus. Este
povo e nação que o rejeitara não deixaria de ser uma raça distinta de gente, separada dos demais, até que a vinda de
Cristo em glória ocorresse. Eles permaneceriam como um testemunho permanente e como prova da veracidade das
palavras de Cristo. Pois, como ele diz com grande ênfase, céus e terra passarão, seu teor e elementos serão destruídos
no fogo daquele último dia, mas que suas palavras não passarão. Em meio à ruína do universo e da destruição dos
céus, sua palavra eterna permanecerá inviolada, tal qual ele mesmo, pois ela pertence à sua essência, e é eterna.

vv. 32-37
• Kretzmann: O tempo do último dia, V. 32) Mas a respeito daquele dia ou da hora ninguém sabe; nem os anjos no céu,
nem o Filho, senão somente o Pai. 33) Estai de sobreaviso, vigiai e orai; porque não sabeis quando será o tempo. 34) É
como se um homem que, ausentando-se do país, deixa a sua casa, dá autoridade aos seus servos, a cada um a sua
obrigação, e ao porteiro ordena que vigie. 35) Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o dono da casa: se à tarde, se
à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã; 36) para que, vindo ele inesperadamente, não vos ache dormindo.

pastorjarbas@gmail.com
13

37) O que, porém, vos digo, digo a todos: Vigiai! Com tanta informação recebida, os discípulos poderiam ter chegado à
idéia de que também deviam saber a data exata do segundo advento de Cristo, pois isto facilitaria grandemente as
coisas. Cristo, porém, rejeita a idéia antes que a expressem. Nenhuma pessoa sabe do dia em que irromperá o juízo
final sobre o mundo e nem da hora do dia, quando suas principais indicações ocorrerão. Nem mesmo os anjos o sabem,
mesmo que saibam muitos dos segredos e mistérios de Deus. E mais, o dia não é conhecido a Jesus em seu estado de
humilhação. O Filho de Deus, em sua condição de Salvador das pessoas e especialmente conforme sua natureza
humana, renunciou seu direito a este conhecimento. Isto, em especial, por amor às pessoas, para que não fossem
tentadas a fazer inquirições e aborrecê-lo com alegações inoportunas a respeito deste dia e hora. Este é um segredo
que está oculto na onisciência do Pai. Este fato, contudo, ressalta tanto mais a admoestação de Cristo: Estejam na
espera, sede vigilantes, visto que o tempo exato não é conhecido na terra. Todos os cálculos das várias seitas, quanto à
data exata da vinda de Cristo, são fantasias totalmente inconfiáveis. E os que as seguem não passam de tolos. Isto é
destacado em outra parábola. Quando o dono da casa, que tem negócio num lugar distante do país ou num país
distante, é chamado para longe, deixará sua casa aos cuidados de seus servos. Distribui o trabalho conforme a
habilidade de cada um, e dá a cada um certa autoridade e responsabilidade, sendo com isto cada um colocado em seu
devido lugar. O porteiro será escolhido como o alerta especial que não deve dormir no posto. Jesus, o Senhor da igreja,
desta forma, deu a cada um de seus fiéis, que são seus servos, alguma tarefa a realizar, ou seja, deu alguma qualidade
e dons com os quais, como cristão, deve servi-lo em seu reino. O Senhor retornará em algum tempo, ou seja, a qualquer
minuto. Por isso é necessário a cada um de seus servos, que esteja em seu trabalho, sendo zelosamente vigilante. O
Senhor poderá voltar em qualquer uma das quatro vigílias da noite, e sua vinda não deve encontrar a alguém deles
dormindo na despreocupação. O quadro nos lembra do costume da vigilância no templo. Esta estava nas mãos de certo
número de sacerdotes e levitas cuja tarefa era a vigilância constante. O chefe do serviço do templo podia realizar sua
ronda a qualquer tempo da noite, não sabendo ninguém a que hora. E ai daquele que fosse pego dormindo naquele
momento! Muito mais importante, contudo, é a obrigação imposta a todos os discípulos de Cristo, que não se devem
tornar sonolentos, apáticos e negligentes na obra do Mestre ou na vigilância constante por sua volta. Que cada cristão
escreva sobre os portais de seu coração esta uma palavra: Vigiai! É muito verdadeiro, que os incrédulos têm como sua
piada ridicularizar a crença dos cristãos sobre a vinda do dia do juízo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque
desde que os pais adormeceram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação, 2Pe 3.3-7. Ao
mesmo tempo, porém, estes mesmos zombadores são os primeiros que, em sobrevindo um temporal ou um terremoto
ou alguma outra manifestação extraordinária de Deus na natureza, caem sobre seus joelhos e imploram pela
misericórdia de Deus. É totalmente seguro estar firme sobre a palavra de Deus e estar sempre atento à sua advertência:
Vigiai!

pastorjarbas@gmail.com
14

6. Sistematização do conteúdo

6.1. Mc 13.24-37
6.1.1. Aspectos de Lei
a) Acontecerão dias terríveis de sofrimento. (24)
b) O universo será destruído. (24-25, 31)
c) Jesus aparecerá com seu poder e glória. (26)
d) Muitos ignoram os sinais do Senhor. (28)
e) Ninguém sabe o dia nem a hora do Julgamento. (32)
f) É necessário vigiar. (33,35,37)

6.1.2. Aspectos de Evangelho


a) Jesus aparecerá com seu poder e glória. (26)
b) Os anjos, ao comando de Jesus, reunirão os salvos (27)
c) O Senhor nos alertou sobre os sinais (28)
d) A Palavra do Senhor permanece para sempre (31).

7.1. Objetivo 1 – Mc 12.38.44


Cognitivo: Que meus ouvintes reconheçam que o mundo vai ter um fim.
Afetivo: Que meus ouvintes confiem no Senhor para a sua salvação.
Psicomotor: Que meus ouvintes vigiem, em Cristo, até o dia final.

pastorjarbas@gmail.com
15

8. Analogia da Escritura
v. 24 mundo; pois os poderes dos céus serão abalados. ARA Mt 24.30 Então, aparecerá no céu o sinal do
ARA Is 13.10 Porque as estrelas e constelações dos 27 Então, se verá o Filho do Homem vindo numa Filho do Homem; todos os povos da terra se
céus não darão a sua luz; o sol, logo ao nascer, se nuvem, com poder e grande glória. lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre
escurecerá, e a lua não fará resplandecer a sua luz. ARA At 2.19 Mostrarei prodígios em cima no céu e as nuvens do céu, com poder e muita glória.
ARA Is 24.20 A terra cambaleará como um bêbado e sinais embaixo na terra: sangue, fogo e vapor de ARA Mt 25.31 Quando vier o Filho do Homem na sua

balanceará como rede de dormir; a sua fumaça. 20 O sol se converterá em trevas, e a lua, majestade e todos os anjos com ele, então, se
transgressão pesa sobre ela, ela cairá e jamais se em sangue, antes que venha o grande e glorioso assentará no trono da sua glória;
levantará. 21 Naquele dia, o SENHOR castigará, no Dia do Senhor. ARA At 1.11 e lhes disseram: Varões galileus, por

céu, as hostes celestes, e os reis da terra, na terra. ARA 2Pe 3.10 Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do que estais olhando para as alturas? Esse Jesus
22 Serão ajuntados como presos em masmorra, e Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso que dentre vós foi assunto ao céu virá do modo
encerrados num cárcere, e castigados depois de estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; como o vistes subir.
muitos dias. 23 A lua se envergonhará, e o sol se também a terra e as obras que nela existem serão ARA 1Ts 4.16 Porquanto o Senhor mesmo, dada a

confundirá quando o SENHOR dos Exércitos reinar atingidas. sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e
no monte Sião e em Jerusalém; perante os seus ARA 2Pe 3.12 esperando e apressando a vinda do ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e
anciãos haverá glória. Dia de Deus, por causa do qual os céus, os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro;
ARA Jr 4.23 Olhei para a terra, e ei-la sem forma e incendiados, serão desfeitos, e os elementos ARA 2Ts 1.7 e a vós outros, que sois atribulados,

vazia; para os céus, e não tinham luz. 24 Olhei para abrasados se derreterão. alívio juntamente conosco, quando do céu se
os montes, e eis que tremiam, e todos os outeiros ARA Ap 6.12 Vi quando o Cordeiro abriu o sexto selo, manifestar o Senhor Jesus com os anjos do seu
estremeciam. 25 Olhei, e eis que não havia homem e sobreveio grande terremoto. O sol se tornou poder, 8 em chama de fogo, tomando vingança
nenhum, e todas as aves dos céus haviam fugido. negro como saco de crina, a lua toda, como contra os que não conhecem a Deus e contra os
ARA Jr 4.28 Por isso, a terra pranteará, e os céus sangue, 13 as estrelas do céu caíram pela terra, que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor
acima se enegrecerão; porque falei, resolvi e não como a figueira, quando abalada por vento forte, Jesus. 9 Estes sofrerão penalidade de eterna
me arrependo, nem me retrato. deixa cair os seus figos verdes, 14 e o céu recolheu- destruição, banidos da face do Senhor e da glória
ARA Ez 32.7 Quando eu te extinguir, cobrirei os céus se como um pergaminho quando se enrola. Então, do seu poder, 10 quando vier para ser glorificado nos
e farei enegrecer as suas estrelas; encobrirei o sol todos os montes e ilhas foram movidos do seu seus santos e ser admirado em todos os que
com uma nuvem, e a lua não resplandecerá a sua lugar. creram, naquele dia (porquanto foi crido entre vós o
luz. ARA Ap 20.11 Vi um grande trono branco e aquele nosso testemunho).
ARA Dn 7.10 Um rio de fogo manava e saía de diante que nele se assenta, de cuja presença fugiram a ARA Ap 1.7 Eis que vem com as nuvens, e todo olho

dele; milhares de milhares o serviam, e miríades de terra e o céu, e não se achou lugar para eles. o verá, até quantos o traspassaram. E todas as
miríades estavam diante dele; assentou-se o tribos da terra se lamentarão sobre ele.
tribunal, e se abriram os livros. v. 25 Certamente. Amém!
ARA Dn 12.1 Nesse tempo, se levantará Miguel, o ARA Is34.4 Todo o exército dos céus se dissolverá,
grande príncipe, o defensor dos filhos do teu povo, e os céus se enrolarão como um pergaminho; todo v. 27
e haverá tempo de angústia, qual nunca houve, o seu exército cairá, como cai a folha da vide e a ARA Mt 13.41 Mandará o Filho do Homem os seus
desde que houve nação até àquele tempo; mas, folha da figueira. anjos, que ajuntarão do seu reino todos os
naquele tempo, será salvo o teu povo, todo aquele ARA Ap 6.13 as estrelas do céu caíram pela terra, escândalos e os que praticam a iniqüidade
que for achado inscrito no livro. como a figueira, quando abalada por vento forte, ARA Mt 13.49 Assim será na consumação do século:
ARA Jl 2.30 Mostrarei prodígios no céu e na terra: deixa cair os seus figos verdes, sairão os anjos, e separarão os maus dentre os
sangue, fogo e colunas de fumaça. 31 O sol se justos,
converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes v. 26 ARA Mt 24.31 E ele enviará os seus anjos, com

que venha o grande e terrível Dia do SENHOR. ARA Dn 7.9 Continuei olhando, até que foram postos grande clangor de trombeta, os quais reunirão os
ARA Am 5.20 Não será, pois, o Dia do SENHOR uns tronos, e o Ancião de Dias se assentou; sua seus escolhidos, dos quatro ventos, de uma a outra
trevas e não luz? Não será completa escuridão, veste era branca como a neve, e os cabelos da extremidade dos céus.
sem nenhuma claridade? cabeça, como a pura lã; o seu trono eram chamas ARA Lc 16.22 Aconteceu morrer o mendigo e ser
ARA Sf 1.14 Está perto o grande Dia do SENHOR; de fogo, e suas rodas eram fogo ardente. 10 Um rio levado pelos anjos para o seio de Abraão; morreu
está perto e muito se apressa. Atenção! O Dia do de fogo manava e saía de diante dele; milhares de também o rico e foi sepultado.
SENHOR é amargo, e nele clama até o homem milhares o serviam, e miríades de miríades ARA Ap 7.1 Depois disto, vi quatro anjos em pé nos

