Você está na página 1de 285

Training_2006_AAM_PTB.

pdf 7/10/05 8:49:46 PM

CM

MY

CY

CMY

K
SolidWorks 2006 ®

Modelagem avançada de
montagens

SolidWorks Corporation
300 Baker Avenue
Concord, Massachusetts 01742 EUA
© 1995-2005, SolidWorks Corporation SOFTWARE COMERCIAL
300 Baker Avenue PARA COMPUTADORES – PROPRIEDADE
Concord, Massachusetts 01742 EUA Direitos restritos pelo governo dos Estados
Todos os direitos reservados Unidos. O uso, duplicação ou divulgação pelo
Patentes nos Estados Unidos 5.815.154; governo está sujeito às restrições estabelecidas em
6.219.049; 6.219.055; 6.603.486; 6.611.725 e FAR 52.227-19 (Commercial Computer Software -
6.844.877 e outras patentes externas, inclusive EP Restricted Rights), DFARS 227.7202
1.116.190 e JP 3.517.643. Patentes americanas e (Commercial Computer Software and Commercial
estrangeiras pendentes. Computer Software Documentation), e no acordo
de licença, conforme aplicável.
A SolidWorks Corporation é uma empresa da
Dassault Systemes S.A. (Nasdaq:DASTY). Contratante/fabricante:
SolidWorks Corporation, 300 Baker Avenue,
As informações e software discutidos neste Concord, Massachusetts 01742 EUA
documento estão sujeitos a alterações sem prévio
aviso e não devem ser considerados compromissos Partes deste software © 1988, 2000 Aladdin
pela SolidWorks Corporation. Enterprises.
Nenhum material pode ser reproduzido ou Partes deste software © 1996, 2001 Artifex
transmitido sob qualquer forma ou por qualquer Software, Inc.
meio, eletrônico ou mecânico, para qualquer Partes deste software © 2001 artofcode LLC.
finalidade sem a expressa permissão por escrito da Partes deste software © 2005 Bluebeam Software,
SolidWorks Corporation. Inc.
O software discutido neste documento é fornecido Partes deste software © 1999, 2002-2005
sob uma licença e pode ser utilizado ou copiado ComponentOne.
somente de acordo com os termos desta licença.
Todas as garantias dadas pela SolidWorks Partes deste software © 1990-2005 D-Cubed
Corporation quanto ao software e documentação Limited.
estão estabelecidas na Licença e Acordo de Partes deste produto são distribuídas sob licença
Serviço de Assinatura da SolidWorks Corporation da DC Micro Development, Copyright © 1994-
e nada do que estiver estabelecido, ou implícito, 2002 DC Micro Development, Inc. Todos os
neste documento ou o seu conteúdo deve ser direitos reservados
considerado ou julgado como modificação ou Partes © eHelp Corporation. Todos os direitos
correção de tais garantias. reservados.
SolidWorks, PDMWorks e 3D PartStream.NET, e Partes deste software © 1998-2005 Geometric
o logotipo eDrawings são marcas comerciais Software Solutions Co. Limited.
registradas da SolidWorks Corporation.
Partes deste software © 1986-2005 mental images
SolidWorks 2006 é um nome de produto da GmbH & Co.
SolidWorks Corporation.
Partes deste software © 1996 Microsoft
COSMOSXpress, DWGEditor, DWGgateway, Corporation. Todos os direitos reservados.
eDrawings, Feature Palette, PhotoWorks e
XchangeWorks são marcas registradas, 3D Partes deste software © 2005 Priware Limited.
ContentCentral é uma marca de serviço e Partes deste software © 2001, SIMULOG.
FeatureManager é uma marca registrada de Partes deste software © 1995-2005 Spatial
propriedade conjunta da SolidWorks Corporation. Corporation.
COSMOS, COSMOSWorks, COSMOSMotion e Partes deste software © 2003-2005, Structural
COSMOSFloWorks são marcas registradas da Research & Analysis Corp.
Structural Research and Analysis Corporation.
Partes deste software © 1997-2005 Tech Soft
FeatureWorks é marca registrada da Geometric America.
Software Solutions Co. Limited.
Partes deste software são copyright e propriedade
ACIS é marca comercial registrada da Spatial da UGS Corp. © 2005.
Corporation.
Partes deste software © 1999-2005 Viewpoint
GLOBEtrotter e FLEXlm são marcas registradas Corporation.
da Globetrotter Software, Inc.
Partes deste software © 1994-2005,
Outras marcas ou nomes de produtos são marcas Visual Kinematics, Inc.
comerciais ou marcas registradas pertencentes aos
seus respectivos proprietários. Este software baseia-se em parte no trabalho
do grupo Independent JPEG.
Todos os direitos reservados

Número de documento: PMT0073-PTB


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Sumário

Introdução
Sobre este curso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
Pré-requisitos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
Filosofia do projeto do curso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
Uso deste livro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
Sobre o CD . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4
Windows® 2000 e Windows® XP. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4
Convenções usadas neste livro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4
Lição 1:
Modelagem de montagens Top-Down
Modelagem de montagens Top-Down . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9
Estágios do processo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9
Features “in-context” . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10
Edit Component . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11
Aparência de componentes enquanto a edição é realizada . . . 12
Como a transparência afeta a seleção da geometria . . . . . . . . 13
Propagação de mudanças . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17
Uma nota de precaução. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18
Construção de peças “in-context”. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18
Adição de uma nova peça em uma montagem . . . . . . . . . . . . 19
Resultados de Insert, Component, New Part . . . . . . . . . . . . . 19
Construção de peças em uma montagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20
Utilizando offsets a partir de peças da montagem . . . . . . . . . 21
Assembly Features . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 25
Hole Series . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26
Smart Fasteners. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31
Fastener defaults . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31
Lista de Fasteners . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32
Mudanças nos Smart Fasteners. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32
Seleção de Fastener. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 33
Mudanças no Fastener . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34

i
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Fora de contexto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36
Colocando uma peça de volta no contexto . . . . . . . . . . . . . . . 36
Quebrando referências externas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 38
Quebrar e travar referências externas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 38
Relatório de referência externa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 39
Removendo as referências externas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41
Editando as features . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43
Fastening Features . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 46
Tipos de Fastening Features . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 46
Features para a fixação de peças. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 46
Mounting Boss (saliência de montagem) . . . . . . . . . . . . . . . . 47
Snap Hook (mosquetão) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48
Features de Fastening “in-context”. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50
Ranhura do mosquetão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 51
Vent (respiro) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 53
Exercício 1: Modelagem de montagens
Top-Down . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 57
Exercício 2: Features “in-context” . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 58
Exercício 3: Montagem de nível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 59
Exercício 4: Sketches em 3D em uma montagem Top-Down . . . 61
Exercício 5: O Hole Wizard e os Smart Fasteners . . . . . . . . . . . . 65
Exercício 6: Fastening Features . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 68
Lição 2:
Técnicas de mate avançadas
Mates avançados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 73
Tópicos-chave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 73
Recursos de mate . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 73
Design Library . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 73
Mate References . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 73
Smart Components . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 73
Mates a partir de dentro da montagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . 76
Adicionando referências de mate . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 78
Referências primárias, secundárias e terciárias . . . . . . . . . . . 78
Caso especial de referência de mate . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 78
Peças da Design Library . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 80
Captura de referências de mate . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 82
Smart Components . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 83
Crie a montagem de definição . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 84
Faça o Smart Component . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 85
Auto Sizing e a Configurator Table . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 86
Tipos avançados de mate . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 91
Resumo: Inserindo e relacionando componentes . . . . . . . . . . . . . 95
Inserindo o primeiro componente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 95
Inserindo componentes adicionais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 95
Inserindo e relacionando simultaneamente. . . . . . . . . . . . . . . 96
Operação de mates em componentes existentes . . . . . . . . . . . 97
Exercício 7: Mates e movimentação da montagem . . . . . . . . . . . 99
Exercício 8: Usando atalhos de mate . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 106
Exercício 9: Gear Mates . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 109

ii
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Lição 3:
Configurações manuais de montagem
Configurações manuais de montagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 113
Tópicos-chave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 113
Configurações de montagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 114
Revisão da terminologia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 114
Adição de uma nova configuração de montagem . . . . . . . . . 114
Supressão de componentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 116
Montagens da Design Library. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 117
Usando Move Components com as configurações . . . . . . . . 121
Patterns de componentes. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 122
Exercício 10: Configurações de uma montagem . . . . . . . . . . . . 125
Exercício 11: Pattern de componentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 128
Exercício 12: Sketches do layout e configurações da montagem 131
Lição 4:
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição . . . . . . . 137
Tabelas de projeto de montagem. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 137
Criando e inserindo de tabelas de projeto . . . . . . . . . . . . . . . 138
Controlando features e mates da montagem . . . . . . . . . . . . . 138
Controlando componentes da peça . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 139
Comentários e outros cabeçalhos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 140
Especificando componentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 142
Estados de exibição. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 143
Painel de exibição . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 144
Exercício 13: Tabela de projeto de montagem . . . . . . . . . . . . . . 147
Exercício 14: Tabelas de projeto
de montagem e estados de exibição . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 149
Exercício 15: Tabela de projeto de montagem . . . . . . . . . . . . . . 151
Lição 5:
Edição de montagens
Edição de montagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 159
Tópicos-chave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 159
Edição de atividades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 159
Procurando e reparando problemas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 160
Informações a partir de uma montagem . . . . . . . . . . . . . . . . 160
Alterações no projeto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 160
Convertendo peças e montagens. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 160
Peças em montagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 160
Montagens em peças . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 160
Peças em peças . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 161
Substituindo peças por montagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 161
Substituindo e alterando componentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 165
Trabalhando em um ambiente multiusuário . . . . . . . . . . . . . 165
Substituindo uma única instância . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 167
Pasta de mates . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 169
Encontrando e solucionando problemas em uma montagem . . . 170
Erros de mate . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 170
Visualizando os mates utilizando o PropertyManager . . . . . 172

iii
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exibição visual de um mate . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 172


Replace Mate Entities . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 172
Componentes e mates sobredefinidos. . . . . . . . . . . . . . . . . . 175
Mate Diagnostics (diagnóstico do mate) . . . . . . . . . . . . . . . 177
Substituindo componentes utilizando Save As . . . . . . . . . . . . . . 178
Features dependentes de tempo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 179
Relações Parent/Child. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 180
Reorder e Rollback . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 180
Controlando as dimensões de uma montagem . . . . . . . . . . . . . . 180
Valores vinculados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 181
Equações de montagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 181
Nomes de dimensão em uma montagem . . . . . . . . . . . . . . . 181
Adicionando equações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 181
Espelhamento de componentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 185
Espelhando ou copiando . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 187
Blocos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 192
Usando blocos locais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 192
Inserir blocos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 195
Edição de blocos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 195
Criar montagens a partir de blocos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 196
Inserir blocos existentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 197
Blocos explodidos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 199
Salvar um bloco . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 200
Exercício 16: Erros em montagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 201
Exercício 17: Assembly Features . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 203
Exercício 18: Equações de montagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 204
Exercício 19: Espelhamento de componentes . . . . . . . . . . . . . . 206
Exercício 20: Stick Blocks . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 208
Exercício 21: Fazer blocos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 210
Exercício 22: Inserir blocos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 212
Lição 6:
Grandes montagens
Grandes montagens. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 217
Tópicos-chave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 217
Montagens eficientes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 218
Erros ao abrir uma montagem. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 220
Projetando com submontagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 221
Modificando a estrutura de uma montagem . . . . . . . . . . . . . . . . 222
Dissolvendo uma Sub-montagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 222
Promovendo e rebaixando componentes . . . . . . . . . . . . . . . 223
Criar uma nova submontagem com componentes . . . . . . . . 224
Abrir uma Sub-montagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 228
Informações a partir de uma montagem . . . . . . . . . . . . . . . . 229
Large Assembly Mode . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 230
Componentes Lightweight . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 230
Criação de componentes Lightweight. . . . . . . . . . . . . . . . . . 231
Depois que a montagem for aberta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 231
Ideal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 232
Comparação de estados de componentes . . . . . . . . . . . . . . . 232
Indicadores do estado Lightweight . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 234

iv
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Tirando vantagens de configurações. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 235


Features com detalhes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 235
Salvamentos comparativos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 236
Considerações de mates . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 236
Configurações da submontagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 238
Considerações sobre os desenhos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 239
Utilizando patterns de componentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 239
Resolvendo submontagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 240
Editando uma submontagem. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 242
Técnicas de seleção avançadas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 243
Mostrar/ocultar avançados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 243
Seleção avançada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 244
Uso com configurações. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 244
Opções de propriedades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 244
Propriedades personalizadas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 245
Salvar os critérios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 245
Envelopes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 245
Usando envelopes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 245
SolidWorks Explorer. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 248
Layout da janela . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 249
Operações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 250
Opções de gerenciamento de arquivos . . . . . . . . . . . . . . . . . 251
Utilizando o SolidWorks Explorer . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 251
Renomeando componentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 252
Onde é usado. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 254
Exercício 23: Utilizando o SolidWorks Explorer . . . . . . . . . . . . 257
Exercício 24: Submontagens flexíveis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 261
Exercício 25: Trabalhando com submontagens . . . . . . . . . . . . . 264
Exercício 26: Configurações simplificadas . . . . . . . . . . . . . . . . 267

v
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

vi
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Introdução

1
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Introdução

2
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Introdução

Sobre este O objetivo deste curso é ensinar a você como fazer uso das
curso capacidades de modelagem do software de automação mecânica
SolidWorks. Especificamente:
Q Modelagem de montagens "in-context" [no contexto]
ou Top-Down.
Q Criar patterns de componentes em montagens.
Q Criar configuração de montagens.
Q Usar tabelas de projeto em montagens.
Q Gerenciar montagens usando o SolidWorks Explorer.
Q Encontrar e corrigir erros em montagens.
Q Pesquisar por montagens e obter informações sobre elas.
Q Criar features que representem processos de usinagem
pós-montagem.

As ferramentas para o trabalho com montagens no SolidWorks 2006


são bastante robustas e ricas em features. Durante este curso,
abordaremos muitos dos comandos e das opções em amplos
detalhes. No entanto, é impraticável abordá-los em todos os
detalhes, e ainda fazer com que o curso tenha uma duração
razoável. Portanto, o foco deste curso reside nas habilidades,
ferramentas e conceitos essenciais à realização de um trabalho
bem-sucedido com montagens. Você deve ver o manual do curso
de treinamento como um suplemento, não como um substituto da
documentação do sistema e da ajuda on-line. Uma vez que você
tenha desenvolvido uma boa base a respeito das habilidades
abrangidas neste curso, você pode consultar a ajuda on-line para
obter informações a respeito de opções de comando freqüentemente
menos utilizadas.
Pré-requisitos Espera-se que os alunos deste curso tenham o seguinte:
Q Experiência em projetos mecânicos.
Q Concluído o curso de Princípios Básicos do SolidWorks: Peças
e montagens.
Q Experiência com o sistema operacional Windows™.
Filosofia do Este curso foi elaborado para treinamento com abordagem baseada
projeto do curso em processo ou tarefa. Mais do que se concentrar em features e
funções individuais, um curso de treinamento baseado em processos
enfatiza os processos e procedimentos que você deve seguir para
completar uma tarefa em particular. Através da utilização de
estudos de caso para ilustrar esses processos, você aprende os
comandos, opções e menus necessários no contexto para completar
uma tarefa de projeto.
Uso deste livro Este manual de treinamento foi projetado para ser utilizado em um
ambiente de sala de aula, sob a orientação de um instrutor experiente
em SolidWorks. Não foi projetado para ser um tutorial para
autodidata. Os exemplos e estudos de caso foram projetados para
serem demonstrados "ao vivo" pelo instrutor.

Sobre este curso 3


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Introdução

Exercícios de Os exercícios de laboratório lhe propiciam a oportunidade de aplicar


laboratório e praticar o material abrangido durante a parte de leitura/
demonstração do curso. Eles foram projetados para representar
situações típicas de projeto e modelagem ao mesmo tempo em que
são suficientemente simples para serem completados durante
o período da aula. Você deve notar que muitos estudantes trabalham
em ritmos diferentes. Portanto, nós incluímos mais exercícios de
laboratório do que você pode razoavelmente esperar concluir
durante o curso. Isso assegura que até mesmo o aluno mais rápido
não ficará sem exercícios.
Uma nota sobre Os desenhos e as dimensões apresentados nos exercícios de
dimensões laboratório não têm a intenção de refletir qualquer padrão específico
de drafting. Na realidade, algumas vezes as dimensões são fornecidas
de uma maneira que nunca seria considerada aceitável no ramo.
O motivo para isso é que os exercícios de laboratório são projetados
para estimulá-lo a aplicar as informações cobertas em aula e empregar
e reforçar certas técnicas. Como resultado disso, os desenhos e as
dimensões nos exercícios são feitos de um modo a complementar
este objetivo.
Sobre o CD Junto com a capa traseira há um CD contendo cópias de diversos
arquivos que serão usados no decorrer deste curso. Estão organizados
por número de lição. A pasta Case Study em cada lição contém os
arquivos que seu instrutor utiliza durante a apresentação das lições.
A pasta Exercises contém todos os arquivos necessários para
a execução dos exercícios de laboratório.
Windows® 2000 As telas constantes neste manual foram feitas utilizando o
e Windows® XP SolidWorks 2006 sendo executado em Windows® 2000 e Windows®
XP. Você pode notar diferenças na aparência de menus e janelas.
Essas diferenças não afetam o desempenho do software.
Convenções Este manual utiliza as seguintes convenções tipográficas:
usadas neste livro
Convenção Significado
Bold Sans Serif Comandos do SolidWorks e opções são
apresentados neste estilo. Por exemplo,
Insert, Boss significa escolher a opção
Boss no menu Insert.

Typewriter Nomes de features e nomes de arquivos


aparecem neste estilo. Por exemplo,
Sketch1.
Linhas duplas precedem e seguem as seções
17 Do this step dos procedimentos. Isso proporciona
separação entre os passos do procedimento
e blocos externos de textos explicativos.
Os próprios passos são numerados em sans
serif bold.

4 Sobre este curso


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Introdução

Uso de cores A Interface de usuário do


SolidWorks 2006 faz uso extensivo das
cores para destacar a geometria
selecionada e fornecer-lhe feedback
visual. Isso intensifica bastante o modo
intuitivo e facilita o uso do
SolidWorks 2006. Para tirar o máximo
de vantagem disso, os manuais de
treinamento são impressos em cores.
Também, em muitos casos, utilizamos cor adicional nas ilustrações
com o propósito de divulgar conceitos, identificar features, assim
como apresentar informações importantes. Por exemplo, poderíamos
mostrar o resultado de uma operação em uma cor diferente, muito
embora por default, o SolidWorks não apresentasse os resultados
dessa forma.

Sobre este curso 5


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Introdução

6 Sobre este curso


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Lição 1
Modelagem de montagens
Top-Down

Após a conclusão bem-sucedida desta lição, você estará preparado


para:
Q Construir uma nova peça no contexto de uma montagem
empregando as técnicas de modelagem de montagens
Top-Down.
Q Criar features no contexto da montagem através de referências
geométricas ao fazer a operação de mate das peças.
Q Fazer referência a peças de montagens.
Q Utilizar o Hole Series e os Smart Fasteners.
Q Remover as referências externas de uma peça copiada.
Q Usar Fastening Features.

7
Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

8
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Modelagem Esta seção começa com


de montagens uma montagem
Top-Down denominada
slide_plate.
Em primeiro lugar,
a peça overender
shaft será editada por
não ser longa o
suficiente para a atual
configuração. Então,
uma nova peça denominada motor_mount será criada no contexto
da montagem. As features que utilizam a geometria a partir da
montagem, principalmente a peça do motor, serão criadas.
As relações serão estabelecidas entre as peças quando as novas
features forem criadas.
Estágios Os estágios mais importantes no processo encontram-se listados
do processo abaixo:
Q Adicionar novas peças a uma montagem
Quando você adiciona um novo componente a uma montagem, você
deve nomeá-lo e selecionar um plano (ou face plana). O nome
é utilizado como o nome da peça enquanto o plano orienta o plano
de referência Front da nova peça.
Q Construir peças em uma montagem
Quando a nova peça é criada, o plano/face selecionado(a) torna-se
o sketch ativo e a peça está no modo Edit Part. A peça é criada
utilizando-se métodos-padrão e referências a outras geometrias na
montagem.
Q Criar features “in-context”
Quando você faz referência a geometrias em outras peças enquanto
cria uma feature, você está criando o que é denominado uma feature
“in-context”. Por exemplo, ao fazer referência à aresta de um eixo
quando estiver fazendo seu furo de encaixe em uma outra peça,
cria-se uma relação entre o eixo e o furo. Uma mudança no diâmetro
do eixo causaria uma mudança correspondente no diâmetro do furo.
Alternativamente, você pode mudar a definição Do not create
references external to the mode em Tools, Options,
External References, e a nova feature ou peça não será criada
com quaisquer referências externas. A geometria convertida
é simplesmente duplicada neste caso, sem nenhuma restrição.
Nenhuma dimensão ou relação com outros componentes
ou geometria da montagem pode ser adicionada.
Q Hole Series
Hole series é um tipo especial de furo do Hole Wizard
(consulte O Hole Wizard iniciando na página 161) que é criado
em nível de montagem e cria automaticamente, furos “in-context”
nos componentes referenciados.

Modelagem de montagens Top-Down 9


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

Q Quebrando referências externas.


Peças e features “in-context” criam muitas referências externas.
Diversas técnicas são utilizadas para quebrar essas referências
e manter a peça intacta.
Features In-context Features (features no contexto) são utilizadas para criar
“in-context” geometria na peça ativa por meio de sketch, conversão, offset ou
dimensionamento de geometria em outras peças do componente.
A feature que é criada é denominada uma In-context Feature,
uma feature com referências externas. Neste exemplo,
o overender shaft será reprojetado para adequar-se aos
requisitos da montagem.
Intenção do projeto: A intenção do projeto desta feature
Features encontra-se listada abaixo.
“in-context”
Q A nova feature do overender
shaft deve ser uma extensão
do eixo atual.
Q A nova feature deve ser co-radial
com a peça de coupling
(acoplamento) com uma cava
de cunha com encaixe em "D".
Q O eixo deve ter pelo menos 0,625 polegadas de profundidade de
encaixe no coupling.

1 Abra a montagem existente slide_plate.


Ela contém diversos componentes de uma montagem de eixo
rotacional.
2 Visualização da seção.
Use a ferramenta Section View
(visualização da seção) com
o plano Right para seccionar
a montagem. O plano pode ser
movido, no entanto,
sua localidade default corta
o modelo exatamente na
metade.

10 Features “in-context”
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Mais do que um
plano pode ser
utilizado para
gerar a
visualização
da seção.
As ilustrações
à direita
utilizaram uma
combinação de
2 planos.

Edit Component Enquanto você estiver em uma montagem, você pode alternar entre
editar a montagem – adicionar relações de mate, inserir componentes,
etc. – e editar uma peça ou componente específico. A edição de uma
peça enquanto estiver no contexto de uma montagem permite que
você tire vantagem da geometria e das dimensões de outros
componentes enquanto cria features relacionadas e associadas.
O uso da geometria fora da peça cria External References
e In-context Features.
Dois comandos, Edit Component e Edit Assembly, são utilizados
para alternar para trás e para frente entre a edição de um componente
em uma montagem e a edição da própria montagem. Quando você
está no modo de edição de peça, você tem acesso a todos os comandos
e funcionalidades da parte de modelagem de peça do SolidWorks.
Além disto, você tem acesso a outras geometrias na montagem.
Neste exemplo, utilizaremos a Edit Component para fazer
mudanças na peça overender shaft enquanto estiver no
contexto de uma montagem.
Introdução: Edit Component/Edit Assembly são utilizados para alternar entre
Editar componente a edição de uma peça e a edição da própria montagem. Ao clicar
e editar montagem com o botão direito do mouse o menu exibirá o comando adequado.

Onde encontrar Selecione a peça que você deseja editar. Em seguida, faça o seguinte:
Q A partir do menu obtido com o botão direito do mouse,
selecione Edit Component ou Edit Assembly.
Q Ou, a partir da barra de ferramentas Assembly, clique na
ferramenta . Essa barra de ferramentas alterna os dois modos.

3 Oculte o motor.
Antes de você começar, Esconda (Hide) a peça do motor. Isso evitará
fazer referência, por acidente, a qualquer uma de suas geometrias.

Features “in-context” 11
Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

4 Edit Part.
Selecione o componente overender shaft e clique na ferramenta
Edit Part. O componente e sua representação no FeatureManager
mudam de cor. A cor utilizada é a cor atual de Edit Part in Assembly,
a qual, por default, é azul Royal, no entanto, com relação a estes
exemplos, foi definida como sendo cor-de-rosa em Options,
System Options, Colors, System colors. Perceba também que
Use specified colors when editing parts in assembly também
deve estar marcada.

Dica A ferramenta é um alternador. Ela alterna entre os modos Edit


Component e Edit Assembly. Ela também age como um indicador
visual de em qual modo você se encontra. É desabilitada quando
você se encontra no modo Edit Component.

Nota Em uma montagem, tanto as peças como as submontagens são


consideradas componentes. Quando selecionando um componente
específico, clicar no botão direito do mouse apresenta um menu que
exibe Edit Part, não Edit Component.
Para ver a cor da peça a ser editada, clique em Use specified
colors when editing parts in assemblies encontrada em Tools,
Options, System Options, Colors.
Outros indicadores de que você se encontra no modo
Edit Component são a barra de status, na qual se lê Editing Part,
e o banner da janela que tem o seguinte aspecto:
.

Aparência de Quando você edita uma peça no contexto de uma montagem, a cor
componentes do componente que você edita depende de uma definição em Tools,
enquanto a edição Options, Colors. Se estiver definido para Use specified colors
é realizada when editing parts in assemblies, a peça editada, por default,
será cor-de-rosa opaco. Esta cor pode ser personalizada na área de
System colors na mesma guia. A aparência dos outros
componentes depende das definições de transparência da montagem
que você escolher.
Introdução A transparência de componentes que não estão sendo editados pode
a Mudança ser definida para uma das três seguintes condições:
da transparência
da montagem Q Opaque Assembly. Todos os componentes tornam-se cinza
opaco, exceto o componente que você estiver editando, o qual
se torna cor-de-rosa opaco.
Q Maintain assembly transparency. Todos os componentes
a mantêm, qualquer que seja sua atual transparência, exceto
aquele que você estiver editando, o qual se torna cor-de-rosa
opaco.
Q Force assembly transparency. Todos os componentes se
tornam transparentes, exceto aquele que você estiver editando,
o qual se torna cor-de-rosa opaco.

12 Features “in-context”
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Onde encontrar Q A partir do menu, clique em Tools, Options, System Options,


Display/Selection, Assembly transparency for in context edit.
Q Ou, a partir da barra de ferramentas da Montagem, clique na
ferramenta .

Nota Utilize o slider para ajustar o nível de transparência com relação


à Force assembly transparency. Ao mover o slider para a direita,
os componentes tornam-se mais transparentes.
Como Corforme você move o cursor pelos componentes na área de gráfico,
a transparência diversas geometrias, tais como faces e arestas, ficam em destaque.
afeta a seleção Ao clicar com o botão esquerdo do mouse, seleciona-se a geometria
da geometria destacada.
Geralmente, o cursor seleciona qualquer geometria que esteja na
frente. No entanto, em uma montagem com componentes
transparentes, o cursor seleciona a geometria nos componentes
opacos em primeiro lugar, mesmo se os componentes transparentes
estiverem na frente.

Nota Para fins de seleção, transparente significa mais do que 10 por cento
transparente. Componentes com menos de 10 por cento de
transparência são considerados opacos.
Há algumas técnicas que você pode utilizar para controlar como
você selecionará a geometria:
Q Clique em Change Assembly Transparency, e selecione
Opaque. Agora, toda a geometria é tratada da mesma forma
e o cursor seleciona qualquer face que estiver na frente.
Q Pressione Shift para selecionar a geometria em um componente
transparente quando houver um componente opaco por trás dele.
Q Pressione Tab para selecionar a peça que você está editando
através de um componente opaco.
Q Use Select Other para selecionar faces que sejam obscurecidas
por outras faces.

A opção Force assembly transparency será utilizada neste


exemplo.
5 Sketch plane.
O plano do sketch utilizado para
a extensão do eixo de encaixe é a face
da extremidade existente do
overendershaft. Selecione-a
e clique em Insert Sketch.

Features “in-context” 13
Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

6 Converter entidades.
Selecione a borda circular da
cavidade da peça coupling e,
em seguida, clique em
Convert Entities .
Essa ação transfere a geometria
da entidade selecionada ao novo
sketch, e estabelece uma relação
entre eles, a fim de que as
mudanças na cavidade sejam
passadas adiante para este novo
sketch.

Nota O arco é preto (completamente definido). Conforme indicado


anteriormente, se Do not create references external to the model
(não criar referências externas para o modelo) foi selecionado
nas opções, não haverá nenhuma relação estabelecida entre
a geometria existente do coupling e a nova entidade. O arco,
neste caso, seria azul (subdefinido).
7 Reorientação.
Mude a exibição para Normal To ao
plano do sketch. Esta ação tornará
mais fácil construir o restante do seu
perfil.
Note O comando Section View agora
pode ser desligado.

8 Complete o sketch.
Faça o sketch de uma linha vertical
entre os dois pontos finais do arco.
Note Você também poderia selecionar
previamente a borda e o Offset que
a entidade da aresta do rasgo da cava
de unha para alcançar o mesmo
resultado. No entanto, a seleção
da aresta pode ser difícil sem
a utilização de filtros de seleção.

14 Features “in-context”
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

9 Extrudar o offset
a partir da
superfície.
Selecione
a ferramenta
Extrude e defina
a condição final
para Offset From
Surface. Utilize
Select Other para
selecionar a face
da extremidade do
coupling.
Defina o offset
a uma distância
de 0,75”.
Certifique-se de que Merge result (combinar resultado) está
marcado para que um corpo seja criado. Também adicione 1° do Draft.
Clique em OK.

Dica Features podem ter diferentes planos de sketch e condições para


diferentes configurações. Isso poderia ser utilizado para criar versões
“in-context” e versões “stand-alone” (independentes) da mesma
feature. Consulte a Lição 9: No manual Configurations of Parts
(Configurações de peças) no SolidWorks Essentials: Manual de
peças e montagenspara mais informações.
10 Ocultar componente.
Volte ao modo de
Edit Assembly clicando
na ferramenta
Edit Component .
Selecione a peça coupling
e clique na ferramenta
Hide Component ,
ou clique com o botão
direito no componente
e escolha Hide.
A árvore de modelamento
Novo
do FeatureManager lista “in-context”
a nova feature como sendo feature
Extrude1 ->. O símbolo
da flecha, -> indica uma ou mais referências externas.
As referências externas criadas
entre os componentes são listadas
como features na parte inferior da
árvore de modelamento do
FeatureManager. Elas são denominadas Update Holders.

Features “in-context” 15
Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

Dica A exibição dos Update Holders pode ser alternada entre ligada
e desligada. Enquanto estiver no modo Edit Assembly, clique com
o botão direito no ícone da montagem no nível principal
e selecione Hide Update Holders a partir do menu de atalho.
11 Abra a peça.
Clique com o botão direito em overendershaft, e selecione
Open Par (abrir peça) a partir do menu de atalho.
12 Chanfro.
Adicione um Chamfer, 0.1” x 45o,
à base da face plana e às arestas
superiores da saliência.

13 Fillet. Hold line


Adicione um Face fillet, utilizando
o tronco da nova saliência e a face
da extremidade original, conforme
mostrado. Utilize a aresta como uma
linha de retenção (Hold Line).

14 Retorne à montagem.
Pressione Ctrl+Tab para alternar do documento da peça para
o documento da montagem.
15 Atualize.
Quando a janela da montagem torna-se ativa, as mudanças no
overendershaft são detectadas e o SolidWorks pergunta:
“Os modelos contidos na montagem foram mudados. Você gostaria
de reconstruir a montagem agora?” Clique em Yes.

Dica Geralmente, se as mudanças forem mínimas e a montagem for menor,


clique em Yes. Se houver um grande número de mudanças a serem
feitas, e se a montagem for muito grande, você deve clicar em No
e protelar a reconstrução até que todas as mudanças tenham sido
completadas.
16 Mostre o coupling.
Utilize Show Component
para ver o coupling e os
componentes do motor
novamente.
Ative Section View
novamente.

16 Features “in-context”
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Propagação A propagação de mudanças feita de forma automática é uma das mais


de mudanças fortes qualidades da feature “in-context”. Na próxima parte desta
lição, exploraremos como uma mudança no tamanho do eixo do
motor se propagará através da montagem e forçará uma mudança
em um coupling (devido a sua pré-existente referência no
contexto) e, por sua vez, o overender shaft.Também
observaremos as condições em que uma mudança pode não se
propagar e o que fazer a respeito disso.

17 Abra o motor.
Clique com o botão direito no motor
e selecione Open Part a partir do menu
do botão direito do mouse para abrir
o documento da peça em sua própria
janela.

18 Edite Sketch1.
Clique duas vezes em Sketch1 sob a
feature Base-Revolve para ver suas
dimensões.

Nota O modelo da peça do motor é uma representação geométrica


relativamente simples da forma e do tamanho da peça. Ele não tem
a intenção de ser um modelo detalhado. Esta é uma prática típica
com componentes de fornecedores.
19 Editar dimensão.
Mude a dimensão do diâmetro
do eixo de 0,875 polegadas
para 1,125 polegadas.
Reconstrua (Rebuild)
o modelo.
20 Salve e feche.
Salve as mudanças para
o motor e feche o arquivo, retornando à montagem, a qual lança
um prompt para atualização. Selecione No.
Agora, Reconstrua (Rebuild) a montagem para ver as mudanças
ocorrerem.

Propagação de mudanças 17
Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

21 Resultado.
Devido a relações “in-context”
criadas entre os componentes,
a cavidade do coupling
(acoplamento) e o diâmetro da
extremidade do overender
shaft que acabamos de criar
são atualizados de acordo com
elas.
Deixe a montagem aberta e desative a visualização da seção.

Uma nota Uma das coisas a serem consideradas antes de decidir modelar uma
de precaução peça no contexto de uma montagem é onde essa peça será utilizada.
As features e peças “in-context” são mais bem utilizadas por peças
de “únicas” que serão utilizadas somente na montagem em que foram
modeladas. As peças que serão utilizadas em mais de uma montagem
não deveriam, provavelmente, ser modeladas no contexto. O motivo
para isso são as referências externas que são criadas pelas features
“in-context”.
Considere o overender shaft que acabamos de modificar.
Se tivesse de ser utilizado em uma outra montagem, o tamanho da
relação da saliência poderia mudar inesperadamente. Se alguém
tivesse de mudar a cavidade do coupling ou o tamanho do eixo
do motor, essa mudança propagar-se-ia até o overender
shaft, independentemente de onde ele foi usado. Portanto,
a decisão de modelar uma peça “in-context” deve receber bastante
atenção.
Se uma peça “in-context” tiver de ser reutilizada em outras
montagens, é possível, com algum trabalho, fazer uma cópia da peça
e remover todas as referências externas. O procedimento para fazer
isso será discutido posteriormente nesta lição. Novamente, a peça
também pode ser criada para, de propósito, emprestar a geometria,
mas sem nenhuma referência externa criada, conforme foi observado
anteriormente.
Construção As peças podem ser criadas e construídas de dentro da montagem.
de peças Essas peças podem ser inseridas na montagem como peças novas
“in-context” e adicionadas às referências de modelo em uso e técnicas-padrão.
O motor_mount será criado desta maneira.

18 Construção de peças “in-context”


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Intenção do projeto: A intenção do projeto desta peça está


motor_mount listada abaixo:
Q Sempre haverá limpeza na face do
flange de montagem do Motor.
Q O eixo através do diâmetro do furo
terá sempre uma folga de 1/8 de
polegada ao redor do eixo.
Q O hole pattern sempre se igualará
àquele do flange de montagem do
motor.

Adição de uma Novas peças podem ser adicionadas a uma montagem conforme
nova peça em uma necessário. Essas novas peças podem ser criadas no contexto da
montagem montagem, construindo sobre a geometria e as localizações das
peças existentes. Elas aparecerão na árvore de modelamento do
FeatureManager como peças de componentes, com uma listagem
completa de suas features.
Introdução: Insert, Component, New Part cria uma nova peça e o componente
Inserir componente na montagem. A nova peça é nomeada e, em seguida, relacionada
a um plano ou face plana de uma peça existente na montagem.

Onde encontrar Q Clique em New Part na barra de ferramentas Assembly.


Q Ou clique em Insert, Component, New Part....

Resultados Quando uma nova peça é inserida em uma montagem, diversas


de Insert, coisas acontecem:
Component, Q A nova peça é criada.
New Part Q A nova peça aparece no FeatureManager como um componente
da montagem.
Q O plano de referência Front da nova peça é feito coincidente
com a face ou o plano que você selecionou.
Q Você é alternado para o modo de edição da peça.
Q Um novo sketch é aberto na face selecionada.
Q Um novo mate, nomeado InPlace1, é adicionado, definindo
completamente o componente.
Template default Como este comando cria um novo documento de peça, você tem
a opção de especificar um template ou permitir que o sistema utilize
o template default. Essa escolha é determinada por meio de Tools,
Options, System Options, Default Templates.

1 Inserir uma nova peça.


Clique em Insert, Component, New Part.... A caixa de diálogo
Save As é exibida. Digite o nome motor_mount no File name
(nome do arquivo). Você também pode criar e mudar diretórios
para inserir o arquivo, caso seja necessário. Clique em Save.

Construção de peças “in-context” 19


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

2 O cursor do plano/face.

Um novo cursor aparece, indicando que um plano ou uma face


plana deve ser selecionada. No próximo passo, uma face plana será
selecionada.
3 Seleção de face.
Selecione a face plana do flange de
montagem do motor. Embora você não
precise fazer isso neste caso, você pode
utilizar Select Other para selecionar
uma face que não se encontra visível
daquela direção.

