Você está na página 1de 6
The High Performance Company
The High Performance Company

The

High

Performance

Company

The High Performance Company

A Bray Controls orgulha-se em ofe- recer sua linha de produtos da mais alta qualidade e desempenho. Du- rante anos de experiência nas aplicações em campo, pesquisas e desenvolvimento, foram criados produtos para atender às mais exi- gentes aplicações das indústrias de processos da atualidade. A Bray conquistou uma reputação por ex- celência, desenvolvendo produtos de valor e qualidade superiores, ofe- recendo aos seus clientes serviços personalizados e entregas pontuais de seus produtos. Seu sucesso tem sido sempre um resultado direto de suas válvulas borboleta de amplo espectro e linhas de produtos para controle. Robustos e confiáveis, seus produtos foram projetados para oferecer anos de serviços ininter- ruptos. Os produtos Bray são hoje empregados numa grande varieda- de de indústrias em todo o mundo, tais como indústrias químicas, far- macêuticas, extração e refino de petróleo, microeletrônica, papel e

celulose, geração e distribuição de energia, saneamento e distribuição de água, bebidas, alimentícias, cervejarias, transporte, industrias navais, mineração, siderurgia, irrigação, têx- teis, e ar condicionado. Com garantia de qualidade de seus produ- tos, fabricação de precisão e integridade interna de seus processos, a Bray Controls é certificada de acordo com os padrões de qualidade ISO 9001. A certificação de con- formidade foi emitida pela Lloyd´s Register

Quality Assurance (LQRA), certificador in- ternacional independente.

A

Bray tem um comprometimento de supor-

te

ao cliente. Sua equipe de colaboradores

extensivamente treinada, detém um amplo conhecimento nas aplicações em todos os aspectos da linha de produtos Bray, propor- cionando atenção personalizada à cada cliente. Além disso, a Bray desenvolveu uma

rede exclusiva de distribuidores experientes

e com histórico comprovado, para atendi-

mento aos seus clientes em escala mundial.

A

linha de produto modular da Bray oferece

o

melhor em compatibilidade, economia e

alto desempenho com qualidade, para aten-

dimento das mais modernas industria da atualidade.

aten- dimento das mais modernas industria da atualidade. A Bray Controls oferece uma linha completa de

A Bray Controls oferece uma linha completa de válvulas borboleta de assento resiliente para uma ampla faixa de aplicações. Robustas e confiáveis, as válvulas Bray são construídas para durar. Uma carac- terística exclusiva das válvulas é sua compatibilidade internacional com a maioria dos padrões de

flanges, sendo assim possível que um modelo de válvula possa ser uti- lizado em muitos outros mercados mundiais. Uma outra característica

é o tipo de projeto de sede denomi- nado de sobreposição-por-encaixe

e que proporciona uma isolação to-

tal do fluido de processo em relação ao corpo

e a haste, através de uma construção do tipo

cobertura total. A maioria dos corpos padronizados recebem um revestimento de epóxi, garantindo assim uma excelente resistência à corrosão e ao desgaste na superfície do corpo. Todas as vál- vulas Bray possuem pescoços estendidos, o que permite uma isolação na tubulação de pelo menos 2” de espessura. As flanges de montagem de topo obedecem aos padrões da ISO 5211 para montagem di- reta de acionamentos manuais e atuadores energizados. São também oferecidos corpos para montagem do tipo wafer, lug ou flanges- duplas. Todos obedecem aos padrões ANSI Classes 125/150 para flanges.

1 - foto Series 20/21
1 - foto Series 20/21

1”-20”(25mm-500mm) São as válvulas da Bray para aplicações quí- micas e sanitárias. Esta válvula apresenta o disco/haste em uma única peça. O disco de perfil afilado, usinagem esférica e polimento manual, permite a obtenção de um Cv muito mais elevado e uma maior recuperação de pressão, além de proporcionar uma superior resistência à abrasão, à erosão, mesmo em se tratando de aplicações com fluidos secos. A Série 20, uma versão wafer, e a Série 21 sua versão lug correspondente, são ambas projetadas para pressões de trabalho de 7 bar (100 psi) à 10 bar (150 psi), para corpos de

1” à 20”. Para fim-de-linha as pressões de tra- balho são de 5 bar (75 psi) para corpos de 2”

à 12” e de 3.5 bar (50 psi) para corpos de 14”

2- foto Series 20/21 em aço inox
2- foto Series 20/21 em aço inox

à 20”. O projeto de corpo bi-partido torna a troca da sede no campo simples e rápida. São também disponíveis corpos em aço ino- xidável microfundidos nos diâmetros de 1”

à 6” e fundição em areia de 8” à 12”, ambos

para montagem tipo “wafer” e lug”. Todas as válvulas da Série 20/21 são oferecidas com disco/haste em aço inoxidável 316 ou Hastelloy C, assim como uma variedade de disco/haste moldados, e materiais de sede in- cluindo o PTFE e elastômeros.

3- foto Séries 22/23
3- foto Séries 22/23

2”- 24” (50mm-600mm)

A Válvula de Alto Desempenho – HPV da

Bray é ideal para aplicações altamente cor-

rosivas, condutivas, e para água com elevado grau de pureza. Sedes em PTFE e discos de aço inoxidável encapsulados, são moldados

à partir de PTFE virgem e sem inserto, com

uma espessura mínima de 1/8”. São também disponíveis PTFE condutivo e sedes em UHMWPE moldados sobre disco de aço ino- xidável. As sedes moldadas de HPV tem seus perfís de contorno realizados por projeto

computadorizado, o que possibilita a redu- ção de desgaste entre partes através da minimização das forças de contato. O projeto

de vedação patenteado pela Bray proporcio-

na vedação estanque e capacidade absoluta

de vedação da haste.

A Série 22, uma versão wafer, e a Série 23

uma versão lug, são ambas projetadas para pressão de trabalho de 10 bar (150 psi).

2”- 20” (50mm-500mm) É a válvula da Bray para aplicação geral. Esta válvula apresenta um projeto de haste- passante de alta resistência. Sua precisa conexão em duplo “D” aciona o disco sem a necessidade do uso de pinos ou roscas. Esta construção proporciona um Cv superior, fá-

cil desmontagem, eliminando as falhas que

ocorrem normalmente entre a haste e o dis- co. A haste é retida no corpo por meio de um anel de retenção de aço inoxidável. A Série 30 versão “wafer” e a Série 31 versão “lug” são ambas classificadas para 12 bar (175 psi) para corpos de 2” à 12” e para 10 bar (150 psi) para corpos de 14” à 20”. Para serviços em fim de linha as classificações são 5 bar (75 psi) para corpos de 2” à 12” e 3.5 bar (50 psi) para corpos de 14” à 20”.

4 - foto Series 31H/36H
4 - foto Series 31H/36H

2”- 24” (50mm-600mm)

A válvula borboleta Bray econômica para

alta pressão apresenta uma sede em elastômero que é vulcanizado no corpo atra-

vés de um adesivo aeroespacial. A sede é construída para vedar com flanges do tipo sobreposto (slip-on) ou de pescoço (weld-

neck). A Série 31H do tipo “lug” (2” à 20”) possui uma classe de pressão para fim-de- linha e bidirecional de 16 bar (250 psi).

A Série 36H de flange-dupla (24”) é classi-

ficada para 10 bar (150 psi) tanto para serviço

bi-direcional como para fim-de-linha.

5- foto serie 31H lug
5- foto serie 31H lug
6 - foto serie 32/33
6 - foto serie 32/33

24”- 36” (600mm-900mm)

É uma válvula econômica do tipo “wafer”

para grandes diâmetros. A válvula da Série

32 é classificada para 5 bar (75 psi), e a vál-

vula da Série 33 classificada para 10 bar (150 psi), (foto não mostrada).

24”- 72” (600mm-1800mm)

Válvula flangeada para grandes diâmetros. Apresenta um projeto de haste-passante, engaxetamento ajustável e vedação estanque.

A válvula da Série 35 foi classificada para

5 bar (75 psi), e a Série 36 classificada para

10 bar (150 PSI).

7A- foto serie 39
7A- foto serie 39

2”- 20” (50mm-500mm)

a válvula de controle de alto desempenho

da Bray para aplicações em fluidos altamente

abrasivos. Esta válvula possui inserto sede em Cerâmica S-SiC com Carbeto de Silício com dureza de 2460 Vickers , e discos projetados

para maximizar a vazão e minimizar os desgastes, disponíveis em Cerâmica PSZ par- cialmente estabilizada, de elevada resistência

à flexão, alta tenacidade à ruptura e alta re- sistência ao desgaste com dureza de 1120 HV, ou em aço Cr-Mo, haste em aço inoxi-

dável 17-4PH; corpo em ferro fundido A-536 Gr. 65-45-12 que não tem contato com o flui- do de processo. A Série 39 possui versão “wafer” para diâmetros até 6” para simples instalação, e versão dupla-flange acima de 8”. As conexões flangeadas atendem ao ASME B16.5 Classes 125/150. A Série 39 é

a última palavra em válvula para aplicações

com fluidos lamacentos erosivos e abrasivos.

É

7- foto serie 40
7- foto serie 40

2 ½” – 54” (65mm-1400mm)

a Válvula Borboleta de Alto Desempenho

Bray/McCannalok para altas pressões, altas

e baixas temperaturas. Classificação ANSI

completa para Classes 150, 300 & 600 lbs, e corpos do tipo “wafer” ou “lug”. Sua exclu- siva construção com sede-dupla apresenta um O-ring energizado de memória encapsulado numa sede de RTFE que proporciona vedação totalmente estanque, sob alta ou baixa pres- são e em operacões com vácuo. Dotada de uma construção de disco e haste do tipo bi- excêntricos, o desgaste da sede é minimizado, fazendo com que sua vida útil em operação seja prolongada, ao mesmo tempo que man- tém o torque operacional reduzido. É disponível também na versão superior “Fire Safe”. Sua faixa de temperatura operacional varia de -29°C (-20°F) à 260°C (500°F), e pres- sões de operação de até 102 bar (1480 psi).

É

8 - foto duas válvulas com atuadores
8 - foto duas válvulas com atuadores

As válvulas de controle da Bray oferecem controle preciso e estanqueidade total, tudo em uma única válvula. Os tamanhos de vál- vulas de controle Bray de sede resiliente variam de 1” à 24” (25mm-600mm) e são disponíveis em uma infinidade de materiais para o corpo que pode ser tanto do tipo “wafer”, “lug” ou flangeado. Dentre os mate- riais para os discos incluem-se o ferro dúctil revestido com Nylon 11, alumínio, bronze, aço inoxidável, ou PTFE e UMHWPE mol- dados sobre discos de aço inoxidável. As classificações de pressão variam desde vá- cuo até 12 bar (175 psi) e classificações ASME/ANSI Classes 150, 300 & 600 lbs. São disponíveis também dentro da mesma série, válvulas Fire-Safe certificadas de acor- do com o API 607 4ª Edição.

A Bray oferece dois tipos de ala-

vanca para serviços de bloqueio e controle – uma para válvulas com sede resiliente de 1” à 12” (25mm- 300mm), e uma alavanca de alto

torque para válvulas de alta pres- são de 2 ½” até 8” (65mm até 200mm). Estas alavancas de um

quarto de volta são dotadas de uma mola de trava e um indicador pon- tiagudo para indicação da posição

do disco na válvula. São oferecidas

placas entalhadas parafusadas. Para válvulas de sede resiliente, a placa

é padronizada para 10 posições di- ferentes. Para válvulas de alta pressão, a placa possui um padrão para 8 posições. Ambos possuem batentes para impedir rotação ex- cessiva do disco. Também como opcional são também disponíveis placa de posição infinita, uma pla-

ca entalhada de 180°, um batente de memória

e uma versão porca quadrada de 2”.

