OS ORGANISMOS DO SOLO Os organismos do solo são todos os seres que vivem no solo ou nele passam alguma fase de sua

vida. Eles compreendem desde seres microscópicos até animais de pequeno porte. Os exemplos mais conhecidos são formigas, lesmas, minhocas, caracóis, besouros, larvas de insetos, centopéias, tatuzinhos-de-jardim, gongolos e cupins. As minhocas estão entre os organismos do solo mais importantes. Elas ingerem porções de terra e resíduos orgânicos, decompondo e transformando os detritos em húmus. Cupins e formigas são também grandes arquitetos, construem túneis e galerias ou monturos enormes. Outros organismos que vivem no solo são as bactérias, protozoários e fungos. Alimentam-se de restos vegetais ou animais, decompondo-os e devolvendo ao solo os nutrientes. Em certas situações, como na agricultura ou jardinagem, alguns organismos do solo são considerados prejudiciais, como as lemas, os caracóis, as larvas de besouros e de moscas, as formigas-cortadeiras e pulgões-da-raiz. Animais maiores como coelhos, ratos, toupeiras, lagartos e cobras, vivem em tocas ou cavam túneis para se esconderem e criarem seus filhotes. Todos contribuem para arejar o solo e facilitar a penetração das raízes e da água da chuva.
Texto: Maria Cristina Prata Neves Desenhos: criação e adaptação de Alcir Bernardino de Almeida

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful