Você está na página 1de 9

PORTFOLIO DO/DA

ESTUDANTE-PROFESSOR(A)EM
FORMAÇÃO INICIAL

Ano Lectivo 2007/2008


Portfolio do estudante-professor em situação de formação inicial

Em modo de introdução…

Neste ano em que começa a dar os primeiros passos como professor(a) é importante
realçar o seu percurso pessoal e profissional, permitir explorar competências e ajudar a
desenvolver uma atitude reflexiva sobre a sua concepção de educação, as suas estratégias de
aprendizagem bem como as de ensino. A forma como os alunos aprendem e o saber como
actuar para favorecer a tua aprendizagem dependem, sobretudo, da sua reflexão pois é o
professor(a) que constrói e organiza o conhecimento didáctico.

Um instrumento que analisa, organiza e orienta a acção do professor é o PORTFOLIO.


Tal como refere Ceia (2001), este deve representar “um olhar auto-crítico sobre aquilo que
ensinou, sobre os métodos de ensino que utilizou e sobre o processo de avaliação a que se
sujeitou. Assim proponho-lhe a elaboração deste documento desejando que o mesmo reflicta a
sua história, os seus avanços, as suas reflexões, avaliações e reformulações, se necessárias.

O PORTFOLIO DO PROFESSOR EM FORMAÇÃO INICIAL…

… é um utensílio que serve para representar o seu autor em termos profissionais e que
permite reagrupar, organizar, apresentar a sua formação, as suas práticas pedagógicas, a sua
relação com os alunos e verificar a sua evolução como docente. (Bernardes, C. e Miranda, F.;
2003).

TEM COMO FINALIDADES:

¾ Estimular o pensamento reflexivo;


¾ Incentivar a reflexão na e sobre a acção;
¾ Permitir fazer conexões entre a teoria e a prática.

Apoiadas em Seldin e Annis (1992), defendemos que o processo de produção e


selecção de documentos e materiais para ser colocado no portfolio permite ao professor:

a) reflectir sobre a sua forma pessoal de ensino, isto é, dar resposta às questões:
porque ensino?, como ensino?, porque ensino desta maneira?;

ESCOLA S/B3 CAROLINA MICHAËLIS 2


Núcleo de Estágio de Biologia/Geologia
Orientadora pedagógica – Jacinta Rosa Moreira
Portfolio do estudante-professor em situação de formação inicial

b) reorganizar as prioridades de ensino; (c) repensar estratégias de


ensino/aprendizagem ou seja, reflectir e tomar decisões sobre a prática lectiva;

c) projectar o futuro, isto é, definir o que é e o que pretende vir a ser .

Na opinião de Seldin (1997), um portfolio do professor deve conter três tipos de


informação:

(a) Material do próprio professor (ideias e reflexões sobre a forma pessoal de ensino,
leituras, planificações, reflexões críticas sobre planificações, avaliação da sua eficácia de
ensino, reflexão sobre a gestão da turma, etc);

(b) Material de outrem (observação de aulas realizadas pelos colegas de estágio,


opiniões escritas dos seus alunos, materiais utilizados nas aulas e análise da sua utilização,
etc);

(c) Produtos de ensino/formação (trabalhos dos seus alunos e avaliação do professor


com a respectiva justificação, reflexão actividades desenvolvidas na comunidade educativa,
reflexão sobre o seu percurso de formação profissional e sobre o trabalho realizado com os
outros professores estagiários).

O portfolio que lhe propomos construir terá, obrigatoriamente, estas três secções.

O PORTFOLIO DEVE CONTER OS SEGUINTES ELEMENTOS:

ƒ Capa de Argolas, modelo A4 com separadores


ƒ Índice
ƒ Estrutura do potefólio
ƒ Critérios de Avaliação

ESCOLA S/B3 CAROLINA MICHAËLIS 3


Núcleo de Estágio de Biologia/Geologia
Orientadora pedagógica – Jacinta Rosa Moreira
Portfolio do estudante-professor em situação de formação inicial

1- Identificação da Escola em que estás a realizar o estágio


A capa do Portfolio deverá ter os 2- Identificação da Instituição Universitária
seguintes elementos 3- Nome do Professor Estagiário
4- Data
Índice

Carta de apresentação

1 - Organização do portfolio; (Anexo 1)


Material do
2 - Importância do portfolio na prática pedagógica; Max. 5
Próprio Introdução 3 - A importância do Estágio Pedagógico na experiência paginas
Professor profissional do professor estagiário

1-Exemplo de uma planificação de unidade didáctica;


2-Planificação da primeira aula dessa unidade; Máx. 4
3-Planificação duma aula assistida; páginas
4-Reflexão crítica sobre cada evidência, devidamente
datada. (Anexo 2)
5-Um exemplo dum trabalho realizado por um aluno Máx. 2
que represente um momento de sucesso escolar;
6-Reflexão crítica sobre o exemplo, devidamente
páginas
datada. (Anexo 2)
Material do 7-Um exemplo da adaptação do ensino às necessidades
Prática docente
Próprio individuais;
Professor 8-Um exemplo da motivação da turma e da gestão da Máx. 4
mesma; (Anexo 3) páginas
9- Reflexão crítica sobre cada evidência, devidamente
datada. (Anexo 2) Max. 4
páginas
10-Um exemplo da integração das TIC na aula da área de Máx. 2
Biologia/Geologia;
11- Reflexão crítica sobre o exemplo, devidamente
páginas
datada. (Anexo 2)
1-Um exemplo do registo de observação de aulas e
análise de materiais de ensino por parte dos colegas de
estágio;
2-Um registo escrito da opinião dos alunos sobre a
Materiais realização duma actividade; Máx. 4
Material de
Diversos 3-Avaliação dos alunos sobre o ensino do professor páginas
Outrem estagiário;
4-Um exemplo dum material elaborado por outra pessoa e
utilizado pelo professor estagiário;
5-Reflexão crítica sobre cada evidência, devidamente
datada. (Anexo 2)
Avaliação 1-Três exemplos de diferentes métodos e Máx.4
dos Alunos instrumentos de avaliação utilizados na turma páginas
Relações com a 1-Descrição objectiva de todas as actividades realizadas; Máx. 3
Comunidade 2-Reflexão crítica sobre cada evidência, devidamente datada. páginas
Educativa (Anexo 2)

Relações 1-Reflexão crítica sobre o trabalho pedagógico Max.2


Produtos de realizado em comum com os outros estagiários e professores;
Interpessoais 2-Reflexão crítica sobre o trabalho pedagógico e
páginas
Ensino
profissional realizado com os orientadores.
/Formação
Percurso de 1-Breve reflexão sobre o percurso de formação inicial;
(Anexo 4, 5, 6)
Formação Max.4
2-Pontos fortes do Estágio Pedagógico;
Profissional 3-Pontos fracos do Estágio Pedagógico páginas
4-Expectativas pessoais de futuro na profissão
Avaliação do 1-Auto-Avaliação do Portfolio; (Anexo7)
Portfolio 2-Co-Avaliação do Portfolio (Anexo 8)

Adaptado de Ceia (2001)

ESCOLA S/B3 CAROLINA MICHAËLIS 4


Núcleo de Estágio de Biologia/Geologia
Orientadora pedagógica – Jacinta Rosa Moreira
Portfolio do estudante-professor em situação de formação inicial

AVALIAÇÃO DO PORTFOLIO

Avaliação do Processo e dos Produtos pelo Estagiário:

Objectivos:
1. Evidenciar o seu desenvolvimento metodológico;
2. Seleccionar estratégias adequadas
3. Tomar consciência dos progressos realizados
4. Reconhecer pontos fortes e fracos

Para a avaliação do portfolio o orientador deverá ter em conta os seguintes elementos:

¾ Tipo de organização: ordem cronológica, aspectos mais positivos e menos


positivos, tópicos, grau de dificuldade e funções, desafios a superar;
¾ Apresentação do Portfolio;
¾ Tipo e qualidade das evidências incluídas.

Serão procuradas respostas para as seguintes questões:

¾ Há coerência visível entre a filosofia articulada à eficácia e à prática


demonstrada? (através das amostras seleccionadas)
¾ O Portfolio denota desenvolvimento profissional e reflexão sobre a acção?
(reflexão crítica e explicação de estratégias utilizadas)
¾ Há evidências de esforços para melhorar o ensino? (comparação das amostras
para reconhecer os progressos)
¾ Há evidências de aperfeiçoamento de métodos, materiais, destrezas
comunicativas e avaliativas? (através de documentos que evidenciem os
progressos atingidos)

Para avaliar os produtos inseridos no portfolio serão realizadas reuniões com os


professores em situação de formação inicial com vista a poderem apresentar os seus pontos de
vista e as razões das suas opções. A calendarização será objecto de negociação.

ESCOLA S/B3 CAROLINA MICHAËLIS 5


Núcleo de Estágio de Biologia/Geologia
Orientadora pedagógica – Jacinta Rosa Moreira
Portfolio do estudante-professor em situação de formação inicial

ANEXO 1

Reflexão sobre as evidências a incluir no Portfolio


1. Que evidências de capacidades e competências devo incluir para dar uma imagem de
mim enquanto professor?
2. Que imagem espero transmitir de mim e do meu trabalho?
3. O que pretendo que o portfolio reflicta de mim enquanto aprendiz de professor?
Adaptado de Bernardes, C e Miranda, F (2003)

ANEXO 2

Ficha de Reflexão Crítica


1. Descrição da evidência:
2. Porque seleccionei esta evidência?
3. O que aprendi com a análise desta evidência (dificuldades sentidas, aspectos melhorar,
pontos fortes e fracos)?
Adaptado de Nunes, J (2001)

ANEXO 3

Reflexão crítica sobre a gestão da turma


Descrição de evidências relativas ao processo de acompanhamento dos alunos:
1. Informação e orientação dos alunos
2. Detecção de dificuldades de aprendizagem e desenvolvimento de estratégias para a sua
superação
3. Gestão de conflitos comportamentais e de índole disciplinar
Adaptado de Bernardes, C e Miranda, F (2003)

ESCOLA S/B3 CAROLINA MICHAËLIS 6


Núcleo de Estágio de Biologia/Geologia
Orientadora pedagógica – Jacinta Rosa Moreira
Portfolio do estudante-professor em situação de formação inicial

ANEXO 4

Reflexão crítica sobre meu Percurso de Formação Inicial


1. Aspectos positivos da metodologia de ensino
2. Aspectos a melhorar
3. Aspectos positivos no meu relacionamento com os demais professores e com a
orientadora
4. Aspectos a melhorar
5. Aspectos positivos do meu saber científico e pedagógico
6. Aspectos a melhorar
7. Qual o objectivo que atingi?
8. Onde, quando e como o atingi? Que objectivos devo melhorar?
Adaptado de Bernardes, C e Miranda, F (2003)

ANEXO 5

Auto-Avaliação da minha Prática Docente

1. Assinale com X:

Áreas de Desenvolvimento RP R RC
Competência Científica
Competência Pedagógico- Didáctica
Competências de Avaliação
Competências de Comunicação Pedagógica
Responsabilidade
Capacidade de Análise Crítica e Auto-Crítica
Relações Humanas
(RP) revela pouco; (R) revela; (RC) revela claramente.

2. Quais são os pontos fortes ou os elementos a melhorar e como os posso colocar em


evidência no portfolio?
3. Que caminhos de actuação sugerem as auto-avaliações em relação ao percurso
profissional?
Adaptado de Bernardes, C e Miranda, F (2003)

ESCOLA S/B3 CAROLINA MICHAËLIS 7


Núcleo de Estágio de Biologia/Geologia
Orientadora pedagógica – Jacinta Rosa Moreira
Portfolio do estudante-professor em situação de formação inicial

ANEXO 6

Avaliação dos Alunos relativamente à Metodologia de Ensino

Preencha a tabela utilizando uma escala de 1 (valor mínimo) a 5 (valor máximo)