9- Foto da alavanca
9- Foto da alavanca

10 - Foto da alavanca com cadeado
10 - Foto da alavanca com cadeado

permite ao cliente travar a válvula na posição totalmente aberta ou fechada, protegendo a mesma contra acionamento indesejado. Atra- vés de um novo furo na placa, a alavanca pode ser posicionada em um curso intermediário.

11 - Foto caixa com volante
11 - Foto caixa com volante

Para serviços pesados de bloqueio ou con- trole através de válvulas de 2” à 48” (50mm à 1200mm), a Série 4 é lubrificada para per- mitir uma operação suave e sem transtornos. A caixa robusta de ferro fundido com vedações por O-rings é a prova d´água con- forme IP65. Através de um pinhão e engrenagem a válvula é mantida na posição desejada. O acionador dispõe ainda de um volante de fácil operação, um indicador de posição e limitadores de curso mecânicos que permite no campo o posicionamento da válvula no grau de abertura desejada. Como opcionais podem ser ainda fornecidos aces- sórios para polia de corrente, conjuntos de trava e versões de porca quadrada de 2”.

12 - Foto caixa com polia e corrente
12 - Foto caixa com polia e corrente

Disponível também acionador com engre- nagem em aço inoxidável para válvulas nos tamanhos de 1”até 16”.

13 - Foto caixa e volante de inox
13 - Foto caixa e volante de inox
14 - foto válvula, atuador pneum. e caixa com volante
14 - foto válvula, atuador pneum.
e caixa com volante

Disponível para válvulas nos tamanhos de 2” até 36” (50mm-900mm), a Série 5 apresenta as mesmas características superiores da Série 4 de acionamento com engrenagem, com a vantagem adicional de acionamento manual além do atuador pneumático, ou até mesmo de acionamento da válvula na ausência da pressão do ar de alimentação Durante a ope- ração e com o atuador pneumático em ação, a engrenagem de acionamento da caixa fica desativada. Caso a válvula necessite ser aber- ta ou fechada na ocorrência de perda de energia, a rotação manual da alavanca de desengate junto à caixa realiza uma ação do tipo came, acoplando o pinhão à engrenagem segmentada de acionamento do pinhão. Gi- rando-se a alavanca no sentido contrário, a unidade é novamente desengatada. Aplicação excelente para manuseio seguro quando se trata de atuadores com retorno por mola.

15 - foto válvula montada com atuador
15 - foto válvula montada com atuador

Devido ao conceito de projeto modular, todos os acionadores manuais, de engre- nagem, atuadores pneumáticos ou elétricos da Bray, são montados diretamente nas vál- vulas Bray. Não existe necessidade de adaptadores ou suportes. Isso facilita em muito a instalação em campo, tornando-a simples e minimizando assim também possíveis desalinhamentos que possam vir a ocorrer durante a montagem.

Os atuadores pneumáticos da Bray são do tipo pinhão cremalheira, de pistões opostos e disponíveis em duas versões: dupla ação e retorno- por mola. Os atuadores da Série 92/ 93 são dotados de dois parafusos in- dependentes para ajuste e limitação de curso e uma came no eixo de acio namento para permitir um ajuste bi- direcional preciso do movimento tanto de abertura quanto de fecha- mento, para as válvulas de um- quarto de volta. Operam com pres- são máxima de 10 bar (140 psi) e temperaturas na faixa de -40°C à 95°C (-40°F à 200°F). As guias de pistão e anéis de acetato exclusivos da Bray possuem baixíssimo coefi-

ciente de atrito, além de absorver os esforços

laterais dos pistões. Como outras caracterís- ticas incluem-se também passagens de alimentação e alívio integrais no corpo, ope- ração manual, e indicador de posição. Para economia tanto de construção quanto de espaço as unidades da Série 93 de retorno por mola são fabricadas com o mesmo compri- mento de caixa que das unidades da Série 92 de dupla ação.

16 - foto do atuador
16 - foto do atuador

Os cartuchos para alojamento das molas da Série 93 são inerentemente seguros. O siste- ma de cartucho padronizado para alojamento das molas é disponível para operação com pressões de 3, 4, 5, 6 e 7 bar (40, 60, 80 e 100 psi). Montagem padrão NAMUR para as conexões de alimentação pneumática são padrões para todos os atuadores Série 92/93. Além disso, os atuadores Bray atendem tam- bém aos padrões dimensionais da ISO 5211 e VDI/VDE 3845 (recomendações NAMUR) e tem montagem direta nas válvulas Bray sem a necessidade de conexões externas. As unidades padrões possuem corpos em alu- mínio anodizado e tampas revestidas com poliéster. São também disponíveis atuadores construídos em aço inoxidável ou em alu- mínio com revestimento por deposição superficial de níquel.

17 - foto do atuador de inox Atuador de aço inoxidável
17 - foto do atuador de inox
Atuador de
aço inoxidável
18 - foto atuador elétrico serie 70
18 - foto atuador elétrico serie 70

O atuador elétrico Série 70 é um atuador com- pacto, de pequeno porte porém de grande capacidade, oferecendo características que vão de encontro aos principais requisitos dos clientes. Os robustos atuadores elétricos Bray são acionados por motores de indução rever- sível de capacitor bi-partido, de elevado torque. Todos os motores possuem proteção contra sobrecarga térmica aprovada pela UL. Os torque produzidos variam de 300 à 6.500 lbs-in. Todos os modelos são dotados de um volante para eventual atuação manual. Como padrão estão incluídas duas chaves fim-de-cur- so, indicador de posição da válvula de grande visibilidade e limitadores de curso mecânico ajustáveis externamente. As tensões padrões dos motores são 120 VAC e 220 VAC – dispo- níveis também outras tensões como opcional. Como outros acessórios opcionais incluem-se também chaves auxiliares SPDT, aquecedores anti-condensação, e chaves de torque bi- direcionais. Os atuadores são listados UL e possuem aprovação CSA. As caixa com pin- tura de poliéster são à prova de tempo conforme NEMA 4 e 4x. As caixas à-prova-de-explosão que obedecem à NEMA 4, 4x, 7 e 9 são dispo- níveis em faixas seletivas de torque.

19 - foto do atuador redondo serie 70 se m a tampa
19 - foto do atuador redondo
serie 70 se
m a tampa

Como opcional, pode ser também fornecido com uma placa de posicionador comandada por micro-processador para obtenção de um controle modulado preciso de posicionamento da válvula, em resposta a um sinal analógico de entrada. Como padrão, o posicionador é dotado de um sinal analógico de saída proporcional à real posição ocupada pela válvula. Este si- nal analógico é configurável tanto para tensão como para corrente de saída, coman- dando uma carga de 250 Ohm sem a necessidade adicional de alimentação de energia de instrumento. Os sinais de entra- da podem ser de 4-20 mADC, 0-10 VDC, 0-5 VDC ou um potenciômetro de 135 Ohms ou superior. Todas as entradas para o posicionador possuem proteção contra sur- tos de tensão, inclusive a linha de entrada de alimentação. O posicionador possui uma

função de auto-calibração que pode ser feita pressionando apenas um botão. Isso dispen- sa o uso de potenciômetros que requerem múltiplos ajustes de “zero”e de “span”. Di- versas outras características e parâmetros podem ser acessados através do software de Ferramenta de Configuração (Configuration Tool) e do cabo. Um mecanismo especial aciona o potenciômetro de realimentação de 10K Ohm para impedir que ocorram danos decorrentes de giro excessivo.

