Você está na página 1de 22

Formanda

Ana Luísa de Beirão


2009
ESCOLHA DO
DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO

A. APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR


A.2. Promoção das Literacias da Informação, Tecnológica e Digital

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
INDICADORES SELECCIONADOS

INDICADOR INDICADOR
DE PROCESSO DE IMPACTO

A.2.1 A.2.4
Organização de actividades de Impacto da BE nas competências
formação de utilizadores na tecnológicas, digitais e de informação
escola/agrupamento dos alunos na escola/agrupamento

COMPREENDER MENSURAR
AFERIR o trabalho desenvolvido qual o impacto das actividades
desenvolvidas nos resultados dos alunos

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
PLANO DE AVALIAÇÃO

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
QUESTÕES PRELIMINARES
Orientação para a concretização do Plano de Avaliação

O que pretende a BE ao desenvolver um trabalho colaborativo com os


professores?
Os professores têm tirado o maior partido possível dos serviços que a BE
oferece?
Os utilizadores conhecem e aplicam o regimento da BE?
Os utilizadores conhecem o Guia do Utilizador?
Utilizam correctamente as várias “mini”-áreas da BE?
Utilizam os vários materiais produzidos e editados no domínio da
formação dos utilizadores?
Que estratégias deve a BE desenvolver para que as suas acções tenham
impacto?
A BE tem desenvolvido um trabalho de articulação, estruturado,
sistemático e consistente?

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
OS PRIMEIROS INTERVENIENTES
Orientação para a concretização do Plano de Avaliação
Mobilizar e implicar os órgãos de gestão , os professores e alunos
AVALIAÇÃO DO INDICADOR DE PROCESSO

A.2.1
7 Turmas
Organização de Conselho de 3º/4º
Actividades de Pedagógico Ano e
Formação dos de Outubro Prof.
Titulares
Utilizadores

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
OS PRIMEIROS INTERVENIENTES
Orientação para a concretização do Plano de Avaliação
Mobilizar e implicar os órgãos de gestão , os professores e alunos
AVALIAÇÃO DO INDICADOR DE IMPACTO

A.2.4. – Impacto
da BE nas 7 Turmas de
competências Conselho 3º/4º Ano e
tecnológicas, 7Prof.
Pedagógico Titulares,
digitais e de de Outubro Coord. Ano e
informação dos Ciclo
alunos

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
A.2.1 Organização de actividades de formação de utilizadores na escola/agrupamento
FACTORES CRÍTICOS DE SUCESSO EVIDÊNCIAS INSTRUMENTOS DE RECOLHA CALENDARIZAÇÃO
Plano de Actividades da Biblioteca •Ficha de inventariação de
Actividades
Outubro a Abril
Área de Projecto •Ficha de inventariação de
Actividades
O Plano de Trabalho da BE inclui:
•actividades de formação de •Grelha de observação das visitas 2ª Quinzena de Setembro
utilizadores com: Visitas guiadas à BE •Breve questionário aplicado a
•turmas alunos e professores acompanhantes
•grupos
•Análise do preenchimento dos 1ª Sessão -Outubro/Novembro
•alunos
guiões de pesquisa O guião de pesquisa será de um nível
•docentes
•Grelha de observação das Sessões mais elementar
no sentido de promover:
Sessões de Formação para de Formação 2ª Sessão – Fevereiro e Março
•o valor da BE na escola
utilizadores O guião de pesquisa terá um nível de
•motivar para a sua utilização •Registo das reuniões com os Coord. dificuldade superior
•esclarecer sobre as formas de Ano e Coord. de 1ºCiclo e Pré-
como está organizada Escolar De Outubro a Março
•ensinar a utilizar os •Aplicação do questionário QA1 (3)
diferentes serviços.
Propostas de trabalho de articulação, •Aplicação do questionário QD1 Abril
apresentadas no Conselho •Nº de professores envolvidos
Pedagógico (1) •Grelha de análise das actividades de Outubro a Abril
desenvolvidas
Inquérito “Articular com a BE em 12 •Análise dos resultados do inquérito Novembro
Alunos e professores desenvolvem etapas”, destinado aos professores
competências para o uso da envolvidos (2) •Aplicação do questionário QD1 Abril
biblioteca, revelando um maior nível
de autonomia na utilização da BE •Grelha de observação dos alunos no Uma por período
após as sessões de formação de Estatística de Frequência espaço
utilizadores.
•Aplicação do questionário QA1 Abril
A BE produz materiais informativos Guia do Utilizador •Aplicação do questionário QD1
e/ou lúdicos de apoio à formação Guião “O que podes descobrir na •Registo de opinião dos alunos Abril
dos utilizadores. Biblioteca da tua Escola” •Aplicação do questionário QA1
Blog

