Você está na página 1de 1

1 Estudo de Caso - o Garom Bajulador

Respostas
01- As caracteristicas que provam que ele sabia gerenciar a sua imagem era: Em relao ao
modo de andar, pois s andava bem arrumado e uniformizado, se mostrava como dendo
simpatico, atencioso, conversava bastante, enfim tudo pra chamar ateno para si.
02- Apesar de ser um timo gestor, com bastante experincia, ele se deixou levar pelo
modo de agir do funcionrio, no pelo fato dele ter dado algum desvio no seu modo de
pensar, mas sim pelo fato dele ser um humano como qualquer outro, que gosta de
ateno, que gosta de ser bem atendido, e de receber aquele toque todo especial no
atendimento, enfim tudo que ele precisava ele encontrou no funcionrio, pelo menos
olhando por cima da situao.
03- Creio que no tenha nada de errado com o comportamento dele no, ja que isso
ocorre a todo instante a todo momento, se a pessoa quer subir na vida de alguma forma,
ela tem que utilizar dos meios na qual ela ache vai dar certo, no caso dele preferiu
transmitir uma boa imagem, e isso totalmente vlido.
04- Os traos apresentados so: Gerenciamento de impresso, bajulao, adulao, ser
ambicioso, ser oportunista, ser astuto.

2 Estudo de caso Unificao Social
Respostas
01- Possivel at que seria, porem desnecessrio, ja que estamos falando de setores
diferentes, com processos diferentes, organizao diferente, enfim o que deveria ser feito
era apenas um esboo de melhor organizao, porem sem tirar a autonomia de cada
setor.
02- Como ja de conhecimento de todos uma cultura forte tende a evitar o surgimento de
problemas internos, reduzindo o nvel de conflitos, e possibilita maior controle por parte
da gesto e tudo isso que uma empresa desse porte precisa pra se manter estvel, e
para garantir a disseminao desses valores seria necessrios palestras, treinamentos,
intercmbios, e principalmente aumento na convivncia entre os diversos departamentos.
03- Com o crescimento da organizao automaticamente o quadro de funcionrios em
todos os setores logicamente deve ser aumentado, s que isso no vem a ser o ponto
principal da perda do foco, no sentido de perca de cultura, o problema no veio com os
novos funcionrios, o problema estava com os funcionrios que ja faziam parte da
organizao que no se empenharam em transmitir os valores e costumes ja presentes,
deixando que esses valores fossem perdidos originando a perca da identidade da empresa.