poderoso. 15 Aquele dia é dia de indignação, dia de estavam diante dele; assentou-se o tribunal, e se quatro cantos da terra, conservando seguros os
angústia e dia de alvoroço e desolação, dia de abriram os livros. 11 Então, estive olhando, por quatro ventos da terra, para que nenhum vento
escuridade e negrume, dia de nuvens e densas causa da voz das insolentes palavras que o chifre soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem
trevas, 16 dia de trombeta e de rebate contra as proferia; estive olhando e vi que o animal foi morto, sobre árvore alguma. 2 Vi outro anjo que subia do
cidades fortes e contra as torres altas. 17 Trarei e o seu corpo desfeito e entregue para ser nascente do sol, tendo o selo do Deus vivo, e
angústia sobre os homens, e eles andarão como queimado. 12 Quanto aos outros animais, foi-lhes clamou em grande voz aos quatro anjos, aqueles
cegos, porque pecaram contra o SENHOR; e o tirado o domínio; todavia, foi-lhes dada prolongação aos quais fora dado fazer dano à terra e ao mar, 3
sangue deles se derramará como pó, e a sua carne de vida por um prazo e um tempo. 13 Eu estava dizendo: Não danifiqueis nem a terra, nem o mar,
será atirada como esterco. 18 Nem a sua prata nem olhando nas minhas visões da noite, e eis que nem as árvores, até selarmos na fronte os servos
o seu ouro os poderão livrar no dia da indignação vinha com as nuvens do céu um como o Filho do do nosso Deus.
do SENHOR, mas, pelo fogo do seu zelo, a terra Homem, e dirigiu-se ao Ancião de Dias, e o fizeram ARA Ap 15.6 e os sete anjos que tinham os sete

será consumida, porque, certamente, fará chegar até ele. 14 Foi-lhe dado domínio, e glória, e o flagelos saíram do santuário, vestidos de linho puro
destruição total e repentina de todos os moradores reino, para que os povos, nações e homens de e resplandecente e cingidos ao peito com cintas de
da terra. todas as línguas o servissem; o seu domínio é ouro. 7 Então, um dos quatro seres viventes deu aos
ARA Mt 24.29 Logo em seguida à tribulação daqueles domínio eterno, que não passará, e o seu reino sete anjos sete taças de ouro, cheias da cólera de
dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua jamais será destruído. Deus, que vive pelos séculos dos séculos.
claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os ARA Mt 16.17 Então, Jesus lhe afirmou: Bem-

poderes dos céus serão abalados. aventurado és, Simão Barjonas, porque não foi ARA Gn 49.10 O cetro não se arredará de Judá, nem
ARA Lc 21.25 Haverá sinais no sol, na lua e nas carne e sangue que to revelaram, mas meu Pai, o bastão de entre seus pés, até que venha Siló; e a
estrelas; sobre a terra, angústia entre as nações em que está nos céus. ele obedecerão os povos.
perplexidade por causa do bramido do mar e das ARA Mt 16.27 Porque o Filho do Homem há de vir na ARA Mt 25.31 Quando vier o Filho do Homem na sua

ondas; 26 haverá homens que desmaiarão de terror glória de seu Pai, com os seus anjos, e, então, majestade e todos os anjos com ele, então, se
e pela expectativa das coisas que sobrevirão ao retribuirá a cada um conforme as suas obras. assentará no trono da sua glória; 32 e todas as

pastorjarbas@gmail.com
16
nações serão reunidas em sua presença, e ele a salvação que está em Cristo Jesus, com eterna tratados. 34 Porque não somente vos
separará uns dos outros, como o pastor separa dos glória. compadecestes dos encarcerados, como também
cabritos as ovelhas; ARA 1Pe 1.2 eleitos, segundo a presciência de Deus aceitastes com alegria o espólio dos vossos bens,
ARA Jo 10.16 Ainda tenho outras ovelhas, não deste Pai, em santificação do Espírito, para a obediência tendo ciência de possuirdes vós mesmos
aprisco; a mim me convém conduzi-las; elas e a aspersão do sangue de Jesus Cristo, graça e patrimônio superior e durável. 35 Não abandoneis,
ouvirão a minha voz; então, haverá um rebanho e paz vos sejam multiplicadas. portanto, a vossa confiança; ela tem grande
um pastor. galardão. 36 Com efeito, tendes necessidade de
ARA Jo 11.52 e não somente pela nação, mas ARA Dt 30.4 Ainda que os teus desterrados estejam perseverança, para que, havendo feito a vontade
também para reunir em um só corpo os filhos de para a extremidade dos céus, desde aí te ajuntará o de Deus, alcanceis a promessa. 37 Porque, ainda
Deus, que andam dispersos. SENHOR, teu Deus, e te tomará de lá. dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não
ARA 1Ts 4.14 Pois, se cremos que Jesus morreu e ARA Mt 12.42 A rainha do Sul se levantará, no Juízo, tardará;
ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, com esta geração e a condenará; porque veio dos ARA Tg 5.9 Irmãos, não vos queixeis uns dos outros,

trará, em sua companhia, os que dormem. 15 Ora, confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. para não serdes julgados. Eis que o juiz está às
ainda vos declaramos, por palavra do Senhor, isto: E eis aqui está quem é maior do que Salomão. portas.
nós, os vivos, os que ficarmos até à vinda do ARA 1Pe 4.17 Porque a ocasião de começar o juízo

Senhor, de modo algum precederemos os que v. 28 pela casa de Deus é chegada; ora, se primeiro vem
dormem. 16 Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua ARA Mt 24.32 Aprendei, pois, a parábola da figueira: por nós, qual será o fim daqueles que não
palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e quando já os seus ramos se renovam e as folhas obedecem ao evangelho de Deus? 18 E, se é com
ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e brotam, sabeis que está próximo o verão. 33 Assim dificuldade que o justo é salvo, onde vai
os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; 17 também vós: quando virdes todas estas coisas, comparecer o ímpio, sim, o pecador?
depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos sabei que está próximo, às portas.
arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, ARA Lc 21.29 Ainda lhes propôs uma parábola, v. 30
para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, dizendo: Vede a figueira e todas as árvores. 30 ARA Mt 16.28 Em verdade vos digo que alguns há,
estaremos para sempre com o Senhor. Quando começam a brotar, vendo-o, sabeis, por dos que aqui se encontram, que de maneira
ARA 2Ts 2.1 Irmãos, no que diz respeito à vinda de vós mesmos, que o verão está próximo. 31 Assim nenhuma passarão pela morte até que vejam vir o
nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com também, quando virdes acontecerem estas coisas, Filho do Homem no seu reino.
ele, nós vos exortamos sabei que está próximo o reino de Deus. ARA Mt 23.36 Em verdade vos digo que todas estas
ARA Ap 7.5 da tribo de Judá foram selados doze mil; coisas hão de vir sobre a presente geração.
da tribo de Rúben, doze mil; da tribo de Gade, doze v. 29 ARA Mt 24.34 Em verdade vos digo que não passará

mil; 6 da tribo de Aser, doze mil; da tribo de Naftali, ARA Ez 7.10 Eis o dia, eis que vem; brotou a tua esta geração sem que tudo isto aconteça.
doze mil; da tribo de Manassés, doze mil; 7 da tribo sentença, já floresceu a vara, reverdeceu a ARA Lc 21.32 Em verdade vos digo que não passará

de Simeão, doze mil; da tribo de Levi, doze mil; da soberba. 11 Levantou-se a violência para servir de esta geração, sem que tudo isto aconteça.
tribo de Issacar, doze mil; 8 da tribo de Zebulom, vara perversa; nada restará deles, nem da sua
doze mil; da tribo de José, doze mil; da tribo de riqueza, nem dos seus rumores, nem da sua glória. v. 31
Benjamim foram selados doze mil. 9 Depois destas 12 Vem o tempo, é chegado o dia; o que compra não ARA Sl 102.25 Em tempos remotos, lançaste os
coisas, vi, e eis grande multidão que ninguém podia se alegre, e o que vende não se entristeça; porque fundamentos da terra; e os céus são obra das tuas
enumerar, de todas as nações, tribos, povos e a ira ardente está sobre toda a multidão deles. mãos. 26 Eles perecerão, mas tu permaneces; todos
línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro, ARA Ez 12.25 Porque eu, o SENHOR, falarei, e a eles envelhecerão como uma veste, como roupa os
vestidos de vestiduras brancas, com palmas nas palavra que eu falar se cumprirá e não será mudarás, e serão mudados. 27 Tu, porém, és
mãos; retardada; porque, em vossos dias, ó casa rebelde, sempre o mesmo, e os teus anos jamais terão fim.
falarei a palavra e a cumprirei, diz o SENHOR ARA Is 51.6 Levantai os olhos para os céus e olhai
ARA Mc 13.20 Não tivesse o Senhor abreviado Deus. 26 Veio-me ainda a palavra do SENHOR, para a terra embaixo, porque os céus
aqueles dias, e ninguém se salvaria; mas, por dizendo: 27 Filho do homem, eis que os da casa de desaparecerão como a fumaça, e a terra
causa dos eleitos que ele escolheu, abreviou tais Israel dizem: A visão que tem este é para muitos envelhecerá como um vestido, e os seus
dias. dias, e ele profetiza de tempos que estão mui moradores morrerão como mosquitos, mas a minha
ARA Mc 13.22 pois surgirão falsos cristos e falsos longe. 28 Portanto, dize-lhes: Assim diz o SENHOR salvação durará para sempre, e a minha justiça não
profetas, operando sinais e prodígios, para Deus: Não será retardada nenhuma das minhas será anulada.
enganar, se possível, os próprios eleitos. palavras; e a palavra que falei se cumprirá, diz o ARA Mt 5.18 Porque em verdade vos digo: até que o
ARA Is 65.9 Farei sair de Jacó descendência e de SENHOR Deus. céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais
Judá, um herdeiro que possua os meus montes; e ARA Hb 10.25 Não deixemos de congregar-nos, passará da Lei, até que tudo se cumpra.
os meus eleitos herdarão a terra e os meus servos como é costume de alguns; antes, façamos ARA Mt 24.35 Passará o céu e a terra, porém as

habitarão nela. admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia minhas palavras não passarão.
ARA Mt 24.22 Não tivessem aqueles dias sido se aproxima. 26 Porque, se vivermos ARA Hb 1.10 Ainda: No princípio, Senhor, lançaste os

abreviados, ninguém seria salvo; mas, por causa deliberadamente em pecado, depois de termos fundamentos da terra, e os céus são obra das tuas
dos escolhidos, tais dias serão abreviados. recebido o pleno conhecimento da verdade, já não mãos; 11 eles perecerão; tu, porém, permaneces;
ARA Mt 24.24 porque surgirão falsos cristos e falsos resta sacrifício pelos pecados; 27 pelo contrário, sim, todos eles envelhecerão qual veste; 12 também,
profetas operando grandes sinais e prodígios para certa expectação horrível de juízo e fogo vingador qual manto, os enrolarás, e, como vestes, serão
enganar, se possível, os próprios eleitos. prestes a consumir os adversários. 28 Sem igualmente mudados; tu, porém, és o mesmo, e os
ARA Mt 24.31 E ele enviará os seus anjos, com misericórdia morre pelo depoimento de duas ou três teus anos jamais terão fim.
grande clangor de trombeta, os quais reunirão os testemunhas quem tiver rejeitado a lei de Moisés. 29 ARA 2Pe 3.10 Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do

seus escolhidos, dos quatro ventos, de uma a outra De quanto mais severo castigo julgais vós será Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso
extremidade dos céus. considerado digno aquele que calcou aos pés o estrondo, e os elementos se desfarão abrasados;
ARA Lc 18.7 Não fará Deus justiça aos seus Filho de Deus, e profanou o sangue da aliança com também a terra e as obras que nela existem serão
escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora o qual foi santificado, e ultrajou o Espírito da graça? atingidas. 11 Visto que todas essas coisas hão de
pareça demorado em defendê-los? 30 Ora, nós conhecemos aquele que disse: A mim ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que
ARA Rm 8.33 Quem intentará acusação contra os pertence a vingança; eu retribuirei. E outra vez: O vivem em santo procedimento e piedade, 12
eleitos de Deus? É Deus quem os justifica. Senhor julgará o seu povo. 31 Horrível coisa é cair esperando e apressando a vinda do Dia de Deus,
ARA Cl 3.12 Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, nas mãos do Deus vivo. 32 Lembrai-vos, porém, dos por causa do qual os céus, incendiados, serão
santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, dias anteriores, em que, depois de iluminados, desfeitos, e os elementos abrasados se derreterão.
de bondade, de humildade, de mansidão, de sustentastes grande luta e sofrimentos; 33 ora ARA Ap 20.11 Vi um grande trono branco e aquele

longanimidade. expostos como em espetáculo, tanto de opróbrio que nele se assenta, de cuja presença fugiram a
ARA 2Tm 2.10 Por esta razão, tudo suporto por quanto de tribulações, ora tornando-vos co- terra e o céu, e não se achou lugar para eles.
causa dos eleitos, para que também eles obtenham participantes com aqueles que desse modo foram

pastorjarbas@gmail.com
17
ARA Nm 23.19 Deus não é homem, para que minta; também a terra e as obras que nela existem serão ARA 1Pe 5.8 Sede sóbrios e vigilantes. O diabo,
nem filho de homem, para que se arrependa. atingidas. vosso adversário, anda em derredor, como leão
Porventura, tendo ele prometido, não o fará? Ou, ARA Ap 3.3 Lembra-te, pois, do que tens recebido e que ruge procurando alguém para devorar;
tendo falado, não o cumprirá? ouvido, guarda-o e arrepende-te. Porquanto, se não ARA Ap 3.2 Sê vigilante e consolida o resto que
ARA Js 23.14 Eis que, já hoje, sigo pelo caminho de vigiares, virei como ladrão, e não conhecerás de estava para morrer, porque não tenho achado
todos os da terra; e vós bem sabeis de todo o modo algum em que hora virei contra ti. íntegras as tuas obras na presença do meu Deus.
vosso coração e de toda a vossa alma que nem ARA Ap 16.15 (Eis que venho como vem o ladrão.

uma só promessa caiu de todas as boas palavras ARA Ap 1.1 Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe Bem-aventurado aquele que vigia e guarda as suas
que falou de vós o SENHOR, vosso Deus; todas deu para mostrar aos seus servos as coisas que vestes, para que não ande nu, e não se veja a sua
vos sobrevieram, nem uma delas falhou. 15 E em breve devem acontecer e que ele, enviando por vergonha.)
sucederá que, assim como vieram sobre vós todas intermédio do seu anjo, notificou ao seu servo João,
estas boas coisas que o SENHOR, vosso Deus, v. 34
vos prometeu, assim cumprirá o SENHOR contra v. 33 ARA Mt 24.45 Quem é, pois, o servo fiel e prudente,
vós outros todas as ameaças até vos destruir de ARA Mt 24.42 Portanto, vigiai, porque não sabeis em a quem o senhor confiou os seus conservos para
sobre a boa terra que vos deu o SENHOR, vosso que dia vem o vosso Senhor. 43 Mas considerai isto: dar-lhes o sustento a seu tempo?
Deus. se o pai de família soubesse a que hora viria o ARA Mt 25.14 Pois será como um homem que,
ARA Sl 19.7 A lei do SENHOR é perfeita e restaura a ladrão, vigiaria e não deixaria que fosse arrombada ausentando-se do país, chamou os seus servos e
alma; o testemunho do SENHOR é fiel e dá a sua casa. 44 Por isso, ficai também vós lhes confiou os seus bens.
sabedoria aos símplices. apercebidos; porque, à hora em que não cuidais, o ARA Lc 19.12 Então, disse: Certo homem nobre
ARA Is 40.8 seca-se a erva, e cai a sua flor, mas a Filho do Homem virá. partiu para uma terra distante, com o fim de tomar
palavra de nosso Deus permanece eternamente. ARA Mt 25.13 Vigiai, pois, porque não sabeis o dia posse de um reino e voltar. 13 Chamou dez servos
ARA Zc 1.6 Contudo, as minhas palavras e os meus nem a hora. seus, confiou-lhes dez minas e disse-lhes: Negociai
estatutos, que eu prescrevi aos profetas, meus ARA Mt 26.40 E, voltando para os discípulos, achou- até que eu volte. 14 Mas os seus concidadãos o
servos, não alcançaram a vossos pais? Sim, estes os dormindo; e disse a Pedro: Então, nem uma odiavam e enviaram após ele uma embaixada,
se arrependeram e disseram: Como o SENHOR hora pudestes vós vigiar comigo? 41 Vigiai e orai, dizendo: Não queremos que este reine sobre nós. 15
dos Exércitos fez tenção de nos tratar, segundo os para que não entreis em tentação; o espírito, na Quando ele voltou, depois de haver tomado posse
nossos caminhos e segundo as nossas obras, verdade, está pronto, mas a carne é fraca. do reino, mandou chamar os servos a quem dera o
assim ele nos fez. ARA Lc 12.40 Ficai também vós apercebidos, dinheiro, a fim de saber que negócio cada um teria
ARA Lc 21.33 Passará o céu e a terra, porém as porque, à hora em que não cuidais, o Filho do conseguido. 16 Compareceu o primeiro e disse:
minhas palavras não passarão. Homem virá. Senhor, a tua mina rendeu dez. 17 Respondeu-lhe o
ARA 2Tm 2.13 se somos infiéis, ele permanece fiel, ARA Lc 21.34 Acautelai-vos por vós mesmos, para senhor: Muito bem, servo bom; porque foste fiel no
pois de maneira nenhuma pode negar-se a si que nunca vos suceda que o vosso coração fique pouco, terás autoridade sobre dez cidades.
mesmo. sobrecarregado com as conseqüências da orgia, da
ARA Tt 1.2 na esperança da vida eterna que o Deus embriaguez e das preocupações deste mundo, e ARA Rm 12.4 Porque assim como num só corpo
que não pode mentir prometeu antes dos tempos para que aquele dia não venha sobre vós temos muitos membros, mas nem todos os
eternos repentinamente, como um laço. 35 Pois há de membros têm a mesma função, 5 assim também
sobrevir a todos os que vivem sobre a face de toda nós, conquanto muitos, somos um só corpo em
v. 32 a terra. 36 Vigiai, pois, a todo tempo, orando, para Cristo e membros uns dos outros, 6 tendo, porém,
ARA Mc 13.26 Então, verão o Filho do Homem vir que possais escapar de todas estas coisas que têm diferentes dons segundo a graça que nos foi dada:
nas nuvens, com grande poder e glória. 27 E ele de suceder e estar em pé na presença do Filho do se profecia, seja segundo a proporção da fé; 7 se
enviará os anjos e reunirá os seus escolhidos dos Homem. ministério, dediquemo-nos ao ministério; ou o que
quatro ventos, da extremidade da terra até à ARA Rm 13.11 E digo isto a vós outros que ensina esmere-se no fazê-lo; 8 ou o que exorta faça-
extremidade do céu. conheceis o tempo: já é hora de vos despertardes o com dedicação; o que contribui, com liberalidade;
ARA Mt 24.36 Mas a respeito daquele dia e hora do sono; porque a nossa salvação está, agora, o que preside, com diligência; quem exerce
ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mais perto do que quando no princípio cremos. 12 misericórdia, com alegria.
senão o Pai. 37 Pois assim como foi nos dias de Vai alta a noite, e vem chegando o dia. Deixemos, ARA Rm 13.6 Por esse motivo, também pagais