(1) exemplar em anexo


(2) adaptado da RBE
Formanda
(3) todos os questionários terão que ser trabalhados /adaptados à realidade do 1º Ciclo e Pré-Escolar Ana Luísa de Beirão
2009
A.2.4. – Impacto da BE nas competências tecnológicas, digitais e de informação dos alunos
FACTORES CRÍTICOS DE SUCESSO EVIDÊNCIAS INSTRUMENTOS DE RECOLHA CALENDARIZAÇÃO
Os alunos utilizam, de acordo com o seu Trabalhos escolares dos alunos • Observação de utilização da
nível de escolaridade, linguagens, Utilização pelos alunos: BE (O1)
suportes, modalidades de recepção e de •do catálogo de pesquisa electrónico; •Estatísticas de utilização da BE
Dezembro, Fevereiro
produção de informação e formas de •das grelhas de avaliação dos recursos • Questionário aos professores
e Abril
comunicação variados, entre os quais se •da Internet (QD1)
destaca o uso de ferramentas e media •dos guiões Literacia da Informação •Questionário aos alunos (QA1)
digitais.
Os alunos incorporam no seu trabalho, Sessões de trabalho entre a Coord. da Ficha de registo de reuniões/contactos
de acordo com o nível de escolaridade BE e os Professores no âmbito da •Nº de sessões realizadas
que frequentam, as diferentes fases do Literacia da Informação e o projecto PNL •Nº de professores participantes
processo de pesquisa e tratamento de
informação: identificam fontes de Materiais de apoio à pesquisa e Análise dos materiais requisitados por
informação e seleccionam informação, tratamento da informação, produzidos e alunos e professores
recorrendo quer a obras de referência e editados pela BE (Dossier Literacia da •Nº de professores e alunos que de Outubro
materiais impressos, quer a motores de Informação) requisitaram materiais a Abril
pesquisa, directórios, bibliotecas digitais Trabalhos produzidos pelos alunos •Grelha de análise dos trabalhos dos
ou outras fontes de informação alunos
electrónicas, organizam, sintetizam e
comunicam a informação tratada e •Estatísticas da utilização
avaliam os resultados do trabalho •Grelha de observação O1
Utilização da BE
realizado.

Os alunos demonstram, de acordo com Grelha de análise dos trabalhos dos Abril
o seu nível de escolaridade, alunos
•Trabalhos realizados pelos alunos
compreensão sobre os problemas éticos, •Registo da reflexão individual e
•Debate sobre esta problemática com os
legais e de responsabilidade social colectiva feita no Debate
professores e alunos envolvidos
associados ao acesso, avaliação e uso da •Questionário aos professores (QD1)
informação e das novas tecnologias
Os alunos revelam em cada ano e ao Não há elementos disponíveis para se
longo de cada ano de escolaridade, poder avaliar este indicador
progressos no uso de competências
tecnológicas e de informação nas ___ ___
diferentes disciplinas e áreas de
enriquecimento curriculares.

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
CONSTRANGIMENTOS
LIMITAÇÕES

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
Grande dificuldade em envolver o órgão de gestão no
processo de auto-avaliação ;
Tempo necessário à consecução do processo;
Necessidade de solicitar o apoio aos Professores
Titulares de turma, dos Coordenadores de Ano e Ciclo
na aplicação dos questionários

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
FORMAS DE DIVULGAÇÃO
DOS RESULTADOS

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
Apresentação em Conselho pedagógico;
Apresentação e discussão dos resultados nos Grupos de Trabalho das Bibliotecas Escolares do
Agrupamento e Concelhio ;
Divulgação no blog da BE ;
Difusão na Newsletter editada pela BE ;
No Boletim da BE ;
No Jornal da escola (suplemento da responsabilidade da BE) ;
No placard da sala de professores ;
No placard do hall da BE;
No placard do hall da BM JR;
Inclusão dos resultados no relatório de actividades da BE;
Inclusão dos resultados no relatório final de avaliação a enviar à RBE ;
Inclusão dos resultados no relatório anual de actividades do Agrupamento;
Inclusão dos resultados no relatório da avaliação interna do mesmo