4 Peça inserida.
Como a nova peça está vazia, a única
evidência visível dela é o símbolo de
Origin na face selecionada.
Automaticamente, você está criando um
novo sketch na nova peça. O plano do
sketch é a face que você selecionou.
A cor do texto do FeatureManager da
peça é mudada para indicar que a peça
está sendo editada.
5 Aplique mate no local.
As peças criadas in-context, tais como esta, recebem automaticamente
um único mate. Esse mate é nomeado Inplace1 e define
completamente a nova peça.
Dica A mudança de Assembly Transparency de volta para Opaque,
neste caso, tornará a seleção da geometria necessária mais fácil.
6 Reoriente o sketch como Normal to
(Normal a).
Mude a exibição para a visualização
da face.

Construção de Ao construir peças no contexto da montagem, você pode tirar


peças em uma vantagem de outras peças que existem. Você pode copiar a geometria,
montagem seu offset, adicionar relações de sketch a ela, ou simplesmente realizar
medições com relação a ela. Neste exemplo, a geometria e o eixo do
motor serão utilizados para criar o motor_mount.

20 Construção de peças em uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Utilizando offsets A feature base desta peça será uma flange de encaixe.
a partir de peças O motor_mount será criado de modo que se encaixe, com
da montagem alguma folga, sobre o eixo e a saliência redonda do motor.
Usando o perfil existente do eixo, a folga pode ser criada
utilizando-se Offset Entities (entidades de offset).
Fazendo o sketch Quando você constrói peças no contexto da montagem, a realização
da feature do sketch é igual ao modo de peça, com o benefício adicional de
poder ver e referenciar as geometrias das peças circundantes.
Neste exemplo, a feature base é criada como uma feature de
extrusão, usando arestas em offset.

Nota Por default, nós já estamos editando o motor_mount.


A ferramenta Edit Component pode ser utilizada para alternar
Edit Part entre ativo e inativo. Isso será explicado em maiores
detalhes mais tarde nesta lição. Continuaremos a editar o
motor_mount.

7 Entidades de offset.
Selecione a face do flange do motor e
clique na ferramenta Offset Entities .
Isso converterá todas as outras arestas
externas do flange para segmentos do
novo sketch em nosso sketch. Defina
o offset para 0,5 polegadas; inverta
a direção se for necessário para realizar
o offset para fora.

8 Modifique o sketch.
Nós não precisamos de toda a geometria
convertida. Delete os segmentos de fillet
da parte inferior e arraste os endpoints
livres juntos para fechar o loop. Relações
coincidentes podem ser deduzidas entre
os endpoints e os segmentos do sketch.
9 Extrude a saliência.
Extrude a saliência a uma espessura
cega de 0,40 polegadas.

10 Interferência.
Claramente, há um problema; a parte
frontal do motor passa diretamente
através de nosso novo bracket.
Podemos utilizar uma feature
Indent (ajuste) para consertar isso.

Construção de peças em uma montagem 21


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

11 Indent (ajuste).
Clique em Insert,
Features, Indent.
A feature base do novo
motor_mount é
oTarget Body, e a extensão
cilíndrica do motor é a
Tool Body Region.
Defina a Thickness como
sendo a mesma de nossa
base – extrude, 0,40
polegadas. Clique em OK.
Será mais fácil ver o que
é necessário aqui se
o motor_mount for aberto em sua própria janela.
Abra a Peça Qualquer componente em uma montagem pode ser aberto. A abertura
motor_mount do motor_mount significa que o próprio arquivo da peça está
aberto como um documento separado, deixando a montagem aberta
também. Neste exemplo, uma feature, que não necessita de
informações de montagem, será adicionada.
Quaisquer mudanças feitas aqui aparecerão automaticamente na
montagem.

12 Abra o motor_mount.
Clique com o botão direito no motor_mount
na janela de gráfico ou na árvore
de modelamento do FeatureManager
e selecione Open Part a partir do menu
de atalho.

22 Construção de peças em uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

13 Corte de desobstrução
para o eixo.
O furo de desobstrução
para o eixo do motor
precisa ser cortado.
Em primeiro lugar,
cortaremos fora
o excesso da operação
Indent. Utilize a face
pequena do cilindro
parcial para dar início
a um novo sketch.
Rotacione a vista
levemente e converta
o círculo da base.
14 Extrude o corte.
Extrude o corte até
Up To Surface para
remover o cilindro completamente.
15 Retornar à montagem.
Deixando o arquivo da peça aberto, alterne de volta para a janela da
montagem; a montagem é atualizada. Nós ainda estamos no modo
Edit Part.
16 Ocultar coupling.
Para ter uma melhor visibilidade,
Hide (esconda) o coupling.

17 Offset Entities.
Dê início a um sketch na face circular da
motor_mount. Ctrl-select as duas arestas
de arco que compõem o perfil
(circunferência) completo do eixo e utilize
Offset Entities para trazê-las para dentro
do sketch. Defina o offset como 0,125”.

Construção de peças em uma montagem 23


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

Nota O fato de que nosso perfil consiste de dois segmentos de arco em vez
de um círculo completo não afetará de modo significativo o resultado.
A conversão de geometria da peça do motor é crucial para manter
a intenção do projeto. Na raiz do eixo do motor, selecionar a aresta
circular correta e não aquela que pertence ao furo no motor_mount,
causaria um resultado de "limpador", no entanto, isso seria difícil.
18 Extrude um corte.
Extrude um corte com condição de
extremidade Up To Next.
Este é nosso corte de folga; o furo sempre terá
o raio 0,125" maior do que o eixo.
Retorne à janela da peça para adicionar mais
features.

19 Adicione suportes.
Agora, precisamos adicionar algumas features
para anexar o motor_mount ao slide
plate e suportar as cargas.
Dê início a um sketch na face do flange
e converta a aresta da parte inferior.

20 Thin Feature.
Extrude uma Thin Feature
(feature fina) com a espessura de
0,40"a uma profundidade de 3,0".
Certifique-se de que a espessura esteja
voltada para cima.

24 Construção de peças em uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

21 Rib de Suporte.
Faça o mesmo novamente, fazendo
o sketch na face inferior da peça,
e convertendo o novo lado da aresta.
Extrude até Top Plane.

Para completar o rib de suporte,


adicione um chanfro de 45o por 1,5".

22 Mirror.
Por último, utilize Mirror em volta
do Right Plane para copiar o rib de
suporte e o chanfro para o outro lado
do motor_mount.

23 Retorne à montagem.
Clique em Window, motor_mount -in- slide_plate.sldasm
ou pressione Ctrl+Tab para alternar através dos documentos abertos
do SolidWorks. Se perguntado, clique em Yes para reconstruir
a montagem.
Saia do modo Edit Part clicando .

Assembly Uma Assembly Feature é uma feature que existe somente na


Features montagem. Uma feature de corte de montagem tem o intuito de
cortar componentes selecionados depois que eles são relacionados
na montagem. As features da montagem são freqüentemente
utilizadas para representar operações de usinagem na pós-montagem.
Elas também podem ser utilizadas para criar visualizações do tipo
de seção de uma montagem, por meio de corte para fora da peça ou
de todos os componentes selecionados. Você aprenderá mais a
respeito das features da montagem em Lição 5: Edição de montagens.

Assembly Features 25
Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

Algumas especificidades sobre a as features da montagem são as


seguintes:
Q As features da montagem existem somente no nível da montagem.
Elas não se propagam para baixo até o nível da peça. Com
exceção dos Hole Series.
Q A visibilidade das features da montagem pode ser controlada
utilizando-se as configurações.
Q O sketch utilizado pela feature da montagem pode ser
desenhado em qualquer plano ou face na montagem.
Q Os sketches podem conter múltiplos perfis fechados.
Q Um pattern de feature de montagem pode, por sua vez,
ser repetido.
Introdução: Feature As features da montagem existem somente no contexto da
da montagem montagem. Elas podem ser cortes Extruded ou Revolved,
furos Hole Wizard ou Simple.

Onde encontrar Para fazer o sketch de cortes geométricos:


Q Clique na na barra de ferramentas Features (para cortes por
extrusão).
Q A partir do menu, clique em Insert, Assembly Feature,
Cut (para cortes extrudados e revolucionados).
Para features de Simple Hole e de Hole Wizard.
Q Clique em Simple Hole na barra de ferramentas Features.
Q Clique em Hole Wizard na barra de ferramentas Features.
Você aprenderá mais a respeito do Hole Wizard em Lição
5: Edição de montagens.
Q A partir do menu, clique em Insert, Assembly Feature, Hole
(para feature Simple Hole ou Hole Wizard).
Hole Series Hole Series é um caso especial de feature de montagem que
realmente cria furos nos componentes individuais da montagem.
Um Hole Series estende-se através de cada componente não
suprimido na montagem que faz a intersecção do eixo do furo
(os componentes não devem se tocar). Ao contrário de outras
features da montagem, os furos existem nas peças individuais como
features referenciadas externamente (in-context). Caso você edite
um Hole Series dentro da montagem, as peças individuais são
modificadas. Algumas especificidades sobre os furos do
Hole Series são as seguintes:
Q Os furos do Hole Series existem no nível da montageme no
nível da peça (ao contrário de outras features da montagem).
Q O sketch utilizado pelo Hole Series pode ser desenhado em
qualquer plano ou face na montagem.
Q Hole Series utiliza um conjunto limitado de condições finais:
somente Through All e Up To Next.
Q Um Hole Series não pode ser criado usando o Hole Wizard.
Q Os furos resultantes podem ser editados utilizando-se
a Edit Feature, no entanto, somente no nível da montagem.

26 Assembly Features
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Q Tamanhos diferentes de furos podem ser definidos para a primeira


peça, para a última peça, assim como para todas as peças que
estejam cortadas entre elas. Uma caixa de seleção torna os
ajustes automáticos.

Primeira peça

Peças do meio

Última peça

Introdução: O Hole Series cria furos in-context no nível da montagem e da


Hole Series peça. A feature aparece na montagem, assim como todas as peças
que passam por ela.

Onde encontrar Q Na barra de ferramentas Features, selecione Hole Series , ou


Q Clique em Insert, Assembly Feature, Hole, Hole Series....

1 Selecione a face.
Quando utilizar Hole Series,
é possível pré-selecionar
ou pós-selecionar uma face
de posicionamento.
2 Abra o Hole Series.
Selecione Insert, Assembly
Feature, Hole, Hole Series....

3 Posicionamento do furo.
Orientar a vista Normal to
ajuda no posicionamento do
furo. O primeiro ponto
é colocado automaticamente
onde a face foi selecionada.
Posicione o segundo ponto
em um canto, além da borda
da saliência circular. Adicione
um terceiro e um quarto
pontos, alinhados horizontal
e verticalmente com os outros.
Observe que Shaded With Edges está ativado para melhorar
a visibilidade.

Assembly Features 27
Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

4 Relações.
Adicione relações verticais
e horizontais entre os pontos,
de maneira que eles possam
manter a orientação retangular.
Mais restrições são
necessárias.
5 Hole Pattern.
Podemos facilmente definir
o pattern do parafuso com
alguma geometria de
construção.
Em primeiro lugar,
selecione a aresta circular
do motor_mount e faça
o offset da aresta como
0.5”. Mude este círculo
para For construction.
Agora adicione uma
relação Coincident entre
este círculo e cada um dos
pontos.

6 Espaçamento.
Finalmente, para localizar
os pontos em relação um
ao outro, faça o sketch de
duas linhas centrais entre
os pontos opostos.
Adicione uma relação
Perpendicular entre
as linhas centrais.
O sketch está agora
completamente definido
e está ligado ao tamanho
da feature indent e por último,
a caixa do motor.
Clique em Next .

28 Assembly Features
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

7 Definições de Hole Series.


A seqüência do diálogo Hole Series permite
definir parâmetros para cada componente
afetado pela série. As seleções para a
First Part irão ditar os defaults para as peças
restantes.
Start Hole Specification:

Q Counterbore
Q Standard: Ansi Inch
Q Type: Binding Head Screw
(parafuso com cabeça de prender)
Q Size (tamanho): 5/16
Q Fit: Normal
Clique em Next.
8 Especificação da peça do meio.
Marque Auto size based on start hole.
Clique em Next.

Nota Não existe Middle Part nessa série.


9 Especificação da última peça.

Nota O painel Last Part do diálogo oferece a opção para a definição do


tipo de furo em seu componente para Tap . Isso dimensionaria
o tamanho do furo certo para abrir a rosca apropriada para o tamanho
e o tipo de fastener selecionado. Neste exercício, utilizaremos
a opção default Hole (através).
Marque Auto size based on start hole.
Clique em OK.
10 Hole Series resultante.
A feature Hole Series1 cria furos “in-context”.
Tanto o motor_mount quanto o motor, têm agora novas
referências externas.

Assembly Features 29
Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

11 Exibição do
FeatureManager.
Dentro da árvore de
modelamento do
FeatureManager, algumas
novas features foram
adicionadas. As features de
Update referem-se a cada
vez que a geometria foi
criada com base em um
outro componente. Cada
referência externa tem uma
feature correspondente de
Update.

12 Ocultando update
holders.
Clique com o botão direito no ícone
da montagem no nível principal ,
e selecione Hide Update Holders.
Esta ação ocultará todos os update holders
na montagem. Para mostrá-los de novo,
clique com o botão direito no ícone da
montagem no nível principal e selecione
Show update holders.
O motor_mount, overender shaft
e coupling também têm referências
externas de operações prévias.
13 Peças.
Abra as duas peças,
o motor
e o motor_mount,
afetados pelo hole series.
As features criadas por
este processo estão
listadas por último na
árvore de modelamento
do FeatureManager.
Feche as peças para
retornar à montagem.

30 Assembly Features
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Nota Novamente, é importante enfatizar que somente a feature da


montagem do Hole Series cria features no nível da peça; outras
features de montagem não o fazem.

Smart Smart Fasteners adicionam automaticamente fasteners


Fasteners (pinos e parafusos) a sua montagem se houver um furo, um hole
series ou um pattern de furos, o qual é dimensionado para aceitar
o hardware padrão. Ele usa a biblioteca de fasteners Toolbox do
SolidWorks, que tem uma ampla variedade de padrões ANSI inch,
métrica e outros hardwares padrão. Você também pode adicionar
projetos personalizados à base de dados do Toolbox e utilizá-los
dentro dos Smart Fasteners.
Fastener defaults O comprimento de um novo fastener para um furo cego é o próximo
comprimento-padrão nacional mais curto. Para um furo passante,
é o próximo comprimento-padrão nacional mais longo. Quando os
furos são mais profundos do que o comprimento máximo do
fastener, o mais longo é usado.
Os furos do Hole Wizard são mais inteligentes e são ajustados com
os pinos ou parafusos de emparelhamento. Com relação a outros
tipos de furos, você pode configurar os Smart Fasteners para
adicionar qualquer tipo de pino ou parafuso como default.
Os fasteners são automaticamente relacionados aos furos com
os mates Concentric e Coincident.
Introdução: Os Smart Fasteners adicionam fasteners a features de furo
Smart Fasteners disponíveis em montagens. Os furos podem ser features de
montagem ou de peça. Você pode adicionar fasteners a furos
específicos ou patterns, faces ou componentes (todos os furos na
face ou componente selecionado/a), ou a todos os furos disponíveis.

Onde encontrar Q No menu, clique em Insert, Smart Fasteners.


Q Ou, a partir da barra de ferramentas da Montagem, clique na
ferramenta .

14 Inserir Smart Fasteners.


Selecione Insert, Smart Fasteners....
O diálogo do PropertyManager do
Smart Fasteners aparecerá. Selecione o Hole
Series no FeatureManager ou uma das
perfurações do Hole Series na área gráfica.
Os Smart Fasteners reconhecem isso como
CBORE para 5/16 Binding Head
Machine Screw.

Smart Fasteners 31
Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

Clique em Add.
Os Smart Fasteners reconhecem os outros
três furos como sendo idênticos e irão
preenchê-los também.
O fastener aparece na lista de Fasteners
no diálogo e “pré-visualizações” dos
fasteners aparecem nos furos.
Não clique ainda em OK ainda.

Lista de Fasteners A lista dos Fasteners no PropertyManager do Smart Fasteners


mostra cada fastener em sua montagem. Você pode expandir cada
item, para mostrar o seguinte:
Q Top Stack (pilha superior)
Arruelas sob a cabeça do fastener.
Q Bottom Stack (pilha inferior)
Arruelas e porcas na extremidade do fastener.
Q Série 1, Série 2 e assim por diante
Separe o hole series que utiliza este fastener. Por exemplo,
se você tivesse dois patterns de furo em que ambos utilizaram
um hex bolt (pino sextavado) de 1/4”-20, haveria duas séries
listadas sob aquele fastener. Expanda uma série para mostrar
o seguinte:
1. Top Stack (pilha superior)
2. Hole features
3. Pilha inferior (disponíveis para perfurações de lado a lado
somente).
Mudanças nos As mudanças nos Smart Fasteners podem ser feitas no nível do
Smart Fasteners fastener ou no nível da série. Caso você adicione hardware à pilha
superior ou pilha inferior no nível do fastener, aquele hardware
aparece em cada série. Se você adicionar hardware à pilha superior
ou pilha inferior no nível da série, este aparece na série somente.

15 Bottom Stack (pilha inferior)


Os fasteners precisam, cada um deles, de uma arruela de uma porca,
visto que o motor não tem furos atarraxados.
Sob Fasteners, clique com o botão
direito em Bottom Stack, e selecione
Bottom Stack....
O diálogo dos componentes do Bottom
Stack aparece.

32 Smart Fasteners
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Com relação ao componente 1, escolha Washers: Plain


Washers (Type A) - Preferred - Narrow.
Com relação ao componente 2, escolha Nuts: Hex Nut - Jam.

O comprimento do fastener é automaticamente


mudado para se acomodar ao novo hardware.
Clique em OK no diálogo Smart Fasteners.
Obviamente, há mais furos e fasteners
necessários nesta montagem. Você pode fazer
isso como parte dos exercícios de laboratório.
16 Salve e feche.
Salve e feche todos os documentos abertos.

Seleção Os detalhes de qual fastener é utilizado pela ferramenta


de Fastener Smart Fastener depende de como o furo foi criado.
Para os furos criados com a ferramenta Hole Wizard ou como
Hole Series, o tipo de fastener é definido no diálogo pelo
Standard, Screw Type and Size.
Para os furos criados de outras maneiras: os contornos internos
em uma saliência, para cortes extrudados e cortes revolucionados,
o tamanho físico é utilizado para determinar um diâmetro razoável
de fastener. O tipo é dependente na configuração de Holes without
standards no diálogo Toolbox, Browser Configuration.

Smart Fasteners 33
Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

Mudanças Depois que o fastener tiver sido adicionado, ele pode ser mudado
no Fastener de diversas maneiras. Clique com o botão direito na feature
Smart Fastener e selecione Edit Smart Fastener.
Importante! Não edite os parâmetros individuais de uma peça do Toolbox
utilizando Edit Sketch ou Edit Feature. Estas funções não
atualizam a base de dados do Toolbox.
Propriedades dos Clique com o botão direito no fastener na
Fasteners listagem de Fasteners do diálogo
Smart Fasteners e selecione
Properties. Size, Length e outras
características podem ser mudadas.

Mudança do tipo de Clique com o botão direito no


Fastener fastener na listagem de Fasteners
e selecione Change Fastener
Type. Mude o Standard, Type
e outras características do fastener.
Não precisamos fazer quaisquer
mudanças no fastener neste
momento.
Utilizaremos os Smart Fasteners um pouco mais em Lição
5: Edição de montagens.
Separando A separação do hole series
o Hole Series é somente necessária onde furos
alinhados são utilizados com
Smart Fasteners. Nesta situação,
somente um fastener pode ser
adicionado no local ao qual um ou
mais pertencem. O comprimento
do fastener pode fazer com que ele
passe através de diversos furos.
A solução é separar o hole series para quebrar um fastener em
múltiplos fasteners.

34 Smart Fasteners
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Expanda a Series1 e arraste


o hole feature para ser separado
no nível principal. Solte a
feature e clique em Yes ou No
para definir o comprimento dos
fasteners.

Um segundo conjunto de
fasteners é criado como um
segundo componente na montagem.
Os fasteners podem ser
classificados de acordo com
o tamanho e alterados como
qualquer outro.

Smart Fasteners Não é incomum criar uma configuração de uma montagem que
e configurações tenha todo o hardware suprimido. Os Smart Fasteners facilitam isso
devido ao fato de que são agrupados na parte inferior da árvore de
modelamento do FeatureManager. O que torna fácil selecionar
todos os Smart Fasteners e suprimi-los em uma operação. O método
convencional de adicionar hardware tende a deixar tudo espalhado
através de toda a árvore do FeatureManager.

17 Abra o motor.
O motor aparece exatamente
conforme era quando o salvamos,
incluindo os furos do Hole Series.

Smart Fasteners 35
Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

18 Mude o eixo.
Mude o diâmetro do
eixo de 0,75 polegadas
e reconstrua a peça.

19 Abra o
motor_mount.
O motor_mount não reflete a
alteração recentemente feita no
eixo do motor. Por quê?

Fora de O motor_mount foi modelado no contexto da montagem. Devido


contexto ao fato de que a montagem não está aberta, o motor_mount está
fora de contexto. Portanto, quaisquer alterações no motor não são
capazes de se propagar ao motor_mount. As alterações no
motor propagam-se através da montagem até o Motor_mount.
A montagem tem de estar aberta para que isso ocorra.
Dê uma olhada nos símbolos de referências externas. Você verá
a observação “->?” anexada a muitas das features e sketches.
O ? indica que a referência externa está fora de contexto.
Colocando uma Para colocar uma peça fora de contexto de volta no contexto,
peça de volta no abra o documento referenciado externamente. Há uma maneira fácil
contexto de fazer isso.
Introdução: Edit In Context (editar no contexto) abre automaticamente
Edit In Context o documento que é referenciado por uma referência externa.
Isto significa uma grande economia de tempo já que você não tem
de pesquisar a feature para identificar o arquivo referenciado,
navegar para localizá-lo, e depois abri-lo manualmente.
Onde encontrar Q Clique com o botão direito na feature com a referência externa
e selecione Edit In Context a partir do menu de atalho.

20 Edit In Context.
Clique com o botão direito nas features fora de contexto, neste caso,
Cut-Extrude2, e selecione Edit In Context. Esta ação fará com
que se abra o documento referenciado externamente, o qual nesse
caso é slide_plate.sldasm.

36 Fora de contexto
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

21 Mensagem de reconstrução.
O sistema pode apresentar um prompt para que você reconstrua
a montagem. Clique em Yes.
É possível suprimir esta mensagem através de Tools, Options,
System Options, Performance. A opção Rebuild assemblies on
load tem três ajustes. Eles são: Prompt, Always, e Never.
Esta mensagem aparecerá somente se Prompt for selecionado.

Don’t tell me again Se você clicar em Don’t tell me again this session, dentre duas
coisas, uma irá acontecer. Se em seguida, clicar em Yes, a definição
Rebuild assemblies on load será alterada para Always. Se você
clicar em No, a definição Rebuild assemblies on load será
ajustada para Never.

22 Tudo está atualizado.


Quando a montagem se
abre, o motor_mount,
que é um componente na
montagem, atualiza-se
para refletir a mais nova
dimensão do eixo do
motor.
(Vista da seção utilizada
para ajudar na
visualização.)
23 Alterne para a janela
motor_mount.
Use Ctrl+Tab para trazer a janela de
documento do motor_mount para
frente. Observe que a geometria está
correta.

24 Marcadores de referência.
Agora que a montagem está aberta,
os marcadores de referência externa
para motor_mount devem aparecer
como ->, indicando que as features
estão no contexto. Caso eles não
apareçam dessa forma, um simples
Rebuild atualizará a exibição da
árvore de modelamento do
FeatureManager.
Feche todos os documentos, menos a
montagem.

Fora de contexto 37
Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

Reajuste o diâmetro do eixo do motor para seu máximo,


1,125 polegadas e faça a atualização.
Agora, voltamos nossa atenção para uma outra peça no contexto,
o coupling.

Quebrando As referências externas estabelecidas por meio da criação de peças


referências e de features no contexto permanecem com a peça. As alterações
externas na peça aparecerão em qualquer lugar em que a peça for utilizada:
montagens e desenhos. Do mesmo modo, alterações a peças que
ela referencia também farão com que ela mude. Como acabamos
de ver, quando o tamanho do eixo do motor foi alterado, também
mudou o motor_mount.
O fluxo de mudanças pode ser interrompido temporariamente
ou permanentemente usando as opções Lock/Unlock e Break.
Se você quiser reutilizar a peça “in-context” em outra montagem,
ou até mesmo usá-la como ponto de inicio para um projeto similar,
você deve remover as referências externas. Copiando e editando
a peça no “in-context”, você pode criar a peça duplicada que não
é ligada à montagem.
Quebrar e travar Quando o diálogo List External References está ativo, existem
referências opções para Lock All ou Break All (travar todas ou quebrar todas)
externas referências. Essas opções permitem alterar o relacionamento entre
a peça “in-context” e os arquivos referenciados.
Lock All O botão Lock All é usado para travar ou congelar as referências até
que elas sejam destravadas mais tarde usando o comando Unlock All.
Ao contrário da opção Break All, essas mudanças são reversíveis
após clicar em OK. Até que as referências sejam destravadas,
as alterações não serão propagadas para a peça (motor_mount,
nesse caso).
Quando Lock All é selecionado, o SolidWorks exibe uma mensagem:
“All external references of the model “coupling”
will be locked (Todas as referências externas
do modelo “coupling” serão travadas). You will
not be able to add any new external references
until you unlock the existing references (Você
não poderá adicionar nenhuma referência
externa até que as existentes sejam
destravadas).”
O FeatureManager lista as referências travadas com símbolos “->*”
no lugar dos símbolos “->?”. Utilizando Unlock All, mais tarde
pode-se restaurar os símbolos ->?.
Nenhuma referência externa adicional pode ser criada enquanto
a peça estiver no estado “locked” (travada).

38 Quebrando referências externas


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Break All O botão Break All é utilizado para quebrar todas as referências com
os arquivos de controle. Ao clicar no botão, é lançada uma mensagem
que indica que a mudança não é reversível depois de clicar em OK.
Quando Break All é selecionado, o SolidWorks exibe uma mensagem:
“All external references of the model “coupling”
will be broken (Todas as referências externas
do modelo “coupling” serão quebradas). You
will not be able to activate these references
again (Você não poderá ativar essas
referências novamente).”
O FeatureManager lista as referências quebradas com símbolos
“->x” em lugar de símbolos “->?”. As alterações não mais se
propagarão para a peça.
Uma vez quebradas as referências, elas somente podem ser listadas
utilizando-se caixa de seleção List Broken References.

Importante! Break All não remove as referências externas. Isso simplesmente


as quebra e, uma vez quebradas, elas nunca podem ser retomadas.
Devido ao fato de que Break All é irreversível, você deve utilizar
Lock All em quase todas as situações.
Para aprender como remover as referências externas, consulte
Removendo as referências externas iniciando na página 41.

25 Lista de referências externas.


Uma maneira de determinar se a feature ou o sketch (ou ambos)
têm referências externas é listando-os. Clique com o botão direito
no componente coupling na árvore de modelamento do
FeatureManager e selecione List External Refs.... A caixa de
diálogo abaixo aparecerá.

Relatório de O diálogo lista as seguintes informações:


referência externa Q Assembly — A montagem na qual a referência externa
foi criada.
Q Feature — Cada feature ou sketch no modelo que contenha
uma referência externa.

Quebrando referências externas 39


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

Q Data — Que tipo de relação ou seleção foi feito para criar


a referência externa.
Q Status — Se a feature está ou não fora de contexto.
Q Referenced Entity — O nome da aresta, face, plano ou loop
selecionado(s), usado para gerar a referência externa. A sintaxe
também lista a peça na qual a feature existe. Silhouette
Edgeofmotor<1> significa que esta é uma aresta na primeira
instância do componente do motor.
Q Feature’s Component — O componente em que a referência
externa existe.
Este diálogo mostra que um sketch contém uma referência externa.
Em uma peça mais complexa, ele poderia listar muito mais sketches
e features como tendo referências externas.
26 Lock All.
Clique no botão Lock All e clique em OK. O Status altera para
Locked para a feature.

Clique em OK para fechar o diálogo.


A referência externa travada é indicada
na árvore de modelamento do
FeatureManager por ->*.

Nota Não confunda o comando List External References com File,


Find References. Em um documento de peça, o comando File,
Find References somente lista o nome de documentos
referenciados externamente, se eles existirem. Isso não fornece
informações sobre feature, dados, status, entidade, ou componentes.
Por exemplo, File, Find References lhe diria o seguinte:
Q O documento da peça referenciada para uma peça criada
utilizando Base Part ou Mirror Part.

40 Quebrando referências externas


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Q O documento da montagem para qualquer peça com referências


“in-context”. Isso inclui uma peça criada utilizando-se Derive
Component Part, ou uma peça que tenha uma feature cavity
ou join, ou uma peça que tenha sido editada no contexto de uma
montagem para referenciar a geometria de outros componentes.

27 Alterações.
Faça uma modificação no
eixo do motor, definindo-o
de volta para seu tamanho
original (0,875”) e,
em seguida, Reconstrua
(Rebuild) a montagem.

Nota A alternância para a Section View novamente ajudará com


a visualização desta alteração.
Embora o eixo mude
de tamanho, a cavidade
no coupling não muda,
nem o overender shaft.

28 Unlock (destravar)
No diálogo List External
References para
o coupling, clique em
Unlock All. O coupling
muda com as referências
externas.

Removendo as Lock All é útil para interromper o fluxo de alterações em uma peça no
referências contexto. A melhor maneira de parar as alterações permanentemente
externas é utilizar File, Save Ascom a opção Save As Copy para copiar
a peça e remover as referências.

Quebrando referências externas 41


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

Nesta seção, as referências externas serão removidas de uma cópia da


peça, de forma que ela possa ser alterada como uma peça totalmente
independente, além de ser potencialmente utilizada em uma outra
montagem, não relacionada, sem nenhum efeito sobre a montagem
original.

29 Salvar uma cópia do coupling.


Abra a peça coupling clicando com o botão direito nela e selecione
Open Part. Clique em File, Save As. A caixa de mensagens lhe
dirá que Save As substituirá o documento original pelo novo
documento na montagem, ao passo que Save as copy não o fará.
Clique em OK na mensagem.
Nota Este diálogo aparece somente quando um documento referenciado
(a montagem) é aberto.
30 Salvar como cópia.
Salve uma cópia da peça como FreeCoupling. Certifique-se de
marcar a opção Save as copy. Clique em Save.
31 FreeCoupling.
Salve e feche os documentos atuais e abra a cópia que você acabou
de criar.
32 Features derivadas.
Observe a árvore de modelamento do
FeatureManager para verificar
referências externas. Você verá a
anotação “->?” anexada a muitas das
features e sketches, denotando alguma
espécie de referência externa.
O símbolo significa o seguinte:
-> A peça ou a feature foi criada no
contexto ou derivada de algum outro
lugar.
? A referência está atualmente fora de contexto devido ao fato de que
a montagem não está ativa. Caso a montagem estivesse ativa quando a
peça foi aberta, o marcador aparecia como “->”. Neste caso, a opção
Save as copy (salvar como cópia) separou a capacidade de
atualização da peça, mas as features permanecem em estado
referenciado.
De modo a "deixar livre" esta peça, cada uma das features e sketches
marcados devem ser editados para remover a referência e ter
a capacidade de sofrer mudanças independentemente. Observe que,
em alguns casos, somente o sketch é derivado, e não a própria feature.
Nestes casos, tanto o sketch como a feature relacionada a ele serão
exibidos pelo marcador.

42 Quebrando referências externas


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Editando as É bom que as referências externas


features não estejam ativas através da
cópia. No entanto, o que acontece
quando desejamos alterar as
dimensões das features no
FreeCoupling? Por exemplo,
não há dimensões que definam
o diâmetro da feature base.
Como podemos mudar o diâmetro
do FreeCoupling?
Todas as features que contêm o símbolo “->?” podem ser editadas
para mudarem o modo em que a geometria é restringida. Embora as
relações tenham sido quebradas, a geometria ainda é criada utilizando
referências de peças. Estas referências podem ser removidas editando
os sketches e features na peça que tem o efeito de alterar a intenção
do projeto das features.
Começar com a última feature em primeiro lugar e elaborar a árvore
de modelamento impede que a peça se torne Disjoint, significando
que o sólido tem features que não estão em contato umas com as
outras.
Rotação da base A última feature, Extrude1, não tem nenhuma referência externa.
No entanto, a Base-Revolve foi criada por meio da conversão das
arestas do modelo a partir do motor. O sketch contém a geometria
convertida e suas relações; as relações e dimensões para a geometria
externa podem ser removidas e redefinidas.

33 Edição do Sketch1
sob
Base-Revolve.
Selecione e edite
o sketch da feature
Base-Revolve.

Quebrando referências externas 43


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

34 Clique em Display/Delete Relations.


A relação Collinear9 leva consigo a
referência externa. As outras duas relações
listadas aqui são externas ao sketch, mas
não à peça; elas são relações à geometria de
referência (planos) na peça. Delete
Collinear9, e deixe as outras relações
como elas se encontram.
Se houvesse quaisquer dimensões à
geometria externa, elas também poderiam
ser excluídas para remover a referência.

35 Defina
completamente
o sketch.
Tudo que é necessário
agora para definir
completamente o
sketch é especificar um
diâmetro da cavidade.
Utilizando a linha de
centro horizontal,
dimensione o diâmetro
da cavidade
revolucionada como é indicado. Certifique-se de selecionar a linha
do sketch em primeiro lugar, em seguida a linha de centro.
36 Saia do sketch.
O número do marcador de referência externa foi removido do sketch
e da feature.
Nota A geometria criada por Convert Entities ou Offset Entities têm
sua base de localização e de orientação estritamente com relação às
arestas que são referenciadas. Quando as relações de Offset ou
On Edge são removidas, a geometria não contém outras relações,
tais como, tangência, horizontal, vertical ou colinear.
37 Salve.
Salve as alterações no FreeCoupling completado e feche
o arquivo.

Delete All e Um outro método para lidar com as relações é o uso de Delete All
Constrain All seguido de Constrain All (Restringir Todos).
Delete All remove todas as relações no sketch e Constrain All
adiciona de volta aquelas que podem ser inferidas devido à posição
da geometria.

44 Quebrando referências externas


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

38 Abra a motor_mount.
Utilizaremos a motor_mount
como um exemplo, no entanto,
não salvaremos estas alterações.
Abra a peça do motor_mount
e edite o sketch sob a feature
Extrude1. Este sketch tem
diversas referências externas.
Observe que todas as entidades
estão completamente definidas,
com apenas uma dimensão
(para uma entidade fora do contexto).
39 Clique em Display
Delete Relations e,
em seguida, em
Delete All.
Clique em OK.
40 Constrain All.

Nota O comando Constrain All funciona somente quando não há


nenhuma relação no sketch.
Clique em Tools, Relations, Constrain All.
41 Uma mensagem aparece...
“8 relations were added to the sketch” based on the
position and orientation of the geometry.
Clique em OK.
Observe que este comando não restringe necessariamente o sketch
completamente, ele meramente infere relações coincidentes
(endpoints), tangente, horizontal e vertical.

Quebrando referências externas 45


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

42 Dimensões
e relações.
Adicione as dimensões
e as relações para
definir completamente
o sketch, conforme
indicado. Note que
a geometria do sketch
precisa estar
relacionada
à geometria
de referência.
Saia do sketch.
A feature não tem mais referências externas.
43 Feche.
Feche o arquivo sem salvar as alterações feitas ao motor_mount.

Fastening Fastening Features podem ser usadas para criar facilmente


Features features comuns de molde de injeção e folha metálica. Algumas
features podem ser criadas no contexto, coincidindo com outras
fastening features ou peças na montagem.
Tipos de Os tipos de Fastening Features Mounting Boss, Snap Hook,
Fastening Snap Hook Groove e Vent. Exemplos de cada tipo serão
Features mostrados nas páginas a seguir.
Q Mounting Boss (saliência de montagem)
Q Snap Hook (mosquetão)
Q Snap Hook Groove
Q Vent (respiro)
Features para Algumas Fastening Features (Snap Hook e Vent) são usadas
a fixação exclusivamente em peças. Outras (Mounting Boss) podem também
de peças ser usadas em features “in-context”.

1 Abra a montagem
Fastening_Features.
Clique com o botão direito em cover
e selecione Edit Part.

46 Fastening Features
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Mounting Boss Mounting Boss é uma feature Mounting


(saliência de de fortalecimento e montagem Hole/Boss
montagem) que consiste de uma saliência (montagem
furo/saliência)
cilíndrica com um furo
ou saliência no topo. Boss
Opcionalmente, é possível (saliência)
adicionar aletas retangulares Fin
à base. (aleta)
Position (posição)

Onde encontrar Q Na barra de ferramentas Fastening Features, clique em


Mounting Boss .
Q Ou clique em Insert, Fastening Feature, Mounting Boss.

2 Configurações de
posição.
Clique em
Mounting Boss
e selecione a face interna
criada pela casca.
É colocada uma
pré-visualização na face.

3 Configurações da
saliência.
As configurações de Boss são usadas para dar
forma à saliência cilíndrica principal. Use essas
configurações:
Q Boss diameter = 5 mm
Q Boss height = selected
Q Draft Angle = 3°

Dica A opção Select mating face usa uma seleção “in-context” para
determinar a altura da saliência.
4 Definições de aleta.
As configurações de Fin
(aleta) são usadas para dar
forma às aletas de suporte
presas na base da saliência.
Selecione uma aresta do
modelo, como mostrado
para o Direction vector.
Use essas configurações:
Q Fin height = 4 mm
Q Fin width = 1 mm

Features para a fixação de peças 47


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

Q Fin length = 5 mm
Q Fin draft angle = 3°
Q Number of fins =4

Dica Definir o Number of fins (número de aletas) como 0 remove todas


elas.
5 Furo/pino de montagem.
A definição Mounting
Hole/Pin é usada para
determinar se a saliência
usa um furo ou um pino.
Selecione Hole e Enter
diameter.
Use as definições
apresentadas abaixo e,
em seguida, clique em OK.

Q Hole/Pin diameter = 2 mm
Q Hole/Pin depth = 5 mm
Q Hole/Pin angle = 3°
6 3D Sketch.
Use Edit Sketch para definir
completamente o sketch 3D
3DSketch1 na feature
Mounting Boss1.
Adicione uma relação On Surface
entre o plano Right e o ponto.
Dimensione o ponto como mostrado.
Clique em OK para terminar.

Snap Hook A feature Snap Hook é uma saliência usada


(mosquetão) em conjunto com a Snap Hook Groove ou
uma ranhura existente para prender uma peça
na outra.

Position
(posição)

Onde encontrar Q Na barra de ferramentas Fastening Features, clique em


Snap Hook .
Q Ou clique em Insert, Fastening Feature, Snap Hook.

48 Features para a fixação de peças


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

7 Orientação do Snap Hook.


Clique em Snap Hook
e selecione a aresta como
mostrado. Selecione a face
indicada como a Vertical
direction do snap hook.
Selecione o Right Plane
como a Direction do snap
hook com Reverse direction.
Clique em Enter body
height e defina Aresta
o Body height como 1,5 mm. Face
8 Dados do snap hook.
Defina as dimensões do corpo do
snap hook. Use essas definições
e clique em OK.
Q Total width = 2,5 mm
Q Base depth = 1,2 mm
Q Top depth = 1,1 mm
Q Top draft = 3°
Q Hook height = 1 mm
Q Hook overhang = 0,5 mm
Q Hook lip height = 0,5 mm
9 Dimensão.
Edite o sketch 3D da feature
Snap Hook1. Acrescente
a dimensão mostrada.

10 Features concluídas.
Clique em OK para concluir
a feature.

Features para a fixação de peças 49


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

Features de Mounting Boss e Snap


Fastening Hook Groove podem ser
“in-context” usadas como features
“in-context” para coincidir
com as saliências de
montagem e mosquetões
existentes. As saliências
de montagem também
podem ser usadas com furos
existentes em outros
componentes.

1 Edite a peça.
Clique com o botão direito do mouse em base e selecione Edit Part.

Nota A opção de Assembly Transparency, Force Transparency será


utilizada neste exemplo.
2 Saliência de posição. Aresta
Clique em Mounting
Face
Boss e selecione
a face interna como
mostrado. Clique em
Circular edge e selecione
as borda do arco da
saliência de montagem
existente, como mostrado.
Isso alinha os eixos do
centro das saliências de
montagem.

50 Features de Fastening “in-context”


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

3 Selecione outro.
Defina o Boss Diameter
como 5 mm. Clique em Select
mating face e use Select Other
para selecionar a face plana da
saliência de montagem existente
como a Mating face.
Defina o Boss draft angle
como 3°.

4 Aletas.
Selecione uma aresta do
modelo, como mostrado
para o Direction vector.
Use as mesmas
configurações das aletas
existentes.
Q Fin height = 4 mm
Q Fin width = 1 mm
Q Fin length = 5 mm
Q Fin draft angle = 3°
Q Number of fins =4
5 Pino de montagem.
Clique em Pin e Select mating
edge, e selecione a borda do furo
da feature existente, como
mostrado. Use essas definições
e clique em OK.
Q Hole/Pin height = 5 mm
Q Hole/Pin angle = 3°

Ranhura do A feature Snap Hook Groove é uma feature de corte usada em


mosquetão conjunto com o Snap Hook para criar uma feature “in-context”
com base na posição e no tamanho do mosquetão.

Onde encontrar Q Na barra de ferramentas Fastening Features, clique em


Snap Hook Groove .
Q Ou clique em Insert, Fastening Feature, Snap Hook Groove.

Features de Fastening “in-context” 51


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

6 Snap Hook Groove.


Clique em Snap Hook Groove
e selecione estas definições:
Q Offset height = 0,2 mm
Q Offset width = 1,5 mm
Q Groove
clearance = 0,3 mm
Q Gap distance = 0,3 mm
Q Gap height = 2 mm

Clique em OK para terminar e,


em seguida, volte para o modo
Edit assembly.
7 Ranhura concluída.
Clique em Change Transparency para ver
através da base.

8 Alterações.
As features “in-context”
mudam de acordo com
as features de
coincidência.
Clique duas vezes em
Mounting Boss1
do componente cover
e altere a profundidade
para 15 mm como
mostrado.
O componente de mate
muda de acordo.
9 Salve e feche
os arquivos.

52 Features de Fastening “in-context”


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

Vent (respiro) A feature Vent é uma feature de


corte usada para representar uma
abertura de respiro em um molde
de injeção ou uma peça de folha
metálica. Ele se baseia em um
sketch criado antes do comando.
A Flow Area é calculada
à medida que o vent é construído.

Dica Quando usado em uma peça de folha metálica, as opções de offset


de espessura do draft ficam acinzentadas.

Onde encontrar Q Na barra de ferramentas Fastening Features, clique em Vent .


Q Ou clique em Insert, Fastening Feature, Vent.

1 Abra a peça Vent.


A peça Vent contém o sketch Vent
Sketch que será usado para formar
a feature Vent.

2 Limites.
Clique em Vent e selecione
o círculo externo do Vent Sketch
como a Boundary.

Features de Fastening “in-context” 53


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

3 Propriedades de geometria.
Defina o Draft angle como 2° e o Radius
como 0,4 mm. Clique em Show preview.

4 Ribs (nervuras).
No cabeçalho Ribs,
selecione as linhas
radiais no sketch.
Defina a Depth
como 1 mm e a
Width como
2 mm.

Nota A Flow Area é atualizada com as seleções,


incluindo Area em mm2 e porcentagem de
Open area.
5 Spars
(longarinas).
No cabeçalho
Spars, selecione
o círculo
concêntrico do
meio no sketch.
Defina a Depth
como 1 mm e a
Width como
1 mm.

54 Features de Fastening “in-context”


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 1
Modelagem de montagens Top-Down

6 Fill-In Boundary
(limite de
preenchimento).
No cabeçalho
Fill-In
Boundary,
selecione
o círculo
concêntrico
interno no
sketch. Defina
Depth como
1,7 mm e Offset
como
0,3 mm.
7 Result
(resultado).
A feature Vent
concluída é uma
única Vent1.
8 Salve e feche
os arquivos.

Features de Fastening “in-context” 55


Lição 1 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Modelagem de montagens Top-Down

56 Features de Fastening “in-context”


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 1: Crie esta peça usando a geometria


Modelagem existente na montagem
de montagens TOPDOWNASSY.
Top-Down Este laboratório usa as seguintes
habilidades:
Q Modelagem Top-down
Q Criação de novas peças em uma
montagem
Q Sketch offsets
Unidade: polegadas

Intenção do projeto A intenção do projeto para esta peça é a seguinte:


1. A Cover Plate deve estar relacionada com o contorno interno
do Main Body.
2. A Cover Plate deve estar relacionada ao OD em Ratchet.
3. A Cover Plate deve estar relacionada ao OD em Wheel.

Desenho da peça Utilize os seguintes gráficos com a intenção do projeto para


determinar a forma e as relações dentro da peça. As folgas são
as seguintes:
Cover Plate para Main Body = 0,010”
Cover Plate to Ratchet = 0.005”
Cover Plate para Wheel = 0,005”

Wheel Ratchet

Exercício 1 57
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 2: Adicione estas “in-context”


Features utilizando as informações e as
“in-context” dimensões fornecidas.
Este laboratório reforça
as seguintes habilidades:
Q Edit Part
Q Modelagem “in-context”
O componente Pipe já está
devidamente posicionado na
montagem. No entanto, ainda
não há flange correspondente no Oil Pan. Sua tarefa é modelar os
furos do flange como features “in-context”.

Intenção do projeto A intenção do projeto para esta montagem e suas peças é a seguinte:
1. O flange no Pipe é utilizado para criar a forma extrudada
do flange correspondente no Oil Pan. Utilize o 3º de plano
de inclinação.
2. O raio do fillet é de 2 mm.
3. Os furos para os pinos e o tubo passam através do flange
e a espessura da parede no Oil Pan.

Desenho da peça Duas peças de componente formam a montagem do OilPan.


Utilize Edit Part para adicionar features ao OilPan no contexto
utilizando a geometria. As features são utilizadas para formar
a conexão do tubo.
A Oil Pan Assy é encontrada na pasta denominada
InContextFeatures.

58 Exercício 2
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 3: Crie essa montagem tampa


Montagem usando as informações superior
de nível e dimensões fornecidas.
Adicione novas peças
top down e bottom up. cilindro
Este laboratório reforça de vidro
as seguintes habilidades:
Q Modelagem
de montagens
Top-Down. nível
(fornecido)
Q Modelagem
de montagens Bottom-up.
Q Hole Series
Q Vistas explodidas.

Intenção do A intenção do projeto para esta montagem e suas peças é a seguinte:


projeto 1. O glass cylinder (cilindro de vidro) é colocado dentro do
corte no level (nível), tangente à parte inferior e centrado.
2. O componente da top cover (tampa superior) ajusta-se de
modo bem apertado na parte superior da peça do level.
Sua parte superior expande-se com a parte superior da peça
da top cover.
3. Os furos escareados são adicionados ao level e à top cover.

Desenho da peça Três peças do componente formam esta nova montagem. O LEVEL
é fornecido; utilize Make Assembly from Part para criar a nova
montagem com base no LEVEL. A topplate (placa superior)
será construída no contexto. O glasscylinder pode ser
construído fora da montagem.

Exercício 3 59
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

O topcover é uma placa contendo um furo


com uma vista redonda centrada na placa.
Os dois furos countersunk estão alinhados com
os furos no corpo do nível.

O glasscylinder é um
cilindro simples que pode ser
criado fora da montagem
e arrastado para dentro dela.

Vista explodida Adicione uma vista explodida, movendo o glass cylinder


e a top cover conforme é mostrado na primeira folha.

60 Exercício 3
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 4: Utilize uma montagem


Sketches em existente para fornecer
3D em uma localizações para uma peça em
montagem contexto. A peça é criada
utilizando-se um 3D Sketch.
Top-Down
Este laboratório reforça as
seguintes habilidades:
Q Inserção de uma nova peça
em uma montagem
Q Construção de peças
no contexto
Q Sweep
Q Realização de sketch em 3D

Nota Este exercício requer o uso de 3D Sketching em um ambiente


top down. Se você não estiver familiarizado com este tópico,
este laboratório não é recomendado.
Procedimento Use o procedimento a seguir:
1 Abra uma montagem existente
denominada TD3DSk.sldasm.
Esta peça contém o Radiator e os
componentes thermostat
housing, orientados conforme
é mostrado.
2 Insira a nova peça.
Insira uma nova peça com unidades
em polegadas denominada
UpperHose na montagem.
Selecione o plano de referência
Top. Um mate Inplace é criado
e você está pronto para começar
o sketch.
As unidades do modelo devem ser definidas para polegadas.
3 Saia do sketch.
Para criar o caminho para a Upper Hose, nós precisaremos de um
sketch em 3 D.

Exercício 4 61
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

4 3D Sketch.
Comece um novo sketch
em 3D na peça.
Adicione linhas que
correm ao longo dos
eixos default X e Y.

5 Sketch normal para a face.


Mantenha pressionada a tecla Ctrl
e selecione a face superior do flange
e comece a fazer o sketch. Utilize Tab
para alternar planos até que você esteja
fazendo o sketch ao longo da direção Z,
normal à face.
6 Relações entre o sketch e a
thermostathousing.
Adicione relações para definir a posição
da linha.
Q Concentric entre a face interior do corte e da linha.
Q Coincident entre o endpoint da linha e a face superior da face
do flange.

62 Exercício 4
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

7 Relações entre o sketch e o Radiator.


Adicione relações similares entre a linha e o radiador na outra
extremidade do sketch.

8 Relações entre linhas.


Adicione uma relação de
Merge Points (mesclar
pontos) entre os endpoints
abertos no sketch.
Crie uma dimensão que
meça o comprimento da
primeira linha a partir do
Radiator. Defina o valor
para 6”.

9 Colocação de fillets.
Adicione três fillets de 3”.
O sketch em 3D está completo.
10 Saia do sketch.

Exercício 4 63
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

11 Seção sweep.
Crie um plano na extremidade de
um sketch em 3D.
Converta a aresta do tubo de saída
do radiador. Este será o diâmetro
interno da mangueira.
Saia do sketch.

12 Sweep feature.
Faça a sweep de uma feature base
utilizando a opção Thin Feature.
Defina a Thickness para 0,125"
para o lado externo do perfil.
13 Feche.
Salve e feche a montagem.

64 Exercício 4
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 5: Utilize o Hole


O Hole Wizard Wizard no nível da
e os Smart montagem para criar
Assembly Features
Fasteners
e Hole Series.
Adicione o hardware
de relacionamento
utilizando os
Smart Fasteners.

Este laboratório usa as seguintes habilidades:


Q Assembly Feature Hole Wizard
Q Hole Series Hole Wizard
Q Smart Fasteners
Q Editing Smart Fasteners
Q Smart Fasteners Properties
Procedimento Use o procedimento a seguir:
1 Montagem
existente.
Abra a montagem
existente TBassy,
localizada na pasta
SmFastenerLab.

2 Adicione fasteners.
Utilize Smart Fasteners para
adicionar hardware à tampa
frontal.
Nota Vista da seção mostrada para
maior clareza.

Exercício 5 65
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

3 Tampa posterior.
Utilize os Smart Fasteners para
adicionar hardware à tampa
posterior.
Edite a Top Stack para adicionar
uma arruela de trava de mola regular.
Nota Vista da seção mostrada para maior
clareza.

4 Alterações no projeto.
Por default, a profundidade da rosca do
furo atarraxado no TBhousing é de 2
vezes o diâmetro.

Edite a definição do furo na caixa e altere


a profundidade da rosca para 0,5".

Edite as Propriedades (Properties)


do parafuso da máquina e altere seu
comprimento para 0,5".

5 Adicione a feature da montagem.


Utilizando o Hole Wizard, adicione
uma Assembly Feature com uma
#5-44 Tapped Hole.
O furo é um furo cego. Você decide
qual profundidade deseja utilizar.
Defina o Feature Scope para cortar
somente o TBcontrol e a TBbase.
Nota O corte da feature da montagem existe
somente no nível da montagem.

66 Exercício 5
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

6 Adicione Smart Fasteners com um top


Stack.
O hardware é definido pela feature da
montagem. Com relação à pilha superior,
adicione o seguinte:
Washers: Plain Washers (Type A) -
Preferred - Narrow

7 Hole Series: Through


All.
Crie uma série de furos
de Counterbore para um
5/16" Hex Bolt.
Utilize a opção Add
Smart Fastener no
dialogo Hole Placement
para adicionar o hardware
enquanto você cria o hole
series.
Adicione uma arruela regular plana
à pilha superior.
Adicione uma arruela plana e uma porca
regular sextavada à pilha inferior.
Nota O hole series cria furos “in-context”
em todas as peças afetadas. O tamanho
é controlado no nível da montagem.
8 Hole Series: Blind.
Hide (ocultar)
o componente TBbase
de modo que ele não seja
incluído no hole series.
Crie um novo hole series.
Para a First Part, crie um
Counterbore para um
parafuso de máquina de
#5 Fillister.
Para a Last Part, escolha
uma #5-44 Tapped Hole
com Thread Depth de 0,5".
9 Adicione os Smart Fasteners.
10 Mostre o componente TBbase.
11 Salve e feche a montagem.

Exercício 5 67
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 6: Crie essas Fastening


Fastening Features usando as
Features visualizações fornecidas.
Este laboratório usa as
seguintes habilidades:
Q Mounting Bosses
(saliências de
montagem).
Q Snap Hooks
(mosquetões).
Q Snap Hook Groove.
Unidade: mm

Procedimento Use os gráficos a seguir como guia para a substituição da referência


de arquivo em um desenho.
1 Abra uma montagem.
Abra a montagem existente Fastening.
2 Abra uma
peça.
Abra a peça
upper
e crie as
features
Mounting
Boss e
Snap Hook
localizando-
as como
mostrado.

Use o dimensionamento indicado na tabela abaixo


(listado seqüencialmente).

Mounting Boss
Snap Hook (mosquetão)
(saliência de montagem)
3 mm 3° 1 mm 0,4 mm

10 mm 2 1,5 mm 0,5 mm

3° 1 mm 2 mm

4,5 mm 3 mm 1,8 mm

2 mm 3° 3°

1,5 mm 1 mm

68 Exercício 6
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

3 Edite a peça.
Volte para a montagem e edite a peça “in-context” lower.
4 Features
“in-context”.
Crie as features
Mounting
Boss e Snap
Hook Groove
localizando-as
para coincidir
com as features
fastening
existentes,
como mostrado.

Use o dimensionamento indicado na tabela abaixo


(listado seqüencialmente).

Mounting Boss
Snap Hook Groove
(saliência de montagem)
3 mm 3° 0 mm

(mated) 4 0,3 mm

3° (mated) 0,2 mm

3,5 mm 3 mm 0,3 mm

1 mm 3° 2 mm

2,5 mm

5 Salve e feche os arquivos.

Exercício 6 69
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

70 Exercício 6
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Lição 2
Técnicas de mate
avançadas

Após a conclusão bem-sucedida desta lição, você estará preparado


para:
Q Utilizar atalhos para relacionar componentes.
Q Aplicar uma referência de mate e usá-la para uma montagem
eficiente.
Q Criar e usar Smart Components
Q Usar vários tipos de mate avançados.

71
Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

72
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

Mates A operação de mate é uma das partes mais importantes da modelagem


avançados de montagens. O SolidWorks possui muitas ferramentas avançadas
para tornar as operações de mate mais fáceis e rápidas.
Tópicos-chave A seguir alguns tópicos que serão abordados nesta lição:
Q Atalhos para operação de mate
Como a montagem está sendo colocada em conjunto, existem
economizadores de tempo importantes para adição e mate de
componentes.
Q Mate References
Q Design Library
Q Smart Components
A operação de mate é uma habilidade
fundamental utilizada na criação
de montagens. A ferramenta de Mate
é utilizada para criar todos os tipos de
mates entre componentes, removendo
alguns ou todos os seus graus de
liberdade. Existem atalhos para criar
os dois tipos mais comuns de mate,
Concentric e Coincident.
Recursos de mate Recursos avançados e atalhos de mate permitem que você crie
múltiplos mates de forma dinâmica, enquanto você adiciona
componentes à montagem. Eles podem criar mates de todos os tipos
de forma fácil e rápida. Podem ser usados a partir do documento de
uma peça aberta ou dentro da montagem.
Adicionalmente, no diálogo Move Component, mates podem ser
incluídos usando o botão SmartMate para combinar recursos de
movimentação e mate na montagem. Dependendo da entidade
selecionada, mates de qualquer tipo podem ser adicionados.
Design Library A Design Library é uma área de armazenamento de peças
comumente usadas, recursos e até montagens. O SolidWorks
é fornecido com muitos desses componentes, mas você pode
também incluir os seus.
Mate References É possível adicionar a Mate Reference a uma peça, de modo
que um mate possa ser utilizado quando você estiver arrastando
e soltando uma peça do Explorer ou do painel da Design Library.
Neste exemplo, uma peça será modificada para que tenha uma
referência de mate e será salva na Design Library. A cópia contida
na Design Library será então arrastada para a montagem e aplicado
o mate.
Smart Smart Components são peças pré-configuradas que trazem recursos
Components e componentes associados quando inseridas numa montagem.
Vamos criar um Smart Component consistindo do componente base
(Smart), uma peça de referência secundária e uma feature a ser
adicionada numa peça que já existe na montagem.

Mates avançados 73
Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

1 Abra a montagem
Mates.
Essa montagem contém
um único componente.
2 Abra a peça
RoundCoverPl.
Coloque as janelas lado
a lado, de modo que
ambos os documentos
possam ser vistos.
3 Operação de mate
concêntrico
e coincidente.
Arraste a aresta circular de RoundCoverPl para dentro da
montagem e solte-a na aresta circular de ModifiedHousing.
O cursor aparece como um "pin in hole" (pino de furação) ,
indicando que mates Concentric e Coincident serão criados.
Não libere o botão do mouse ainda.

Pressione a tecla Tab para rotacionar a placa, colocando a aba na


parte inferior. Com relação a outros tipos de cursores, consulte
consulte Cursores de feedback na página 77.

74 Mates avançados
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

4 Soltar.
Solte o componente para adicionar o componente e seus mates na
montagem.

5 Resultados.
Junto com a inserção
do componente,
três mates foram
adicionados usando
este método: dois
mates concêntricos
e um coincidente.
Other Uses Os atalhos de mate
também podem ser
usados para aplicar
mate de uma face
a outra face e de um
vértice a outro
vértice. Ambas as
técnicas geram um
único mate.
Nota No caso geral (atalho de mate sem um hole pattern), pressionar
Tab alterna entre as condições Anti-aligned e Aligned.
6 Adicione o segundo
componente.
Utilizando o mesmo método,
adicione uma outra instância no
outro lado.
7 Feche o arquivo de peça
RoundCoverPl.

Mates avançados 75
Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

Mates a partir O uso de mates estende-se aos componentes que já são residentes
de dentro na montagem. Qualquer tipo de mate pode ser adicionado utilizando
da montagem a tecla Alt enquanto se arrasta a entidade de mate do componente
livre para sua localização desejada.
Alternativamente, é possível adicionar mates a partir do
Move Component Property Manager clicando no botão
SmartMates . Aqui há dois métodos para aplicar um mate:
Q Clique duas vezes e arraste a entidade de mate do componente
livre até sua entidade de mate alvo e solte-a.
Q Clique duas vezes na entidade de mate do componente livre,
em seguida, dê um único clique na entidade de mate alvo.

8 Inserir OffsetShaft.
Insira o componente OffsetShaft
na montagem, utilizando Insert,
Component,
Existing Part/Assembly....
9 Atalhos de mate.
Selecione a face cilíndrica do
componente do Offset Shaft.
Isto faz duas coisas:
Q Identifica o componente a ser
relacionado.
Q Identifica a entidade de mate (face).
10 Arrastar utilizando a tecla Alt.
Enquanto estiver pressionando sem
soltar a tecla Alt arraste o eixo até
a face de mate do componente
do ModifiedHousing. Quando
o processo de arrastar é iniciado,
duas coisas acontecem.
Q O componente torna-se
transparente.
Q O cursor exibe um ícone de
mate , indicando que você está tentando adicionar um mate.
11 Soltar.
Um cursor de feedback aparece
quando o mate concêntrico é inferido.
Solte a peça para pré-visualizar o mate.
Confirme com a barra de ferramentas
pop-up Mate Mate, a qual mostra
o tipo de mate concêntrico destacado.

76 Mates avançados
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

Nota A mesma barra de ferramentas pop-up de Mate aparecerá se a face


cilíndrica do OffsetShaft foi arrastada e solta a partir de um
documento aberto. A barra de ferramentas pop-up do Mate não
aparecerá quando o mate consistir em mais de um mate individual
(como, por exemplo, pino em furo).
12 Resultados.
Um único mate Concentric
é adicionado entre as duas faces
cilíndricas.

Cursores de Quando você arrasta e solta, o cursor muda para indicar o tipo de
feedback entidades que está sendo relacionado.

Q indica que arestas circulares estão sendo relacionadas.


As arestas não têm de ser círculos completos. Concentric
e Coincident mates são adicionados.
Q indica que faces cilíndricas estão sendo relacionadas.
Você também pode relacionar faces cônicas (contanto que seus
ângulos cônicos sejam iguais), assim como eixos. Um mate
Concentric é adicionado.
Q indica que planos ou faces planas estão sendo relacionados.
Um mate Coincident é adicionado.
Q indica que as arestas lineares estão sendo relacionadas.
Você também pode relacionar eixos ou um eixo e uma aresta
linear. Um mate Coincident é adicionado.
Q indica que vértices estão sendo relacionados. Um mate
Coincident é adicionado.

Mates avançados 77
Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

13 Seleções da face.
Selecione a face
circular plana do
OffsetShaft como
indicado e utilize a tecla
Alt para arrastá-la em
direção a
ModifiedHousing
e soltá-la quando
o mate coincidente
for inferido para
completar a operação.
Nota Escolher uma aresta
circular também
funcionaria nesta
situação.

Adicionando Até o presente momento, utilizamos atalhos de mate com peças que
referências já estão abertas ou que já estão na montagem. Em ambas as situações,
de mate identificamos manualmente a geometria à qual estamos fazendo as
operações de mate. No entanto, e quanto a arrastar e soltar uma peça
do Windows Explorer ou da Design Library? Como o sistema saberá
a qual extremidade, face ou vértice efetuar o mate?
Mate References permitem que você obtenha os benefícios dos
atalhos de mate sem a necessidade de ter a peça que você deseja
relacionar aberta. Por meio da identificação de uma face, aresta ou
de um vértice na peça como referência de mate, você pode utilizar
os atalhos de mate enquanto arrasta e solta a peça do Explorer ou da
Design Library.
Referências Quando você inserir uma peça com uma referência de mate,
primárias, o software identifica potenciais parceiros de mate para a entidade
secundárias especificada. Caso a entidade primária não seja válida para a entidade
e terciárias para a qual seu pointer aponta, então, a entidade secundária
é utilizada. Se nem a entidade primária nem a entidade secundária
forem válidas, então, a entidade terciária é utilizada.
Conforme você move o cursor na janela da montagem, o pointer
muda e a pré-visualização vai facilmente para o lugar quando um
potencial parceiro de mate é encontrado.
Caso especial de Um caso especial é disparado quando a referência de mate
referência de mate Reference name da peça que está sendo inserida iguala-se ao
nome de uma peça existente na montagem. Quando isso ocorre,
as referências de mate juntam-se quando o cursor aponta nas
proximidades da referência de mate. O nome deve ser um nome
único, diferente do nome default.

78 Adicionando referências de mate


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

Múltiplas referências de mate podem ser utilizadas em uma única peça.


Introdução: Mate Reference identifica uma face, aresta ou vértice a ser usado
Mate Reference para os atalhos de mate. Múltiplas referências de mate podem ser
adicionadas a uma peça.
Onde encontrar Q A partir do menu Insert, escolha Reference Geometry,
Mate Reference...
Q Na barra de ferramentas Reference Geometry, clique em
Mate Reference .

14 Adicionando uma
referência de mate.
Abra a peça do Shaft
part e clique em Insert,
Reference Geometry,
Mate Reference.... Sob
Primary Reference Entity,
selecione a aresta circular.
O Type é utilizado para
definir o tipo de mate que será criado quando houver uma escolha.
Deixe-o como Default.
O Alignment é utilizado para definir a orientação do mate criado.
Deixe-o como Any.
15 Secundário
e terciário.
Adicione as entidades
de referência
Secondary eTertiary
à Mate Reference.
Adicione a referência
Secondary à face
cilíndrica e escolha
o tipo de mate
Concentric.
Secondary
Adicione a referência
Tertiary
Tertiary a uma face
plana e escolha o tipo
de mate Coincident.
Clique em OK.

Adicionando referências de mate 79


Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

16 Feature.
A pasta MateReferences
é adicionada ao FeatureManager.
Múltiplas features MateReference
podem ser listadas na pasta.
A peça agora pode ser adicionada
a uma montagem a partir do Explorer,
usando Smart Mates. No entanto,
vamos dar um passo a mais.

Peças da O painel da Design Library é utilizado para acessar e armazenar


Design Library features da biblioteca comumente utilizadas, ferramentas de
formação de placas metálicas e peças. As peças da Design Library
podem ser arrastadas para as montagens como componentes, ou em
peças como peças derivadas ou base.

17 Visualizar a Design Library.


Na guia da Design Library do Painel
de Tarefas, clique no ícone de
Design Library para acessar a biblioteca.
Clique na pasta Parts e, em seguida, na
pasta Hardware.
Dica Você pode navegar através das diversas
pastas simplesmente como você faria com
o Windows Explorer.

18 Arraste e solte.
Arraste e solte o ícone
do nível principal do
Shaft para dentro do
painel da Design
Library.
Você também pode
arrastá-lo para dentro da
pasta hardware. Após
soltá-lo, o diálogo
Save As aparece,
permitindo que você
nomeie a cópia da peça.

80 Peças da Design Library


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

19 Nome.
Você pode
renomear
a peça da
biblioteca ou
manter o
mesmo nome
clicando em
Save.
Vamos
chamá-lo
Shaft_DL.

20 Result (resultado).
O Shaft_DL é copiado para a pasta
Hardware da Design Library.
Agora, quando você arrastar e soltar
o Shaft_DL em uma montagem,
você pode tirar vantagem das referências
de mate.
Feche o arquivo Shaft.

21 Arraste e solte.
Arraste o Shaft_DL da Library para dentro da montagem.
Ele aparece transparente.

Enquanto ainda estiver segurando a peça Shaft_DL, mova o cursor


sobre a aresta circular do furo em RoundCoverPl. O cursor do
“pin in hole” (pino de furação) aparecerá. Solte a peça.

Peças da Design Library 81


Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

22 Configuração.
Devido ao fato de que a peça
contém mais do que uma
configuração, uma lista aparece.
Selecione S102B na lista e,
em seguida, clique em OK.

23 Completado.
O Shaft é adicionado
com dois mates,
um concêntrico e um
coincidente. Ele ainda
pode girar.

Captura Você também pode utilizar qualquer mate existente em um


de referências componente para definir uma Mate Reference para o componente.
de mate Quando um componente é editado no contexto da montagem,
o diálogo da Mate Reference permite que você capture a referência.
Observe que capturar uma referência é possível somente enquanto
estiver editando uma peça no contexto de uma montagem.

24 Edite a peça Offset Shaft.


Clique com o botão direito na peça OffsetShaft e selecione
Edit Part.
25 Mate Reference.
Clique no botão da barra de ferramentas de Mate Reference
ou selecione Insert, Reference Geometry, Mate Reference...

82 Captura de referências de mate


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

26 Referências à captura.
Sob References to
Capture, duas
entidades de mate
encontram-se listadas,
junto com seus
respectivos mate.
27 Selecione.
Selecione qualquer uma
das duas entidades da
lista. Ela se torna
a Primary Reference
Entity, junto com seu
Type e Alignment
também. Se uma
segunda entidade for
selecionada também, ela será a Secondary; uma terceira, a Tertiary.
28 Nome de referência.
Digite um Reference Name e clique em OK.
29 Referências adicionadas.
Uma vez salva, a Mate Reference neste componente pode ser
utilizada para futuros mates nesta montagem ou em uma outra.
Retorne para a edição da montagem e, em seguida, salve e feche
todos os arquivos.

Smart Smart Components podem ser usados para associar componentes


Components e features comuns. A inserção de um Smart Component em uma
montagem permite a fácil adição de componentes e features
relacionados em uma só etapa. Esse Smart Component pode então
ser usado em qualquer número de diferentes montagens, sempre
com seus componentes e features associados facilmente inseridos
sem etapas adicionais.
Crie um O uso de Smart Components é um processo em dois estágios.
Smart Component Primeiro, o componente a ser tornado Smart precisa ser construído
em uma montagem de definição com os componentes apropriados
e quaisquer features “in-context”.
Em seguida, o Smart Component é “destacado” dessa montagem,
trazendo com ele todas as informações sobre as referências de
Smart Feature (ou Component). Não existe referência residual
externa para a montagem ou outros componentes.
Onde encontrar Estando em uma montagem, no menu Tools,
selecione Make Smart Component...
Ou, na barra de ferramentas Assembly,
selecione Make Smart Component .

Smart Components 83
Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

Crie a montagem A primeira etapa da criação de um Smart Component é estabelecer


de definição a montagem de definição. Nesta lição, a peça Worm Gear será
tornada Smart.
1 Nova montagem.
Abra Shaft_DL na Design Library, e Save (salve) como
Shaft_SC na pasta da lição. Use a configuração Default.
Clique em Make Assembly from Part para criar uma nova
montagem. Solte a peça na origem. Usaremos essa montagem para
criar o Smart Component. Salve como SC_Assem.
2 Insira o Worm Gear.
Insira a peça Worm Gear na
montagem e, se perguntado,
selecione a configuração 2,5 inch.
Mate o orifício (concentric)
no segmento longo do eixo.
3 Mais mates.
Para colocar o componente de maneira
correta, adicione mais dois mates:
Q Faça a operação
de mate nos
planos Top
(superiores)
dos dois
componentes
a serem
coincident.
Q Defina a face do
cubo da engrenagem para estar deslocada em relação à tampa do
eixo de 1,60 inches.
4 Insira a Key (chaveta).
Adicione a key do
componente a partir do
diretório da lição, na
configuração medium.
Adicione mates no rasgo
da chaveta da Worm Gear
para posicionar a key como
mostrado. Use o plano
Front da Worm Gear
e o plano Top da chaveta
para centralizá-la.

Dica Hide (oculte) o eixo para melhor visibilidade.

84 Smart Components
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

5 Edite Shaft_SC.
Show Shaft_SC, e Hide
Worm Gear.
Edit a peça Shaft_SC;
usaremos a geometria da key
para criar um feature de
alojamento de chaveta no eixo.
6 Sketch.
Usando a face inferior da key,
abra um novo sketch.
Offset a geometria dessa
face em 0,002” para fora,
de modo a criar uma
ligeira folga.

7 Modifique o perfil.
Exclua os dois
segmentos curtos
e substitua com arcos
tangentes.

Extrude um Cut,
Through All para criar a feature
de alojamento da chaveta.
Renomeie como key seat.
8 Edite a montagem.
Retorne à edição da montagem
e salve.

Faça o Smart O Worm Gear pode agora ser transformado em um Smart


Component Component associando-o a features e componentes externos.
9 Faça o Smart Component.
Selecione Worm Gear na árvore do FeatureManager, e no menu
Tools, selecione Make Smart Component....

Smart Components 85
Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

10 Seleções.
No diálogo, como componente adicional, selecione a key.
Finalmente, na área Features, selecione o key seat do
componente Shaft_SC.
Não clique em OK ainda.

Auto Sizing e a Auto Sizing e a Configurator Table permitem coincidir


Configurator Table configurações do seu Smart Component com configurações
e tamanhos de componentes e features associados.
11 Auto Sizing.
As peças Worm Gear e key
podem usar o recurso de
verificação de diâmetro para
ajudar a determinar sua
configuração apropriada.
Assinale a caixa de seleção
Diameter e adicione a superfície
do orifício da Worm Gear como
a Concentric mate reference.
12 A Configurator Table.
Clique em Configurator Table.... A tabela permite especificar
configurações de coincidência para features e componentes de
referência e, quando combinada com o Auto Sizing, a configuração
do componente de mate.

86 Smart Components
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

Na coluna da feature de referência (Key Seat), selecione


a configuração do eixo de amostra que corresponde a cada
configuração da worm gear como mostrado; isso permite que
o Smart Component aplique o tamanho apropriado da feature
key seat quando ela for solta em uma nova montagem.
Da mesma forma, selecione as configurações do componente key
como mostrado.
13 Especificação do diâmetro.
Por último, a informação do sensor de diâmetro precisa ser
adicionada. O componente do eixo no qual será feito o mate do
Smart Component no futuro pode ter um desenho completamente
diferente do que existe nesta montagem. Por essa razão, são
necessárias informações genéricas de faixa de tamanho em vez de
configurações específicas. Digite as faixas de diâmetro como
mostrado. A menor Worm Gear (2 inch) tem um orifício de 0,5”,
as duas seguintes um orifício de 0,625”, e a maior (4 inch) tem
um orifício de 0,75”.

Clique em OK quando concluir, e em OK no diálogo


Smart Component também.

Smart Components 87
Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

14 O Smart Feature.
Além do componente Worm Gear
agora sendo marcado com o símbolo
Smart , um novo item chamado
Smart Feature aparece na
árvore que contém todos os dados
de referência para o Smart
Component.
Salve e feche esta montagem.

Inserir o Smart Inserir o Smart Component em uma nova montagem não é diferente
Component de inserir um componente regular.
15 Abra Mates.sldasm.
Esconda o Offset Shaft
e RoundCoverPl<1>
para melhorar a visibilidade.
Clique em Insert Component ,
e Browse até a peça Worm Gear.
Use o mouse para pré-visualizar
o componente na montagem.
É inferido um mate concêntrico
com o eixo, baseado na referência
mate incluída no Smart
Component. Clique para soltar
a peça.
16 Configurações.
Existem duas configurações do Worm Gear associadas a esse
tamanho de eixo (0,625”) no Smart Component Configurator,
portanto escolheremos um Worm Gear. Selecione a configuração
de 2,5 inch, clique em OK no diálogo e em OK no mate concêntrico.
17 Mais mates.
Observe a tag do
Smart Component na peça.
Para colocar o Worm Gear
apropriadamente na montagem,
adicione mais dois mates
coincidentes.

88 Smart Components
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

Aplique o mate
(coincident) entre
o plano Top (superior)
do Worm Gear e o plano
Top do Shaft_DL,
de modo que o rasgo
da chaveta fique voltado
para cima.

Em seguida, aplique
o Mate (coincident) entre
o plano Front (frontal) do
Worm Gear e o plano
Front do
ModifiedHousing.

18 Insira as Smart Features.


Clique com o botão direito do mouse na peça
Worm Gear, na árvore do FeatureManager ou
na janela de gráficos, e selecione Insert Smart
Features.... Ou clique na tag do Smart
Component na peça.
19 O diálogo Smart Features Insert.
O diálogo Smart Features Insert é exibido,
mostrando a feature Key Seat e o componente
key-1. Qualquer um desses tipos (componentes
ou features) pode ser omitido da inserção
desmarcando a respectiva caixa de seleção.

Smart Components 89
Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

20 Referências.
A janela de referência Defining
Assembly mostra o Worm Gear
em sua montagem definitiva.
O diálogo também exibe uma
referência, Component for
feature -> key seat, que ele
não pode resolver. Selecione esse
item no diálogo; a referência do
componente aparece destacada na
janela de referência Defining
Assembly.
21 Satisfaça a referência.
Selecione o componente
correspondente,
shaft_DL, na janela de
gráficos principal ou na
árvore do FeatureManager
para especificá-lo.
A referência está satisfeita;
clique em OK.
O componente key
e a feature key seat
foram incluídos.

Nota A referência não resolvida foi induzida pela adição do mate entre o
Worm Gear e o ModifiedHousing. Se não tivéssemos incluído
ainda esse mate ou, em vez disso, aplicado mate de distância entre,
por exemplo, a face da extremidade do shaft_DL e a face do
worm gear, o Smart Components saberia em qual componente ele
deveria colocar a feature key seat.
22 O Smart Feature.
Na árvore de modelamento do
FeatureManager, uma nova feature,
Smart-Feature1, aparece no
componente Shaft_DL.
23 Salve e feche.
Salve e feche todos os documentos.

Nota Se as referências do Smart Component incluem somente features


ou somente componentes, e não existem ambigüidades como
as indicadas acima, a referência do Smart Feature (ou Component)
será inserida sem haver a exibição do diálogo Smart Feature Insert.

90 Smart Components
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

Tipos Existem mais tipos de Advanced Mate para utilização sob


avançados determinadas circunstâncias. Eles incluem os mates Cam, Gear,
de mate Limit e Symmetric.

Q Um Cam (ou Cam-Follower) Mate é um tipo de tangente ou


mate coincidente. Ele permite que você relacione um cilindro,
um plano ou ponto para uma série de superfícies extrudadas de
tangente, tais como as que você encontraria em um came.
Q Um Gear Mate define um relacionamento entre engrenagens
ou polias conectadas mecanicamente. Ele permite manter a
razão desejada de movimento de rotação entre os componentes.
Observe que engrenagens são a configuração-padrão, portanto
para polias a direção de rotação deve ser invertida.
Q Um Limit Mate define a ordem de uma movimentação para a
Distance ou mate do Angle, permitindo alguma liberdade.
Q Um SymmetricMate força duas entidades similares a serem
simétricas sobre um plano ou face plana; ele não cria
componentes espelhados.

1 Abra CamPulleys.
A montagem consiste em ligação simples,
polia e sistemas de came. Adicionaremos
mates apropriados à montagem para obter
a movimentação desejada.
2 Abra a submontagem BeltAssy.
Clique com o botão direito na submontagem
BeltAssy e selecione Open Assembly para
abri-la em sua própria janela.
Clique em Insert, Mate e expanda a guia
Advanced Mates.

3 Defina o Mate de
Engrenagem entre as
polias.
Clique no botão Gear .
Selecione as arestas
circulares mais afastadas
dos componentes da
polia. Os diâmetros
de 300mm e 250mm
definem a proporção
entre elas.

Tipos avançados de mate 91


Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

Como a movimentação-padrão para este tipo de mate é a de


engrenagens de rotação em sentido anti-horário, polias e uma
correia exigem que você Reverta (Reverse) a direção para obter
a movimentação correta. Clique em OK.
4 Mova a polia.
Agora, quando uma polia é movida, a outra também se move na
velocidade correta.

Nota Através da rotação das polias não há movimentação no


componentev da correia.
5 Adição de mate coincidente
para a relação pin-in-slot.
A seguir, adicione um
Coincident Mate entre o eixo
temporário do pino e do plano
Top do componente link.

6 Mate de limite.
Agora, nós queremos manter
o pino dentro do
comprimento do slot. Clique
na guia Advanced Mates e
clique no botão Distance .
Utilize o eixo do pino
novamente e, desta vez,
o plano Right do link.
Defina a dimensão da base
para 0 mm, com um
Maximum Value de 40 mm e
adicione um Minimum Value
de - 40 mm. Clique em OK
duas vezes para aplicar
e fechar o diálogo do mate.
7 Mova a polia.
Mova a polia novamente para verificar a movimentação do link.
8 Retornar à montagem principal.
Feche e salve a montagem atual. Retorne à montagem de
CamPulleys e reconstrua-a.
9 Adicione um mate de came.
Insira um outro mate e expanda a guia de Advanced Mates.
Clique no botão Cam .

92 Tipos avançados de mate


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

10 Selecione a face do came.


Com relação a Mate Selections, selecione a face
de espessura do cam.

Nota Esta superfície do came é uma face, criada com um fit spline.
Nos casos em que a superfície do came consistir de diversas
faces tangentes mas separadas, todas elas devem ser selecionadas.
11 Selecione a face
Cam Follower.
O Cam Follower é a face
de espessura do roller
amarelo.
Pode ser necessário mover
o alinhamento do mate.
Clique em OK.

12 Movimentação completa.
Rotacione a polia. A polia superior segue na velocidade correta,
o link segue o pino e a montagem do Follower move-se junto
com o came.
Salvee feche todos os arquivos.

Tipos avançados de mate 93


Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

13 Engrenagem de rosca-sem-fim.
Reabra a montagem Mates, e Show (exiba) os componentes
ocultos. Nós adicionaremos uma relação de engrenagem de
rosca-sem-fim aos eixos.
14 Seleções de mate
e proporção.
Insert, Mate..., selecione
Gear na guia Advanced.
Selecione as arestas
indicadas e defina
o Ratio como 40: 1.
Clique em OK.

Dica A primeira aresta selecionada corresponde ao primeiro campo


Ratio. Se a aresta Offset Shaft foi selecionada primeiro,
o Ratio seria 1: 40.
15 Complete.
A relação da rosca-sem-fim é agora adicionada. Rodar um eixo
resultará no outro rodando na velocidade apropriada.
Salve e feche todos os arquivos.

94 Tipos avançados de mate


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

Resumo: Há diversas maneiras de inserir componentes em uma montagem.


Inserindo Os mates também podem ser criados de diversas formas. Alguns
e relacionando mates podem ser criados à medida que você insere o componente,
componentes outros somente depois que o componente foi adicionado. Para
propósitos de referência, as tabelas contidas nas duas páginas
seguintes resumem os modos em que cada operação pode ser
realizada.
Inserindo O primeiro componente adicionado a uma montagem
o primeiro é automaticamente fixado. Os componentes soltos na Origin
componente da montagem na janela de gráficos, sejam eles os primeiros ou não,
também são fixados no espaço.

Método Descrição
Insert, Component, Solte o componente em uma localidade
Existing livre ou solte o na Origin da
Part/Assembly montagem.
Arraste e solte Arraste o arquivo a partir do Explorer
o arquivo a partir do e solte-o na janela de gráficos da
Explorer montagem, seja na localidade livre ou
na Origin.
Arraste e solte a partir Arraste o ícone do nível principal da
de um documento árvore de modelamento do
aberto FeatureManager da peça e solte-o na
localidade livre ou na Origin da
montagem.

Inserindo Uma vez que haja pelo menos uma instância de um componente em
componentes uma montagem, montagens adicionais podem ser acrescentadas sem
adicionais procurar fora da montagem.

Método Descrição

Arraste e solte a partir Selecione um gráfico do componente


de dentro da janela de e mantenha pressionada a tecla Ctrl
gráficos e arraste e solte uma outra instância
dele. Este método também copia
a orientação do componente.
Arraste e solte a partir Selecione um ícone de componente na
da árvore de árvore de modelamento do
modelamento do FeatureManager e mantenha
FeatureManager pressionada a tecla Ctrl e arraste e solte
uma outra instância dele na janela de
gráficos. Este método também copia
a orientação do componente.

Resumo: Inserindo e relacionando componentes 95


Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

Copie e cole Selecione um ícone de componente na


o componente a partir árvore de modelamento do
da árvore de FeatureManager e copie-o no clipboard.
modelamento do Clique na área de gráficos e cole-o.
FeatureManager para O componente será colado na montagem
dentro da janela de Origin mas não será fixado.
gráficos. A cópia pode ser feita com Ctrl+C,
ou Edit, Copy, ou com ferramenta .
A colagem pode ser feita com Ctrl+V,
ou Edit, Paste, ou com ferramenta .
Copiar e colar Selecione um componente na área de
componentes gráficos gráficos e copie. Clique na área de
gráficos e cole-o. Ele será colado na
Origin.

Inserindo Inserindo e relacionando um componente ao mesmo tempo. Todas


e relacionando estas opções estão limitadas a mates Concentric e Coincident.
simultaneamente
Método Descrição

Entidade de mate Arraste um componente a partir de um


documento aberto por meio da seleção
de uma face, aresta ou vértice
e soltando-o dentro da face, aresta ou
vértice apropriado na montagem.
Utilizando uma Arraste o componente de nível principal
Referência de Mate de um documento aberto e solte-o na
de um documento face, aresta ou no vértice apropriado da
aberto montagem.
Utilizando uma Arraste o arquivo do Explorer e solte-o
Referência de Mate na face, aresta ou vértice apropriado
do Explorer dentro da montagem.
Utilizando uma Arraste o ícone a partir da Design
Referência de Mate Library e solte-o na face, aresta ou
a partir da Design vértice apropriado dentro da montagem.
Library

96 Resumo: Inserindo e relacionando componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 2
Técnicas de mate avançadas

Operação Operação de mates de componentes que já foram inseridos na


de mates em montagem.
componentes
existentes Método Descrição

Utilize o comando Adicione mates entre qualquer par dos


Insert, Mate... ou a seguintes objetos: faces, arestas,
ferramenta Mate vértices, eixos, eixos temporários,
planos, origens, linhas ou pontos do
sketch. Qualquer tipo de mate pode ser
criado.
Aplique o mate usando Infere tipos de mate Concentric ou
Alt-arrastar na entidade Coincident somente, no entanto pode
de mate do componente ser alterado para outros tipos antes da
livre. confirmação (exceto “pino em
furação”).
Use a ferramenta Infere tipos de mate Concentric ou
SmartMates a partir Coincident somente, no entanto pode
do Property Manager ser alterado para outros tipos antes da
do Move Component. confirmação (exceto “pino em
furação”).

Resumo: Inserindo e relacionando componentes 97


Lição 2 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Técnicas de mate avançadas

98 Resumo: Inserindo e relacionando componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 7: Crie esta montagem


Mates e utilizando as peças
movimentação fornecidas, utilizando as
da montagem Referências de Mate,
os mates padrão e os
atalhos de mate. Quando
estiver completa, arraste
um componente para
mostrar a movimentação
da montagem.
Este laboratório usa as
seguintes habilidades:
Q Adição de componentes
utilizando as Referências de Mate
Q Inserção de mates e utilização de atalhos de mate
Q Movimentação dinâmica da montagem e detecção de colisão

Intenção do projeto Os componentes utilizados nesta montagem são mostrados em vista


explodida abaixo:
CLAMP_PLUNGER CLAMP_ARM_L CLAMP_ARM_R

Nut

CLAMP_LINK

flange bolt
long
flange bolt short Baseplate

Procedimento: Abra uma nova montagem usando o template Assembly_IN.


1 Primeiro componente.
Insira a Baseplate como
o primeiro componente,
utilizando o controle Browse...
a partir do diálogo Insert
Component. Fixe o componente
arrastando-o para dentro de
Origin.

Exercício 7 99
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Nota Utilize qualquer método de operação de mate que seja mais


eficiente para os componentes remanescentes. Todos os
componentes têm referências de mate, conforme indicado.
2 O flange bolt short.
Insira e relacione a flange
bolt short à Baseplate.
Crie um mate concêntrico.
Devido à referência do mate,
você pode arrastar e soltar o bolt
do Explorer no furo utilizando
atalho de mate.

A Mate Reference (face cilíndrica)


para o componente é mostrada à direita.

3 O CLAMP_ARM_L.
Acione o componente
CLAMP_ARM_Lde modo que
ele fique relacionado à flange
bolt short com mates
concêntricos e coincidentes.
Ele também deve ser relacionado
à lever boss na Baseplate.

A Mate Reference (face cilíndrica)


para o componente é mostrada à
direita.
Relacione o CLAMP_ARM_L
ao Baseplate com o mate
coincidente.

100 Exercício 7
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

4 CLAMP_ARM_R.
Adicione CLAMP_ARM_R na
montagem e relacione-o tanto
na Baseplate como
no flange bolt short
e no CLAMP_ARM_L.
Os dois braços da braçadeira
devem mover-se juntos.

A Mate Reference (face cilíndrica)


para o componente é mostrada
à direita.

5 A nut (porca).
Adicione e relacione uma
nut (porca) à montagem.
Ela precisa de mates
concêntricos e coincidentes.
Por fim, três instâncias da nut
serão utilizadas na montagem.

A Mate Reference
(aresta circular) para
o componente é mostrada
na direita.

Exercício 7 101
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

6 O CLAMP_LINK.
Adicione o CLAMP_LINK
à montagem. Este componente
será utilizado duas vezes.
Relacione o CLAMP_LINK no
CLAMP_ARM_L com um mate
concêntrico e coincidente.
Nota O CLAMP_LINK é mostrado
em destaque para obtenção de
visibilidade.

A Mate Reference (face cilíndrica)


para o componente é mostrada
à direita.

7 O flange bolt long.


O flange bolt long é
similar ao flange bolt
short com um eixo mais
longo. Dois destes são
utilizados na montagem.
Insira-o e relacione-o conforme
mostrado.

A Mate Reference (face cilíndrica)


para o componente é mostrada
à direita.

102 Exercício 7
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

8 Outro clamp_link e nut.


Adicione uma segunda instância
de CLAMP_LINK e a nut
à montagem e relacione-os.
Não se preocupe sobre a adição
de um mate entre as duas
instâncias do CLAMP_LINK
para que eles se movam junto.
Isto será tratado quando eles
forem aparafusados
ao CLAMP_PLUNGER
no próximo passo.

9 Complete a montagem.
Complete a montagem por
meio da adição de
CLAMP_PLUNGER
através do furo na
Baseplate.
Adicione uma segunda
instância de flange
bolt long e uma
outranutconforme
mostrado.

A Mate Reference
(face cilíndrica) para
o componente é mostrada
à direita.

10 Detecção de colisão
dinâmica.
Ative a Dynamic collision
detection (detecção de
colisão dinâmica) e use
Move Component para
mover a ligação através de
sua faixa de
movimentação.
Você deveria detectar
a interferência entre
o clamp_link
e a Baseplate.
Corrija a A interferência poderia ser corrigida por meio do seguinte:
interferência
Q Encurtamento do clamp_link

Exercício 7 103
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Q Alongamento da Baseplate
Neste exercício, aumentaremos o comprimento da Baseplate.
Isso irá requerer algumas outras mudanças no projeto e uma equação
para capturar a intenção do projeto.
Intenção do projeto A seguinte intenção do projeto tem de ser capturada no momento da
modificação da Baseplate:
1. O comprimento geral da Baseplate (placa da base)
aumenta para 4.5”.
2. A posição e o número dos furos através da largura da
Baseplate não são alterados.
3. O espaçamento entre os furos no pattern é igual.
4. O primeiro e o último furo no padrão são posicionados em
distâncias iguais da extremidade Baseplate – por default
a uma distância de 0,625”.
5. O número de furos no pattern ao longo do comprimento da
Baseplate varia de 2 a 4.
11 Abra a Baseplate.
Clique com o botão direito no componente da Baseplate
(placa da base)e selecione Open Baseplate.sldprt.
12 Dimensões da feature.
A ilustração à direita mostra
as dimensões das features
que são afetadas pelas
alterações no projeto.
Nota A dimensão de 0,750” é uma
dimensão de referência que,
normalmente, ilustra que
o primeiro e o último furo
não estão posicionados de
forma correta, de acordo com o intenção do projeto.
13 Equação.
Escreva uma equação que capture a intenção do projeto descrito
acima.
Dicas Q A distância entre o primeiro e o último furo é igual
ao comprimento geral da Baseplate menos duas vezes
a distância entre a primeira perfuração e a extremidade
da Baseplate.
Q O espaçamento entre os furos é igual à distância entre o primeiro
e o último furo dividido pelo número de furos menos um.
Q Você pode escrever uma equação que incorpore todas as
informações requeridas se você fizer um uso correto dos
parênteses.

104 Exercício 7
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

14 Teste a equação.
Teste a equação utilizando
diferentes números de furos,
diferentes comprimentos gerais,
assim como diferentes valores
para a distância entre a
extremidade da Baseplate.
Alguns exemplos são
mostrados à direita.
15 Retornar à montagem.
Alterne de volta para
a montagem e verifique se
a alteração no comprimento
da Baseplate resolveu
o problema de interferência.
16 Salve e feche.
Salve e feche a montagem
e quaisquer peças associadas.

Exercício 7 105
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 8: Crie esta montagem


Usando atalhos utilizando os atalhos de Mate.
de mate Este laboratório reforça
as seguintes habilidades:
Q Criação de montagem
Bottom-up.
Q Adição de componentes
a uma montagem com
os atalhos de mate.

Procedimento Abra uma nova montagem usando o template Assembly_IN.


1 Componentes utilizados. step
Os componentes utilizados são
conforme mostrados:
Q center pole
Q step (9 instâncias)
Q spacer (10 instâncias)
spacer

center pole

2 Componente fixo.
Adicione o componente Center pole (mastro central)
à montagem, soltando sua origem na origem da montagem.

106 Exercício 8
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

3 Janela para
arrastar
e soltar.
Abra as peças
step e
spacer.
Coloque
as janelas lado
a lado conforme
é mostrado
e faça mate
no primeiro
spacer
no center
pole. Utilize
a tecla Tab para
mover o alinhamento.
4 Impeça a rotação.
O spacer é relacionado, no entanto,
ainda está livre para rotacionar.
Impeça a rotação adicionando um
mate entre os planos de referência
Front do center pole e do
spacer.

5 Arraste e solte
o step.
Arraste e solte
o step no
spacer.
O mate
composto entre
os hole patterns
adiciona todos
os três mates
necessários
para restringir
completamente
o componente.

Exercício 8 107
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

6 Mais mates.
Adicione um
outro spacer,
restringindo-o
completamente.
Adicione um
outro step e
utilize a tecla
Tab para
rotacionar
perto do hole
pattern no
sentido
anti-horário.

7 Repetir.
Continue a adicionar
componentes, alternando
entre step e o spacer.
Para cada step adicional,
continue a fazer a rotação
ao redor do hole pattern.
8 Salve e feche.
Salve e feche a montagem
e quaisquer peças
associadas.

108 Exercício 8
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 9: Crie a movimentação desejada nas


Gear Mates engrenagens utilizando Gear Mates.
Este laboratório reforça as seguintes
habilidades:
Q Relações de mate para peças
de engrenagem.
Q Movimentação da montagem
e graus de liberdade.

Procedimento Use o procedimento a seguir:


1 Abra a montagem gears.sldasm na pasta nomeada
Gears (engrenagens).
Os componentes já estão restritos para permitir a rotação somente.
2 Relacione as Spur Gears (engrenagens internas) orbitais
à Spur Gearcentral.
A engrenagem central deve estar relacionada com um Gear Mate
com cada uma três engrenagens menores com um Ratio de 2: 1
Use as arestas dos furos das engrenagens, não as arestas dos eixos.

Dica A operação Gear Mate não leva em conta a mescla dos dentes da
engrenagem. De modo a manter a correta aparência das engrenagens
mescladas, certifique-se de que os dentes não estão interferindo
antes de adicionar os mates.

3 Relacione a engrenagem
das
Internal Spur Gear
a uma das pequenas
engrenagens orbitais com
um Ratio de 4: 1.
Certifique-se da direção;
visto que uma engrenagem
é contida no interior da outra,
a rotação é revertida.

Nota Caso todas as engrenagens orbitais estejam relacionadas à


engrenagem central, não é necessário relacionar mais do que uma
das engrenagens orbitais à grande Internal Spur Gear. Fazer
isso é redundante e pode até mesmo fazer com que a montagem
fique sobredefinida.
4 Concluído.
Agora quando a engrenagem de direcionamento é rotacionada,
a engrenagem interna gira à metade da velocidade e na direção
oposta.

Exercício 9 109
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

110 Exercício 9
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Lição 3
Configurações manuais
de montagem

Após a conclusão bem-sucedida desta lição, você estará preparado


para:
Q Construir configurações de uma montagem de modo manual.
Q Inserir um pattern de componente.
Q Utilizar sketches para layout de uma montagem.

111
Lição 3 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Configurações manuais de montagem

112
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 3
Configurações manuais de montagem

Configurações As montagens podem ser eficientes e trabalháveis se forem criadas


manuais de de forma adequada. Hábitos de trabalho ruins no nível da peça são
montagem combinados no nível da montagem, resultando em baixo desempenho
da montagem. Grande ou pequena, há melhores práticas que podem
ser utilizadas para garantir que a montagem opere do modo mais
eficiente possível. Geralmente, estes métodos têm início no nível da
peça e são levados através da montagem e do desenho.
Tópicos-chave A seguir alguns tópicos que serão abordados nesta lição:
Q Configurações de uma montagem
As configurações são essenciais para montagens eficientes.
É explorado o uso das configurações da peça, da submontagem,
e da montagem principal.
Q Padrões de repetição da montagem.
Os componentes podem ser copiados na montagem usando patterns
já existentes na peça ou em uma pattern linear ou circular exclusiva
da montagem.

Configurações manuais de montagem 113


Lição 3 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Configurações manuais de montagem

Configurações Assim como com as


de montagens peças, montagens
também podem ter uma
configuração que seja
criada através de uma
tabela do projeto ou
manualmente. Enquanto
as configurações de
peças têm enfoque em
features, as
configurações de
montagens têm enfoque Versão 1 Versão 2
em componentes, mates ou features de montagens. As configurações
de montagem podem ser usadas para controlar:
Q Features de montagens
Q Peças do componente e submontagens
Q Mates e dimensões de mate
Revisão da Alguns dos termos utilizados quando discutimos e trabalhamos com
terminologia as configurações são revistos abaixo.
Suppress/ Suppress (suprimir) é utilizado para remover temporariamente um
Unsuppress componente. Quando um componente é suprimido, o sistema o trata
como se ele não existisse. Isso quer dizer que outros componentes
e mates que sejam dependentes deste serão também suprimidos.
Além disso, os componentes suprimidos são removidos da memória,
deixando livres os recursos do sistema. A condição de suprimidos
dos componentes pode ser removida a qualquer momento.
Hide/Show Hide (ocultar) é utilizado para remover um gráfico de um
componente sem remover o componente ou seus dependentes.
Os mates associados a componentes ocultos ainda são avaliados.
Os componentes ocultos permanecem na memória e podem ser
mostrados a qualquer momento.
Design Tables Uma Design Table (tabela de projeto) é o modo preferido para
a criação das configurações. As Design Tables podem ser
utilizadas para controlar os valores de dimensão para mate de
distância e ângulo, features da montagem, o estado de supressão
ou a visibilidade dos componentes e as configurações dos
componentes dentro da montagem. Elas são discutidas em mais
detalhes na Lição 4.
Adição de uma Novas configurações podem ser criadas usando uma Design Table
nova configuração ou simplesmente adicionando-as no Configuration Manager. Você
de montagem também pode copiar e colar configurações.
Procedimento Neste exemplo, nós iremos visitar novamente a montagem de junta
universal que foi construída no curso SolidWorks Essentials: Parts
and Assemblies e trabalhar com configurações. Nós criaremos uma
segunda versão da montagem em que a handle de peça única
é substituída por uma submontagem de três peças.

114 Configurações de montagens


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 3
Configurações manuais de montagem

1 Abra a montagem nomeada assywithconfigs.


A montagem é similar àquela criada na lição bottom-up no curso
básico.
2 ConfigurationManager.
Clique na guia do ConfigurationManager . Somente a
configuração denominada Default está listada.

Adição de O diálogo Add Configuration (adicionar configuração) para as


configurações para montagens difere daquele para as peças. Ele é acessado da mesma
montagens maneira, no entanto, inclui mais opções sob Properties for newly
inserted items (propriedades para itens recentemente inseridos).
Os itens podem ser componentes, mates ou features da montagem.
Assembly Features são discutidas em Modelagem de montagens
Top-Down iniciando na página 7 e em Edição de montagens
iniciando na página 157.
Q Suppress features and mates
Features da montagem e mates adicionados à outra configuração
são suprimidas nessa configuração.
Q Hide component models
Componentes (peças e submontagens) adicionados a outras
configurações são suprimidos nesta configuração.
Q Suppress component models
Componentes (peças e submontagens) adicionados a outras
configurações são ocultos nesta configuração.
A caixa de verificação Don’t show child components in BOM
when used as sub-assembly (não mostrar componentes
referenciados na BOM quando utilizados como submontagem)
pode ser utilizada para sobrescrever as definições da BOM.

Configurações de montagens 115


Lição 3 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Configurações manuais de montagem

3 Adicionar uma nova configuração.


Posicione o cursor sobre o ícone do nível
principal. Escolha Add Configuration a partir
do menu direito do mouse e crie a configuração
Version2. Clique em OK para adicionar
a configuração e torná-la a ativa.
4 Configuração ativa.
A configuração ativa está mostrada em cor
normal na lista. As configurações inativas
aparecem acinzentadas.
Ela também aparece no Configuration Manager
e na árvore de modelamento do
FeatureManager, entre parênteses.

Supressão de Nós ainda suprimiremos alguns componentes e adicionaremos


componentes outros para definir esta nova configuração. Neste exemplo,
suprimiremos a manivela de única peça e adicionaremos
a submontagem da manivela para substituí-lo.

5 Supressão do componente.
Clique com o botão direito no
componente
One Piece Crank e edite suas
Component Properties. Clique em
Suppressed e em OK.
O componente é suprimido nesta
configuração, mas não naquela
denominada Default.

116 Configurações de montagens


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 3
Configurações manuais de montagem

Nota A edição das propriedades de um componente é apenas um outro


modo para suprimir um objeto. Você poderia ter também utilizado
Edit, Suppress, clicado na ferramenta Suppress na barra de
ferramentas Features, ou clicado com o botão direito no
componente e selecionado Suppress a partir do menu de atalho.
Hide e Show Component podem ser utilizados no lugar de
suprimir/cancelar supressão para simplesmente ocultar ou mostrar
gráficos.

Montagens da As montagens podem ser arrastadas e soltas em outras montagens


Design Library através da Design Library. A pasta da montagem mostrará
quaisquer montagens que existam onde o local de arquivo está
definido para olhar.

6 Locais de arquivos.
Clique em Tools, Options, System Options, File Locations.
Escolha Design Library a partir da lista e Add o local da pasta
atual.

Configurações de montagens 117


Lição 3 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Configurações manuais de montagem

7 Visualização da Design Library.


Na guia da Design Library do Painel de
Tarefas, selecione o item Configs of
Assy para ver os componentes
disponíveis.
Observe que todas as peças e as
montagens nesta pasta estão visíveis.

8 Arraste e solte.
Arraste e solte o full_crank-assy da Design Library para
dentro da montagem aberta.

Esta submontagem
será utilizada no
lugar da peça única
na configuração
atual.

118 Configurações de montagens


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 3
Configurações manuais de montagem

9 Mates.
Depois de adicionar um mate
Concentric, selecione as duas
faces planas para um mate
Parallel.
Como o mate de Distance,
mates Parallel podem ter
múltiplas soluções. Verifique a
pré-visualização antes de clicar
em OK.
Pergunta Poderíamos utilizar os
SmartMates para relacionar
full_crank-assyà junta
da junta universal?
Resposta Sim. O SmartMates poderiam ser usados para todos os três mates
individuais que definem totalmente o Full_crank-assy.
No entanto, os SmartMates somente inferem mates Coincident
e Concentric; dois dos mates precisariam ser alterados para seus
respectivos tipos (Parallel e Distance) antes da confirmação. Além
disso, a seleção da entidade para os outros mates seria mais difícil
devido à orientação e grande proximidade dos componentes.
10 Pré-visualização do mate
paralelo.
As faces são paralelas,
no entanto, alinhadas em
oposição à direção desejada.

11 Alinhamento.
A direção do mate
é revertida
utilizando-se os
botões de Mate
Alignment.

.
Confirme o
resultado. Clique
em OK quando
estiver correto.

Configurações de montagens 119


Lição 3 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Configurações manuais de montagem

12 Adicione um mate de distância de 1 mm.


Este mate é criado entre a face superior do bracket e a face da
parte inferior de full_crank-assy.
13 Configuração completada.
A submontagem da handle que
consistia de uma peça foi substituída
por uma submontagem da handle de
três componentes.

14 Renomeie a configuração
Default.
Acesse as Properties da configuração
Default a partir do menu do lado direito
do mouse. Renomeie para Version1.
Preencha One Piece Crank como
Description da configuração.
Clique em OK.

15 Exibição da árvore.
Clique com o botão direito na feature no nível principal no
Configuration Manager e escolha Tree Display,
Show Configuration Descriptions.

120 Configurações de montagens


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 3
Configurações manuais de montagem

16 Alterne configurações.
Alterne para Version1.

Suprimir o A nova manivela da submontagem que foi adicionada


componente à configuração da Version2 também aparece em todas as outras
adicionado configurações. Ela deve agora ser suprimida na configuração da
Version1.
Observe que três mates associados ao full_crank-assy já
estão suprimidos. Esta é uma opção default e tem como intenção
impedir sobredefinição da montagem.
17 Supressão.
Selecione o componente
full_crank-assy e
suprima este componente nesta
configuração.

18 Alternância entre configurações.


Agora você pode alternar suavemente entre as duas configurações
da montagem de junta em U.
Usando Move Enquanto você alternar entre duas configurações, você observará
Components com que as manivelas estão defasadas 180º. Há um modo de tornar as
as configurações configurações mais agradáveis visualmente. Ao fazer uso de Move
ou Rotate Component, há uma opção para obter o resultado
daquele movimento armazenado na configuração ativa somente.

Configurações de montagens 121


Lição 3 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Configurações manuais de montagem

19 Mover componente.
Alterne para Version1 e clique
em Move Component.
Clique na caixa de seleção
This configuration e arraste
o Yoke_Male para a posição
mostrada.

20 Version2.
Alterne para Version2.
Use Move Component com a opção
This configuration para rotacionar
a handle para uma posição similar.
21 Feche a montagem.
Salve e feche a montagem e todos os
arquivos a ela relacionados.

Patterns de Um pattern existente em uma peça de componente pode ser


componentes utilizado para realizar o pattern em outros componentes em uma
montagem.
Introdução: Insert Insert Component Pattern (inserir pattern de componente) utiliza
Component Pattern patterns existentes a partir de peças para componentes de pattern em
uma montagem.

Onde encontrar Q A partir do menu, escolha: Insert, Component Pattern


(para os tipos de pattern: Linear, Circular e Feature Driven).

122 Patterns de componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 3
Configurações manuais de montagem

1 Abra pattern assembly.


Nesse exemplo, o pattern de
orifício de parafuso em uma
peça de flange será usado para
criar um pattern de
componente de porca
e parafuso na montagem.

2 Selecione a porca
e o parafuso.
O primeiro conjunto de
elementos de fixação já foi
colocado. Use a tecla Ctrl para
selecioná-los na árvore.
3 Insira o pattern.
Selecione Insert, Component
Pattern, Feature Driven....
4 Driving Feature.
Como Driving Feature,
selecione Bolt Holes
pattern na peça Flange
part. Também é possível
selecionar uma das features
de orifício de parafuso na
peça Flange na área de
gráficos.

Nota Um dos orifícios é a feature seed do padrão Bolt Holes, e não


será aceita como a seleção Driving Feature.
5 Instâncias a serem puladas.
Se fosse necessário manter um ou mais conjuntos de elementos de
fixação fora do pattern e da montagem por alguma razão,
poderíamos selecionar aqui uma instância para mantê-la fora do
pattern. Esse não é o caso aqui.
No futuro, se instâncias do pattern forem excluídas da montagem
através do FeatureManager ou da vista de gráficos, elas serão
listadas aqui (em Edit Feature), e poderão ser reintegradas.

Patterns de componentes 123


Lição 3 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Configurações manuais de montagem

6 Acabamento.
Clique em OK para concluir
o pattern. Todos os orifícios
estão preenchidos.
Salve e feche a montagem.

124 Patterns de componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 10: Utilizando a montagem


Configurações fornecida, crie as
de uma configurações da
montagem montagem. Este
laboratório reforça as
seguintes habilidades:
Q Criação de
configurações de
uma montagem
Q Vistas explodidas
Q Adição de
componentes às configurações
Procedimento Use o procedimento a seguir:
1 Montagem existente.
Abra a montagem
existente denominada
ASSY CONFIGS.
A montagem representa
os componentes utilizados
para construir um trailler
hitch. Esta configuração
contém todos os
componentes que podem
ser utilizados.

Dica A maneira mais fácil de criar estas configurações é por meio da


adição de uma New Design Table.
Q Clique duas vezes nos componentes na janela de gráficos,
não no FeatureManager, para adicioná-los à tabela de projeto
com a propriedade de STATE.
Q Quando clica duas vezes em um componente de uma
submontagem, o resultado deve ser editado de modo a remover
o nome do componente do nome da submontagem.

Exercício 10 125
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

2 Definições de configurações.
Crie configurações de acordo com a tabela abaixo.
Os quatro nomes INST-1, INST-2 e assim por diante, na coluna
esquerda, são nomes de configurações. A fileira superior lista os
componentes na montagem. Suprimir ou cancelar supressão dos
componentes de acordo com a tabela.

SMALL *SUB FACE CHAIN


DRAW BAR BALL L-BRACKET U BOLT
STRAP PLATE HANGER

INST-1 R R R S S R R

INST-2 R R R R S R S

INST-3 R R S S R R S

INST-4 R R S R S R S

S = Suprimido, R = Resolvido (não suprimido), * = Submontagem


3 Configurações.
Crie estas quatro configurações:

INST-1 INST-2

INST-3 INST-4

126 Exercício 10
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

4 Novo componente.
Adicione o componente
rust cover
à montagem.
Ele é adicionado a todas
as configurações da
montagem.

5 Operação de mate
esférico.
Adicione um mate
Concentric entre
as faces esféricas da
rust cover e a
ball. Além disso,
adicione um mate
Parallel de modo
a impedir a rotação
da rust cover.

6 Vistas explodidas.
Opcionalmente, crie
vistas explodidas para
cada uma das novas
configurações.
AutoExplode pode ser
utilizado para
automatizar o processo.
7 Salve e feche
a montagem.

Exercício 10 127
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 11: Complete esta montagem


Pattern de utilizando as informações
componentes e dimensões fornecidas.
Adicione novos pattern
de features e componentes.
Este laboratório reforça as
seguintes habilidades:
Q Editar peça
Q Patterns lineares
Q Excluir instâncias
de pattern
Q Patterns de componentes
Procedimento Use o procedimento a seguir:
1 Abra a montagem
existente denominada
PatternAssy.
Ela fica localizada na
pasta
ComponentPattern.
Esta peça contém
o componente Keypad,
orientado conforme
é mostrado.
2 Edite a peça.
Edite a peça do Keypad, para adicionar os patterns de feature.
3 Pattern de direção
única.
Faça o pattern de feature
SourceLarge
utilizando um Spacing
(espaçamento) de
120 mm.
Dica Os eixos existentes
Angle e Across
podem ser utilizados para
definir as direções do
pattern.

128 Exercício 11
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

4 Duas direções
pattern.
Faça o pattern da
feature
SourceSmall
utilizando um
espaçamento de
18 mm e 20 mm
em duas direções.

5 Pular instâncias.
Use Instances to
Skip e remova as
quatro instâncias
que caiam dentro
dos cortes
existentes.

6 Componentes.
Retorne à edição da
montagem e adicione
dois componentes:
LargeButton
e SmallButton.
Adicione-os na posição
de seed dos patterns
apropriados.

Dica Os cortes são 1 mm mais longos e largos do que a parte superior dos
botões; Os botões deveriam ser centrados em seus respectivos furos.

Exercício 11 129
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

7 Patterns de
componentes.
Crie Feature Driven
Component Patterns
para os dois componentes.
8 Feche.
Salve e feche a montagem.

130 Exercício 11
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 12: Crie as configurações de uma


Sketches do montagem usando um robô e posições.
layout e Opcionalmente, você poderá construir
configurações a montagem do robô.
da montagem Este laboratório reforça as seguintes
habilidades:
Q Inserir submontagem
Q Sketches do layout
Q Propriedades de configuração
Q Adição de configurações para
montagens (manualmente)

Procedimento Use o procedimento a seguir:

Construindo A montagem do robô existe


a montagem como Robot para uso neste
(opcional) laboratório. Se desejar construir
a montagem você mesmo, siga
as etapas abaixo. Para usar a
montagem existente, consulte
Sketches do layout. abaixo.

1 Nova montagem.
Crie uma nova montagem usando
o template Assembly_MM.
Insira o robot_base na origem
da montagem.
Denomine a montagem como
Bld_robot.

Exercício 12 131
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

2 Referências de mate
As Mate References integradas em cada peça da montagem são
mostradas no gráfico abaixo.

robot_lower_axis robot_arm_right robot_arm_left

robot_upper_axis robot_forearm robot_wrist

robot_flange

3 Posicionamento dos componentes.


Monte os componentes usando a BOM e a vista ilustrada abaixo.

Nota Todos os componentes (além do robot_base) devem ter um grau


de liberdade restante.

Sketches do layout Crie sketches de layout que posicionem os componentes na


montagem.
4 Layout da montagem.
Crie uma nova montagem usando o template Assembly_MM.

132 Exercício 12
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

5 Sketch Dropoff.
Create um offset de plano 200 mm
acima do Plano Superior da
montagem. Crie o sketch mostrado
à direita desse plano. Dê ao sketch
o nome de Dropoff e saia.

6 Sketch Pickup.
Create um offset de plano 750 mm acima
do Plano Superior da montagem.
Crie o sketch mostrado à direita desse
plano. Dê ao sketch o nome de Pickup
e saia.

7 Componentes.
Adicione e encaixe dois
componentes Piece
Part nos sketches, como
mostrado.

Dica É possível aplicar cor aos sketches para melhor distingui-los.

Criar Crie configurações da montagem que representem o robô pegando


configurações uma peça em um lugar e soltando-a em outro. As configurações são
de montagem usadas simplesmente para mostrar diferentes posições da mesma
montagem.

Dica Marque a opção Suppress new features and mates


(suprimir novas entidades e mates) quando criar as novas
configurações.

Exercício 12 133
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

8 Inserir montagem.
Insira a montagem robot
ou Bld_robot na origem
do layout da montagem.
Adicione mates para
restringir a base.
9 Propriedades do
componente.
Altera a Component
Properties da montagem
do robô de Rigid para
Flexible.
10 Configuração da
Pickup.
Crie uma nova
configuração de
montagem denominada
Pickup. Adicione mates
concêntricos e coincidentes
entre o robot_flange
e o componente Piece
Part<1>.

11 Configuração do
Dropoff.
Crie uma nova
configuração de montagem
denominada Dropoff.
Adicione mates
concêntricos e coincidentes
entre o robot_flange
e o componente Piece
Part<2>.
12 Interferência.
Verifique se existem interferências nas configurações, assegurando
que não exista nenhuma.
13 Configuração
Default.
Retenha a configuração
Default com
o movimento livre dos
componentes.
14 Salve e feche
a montagem.

134 Exercício 12
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Lição 4
Tabelas de projeto de
montagem
e estados de exibição

Após a conclusão bem-sucedida desta lição, você estará preparado


para:
Q Inserir uma tabela de projeto em uma montagem da SolidWorks.
Q Controlar configurações e estados de exibição de uma
montagem através de uma tabela de projeto.

135
Lição 4 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição

136
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 4
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição

Tabelas Assembly Design Tables (tabelas de projeto de montagem)


de projeto permitem criar e controlar configurações da montagem usando uma
de montagem planilha do Excel. Elas controlam a supressão de componentes,
e estados mates e features de montagens, configurações de peças e valores
numéricos de distância e mates de ângulos.
de exibição
Display States (estados de exibição) tratam as variações de
visibilidade dos componentes em cada configuração. Por exemplo,
o estado de exibição permite definir se um componente deve ficar
oculto, transparente ou com as linhas ocultas removidas.
Tabelas de Assembly Design Tables são
projeto de usadas para criar e documentar
montagem configurações como as que
foram criadas na lição anterior.
Todas as mesmas opções de
configuração, mais
comentários, estão disponíveis
na tabela de projeto.
Da mesma forma que com
as tabelas de projeto de peças,
os dados de configuração existentes podem ser convertidos em
dados de tabela de projeto.

Nota As configurações de peças foram discutidas no Essentials:


Parts and Assemblies Training Manual. Consulte esse
manual para conhecer os conceitos das tabelas de projetos.

1 Abra a montagem Light.sldasm.


2 Design Table (tabela de projeto).
Clique em Insert, Design Table, e use a opção
Auto-create. Adicione a dimensão
D1@Clip_Gap na tabela de projeto a partir do
menu pop-up. Essa é a dimensão do mate de
distância que estabelece a diferença entre os
componentes Clip e Holder.

Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição 137


Lição 4 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição

Criando e Tabelas de projeto de montagem podem ser criadas usando os


inserindo de menos métodos usados para tabelas de projetos de peça. Podem
tabelas de projeto ser criadas de forma rápida, convertidas ou criadas no Excel
e inseridas. Insert, Design Table usa o método familiar de clicar
duas vezes para adicionar cabeçalhos à tabela.

isto é adicionado à tabela Conteúdo default da


Se você clicar duas vezes em ...
do projeto. célula sob o cabeçalho
O componente comp<7> na $STATE@comp<7> Estado atual: Suprimido
Área Gráfica. ou resolvido
A feature da montagem $STATE@AF1 Estado atual: Suprimido
denominada AF1 no ou não suprimido
FeatureManager
Dimensão da feature da D1@Cut2 Valor atual
montagem na Área Gráfica
Mate chamado Concentric5 $STATE@Concentric5 Estado atual: Suprimido
no FeatureManager ou não suprimido
Dimensão do mate na Área D3@Distance5 Valor atual
Gráfica

Dica Com relação aos componentes, o cabeçalho $STATE@ é sempre


aplicado à instância selecionada somente. Tanto o cabeçalho com a
instância podem ser editados dentro da tabela de projeto.
Outros cabeçalhos, como, por exemplo, CONFIGURATION, SHOW,
COLOR, COMMENT, and USER_NOTES não podem ser adicionados
por meio do duplo clique. Eles devem ser digitados dentro da tabela
de projeto.
Controlando As features e os mates da montagem podem ser suprimidos ou ter
features e mates a supressão cancelada usando uma tabela de projeto. Além disso,
da montagem as dimensões das features da montagem e dos mates podem ser
controladas através de uma tabela de projeto. Nota: Somente mates
de Angle (ângulo) e Distance (distância) têm dimensões associados
a eles.

Sintaxe para o cabeçalho Valores válidos nas células Padrão se a célula for
da coluna do corpo deixada em branco
$STATE@ Suprimido (S) Não suprimido
assy_feature_name não suprimido (U)

$STATE@mate_name
dimension_name@ Qualquer valor decimal Zero (gerará um erro se não
assy_feature_name válido para a dimensão for um valor válido para
aquela dimensão)
dimension_name@
mate_name

138 Tabelas de projeto de montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 4
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição

3 Adicionar mates.
Expanda
o FeatureManager
e clique duas vezes
nos mates Clip_Gap
e line_up na pasta
Mates. As
propriedades dos
mates são adicionadas
na tabela de projeto
com o prefixo $STATE@ e com a informação UNSUPPRESSED.
O mate line_up é usado para “alinhar” os componentes Holder
e Head_Sub para posicionar os componentes da lanterna em linha
reta.

Controlando Os componentes da peça são muito versáteis nas tabelas de projeto.


componentes Eles podem ter sua configuração, seu estado de supressão e sua
da peça visibilidade definidos através da tabela de projeto. É importante
observar que os nomes da configuração e da peça fazem
diferenciação entre maiúsculas e minúsculas.

Sintaxe para o cabeçalho da Valores válidos nas células Padrão se a célula for
coluna do corpo deixada em branco

$CONFIGURATION@ Nomes válidos de Não é permitido


component<instance> configuração
Nota: Os nomes fazem
diferenciação entre
maiúsculas e minúsculas.
$STATE@ Resolvido ® Resolvido
component<instance> Suprimido (S)

4 Adicionar componentes
Clique duas vezes no componente Clip na janela de gráficos.
Ele também aparece na tabela de projeto com o prefixo $STATE@.
O componente Clip é usado para prender a lanterna no bolso, mas
não é usado em todas as configurações da montagem.

Tabelas de projeto de montagem 139


Lição 4 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição

5 Feche e abra.
Clique fora da tabela de projeto na
janela de gráficos para fechá-la. Reabra-
a clicando com o botão direito no ícone
e selecionando Edit Table. Note que as
abreviações U e R foram substituídas
pelos nomes completos.

6 Editar a tabela.
Clique duas vezes no componente
Holder na janela de gráficos.
O mesmo prefixo “estado”
é adicionado, mas não é isso o que
precisamos. Clique na célula
e substitua o texto STATE por
CONFIGURATION. Além disso,
substitua o texto na célula abaixo
por Default.

A propriedade
$CONFIGURATION@
é usada para selecionar
uma configuração da peça
Holder para uso na
configuração da montagem. Existem duas configurações
do componente: Default e No Clip.

Comentários e Diversos cabeçalhos de coluna (e fileira) são utilizados para


outros cabeçalhos comentários e definições da BOM. São eles:

Sintaxe para o cabeçalho da Valores válidos nas células Padrão se a célula for
coluna do corpo deixada em branco

$COMMENT Qualquer seqüência de texto Vazio


$PARTNUMBER Qualquer seqüência de texto O nome da configuração
$USER_NOTES Qualquer seqüência de texto Não avaliado
Nota: isto pode ser utilizado
como um cabeçalho de
coluna ou de fileira.
$NEVER_EXPAND_IN_BOM Sim (nunca expandir) Não (permitir expansão)
Não (permitir expansão)

140 Tabelas de projeto de montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 4
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição

Sintaxe para o cabeçalho da Valores válidos nas células Padrão se a célula for
coluna do corpo deixada em branco

$COLOR Número inteiro de 32 bits Zero (preto)


especificando a cor de RGB
(vermelho, verde, azul)
Nota: Para obter maiores informações a
respeito de como calcular o número inteiro
de 32 bits, consultecolors, parameter in
design tables na ajuda on-line do
SolidWorks.

7 Comentários.
Comentários podem ser
adicionados usando as
propriedades
$COMMENT
e $USER_NOTES.
Neste exemplo,
o comentário lista os
nomes válidos para as
configurações do
componente Holder
component.
8 Configuração
Free Motion
(movimento livre).
Configurações
adicionais podem
ser adicionadas
digitando-se novos
nomes e preenchendo
as configurações
apropriadas. Copie
a linha existente
e edite as células
como mostrado
em vermelho.
Suprimir o mate
$state@line_up
permite que
o componente
Head_Sub seja
girado livremente.

Tabelas de projeto de montagem 141


Lição 4 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição

9 Configuração No
Clip (sem clip).
Copie a linha de
configuração
Default e cole-a.
Edite as células
como mostrado em
vermelho.
Nessa configuração,
o Clip é suprimido
e a configuração
No Clip do
Holder é usada.

Especificando Todas as funções da tabela do projeto que permitem que você


componentes especifique os nomes dos componentes suportam a seguinte sintaxe.
Nesta tabela, comp is the component name and n and m são
números de instâncias.

comp<n> comp<*> comp<n-m> comp<n,m>

Afeta somente Afeta todas Afeta as Afeta as


a instância as instâncias instâncias de instâncias de
específica n de comp comp dentro comp na lista
de comp da faixa n-m n,m

142 Tabelas de projeto de montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 4
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição

10 Múltiplas
instâncias.
Oculte o
Holder. Clique
duas vezes em um
dos componentes
Battery AA
para adicioná-lo
na tabela de
projeto. Edite
o texto da
instância para
substituir o <1>
ou o <2> por
<*>. Adicione
o nome e o estado
da configuração.
11 Renomeie.
Exiba o Holder.
Renomeie a
configuração Default na tabela de projeto como Straight.
Exclua o nome antigo da configuração quando fechar a tabela de
projeto.

Estados de Display States (estados de


exibição exibição) são usados para
definir a visibilidade e a
aparência de componentes em
uma montagem. Os estados de
exibição são armazenados sob
cada configuração na pasta
Display State.
Cada configuração de
montagem pode conter um
ou mais estados de exibição.
Um estado de exibição padrão
é adicionado a cada nova configuração.

Estados de exibição 143


Lição 4 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição

Painel de exibição As definições podem ser


controladas e
visualizadas através do
Display Pane (painel
de exibição) do
FeatureManager. Clique
no ícone ao lado do
nome do componente
para exibir um menu
para alterá-lo.
As opções são listadas
como colunas e incluem:

Q Ocultar e exibir
É possível definir uma alternância para Hide ou Show (ocultar ou
exibir) um componente. Hide afeta somente os gráficos do
componente, e não suprime nem ele nem os seus mates.
Q Modo de exibição
O modo de exibição define a apresentação dos componentes
individuais como Wireframe (estrutura de arame), Hidden Lines
Visible (linhas ocultas visíveis), Hidden Lines Removed (linhas
ocultas removidas), Shaded With Edges (sombreado com arestas),
Shaded (sombreado) ou Default Display (exibição default da
montagem).
Q Cor
Define a Color (cor) do componente no nível de montagem.
Q Aparência
Define a Appearance (aparência) do componente no nível de
montagem.
Q Transparência
Alterna a ativação da Transparency (transparência) do
componente.
Dica A definição dessas opções de visibilidade pode ser efetuada através
do Display Pane (painel de exibição), da barra de ferramentas
Assembly (montagem) ou clicando com o botão direito em um
componente. Independentemente de como a definição é criada,
ela é exibida no Display Pane.

144 Estados de exibição


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 4
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição

12 Renomeie o estado de exibição.


Clique duas vezes na configuração
Straight e a expanda. A pasta
Display State contém o estado de
exibição padrão Display State-1.
Clique com o botão direito do mouse no
estado de exibição e selecione Rename.
Digite o nome all on.
13 Adicione o estado de exibição.
Clique com o botão direito do mouse no Display State Folder
(pasta do estado de exibição) e selecione Add Display State. Digite
o nome Trans Holder.
14 Transparência.
Clique em Show Display
Pane (exibir painel de
exibição) e clique em
Transparency
e Change Transparency
para o componente
Holder.
15 Modo de exibição.
Clique em
Display Mode
e selecione Shaded.
16 Novo estado
de exibição.
Clique com o botão
direito do mouse no estado de exibição all on e adicione um novo
estado de exibição. Isso copia as definições do estado de exibição
all on. Digite o nome Hide Ends.
17 Ocultar.
Clique no ícone Hide/Show e Hide (oculte) os
seguintes componentes: Holder, Battery AA
(ambas as instâncias), Clip, Switch e End Cover.

Copiar estados Os estados de exibição podem ser copiados de uma configuração


de exibição para outra para reutilizar as informações que eles contêm.

Estados de exibição 145


Lição 4 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Tabelas de projeto de montagem e estados de exibição

18 Copie e cole.
Clique com o botão direito do
mouse no estado de exibição
Trans Holder e selecione Copy.
Clique duas vezes na configuração
No Batteries, e clique com
o botão direito do mouse em Paste
na pasta Display State.

146 Estados de exibição


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 13: Utilizando a


Tabela montagem fornecida,
de projeto crie configurações de
de montagem montagem utilizando
uma tabela de projeto.
Este laboratório
reforça as seguintes
habilidades:
Q Configurações
de uma montagem
Q Tabelas de projeto
em uma montagem
Procedimento Use o procedimento a seguir:
1 Montagem existente.
Abra a montagem existente
denominada TOOL POST ASSY.
Ela fica localizada na pasta
denominada Assy Design
Tables. A montagem contém
quatro componentes e tem
movimentação de montagem.
Ao mover o componente NUT,
a WEDGE é deslizada.

2 Mate de distância.
Adicione um mate de distância
entre as faces opostas da WEDGE
e do TOOL POST BODY. Defina
o valor para 1.5”. Renomeie
o mate Opening.

Exercício 13 147
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

3 Tabela de projeto.
Crie uma tabela de projeto com as configurações da montagem,
utilizando valores diferentes do mate de distância Opening.

Config Name Mate Value

SET 1.0 1.0

SET 1.1 1.1

SET 1.2 1.2

SET 1.3 1.3

SET 1.4 1.4

SET 1.5 1.5

SET 1.6 1.6

SET 1.7 1.7

SET 1.8 1.8

4 Verifique as configurações.
Verifique as configurações com relação às interferências.
Exclua quaisquer configurações inválidas da montagem.
5 Salve e feche a montagem.

148 Exercício 13
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 14: Conclua essa montagem criando


Tabelas de novas configurações e uma tabela
projeto de de projeto.
montagem e Este laboratório usa as seguintes
estados de habilidades:
exibição Q Criação de configurações.
Q Utilização das propriedades do
componente.
Q Criação de uma tabela de
projeto de montagem,
Q Estabelecimento de estados de exibição.
Unidade: Milímetros
Procedimento Abra peças existentes.
1 Abra a montagem DT&DS.
A montagem contém uma configuração denominada ANSI.
2 Crie uma configuração.
Crie uma nova configuração manualmente. Denomine-a Metric
e torne-a ativa.
3 Altere os componentes.
Usando Component Properties
(propriedades de componente),
altere as configurações dos
componentes como mostrado.

4 Design Table.
Adicione uma tabela de projeto na montagem e crie as
configurações adicionais Mixed 1 e Mixed 2 com as definições
mostradas.

Exercício 14 149
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

5 Estados de exibição.
Crie múltiplos estados de exibição da configuração ANSI como
mostrado abaixo.

6 Salve e feche.

150 Exercício 14
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 15: Crie configurações de uma


Tabela de montagem usando uma tabela
projeto de de projeto e métodos manuais.
montagem Este laboratório reforça as
seguintes habilidades:
Q Tabelas de projeto de
montagem
Q Validação de dados no
Excel
Q Configurações de
submontagem
Q Alterações bidirecionais
Q Configuração de mates

Procedimento Use o procedimento a seguir:

Abra a montagem A montagem Hand Truck é um carrinho de transporte que contém


duas instâncias de uma submontagem e de peças de componentes
individuais.
1 Montagem existente.
Abra a montagem existente Hand Truck.
2 Insira a tabela de projeto.
Insira uma Design Table (tabela de projeto) usando a opção
Auto-create. Selecione o mate D1@Handle_Overlap para
adicioná-lo na tabela.
3 Adicione nomes de configuração.
Adicione os novos nomes de
configuração Setting.02,
Setting.04, Setting.06,
Setting.08, Setting.10.

Exercício 15 151
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Validação de Data Validation (validação de


dados dados) é uma ferramenta do
Excel usada para limitar os
valores em uma célula. Nessa
montagem, o ajuste dos furos no
Handle (punho) é baseado no
valor de um mate de distância.
Para alinhar os furos, eles
precisam usar intervalos de 2”,
do valor menor de 2” até o maior
de 10”. O valor maior cria
o punho “mais curto”.

4 Validação de dados.
Clique em uma das
células embaixo da
coluna
D1@Handle_Overlap
e clique em Data,
Validation. Selecione
List e digite 2,4,6,8,10
como os únicos valores
válidos de células.

5 Colar especial.
Selecione a célula e copie-a.
Clique com o botão direito em
Paste Special e selecione
Validation, colando-o em todas
as células numéricas da coluna.
Defina as células com os valores
apropriados.

152 Exercício 15
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

6 Verifique as configurações.
Saia da tabela de projeto e verifique as
configurações criadas. A configuração
Setting.10 é mostrada.

7 Editar tabela.
Clique com o botão direito
do mouse na tabela de projeto
e selecione Edit Table.
Adicione uma configuração
denominada Standard. Clique
na célula C2 e clique duas vezes
em um dos componentes
Tire.Pneumatic,
adicionando-o na tabela. Edite o
texto para que as instâncias sejam
<1,2> e preencha a tabela.

8 Configuração Standard.
Saia da tabela e selecione a configuração
Standard.

9 Opções avançadas.
Verifique as propriedades da configuração
Standard. As opções Suppress new features
and mates (suprimir novas features e mates)
e Suppress new components (suprimir novos
componentes) deve estar marcada.

Exercício 15 153
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

10 Adicione
componentes.
Adicione duas
instâncias do
componente
Tire.Plastic
na montagem.
Aplique mate entre
os componentes
Axle e
Axle.Cap.

11 Suprimir.
Suprima os componentes
Mounting_Plate<1>,
Caster.Assembly<1> e <2>
e Hex Nut_AI<1> e <2>
em This configuration.
12 Exclua.
Edite a tabela e adicione os novos
parâmetros. Exclua da tabela a linha
de configuração Default. Saia da tabela
e confirme a exclusão da configuração.

Configurações da Configurações de submontagens podem ser usadas na montagem de


submontagem nível principal configurando-as em Propriedades da submontagem.
13 Configurações de submontagem.
Selecione a configuração Simple das
submontagens Leg.Support<1> e <2>
para This configuration.

Configuração de Suprima os mates da configuração para fazer o mate de um


mates componente existente de uma maneira diferente.

154 Exercício 15
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

14 Nova configuração.
Torne a configuração Setting.06
ativa e adicione a nova configuração
Flatbed.
15 Suprima os mates.
Suprima os mates Concentric1,
Coincident9
e Handle_Overlap
de This configuration.
Adicione novos mates para conectar
o Handle como mostrado.
16 Edite a tabela.
Edite a tabela e adicione a nova configuração
e os novos parâmetros.
17 Combine.
Colunas com componentes e definições comuns
podem ser combinadas. Por exemplo, as colunas
$STATE@Tire.Plastic<1>
e $STATE@Tire.Plastic<2> podem
ser ombinadas como
$STATE@Tire.Plastic<1-2>.
18 Salve e feche.

Exercício 15 155
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

156 Exercício 15
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Lição 5
Edição de montagens

Após a conclusão bem-sucedida desta lição, você estará preparado


para:
Q Encontrar e consertar erros na montagem.
Q Coletar informações sobre a montagem.
Q Criar features que representem operações de usinagem
pós-montagem.
Q Trocar e modificar componentes em uma montagem.
Q Espelhar componentes em uma montagem.
Q Utilizar os sketches de layout e blocos.

157
Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

158
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

Edição Como a edição da peça, a edição de montagens tem ferramentas


de montagens específicas para ajudar no reparo de erros e de problemas. Algumas
ferramentas são comuns tanto às peças como às montagens e foram
abordadas no curso básico SolidWorks Essentials: Parts and
Assemblies. Elas não são repetidas aqui.
Tópicos-chave Alguns dos tópicos-chave nesta lição são mostrados na lista a seguir.
Cada um destes tópicos corresponde a uma seção nesta lição.
Q Features da montagem
Uma entidade de montagem é um corte que existe somente na
montagem. As features da montagem são freqüentemente utilizadas
para representar operações de usinagem na pós-montagem.
Q Substituição e modificação de componentes
Quando uma montagem está aberta, há um grande número de técnicas
que você pode utilizar para substituir ou modificar componentes.
Elas incluem File, Save As, Replace Components e Reload.
Q Identificando e solucionando problemas em uma montagem
Os mates são tratados como features na árvore de modelamento
do FeatureManager e são editados com o uso de Edit Feature.
Os mates podem ter diversos problemas. Os maiores dentre eles são
falta de referências (faces, arestas, planos) e o estado sobredefinido.
Componentes sobredefinidos em uma montagem são a analogia em
3D de um sketch sobredefinido. Utilizando a mesma notação, o sinal
de mais (+), eles indicam que o componente ou o mate tem mates
conflitantes aplicados a ele.
Q Informações a partir de uma montagem
Se você não estiver seguro com relação a onde todos os componentes
utilizados em sua montagem são residentes, Find References
localizará estes componentes e fornecerá uma opção para copiá-los.
Q Controlando as dimensões em uma montagem
Para capturar a intenção do projeto, as dimensões podem ser
controladas utilizando-se features “in-context”, Link Values
ou equações.
Q Espelhamento de componentes
Muitas montagens têm algum grau de simetria esquerda-direita.
Os componentes e as submontagens podem ser espelhados para
reverter sua orientação. Isso também pode gerar peças “da mão
oposta”.
Q Sketches de layout e blocos de sketch
Sketches de layout permitem planejar a montagem em um sketch
antes de inserir componentes, e usar a geometria do sketch para
colocar componentes. Blocos permitem agrupar múltiplas partes
de geometria e dimensões do sketch para que possam se
movimentar como um elemento só.
Edição A edição de montagens abrange uma ampla gama de operações desde
de atividades a reparação de erros até a extração de informações e a realização de
alterações no projeto. Esta seção discutirá como realizar cada uma
destas operações.

Edição de montagens 159


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

Procurando Encontrar e reparar problemas em uma montagem é uma habilidade-


e reparando chave no SolidWorks. Problemas podem ocorrer em mates, features
problemas de montagem ou nas peças dos componentes e das submontagens
referenciadas pela montagem. Problemas comuns, como, por
exemplo, um componente sobredefinido, poder disparar um número
muito maior de mensagens de erros e fazer com que a montagem
pare de resolver os mates. Diversos erros comuns, assim como suas
soluções, são apresentados aqui.
Informações A realização de um teste não destrutivo de uma montagem pode
a partir de uma produzir conclusões muito importantes quanto a como as
montagem montagens e os componentes que a compõem foram criados.
Também é importante procurar por problemas em potencial, como,
por exemplo, interferências.
Alterações A realização de alterações no projeto em uma montagem pode variar
no projeto desde a alteração do valor de um mate de distância até a substituição
de um componente por outro. Você pode modificar as dimensões de
componentes individuais, features “in-context” de modelo, ou você
pode criar features de montagem para representar operações de
usinagem pós-montagem.

Convertendo Há diversos métodos que podem ser utilizados para converter peças
peças e montagens em montagens ou montagens em peças. Estes métodos oferecem
técnicas para realizar muitas tarefas únicas de projeto, tais como
modelos FEM.
Peças em A utilização de uma peça para criar uma montagem pode oferecer
montagens um método mais simples de modelagem que evita mates e inserção
de peças. Isso é útil para projeto industrial.
Dividir peça Use Split Part para quebrar
uma peça de corpo sólido
único e transformá-la em
uma peça de corpo múltiplo
e, opcionalmente, em uma
montagem. Resulta em
múltiplas peças e,
opcionalmente, em uma montagem que referencia uma peça única.
Montagens em Pacotes FEM freqüentemente requerem que uma montagem seja
peças representada como uma peça para processamento prévio. Há
vantagens de desempenho associadas à utilização de uma peça no
lugar de uma montagem. Por exemplo, se soubermos que uma
submontagem específica não será alterada, ela pode ser substituída
por uma peça em uma montagem maior. Soldagens aparecem em
uma BOM como uma peça única, no entanto, podem ser criadas
com peças múltiplas.

160 Edição de atividades


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

Componentes Componentes de peças


conectados múltiplas em uma
montagem podem ser
conectados em uma única
peça utilizando-se Join.
Isso resulta em uma peça
que referencia uma
montagem e peças múltiplas.
Salve como peça Save As pode ser utilizado para combinar uma montagem em uma
peça. As opções incluem a seleção de apenas faces externas/
componentes ou todos. Resulta em uma peça que referencia uma
montagem e peças múltiplas. As referências seriam similares ao
diagrama acima.
Peças em peças Uma outra abordagem para a criação de soldagens ou modelos de
FEM é utilizar corpos múltiplos para fazer com que peças múltiplas
se transformem em uma peça única.
Múltiplos Corpos Use Insert Part, Move/Copy Bodies
e Combine para transformar corpos
sólidos múltiplos em uma única peça
única. Resulta em uma peça que referencia
múltiplas peças.

Substituindo As peças dos componentes podem ser substituídas por montagens


peças por utilizando-se Replace Component (consulte Substituindo uma
montagens única instância na página 167). O mesmo procedimento pode ser
utilizado ao inverso para substituir uma montagem por uma peça ou
para substituir uma montagem por uma outra montagem.

1 Abra duas montagens.


Abra as montagens
FullBase
e STEEL-BASE em
janelas separadas. Arraste
e solte a montagem
STEEL-BASE na
montagem FullBase.
Restrinja a STEEL-
BASE com dois mates
Coincident (um destes
deve utilizar o plano de referência MidPlane1 em cada
montagem) e um mate de distância, conforme indicado.

O Hole Wizard É possível adicionar qualquer furo do Hole Wizard como uma feature
de montagem que se estende através de mais de um componente.

Edição de atividades 161


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

Onde encontrar No contexto da montagem,


Q Na barra de ferramentas Features, selecione Hole Wizard ,
ou
Q no menu Insert, selecione Assembly Feature, Hole, Wizard....

2 Hole Wizard.
Clique em Hole Wizard e defina a Hole
Specification da seguinte maneira:

Q Counterbore
Q Standard: Ansi Inch
Q Type: Hex Bolt
Q Size (tamanho): 1/4
Q Fit: Normal
Q End Condition (condição final): Through
All (através de todos)

Nota Não estamos criando um Hole Series, como fizemos na Lição 1.

Alterações em Alterações em feature de montagem podem cair em duas categorias:


feature de mudanças na própria feature (seu sketch ou condições da aresta, por
montagem exemplo) e mudanças em seu Feature Scope.
Introdução: A Feature Scope controla quais componentes são afetados pela
Escopo da feature feature de montagem. Você pode definir o escopo da feature antes
ou depois de criar a feature de montagem.

Onde encontrar Q Selecione a feature e, no menu, clique em Edit, Feature Scope....


Q Ou, clique com o botão direito na feature de montagem
e selecione Edit Feature.

3 Escopo da feature.
A Feature Scope controla quais componentes
são cortados pelo furo. Expanda a área do
diálogo Feature Scope. As opções incluem
All components e Selected components, com a opção de
Auto-select.
As definições-padrão, Selected components e Auto-select,
são aceitáveis.

162 Edição de atividades


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

4 Localize os centros do furo.


Clique na guia Positions do
diálogo, e localize os centros de
quatro furos usando pontos de
sketch. Crie relações Concentric
entre os pontos e as arestas
circulares. Se Snap to model
geometry estiver ativado nas
opções, o plano de posicionamento
e as relações concêntricas podem
ser inferidos movendo o cursor
sobre a aresta do arco de círculo.

Coloque quatro pontos


de sketch, como mostrado.
Clique em OK.

5 Seleção de componente.
Se você não especificar
o escopo da feature na criação
da feature de montagem,
o SolidWorks selecionará
os componentes apropriados
na montagem com base em
suas posições em relação aos
pontos de posicionamento.
Nesse exemplo,
a MotorBase, os dois componentes Plate,
p1000 hs_st-3 e -4 serão afetados por default.
6 Furos resultantes.
Quatro furos com rebaixo foram adicionados. A única feature
aparece como a última feature na árvore de modelamento do
FeatureManager, como uma feature CBORE.

Edição de atividades 163


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

7 Edite o Feature Scope.


É possível editar o Feature Scope após sua criação ou pela edição
da própria feature do furo ou (para qualquer feature de montagem)
selecionando e usando o menu principal Edit, Feature Scope....
Aqui será exibida uma lista dos componentes afetados. Eles podem
ser adicionados ou excluídos.

As duas peças p1000 hs_st não se destinavam a fazer parte


da feature do furo. Selecione-as e pressione a tecla Delete para
removê-las do escopo.
8 Componentes.
Embora as os furos
pareçam estar fazendo
um corte através dos
componentes, as
features de montagem
existem somente na
montagem, não nas
peças individuais.
Abra os componentes
MotorBase and
STEEL-BASE. Os furos
com rebaixo não
aparecem.
Feche a submontagem
STEEL-BASE e os
arquivos da peça e, em
seguida, salve e feche
a montagem FullBase.

164 Edição de atividades


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

Substituindo Os componentes podem ser substituídos em uma montagem aberta


e alterando utilizando-se uma dessas duas técnicas: Save As e Reload ou
componentes Replace Components.

Técnica Descrição
Salvar como Se você estiver editando uma peça no contexto
de uma montagem, ou se você tiver uma peça
e a montagem na qual ela se encontra abrir ao
mesmo tempo, utilizar Save As para renomear
a peça fará com que a nova versão substitua
a original na montagem. Se houver múltiplas
instâncias desse componente, todas elas serão
substituídas. O sistema emitirá uma mensagem,
advertindo que isso ocorrerá. Se não quiser
substituir o componente, clique na opção
Save as copy no diálogo Save As.
Consulte Substituindo componentes utilizando
Save As na página 178 para obter um exemplo.
Recarregar e As opções Reload e Replace Components
substituir são utilizadas para atualizar ou substituir todas
componentes as instâncias ou instâncias selecionadas de um
componente selecionado pela última versão
salva ou de leitura somente, ou um componente
completamente diferente. O recarregamento
preservará todas as informações do mate.
Quando você substituir um componente em
uma montagem, o sistema tentará preservar os
mates. Se os nomes das features referenciadas
pelo mate permanecerem os mesmos, os mates
serão preservados quando o componente for
recarregado ou substituído.

Trabalhando em Para que outras pessoas possam fazer alterações nos componentes
um ambiente que estiverem na montagem em que você estiver trabalhando, elas
multiusuário devem ter acesso de gravação àqueles componentes. Isso significa
que você deve ter acesso de leitura somente.
Quando uma montagem é aberta, a versão salva mais recente de
seus componentes é exibida. Uma vez que a montagem esteja aberta
e você faça alterações em seus componentes, é perguntado se você
deseja reconstruir a montagem sempre que você voltar para a janela
da montagem. Isso permite que você mantenha sua exibição da
montagem atualizada.
No entanto, se outras pessoas fizerem alterações nas peças de sua
montagem, essas alterações não são exibidas automaticamente.
Esta é uma consideração importante quando se está trabalhando
em um ambiente multiusuário.

Substituindo e alterando componentes 165


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

Se você tiver arquivos de leitura somente em sua montagem,


o comando Check Read-only Files verifica se os arquivos
tornaram-se disponíveis para acesso de gravação ou foram alterados
no disco desde o último recarregamento. Uma mensagem aparece se
os arquivos não foram alterados e a caixa de diálogo Reload
aparece se quaisquer arquivos tiverem sido alterados.
Para obter maiores informações a respeito de ambientes de
multiusuário e compartilhamento de arquivo, consulte o SolidWorks
File Management Training Manual (Manual de Treinamento de
Gerenciamento de Arquivos da SolidWorks).
Introdução: Replace Replace Components é utilizado para remover um componente
Components ou uma instância de um componente na montagem e substituí-lo
(substituir por um outro componente.
componentes)
Onde encontrar Q Clique com o botão direito no componente, seja na janela
de gráficos ou na árvore de modelamento do FeatureManager
e selecione Replace Components.
Q No menu File, escolha Replace....

Utilizando Replace No diálogo Replace Components, o componente selecionado


Components aparece sob Replace these Component(s); outros podem ser
adicionados também. Utilize a caixa All instances, se for
necessário. Procure por um arquivo para substituir um componente
diferente pelo original no campo With this one. Replace
Components afetará instâncias selecionadas ou todas daquele
componente na montagem ativa.
Se você deseja substituir um componente por uma versão
modificada daquele mesmo componente, siga estas regras para
obter melhores resultados:
Q Faça uma cópia do componente, seja no Explorer ou com o uso
de File, Save As e, se necessário, a opção Save as copy.
Q Faça as alterações desejadas na peça.

Para obter melhores resultados na preservação dos mates,


o componente de substituição deve ser similar em topologia e forma
àquele que estiver sendo substituído. Se os nomes das features
referenciadas pelo mate permanecerem os mesmos, os mates serão
preservados quando o componente for substituído.
Introdução: Reload é usado para:
Reload
Q Descartar alterações em componentes selecionados ou em uma
(recarregamento)
montagem inteira e reabrir a partir de seu último estado salvo.
Q Gerenciar as alterações no acesso de leitura/gravação. Note que
a alteração no acesso de leitura/gravação nem sempre requer que
o arquivo seja recarregado. Se um outro usuário tiver salvado as
alterações em um arquivo depois que você o carregou pela última
vez, este deve ser recarregado para a obtenção de acesso de
gravação. O recarregamento de um arquivo ou a alteração de
seu acesso de leitura/gravação recarrega ou altera o acesso de
leitura/gravação para todas as instâncias daquele arquivo.

166 Substituindo e alterando componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

Q Atualize a montagem de modo a refletir quaisquer alterações


que outras pessoas tenham feito nos componentes.
Onde encontrar Q Clique com o botão direito no componente, seja na janela
de gráficos ou na árvore de modelamento do FeatureManager
e selecione Reload. Isso permitirá que você recarregue somente
o componente selecionado, ou, se for uma submontagem, seus
componentes.
Q No menu File, escolha Reload..., ou a partir da barra de
ferramentas Default ou da Web, clique em Reload .
Isso permitirá que você recarregue todo e qualquer componente
na montagem.
Usando o Reload O diálogo Reload permite a seleção de componentes específicos para
fazer o recarregamento ou para alternar do acesso de leitura/gravação
para somente leitura ou vice-versa.
Atenção: Quaisquer alterações em um arquivo não salvo serão
perdidas quando este for recarregado.

Substituindo uma Para substituir apenas uma instância de um componente, deve-se


única instância utilizar Replace Components. O método Save As substituirá
todas as instâncias.
Uma instância do componente do p1000 hs_st será substituída
por uma peça diferente.
9 Abra a montagem
STEEL-BASE.

10 Replace Component
(substituir componente).
Clique com o botão direito no componente
p1000 hs_st<4> (a quarta instância listada
na árvore) a partir do FeatureManager e
selecione Replace Components.... A instância
selecionada é listada no campo Replace these
component(s). Opções de seleção:
Q Replace these component (substitua este(s)
componente(s))
Selecione uma ou mais instâncias a serem
substituídas.
Q All instances (todas as instâncias)
Esta opção substitui todas as instâncias do(s)
componente(s) selecionado(s). Deixe esta caixa
desmarcada.

Substituindo e alterando componentes 167


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

11 Browse (navegar).
Clique no botão Browse, selecione a peça replacement e,
em seguida, selecione Open.
Replacement é adicionada ao campo With this one. Clique em OK
no diálogo principal e o componente selecionado será substituído.

Nota Caso a opção Re-attach mates esteja marcada, Replace Mate


Entities, as quais são utilizadas para reparar mates com erros,
é automaticamente lançada.
12 Result (resultado).
Note que somente o componente
selecionado foi substituído,
embora haja quatro instâncias.
13 Erro.
Suponha que tenhamos cometido
um erro e, claro, não era o que
queríamos. Quais são nossas
opções? Poderíamos simplesmente
fechar todos os arquivos e descartar as mudanças.
Uma solução melhor seria recarregar apenas o arquivo da montagem.
Isso manteria todos os arquivos da peça na seção ativa, de modo que
nenhum recurso seria desperdiçado recarregando arquivos que não
precisam ser recarregados.
No menu File, escolha Reload..., ou clique em .
14 Reload (recarregar).
O diálogo que aparece indica o(s) arquivo(s) a serem recarregados.
No caso de uma montagem, o arquivo de nível principal é exibido
por default. Fica implícito que todos os arquivos de referência
(componentes) serão recarregados também.

168 Substituindo e alterando componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

15 Show References (mostrar referências).


Clique em Show References. Agora, todos os componentes na
montagem são exibidos e selecionados para recarregamento por
default. No entanto, nenhum deles foi alterado, de modo que não há
necessidade de recarregar todos.
Remova a seleção da caixa master e, em seguida, selecione novamente
a caixa próxima a STEEL-BASE.SLDASM. Clique em OK.

A montagem é restaurada a seu último estado salvo.


Novamente, para maiores informações a respeito da capacidade de
Reload, consulte o Manual de Treinamento de Gerenciamento de
Arquivo da SolidWorks.
16 Substitua novamente.
Repita a operação Replace
Components, desta vez
substituindo o componente
p1000 hs_st<7> (a primeira
instância listada na árvore) por
replacement
(substituição).
17 Dangling Mates.
Alguns mates são dangling
e requerem reparos. A próxima seção explica como isso é feito.

Pasta de mates Por default, a árvore de modelamento do FeatureManager exibe


uma pasta de mates, assim como as entidades para cada
componente. A pasta de mates, quando expandida, mostra os
mates relacionados àquele componente. A exibição está na forma
Mates in <assembly name>.
Alternativamente, clicando com o botão direito no componente da
montagem de nível principal e selecionando Tree Display, View
Mates and Dependencies, você pode reverter a hierarquia das
features e dos mates; os mates são mostrados no nível primário e as
features ficarão dentro da pasta Features.

Substituindo e alterando componentes 169


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

Introdução: Pasta de A pasta Mates na árvore de modelamento do FeatureManager,


mates quando expandida, exibe as dependências com relação ao
componente selecionado dentro da montagem ativa:
Q Os mates nos quais um componente está envolvido.
Q As referências externas do componente.

Onde encontrar Q A partir da árvore de modelamento do FeatureManager,


expanda a pasta Mates in <assembly name> sob
o componente selecionado.