Noé, também será a vinda do Filho do Homem. 38 pois, as obras das trevas e revistamo-nos das tributos, porque são ministros de Deus, atendendo,
Porquanto, assim como nos dias anteriores ao armas da luz. constantemente, a este serviço.
dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em ARA Rm 13.14 mas revesti-vos do Senhor Jesus ARA 1Co 3.5 Quem é Apolo? E quem é Paulo?

casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, Cristo e nada disponhais para a carne no tocante Servos por meio de quem crestes, e isto conforme
39 e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio às suas concupiscências. o Senhor concedeu a cada um. 6 Eu plantei, Apolo
e os levou a todos, assim será também a vinda do ARA 1Co 16.13 Sede vigilantes, permanecei firmes regou; mas o crescimento veio de Deus. 7 De modo
Filho do Homem. 40 Então, dois estarão no campo, na fé, portai-vos varonilmente, fortalecei-vos. que nem o que planta é alguma coisa, nem o que
um será tomado, e deixado o outro; 41 duas estarão ARA Ef 6.18 com toda oração e súplica, orando em rega, mas Deus, que dá o crescimento. 8 Ora, o que
trabalhando num moinho, uma será tomada, e todo tempo no Espírito e para isto vigiando com planta e o que rega são um; e cada um receberá o
deixada a outra. 42 Portanto, vigiai, porque não toda perseverança e súplica por todos os santos seu galardão, segundo o seu próprio trabalho. 9
sabeis em que dia vem o vosso Senhor. ARA 1Ts 5.5 porquanto vós todos sois filhos da luz e Porque de Deus somos cooperadores; lavoura de
ARA Mt 25.6 Mas, à meia-noite, ouviu-se um grito: filhos do dia; nós não somos da noite, nem das Deus, edifício de Deus sois vós. 10 Segundo a graça
Eis o noivo! Saí ao seu encontro! trevas. 6 Assim, pois, não durmamos como os de Deus que me foi dada, lancei o fundamento
ARA Mt 25.13 Vigiai, pois, porque não sabeis o dia demais; pelo contrário, vigiemos e sejamos sóbrios. como prudente construtor; e outro edifica sobre ele.
nem a hora. 7 Ora, os que dormem dormem de noite, e os que Porém cada um veja como edifica.
ARA Mt 25.19 Depois de muito tempo, voltou o se embriagam é de noite que se embriagam. 8 Nós, ARA 1Co 12.4 Ora, os dons são diversos, mas o

senhor daqueles servos e ajustou contas com eles. porém, que somos do dia, sejamos sóbrios, Espírito é o mesmo. 5 E também há diversidade nos
ARA At 1.7 Respondeu-lhes: Não vos compete revestindo-nos da couraça da fé e do amor e serviços, mas o Senhor é o mesmo. 6 E há
conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou tomando como capacete a esperança da salvação; diversidade nas realizações, mas o mesmo Deus é
pela sua exclusiva autoridade; ARA Hb 12.15 atentando, diligentemente, por que quem opera tudo em todos. 7 A manifestação do
ARA 1Ts 5.2 pois vós mesmos estais inteirados com ninguém seja faltoso, separando-se da graça de Espírito é concedida a cada um visando a um fim
precisão de que o Dia do Senhor vem como ladrão Deus; nem haja alguma raiz de amargura que, proveitoso. 8 Porque a um é dada, mediante o
de noite. brotando, vos perturbe, e, por meio dela, muitos Espírito, a palavra da sabedoria; e a outro, segundo
ARA 2Pe 3.10 Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do sejam contaminados; o mesmo Espírito, a palavra do conhecimento; 9 a
Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso ARA 1Pe 4.7 Ora, o fim de todas as coisas está outro, no mesmo Espírito, a fé; e a outro, no mesmo
estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; próximo; sede, portanto, criteriosos e sóbrios a bem Espírito, dons de curar; 10 a outro, operações de
das vossas orações. milagres; a outro, profecia; a outro, discernimento

pastorjarbas@gmail.com
18
de espíritos; a um, variedade de línguas; e a outro, quando o justo se desviar da sua justiça e fizer tem a chave de Davi, que abre, e ninguém fechará,
capacidade para interpretá-las. 11 Mas um só e o maldade, e eu puser diante dele um tropeço, ele e que fecha, e ninguém abrirá:
mesmo Espírito realiza todas estas coisas, morrerá; visto que não o avisaste, no seu pecado
distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um, morrerá, e suas justiças que praticara não serão v. 35
individualmente. 12 Porque, assim como o corpo é lembradas, mas o seu sangue da tua mão o ARA Mt 24.42 Portanto, vigiai, porque não sabeis em
um e tem muitos membros, e todos os membros, requererei. 21 No entanto, se tu avisares o justo, que dia vem o vosso Senhor.
sendo muitos, constituem um só corpo, assim para que não peque, e ele não pecar, certamente, ARA Mc 13.37 O que, porém, vos digo, digo a todos:

