Você está na página 1de 4

Sexta-Feira
ou a vida selvagem
MICHEL
TOURNIER


SIGNIFICADOS (por ordem alfabética)

abstémio que não bebe bebidas alcoólicas.


acaju caju, fruto dessa árvore.
acre medida agrária de alguns países (em Portugal corresponde à jeira).
almanaque livrinho ou livro que, além da folhinha, contém indicações úteis,
trechos de literatura, poesias, anedotas,
etc. .
almíscar substância de cheiro penetrante, persistente, obtida de uma bolsa
situada sob a pele do abdómen do almiscareiro macho e usada
principalmente em perfumes como fixativo.
alvor primeira luz do dia.
ameia abertura feita, de intervalo a intervalo, no cimo dos muros, torre ou
fortificação.
araucanos araucânios - indígenas do Chile.
araucária árvore (de Natal).
araucária árvore conífera ornamental.
assestar apontar.
avaramente poupadamente, escassamente.
bácora porca pequena, leitoa.
baixela conjunto de utensílios, em geral de ouro ou prata, próprios para o
serviço de mesa.
beldroega planta utilizada como hortaliça.
belicoso guerreiro.
borrasca tempestade.
brocado estofo de seda ricamente bordado em relevo de ouro e prata.

1
















cacofonia som desagradável ou palavra obscena que resulta da ligação das


letras finais de uma palavra com as letras iniciais da palavra
seguinte (alma minha…)
chalupa embarcação pequena com um só mastro para cabotagem (navegar
com a costa à vista).
clepsidra relógio de água.
colmilhos dentes caninos.
comissuras linha de junção de duas partes.
congéneres pares, semelhantes, da mesma raça.
convés a parte da cobertura superior do navio compreendida entre o
mastro do traquete e o grande, onde os passageiros conversam e
passeiam.
crepitar estalar como as faíscas que ressaltam da madeira a arder ou como
sal que se deita no lume.
diadema jóia, em forma de meia coroa, para o toucado das senhoras; coroa.
dissonâncias desafinação de sons; falta de harmonia.
dócil submisso, obediente.
encarniçadamente cruelmente, vivamente.
envergadura a parte mais larga das velas de um navio ou das asas de uma ave
quando estendidas no máximo; largura máxima do homem com os
braços horizontalmente estendidos no mesmo plano.
eólica relativa ao vento.
escorbuto doença caracterizada por intumescimento e hemorragia das
gengivas, provocada pela falta da vitamina C.
escuna embarcação ligeira de dois mastros.
esgar careta de gozo.
estopa a parte mais grossa do linho, que fica depois de o passarem pelo
sedeiro; tecido fabricado com essa parte do linho; rastilho.
estupefacto assombrado, surpreendido.
fremir tremer, vibrar.
fulvo que tem cor amarelo-tostado. Alourado.
gávea vela imediatamente superior à grande.
genipapo jenipapo - fruto do jenipapeiro, cujo suco serve a muitos índios
brasileiros para enegrecer o rosto e o corpo, e aos nortistas para
fazer vinho.
giesta planta ornamental.
gorgulho insecto coleóptero que ataca os cereais nos celeiros.
grotesco ridículo; caricato; burlesco; excêntrico.
grumete praça de marinha de graduação inferior a marinheiro e superior a
aluno marinheiro.
harpa instrumento musical, de forma triangular, cujas cordas desiguais se
tangem com os dedos.
indigitado indicado, apontado.
índigo substância corante, para tingir de azul; anil; uma das cores
fundamentais do espectro solar.
insular composto de ilhas.
lacaio criado, trintanário.
lameiro terra alagadiça que produz muito pasto.

2
















liana cipó; designação genérica de trepadeiras lenhosas e sarmentosas,


da zona tropical.
libré uniforme de criados de casas nobres.
liteira cadeirinha coberta sustentada por dois varais compridos e
conduzida por homens ou animais.
maléficas más.
mezena vela do mastro de ré.
mofar escarnecer, zombar, gracejar.
murta género de planta arbustiva.
necrófagas que se alimentam de animais ou de substâncias em decomposição
nutrir alimentar, acalentar, conservar.
oblongo mais comprido do que largo; alongado; oval; elíptico.
obstinar teimar, persistir.
odre vasilha ou saco de couro ou de pele para transporte de líquidos.
pantomima arte ou acto de exprimir ideias ou sentimentos por meio de gestos.
pecari nome de um grupo de suídeos da América, que têm só três dedos
nas patas posteriores.
piroga embarcação comprida e estreita feita de um tronco escavado, usada
na África e na América.
plangente triste, lamentoso, choroso.
popa parte posterior do navio.
quilha peça forte e comprida de madeira e metal que se estende da proa à
popa do navio na ponte inferior, e na qual se fixam as peças curvas.
ré parte do navio que fica entre a popa e o mastro.
redil cercado ou vedação ligeira onde se guardam especialmente as
ovelhas e as cabras; curral.
resignar-se conformar-se.
seixos pedras roladas.
sicómoro árvore
soberano moeda (libra esterlina).
soergueu-se erguer-se um pouco; erguer-se a custo.
suarda matéria gordurosa da lã de ovelha.
taciturna tristonha, sombria.
tépida morna.
térmita verme que rói a madeira.
tocha peça de madeira acesa.
tonel cuba, barril.
trompa instrumento de metal de origem muito antiga que se distingue de
todos os outros pela forma circular e pelo timbre, que é muito mais
sonoro.
tufo grupo de plantas ou flores.
tulipeiro/a nome vulgar da árvore magnoliácea, de flores semelhantes às da
tulipa; em Coimbra esta árvore é chamada árvore do ponto.
zénite o ponto em que a vertical de um lugar vai encontrar a esfera celeste
acima do horizonte.

3
















4















Interesses relacionados