18 Mates na
pasta
STEEL-BASE.
A exibição da árvore
sob Mates in
STEEL-BASE se
expande para
mostrar os mates
associados ao
componente de
replacement.
Neste caso, estes são
os únicos mates com
falhas na montagem.
A exibição da árvore
também indica os
itens problemáticos
com a cor da
dimensão dangling
(dourado).

Encontrando Embora a instância do componente seja substituída, há erros de mate.


e solucionando O problema é que os IDs internos da geometria são diferentes.
problemas em
uma montagem
Erros de mate Erros de mate
aparecem dentro
do grupo de mate
da montagem.
A listagem anterior
foi classificada de
modo a exibir
somente os mates
associados àquele componente.

170 Encontrando e solucionando problemas em uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

Erros podem ocorrer devido a diversas condições diferentes.


Quando a árvore de modelamento do FeatureManager é expandida,
você pode ver as diferenças na exibição dos mates. Neste caso, os
mates têm Missing References. Diversos tipos de erros de mate
são descritos abaixo.

Condição Descrição Solução

Faltando O mate não consegue nenhuma de suas duas Esses problemas


referência referências. Isso poderia significar que o componente são usualmente
referenciado foi suprimido, excluído ou alterado reparados por meio
o suficiente para que o mate não possa ser resolvido. da seleção de uma
Isso é similar à dimensão dangling em um sketch. referência de
substituição.
Over Os mates têm tanto o marcador de erro como o prefixo Delete ou edite
Defined do sinal de mais (+), significando que eles estão o mate que causou
sobredefinidos e insatisfatórios. Mensagem de erro de o problema. O ideal
exemplo que poderia ser lida: Coincident74: cuidar de mates
Planar faces are not parallel. sobredefinidos
Angle is 90deg (as faces planas não quando eles
estão paralelas. Ângulo de 90 ocorrerem e não,
graus). depois.
Os mates sobredefinidos relacionam-se diretamente
a um componente sobredefinido, o qual também
é marcado com o sinal de mais.
Aviso Um Aviso é a mates que são satisfatórios mas estão Exclua ou edite
sobredefinindo a montagem. A mensagem de erro diz: o mate que está
Distância1: Aviso: This mate is over sobredefinindo.
defining the assembly (este mate está
sobredefinindo a montagem).
Considere a possibilidade de
exclusão de alguns dos mates que estão
sobre definidos
Suprimido Mates suprimidos não são realmente erros, no Cancele a supressão
entanto, eles podem causar problemas se forem do mate.
esquecidos. Quando um mate é suprimido, ele aparece
acinzentado na árvore de modelamento do
FeatureManager e não está resolvido.

Encontrando e solucionando problemas em uma montagem 171


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

Visualizando os Um outro modo de ver os mates


mates utilizando o associados a um componente é utilizar
PropertyManager o PropertyManager. Um modo rápido
de exibir tanto a árvore de
modelamento do FeatureManager
e o PropertyManager em uma janela
é clicar com o botão direito na face de
um componente e selecionar
View Mates a partir do menu de atalho.
A janela do FeatureManager será
dividida em dois painéis – com a árvore
de modelamento do FeatureManager no
painel superior e o PropertyManager no
painel inferior. Os mates para aquele
componente estão listados no painel
inferior. Ao clicar fora do FeatureManager,
retorna-se ao arranjo do painel original único.
Exibição visual de As referências utilizadas em um mate podem ser vistas por meio de
um mate um único clique no mate. As referências serão destacadas na janela
de gráficos.
Com relação aos mates que contêm dimensões (distância e ângulo),
clicar duas vezes também exibe a dimensão para que ela possa ser
editada.
Replace Mate A ferramenta Replace Mate Entities pode ser utilizada para
Entities substituir qualquer referência em um mate. Ela também tem um
filtro que mostra somente os dangling mates que precisam de reparo.

Onde encontrar Q Clique com o botão direito no item Mates ou em qualquer


mate individual, na árvore de modelamento do FeatureManager,
e selecione Replace Mate Entities.
Q Ou, verifique a opção Replace Mate Entities em Replace
Components.

Q Ou, clique em Replace Mate Entities na barra de


ferramentas Assembly.

Nota Como seria de se esperar, Edit Feature pode ser usado para editar
as referências de um mate. A mesma interface utilizada com Insert,
Mate é utilizada para a edição. Nos mates com erros, uma das
referências é listada como **Invalid**. Uma vez que o mate
seja reparado, você também pode alterar o tipo de mate. Por exemplo,
um mate entre as faces planas poderia ser trocado de Coincident
para Parallel, Perpendicular, Distance ou Angle.

172 Encontrando e solucionando problemas em uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

19 Replace Mate Entities.


Clique com o botão direito na pasta de MateGroup1 no
FeatureManager e selecione Replace Mate Entities.
Desmarque a caixa de seleção Show all mates para limitar a lista
somente aos mates dangling.
Quatro problemas de entidade de mate são mostrados.
20 Reparo de mate.
Expanda o primeiro item.
Perceba que há dois mates
listados; ambos
referenciaram a mesma face
no componente original.
Rotacione e faça um zoom
da montagem, conforme
mostrado. Escolha uma face
de substituição clicando na
face indicada da peça de
replacement.
Uma vez que uma mate de
substituição esteja
selecionado, o problema da entidade de mate é removido da lista.

Encontrando e solucionando problemas em uma montagem 173


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

21 Mais reparos.
Os mates remanescentes
podem ser reparados da
mesma maneira com as
seguintes seleções da face
em seqüência, de cima para
baixo.

174 Encontrando e solucionando problemas em uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

Componentes Encontrar a causa de uma montagem sobredefinida não é sempre


e mates fácil, devido ao fato de que pode haver dois ou mais mates
sobredefinidos conflitantes. Todos os mates sobredefinidos aparecerão com
marcadores de erros e o prefixo (+), o qual ajudará no estreitamento
das escolhas. Quando os mates entram em conflito, uma abordagem
é a de suprimir os mates sobredefinidores um de cada vez, até que
a montagem não esteja mais sobredefinida. Isso pode lhe ajudar
a identificar a causa do conflito. Uma vez feito isso, você pode
excluir os mates ou redefini-los utilizando referências diferentes.
A geometria Erros subjacentes na precisão dos modelos geométricos também
é importante podem ser uma das causas de mates sobredefinidos. Por exemplo,
considere o que aconteceria se você encaixasse os lados de uma
simples caixa aos três planos de referência padrão em uma montagem.
Três mates coincidentes deveriam definir completamente
o componente. No entanto, se as laterais da caixa não se
encontrarem em ângulos de 90º, mesmo que a diferença seja apenas
de uma fração de grau, a montagem ficará sobredefinida. A menos
que você verifique a precisão da geometria, você enfrentará
dificuldades para resolver o problema.
Encontrar um mate Encontrar o mate que é a causa de uma montagem sobredefinida
sobredefinido pode ser difícil em uma montagem grande com muitos mates. Uma
maneira é procurar nos componentes listados no mate. Uma outra
escolha é utilizar View Mates and Dependencies e procurar na
árvore de modelamento do FeatureManager usando a perspectiva
dos mates em vez de a das features.
Ideal Conserte os erros conforme que eles ocorram.

22 Crie um mate
sobredefinido.
De modo a
demonstrar o que
acontece quando um
mate se torna
sobredefinido,
adicione um mate
Coincident entre as
faces dos
componentes, como
mostrado.
Logo que o tipo Coincident é selecionado, o SolidWorks exibe uma
mensagem de erro:
Aviso: This mate is over defining the assembly. Consider deleting
some of the over defining mates (Atenção: este mate está
sobredefinindo a montagem. Considere a exclusão de alguns
mates sobredefinidos).

Encontrando e solucionando problemas em uma montagem 175


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

23 Aviso
Clique em OK para cancelar a mensagem de aviso e, em seguida,
clique duas vezes em OK no diálogo do mate para aceitá-lo e fechar
o diálogo. Expanda MateGroup1. O novo mate é exibido em
vermelho com um sinalizador de erro:

A montagem ainda não foi totalmente resolvida desde a adição


do mate.
24 Rebuild.
Clique em Rebuild . Se definido como Display What’s Wrong
during rebuild (exibir o que está errado durante a reconstrução)
a janela What’s Wrong será exibida, agora apresentando uma lista
completa dos mates afetados pelo novo. A maioria possui apenas
avisos; como os dois componentes já foram completamente
definidos, os mates entram em conflito.

Clique em Close (fechar).

176 Encontrando e solucionando problemas em uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

25 Sinalizadores de erros.
Em MateGroup1, vemos
novamente todos os mates em
conflito como resultado do
novo mate.
Os Mates que não estejam
satisfatórios são destacados
com um sinalizador de erro
vermelho (X)
(nesse caso, apenas o novo).
Mates que estejam
satisfatórios, mas que
sobredefinem a montagem,
são destacados com ponto de
exclamação amarelo .
Os componentes na
montagem também estão
agora sobredefinidos.
Estes estão marcados com
o símbolo de mais (+).
Para obter mais informações,
consulte Erros de mate na
página 170.

Mate Diagnostics Mate Diagnostics é uma ferramenta que lhe permite identificar
(diagnóstico do problemas de mate em uma montagem. Você pode examinar os
mate) detalhes de mates que não estejam satisfatórios, assim como
identificar grupos de mates que sobredefinem a montagem.
Introdução: Mate Mate Diagnostics diagnostica problemas de construção da
Diagnostics montagem.

Onde encontrar Q Clique em Tools, Mate Diagnostics....


Q Clique com o botão direito na montagem, no grupo de mate
ou em qualquer mate no grupo de mate e selecione
Mate Diagnostics no menu de atalho.

Encontrando e solucionando problemas em uma montagem 177


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

26 Analise a pasta MateGroup1.


Clique com o botão direito na pasta
MateGroup1 e selecione Mate Diagnostics.
Diagnostics do PropertyManager aparece.
Sob Analyze Problem, clique em Diagnose.
27 Resultados.
O conjunto de mates sobredefinidos está listado.
Os mates que não estejam satisfatórios
encontram-se em negrito.
28 Mais informações.
Sob Not Satisfied Mates, clique em
Coincident71 para ver por que o mate não
está satisfatório.
As entities referenciadas pelo mate estão
destacadas na área gráfica. Uma mensagem lhe
informa em que distância ou ângulo as entities
estão atualmente desalinhadas.
Clique em OK.
29 Excluir mate.
Exclua o mate Coincident71. Nenhum erro
permanece. Deixe a montagem aberta.

Substituindo A opção Save As foi mencionada anteriormente nesta lição como


componentes um método de substituir componentes na montagem. Este método
utilizando também lhe permite criar uma peça de substituição que é uma
Save As versão modificada de uma peça existente.

30 Abra a peça.
Abra a peça p1000 hs_st. Você utilizará esta peça para criar uma
peça similar com um nome diferente.
31 Modifique a peça
Modifique o sketch da feature
base conforme mostrado,
utilizando valores sublinhados
e em negrito. Faça a alteração
para todas as configurações da
peça.
32 Save As.
Clique em File, Save As. Uma mensagem aparece avisando que
a peça p1000 hs_st está sendo referenciada por outros documentos
abertos e que Save As substituirá estas referências pelo novo nome.

178 Substituindo componentes utilizando Save As


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

33 Salve mesmo assim.


Dê OK na mensagem e salve a peça modificada como
new_strut.sldprt. Não use Save as copy.
Retorne à submontagem.
34 Substituição
completada.
A peça modificada,
new_strut,
substituiu todas as
instâncias de p1000
hs_st sem causar
erros de mate.
Se tivéssemos
marcado Save as
copy na caixa de
diálogo de Save As, a troca não teria ocorrido.
35 Abra MainAssy.
Save e feche todos os
arquivos. Abra MainAssy.

Features Quando você relaciona um componente a um feature dependente


dependentes de de tempo, o componente pode somente ser posicionado depois que
tempo a feature dependente de tempo tiver sido atualizada.
Algumas features dependentes de tempo são as seguintes:
Q Features da montagem (um corte, uma perfuração ou weld bead)
Q Features e peças “in-context”
Q Geometria de referência dependente da montagem (planos ou
eixos)
Q Geometria do sketch dependente da montagem
Q Patterns de componentes.
Ideal O ideal é só fazer relação com features dependentes de tempo
quando este for o único modo de alcançar a intenção de projeto da
montagem. Você pode editar as posições dos componentes com
mais flexibilidade quando features dependentes de tempo não estão
envolvidas porque, assim, a ordem em que os mates são avaliados
não importa.

Substituindo componentes utilizando Save As 179


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

Relações Componentes, como as features em uma peça, têm relações


Parent/Child Parent/Child. O componente mais simples, de cima para baixo,
terá somente o grupo de mate como um filho (arquivo referenciado).
Outros componentes sobre os quais os features da montagem agem
terão aquelas features como referenciadas.
Introduzindo: Find References pode ser usado para extrair as localizações exatas
Find References da peça do componente e dos arquivos da montagem. A listagem
fornece um nome completo de caminho para cada referência usada.
O botão Copy Files pode ser utilizado para copiar os arquivos para
um outro diretório comum.

Reorder e Rollback Você pode fazer o reordenação de muitas features na árvore de


modelamento do FeatureManager. Pode-se fazer o reordenação de
itens como planos de montagem, eixos, sketches e mates no grupo
de mate. Não se pode fazer o reordenação dos planos de referência
default, da montagem original e do grupo de mate default. Você
também pode fazer o reordenação de componentes e, por meio
disso, controlar a ordem na qual eles aparecem na Bill of Materials
(Lista de Materiais) nos desenhos.
Rollback pode ser utilizado para mover-se entre as features
dependentes de tempo, como, por exemplo, as features de
montagem e as features com base em montagens. O rollback feito
antes do grupo do mate suprime o grupo do mate e todos os
componentes controlados por ele.

Controlando as Uma parte importante ao se capturar a intenção do projeto


dimensões de é certificar-se de que os objetos que você constrói sejam do tamanho
uma montagem correto e estejam posicionados corretamente na montagem.
As dimensões, ou seja, o tamanho das coisas, podem ser
controladas de três modos em uma montagem:
Q Features “in-context”
Q Valores de vínculo
Q Equações

180 Controlando as dimensões de uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

Cada uma destas técnicas tem suas vantagens e desvantagens.


Nós já exploramos features “in-context”. Agora daremos uma
olhada em Link Values e equações.
Valores O comando Link Values tem certas limitações em uma montagem.
vinculados Ele operará entre features de montagens e mates. Por exemplo,
Link Values pode controlar os valores de mates de distância em
uma montagem. No entanto, ele não pode operar entre peças dentro
de uma montagem. Isso quer dizer que, se você tivesse duas
features em peças separadas, você não poderia utilizar Link Values
para tornar suas dimensões iguais. Portanto, se a intenção do projeto
pretendida não puder ser obtida com o uso de features “in-context”,
você terá de utilizar uma equação.
Equações de Equações algébricas podem ser utilizadas para controlar as
montagens dimensões dentro de uma montagem. As caixas de diálogo da
equação e as opções são as mesmas tanto em uma montagem como
em uma peça. Alguns exemplos de boa utilização das equações de
montagens são os seguintes:
Q Controle de dimensões de features de montagem
Q Controle dos valores do mate, como, por exemplo, mates de
ângulo ou de distância
Nomes Há algumas diferenças entre os nomes de dimensão no nível da
de dimensão em peça e no nível da montagem. O nível da montagem adiciona uma
uma montagem outra informação: o nome da peça em que a dimensão reside.
Q Nome dentro da peça: D1@Sketch5
Q Nome dentro da montagem:
D1@Sketch5@MotorBase.Part
Adicionando Para adicionar equações em uma montagem, você deve procurar
equações através de peças, em seguida, as features dentro daquela peça,
para encontrar a dimensão que você deseja. Como sempre, o ideal
é mudar os nomes default para algo significativo.
Agora podemos adicionar uma equação que localizará a montagem
da MotorBase (base do motor) na submontagem do
componente STEEL-BASE.

36 Abra a montagem
FullBase.
Abra FullBase de
dentro de
MainAssy.
Certifique-se de que
a unidade da
montagem esteja em
polegadas.

Controlando as dimensões de uma montagem 181


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

37 Dimensão de referência.
Adicione uma dimensão de referência entre as faces externas dos
componentes new_strut e replacement (substituição),
conforme mostrado.
38 Adicione a caixa de diálogo da equação.
Clique em Tools, Equations. Na caixa de diálogo Equations
dialog box, clique em Add....
39 Dimensões de
referência.
Expanda
MateGroup1
e clique duas vezes
no mate de
distância, conforme
é mostrado, para
exibir seu valor.
Esta é a dimensão
que será de
referência para
a equação. Clique na dimensão do mate de distância, de modo que
esta seja adicionada na caixa de diálogo da equação.
40 Adicione operadores.
Clique no sinal de igual
(=) ou digite-o seguido
de um parênteses do
lado esquerdo.

41 Adicione a dimensão
de referência.
Clique na dimensão de
referência 11.000” para
adicioná-la à equação.
Clique ou digite o sinal
de menos ( - ).

182 Controlando as dimensões de uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

42 Largura do
MotorBase.
Clique com o botão
direito em
MotorBase na
janela de gráficos
e selecione Go To
Feature (in Tree).
clique duas vezes
na feature base.
Clique na dimensão
de 3.425” para adicioná-la à equação.
Esta dimensão representa metade da largura da peça.
43 Complete a equação.
Clique em *2)/2 ou
digite este valor para
finalizar a equação.

44 OK.
Clique em OK na caixa
de diálogo
Add Equation e,
em seguida, clique em
OK na caixa de diálogo
Equation.
Reconstrua a
montagem para aplicar
as alterações.
O MotorBase estará
agora sempre centrado
na montagem da STEEL-BASE, caso seu tamanho seja alterado.
45 Adicione os Smart Fasteners.
Clique em Insert, Smart Fasteners. Selecione a feature CBORE
for 1/4 Hex Head Bolt1 a partir do FeatureManager e clique
em Add.

Controlando as dimensões de uma montagem 183


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

46 Resolvendo hex bolts.


Hex bolts, dimensionados
para igualar-se aos furos
com rebaixo, são
adicionados como Smart
Fastener1. A expansão
da lista de Fasteners
exibe as listagens da
Top Stack e da
Bottom Stack.
Não clique em OK ainda.

como quatro furos foram


criados em uma feature,
quatro fasteners foram
adicionados.

47 Adicionar a
Bottom Stack.
Na lista de
Fasteners,
clique com
o botão direito
em Bottom
Stack e escolha Bottom Stack....
Escolha a partir das listas para adicionar Washers: Plain Washers
(Type A) – Preferred – Narrow à primeira caixa, Washers: Spring
Lock Washers – Regular à segunda e Nuts: Hex Nuts – Regular à
terceira.
Clique em OK para adicionar os componentes.

184 Controlando as dimensões de uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

48 Bottom Stack
As duas arruelas e a porca são
adicionadas ao eixo do hex bolt
abaixo do último componente no
hole series.

Espelhamento Muitas montagens têm algum grau de simetria esquerda-direita.


de componentes Os componentes e as submontagens podem ser espelhados para
reverter sua orientação. Isso também pode gerar peças “da mão
oposta”.
Quando você espelha componentes em uma montagem, eles se
enquadram em duas categorias:
Q Aquelas peças cuja orientação na montagem é espelhada e cuja
geometria também é espelhada – elas têm versões de mão
esquerda e de mão direita.
Q Aquelas peças cuja orientação na montagem é espelhada cuja
geometria, no entanto, não é – hardware, por exemplo.
Introdução: Mirror Mirror Components permite que você gere um componente
Components de "mão oposta" ou uma submontagem no nível da montagem.
As opções permitem a simples reversão ou o espelhamento dos
componentes.

Onde encontrar Q A partir do menu, clique em Insert, Mirror Components....


Default templates O espelhamento de uma montagem tem o potencial de criar uma
grande quantidade de novos arquivos – um para a montagem e um
para cada componente espelhado (não copiado). Recomenda-se que
você defina Tools, Option, System Options, Default Templates
para sempre utilizar os templates especificados no caminho de
busca. Por outro lado, você receberá um prompt para selecionar um
template para cada novo arquivo – e isso poderia tornar-se entediante.

Espelhamento de componentes 185


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

49 Examine a submontagem.
Abra a MainAssy e expanda a submontagem SubHolder.
A submontagem inclui dois componentes principais, mais o hardware;
os Smart Fasteners já estão inseridos.

50 PropertyManager.
Clique em Insert, Mirror Components.
O PropertyManager é um assistente que contém
diversas páginas seqüenciais.
Clique no plano de referência Front da
montagem como o Mirror plane, e selecione
SubHolder sob Components to Mirror.

186 Espelhamento de componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

Espelhando ou Esta caixa de diálogo permite que você especifique quais


copiando componentes são espelhados e quais são copiados. A alternância
entre e em que:
indica que o componente está espelhado. A geometria do
componente espelhado é alterada para criar um componente
verdadeiramente espelhado. Começando com uma versão de mão
direita desta peça, ela produz uma versão da mão esquerda.
indica que o componente é copiado. A geometria é inalterada,
somente a orientação do componente é diferente.

51 Expandir.
Expanda a listagem SubHolder-1.
Marque as caixas para PivotLeg-1
e Bracket-1 para indicar que o componente
espelhado tem versões para a direita
e a esquerda.

Deixe as caixas remanescentes não marcadas


para indicar Instanced component is used on
both sides.

Não clique em Next ainda.

Dica Você pode clicar com o botão direito nos


componentes na lista de Components to Mirror
e acessar opções adicionais de seleção. Estas opções
são atalhos para a seleção de múltiplos componentes
com base em critérios específicos. Por exemplo, se você clicar com
o botão direito em uma montagem e selecionar Mirror All Children,
todos os componentes naquela montagem serão selecionados .

52 Recriar mates.
Verifique a caixa Recreate mates to new
components e, em seguida,
clique em Next .

Espelhamento de componentes 187


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

53 Nomes de arquivos.
Digite o nome para a submontagem espelhada.
Use o suffix-Left.
Clique emPlace files in one folder, em seguida
em Choose..., e selecione o diretório no qual
serão salvos os componentes espelhados.
Navegue até a pasta Lesson05\Case Study
e crie uma nova pasta denominada
Mirrored-Assy.
Clique em Next .

54 Orientação.
Esta página do assistente permite que você veja
e, se for preciso, mude a orientação dos
componentes que estão sendo copiados.
Clique em Preview instanced components.

55 Pré-
visualização.
A pré-visualização
mostra a posição
dos documentos
copiados – o
hardware. No
entanto, mantenha
em mente que os
mates ainda não
foram recriados.
Se um
componente tiver
sido recriado de
forma incorreta,
você irá selecioná-lo na lista e clicar no botão Reorient Component
para reorientá-lo.

188 Espelhamento de componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

56 Preview mirrored component


(pré-visualização do componente espelhado).
Clique em Preview mirrored components,
e mude para uma vista do lado direito
A pré-visualização parece boa.
Clique em OK.

57 Resultados.
O que aconteceu? Parece que apenas um conjunto
de fasteners está preso por mates. O outro conjunto
não está. Por quê?
A resposta é que o segundo conjunto de fasteners
não tinha nenhum mate para começar. Eles foram
posicionados por um pattern de furo derivado.
Assim sendo, não havia nenhum mate para ser
recriado.
58 Abra a montagem
SubHolder-Left.
Dê um zoom nas segundas
instâncias do parafuso de
cabeça chata, arruela e porca.
O Bracket-left
(suporte esquerdo)
tornou-se semitransparente
para clareza.
59 View Mates and
Dependencies and reorder.
Clique com o botão direito no
componente do nível
principal na montagem
e selecione Tree Display,
View Mates and Dependencies. Isso tornará mais fácil dizer quais
mates estão associados a cada componente.
Embora não seja necessário,
é útil reordenar os
componentes do hardware
de modo que eles sejam
agrupados juntos – parafuso
de cabeça plana, arruela
e porca.

Espelhamento de componentes 189


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

60 Mova os componentes.
Pressione Ctrl e selecione uma face
em cada componente ou
selecione-os no FeatureManager.
Clique e arraste os três
componentes para longe do
bracket.

61 Mates.
Faça o mate dos fasteners utilizando Alt-select-drag como a seguir:
Q Coincident entre a face cônica da cabeça do
parafuso e a face cônica do furo.

Q Concentric e Coincident entre a arestas do


furo na arruela e a aresta do furo no bracket.

Q Concentric e Coincident entre a aresta do


furo na porca e a aresta do furo na arruela.
Certifique-se de selecionar a aresta externa
do chanfro na porca, em vez da aresta menor,
interna.
62 Salve e feche.
Salve e feche tanto o SubHolder-Left como
as montagens do SubHolder assemblies.

190 Espelhamento de componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

63 Retorne à MainAssy.

64 Faça operação
de mate na
submontagem.
Adicione um
mate Concentric
para conectar
a submontagem
à montagem
principal.

65 Arraste para
a posição.
Arraste
SubHolder-Left
na direção
aproximada.

Espelhamento de componentes 191


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

66 Mate simétrico.
Selecione com CTRL
o plano Front da
submontagem do
Slider e os dois
vértices indicados.
Adicione um mate
Symmetric.
67 Arrastar submontagem.
Arraste uma das
submontagens do
SubHolder. Ambos
movem-se em uníssono,
no entanto,
simetricamente, no que diz respeito ao plano da simetria.
68 Salve e feche.
Save (salve) e feche a montagem e quaisquer outros arquivos
abertos.

Blocos Blocos permitem agrupar múltiplas partes de geometria e dimensões


do sketch para que possam ser movimentadas como um elemento
só. Isso é útil para testar mecanismos em 2D. Os layouts criados
com esses sketches podem ser usados como a base de uma montagem
na qual os sketches são reutilizados para criar as peças.
Usando blocos Os Local Blocks (blocos locais) são aqueles que, após criados,
locais permanecem no mesmo sketch.
Esse exemplo representa um motor com as peças eixo de manivelas,
pistão e biela.

Onde encontrar Q Clique em Tools, Blocks, Make.


Q Ou, clique em Make Block na barra de ferramentas Blocks.
Q Ou, clique com o botão direito na geometria e selecione
Make Block.

Procedimento O processo nesta lição inclui fazer blocos, adicionar relações


e posicioná-los para exibir movimento.
1 Peça existente.
Abra a peça existente crankshaft, e edite o sketch Sketch1.

192 Blocos
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

2 Faça o bloco.
Clique em Make
Block e selecione
a geometria. Essa
geometria representa
o eixo de manivelas.

3 Ponto de inserção.
Clique na parte Insertion Point do menu.
Arraste o manipulador até o ponto central
do círculo e solte-o. Clique em OK.

4 FeatureManager.
O novo bloco está listado abaixo do sketch
como Block1-1.
5 Adicione o bloco.
No mesmo sketch, crie a geometria
e as dimensões, como mostrado.
Salve como um bloco e posicione
o manipulador, como mostrado.
Essa geometria representa um pistão.

6 Outros blocos.
Crie mais dois blocos usando
a geometria e a posição do
manipulador, como mostrado.
Esses blocos representam as
bielas superior e inferior.

Blocos 193
Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

7 Cores do sketch.
Clique com o botão direito
em cada bloco e em
Appearance, Color. Defina
uma cor diferente para cada
bloco no sketch.

8 Coincidente.
Arraste o primeiro bloco e adicione uma mate
Coincident entre o ponto central e a origem do sketch.
Arraste o bloco e gire-o.
9 Inclua relações.
Conecte os blocos usando uma relação Coincident,
como mostrado.

10 Aninhando blocos.
Selecione os dois blocos existentes e execute
o Make Block. Os blocos existentes se tornam
aninhados embaixo do Block5-1 e se
movimentam como um bloco só.

11 Conecte o bloco.
Conecte os blocos usando uma relação
Coincident.

12 Mais conexões.
Conecte nas bielas o bloco que
representa o pistão. Adicione relações
para manter o pistão deslizando ao
longo da horizontal, centralizado na
origem.

194 Blocos
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

Inserir blocos Os blocos existentes podem ser inseridos no sketch ativo usando
Insert Block. Os blocos podem ser locais ou salvos em disco, em
um outro lugar.

Onde encontrar Q Clique em Tools, Blocks, Insert.


Q Ou, clique em Insert Block na barra de ferramentas Block.

13 Inserir blocos.
Insira instâncias de Block2 e Block5
(pistão e bielas).

Dica Se os blocos já existem no sketch, mais instâncias podem ser


adicionadas usando copiar e colar.
14 Movimento.
Conecte os blocos
adicionais usando as
relações Coincident
e Collinear. Arraste para
exibir o movimento.

Edição de blocos A ferramenta Edit Block (editar bloco) permite que a geometria do
sketch do bloco seja editada enquanto mantém o bloco como uma
feature.

Onde encontrar Q Clique em Tools, Blocks, Edit.


Q Ou, clique em Edit Block na barra de ferramentas Blocks.
Q Ou, clique com o botão direito em Edit Block.

Nota Se o bloco estiver vinculado a um arquivo externo ele não poderá


ser editado.

Inserir blocos 195


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

15 Editar.
Clique com o botão direito
do mouse no bloco do pistão
e selecione Edit Block.
Adicione a geometria e as
dimensões, como mostrado,
para definir melhor a forma.
Quando a edição estiver
completa, use o Confirmation
Corner para fechar o sketch do
bloco.

16 Alterações.
As alterações efetuadas durante
a edição se aplicam a todas as
instâncias do bloco.

Criar montagens a Usar Create Assembly from Layout Sketch (criar montagem
partir de blocos a partir do sketch do layout) gera uma montagem usando o sketch
e blocos convertidos em peças. O movimento no sketch move os
componentes da peça.
Blocos únicos são criados como peças. Os blocos que incluem
blocos aninhados são criados como montagens, utilizando cada
bloco aninhado como uma peça da montagem.

Onde encontrar Q Clique com o botão direito do mouse e Create Assembly from
Layout Sketch (crie uma montagem a partir do sketch do layout).

17 Crie a montagem.
Clique com o botão direito do mouse e Create Assembly from
Layout Sketch (crie uma montagem a partir do sketch do layout).
O diálogo exibe Source (fonte: bloco do sketch) e Target
Component (componente-alvo: peça ou montagem). O nome do
Target Component e o Path podem ser alterados no diálogo.

196 Inserir blocos


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

Dica Sketches de layout e blocos de sketch podem ser usados em qualquer


montagem, de um simples layout estático de um chão de fábrica até
movimentos complexos de montagens. Componentes e submontagens
podem ser restritos à geometria do sketch. Nesta montagem, são
adicionados mates especiais denominados LockToSketchMate
para restringir a geometria do sketch à geometria da peça.
18 Peças.
As peças resultantes podem ser abertas e editadas para criar
modelos sólidos verdadeiros usando a geometria do sketch.

Inserir blocos Os blocos existentes podem ser inseridos no sketch ativo como
existentes arquivos de bloco (*.sldblk). Os arquivos de bloco precisam
ter sido salvos em disco usando Save Block.

Dica Se os blocos foram criados no sketch (local) ou já existiam no sketch


como uma instância, eles serão exibidos na listagem Open Blocks
do diálogo.

Onde encontrar Q Clique em Tools, Blocks, Insert.


Q Ou, clique em Insert Block na barra de ferramentas Blocks.

1 Inserir bloco.
Abra um novo arquivo de peça. Pré-selecione
o plano de referência Front.
Clique em Insert Block e selecione
o arquivo base.sldblk usando o botão
Browse.

Dica A seção de parâmetros Parameters permite que o bloco seja inserido


com a opção de Block Scale e Block Rotation (escala do bloco
e rotação do bloco)

Inserir blocos existentes 197


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

2 Posicione o bloco.
Posicione o bloco no sketch soltando-o na
origem, e defina-o completamente usando
relações de sketch.

3 Rotação de blocos.
Insira o bloco arm no sketch e posicione-o.
Use a opção Block Rotation para girá-lo -
90 graus, como mostrado.

4 Conecte.
Conecte os blocos adicionando uma relação
Coincident entre os pontos centrais do arco
inferior no arm e na base.

Nota É possível definir a cor de um bloco clicando nele com o botão


direito do mouse e selecionando Appearance, Color.

198 Inserir blocos existentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 5
Edição de montagens

5 Vincular a arquivo.
Insira o bloco holder
clicando na opção Link to
file (vincular a arquivo).
Como outros arquivos
referenciados
externamente
no SolidWorks, o nome
com o símbolo “->” no
FeatureManager.

Nota Só é possível efetuar alterações em um arquivo de bloco vinculado


abrindo diretamente o arquivo e editando.
6 Outros
blocos.
Insira os blocos
link
e hold down,
adicionando
relações de
sketch e uma
dimensão,
como
mostrado.

Blocos explodidos É possível explodir blocos para remover o bloco e substituí-lo


apenas com sua geometria. Explodir um bloco vinculado copia
a geometria no sketch ativo e quebra o vínculo.

Onde encontrar Q Clique em Tools, Blocks, Explode.


Q Ou, clique em Explode Block na barra de ferramentas
Blocks.
Q Ou clique com o botão direito do mouse em um bloco de sketch
e selecione Explode Block.

Inserir blocos existentes 199


Lição 5 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Edição de montagens

7 Explodir.
Clique com o botão direito do
mouse no bloco link-1
e selecione Explode Block.
O vínculo e seu nome são
removidos do FeatureManager.
Somente a geometria do formato
permanece.

8 Edite a geometria do
sketch.
Exclua parte da geometria
e adicione relações
e dimensões, como mostrado.
Use Make Block para
transformar a geometria
e as dimensões em um novo
bloco.
9 Novo bloco.
Conecte o novo
bloco local aos
blocos existentes,
como mostrado.
Algumas relações
terão sido
quebradas pela
explosão.

Salvar um bloco Blocos podem ser salvos em disco para reutilização em múltiplos
sketches. A geometria e as dimensões podem ser salvas em um
arquivo (*.sldblk).
Onde encontrar Q Clique em Tools, Blocks, Save.
Q Ou, clique em Save Block na barra de ferramentas Blocks.
Q Ou clique com o botão direito do mouse em um bloco de sketch
e selecione Save Block.

10 Salve.
Clique com o botão direito do mouse no bloco do pistão e selecione
Save Block. Usando o diálogo Save As exibido, forneça um nome
e um local para o arquivo de bloco.

200 Inserir blocos existentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 16: Repare e mude esta


Erros em montagem.
montagem Este laboratório usa as
seguintes habilidades:
Q Edição das definições de
mates.
Q Análise e reparo de erros.
Q Exclusão de mates.
Q Detecção de interferência.
Q Substituição de componentes.

Intenção do projeto A montagem que você abrirá foi salva com um determinado número
de erros. Repare a montagem de tal modo que você capture e mantenha
a seguinte intenção do projeto:
1. Os componentes do Brace_New estão centrados com relação
ao furo nos componentes de End Connect.
2. As arestas dos componentes de End Connect estão conectadas
com a aresta frontal da Rect Base.
Procedimento Use o procedimento a seguir:
1 Montagem existente.
Abra a montagem
existente
assy_errors_lab.
2 Erros do mate.
Expanda os Mates para
visualizar os erros. Há
dois mates conflitantes
que sobredefinem End
Connect<2> e
Brace_New<2>.
Exclua o mate correto
para retificar a condição
sobredefinida e para atingir de forma correta a intenção do projeto.
3 Verificação de interferência.
Selecione a montagem inteira
e verifique se há interferências.
Deveria haver uma interferência.

Exercício 16 201
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

4 Edite mate.
Edite o mate que apresentou
falha (Coincident17) tanto
para repará-lo como para
eliminar a interferência.
Dica Quando você editar a
definição do mate, preste
atenção à condição de
alinhamento; habilite a Preview do mate antes de aplicá-la.
A montagem deveria parecer-se com a ilustração acima,
na orientação da vista superior, sem erros.
5 Encontre e edite o mate.
Utilizando as
View Dependencies,
encontre o mate que é
responsável pelo componente
Brace_New<1> estar fora
do centro.
Edite o mate de modo que
Brace_New<1> esteja
posicionado de acordo com a intenção do projeto.

Dica De modo a acessar as feautres específicas do componente, como,


por exemplo, planos de referência, você terá de alternar para o modo
View Features antes de editar o mate. Também, uma vez mais,
preste atenção na condição de alinhamento do mate.
6 Substituir componentes.
Substitua ambos os componentes
do End Connect por
componentes denominados
new_end.
Pergunta Relembrando as técnicas
abrangidas na sala de aula, como
você substituirá os componentes?
Reload/Replace ou por meio da
edição de Component
Properties?
7 Salve e feche a montagem.

202 Exercício 16
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 17: Crie uma nova configuração


Assembly e uma feature de montagem.
Features Este laboratório usa as seguintes
habilidades:
Q Configurações de montagem
Q Features de montagens

Procedimento Abra uma montagem existente denominada Assy Features.


1 Crie uma configuração.
Crie uma nova configuração de montagem denominada Section.
2 Feature de montagem.
Faça um sketch na face superior
do componente da Cover
Plate. Faça um sketch com um
endpoint na Origin e nas
extremidades Collinear de fora
com as extremidades dos eixos.
Crie uma Assembly Feature
que realize um corte através da
montagem inteira.

3 Escopo da feature.
Edite o Feature Scope de
modo que os componentes
Worm Gear, Worm Gear
Shaft e Offset Shaft
não sejam afetados pelo corte.
4 Altere as configurações.
Retorne à configuração
Default. Certifique-se de que
a feature da montagem esteja
suprimida nesta configuração.
5 Salve e feche a montagem.

Exercício 17 203
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 18: Crie uma equação para esta montagem existente


Equações de para controlar o comprimento de um
montagens componente.
Este laboratório usa as seguintes habilidades:
Q Ocultar e mostrar componente
Q Detecção de interferências
Q Edição de mates
Q Features “in-context”
Q Equações

Procedimento Use o procedimento a seguir:


1 Montagem existente.
Abra a montagem existente assy_eq.
2 Oculte componentes.
Oculte todos os
componentes, exceto
aqueles mostrados
à direita.
3 Verifique interferências.
Verifique se há
interferências entre
os componentes
mostrados à direita.

4 Edite a Cross Bar.


Edite a definição da
Cross Bar de modo
que seja modelada
como uma peça
“in-context”.
A intenção do projeto
é tal que haja
exatamente 0.005" 0,005" de lacuna
de folga entre as
extremidades da Cross Bar
e a parte interna do UBracket.
5 Valores de vínculo.
Use Link Values para certificar-se de que os valores de folga sejam
sempre iguais. Use o link de nome Clearance.
Adicione uma dimensão de referência que mostre o comprimento
geral da peça.
6 Refaça o modelo.
Faça a reconstrução e retorne ao modo Edit Assembly.

