Você está na página 1de 4
Nome: Tássia Pereira de Sousa Matrícula: 91113215 Polo: Itaporanga-PB Componente curricular: Currículo na Educação Infantil Professore

Nome: Tássia Pereira de Sousa Matrícula: 91113215

Polo: Itaporanga-PB

Componente curricular: Currículo na Educação Infantil Professore formador: Maria Helena da Silva Virgínio Mediadores à distância: Maria José Moreira da Silva Fabíolla Stella Maris de Lemos Furtado Leite

RESENHA

ANTUNES, Celso. A criança: recados e cuidados. In: Na sala de aula. Petrópolis:

Vozes, 2012.

A CRIANÇA: recados e cuidados

Este texto é direcionado aos aprendentes do curso de Pedagogia na modalidade a distância, como também aos demais profissionais que tenham interesse nos estudos sobre a importância do cuidado para o desenvolvimento da criança.

o autor do texto intitulado "A criança: recados e cuidados", Celso Antunes, tem seus estudos voltados para o desenvolvimento da criança. Na concepção dele para que a criança tenha um bom desenvolvimento é necessário que ela receba uma boa educação no lar e na escola.

O texto em questão, apresenta uma discussão a respeito das teorias acerca

das fases de desenvolvimento da criança, no sentido de apresentar a importância dos cuidados na infância para que a criança tenha um bom desenvolvimento. inicialmente é apresentada a parte I que refere-se aos recados. Posteriormente é apresentada a parte II que faz menção aos cuidados.

Inicialmente, Celso Antunes destaca os recados a partir de alguns pontos específicos, tais como, o bebê chorão, o relógio biológico do recém-nascido, a influência do ambiente para o desenvolvimento do bebê, a personalidade e o desenvolvimento intelectual da criança, as brincadeiras mais adequadas, entre outras formas de estimulo.

De acordo com o autor, a aprendizagem da criança é sempre uma forma de sua adaptação ao meio ambiente, desta forma é fundamental que o educador propicie uma forma de aprendizagem ampla e significativa. Do seu ponto de vista, para que isso ocorra é preciso que haja um currículo para a Educação Infantil, que enfatize o cuidado, que provoque a curiosidade da criança, a socialização, que não imponha estereótipos e principalmente que todas as atividades e brincadeiras abordem a interdisciplinaridade.

Além disso, o autor também enfatiza que os pais e professores devem ter cuidado com os excessos que impõem às crianças, haja vista que estes acabam causando estresse e neutralizando a assimilação da criança. Dessa forma, devem apenas respeitar o nível de maturidade da criança, propiciando a elas ambientes motivadores, jogos, brinquedos, brincadeiras adequadas e que provoquem a curiosidade na criança, como também a estimulação social com outras crianças, buscando assim propiciar à criança a felicidade autêntica, a satisfação. Ele ainda enfatiza a questão da personalidade na infância, definindo-a enquanto forma de se pensar, agir, e reagir a outras pessoas e eventos. A personalidade desenvolve o lado intelectual da criança, devendo o educador propor estímulos que desenvolvam a curiosidade das crianças, que as tornem sujeitos ativos, haja vista que o autor explica que crianças ativas apresentam um desenvolvimento intelectual superior em relação as crianças passivas.

Num segundo momento o autor apresenta os cuidados, destacando entre eles, o gosto pela leitura, ensinar valores, a escola e a família enquanto cúmplices, ser pai hoje, entre outros pontos.

Celso Antunes, deixa claro os benefícios da leitura para a formação do caráter e da cultura da criança, exemplificando que não há nada melhor do que um bom livro para propiciar essa formação. Ele explica que a leitura é um hábito adquirido tendo contato com os livros e com pessoas leitoras, por isso é fundamental que as crianças tenha acesso aos livros desde cedo, na escola e em casa, para que se habituem à leitura.

De acordo com o autor, para que haja uma boa educação é necessário que exista cumplicidade entre família e escola. Ele considera que dessa forma, com a interação entre ambas, as competências sociais, imprescindíveis para o desenvolvimento da criança serão facilmente adquiridas. Partindo desse pressuposto, o autor explica que ensinar valores vai além da ideia de transmitir conteúdos curriculares, envolve a transmissão cultural, nosso valores morais, tais como, olhar com respeito e admiração para a honestidade, para a coragem, para a bondade, entre outros valores.

Por fim, Celso Antunes esclarece ser um bom pai hoje é saber escutar, exemplificar, ensinar e elogiar. Ser pai, hoje, é oferecer além do lar e da comida, é dar exemplos positivos aos seus filhos, sabre a hora de dizer sim e principalmente de dizer não, elogiar as pequenas conquistas dos filhos e estar sempre disposto a escutá-los e entendê-los. Ser pai é ser amigo e ser exemplo para seus filhos.

As abordagens dos recados e cuidados apresentadas no texto são de extrema importância para que possa perceber o que é necessário para a formação de bases, competências e habilidades que servirão não apenas para o desenvolvimento do indivíduo enquanto criança, mas são estímulos que o acompanhará por toda vida.

Além disso, se faz necessário compreender esses conceitos e a partir dessas ideias elaborar seu próprio pensamento acerca dos cuidados necessários

para com a criança. Possivelmente, dessa forma, contribua para uma educação não apenas escolar, mas uma educação para a vida, uma educação que vá além da transmissão de ideologias, que transmita valores morais, que são essenciais para o crescimento do ser humano.

O texto traz informações relevantes a respeito dos recados e cuidados que tanto o educador quanto os pais devem saber pra compreender e auxiliar o desenvolvimento da criança e oferecer-lhe uma boa educação.

Frente a estas e outras questões, compreende-se que é de extrema importância à leitura do livro na íntegra, de Celso Antunes, intitulado "Na sala de aula", para que você leitor aprofunde suas concepções sobre as práticas estimulantes que o educador deve trabalhar para contribuir para uma educação que dignifique a pessoa. E assim, possa formular melhor seu pensamento a respeito de quais práticas do educador e dos pais são necessárias para oferecer uma boa educação as crianças.