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
JUSTIFICATIVA

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
TRÊS FACTORES FUNDAMENTAIS PARA A MINHA OPÇÃO:
por se tratar de uma área inserida no domínio, que na minha
perspectiva, tem necessidade urgente de ser avaliada na BE que
coordeno desde a sua fundação (há 5 anos), e por esta ser uma BE de
1º Ciclo com características muito diferentes de outras;
Considero esta área, uma área crítica que coloca desafios
significativos e prementes às BE´s na preparação dos alunos para
saberem aceder e tratar a imensa informação existente de forma a
transformá-la em conhecimento e a ter impactos significativos na
melhoria das suas aprendizagens.

Para quê então os milhões gastos no Magalhães e nos quadros


interactivos?
é urgente dotar os alunos das competências necessárias para
enfrentarem os novos desafios colocados pela sociedade de
informação.

Tornar os alunos em cidadãos críticos e selectivos

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
O MEU DESEJO…

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
SUPORTE BIBLIOGRÁFICO

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
•Basic Guide to Program Evaluation
Overview of Methods to Collect Information
The following table provides an overview of the major methods used for
collecting data during evaluations.
Em:
http://www.managementhelp.org/evaluatn/fnl_eval.htm#anchor1585345

•Texto da sessão:
O Modelo de Auto‐Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização
Em:
http://forumbibliotecas.rbe.min-edu.pt/mod/resource/view.php?id=10205

•Modelo de auto-avaliação de BEs - RBE 2009


Em:
http://forumbibliotecas.rbe.min-edu.pt/mod/resource/view.php?id=10302

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
ANEXO

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009
APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS DE TRABALHO
CONSELHO PEDAGÓGICO
OUTUBRO 2010
OBJECTIVOS
Desenvolver um trabalho colaborativo com os professores;
Facilitar o apoio aos utilizadores na pesquisa de informação;
Tornar o espaço da BE/CRE cada vez mais num espaço de aprendizagem colaborativa e significativa
ÁREAS DE INTERVENÇÃO/OPERACIONALIZAÇÃO
INTERVENÇÃO NO ESPAÇO
1.Aquisição URGENTE de equipamento informático (pc´s e impressora)
2.Mudança da Sinalética da BE/CRE – substituir a actual identificação dos vários Núcleos e respectivas regras de funcionamento.
3.Identificação da Tabela de Classificação Decimal Universal no Núcleo de Leitura.
4.Actualização da Planta da BE/CRE
5.Restauro e pintura das paredes
6.Aquisição de molduras para afixar cartazes e outros materiais de marketing da BE para memória futura
Para cada uma destas actividades, a Coordenadora tem sugestões de acções concretas a desenvolver. Aguardamos a vossa colaboração e as vossas propostas.
LITERACIA DA INFORMAÇÃO
SESSÕES DE FORMAÇÃO PARA UTILIZADORES
A Coord da BE/CRE elaborou o guião “O que podes descobrir na Biblioteca da tua Escola” para apoiar e colaborar com os professores e alunos na descoberta e
rentabilização dos recursos da Biblioteca.
1.Encontra-se afixado um exemplar na sala de professores.
2.Duração da actividade - +/- 60 minutos. A turma deverá ser dividida em 2 grupos.
Para mais esclarecimentos, contactar a Coordenadora da BE.
MATERIAIS DE APOIO À PESQUISA E TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO
Neste âmbito, a Coord. da BE está a organizar:
1.o Dossier “Literacia da Informação” e disponibiliza-se para trabalhar com os colegas em horário a combinar.
2.Inventariação de sites:
Solicita-se aos Coordenadores de Ano em Conselhos de Docentes (caso o entendam) a indicação de sites que considerem interessantes para apoiar os alunos na
pesquisa de informação referente às disciplinas e/ou temas a trabalhar. Serão disponibilizados no blogue da BE
GESTÃO DA COLECÇÃO
1.Preenchimento da ficha “Propostas de Aquisição” – solicita-se aos Coordenadores de Ano em Conselho de Docentes, o preenchimento da ficha até ao final da 1ª
quinzena de Novembro, caso tenham sugestões de materiais (livros, CD-ROMs, DVDs...) a aquirir com a verba atribuída pelo PNL.

Formanda
Ana Luísa de Beirão
2009