204 Exercício 18
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

7 Teste.
Teste a feature “in-context” mudando
a largura do UBracket para 3,5
polegadas. Não deve existir nenhuma
interferência entre os componentes
assim como a folga adequada deve
ser mantida.
8 Mostre todos os componentes.

9 Edite mate.
Encontre o mate
Coincident que está entre
Spindle Washer
e UBracket. Altere-o
para um mate de Distance.
Defina a distância sob
a arruela em 0.25"
e renomeie o mate para
WasherGap.

10 Equação.
Escreva uma equação
que direcione o valor de
um mate de distância,
de modo que ele seja
igual ao da folga entre
a extremidade da
Cross Bar e a parte
interna do UBracket.
Refaça o modelo.
A lacuna entre
a Spindle Washer
e o UBracket deve agora ser de 0,005 polegadas.
11 Teste.
Mude a folga entre a Cross Bar e o UBracket para 0,010".
Refaça o modelo. O mate de distância deve ser atualizado de acordo.
12 Salve e feche a montagem.

Exercício 18 205
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 19: Espelhe e edite uma


Espelhamento submontagem.
de Este laboratório usa as
componentes seguintes habilidades:
Q Espelhamento de
componentes
Q Equações de montagem

Procedimento Use o procedimento a seguir:


1 Montagem existente.
Abra a montagem existente FoldingPlatform.

Mirror Use Mirror Components para criar uma submontagem para o lado
Components oposto da FoldingPlatform.
2 Mirror component (espelhamento de components).
Clique em Insert, Mirror Components e faça as seguintes
configurações e, em seguida, clique em Next:
Q No diálogo de Mirror Components escolha o plano Right
(direito)da montagem como o Mirror plane.
Q Selecione a submontagem LeftSideSub como os
Components to Mirror.
Q Na lista Components to Mirror clique com o botão direito do
mouse em LeftSideSub-1, e selecione Mirror All Children.
Q Clique com o botão direito em um dos componentes de Rivet
(rebite) e selecione Copy All Instances.
Q Clique na caixa Recreate mates to new components.
3 Nomeando.
No próximo diálogo, aceite o nome default da nova submontagem
MirrorLeftSideSub.SLDASM. Clique em Next.
4 Orientação.
No próximo diálogo, use os controles para certificar-se de que todos
os componentes do Rivet estejam nas orientações corretas.
Clique em OK.

Nota Se as submontagens forem definidas como Flexible, elas não


podem ser editadas no contexto.

206 Exercício 19
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

5 Mates.
Encaixe a nova
submontagem no
componente da
Platform (plataforma).

Equações de Adicione equações na montagem da FoldingPlatform para


montagem fixar as montagens.
6 Abrir
submontagem.
Abra a
submontagem
LeftSideSub
e adicione um mate
de ângulo conforme
é mostrado.
Adicione um mate
de Angle entre as
faces de espessura
dos componentes
UpperLink
e LowerLink.
7 Repita.
Repita o procedimento entre as faces de espessura dos componentes
do MirrorUpperLink e MirrorLowerLink da montagem
MirrorLeftSideSub.
8 Equação.
Retorne à montagem FoldingPlatform e adicione uma
equação fazendo com que os mates do ângulo a partir da
submontagem se igualem. Testes as alterações fazendo uma
alteração na dimensão válida.

Nota Se as submontagens forem definidas como Flexible, a equação não


pode ser adicionada na montagem de nível principal.

9 Salve e feche.

Exercício 19 207
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 20: Crie o mecanismo de corte usando blocos


Stick Blocks “aderentes” a partir de linhas e círculos.
Este laboratório reforça as seguintes
habilidades:
Q Fazer blocos.
Q Conexão de blocos.
Unidade: Milímetros

Procedimento Use o procedimento a seguir:


1 Novos blocos.
Crie novos blocos usando os sketches individuais como mostrado
abaixo.

2 Conecte os blocos.
Conecte os blocos como mostrado abaixo e arraste para exibir
o movimento.

208 Exercício 20
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

3 Salve e feche.

Exercício 20 209
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 21: Crie este mecanismo usando


Fazer blocos blocos.
Este laboratório reforça
as seguintes habilidades:
Este laboratório reforça
as seguintes habilidades:
Q Fazer blocos.
Q Conexão de blocos.
Unidade: polegadas

Procedimento Use o procedimento a seguir:


1 Novos blocos.
Crie novos blocos usando os sketches individuais como mostrado
abaixo.

210 Exercício 21
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

2 Conecte os blocos.
Conecte os blocos
como mostrado
abaixo e arraste para
exibir o movimento.
3 Salve e feche.

Exercício 21 211
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 22: Insira os blocos existentes


Inserir blocos e conecte-os para criar
uma representação do
mecanismo de
retroescavadeira.
Este laboratório reforça
as seguintes habilidades:
Q Insira os blocos.
Q Adicione relações aos
blocos.
Unidade: Milímetros

Procedimento Use o procedimento a seguir:


1 Novo
Crie uma nova peça usando o template Part_MM.
2 Insira o bloco do sketch.
Insira o arquivo Sketch-Block1,
restringindo-o totalmente na origem,
como mostrado.

3 Blocos adicionais.
Inclua o bloco adicional
(Sketch-Block2 -
Sketch-Block7) no
sketch. Adicione relações,
como mostrado.
Colora os blocos para
distingui-los.

212 Exercício 22
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

4 Geometria do sketch.
Insira o Sketch-
Block8 na escala total
e na escala 0,7, como
mostrado. Adicione linhas
de construção com
relações e dimensões
colineares.

Block Scale 0.7

5 Alterações.
Altere as
dimensões para
mover os
components,
como mostrado.

6 Montagem.
Use Create
Assembly from
Layout Sketch para
criar uma montagem
com base no sketch.
Use os sketches para
criar peças sólidas.
7 Salve e feche.

Exercício 22 213
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

214 Exercício 22
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Lição 6
Grandes montagens

Após a conclusão bem-sucedida desta lição, você estará preparado


para:
Q Tornar suas grandes montagens mais eficientes.
Q Encontrar e consertar erros na montagem.
Q Modificar a estrutura de uma montagem.
Q Configurar opções do modo Large Assembly.
Q Tirar vantagem de componentes lightweight.
Q Utilizar técnicas de seleção avançadas.
Q Criar e utilizar envelopes.
Q Utilizar o SolidWorks Explorer para gerenciar uma grande
montagem.

215
Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

216
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Grandes Como a edição da peça, a edição de montagens tem ferramentas


montagens específicas para ajudar no reparo de erros e de problemas. Algumas
ferramentas são comuns tanto às peças como às montagens e foram
abordadas no curso básico SolidWorks Essentials (Fundamentos do
SolidWorks): Peças e Montagens. Elas não são repetidas aqui.
Tópicos-chave Alguns dos tópicos-chave nesta lição são mostrados na seguinte
lista. Cada um destes tópicos corresponde a uma seção nesta lição.
Q Considerações sobre grandes montagens
Q Erros ao abrir uma montagem
Quando ocorrerem erros, a opção What’s Wrong pode ser utilizada
para investigar e apontar o problema.
Q SolidWorks Explorer
O SolidWorks Explorer é uma ferramenta de gerenciamento
de arquivos projetada para lhe ajudar a realizar tarefas tais como
renomeação, substituição e cópia dos arquivos da SolidWorks.
Você pode mostrar as referências de um documento, procurar
documentos utilizando uma variedade de critérios e listar todos
os lugares em que um arquivo é utilizado.
Q Propriedades do componente
Você pode controlar a cor e a aparência de modelos em uma
montagem, determinar que configuração é referenciada e controlar
um estado de supressão de componente utilizando
Component Properties.
Q Modificação da estrutura de uma montagem
Há um grande número de ferramentas que lhe permitem gerenciar
e modificar a estrutura organizacional de uma montagem. Você pode
dissolver uma submontagem, selecionar componentes e formar uma
nova submontagem, assim como arrastar e soltar componentes para
dentro ou para fora de submontagens.
Q Componentes Lightweight
Recursos de tempo e de memória podem ser salvos por meio do uso
de componentes lightweight em uma montagem.

Grandes montagens 217


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

Montagens Seja sua montagem grande ou pequena, há excelentes métodos


eficientes a serem seguidos para a criação de montagens mais rápidas
e eficientes. Mais rápido diz respeito tanto à velocidade de opening
e de editing speed, pois ambas contribuem para o tempo total que
se leva para trabalhar no SolidWorks.
Cada um destes tópicos será introduzido e discutido mais
detalhadamente mais adiante nesta lição.
Q Colapso de submontagem
Múltiplas submontagens deveriam ser usadas
no lugar de múltiplas peças de componentes.
As submontagens podem conter níveis de
submontagens. As submontagens são utilizadas
para agrupar os componentes da peça relacionada
(e a montagem). O "grupo" pode então facilmente
ser reutilizado em outras montagens, carregando
com isso seu próprio conjunto interno de relações de mate.
Q Opções na edição
A submontagem pode ser editada a partir de dentro de uma montagem
maior (Edit sub-assembly) ou aberta como sua própria montagem
e editada. Os componentes podem ser movidos para dentro ou para
fora da submontagem quando estiverem operando no nível da
montagem maior.
Q Acesso mais rápido
Você pode ter acesso mais rápido aos componentes por meio da
submontagem. Separar a montagem em submontagens significa
que cada uma destas é menor e menos complicada do que
a montagem principal.
Q Facilita ambientes de projeto multiusuários
Quando uma montagem grande é separada em submontagens
menores, mais fáceis de serem gerenciadas, diferentes membros
de uma equipe de projeto podem trabalhar com submontagens
individuais. Se todos os componentes forem componentes de nível
principal dentro da montagem principal, somente um membro
da equipe de projeto pode ter acesso de gravação à montagem
a qualquer momento. Isso torna o trabalho em conjunto mais difícil.

218 Montagens eficientes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Q Configurações
As configurações
da montagem e das
submontagens podem
ser utilizadas para criar
diferentes versões de um
produto. As versões
podem diferir por número,
visibilidade ou
configurações
dos componentes.
Uma configuração de
montagem poderia conter
configurações
simplificadas de
componentes de peças.
Ao selecionar aquela configuração, são selecionadas todas as
configurações da peça contidas dentro dela.
Q Componentes Lightweight.
Os componentes Lightweight melhoram o desempenho quando
operam com montagens devido ao fato de que somente um
subconjunto dos dados de modelo é carregado na memória.
Os dados de modelo remanescentes são carregados à medida que
se tornam necessários. Um ponto a ser notado é o seguinte: Quanto
maior a montagem, maior o ganho em desempenho. Para obter mais
informações, consulte Componentes Lightweight na página 230.
Q Suprimir detalhe
desnecessário
Utilize configurações da
peça para representar
modelos em um estado
simplificado por meio de
supressão de detalhes
que não sejam essenciais
na montagem.

Q Opções no display
Como as peças, as
definições de Display
afetam o desempenho
de uma montagem.
Quanto mais inferior for
a exibição, mais rápido
é o desempenho.

Montagens eficientes 219


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

Q Nível de detalhe.
Na guia Performance,
posicione o controle deslizante
em Off (para nenhum detalhe) ou de More (mais lento) para Less
(mais rápido), a fim de especificar o nível de detalhe durante as
operações de vista dinâmica (zoom, movimentação e girar) em
montagens, peças com múltiplas partes e vistas de inclinação em
desenhos.
Erros ao abrir A montagem verifica os arquivos que a compõem quando é aberta.
uma montagem Quando um arquivo utilizado dentro da montagem não puder ser
encontrado, o sistema apresentará um prompt para que você
o procure e o identifique. Esse arquivo pode corresponder a uma
peça ou componente de uma submontagem. Esta situação pode
ocorrer em poucas situações:
Q Renomeado
Se o arquivo foi renomeado, a montagem procurará por seu último
nome salvo quando for abri-lo. O sistema fornecerá a você um
navegador para identificar o arquivo que está faltando.
Q Movido
Se o arquivo tiver sido movido para um outro diretório,
um navegador aparecerá para procurar o novo local.
Q Excluído
Se o arquivo tiver sido excluído, o comportamento é o mesmo que
se fosse renomeado ou movido. Neste caso, o navegador não
resolverá o problema e o componente será suprimido.
Nota O sistema procurará no diretório atual e em quaisquer diretórios
listados no caminho de procura de Tools, Options, System
Options, External References. Somente quando acabarem estes
locais, ele pedirá que você procure pelo arquivo que está faltando.

1 Abra a montagem existente COMP_PARTS.


A montagem contém a maior parte das peças do componente.
2 Arquivo que está faltando.
O arquivo 3boltflange.SLDPRT não pode ser encontrado,
ele foi renomeado.

Clique em Yes para encontrar o arquivo.

220 Erros ao abrir uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

3 Selecione o arquivo.
Selecione o arquivo de substituição 3_bolt_flange a partir da
lista.
Clique em Open.

Projetando com O SolidWorks permite que você crie uma


submontagens montagem e adicione-a a outra montagem.
Aquela que está sendo adicionada torna-se
uma submontagem e é tratada como um
componente.
O ideal é ter a maioria de seus componentes
de peças dentro de submontagens.
Isso significa que a árvore de modelamento
do FeatureManager (como na ilustração
à direita) mostra muitas submontagens
e poucos componentes de nível principal.

Muitas submontagens significa que poucos


dos componentes da peça são visíveis no
nível principal da montagem. Isso torna a
árvore de modelamento do FeatureManager
mais fácil de ser gerenciada e o acesso a cada
componente mais fácil.

Projetando com submontagens 221


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

4 FeatureManager.
O FeatureManager
lista uma
submontagem
e muitas peças de
componente.
Este é um arranjo
indesejado para
uma montagem.

5 Submontagem.
A única submontagem
é CONVEYOR_SUB.
Selecione-a no
FeatureManager para
destacá-la.

Modificando Há um grande número de ferramentas que lhe permitem gerenciar


a estrutura de e modificar a estrutura organizacional de uma montagem.
uma montagem Especificamente, é possível:
Q Dissolver uma submontagem.
Q Selecionar componentes e formar uma nova submontagem.
Q Inserir uma nova submontagem vazia.
Q Arrastar e soltar componentes para dentro ou para fora de
submontagens.
Q Usar arrastar e soltar para reordenar componentes dentro de
uma montagem ou submontagem.
Dissolvendo uma Você pode dissolver uma submontagem em componentes
Sub-montagem individuais. Isso moverá os componentes para um nível acima
na hierarquia da montagem. Neste exemplo, uma submontagem
indesejada é dividida em componentes individuais.
Introdução: A opção Dissolve Sub-assembly é utilizada para elevar os
Dissolve componentes um nível na estrutura da montagem.
Sub-assembly
(Dissolver
submontagem)

222 Modificando a estrutura de uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Onde encontrar Q Clique com o botão direito no ícone da submontagem


e selecione Dissolve Sub-assembly.
Q Selecione a submontagem, e clique em Edit, Dissolve Assembly.
Promovendo Os componentes podem ser movidos a partir da montagem principal
e rebaixando até uma submontagem por meio do método arrastar e soltar.
componentes Eles também podem ser movidos entre submontagens ou de uma
submontagem até a montagem de nível principal.
Quando você dissolver uma submontagem ou reorganizar os
componentes em qualquer nível, os mates e quaisquer features que
fazem referência aos componentes selecionados são afetados.
Portanto, as decisões sobre os agrupamentos hierárquicos devem ser
tomadas logo no início no desenvolvimento de uma montagem
complexa, de modo a minimizar os efeitos sobre aqueles itens.
Um determinado número de pontos a serem mantidos em mente ao
reorganizar os componentes são os seguintes:
Q Mates do componente movem-se até o grupo de mate da
montagem pai comum mais inferior.
Q Mover um componente fixo do nível principal da hierarquia
da montagem para baixo em uma submontagem pode deixar
a montagem principal livre para flutuar no espaço.
Q Mover um componente fixo de uma submontagem para a
montagem principal pode sobredefinir a montagem de nível
principal.
Q As features que tiverem referências externas serão excluídas
se o componente referenciado for movido. Uma mensagem
aparecerá para lhe informar a respeito disso.
Q As instâncias de pattern de componente não podem ser movidas.
Mover o componente que é o seed para um pattern de
componente excluirá o pattern do componente. Uma mensagem
aparecerá para lhe informar a respeito disso.
O processo de promoção ou rebaixamento de componentes
é realizado de diversas maneiras. Tanto o comando Form New
Sub-assembly Here como Dissolve Sub-assembly forçam os
componentes a se moverem dentro da hierarquia. Arrastar e soltar
também podem ser empregado para este propósito. Por fim, Tools,
Reorganize Components pode ser mais fácil de se utilizar quando
a árvore de modelamento do FeatureManager for muito longa e,
portanto, precisar de muita rolagem.
Neste exemplo, a submontagem será dissolvida e novas
submontagens serão criadas a partir das peças de seus componentes.

Modificando a estrutura de uma montagem 223


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

6 Dissolver
submontagem.
Clique com o botão
direito na submontagem
CONVEYOR_SUB e
selecione Dissolve
sub-assembly.
Esta submontagem
contém 30
componentes. Eles são
adicionados à
montagem, substituindo
a submontagem.
A submontagem
é excluída da montagem
e os componentes
dentro dela são movidos
para o nível principal da
hierarquia da montagem no final da lista.

Nota Quando uma submontagem é dissolvida, ela é removida da


montagem, no entanto, ainda existe, intacta, no disco.

Criar uma nova Para juntar componentes em uma nova submontagem que resida na
submontagem montagem principal, você pode utilizar Form New Sub-assembly.
com componentes A nova submontagem existe na montagem principal e como uma
montagem em seu próprio direito. Neste exemplo, uma nova
submontagem será criada utilizando um componente existente.
Para criar uma nova submontagem vazia em uma montagem,
você pode utiliza Insert, Component, New Assembly.
Introdução: Form Form New Sub-assembly Here cria uma nova montagem
New Sub-assembly utilizando componentes selecionados na montagem atual.
Here (formar nova
submontagem aqui)

Onde encontrar Q Clique com o botão direito no componente ou nos componentes


e selecione Form New Sub-assembly Here.
Q Selecione o componente ou os componentes e selecione Insert,
Component, Assembly from [Selected] Components....
Template default Como este procedimento cria um novo documento de montagem,
você tem a opção de especificar um template de montagem ou
permitir que o sistema utilize o template default. Essa escolha
é determinada por meio de Tools, Options, System Options,
Default Templates.

224 Modificando a estrutura de uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Dica Você pode utilizar os métodos Ctrl-Select ou Shift-Select para


selecionar componentes múltiplos e combinar todos eles na nova
submontagem em uma única operação. Você também pode arrastar
uma janela através dos componentes que você deseja na vista de
gráficos para selecionar múltiplos componentes.

7 Vista frontal.
Clique na vista Front na barra de ferramentas Standard Views.
Utilize Zoom To Area para visualizar a submontagem na parte
extrema do lado esquerdo da vista do modelo.
8 Seleção de janela.
Arraste uma janela ao
redor dos componentes
superiores, conforme
mostrado.
Somente os componentes
completamente contidos
na janela serão destacados
e selecionados.
9 Formar submontagem aqui.
Posicione o cursor sobre um dos
componentes selecionados no
FeatureManager. Clique com
o botão direito e selecione
Form New Sub-assembly
Here.

Modificando a estrutura de uma montagem 225


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

10 Nova
submontagem.
Se aparecer o
prompt, escolha
o template da
montagem que
você quer
(milímetros) e
clique em OK.
Nomeie a nova
montagem
como
conv_top e
clique em Save.
11 Nova submontagem.
Uma nova submontagem é formada,
contendo os 14 componentes.
A submontagem toma o lugar dos
componentes na hierarquia da árvore
de modelamento do FeatureManager,
no final.

12 Submontagens
adicionais.
Crie mais duas
submontagens denominadas
conv_upper_frame
e conv_lower_frame,
respectivamente.
A criação da submontagem
conv_lower_frame
gera alguns erros. Ignore-os
por enquanto.

226 Modificando a estrutura de uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Introdução: Insert New Sub-assembly cria submontagem nova e vazia na atual


Insert New montagem.
Sub-assembly
(inserir nova
submontagem)
Onde encontrar Q Clique com o botão direito no componente de nível principal
e selecione Insert New Sub-assembly.
Q Ou, clique em New Assembly na barra de ferramentas
Assembly.
Q Ou, clique em Insert, Component, New Assembly....

13 Nova submontagem.
Clique com o botão direito no ícone da
montagem de nível superior e selecione
Insert New Sub-assembly. Nomeie
a submontagem conv_full. Ela é adicionada
ao final do FeatureManager.

Reorganize Uma maneira de mover os componentes de uma montagem para


componentes outra é arrastá-los e soltá-los no FeatureManager. Você pode
usando Arrastar selecionar um ou mais componentes utilizando as teclas Ctrl ou
e Soltar Shift keys, e movê-los em uma única operação. O cursor aparecerá
com o marcador enquanto os componentes são arrastados
e soltos em uma submontagem. Os componentes tornam-se parte
daquela submontagem.

14 Arraste e solte os
componentes da peça.
Expanda a submontagem
conv_upper_frame
e selecione os quatro
componentes dentro dela.
Arraste-os para cima e
solte-os dentro da montagem
conv_lower_frame.
Os erros foram eliminados.
15 Esvazie a submontagem.
A montagem conv_upper_frame agora está vazia. Exclua-a.
Nota Se a montagem não for necessária, recomenda-se que ela seja
excluída do disco.
Dica O mesmo método utilizado para arrastar e soltar componentes nas
submontagens pode ser utilizado para Reorder (reordenar) os
componentes dentro de uma montagem. Por default, a ordem dos
componentes na árvore de modelamento do FeatureManager
determina a ordem dos itens na BOM em um desenho de montagem.
Neste exemplo, os conteúdos de duas submontagens serão
combinados em um único.

Modificando a estrutura de uma montagem 227


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

16 Arrastar e soltar submontagens.


Arraste e solte as submontagens
conv_lower_frame
e conv_top dentro da montagem
conv_full.

Dica Um outro método é utilizar Tools, Reorganize Components....


Os Componentes componentes a serem movidos são movidos
para a Destination assembly selecionada. Este método é útil
quando o FeatureManager é grande e o método de arrastar e soltar
se torna confuso.

Abrir uma Algum trabalho pode ser feito por meio da edição da submontagem,
Sub-montagem mas nem todos. Às vezes, pode ser mais fácil abrir a submontagem
para realizar o trabalho. Alterações nas propriedades de um
componente que esteja dentro de uma submontagem geralmente
precisam ser feitas no nível da submontagem.

17 Abrir submontagem.
Qualquer componente – seja ele uma peça
ou uma montagem – pode ser aberto
a partir da montagem em que reside.
Clique com o botão direito no
componente conv_full e selecione
Open Assembly a partir do menu de
atalho.
Esta seleção deve ser feita a partir do FeatureManager para
identificar uma submontagem em vez de uma peça de componente
dentro de uma submontagem.
18 Fixar componente.
Pelo menos um componente em uma
montagem deveria ser fixado ou
completamente definido para evitar
o movimento indesejado da montagem
inteira. Clique com o botão direito
e fixe a submontagem
conv_lower_frame.
19 Retornar à montagem principal.
Feche e salve a submontagem para
voltar à montagem principal COMP_PARTS.

228 Modificando a estrutura de uma montagem


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Informações a Informações podem ser extraídas a partir de uma montagem para


partir de uma determinar alguns de seus parâmetros, tais como, tamanho,
montagem profundidade e referências.
Introdução: Para efeito de estatística com relação às quantidades de
Assembly Statistics determinados tipos de componentes de peça e submontagens,
(estatísticas da Assembly Statistics pode ser utilizado.
montagem)

Onde encontrar Q Clique em Tools, Assembly Statistics....

20 Estatísticas da montagem.
Clique em Tools,
Assembly Statistics.
O relatório lista informações sobre
o seguinte:
Q Número de componentes.
Q Tipo de componentes.
Q Status de componentes.
Q Estrutura da montagem.
Quando você tiver terminado
a leitura deste relatório, clique
em OK para fechar o diálogo.

Introduzindo: Find References pode ser usado para extrair os locais exatos
Find References da peça do componente e dos arquivos da montagem. A listagem
fornece um nome completo de caminho para cada referência usada.
O botão Copy Files pode ser utilizado para copiar os arquivos para
um outro diretório comum.

Onde encontrar Q Clique em File, Find References....

Modificando a estrutura de uma montagem 229


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

21 Encontrar referências.
Clique em File, Find References para listar as referências
e a localização completa dos componentes utilizados na montagem.

Clique em Close e, em seguida, feche a montagem principal,


salvando todas as mudanças.

Large Assembly Ao abrir uma montagem, o software verifica para ver se ela se
Mode qualifica como uma montagem "grande". Caso seja, definições
apropriadas serão escolhidas para tornar a montagem grande mais
rápida.
O Large Assembly Mode em System Options determina se
o tamanho da montagem é considerado grande o bastante para
utilizar o Large assembly threshold. As definições contidas
naquela página são então utilizadas para a montagem grande.
Algumas das definições incluem o seguinte:
Q Carregar Lightweight
Os componentes são automaticamente carregados no modo
Lightweight, um estado de tamanho reduzido. Eles são descritos
em detalhes abaixo.
Q Opções de exibição
A qualidade de exibição é diminuída para a obtenção de um
desempenho mais rápido, utilizando a montagem.
Q Opções de desenho
Modelos não são carregados e a qualidade da exibição é diminuída
para a obtenção de um desempenho mais rápido no nível do desenho.
Componentes O estado de componente Lightweight pode ser utilizado para
Lightweight melhorar o desempenho de grandes montagens. Ele faz isso por
meio de carregar somente informações selecionadas, a lista de
exibição gráfica, na memória.
O componente lightweight pode fazer o seguinte:
Q Acelerar o trabalho da montagem.
Q Manter os mates intactos.

230 Large Assembly Mode


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Q Manter o posicionamento.
Q Manter a orientação.
Q Ser movido e rotacionado.
Q Ser exibido em sombreado, linha oculta ou modos de wireframe.
Os componentes lightweight não podem:
Q Ser editados.
Q Ter suas arestas, faces ou vértices selecionadas ou referenciadas.
Q Mostrar suas features na árvore de modelamento do
FeatureManager.
Q Ter Mass Properties ou Interference Detection realizadas sobre
eles.
O oposto de Lightweight é denominado Resolved.

Criação de Somente as montagens que foram salvas no modo de vista


componentes sombreada pode ser abertas como Lightweight. Há dois caminhos
Lightweight para abrir montagens Lightweight:
Q Clicando em Lightweight na caixa de diálogo File, Open.
Q Mudando uma definição na
guia de Performance de
Tools, Options,
System Options.
A opção Check out-of-date
lightweight components
pode ser definida como
Don’t check, Indicate
ou Always Resolve. Estas definições controlam como as peças
lightweight são lidadas quando elas tiverem sido alteradas visto
que a montagem foi salva.
A opção Resolve lightweight parts pode ser definida para ser
Always ou Prompt. Esta definição determina o que acontece
quando você realiza uma operação como os cálculos de
propriedades de massa em uma montagem que contenha
componentes lightweight.
Depois que Uma vez que a montagem esteja aberta, componentes lightweight
a montagem podem ser resolvidos ou carregados na memória. De modo similar,
for aberta componentes resolvidos podem ser alterados para lightweight.
Há várias maneiras de se fazer isso.

Defina Lightweight para Defina resolvido para


resolvido Lightweight.

Selecione o componente na
area de gráficos. Será
automaticamente resolvido.
Melhor maneira.

Componentes Lightweight 231


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

Defina Lightweight para Defina resolvido para


resolvido Lightweight.

Clique com o botão direito no Clique com o botão direito no


componente na vista de componente na vista de
gráficos ou na árvore de gráficos ou na árvore de
modelamento do modelamento do
FeatureManager e selecione FeatureManager e selecione
Set to Resolved a partir do Set to Lightweight a partir do
menu de atalho. menu de atalho.
Clique com o botão direito no Clique com o botão direito no
componente de nível principal componente de nível principal
da montagem, e selecione Set da montagem, e selecione Set
Lightweight to Resolved. Resolved to Lightweight.
Isso resolve todos os Isso define todos os
componentes lightweight, componentes resolvidos para
inclusive aqueles contidos nas lightweight, inclusive aqueles
submontagens. contidos nas submontagens.

Ideal Use montagens lightweight. Defina as opções de seu sistema de


modo que os componente nas montagens sejam carregados como
lightweight por default. Deste modo, você automaticamente se
beneficiará de trabalhar com componentes lightweight. Naquelas
ocasiões em que você desejar abrir uma montagem como resolvida,
você pode sempre desmarcar a caixa Lightweight no diálogo File,
Open.
Comparação Os componentes em uma montagem podem existir em um dentre
de estados quatro estados. Cada um destes estados tem implicações sobre
de componentes o desempenho do sistema e sobre o que as operações são capazes
de desempenhar. A tabela abaixo resume o comportamento dos
componentes da montagem em cada um dos quatro estados.

Resolvido Lightweight Suprimido Oculto

Carregado na memória Sim Parcialmente Não Sim

Visível Sim Sim Não Não

Features disponíveis na Sim Sim 3 Não Não


árvore de modelamento
do FeatureManager

Faces e arestas acessíveis Sim Sim 3 Não Não


para adição de mates

Mates resolvidos Sim Sim Não Sim

Features “in-context” Sim 1 Sim 4 Não Sim


resolvidas

232 Componentes Lightweight


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Features da montagem Sim Sim 4 Não Sim


resolvidas 5

Considerados em Sim Sob Não Sim


operações globais 2 demanda2

Pode ser editado no Sim Sim 3 Não Não


contexto

Velocidade de Normal Mais rápido Mais rápido Normal


carregamento e
reconstrução

Velocidade de exibição Normal Normal Mais rápido Mais rápido

1As features “in-context” em peças resolvidas que referenciam


peças lightweight são automaticamente atualizadas.
2 As operações globais incluem Mass Properties, Interference
Detection, Exploded View, Advanced Selection e Advanced Show/
Hide, assim como solução de equações, exibição de vistas não
sombreadas e vistas de seção, assim como exportação para outros
formatos. Quando peças lightweight estão presentes, o software
lança um prompt para que você as resolva ou cancele a operação.
3
Peças lightweight são resolvidas automaticamente quando
selecionadas para esta operação.
4 Quando features “in-context”, features da montagem ou equações
afetam peças lightweight, as peças lightweight são resolvidas
quando a montagem é reconstruída.
5As features da montagem são abordados em Lição 5: Técnicas de
mate avançadas. Para obter mais informações, consulte Abra duas
montagens. na página 161.

22 Limiar.
Na guia Assemblies de
Options, System Options,
defina o Large assembly
threshold como 300.
Clique em OK.
23 Abra
COMP_PARTS.sldasm.

Componentes Lightweight 233


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

24 Prompt para
Large Assembly
Mode.
A montagem
é reconhecida
como estando
cruzando o limiar definido e o SolidWorks lança um prompt para
Large Assembly Mode. Isso irá invocar as definições do Large
Assembly Mode e abrirá a montagem muito mais rapidamente do
que antes.
Clique em Yes.

Indicadores do Quando uma montagem é carregada


estado como sendo lightweight, todos os
Lightweight componentes da peça são listados
como tendo estado lightweight. Isso
inclui todos os componentes da peça
dentro de qualquer submontagem.
Componentes lightweight são
indicados com um símbolo de pena
sobre o ícone do componente na
árvore de modelamento do
FeatureManager. O mesmo símbolo
aparecerá no cursor conforme ele
flutua sobre o componente na tela.
Peças lightweight Out-of-date são indicadas pelas definições
na guia Large Assembly Mode.
Dica As montagens também podem ser abertas com componentes
lightweight pela escolha de Lightweight no diálogo Open.

Este método produziria componentes lightweight,


independentemente do fato de a montagem ser grande ou pequena.

25 Feche a montagem.
Feche a montagem sem salvar as alterações.

234 Componentes Lightweight


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Tirando A utilização de componentes lightweight aumentará a velocidade de


vantagens de abertura de uma montagem. A velocidade de edição será um tanto
configurações quanto aumentada, no entanto, como os componentes são editados,
eles são completamente carregados.
Configurações, tanto no nível da peça do componente e da
submontagem, são um outro ingrediente essencial para a velocidade
da montagem. A chave é simplificar a geometria no nível da peça
e utilizar as submontagens para chamar uma configuração
simplificada.
Features com Evite mostrar detalhes ou features representativas quando a peça
detalhes for utilizada no nível da montagem. Qualquer coisa que não seja
necessária para a colocação do mate, movimentação ou
interferências deve ser suprimida em uma configuração.

Considere uma peça de componente que contenha diversas


configurações, cada uma delas para um propósito específico.
Esta convenção de nomeação não é necessária, no entanto,
alguma distinção é útil.
Configuração A configuração
completa Default contém
o modelo com todos
os detalhes. Nada
é suprimido.
A peça é o
pivot_cylinder.

Configuração da A versão simplified


montagem ou da assembly
contém apenas a
geometria necessária
para localizar e colocar
o mate devidamente no
componente em uma
montagem. Fillets
representativos e
chanfros, assim como
quaisquer features
desnecessárias, são suprimidos.

Tirando vantagens de configurações 235


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

Configuração do A configuração do
desenho drawing contém
somente aquelas
features que precisam
ser mostradas em uma
vista do desenho.
Detalhes como os fillets
podem ser suprimidos
para criar um desenho
mais limpo.

Salvamentos Qual é a vantagem de criar estas configurações? Menos complexidade


comparativos no nível da peça é igual a uma velocidade de resposta mais rápida.
Para os propósitos de comparação, cada configuração da peça
é salva no formato SLT. Este formato separa o gráfico em triângulos.

Tamanho
Configuração Triângulos
(bytes)

Roscas totalmente helicoidais 22590 1129584 Bytes


(100%)

Roscas revolucionadas 4806 240384 Bytes


(21%)

Sem roscas 164 8284 Bytes


(menos de 1%)

Esta é estritamente uma comparação, no entanto, ela mostra as


vantagens que as configurações podem oferecer.
Considerações Mates são necessários em todas as montagens para restringir
de mates o movimento dos componentes. Aqui estão algumas considerações
sobre o que selecionar e o que evitar.

236 Tirando vantagens de configurações


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Escolha da entidade Evite colocar os mates nas faces que podem ser suprimidas em
do mate outras configurações. Crie os mates utilizando as configurações
simplificadas das peças.
Por exemplo, suponha
que a face cilíndrica
destacada é utilizada
em um mate.

Na configuração
simplificada, a entidade
é suprimida e o mate
apresentará falha.

Mates em excesso Alguns mates são necessários, no entanto, aqueles que estão em
excesso deveriam ser evitados. Os componentes que não forem
completamente definidos podem ser aceitáveis. Neste exemplo,
o pino está livre para girar. A adição de um mate paralelo para
impedir o giro seria um excesso.

Patterns de Component Patterns devidamente utilizados podem eliminar


componentes a necessidade de mais mates na montagem.

Tirando vantagens de configurações 237


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

Configurações da A adição de
submontagem configurações
no nível da
montagem
permite que
configurações
similares de
peças sejam
agrupadas
juntas. Por
exemplo, uma
configuração
de montagem
denominada
Default
pode ter todas
as peças em sua
configuração
Default
configuration.
Na montagem
de nível
principal, a configuração da submontagem pode ser definida.
Abertura de uma Uma vez que as configurações tenham sido estabelecidas, elas
configuração podem ser escolhidas pelo nome com o diálogo Open. Clique no
específica nome da configuração desejada a partir da lista de Configurations.

Nota Nem todas as configurações contêm Previews por padrão. Para


criar uma pré-visualização da configuração, Open a montagem.
Ative a configuração desejada e, em seguida, Save o arquivo com
esta configuração ativa.
Utilizando Configure Uma maneira rápida de definir uma configuração de montagem que
para definir utiliza uma configuração de peça específica é a de utilizar
configurações Configure Document. Crie uma nova configuração na montagem,
como, por exemplo, simplified.

238 Tirando vantagens de configurações


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Abra a montagem utilizando


a caixa de verificação
Advanced. Marque
a configuração simplified
a partir da vista da árvore de
configurations. Um diálogo
aparece que permite a você
escolher a configuração a ser
aberta. Marque Use specified
configuration name for part references when available
e o Configuration name simplified. Clique em OK.
Considerações Desenhos de montagens grandes oferecem mais desafios.
sobre os As mesmas questões com relação à abertura e ao carregamento
desenhos da montagem podem acontecer no nível do desenho. A melhor
solução é um (desenho separado).
Um Detached
Drawing não
carrega os
modelos,
significativam
ente
reduzindo
o tempo de
carregamento.
Além disso,
algumas
operações,
como, por
exemplo,
a adição de dimensões e anotações podem ser realizadas sem
carregar os modelos.
Para obter mais informações a respeito dos desenhos em separado,
consulte o manual Pricípios Básicos do SolidWorks : Desenhos.
Utilizando Patterns
patterns de economizam tempo
componentes em edição e no
nível de montagem.
No nível
da montagem,
eles também podem
reduzir
a necessidade
de mates.
Em um exemplo como este, um Component Pattern reduz os mates
necessários de 25 para 3.

Considerações sobre os desenhos 239


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

Procedimento Para aplicar as considerações acima, abra uma outra montagem.


A montagem utiliza o mesmo conjunto de peças, no entanto,
de modo mais eficiente.

26 Abra a montagem existente USING_SUBS.


Use a opção Advanced e selecione a configuração simplified
da lista.

27 Configure.
Use a opção Open currently
selected configuration.
Clique em OK.

28 FeatureManager.
Esta montagem está bem organizada
de acordo com os pontos feitos nesta
lição. A montagem utiliza o seguinte:
Q Submontagens múltiplas.
Q Configurações simplificadas.
Q Componentes Lightweight.
Q Patterns de componentes.

Resolvendo Submontagens são adicionadas à montagem principal como


submontagens componentes rígidos. Elas podem mover-se como um grupo,
no entanto, a movimentação de componentes individuais está
restrita. Uma definição nas Component Properties pode permitir
a movimentação.