É

sempenho da Bray. A Série 73 é um atuador

compacto, de pequeno porte, e que apresen-

ta uma construção de fácil manuseio pelo

cliente, tal como facilidade de conexão de fiação em campo e ajuste da came. As ope- rações de instalação e manutenção são fáceis e seguras. Os atuadores elétricos da Série 73

da Bray são dotados de motor monofásico de 120 ou 220 VAC, de indução reversível, com capacitor permanente bi-partido e com frenagem interna. Sob consulta poderão ser também fornecidos motores de 12 ou 24 VDC. Apresenta um torque de saída que va- ria de 100 à 600 lb-in com tempos de velocidade de atuação que variam de 2 à 60 segundos para 90° de operação. Duas cha- ves fim-de-curso SPDT são fornecidas como padrão. Outras características incluem volante para atuação manual, indicador de posição da válvula, e LEDs que se acendem nas cores vermelha e verde no final do curso quando a válvula atinge as posições de abertura e fe- chamento. Disponíveis também caixas à prova

de tempo. (NEMA 4,4x, IP65).

o atuador elétrico econômico de alto de-

20 - foto atuador 73
20 - foto atuador 73

A Bray oferece diversos produtos para uso

em comunicação serial Bus. Alguns são aces- sórios de produtos padrões, tais como a Interface para Atuador Digital Série 52, e a Interface para Atuador Analógico Série 66. Alguns são completamente integrados, tais como o Monitor de Posição da Válvula com comunicação A-si. Estes produtos, em com- plemento aos posicionadores DeviceNet 70 representam o futuro do monitoramento das válvulas no universo industrial.

com- plemento aos posicionadores DeviceNet 70 representam o futuro do monitoramento das válvulas no universo industrial.
O monitor Série 50 sinaliza a po- sição de operação da válvula e do atuador

O monitor Série 50 sinaliza a po- sição de operação da válvula e do atuador tanto para estações locais

quanto remotas. O monitor de po- sição, de construção compacta, é montado diretamente no topo do atuador. Algumas de suas carac- terísticas são cames de controle que podem ser ajustadas apenas com o toque do dedo, parafusos com retenção na tampa, indicador de posição local e duas entradas para conduítes para facilitar a instalação de fiação. Dimensionado para 15 ampéres e para tensões de 125 ou 220 volts AC, a Série 50 é fornecida com interruptores internos os quais são pré-conectados por fiação a um bloco terminal. São fornecidas como padrão cha- ves interruptoras do tipo bipolar (SPDT). Como opcionais podem ser também fornecidas 4 chaves, sendo 2 de proximida- de, 2 do tipo pneumático ou potenciômetro para leitura contínua. A caixa pode ser fornecida tanto do tipo à prova de tempo (listada UL e CSA, certificação CE, NEMA 4,4x) ou à prova de explosão (certificada CSA, NEMA 4,4x, 7, 9). Um visor de alta resolução para aferição da posição da vál- vula é também disponível como opcional.

O ProxSensor 2N1 da Bray é constituído de

2 sensores de proximidade indutivos em um envólocro totalmente selado. Os 2 sensores são completamente encapsulados com resina epóxi em um envólocro de nylon que pro- porciona proteção superior contra corrosão, ataques químicos e umidade. Possui ainda in- dicadores LED e indicador de grande

visibilidade para monitoramento visual local

de posição, contatos de posição não-magné-

ticos e borne de múltiplos pinos para conexão

de fiação elétrica. A Série 52 é montada dire-

tamente nos atuadores Bray ou pode ser

montada para sinalizar a posição em válvulas acionadas manualmente. Operam em AC, DC

e são disponíveis na versão intrínsicamente

segura NAMUR. Os Sensores AC operam em tensões de 20 à 250 VAC com uma carga má- xima de corrente de 500 mA. Os Sensores DC operam em tensões de 10 à 65 VDC com uma carga máxima de corrente de 200 mA.