Relação aluno-professor
----- Revela sentido de justiça em relação aos alunos
----- Possui sentido de humor ----- Gosta daquilo que faz
----- Sorri com frequência ----- Ouve-nos com atenção
----- Explica o porquê de uma repreensão ou de uma ----- Aborda assuntos quotidianos
recompensa ----- Respeita os alunos
----- Dá um bom exemplo aos alunos ----- Chama-nos à atenção sem se zangar
----- Aceita as ideias dos alunos mesmo quando são ----- Felicita-nos e valoriza-nos
diferentes das suas
----- Transmite aos alunos o gosto de trabalhar
Gestão do Processo de Ensino
----- Ensina-nos muitas coisas ------ Aceita os nossos erros sem dramatizar
----- Utiliza uma linguagem acessível ------ Fornece-nos instrumentos para aprender
----- Faz-nos participar nas aulas ------ Propõe-nos projectos interessantes
----- Está sempre disponível para nos ajudar ------ Respeita a nossa forma de aprender
----- Utiliza material adequado para nos fazer
compreender a matéria

Gestão de Conteúdos
------ Mostra-se disponível para reformular as -------- Desenvolve-nos as competências necessárias
questões sempre que um aluno não compreende para o futuro
------ Domina bem a matéria ------ Explica a matéria de forma viva e interessante
------ Propõe tarefas ligadas ao quotidiano
Gestão da Turma
------ Dá-nos liberdade para que possamos ser ------ Deixa-nos gerir o nosso trabalho
autónomos ------ Faz-nos participar na dinâmica da turma
------ Permite-nos que façamos escolhas ------ Favorece a aprendizagem pela entreajuda e
------ Respeita o nosso ritmo de aprendizagem cooperação

ANEXO 7

Auto-Avaliação do Portfolio
Assinale com X:
I S B MB
Organização lógica do Portfolio
Qualidade dos trabalhos
Qualidade da selecção dos documentos
Qualidade das reflexões
Realização das reformulações sugeridas
Cumprimento das tarefas solicitadas
Cumprimento dos prazos definidos
(I) Insuficiente; (S) Suficiente; (B) Bom; (MB) Muito Bom.
Comentário:
Adaptado de Bernardes, C e Miranda, F (2003)

ESCOLA S/B3 CAROLINA MICHAËLIS 8


Núcleo de Estágio de Biologia/Geologia
Orientadora pedagógica – Jacinta Rosa Moreira
Portfolio do estudante-professor em situação de formação inicial

ANEXO 8

Co-Avaliação do Portfolio

Assinale com X:

I S B MB
Organização lógica do Portfolio
Qualidade dos trabalhos
Qualidade da selecção dos documentos
Qualidade das reflexões
Realização das reformulações sugeridas
Cumprimento das tarefas solicitadas
Cumprimento dos prazos definidos
(I) Insuficiente; (S) Suficiente; (B) Bom; (MB) Muito Bom.
Comentário:

Adaptado de Bernardes, C e Miranda, F (2003)

BIBLIOGRAFIA:

Alves, M. (2003). Portfólios como instrumentos de avaliação dos processos de ensinagem.


Lauriti, N. (2003). O portfólio como instrumento de sistematização e de avaliação de
projectos.
Bernardes, C. e Miranda, F. (2003). Portfolio: uma Escola de Competências. Porto: Porto
Editora
Ceia, C. (2001). A construção do Porta-Fólio da Prática Pedagógica: um modelo dinâmico de
Supervisão e Avaliação Pedagógicas. http://www.educ.fc.ul.pt/ (02/03/2005).
Lima, L (2003) Portfólio de Estágio. http://lurdeslima.no.sapo.pt/Estagio.htm (10/03/2005)
Nunes, J. (2001). O professor e a acção reflexiva. Portfolios, “Vês heurísticos e mapas de
conceitos como estratégias de desenvolvimento profissional. Colecção Cadernos do
CRIAP: Porto:Asa.
.Seldin, P. e Annis, L. (1992). The teaching portfolio. Teaching excellence toward the best in
the academy. Vol.3, nº2
Seldin, P. (1997). The teaching portfolio: a pratical guide to improve performance and
promotion/tenure decisions. MA: Anker Publishing Company.

ESCOLA S/B3 CAROLINA MICHAËLIS 9


Núcleo de Estágio de Biologia/Geologia
Orientadora pedagógica – Jacinta Rosa Moreira