Você está na página 1de 1

Aula Prática: Fermentação

Material:

Açúcar
Garrafa Plástica Pequena Vazia
Fermento Biológico (fresco ou seco) (R$ 3,00)
Balão (bexiga) de borracha (R$ 3,60)
Água filtrada

Custo total aproximado:

R$ 6,60

Como fazer:

Dissolver 2 colheres de sopa de açúcar em 1 copo de água filtrada (volume aproximado para
encher meia garrafa – enchendo-se a garrafa toda pode haver extravasamento de espuma e líquido).
Adicionar 1 colher de chá rasa de fermento em pó. Transferir para a garrafa plástica. Colocar a bexiga bem
ajustada na boca da garrafa (se necessário reforce com um elástico de escritório). Deixar repousar, ao
abrigo da luz direta.

Resultado Esperado:

Após algum tempo (horas ou minutos, dependendo das condições), você notará que a bexiga,
antes vazia, encontra-se agora inflada.

Racional:

O fermento biológico (não usar o químico, composto de bicarbonato de sódio, que também libera
CO2 mas por um processo não-biológico) é composto, na verdade, por microorganismos vivos (a levedura
Saccharomyces cerevisiae), armazenados secos ou prensados. Havendo disponibilidade de carboidratos no
meio (açúcar) e condições de multiplicação do microorganismo (água, as leveduras realizam a fermentação
do açúcar, a fim de produzir energia para a sua própria sobrevivência e multiplicação. Durante o processo,
elas produzem álcool (etanol) e gás carbônico (CO2), que é liberado para o meio, fazendo que o balão se
infle. Esse mesmo processo ocorre quando fazemos um bolo, fazendo que a massa cresça. A granulosidade
da massa (aqueles pequenos furinhos ou espaços que encontramos na massa de bolos ou pães) é resultado da
infiltração do CO2 pela massa. Nos bolos que ficam “solados”, ocorre uma perda desse CO2 antes do
cozimento da massa (que depois de cozida fica “armada”, como uma estrutura de concreto). O etanol,
produzido em pequena quantidade, é perdido durante o processo de cozimento (e por isso nós não ficamos
bêbados quando comemos bolo!). Na indústria de fabricação de bebidas o processo é o mesmo, mas nesse
caso dá-se preferência a microorganismos que produzam mais álcool, e manipulam-se as condições
(nutrientes, temperatura etc) a fim de que este seja obtido em maior quantidade. A bebida sofre então
processos de filtragem e purificação antes de ser consumida (cerveja, vinho) ou é destilada para aumentar o
teor de álcool na preparação (cachaça, uísque etc). Existem evidências que os antigos egípcios já produziam
cerveja há cerca de 5.000 anos atrás!!

Temas que podem ser explorados:


Comprovação da existência de microorganismos, metabolismo, utilização dos microorganismos
pelo homem, fermentação.