de 10 à 65 VDC com uma carga máxima de corrente de 200 mA. Para operação

Para operação elétrica dos atuadores pneu- máticos nas funções totalmente aberto ou totalmente fechado (“on-off”), a Bray ofe- rece suas válvulas solenóide de 4-vias Série 63 que são montadas no atuador via cone- xão NAMUR, sem a necessidade de tubulações externas. São padrões de construção invólucros à pro- va d’água (NEMA 4,4x) e à prova de

explosão (NEMA 4,4x, 7, 9). São oferecidas conexões NPT e DIN IP65 tanto para bobina simples ou dupla. As bobinas são listadas UL

e certificadas CSA. Todas as solenóides da

Série 63 carregam a marca oCE. A conexão de alimentação pneumática é de ¼” NPT. A conexão elétrica é de ½” NPT ou DIN IP65. Uma alavanca para atuação manual é locali- zada no topo da válvula. São também

disponíveis uma válvula solenóide de 3-vias e o controle de velocidade Série 55 para con- trole independente da velocidade em ambos

22- foto monitor com visor 23 - foto monitor serie 52
22- foto monitor com visor
23 - foto monitor serie 52
24 - foto série 63 / solenoide
24 - foto série 63 / solenoide

Série 52

os sentidos de curso do atuador.

25 - Foto do servo 6A
25 - Foto do servo 6A

O posicionador eletropneumático inteligente

Série 6A da Bray oferece um controle preci-

so, comunicação e diagnóstico avançados. De

construção robusta, é um posicionador con- trolado por microprocessador. Pode operar com sinais analógicos 4-20mA, protocolos HART, Fieldbus Foundation ou Profibus PA. De calibração simples, eficiente e econômi- co, pois apresenta o menor consumo de ar dentre os posicionadores atualmente existen- tes. O suprimento de ar dentro da unidade é controlado com tecnologia de válvula piezoelétrica, resultando em consumo de ar reduzido durante a operação, e exaustão

zero durante operação estável. É fornecido nas versões intrinsicamente segura, assim como FM, CSA, CE e aprovação ATEX. Para construção à-prova-de-tempo a caixa obedece às especificações NEMA 4,4x e IP66 e NEMA 4,4x, 7 & 9 para caixa à-pro-

va-dágua / à-prova-de-explosão. É possível

o fornecimento de caixa em aço inoxidável como opcional.

26 - Foto do servo 64
26 - Foto do servo 64

Para serviços em controle modulado, o posicionador Série 64 da Bray posiciona au- tomaticamente a válvula em ângulos precisos

de abertura de 0° à 90°. O sinal padrão de

alimentação do posicionador é de 3-15 psi.

O posicionador Série 64 pode funcionar

como simples ou dupla ação para operações com retorno por mola e pode ser adaptado para aplicações onde se requer ação reversí- vel ou faixa dividida.

onde se requer ação reversí- vel ou faixa dividida. Todas as afirmações, informações técnicas e recomenda-

Todas as afirmações, informações técnicas e recomenda- ções contidas neste boletim são apenas para uso geral. Consulte a fábrica ou os representantes da Bray quanto a requisitos específicos e seleção de material para a sua apli- cação planejada. Reservamos o direito de alterar ou modificar o projeto ou o produto sem comunicação prévia. Patentes requeridas nos EUA e países estrangeiros.

prévia. Patentes requeridas nos EUA e países estrangeiros. The High Performance Company BRAY CONTROLS INDÚSTRIA DE

The

High

Performance

Company

nos EUA e países estrangeiros. The High Performance Company BRAY CONTROLS INDÚSTRIA DE VÁLVULAS LTDA. Av.

BRAY CONTROLS INDÚSTRIA DE VÁLVULAS LTDA. Av. João Vieira, 58 - Cep 13140-000 Paulínia - SP - Brasil 55 19 3844.6161 - Fax: 55 19 3833.3503 bray@bray.com.br - www.bray.com

A Division of Bray International, Inc.

B-1008

12/06