também com respeito a Cristo. 13 Pois, em um só viverá, porque foi avisado; e tu salvaste a tua alma. vigiai!
Espírito, todos nós fomos batizados em um corpo, ARA Ez 33.2 Filho do homem, fala aos filhos de teu

quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer povo e dize-lhes: Quando eu fizer vir a espada ARA Mc 14.30 Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te
livres. E a todos nós foi dado beber de um só sobre a terra, e o povo da terra tomar um homem digo que hoje, nesta noite, antes que duas vezes
Espírito. 14 Porque também o corpo não é um só dos seus limites, e o constituir por seu atalaia; 3 e, cante o galo, tu me negarás três vezes.
membro, mas muitos. 15 Se disser o pé: Porque não vendo ele que a espada vem sobre a terra, tocar a
sou mão, não sou do corpo; nem por isso deixa de trombeta e avisar o povo; 4 se aquele que ouvir o ARA Mt14.25 Na quarta vigília da noite, foi Jesus ter
ser do corpo. 16 Se o ouvido disser: Porque não sou som da trombeta não se der por avisado, e vier a com eles, andando por sobre o mar.
olho, não sou do corpo; nem por isso deixa de o espada e o abater, o seu sangue será sobre a sua ARA Mc 6.48 E, vendo-os em dificuldade a remar,

ser. 17 Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o cabeça. 5 Ele ouviu o som da trombeta e não se deu porque o vento lhes era contrário, por volta da
ouvido? Se todo fosse ouvido, onde, o olfato? 18 por avisado; o seu sangue será sobre ele; mas o quarta vigília da noite, veio ter com eles, andando
Mas Deus dispôs os membros, colocando cada um que se dá por avisado salvará a sua vida. 6 Mas, se por sobre o mar; e queria tomar-lhes a dianteira.
deles no corpo, como lhe aprouve. 19 Se todos, o atalaia vir que vem a espada e não tocar a
porém, fossem um só membro, onde estaria o trombeta, e não for avisado o povo; se a espada v. 36
corpo? 20 O certo é que há muitos membros, mas vier e abater uma vida dentre eles, este foi abatido ARA Mc 14.37 Voltando, achou-os dormindo; e disse
um só corpo. 21 Não podem os olhos dizer à mão: na sua iniqüidade, mas o seu sangue demandarei a Pedro: Simão, tu dormes? Não pudeste vigiar
Não precisamos de ti; nem ainda a cabeça, aos do atalaia. 7 A ti, pois, ó filho do homem, te constituí nem uma hora?
pés: Não preciso de vós. 22 Pelo contrário, os por atalaia sobre a casa de Israel; tu, pois, ouvirás ARA Mc 14.40 Voltando, achou-os outra vez

membros do corpo que parecem ser mais fracos a palavra da minha boca e lhe darás aviso da dormindo, porque os seus olhos estavam pesados;
são necessários; 23 e os que nos parecem menos minha parte. 8 Se eu disser ao perverso: Ó e não sabiam o que lhe responder.
dignos no corpo, a estes damos muito maior honra; perverso, certamente, morrerás; e tu não falares, ARA Pv 6.9 Ó preguiçoso, até quando ficarás

também os que em nós não são decorosos para avisar o perverso do seu caminho, morrerá deitado? Quando te levantarás do teu sono? 10 Um
revestimos de especial honra. 24 Mas os nossos esse perverso na sua iniqüidade, mas o seu sangue pouco para dormir, um pouco para tosquenejar, um
membros nobres não têm necessidade disso. eu o demandarei de ti. 9 Mas, se falares ao pouco para encruzar os braços em repouso, 11
Contudo, Deus coordenou o corpo, concedendo perverso, para o avisar do seu caminho, para que assim sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a
muito mais honra àquilo que menos tinha, 25 para dele se converta, e ele não se converter do seu tua necessidade, como um homem armado.
que não haja divisão no corpo; pelo contrário, caminho, morrerá ele na sua iniqüidade, mas tu ARA Pv 24.33 Um pouco para dormir, um pouco para

cooperem os membros, com igual cuidado, em livraste a tua alma. tosquenejar, um pouco para encruzar os braços em
favor uns dos outros. 26 De maneira que, se um ARA Mt 24.45 Quem é, pois, o servo fiel e prudente, repouso, 34 assim sobrevirá a tua pobreza como um
membro sofre, todos sofrem com ele; e, se um a quem o senhor confiou os seus conservos para ladrão, e a tua necessidade, como um homem
deles é honrado, com ele todos se regozijam. 27 dar-lhes o sustento a seu tempo? 46 Bem- armado.
Ora, vós sois corpo de Cristo; e, individualmente, aventurado aquele servo a quem seu senhor, ARA Ct 3.1 De noite, no meu leito, busquei o amado

membros desse corpo. 28 A uns estabeleceu Deus quando vier, achar fazendo assim. 47 Em verdade de minha alma, busquei-o e não o achei.
na igreja, primeiramente, apóstolos; em segundo vos digo que lhe confiará todos os seus bens. ARA Ct 5.2 Eu dormia, mas o meu coração velava;

lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres; depois, ARA Lc 12.36 Sede vós semelhantes a homens que eis a voz do meu amado, que está batendo: Abre-
operadores de milagres; depois, dons de curar, esperam pelo seu senhor, ao voltar ele das festas me, minha irmã, querida minha, pomba minha,
socorros, governos, variedades de línguas. 29 de casamento; para que, quando vier e bater à imaculada minha, porque a minha cabeça está
Porventura, são todos apóstolos? Ou, todos porta, logo lha abram. 37 Bem-aventurados aqueles cheia de orvalho, os meus cabelos, das gotas da
profetas? São todos mestres? Ou, operadores de servos a quem o senhor, quando vier, os encontre noite.
milagres? 30 Têm todos dons de curar? Falam todos vigilantes; em verdade vos afirmo que ele há de ARA Is 56.10 Os seus atalaias são cegos, nada