240 Utilizando patterns de componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

29 Submontagem rígida.
Clique com o botão direito na
submontagem PISTON_SUB e resolva-a.
Ela é rígida e impede o movimento da
submontagem tilt_roller. Ela não
pode ser arrastada.

30 Propriedades
do
componente.
Clique com o
botão direito na
submontagem
PISTON_SUB
e, sob o
cabeçalho
Component,
selecione
Component
Properties....
Mude o estado
de Solve as de
Rigid para
Flexible.
Clique em OK.
Observe que o FeatureManager agora mostra um ícone para
esta submontagem, indicando seu estado flexível.
31 Arraste.
Arraste a submontagem tilt_roller
para rotacioná-la.

Nota Se um componente de uma peça for selecionado a partir do


FeatureManager, ele permanecerá no modo lightweight. Se for
selecionado na janela de gráficos, será ajustado para resolvido.

Utilizando patterns de componentes 241


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

Editando uma Edit Sub-assembly fornece acesso a uma submontagem do mesmo


submontagem jeito que Edit Part fornece acesso no contexto a uma peça.
Neste exemplo, Edit Sub-assembly será utilizado para fazer
mudanças na submontagem do conveyor_frame.
Introdução: Edit Sub-assembly é usado para fazer alterações em uma
Edit Sub-assembly submontagem, dentro do contexto de uma montagem de nível
(editar superior, sem a abertura da submontagem. Você pode:
submontagem)
Q Adicionar ou excluir componentes.
Q Adicionar, excluir ou editar mates.
Q Adicionar, excluir ou editar features da montagem.

Onde encontrar Q Clique com o botão direito na submontagem e selecione


Edit Sub-assembly.

32 Editar submontagem.
Resolve a submontagem
do conveyor<3>.
Clique com o botão direito
em conveyor_frame<1>
e selecione
Edit sub-assembly. Todos os
componentes da submontagem
aparecem em edit part color
(editar cor da peça).

33 Inserir componente.
Insira o componente
L3.5X3X0.25 na
montagem. O componente
entra na edição de cor da peça
e é listado sob a submontagem
no FeatureManager.

242 Utilizando patterns de componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

34 Adicionar mates.
Coloque o mate do componente utilizando
mates Coincident, conforme é mostrado.
O L3.5X3X0.25 deve estar alinhado com
as mates dos componentes de aço do tubo.

O componente é adicionado
a todas as quatro instâncias
de conveyor_frame.

35 Editar Montagem.
Clique com o botão direito na vista de gráficos e selecione
Edit Assembly: USING_SUBS a partir do menu de atalho
para retornar à montagem de nível principal (USING_SUBS).
Dica Opcionalmente, clique no ícone Edit Part para alternar os modos.

Técnicas As técnicas de seleção avançadas permitem que você especifique


de seleção os critérios de seleção com base nas propriedades do componente,
avançadas incluindo propriedades de arquivo personalizado e a posição
relativa a um envelope.
Você pode especificar múltiplos critérios e combiná-los utilizando
operadores lógicos. O conjunto de critérios forma uma pesquisa de
base de dados que pode ser salva e recarregada sempre que você
desejar reutilizar os mesmos critérios de seleção.
Há duas técnicas de seleção avançadas muito similares. São elas:
Q Mostrar/ocultar avançados
Q Seleção avançada
Mostrar/ocultar Advanced Show/Hide utiliza propriedades, equações e peças de
avançados envelope para ocultar ou mostrar componentes na montagem.
Geralmente, o resultado é utilizado para definir uma configuração.
Advanced Show/Hide está disponível somente a partir de dentro
do ConfigurationManager.

Técnicas de seleção avançadas 243


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

Seleção avançada Advanced Selection também utiliza propriedades, equações e


peças de envelope para selecionar componentes em uma montagem.
Os resultados, o grupo de componentes selecionados, podem ser
utilizados em qualquer operação que suporte seleção de múltiplos
componentes, incluindo a definição de uma configuração,
verificação de interferências, ocultar, mostrar, suprimir, não
suprimir ou excluir.
Uso com Tanto a técnica Advanced Show/Hide como Advanced Selection
configurações são indispensáveis para a criação de configurações de uma
montagem para exibição ou melhoria de desempenho. O processo
funciona da seguinte forma:
1. Crie uma nova configuração de montagem. Copie uma
configuração que lembre mais os resultados que você deseja
ou crie uma nova configuração com aquela ativa.
2. Utilize uma das técnicas de seleção para selecionar componentes
em massa para Hide, Suppress ou executar um outro comando
de componente múltiplo (como, por exemplo, Edit Color).
Opções de Properties são usadas em conjunto com uma Condition e um
propriedades Value para criar uma declaração de Criteria. Os Criteria são
resolvidos para ocultar, mostrar ou selecionar componentes na
montagem.

Nome da propriedade Condições Valores

Part mass — =, não =, <, >, <=, numérico


SW Special >=
Part volume — está dentro, está numérico ou
SW Special fora, está cruzando, o nome de
=, não =, <, >, <=, arquivo de um
>= sólido
envelope
A peça é detalhe é sim, não é <nenhum>
interior —SW
Special
Configuration é (exatamente), não Seqüência
name — SW Special é, contém de texto
Document name — é (exatamente), não Seqüência
SW Special é, contém de texto

Observe que diversas declarações de critérios podem ser


combinadas por operadores And/Or. And escolheria somente
aqueles componentes que atendem a todos os critérios. Or escolhe
aqueles que atendem algum dos critérios.

244 Técnicas de seleção avançadas


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Propriedades Além das propriedades personalizadas do SolidWorks descritas


personalizadas acima, você pode utilizar várias outras propriedades personalizadas
para aplicações de engenharia. Além disso, você pode definir
e adicionar suas próprias propriedades usando Edit List.
Introdução: File, O comando File, Properties permite que você atribua informações
Properties (arquivo, de resumo do documento e propriedades personalizadas a um
propriedades) arquivo. As informações de resumo incluem Author, Keywords,
Comments, Title, and Subject. A guia Custom lhe dá acesso
a uma lista de propriedades-padrão, ou você pode criar sua própria.

Onde encontrar Q A partir do menu, clique em File, Properties.

Introdução: Mostrar/ Advanced Show/Hide é utilizado para ocultar ou mostrar


ocultar avançados componentes com base nas declarações dos critérios.

Onde encontrar Q Clique com o botão direito na configuração ativa e selecione


Advanced Show/Hide....
Salvar os critérios Para utilizar os critérios de seleção mais de uma vez, salve-os
utilizando o botão Save Criteria antes de fechar o diálogo.
A pesquisa é salva em um arquivo de texto ASCII com a extensão
de arquivo padrão *.sqy. Visto que a pesquisa é por um arquivo
de texto ASCII, em forma de sentença, você pode lê-la e editá-la,
utilizando um editor de texto, como, por exemplo, o Notepad
(Bloco de Notas).
A pesquisa pode ser retomada clicando-se em Load Criteria
(carregar critérios).
Envelopes As zonas podem ser definidas em uma montagem utilizando-se
peças especiais denominadas Envelopes. Os componentes na
montagem podem ser comparados com os envelopes para ver se
eles estão dentro, cruzando ou fora do volume do envelope. A peça
do envelope aparece na cor azul e é transparente.
Se você utilizar um arquivo de peça existente como um envelope,
o modelo deve ser um volume sólido (não encapsulado, sem regiões
ocas por dentro, nem uma "caixa vazia"). A seleção do envelope
tem como base a interferência entre os componentes funcionais da
montagem e o componente do envelope.
Introdução: Insert Insert Envelope é utilizado para criar ou inserir uma peça de
Envelope (inserir componente para uso como um componente de envelope em
envelope) Advanced Show/Hide, Advanced Selection e Apply Envelope.
Onde encontrar Q A partir do menu, clique em Insert, Envelope, New...
ou Insert, Envelope, From File....
Usando envelopes Os envelopes podem ser utilizados para selecionar componentes
de montagem com base em suas posições relativas ao próprio
envelope. Uma vez selecionados, os componentes podem ser
utilizados para qualquer operação que suporte a seleção de
componentes múltiplos, incluindo verificação de interferências,
ocultar, mostrar, suprimir, não suprimir ou excluir.

Envelopes 245
Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

Introduzindo: Show/Hide Using Envelope permite que você controle


Show/Hide Using a visibilidade dos componentes da montagem com base em
Envelope suas posições em relação ao envelope selecionado. Os critérios
(mostrar/ocultar de seleção são os seguintes:
utilizando envelope)
Q Inside envelope (dentro do envelope)
Os componentes que estão completamente dentro do envelope
são selecionados. Isso inclui componentes que estão dentro do
envelope, no entanto, têm uma face que é coincidente com o lado
de fora do envelope.
Q Outside envelope (fora do envelope)
Os componentes que estão completamente fora do envelope são
selecionados. Isso inclui componentes que estão fora do envelope,
no entanto, têm uma face que é coincidente com o lado de fora do
envelope.
Q Crossing Envelope (envelope de cruzamento)
Os componentes que cruzam o limite do envelope são selecionados.

Onde encontrar Q No ConfigurationManager, clique com o botão direito no


envelope e selecione Show/Hide Using Envelope....

36 Nova configuração.
Crie uma cópia da configuração Simplified nomeando-a
Conveyor Path (caminho do transportador). Torne esta
a configuração ativa. Defina todos os componentes lightweight
para Resolved.
37 Insira um novo
envelope.
Utilizando Insert,
Envelope, New...,
crie um novo envelope
e coloque-o no plano
Top da montagem.
Esta ação habilita o modo Edit Part e Edit Sketch.
38 Sketch e Extrude.
Crie um sketch
utilizando um
retângulo. Circule
as submontagens
do conveyor.
Extrude o sketch para
cima o bastante para
encobrir a montagem
tilt_roller.

246 Envelopes
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

39 Envelope transparente.
Depois de retornar à edição
da montagem, o componente
do envelope aparece em seu
modo default de
transparência.

40 Feature Manager.
A peça do envelope
(Envelope1) é colocada
no Feature Manager com
um ícone especial .

41 Utilizando o Envelope.
Ao contrário de outros
componentes, o envelope
aparece no Configuration
Manager.
Clique com o botão direito na
feature Envelope1 e escolha Show/Hide Using Envelope....
42 Definições.
Clique em Hide part
components com base
em Criteria de Outside
envelope e Crossing
envelope. Para um
componente que não
atenda aos critérios,
clique em Show it.
Clique em OK.

Envelopes 247
Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

43 Configuração resultante.
A configuração atual,
Conveyor Path, é mudada
através do ocultação de
componentes.

44 Ocultar manualmente.
Hide (oculte) componentes
adicionais que não foram
selecionados pelo volume do
envelope, incluindo o próprio
envelope.
45 Definir configuração.
Defina a configuração para
Default e, manualmente,
oculte o componente do envelope.
Feche e salve todos os arquivos
utilizando Window, Close All.

SolidWorks Esta lição explica como utilizar o SolidWorks Explorer,


Explorer um programa que está incluído com o software SolidWorks.
Ele é utilizado para modificar uma peça unopened, montagem
e arquivos de desenho através de uma interface que lembra
o Microsoft® Outlook.
O SolidWorks Explorer pode ser rodado como um aplicativo stand-
alone ou rodar dentro do aplicativo SolidWorks. Caso o SolidWorks
Explorer seja utilizado dentro do SolidWorks, ele é tratado como
um documento típico e pode ser colocado lado a lado ou em cascata.
Neste exemplo, faremos uma alteração de engenharia em uma peça.
Como resultado, desejamos identificar onde a peça é utilizada, revisar
o nome da peça e seu desenho associado, assim como revisar
a submontagem e a montagem na qual a peça está sendo utilizada.
A peça alterada aparecerá na montagem modificada somente,
deixando a montagem original intacta.

248 SolidWorks Explorer


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Layout da janela O SolidWorks Explorer tem diversas features principais:


Janela Janela de documento Caminho
de operação

Janela principal

Janela de operação Esta janela exibe os ícones que representam as tarefas


de gerenciamento de arquivos que você pode realizar com
o SolidWorks Explorer.
Janela de Esta janela lista o documento ativo e seus documentos pais
documento ou filhos. Clique nos ícones destes documentos para selecionar
os documentos que você deseja gerenciar.
Para mudar para um outro documento, arraste um documento
diferente do Windows Explorer ou navegue até um documento
diferente no Path (caminho).
Janela principal Esta janela exibe os diálogos ou gráficos que são apropriados para
a operação que você selecionar.
Caminho Na parte superior da janela do SolidWorks Explorer, existe uma caixa
que exibe a letra do drive, o caminho e o nome do documento ativo.
Q Clique em Browse para localizar um documento.
Q Ou clique em File, Open.
Q Ou arraste um documento a partir do Windows® Explorer para
dentro da janela do documento.

SolidWorks Explorer 249


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

Operações O SolidWorks Explorer tem diversas funções disponíveis a partir da


barra de ferramentas Operations. Elas também se encontram
disponíveis a partir do menu Tools.

Pré-visualização Exibe uma imagem da peça, da montagem


ou do arquivo de desenho selecionado na
janela principal.
Propriedades Lista e edita as informações resumidas,
propriedades personalizadas ou propriedades
específicas de configuração dos arquivos.
Show Lista as referências de qualquer peça
References (incluindo peças derivadas ou espelhadas,
(mostrar montagem ou desenho).
referências)
Where Used Permite que você procure em todos
(onde é usado) os lugares onde uma peça ou montagem
específica é usada, incluindo quaisquer
peças derivadas ou espelhadas.
Property Search Procura por arquivos utilizando declarações
(busca de de critérios que referenciem suas
propriedade) propriedades.
Edit Edita as configurações de um arquivo
Configuration renomeando-o ou excluindo-o. Você não
(editar pode editar a atual composição de uma
configuração) configuração por meio de supressão ou não
supressão de features/componentes.
Edit Hyperlinks Permite que você liste e edite quaisquer
(editar hyperlinks que os arquivos possam ter.
hyperlinks)
Options Permite que você mude as definições default
(opções) do SolidWorks Explorer, incluindo
a definição dos caminhos de busca para
o SolidWorks Explorer utilizar.

250 SolidWorks Explorer


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

Opções O SolidWorks Explorer tem diversas funções de gerenciamento


de gerenciamento de arquivos disponíveis se for clicado com o botão direito no nome
de arquivos de um arquivo. Algumas também se encontram disponíveis a partir
do menu Edit (editar). Estas funções são as seguintes:

Open in Abre a peça, montagem ou desenho no


SolidWorks SolidWorks. Se o SolidWorks Explorer
(abrir no estiver rodando stand-alone, o SolidWorks
SolidWorks) é inicializado.
Replace Substitui o arquivo por um outro do mesmo
(substituir) tipo. Em uma montagem, todas as instâncias
do componente são substituídas.
Rename Renomeia o arquivo. Você deveria realizar
(renomear) uma busca Where Used antes de substituir
ou renomear um arquivo.
Copy (copiar) Copia o arquivo para um novo nome.
Com relação aos componentes modelados
no contexto de uma montagem, a cópia não
é atualizada quando o original é mudado.
Export list to Exporta os dados nas atuais colunas de
Excel resultado para uma nova planilha de trabalho
(exportar lista do Excel.
para o Excel)

Importante! É importante lembrar que o SolidWorks Explorer não fornece um


verdadeiro controle de revisão, da mesma maneira que um aplicativo
de PDM (Product Data Management – Gerenciador dde Dados de
Produto). Por exemplo, o SolidWorks Explorer não provê vault,
check-out/check-in ou recursos de controle de leitura/gravação.
Utilizando o O SolidWorks Explorer pode ser inicializado a partir de dentro de uma
SolidWorks sessão do SolidWorks ou executado como um programa stand-alone.
Explorer Quando está aberto dentro do SolidWorks, é tratado como uma
janela de arquivo-padrão e pode ser colocada lado a lado, minimizado
ou em cascata.

Onde encontrar Q A partir do menu Tools, selecione SolidWorks Explorer....


Q A partir do menu Iniciar no Windows, clique em Programs,
SolidWorks 2006, SolidWorks Explorer.
Q Crie um atalho arrastando o ícone do
SolidWorks Explorer do diretório de instalação
do SolidWorks para sua área de trabalho.
Procedimento Começaremos por abrir uma montagem existente no
SolidWorks Explorer.

Inicie o SolidWorks Explorer seja de dentro do SolidWorks ou a


partir de um aplicativo stand-alone.

SolidWorks Explorer 251


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

1 Abra uma montagem denominada USING_SUBS.


Clique em File, Open a partir do menu do SolidWorks Explorer
e navegue até USING_SUBS.sldasm.
2 Listagem dos componentes.
Document Window lista todos os componentes incluídos
na montagem. (4x) indica 4 instâncias.

O modo Preview mostra a figura na pré-visualização do diálogo de


Open.

Renomeando Você pode utilizar o SolidWorks Explorer para renomear


componentes componentes em uma montagem. Isto é útil ao mudar um
nome "genérico" para um "nome de peça" verdadeiro no nível
da montagem.
Lembre-se Os documentos não devem ser abertos no SolidWorks quando você
modificá-los utilizando o SolidWorks Explorer.

3 Preview RLLR.
Expanda as submontagens conveyor e roller_frame
e selecione o componente RLLR para visualizá-lo previamente.

252 Renomeando componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

4 Clique com o botão direito no componente RLLR e selecione


Rename.
5 Search Rules (regras de busca).
Clique em Search Rules. A busca pode ser definida para procurar
em qualquer lugar por quaisquer arquivos que estejam sendo
substituídos. Você também pode selecionar os critérios de busca
utilizados. Defina o caminho de busca para o mesmo diretório que
contenha USING_SUBS.

Clique em OK.
6 Click Find Now to find the file references.
Marque as caixas que indiquem onde as referências serão
substituídas. Ao desmarcar uma caixa, isso impedirá que aquela
instância seja substituída.
7 Renomeie.
Digite o nome conv_roller e clique em Apply para renomear
todas as instâncias do componente na montagem.

Renomeando componentes 253


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

8 Alterações.
Os itens marcados ficam azuis, indicando que eles foram alterados.
Algumas das mudanças foram feitas às montagens que não estão
sendo utilizadas.

Nota O FeatureManager mostra um novo


nome.

Onde é usado A opção Where Used pode ser utilizada para descobrir onde os
componentes são utilizados. Ela será utilizada para as referências
aos componentes nas montagens, nos desenhos, nas peças derivadas
e peças com features “in-context”.

254 Renomeando componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Lição 6
Grandes montagens

9 Selecione conv_right_rail.
Selecione a peça conv_right_rail e clique em Where Used
a partir da Janela de Operações e, em seguida, clique em Find Now.

10 Abrir a montagem no
SolidWorks.
Clique com o botão direito no
componente de nível principal
(USING_SUBS) e selecione
Open file in SolidWorks.
As mudanças são mostradas no
FeatureManager.

Nota Caso a montagem abra como sendo lightweight, clique com o botão
direito no nó do nível principal e selecione Set Lightweight to
Resolved. A árvore de modelamento do FeatureManager não
refletirá a mudança até que o componente seja resolvido.
11 Feche o SolidWorks Explorer.
A janela do SolidWorks Explorer permanece aberta, atrás da janela
da montagem. Feche a janela do SolidWorks Explorer.

Renomeando componentes 255


Lição 6 Manual de Treinamento do SolidWorks 2006
Grandes montagens

256 Renomeando componentes


Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 23: Faça reparos


Utilizando e alterações em uma
o SolidWorks montagem existente
Explorer utilizando
o SolidWorks Explorer.
Este laboratório usa as
seguintes habilidades:
Q Opções do
SolidWorks
Q Substituição de
arquivos
Q Cópia de arquivos
Q Pré-visualização de arquivos
Q Encontrar referências
Q Renomear arquivos
Procedimento
1 SolidWorks Explorer.
Inicie o SolidWorks Explorer seja de dentro do SolidWorks
ou a partir de um aplicativo stand-alone.
2 Carregue a montagem.
Abra a montagem existente denominada Launcher.

Exercício 23 257
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

3 Pré-visualização.
Desabilite a opção Use full screen e exiba todos os componentes
da montagem. Observe que Finger Grip não tem pré-visualização.

4 Substituir.
Na janela do documento, a listagem
de Finger Grip aparece em vermelho,
indicando que o arquivo não pode ser
encontrado. Utilize Replace para escolher
um arquivo de substituição denominado
Gripper.

5 Mostrar referências.
Selecione o componente Arrow e clique em Show References.
Tanto a peça como a montagem estão listadas como referências
porque a peça foi criada “in-context”.

6 Revisão.
Use Copy para criar uma cópia da montagem do Launcher e de
seus arquivos associados.
Use Copy children, o Suffix .2 e crie uma nova pasta denominada
R2 na pasta do swExplorer.

258 Exercício 23
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Desmarque a caixa para o Gripper de modo que este arquivo não


seja copiado.

Clique em Apply.

Dica Uma pasta pode ser criada durante o processo de cópia. Quando
você adicionar um novo nome de diretório no campo Folder field,
você receberá um prompt para criar o novo diretório.
7 Explore a montagem Launcher.2.
Navegue pela montagem de Launcher.2
e abra-a no SolidWorks Explorer.

8 Comece renomeando a operação.


Clique com o botão direito no componente Gripper e selecione
Rename.
9 Find where used (descubra onde é usado).
Verifique se a caixa de verificação Find where used está selecionada.
Clique em Find now. O Gripper é utilizado em ambas as
montagens.
10 Renomeie o Gripper.
Na caixa To: digite o nome Holder e clique em Apply.
Ambos os nomes da montagem,
Launcher e Launcher.2, ficam azuis,
indicando que a operação de renomeação
foi bem-sucedida.

Exercício 23 259
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

11 Confirmação da operação de renomear.


Retorne à exploração da montagem do
Launcher (a original).

12 Abra a montagem
Launcher.2.
Abra a montagem no
SolidWorks. As mudanças
aplicadas no SolidWorks
Explorer são vistas aqui.
13 Salve e feche a montagem.

260 Exercício 23
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 24: Crie esta


Submontagens montagem.
flexíveis Este laboratório
usa as seguintes
habilidades:
Q Inserção de
mates
Q Criação de
tabelas de
projeto de
montagem
Q Componentes
flutuantes
Q Inserção de eixos
Q Utilização de submontagens flexíveis.
Procedimento Use o procedimento a seguir:
1 Nova montagem.
Crie uma nova montagem e nomeie-a
Piston&ConnRod.
Adicione a Upper_Connecting_Rod na origem.
Adicione a Lower_Connecting_Rod e coloque
nela o mate, definindo-a completamente.

2 Mate plano a plano.


Adicione a Piston_Head e coloque-a como
mate na extremidade superior da
Upper_Connecting_Rod utilizando planos
de referência e um mate concêntrico.
A Piston_Head deve ficar livre para revolver
em torno de um eixo.

Exercício 24 261
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

3 Montagem existente.
Abra a montagem Engine.
A montagem contém
o componente do Crankshaft,
fixado na origem.

4 Eixos.
Crie um eixo utilizando
os planos Top e Front
da montagem.

5 Flutuar.
Float o componente e coloque
o mate nele utilizando o eixo
e o plano Right da montagem.
Certifique-se de que o componente
pode ser rotacionado.
6 Submontagem.
Insira a submontagem
Piston&ConnRod na montagem principal. Defina a condição
Solve as para Flexible.
7 Mates.
Q Coloque o mate da
submontagem no
Crankshaft
utilizando um mate
Concentric.
Q Adicione um mate
Coincident entre
o plano Right
da Piston_Head
e o plano Top da montagem.

262 Exercício 24
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Q Coloque o mate
no lado plano
utilizando um
mate de
Distance de
0,25".

8 Movimentação.
Arraste o
componente
Crankshaft
para ver a
movimentação
dos
componentes
da
submontagem.

9 Instâncias adicionais.
Adicione mais 3 instâncias da submontagem do Piston&ConnRod,
utilizando Flexible.

10 Salve e feche a montagem.

Exercício 24 263
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 25: Dissolva as submontagens


Trabalhando e adicione novas para mudar
com a estrutura desta montagem
submontagens existente.
Este laboratório usa as
seguintes habilidades:
Q Dissolve Sub-assembly
(dissolver submontagem)
Q Inserção de nova
submontagem.
Q Reorganização de componentes.
Q Submontagens flexíveis.
Q Configurações de montagem.
Q Detecção de interferência dinâmica.
Procedimento Use o procedimento a seguir:
1 Montagem existente.
Abra a montagem existente lab_pro_dem, localizada na pasta
Subassemblies.
2 Dissolver submontagem.
Dissolva a submontagem bad_sub. Os componentes da
submontagem são promovidos para a montagem principal.
A submontagem é excluída.
3 Nova submontagem SUB_body.
Crie uma nova submontagem que
contenha os seguintes componentes:
Main Body<1>
Finger Grip<1>
Nozzle<1>
Nozzle<2>

4 Nova submontagem
SUB_trigger.
Crie uma nova submontagem
que contenha os seguintes
componentes:
Pull Ring<1>
Plunger<1>
End Cap<1>

264 Exercício 25
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Observe que a submontagem é tratada como um único componente.


Suas Component Properties são definidas para o padrão de estado
Solve de Rigid.
5 Abra SUB_trigger.
Defina a posição da montagem SUB_trigger no espaço
adicionando Fix ao componente do End Cap.
Opcional Reordene os componentes dentro da montagem SUB_trigger
de modo que o End Cap seja listado em primeiro lugar na árvore
de modelamento do FeatureManager. Lembre-se – a ordem em que
os componentes estão listados no FeatureManager determina
a ordem-padrão em que eles serão listados em uma lista de materiais.
6 Mover componente.
Mova o componente arrastando o Pull Ring para cima.
7 Teste o comportamento.
Use Dynamic Assembly Motion para testar o
comportamento da montagem de trigger. Você deve
ser capaz de arrastar o Pull Ring para dentro e para
fora do End Cap.
8 Adicione configurações.
Adicione duas novas configurações à montagem, que
sejam cópias da configuração Default. Nomeie-as
flex1 e flex2.
9 Mude.
Volte para a montagem principal.
10 Exclua os componentes.
Exclua os seguintes componentes:
Pull Ring<2>
Plunger<2>
End Cap<2>

11 Adicione uma segunda instância.


Adicione uma segunda instância
da submontagem SUB_trigger
à montagem principal.

Exercício 25 265
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

12 Relacione a submontagem.
Relacione a segunda instância
da submontagem SUB_trigger
à montagem principal.

13 Propriedades do componente.
Edite as Component Properties da
SUB_trigger<1>. Defina
Referenced configuration para
flex1 e estado Solve as para
Flexible.
Para SUB_trigger<2>, use a
configuração flex2. Também defina
o estado Solve as como Flexible.
A utilização de diferentes
configurações permite que os
componentes se movam de modo
independente.
14 Detecção de colisão dinâmica.
Clique na ferramenta Move
Component Move Component
e clique em Collision Detection.
Certifique-se de que Stop at
collision, Highlight faces
eSound (parar na Colisão,
destacar as faces e som)
estejam habilitados.
Arraste cada um dos componentes de Pull Ring para os limites
de sua movimentação em ambas as direções.
15 Salve e feche.
Salve e feche as montagens.

266 Exercício 25
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Exercício 26: Crie configurações simplificadas de


Configurações peças, submontagens e da montagem
simplificadas principal. Além disso, adicione novas
submontagens e mude a estrutura da
montagem existente.
Este laboratório usa as seguintes
habilidades:
Q Formação da nova submontagem.
Q Reorganização de componentes.
Q Configurações da peça.
Q Configurações de montagem.
Procedimento Use o procedimento a seguir:
1 Montagem existente.
Abra a montagem existente Compound_Vise.
Submontagens Cria submontagem dentro da montagem utilizando
Form new sub-assembly here.
2 Submontagens.
Crie três submontagens utilizando componentes de
Compound_Vise:
Q Base

Q Centro

Q Vise

3 Modificar submontagem.
Abra a submontagem Vise e adicione um
segundo cap screw utilizando um
Component Pattern.

Exercício 26 267
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

4 Nova submontagem.
Abra a submontagem Base e crie uma
nova submontagem denominada base
swing plate a partir de lower plate
e dos componentes do cap screw.
Adicione um pattern do cap screw.

5 Use as submontagens.
Utilize a submontagem da
base swing plate em
ambos os lados da peça.
Exclua os componentes onde
for necessário.
Realize uma operação similar
na submontagem do centro,
adicionando uma
submontagem center
swing plate e utilizando-a
em ambos os lados.
center
swing
plate
6 Arraste e solte os
componentes.
Arraste e solte todos os quatro
componentes da locking handle
das submontagens para a montagem
de nível principal.

Configurações Crie configurações simplified para as seguintes peças. Suprima as


da peça. features listadas.

Nota A criação das configurações da peça simplificada pode ser feita


manualmente ou utilizando tabelas de projeto.
7 Configurações simplificadas.
Crie configurações em cada peça denominada simplified
e suprima features listadas para completá-la.

Componente Suppress

cap screw roscas


(parafuso)
da tampa

268 Exercício 26
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Componente Suppress

lowerplate e Todas as features de


upperplate Fillet, notch,
limit_text e
Chamfer1
Saddle Todas as features de
fillet

handle shaft Chamfer1


(eixo da feature;
handle) Observe que
alguma edição
é necessária
compound Fillet2
center e Fillet3
member
(elemento do
centro do
composto)
tool holder Chamfer1
e Chamfer2

upper Fillet1,
compound Fillet2,
member Fillet3
e Chamfer1

locking Fillet6,
handle Fillet7
(handle de e Fillet12
travamento)

Exercício 26 269
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

Configurações da Crie configurações simplificadas


submontagem para as seguintes submontagens.
Crie uma configuração de
montagem denominada
simplified e utilize as
configurações simplified de
todas as peças do componente.
A base base swing plate
é mostrada como exemplo.

Nota A criação das configurações de montagem simplified podem


ser feitas manualmente ou com o uso de tabelas de projeto.
8 Submontagens de nível inferior.
Crie as configurações para o nível mais inferior de submontagens.
Q base swing plate
Q center swing plate
9 Submontagens.
Vá para o próximo nível de submontagens, utilizando o trabalho
completado acima.
Q Base
Q Centro
Q Vise
10 Montagem de nível principal.
Na montagem de nível principal,
crie a configuração
simplified utilizando as
configurações da peça e da
submontagem.
Q Compound Vise
11 Salve.
Salve e feche os componentes.

270 Exercício 26
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

12 Abra simplified.
Abra a configuração simplified da
montagem utilizando a lista de
Configurations do diálogo Open.

13 Configuração adicional.
Acrescente uma configuração adicional para as posições de início
das submontagens. Adicione mates para segurar as posições.

14 Ocultar e mostrar.
Crie uma nova configuração utilizando
Hide e Show Component. Nomeie as
configurações Base&Center
e Center&Vise e utilize uma cópia
da configuração simplified.
15 Salve e feche.
Salve e feche as montagens.

Exercício 26 271
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

272 Exercício 26
Manual de Treinamento do SolidWorks 2006 Índice

Índice

-> 15, 37 componentes lightweight 230–234 holes 26–31


->* 38 configurações 114 in-context 9–15, 17–24
->? 36, 42 adicionando 114 offset da superfície 15
->x 39 alterando (comutando) 121 separação 43
cancelamento de supressão 114 simetria 25
A ocultar/mostrar 114 snap hook 48
ajuste 22 renomear 120 ranhura 51
arquivo Smart Fasteners 35 vent 53
propriedades 245 suprimindo componentes 114, 116 features “in-context” 9
salvar como 19, 41, 80, 159, 165– terminologia 114 features da montagem 25–31, 161–164
166, 178 controlando as dimensões utilizando
salvar como cópia 41, 165–166, 179 D as tabelas de projeto 138
arrastar e soltar 76 derivação, Veja hole wizard hole series 26
reorganização da hierarquia da Design Library 73, 80–81, 117–118 supressão utilizando tabelas de
montagem 223 diagnóstico do mate 177–178 projeto 138
Árvore de modelamento do features de montagem
FeatureManager E escopo da feature 162
visualizar dependências 170 editar features de separação 43
árvore de modelamento do componente 11 features dependentes de tempo 179
FeatureManager escopo da feature 162 fora de contexto 36
símbolos 15, 36–39, 42 mates 172, 175 furo
montagem 11 hole series 9
B no contexto 36 wizard 9
BOM peça 11
controlando a ordem dos submontagens 242 G
componentes 180 encontrar gerenciamento de arquivo 251
expansão de submontagens 140 onde é usado 250 Veja também SolidWorks Explorer
broquear, Veja hole wizard referências de arquivo 40, 180, 229
envelopes 245 H
C equações 181 hole series 9, 25–31
cam 92 erros hole wizard 26–31, 162–163
Cancelamento de supressão de mirror components 189
componente 114 montagem 189 I
captura escareado, Veja hole wizard ideal 171, 175, 179, 221, 232
mate reference 82 escopo da feature 162 inserindo componentes, resumo 95–97
componentes estados de exibição 137, 143–146 interrogando uma montagem 180, 229
adicionando 10, 19 copiar 145
cancelamento de supressão 114 painel de exibição 144 J
lightweight 230–234 extrusão junção de componentes 161
mates 76 offset da superfície 15
ocultar/mostrar 114, 246 M
orientando 74, 119 F mate de limite 91–92
pattern em montagens 122 fastening features 46 mate reference 73, 78
recarregamento 166 in-context 50 captura 82
renomear 252 feature palette, Veja Design Library mates
simetria 185 feature vent 53 alinhado/desalinhado 74, 119
Smart Components 73, 83, 85 features avançado 91
configurator 86 ajuste 22 aviso 171
inserção 88 dependente de tempo 179 cam 91–92
montagem de definição 84 fastening 46 com a tecla Alt 76
sobredefinido 175 in-context 50 condição do alinhamento 74, 119
substituição 165–168, 178–179 features da montagem 25–31, 161– controlando as dimensões utilizando
suprimir 114 164 as tabelas de projeto 138
unir 161 furos 162–163 diagnóstico 177–178
hole series 25–31

Modelagem avançada de montagens 273


Índice Manual de Treinamento do SolidWorks 2006

distância 120 utilizando envelopes 246 Smart Components 73, 83, 85


edição 172, 175 mostrar/ocultar avançados 243–245 configurator 86
engrenagem 91 mudança na transparência da inserção 88
erros 170 montagem 12 montagem de definição 84
limite 91–92 Smart Fasteners 31–35
mate reference 73, 78 N SmartMates 74
captura 82 notas, nas tabelas de projeto 140 SolidWorks Explorer 248
no local 20 layout da janela 249
pop-up toolbar 76 O onde é usado 250
referência que falta 171 ocultar operações 250
resumo 95–97 componente 114 renomeação de componentes 252
simétrico 91 técnicas avançadas 243–245 substituição de componentes 165–
SmartMates 76 update holders 16 168, 178–179
sobredefinido 171 utilizando envelopes 246 suprimir
supressão utilizando tabelas de offset da superfície 15 componente 114
projeto 138 onde é usado 250 mates 171
suprimido 171
uso nas tabelas de projeto 138 P T
visualização 172 pattern tabela de projeto de montagem 137–
matriz, Veja patterns componente 122 143
mirror (espelho) pattern de componente 122 tabelas de projeto
componentes 185 patterns adição de comentários 140
mirror feature 25 componente 122 comentários 140
montagens peças configurações dos
adição de componentes 10, 19 editar dentro de uma montagem 11 componentes 139
configurações 114 pesquisando em uma montagem 180, controlando a saída da BOM 140
dissolvendo uma 229 controlando as dimensões dos
submontagem 222 planos mates 138
edição de submontagens 242 editar sketch 17 controlando as dimensões
editar componente 11 projeto cêntrico da montagem 9–15, utilizando as tabelas de
editar montagem 11 17–24 projeto 138
editar no contexto 36 projeto top-down 9–15, 17–24 controlando os componentes da
editar peça 11 PropertyManager 172 peça 139
equações 181 propriedades especificando componentes 138
erros 189 arquivo 245 estado de supressão das features da
erros de mate 170 componente 116 montagem 138
escopo da feature 162 personalizar 245 estado de supressão dos mates 138
estatística 229 suprimir 116 features da montagem 138
features “in-context” 9–15, 17–24 propriedades personalizadas 245 inserir 138
features da montagem 161–164 lista de materiais 140
features dependentes de tempo 179 R mates 138
formar nova submontagem 224 referências montagem 140–143
ideal 171, 175, 179, 221, 232 encontrar arquivo 40, 180, 229 notas do usuário 140
interrogando 180, 229 lista externa 39 números de peça 140
lightweight 230–234 referências externas supressão do estado dos
mate reference 78 editar no contexto 36 componentes 139
mates 76 lista 39 tabelas de projetos
modificação da estrutura quebrando 38–41 montagem 137
(hierarquia) 222–227 remoção 41–46 tecla Ctrl, alternância de documentos
mudando a transparência 12 símbolos 15, 36–39, 42 (Ctrl+Tab) 16, 25
ocultar/mostrar componente 246 travamento 38 Tecla tab 74
orientando os componentes 74, 119 relacionamentos pai/filho 180 técnicas de seleção
patterns de componentes 122 relacionamentos, pai/filho 180 avançadas 243–245
projeto top-down 9–15, 17–24 renomeação de componentes 252 transparência 12–13
propagação de mudanças 17 renomear configurações 120
referências externas 15, 36–39, 42 reordenar U
reordenar 180 em montagens 180 update holders 15–16, 30
reorganização da estrutura 222–227 rollback
rollback 180 em montagens 180 V
simetria 185 valores vinculados 181
substituição S versões, Veja configurações
de componentes 165–168, selecionando itens vista
178–179 afetados pela transparência 13 mates 172
suprimindo componentes 116 envelopes 245 montagem por dependências de
update holders 15–16, 30 técnicas avançadas 243–245 mate 170
visualizar dependências 170 simetria
mostrar feature 25 Z
componente 114 montagens 185 zonas, Veja envelopes
técnicas avançadas 243–245 peça 40

274 Modelagem avançada de montagens


Pergunta: Como você chama um usuário SolidWorks de elite?

Resposta: Um Profissional Certificado SolidWorks.

Faça o treinamento, faça o teste, e una-se a nossa comunidade mundial


de talento comprovado.

Veja o verso para detalhes.