em outras línguas? Interpretam-nas todos? 31 cingir-se, dar-lhes lugar à mesa e, aproximando-se, sabem; todos são cães mudos, não podem ladrar;
Entretanto, procurai, com zelo, os melhores dons. E os servirá. 38 Quer ele venha na segunda vigília, sonhadores preguiçosos, gostam de dormir.
eu passo a mostrar-vos ainda um caminho quer na terceira, bem-aventurados serão eles, se ARA Mt 24.48 Mas, se aquele servo, sendo mau,

sobremodo excelente. assim os achar. 39 Sabei, porém, isto: se o pai de disser consigo mesmo: Meu senhor demora-se, 49 e
ARA 1Co 15.58 Portanto, meus amados irmãos, sede família soubesse a que hora havia de vir o ladrão, passar a espancar os seus companheiros e a
firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra vigiaria e não deixaria arrombar a sua casa. 40 Ficai comer e beber com ébrios, 50 virá o senhor daquele
do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso também vós apercebidos, porque, à hora em que servo em dia em que não o espera e em hora que
trabalho não é vão. não cuidais, o Filho do Homem virá. não sabe 51 e castigá-lo-á, lançando-lhe a sorte com
ARA Cl 3.24 cientes de que recebereis do Senhor a ARA At 20.29 Eu sei que, depois da minha partida, os hipócritas; ali haverá choro e ranger de dentes.
recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que entre vós penetrarão lobos vorazes, que não ARA Mt 25.5 E, tardando o noivo, foram todas

estais servindo; pouparão o rebanho. 30 E que, dentre vós mesmos, tomadas de sono e adormeceram.
ARA Cl 4.1 Senhores, tratai os servos com justiça e se levantarão homens falando coisas pervertidas ARA Lc 21.34 Acautelai-vos por vós mesmos, para

com eqüidade, certos de que também vós tendes para arrastar os discípulos atrás deles. 31 Portanto, que nunca vos suceda que o vosso coração fique
Senhor no céu. vigiai, lembrando-vos de que, por três anos, noite e sobrecarregado com as conseqüências da orgia, da
dia, não cessei de admoestar, com lágrimas, a cada embriaguez e das preocupações deste mundo, e
ARA Ez 3.17 Filho do homem, eu te dei por atalaia um. para que aquele dia não venha sobre vós
sobre a casa de Israel; da minha boca ouvirás a repentinamente, como um laço.
palavra e os avisarás da minha parte. 18 Quando eu ARA Mt 16.19 Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; ARA Lc 22.45 Levantando-se da oração, foi ter com

disser ao perverso: Certamente, morrerás, e tu não o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o os discípulos, e os achou dormindo de tristeza,
o avisares e nada disseres para o advertir do seu que desligares na terra terá sido desligado nos ARA Rm 13.11 E digo isto a vós outros que

mau caminho, para lhe salvar a vida, esse perverso céus. conheceis o tempo: já é hora de vos despertardes
morrerá na sua iniqüidade, mas o seu sangue da ARA Jo 10.3 Para este o porteiro abre, as ovelhas do sono; porque a nossa salvação está, agora,
tua mão o requererei. 19 Mas, se avisares o ouvem a sua voz, ele chama pelo nome as suas mais perto do que quando no princípio cremos. 12
perverso, e ele não se converter da sua maldade e próprias ovelhas e as conduz para fora. Vai alta a noite, e vem chegando o dia. Deixemos,
do seu caminho perverso, ele morrerá na sua ARA Ap 3.7 Ao anjo da igreja em Filadélfia escreve: pois, as obras das trevas e revistamo-nos das
iniqüidade, mas tu salvaste a tua alma. 20 Também Estas coisas diz o santo, o verdadeiro, aquele que armas da luz. 13 Andemos dignamente, como em

pastorjarbas@gmail.com
19
pleno dia, não em orgias e bebedices, não em 7 Ora, os que dormem dormem de noite, e os que conservos para dar-lhes o sustento a seu tempo? 43
impudicícias e dissoluções, não em contendas e se embriagam é de noite que se embriagam. Bem-aventurado aquele servo a quem seu senhor,
ciúmes; 14 mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e quando vier, achar fazendo assim. 44
nada disponhais para a carne no tocante às suas v. 37 Verdadeiramente, vos digo que lhe confiará todos
concupiscências. ARA Mc 13.33 Estai de sobreaviso, vigiai e orai; os seus bens. 45 Mas, se aquele servo disser
ARA Ef 5.13 Mas todas as coisas, quando porque não sabeis quando será o tempo. consigo mesmo: Meu senhor tarda em vir, e passar
reprovadas pela luz, se tornam manifestas; porque ARA Mc 13.35 Vigiai, pois, porque não sabeis quando a espancar os criados e as criadas, a comer, a
tudo que se manifesta é luz. 14 Pelo que diz: virá o dono da casa: se à tarde, se à meia-noite, se beber e a embriagar-se, 46 virá o senhor daquele
Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os ao cantar do galo, se pela manhã; servo, em dia em que não o espera e em hora que
mortos, e Cristo te iluminará. ARA Lc 12.41 Então, Pedro perguntou: Senhor, não sabe, e castigá-lo-á, lançando-lhe a sorte com
ARA 1Ts 5.6 Assim, pois, não durmamos como os proferes esta parábola para nós ou também para os infiéis.
demais; pelo contrário, vigiemos e sejamos sóbrios. todos? 42 Disse o Senhor: Quem é, pois, o mordomo
fiel e prudente, a quem o senhor confiará os seus

pastorjarbas@gmail.com
20

9.1. Esboço – Mc 13.24-37


Versículo Base:
37O que eu lhes digo digo a todos: fiquem vigiando!

Tema: É preciso vigiar.


Crendo em Cristo.
Observando os sinais.
Fugindo das tentações.

1. J
1.1. ...e
1.1.1. “18J
1.2. ...p
1.2.1. “P
2. J
2.1. ...e
2.1.1. “M
2.2. o
2.3. o
2.3.1. Ilustração: A
2.4. M
2.4.1. “21—F
2.5. A
2.5.1. “S
2.5.2. “m

pastorjarbas@gmail.com